Página 1 dos resultados de 9 itens digitais encontrados em 0.050 segundos

Uso do silicone e poliuretano na uretroplastia dorsal: estudo experimental em coelhos; The silicone and polyurethane used in dorsal on lay urethroplasty: experimental study in rabbits

Nogueira, Marcos de Paula
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 15/09/2008 PT
Relevância na Pesquisa
56.33%
INTRODUÇÃO: O tratamento cirúrgico das estenoses uretrais com enxertos limita-se ao emprego de materiais orgânicos, mais freqüentemente autoenxertos. O sucesso no uso de biomateriais sintéticos em diferentes áreas da medicina motivou a pesquisa desses materiais na reconstrução uretral. A informação de que o uso de prótese mamária de silicone recoberta com espuma de poliuretano revelou menor retração cicatricial que as próteses convencionais e o fato desses polímeros já serem empregados como elastômero na confecção de cateteres urinários, levou à escolha deste material para estudo. MÉTODOS: Foi realizada a ressecção de segmento dorsal da uretra anterior de 20 coelhos machos NZW. O defeito uretral foi tratado com o implante no leito uretral dorsal de uma placa não tubularizada de silicone, revestida externamente com espuma de poliuretano (Si-Pu). Como controle foi confeccionado o grupo Sham (GS) com 12 animais. Este grupo foi submetido à uretrotomia dorsal longitudinal e uretrorrafia, sem qualquer tipo de implante. As análises foram feitas com 2, 4, 8 e 24 semanas após a cirurgia. Analisaram-se alterações da circunferência da uretra e complicações cirúrgicas. Fez-se estudo histológico com coloração de Tricrômico de Mason...

Avaliação do impacto do processo de limpeza na esterilização de medidores de implantes mamários; Assesment of the cleaning process impact in sterilization of mamary implant sizers

Muradian Filho, José
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 12/11/2007 PT
Relevância na Pesquisa
66.52%
O procedimento cirúrgico para implantes mamários inclui os chamados medidores, utilizados para a mensuração de volume e geometria antes colocação do implante definitivo na paciente. Esses dispositivos são constituídos por um invólucro de elastômero de silicone grau médico da classe siloxano ou poliuretano e cheios com volumes pré-estabelecidos de gel ou elastômero de silicone, grau médico, sendo apresentados em diversos volumes e formas equivalentes ao volume e forma do implante correspondente. Este trabalho avaliou o processo de limpeza manual dos medidores para implantes, sob o ponto de vista da redução da carga microbiana, propiciando a eficácia do processo de esterilização, nas condições encontradas nos Centros Cirúrgicos Hospitalares e utilizando seus equipamentos usuais. Foram realizados testes de desafio microbiológico em amostras de medidores com superfície texturizada e superfície revestida com poliuretano, utilizando cinco microrganismos (Staphylococcus aureus, Pseudomonas aeruginosa, Escherichia coli, Candida albicans e Aspergillus niger) e dois tipos de detergente para comparação: não enzimático e enzimático. Determinou-se a biocarga antes e após a limpeza, e em seguida realizou-se a esterilização a 126°C por 30 minutos (1...

Preparação e caracterização de compósitos de poliuretano termoplástico com negro de fumo condutor e nanotubos de carbono

Ramôa, Sílvia Daniela Araújo da Silva
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 140 p.| il., grafs., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
76.24%
Dissertação (mestrado) - Universidade Fderal de Santa Catarina, Centro Tecnologico, Programa de Pós-Graduação em Ciência e Engenharia de Materiais, Florianópolis, 2011; O estudo de compósitos poliméricos condutores de eletricidade (CPCEs) têm recebido atenção especial, devido ao grande potencial em aplicações tecnológicas, tais como: dissipação de carga eletrostática e proteção contra interferência eletromagnética. A incorporação de aditivos condutores, tais como: negro de fumo condutor (NFC) e nanotubos de carbono (NTCs), em matrizes de elastômeros termoplásticos é uma alternativa para produção de CPCEs com propriedades mecânicas semelhantes às de uma borracha vulcanizada, sem a necessidade do uso de agentes de vulcanização. Neste trabalho foram preparados compósitos condutores de eletricidade, de elastômero de poliuretano termoplástico (TPU) com diferentes concentrações e tipos de aditivos condutores (NFC, NTCs, e NTCF), a partir de duas técnicas de mistura: mistura por solução e mistura por fusão. Os compósitos obtidos foram caracterizados, sendo suas morfologias e propriedades viscoelásticas, térmicas e elétricas avaliadas através, de microscopia eletrônica de varredura por emissão de campo (SEM-FEG); espectroscopia de infravermelho por transformada de Fourier (FT-IR); análise dinâmico mecânica (DMA); termogravimetrica (TG); calorimetria diferencial de varredura (DSC); medidas de condutividade; e proteção contra interferência eletromagnética (EMI-SE). Para os compósitos obtidos através de mistura por fusão...

Caracterização térmica e dinâmico-mecânica de compósitos TPU/mica preparados em reômetro de torque

Escócio,Viviane A.; Visconte,Leila L.Y.; Carvalho,Mariana B. M. de; Nunes,Regina C. R.; Altstädt,Volker
Fonte: Associação Brasileira de Polímeros Publicador: Associação Brasileira de Polímeros
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2011 PT
Relevância na Pesquisa
76.53%
Este trabalho tem como objetivo a incorporação da mica à matriz do elastômero termoplástico de poliuretano (TPU) tipo poliéter, para o desenvolvimento de novos materiais nos quais as propriedades inerentes da mica possam ser combinadas às do TPU. Este elastômero termoplástico tem alto custo, ao contrário da mica, que é de baixo custo e abundante no Brasil. Os diferentes compósitos, com teores de mica variando de 0 a 20 phr (por cem partes de resina), foram preparados em misturador interno, acoplado a um reômetro de torque Haake. Estes compósitos foram analisados termicamente por análise termogravimétrica (TGA) e análise dinâmico-mecânica (DMA). Foi observado que a incorporação de mica ao TPU altera as propriedades dinâmico-mecânicas bem como a estabilidade térmica deste polímero em diferentes atmosferas. A adição de mica desloca o início da degradação para temperaturas mais baixas nas duas atmosferas (inerte e oxidante) e a temperatura de transição vítrea tem ligeira diminuição com o aumento do teor de mica. Os resultados decorrem principalmente das interações entre a mica e o segmento rígido do TPU, durante o processamento em misturador interno.

Otimização de poliuretanos para protetores de linhas flexíveis sujeitos ao desgaste abrasivo; Optimization of polyurethanes for protection of flexible pipes subject at abrasion wear

Santos, Fábio Cordeiro dos
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
86.61%
No último ano a Petrobras conseguiu a auto-suficiência do Brasil na produção de petróleo, isso graças aos esforços para dominar a tecnologia em exploração de poços cada vez mais profundos. A extração de petróleo em grandes profundidades é realizada através linhas flexíveis compostas por multicamadas de materiais metálicos e poliméricos, acopladas a plataformas flutuantes. Essas linhas ao entrarem em contato com o solo marinho, numa região chamada TDP, sofrem desgaste abrasivo. Atualmente as linhas flexíveis nessa região são protegidas com calhas bipartidas fabricadas em elastômero de poliuretano. Esse tipo de poliuretano tem mostrado um desempenho superior contra o desgaste abrasivo em relação a outros materiais poliméricos. O presente trabalho tem o objetivo de otimizar o desempenho de elastômeros de poliuretano contra o desgaste abrasivo no TDP. Essa otimização foi realizada formulando-se diversas combinações de isocianatos e polióis, matérias-primas básica na produção de elastômeros de poliuretano, com a adição do lubrificante sólido bissulfeto de molibdênio em metade das formulações. A avaliação dos efeitos causados pela adição de lubrificante nos poliuretanos foi realizada através de ensaios de caracterização. O comportamento mecânico das formulações foi avaliado através de ensaios normatizados de tração...

Proteses de silicona revestidas com poliuretano : aspectos histologicos : estudo experimental em ratos

Gerson Luiz Julio
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 16/12/1996 PT
Relevância na Pesquisa
36.85%
Realizou-se um estudo experimental comparativo com minipróteses de silicona, cotejando-se duas superficies de revestimento, o elastômero e o poliuretano, para verificar as respostas histológicas ocasionadas por cada uma delas. Foram utilizadas 144 minipróteses de silicona, com 2ml de silicona gel no interior, metade delas cobertas com poliuretano e a outra metade, com elastômero. Foram utilizados 36 ratos Wistar e em cada animal foram implantadas quatro minipróteses, sendo duas de superficie de elastômero e duas de elastômero revestido de poliuretano. Os animais foram separados em quatro grupos e observados, respectivamente por 2, 5, 8 e 11 meses. Durante esses períodos, foram mantidos em biotério, depois foram sacrificados e o material recolhido submetido à análise histológica. Concluíu-se que as minipróteses de poliuretano promovem uma resposta celular ativa, com presença de células gigantes, processo inflamatório crônico e disposição anárquica das fibras de colágeRo. As minipróteses revestidas de elastômero promovem uma resposta celular estável, com disposição linear das fibras de colágeno. Observou-se também, na cápsula proveniente das minipróteses de poliuretano, a presença de material amorfo, compatível com cristais deste polímero; We did a experimental study with miniprosthesis of silicone...

Avaliação e seleção de materiais para ortóteses plantares; Evaluation and selection of materials for plantar orthoses

Oliveira, André Pereira
Fonte: Universidade do Minho Publicador: Universidade do Minho
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
Publicado em //2013 POR
Relevância na Pesquisa
36.87%
Dissertação de mestrado integrado em Engenharia de Materiais; A Diabetes Mellitus (DM) é uma patologia do foro metabólico causada pelo défice ou resistência á insulina. Os portadores desta doença podem desenvolver várias complicações neuropáticas, contudo, o pé diabético tem maior destaque pejorativo por sujeitar o paciente à amputação dos membros inferiores. A prevenção deste problema pode ser realizada pela utilização de ortóteses plantares que se ajustem à anatomia do pé, tendo como principais objetivos a absorção de parte da energia aplicada no pé durante a marcha, homogeneizando as pressões plantares, oferecer proteção em situações de perfusão e diminuir humidade presente no calçado inibindo a colonização de bactérias e fungos. Desta forma, o presente estudo tem como finalidade a caracterização e comparação das propriedades físico-mecânicas de materiais poliméricos aplicado a ortóteses plantares. Para tal foram selecionadas três espumas poliméricas de co-polímero de etileno e acetato de vinilo (EVA), duas de polietileno (PE) e de poliuretano (PU) e ainda um elastómero. Através de uma lupa estereoscópica observou-se a estrutura celular dos materiais em estudo. Verificou-se que o PU apresentam células abertas...

Efeito da concentração de segmentos rígidos nas propriedades físico-mecânicas, químicas e na morfologia de elastômeros microcelulares de poliuretano

Pacheco,Marcos F. M.; Fiorio,Rudinei; Zattera,Ademir J.; Zeni,Mara; Crespo,Janaina S.
Fonte: Associação Brasileira de Polímeros Publicador: Associação Brasileira de Polímeros
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2007 PT
Relevância na Pesquisa
76.32%
Neste trabalho, foram preparados três diferentes elastômeros microcelulares de poliuretano (EMPU) baseados em 4,4'- diisocianato de difenilmetano (MDI), com diferentes concentrações de fase rígida (Formulações 1, 2 e 3, com 32, 35 e 42% de fase rígida, respectivamente). As amostras foram preparadas através do método de duas etapas, pelo sistema de pré-polímero. As amostras dos EMPU foram caracterizadas através de ensaios físico-mecânicos, químicos e morfológicos. Os resultados dos ensaios mecânicos mostraram que o aumento no percentual da fase rígida levou a um aumento na resistência à tração e na resistência ao rasgo. O alongamento na ruptura não apresentou variação significativa com a modificação do percentual da fase rígida. O ensaio de resistência química demonstrou que os EMPU formulados apresentaram baixos índices de inchamento para solventes industriais comumente utilizados. Entretanto, em acetona, um elevado índice de inchamento foi observado. As análises morfológicas indicaram que o aumento no percentual da fase rígida promoveu a formação de células menores distribuídas de forma mais homogênea no EMPU.

Utilização da poliuretana derivada do óleo da mamona em dispositivos protéticos: estudo preliminar; The utilization of polyurethanes derived from castor oil in the prosthetics device: preliminary study

Vianna, Denise Loureiro; Mazzer, Niltom; Barbieri, Cláudio Henrique; Chierice, Gilberto
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 07/06/1998 POR
Relevância na Pesquisa
46.26%
Com vistas a sua utilização na confecção de luvas ou soquetes macios para os revestimentos dos encaixes de próteses infra-patelares, o presente trabalho desenvolveu e testou a resistência mecânica de uma nova poliuretana derivada do óleo da mamona por meio de ensaios de tração, comparativamente com dois outros tipos de materiais, o elastômero de silicone e uma espuma de borracha sintética, de uso corrente para a mesma finalidade. A poliuretana e o elastômero de silicone foram também testados em uma forma associada com uma alma de malha tubular elástica, totalizando cinco tipos de materiais investigados. Foram considerados parâmetros para análise a carga máxima suportada, a tensão máxima, a tensão máxima de ruptura, o alongamento até a ruptura e o módulo de elasticidade de cada material. Os resultados mostraram que o silicone, com e sem a presença da alma de malha tubular, foi o material mais resistente e que a poliuretana derivada do óleo da mamona apresentou resistência próxima à da espuma de borracha, quando pura, e próxima à do silicone puro, quando associada à malha tubular. Entretanto, a poliuretana mostrou-se um material mais flexível que o silicone. Concluiu-se que, apesar de menos resistente no estado puro...