Página 1 dos resultados de 4358 itens digitais encontrados em 0.011 segundos

Avaliação da eficiência técnica do ensino básico brasileiro; Assessment of technical efficiency in Brazilian education

Trigo, Priscila Pacheco
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 09/04/2010 PT
Relevância na Pesquisa
66.29%
O estudo apresenta uma análise dos principais determinantes da eficiência técnica das escolas do ensino básico brasileiras. Por se tratar de uma amostra de escolas do Saeb (Sistema de Avaliação do Ensino Brasileiro) para os anos de 1999, 2001 e 2003, optou-se por utilizar um método conhecido como fronteira estocástica. Todos os exercícios foram realizados com as instituições da quarta e oitava séries do ensino fundamental e terceira série do ensino médio, dando ênfase para a quarta série do ensino fundamental em duas disciplinas, Matemática e Português. Dois modelos foram aplicados, sendo que um deles inclui variáveis ambientais como regressores da fronteira estocástica (Modelo A), enquanto o outro especifica a ineficiência técnica como dependente dessas variáveis ambientais (Modelo B). Ambos os modelos mostraram que a eficiência técnica depende positivamente da escolaridade da mãe e do fato do aluno ser branco e negativamente com a proporção de alunos reprovados. Contudo, os dois modelos produziram estimativas de ineficiência técnica distintas, diferenciando-se em termos de média e de densidade. De forma geral, foi possível identificar ineficiência técnica média menor do que 5%. Ademais, foi possível verificar uma correlação positiva entre desempenho escolar e ineficiência técnica das escolas brasileiras. Dada a disponibilidade de um painel de escolas para os anos de análise...

Fronteira de produção e eficiência técnica da agropecuária brasileira em 2006; Production frontier and technical efficiency of Brazilian agriculture in 2006

Almeida, Paulo Nazareno Alves
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 11/04/2012 PT
Relevância na Pesquisa
66.4%
Os pequenos estabelecimentos, apesar de mais numerosos e ocuparem menor área que os médios e grandes estabelecimentos, geram parcela muito importante da produção agrícola brasileira, a despeito de as políticas agrícolas brasileiras terem, de meados dos anos 1960 a meados dos anos 1980, criado mais mecanismos para a modernização dos médios e grandes produtores e pouco terem estimulado a modernização da pequena produção. Isto poderia implicar essa última ser ineficiente em relação à média e grande produção. No entanto, essa avaliação da diferença entre a eficiência da pequena produção em relação às médias e grandes produções ainda não foi realizada para toda a agropecuária brasileira. Theodore W. Schutz, em importante livro de 1965, alegava que o pequeno produtor era pobre, mas eficiente. Mas S.M. Sherlund, C.B. Barrett e A.A. Adesina, em artigo de 2002, mostram várias evidências para países em desenvolvimento (mas não incluindo o Brasil) de que os pequenos produtores não são eficientes. Dentro desse contexto, o objetivo geral desta tese é investigar se há (e se existirem, quantificá-las) diferenças na eficiência técnica entre o pequeno, o médio e o grande estabelecimento agropecuário no Brasil. Classifica-se com pequeno estabelecimento agropecuário aquele que tem até 50 ha de área total...

Estudo da influência de variáveis relacionadas às decisões de financiamento na eficiência técnica das distribuidoras de energia elétrica brasileiras no período de 2006 a 2009

Altoe, Andrey Vinicius
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 179 p.| il., grafs., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
66.34%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Sócio-Econômico, Programa de Pós-Graduação em Administração, Florianópolis, 2012; O conceito de eficiência está ligado a todas as atividades humanas, e sua mensuração é fundamental para que se consiga identificar as melhores práticas. Nas distribuidoras do setor elétrico, a análise da eficiência, pela natureza das regras em vigor, concentra-se nos custos gerenciáveis, particularmente na obtenção de uma eficiência técnica e outra financeira, associada à gestão de capital. Nas metodologias para os processos de revisão tarifária periódica (RTP), feitas pela ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica), estas duas eficiências são objeto de constantes estudos e mesmo de contestações, principalmente por parte das distribuidoras. Neste contexto, fez-se um estudo da eficiência técnica utilizando o método DEA (Data Envelopment Analysis), com as distribuidoras de energia elétrica no período de 2006 a 2009. Foi utilizado o método de Kittelsen (1993) na seleção das variáveis, no qual elas foram escolhidas segundo a significância e não pela representatividade. Para a eficiência financeira, associada às decisões de financiamento de uma concessionária...

CARACTERIZAÇÃO E EFICIÊNCIA TÉCNICA DE EXPLORAÇÕES VITÍCOLAS DA REGIÃO ALENTEJO; CHARACTERIZATION AND TECHNICAL EFFICIENCY OF PORTUGUESE WINE FARMS

Henriques, Pedro Damião de Sousa; Carvalho, Maria Leonor da Silva; Costa, Fátima; Pereira, Rui; Godinho, Maria de Lurdes Ferro
Fonte: Scielo Publicador: Scielo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 236249 bytes; application/pdf
ENG
Relevância na Pesquisa
66.31%
Este estudo teve como objectivos caracterizar e analisar a evolução, medir os níveis de eficiência técnica e relacionar esta com alguns atributos dos agricultores e das explorações, de uma amostra de explorações vitícolas pertencentes à região Alentejo. Os atributos considerados foram a dimensão física e económica, idade do produtor, natureza jurídica do produtor, tipo de posse da terra, irrigação, tipo de comercialização e especialização cultural e produtiva. A amostra analisada é composta por um painel de explorações, produtoras de uva para vinho para o período 2000-2005, pertencentes à Rede de Informação de Contabilidades Agrícolas, do Ministério da Agricultura, Desenvolvimento Rural e Pescas (MADRP). A caracterização e a análise da evolução das explorações vitícolas foram feitas com base num conjunto de indicadores técnicos e económicos. Para medir a eficiência, a metodologia utilizada foi paramétrica, utilizando uma fronteira de produção estocástica, em que foram testadas as características da distribuição utilizada para medir a eficiência, assim como a variabilidade desta ao longo do tempo. Para testar a relação entre a eficiência e os atributos dos produtores e das explorações utilizou-se o teste de análise de variância e o de Kruskall-Wallis. Os resultados mostraram que para estas explorações existe espaço para um aumento dos níveis de eficiência na utilização dos factores de produção e que a eficiência é variante em ordem ao tempo. Verificou-se um aumento da eficiência técnica com a dimensão económica e com o rendimento líquido das explorações...

Caracterização e eficiência técnica de explorações vitícolas da região Alentejo

Henriques, Pedro Damião de Sousa; Carvalho, Maria Leonor da Silva
Fonte: Anais do XLVI Congresso da SOBER Publicador: Anais do XLVI Congresso da SOBER
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
66.35%
Este estudo teve como objectivos caracterizar e analisar a evolução, medir os níveis de eficiência técnica e relacionar esta com alguns atributos dos agricultores e das explorações, de uma amostra de explorações vitícolas pertencentes à região Alentejo. Os atributos considerados foram a dimensão física e económica, idade do produtor, natureza jurídica do produtor, tipo de posse da terra, irrigação, tipo de comercialização e especialização cultural e produtiva. A amostra analisada é composta por um painel de explorações, produtoras de uva para vinho para o período 2000-2005, pertencentes à Rede de Informação de Contabilidades Agrícolas, do Ministério da Agricultura, Desenvolvimento Rural e Pescas (MADRP). A caracterização e a análise da evolução das explorações vitícolas foram feitas com base num conjunto de indicadores técnicos e económicos. Para medir a eficiência, a metodologia utilizada foi paramétrica, utilizando uma fronteira de produção estocástica, em que foram testadas as características da distribuição utilizada para medir a eficiência, assim como a variabilidade desta ao longo do tempo. Para testar a relação entre a eficiência e os atributos dos produtores e das explorações utilizou-se o teste de análise de variância e o de Kruskall-Wallis. Os resultados mostraram que para estas explorações existe espaço para um aumento dos níveis de eficiência na utilização dos factores de produção e que a eficiência é variante em ordem ao tempo. Verificou-se um aumento da eficiência técnica com a dimensão económica e com o rendimento líquido das explorações...

Eficiência técnica das explorações de vinho da região Alentejo

Henriques, Pedro Damião de Sousa; Carvalho, Maria Leonor da Silva; Fragoso, Rui Manuel
Fonte: Anais do XLV Congresso da SOBER Publicador: Anais do XLV Congresso da SOBER
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
66.33%
Este estudo teve como objectivos medir os níveis de eficiência técnica de uma amostra de explorações produtoras de vinho pertencentes à região Alentejo e relacionar esses níveis com algumas características das explorações tais como: dimensão física e económica, idade, posse da terra, irrigação, tipo de mão-de-obra, e especialização cultural e produtiva. Considerando a vantagem de não definir uma forma funcional para a tecnologia de produção, a metodologia escolhida para medir os níveis individuais de eficiência foi não-paramétrica. Os resultados mostraram que para estas explorações existe espaço para um aumento dos níveis de eficiência na utilização dos factores de produção, sendo as ineficiências de escala e de sobreutilização as responsáveis por grande parte da ineficiência técnica observada. Verificou-se um aumento da eficiência técnica com o aumento da especialização expressa em termos da área da vinha ou do valor do produto da vinha no produto total. Palavras-chave: eficiência técnica, metodologia não-paramétrica, vinha

Caracterização e eficiência técnica de explorações citrícolas da região Algarve

Valente, Florentino Guerreiro; Henriques, Pedro Damião de Sousa; Carvalho, Maria Leonor da Silva
Fonte: Universidade de Évora / Comissão Organizadora do ESADR 2013 Publicador: Universidade de Évora / Comissão Organizadora do ESADR 2013
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
66.32%
O setor citrícola desempenha um papel essencial na estrutura e no peso da agricultura da região do Algarve. A competitividade nacional e internacional das empresas deste setor depende, entre outros fatores, da sua eficiência do ponto de vista da produção. Neste sentido, os objetivos deste artigo são avaliar a eficiência técnica e identificar alguns dos fatores explicativos da ineficiência para um conjunto de explorações citrícolas da região. Foram utilizados dados primários através da seleção de uma amostra de empresas agrícolas algarvias, cuja atividade principal é a citricultura e pertencentes à RICA para medir a eficiência técnica. Concluiu-se que as empresas estudadas apresentam uma eficiência técnica elevada, e que a maior parte da ineficiência técnica se deve à ineficiência de escala, sendo desejável um aumento na sua dimensão física e económica.

Caracterização e eficiência técnica de explorações citrícolas da Região Algarve

Valente, Florentino Guerreiro
Fonte: Universidade de Évora Publicador: Universidade de Évora
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
66.32%
O setor citrícola desempenha um papel essencial na estrutura e no peso da agricultura da região do Algarve. A competitividade nacional e internacional das empresas deste setor depende, entre outros fatores, da sua eficiência do ponto de vista da produção. Neste sentido, os objetivos desta dissertação são analisar a rendibilidade média e de investimento das atividades citrícolas, avaliar a eficiência técnica e identificar alguns dos fatores explicativos da ineficiência para um conjunto de explorações citrícolas da região. Foram utilizados dados primários através da recolha de coeficientes técnicos para caracterizar as contas de atividade e de investimento e através da seleção de uma amostra de empresas agrícolas algarvias, cuja atividade principal é a citricultura e pertencentes à RICA para medir a eficiência técnica. Concluiu-se que as empresas estudadas apresentam uma eficiência técnica elevada, e que a maior parte da ineficiência técnica se deve à ineficiência de escala, sendo desejável um aumento na sua dimensão física e económica; ABSTRACT: The citrus sector plays an essential role in the structure and weight of agriculture in the Algarve region. The competitiveness of national and international farms in this field depends...

Eficiência técnica e desempenho econômico de produtores de leite no Estado do Ceará, Brasil

Magalhães,Klinger Aragão; Campos,Robério Telmo
Fonte: Sociedade Brasileira de Economia e Sociologia Rural Publicador: Sociedade Brasileira de Economia e Sociologia Rural
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2006 PT
Relevância na Pesquisa
66.31%
Objetiva-se avaliar a eficiência dos produtores pelas medidas de eficiência técnica e de escala e calcular indicadores de desempenho econômico dos produtores de leite do Município de Sobral, Ceará, Brasil. Os dados são de natureza primária, coletados por meio de questionários junto a 40 produtores rurais do referido município. Participaram da amostra apenas os produtores com produção mínima de 15 litros/dia, visto que as produções inferiores são destinadas, basicamente, para o autoconsumo. Foram determinadas as medidas de eficiência para cada uma das unidades produtivas (Decision Making Unit - DMU), utilizando-se a técnica de análise envoltória de dados (DEA) e o software DEAP v. 2.1, desenvolvido por Coelli (1996). Inicialmente, os produtores foram separados de acordo com o grau de eficiência técnica e, em seguida, comparados por meio de indicadores econômicos, com a finalidade de determinar a magnitude de performance dos eficientes e dos ineficientes. Conclui-se que há predomínio do grupo de produtores ineficientes (escores de eficiência menor do que 0,9), representando 67,5% da amostra. Portanto, é muito baixo o número de produtores eficientes (32,5% da amostra). Regra geral, os produtores eficientes apresentaram bons resultados econômicos. A margem líquida negativa dos produtores ineficientes indica a grave crise que sofre esse grupo de produtores...

Eficiência técnica da agropecuária nas microrregiões brasileiras e seus determinantes

Barbosa,Wescley de Freitas; Sousa,Eliane Pinheiro de; Amorim,Airton Lopes; Coronel,Daniel Arruda
Fonte: Universidade Federal de Santa Maria Publicador: Universidade Federal de Santa Maria
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/11/2013 PT
Relevância na Pesquisa
66.29%
Este estudo pretende mensurar os escores de eficiência técnica da atividade agropecuária nas microrregiões brasileiras e verificar seus determinantes. Para atender esses objetivos, empregaram-se os modelos de análise envoltória dos dados (DEA) e de regressão quantílica. Os dados foram obtidos do Censo Agropecuário (2006), publicado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Os resultados do modelo DEA indicaram que a maioria das microrregiões brasileiras apresentou baixa eficiência técnica na produção. Quanto ao modelo de regressões quantílicas, verifica-se que assistência técnica, adubação, crédito concedido e mão de obra familiar constituem fatores relevantes na explicação das diferenças de eficiência técnica das microrregiões brasileiras em todos os quantis estimados.

Eficiência técnica dos produtores familiares no Projeto de Irrigação do Baixo Açu/RN

Silva, Jorge Luiz Mariano da
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
66.27%
SILVA, Jorge Luiz Mariano da. Eficiência técnica dos produtores familiares no projeto de irrigação do Baixo Açu/RN.In: CONGRESSO SA SOCIEDADE BRASILEIRA DE ECONOMIA E SOCIOLOGIA RURAL,42., 2004, Cuiabá - MT. Dinâmcias Setorias e Desevolvimento Regional, 2004.; Este trabalho tenta identificar as fontes da ineficiência técnica dos produtores familiares no projeto de irrigação do Baixo Açu (RN). Para avaliar a eficiência dos produtores foram usados os modelos de envoltória de dados, DEA-C, DEA-V (Data Envelopament Analysis) e o modelo FDH (Free Disposal Hull). Os resultados mostraram que, sob as diferentes suposições dos modelos utilizados, a eficiência dos produtores foi baixa. Com a suposição de retornos constantes de escala, apenas 6,7% foram eficientes,com retornos variáveis de escala, 24%, e com livre descarte de recursos, 54,7%. Os produtores foram ineficientes porque não conseguiram níveis maiores de produção, com maiores níveis de insumos. Para reduzir a ineficiência dos produtores familiares algumas políticas deveriam ser adotadas. Primeiro deve-se estimular a permanência dos produtores nos seus lotes, evitando-se a alta rotatividade que ocorre quando os produtores, originalmente selecionados...

ANÁLISE DA EFICIÊNCIA TÉCNICA DE PROPRIEDADES CITRÍCOLAS DO ESTADO DE SÃO PAULO

Clemente,Felippe; Gomes,Marília Fernandes Maciel; Lírio,Viviani Silva
Fonte: Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2015 PT
Relevância na Pesquisa
66.3%
ResumoEste trabalho teve por objetivo analisar a eficiência técnica das propriedades citrícolas do estado de São Paulo. Aplicou-se a análise envoltória de dados (DEA), para calcular os níveis de eficiência técnica, e uma abordagem econométrica, para conhecer os determinantes da eficiência técnica. Os resultados mostraram que grande parte das propriedades citrícolas atua de forma ineficiente e as variáveis que mais contribuem para aumento da eficiência são "escolaridade" e "tempo como produtor rural". As funções de produção média e de fronteira mostraram-se diferentes quanto à magnitude dos seus parâmetros, indicando que esse instrumental de análise é muito importante e sua estimação e interpretação, de forma correta, pode facilitar a tomada de decisão e melhorar significativamente a alocação dos recursos.

TICS y eficiencia técnica productiva en los países del OCDE; ICTS and technical efficiency in the OCDE countries

Díaz Medina, Benito
Fonte: Universidade de Cantabria Publicador: Universidade de Cantabria
Tipo: Dissertação de Mestrado
SPA
Relevância na Pesquisa
66.35%
RESUMEN: Este trabajo se desarrolla desde un punto de vista empírico, en el cual se analiza la eficiencia técnica de los países de la OCED teniendo en cuenta la inversión en TIC, un análisis en profundidad de la eficiencia utilizando un modelo paramétrico que contempla lo cambios en el tiempo, así como la descomposición del error, en ineficiencia y ruido blanco. Se analizan si tienen relación una alta inversión en Tecnologías de la Información y Comunicación con la eficiencia de los países, y se determinan los factores de la ineficiencia. Por otra parte, se han utilizado los datos de 34 países, y se han tomado en cuenta las variables macroeconómicas de la inversión en TIC. Se ha estimado la eficiencia técnica sobre la base de datos de panel comprendidos entre 2004-2013. Los datos utilizados en este estudio corresponden al Banco Mundial, y están deflactados en base al año 2004. Se utiliza la función de la frontera estocástica empleada por Battese y Coelli (1995), en la cual se considera una función de producción translogarítmica, en esta se modifica el modelo que define la ineficiencia técnica y se contempla el efecto del tiempo. Para definir el modelo de la frontera estocástica de producción se ha utilizado el modelo de crecimiento económico endógeno de Mankiw...

Determinantes de la eficiencia técnica en las empresas colombiana 2001-2004

Quintero Otero, Jorge David; Prieto Bustos, William Orlando; Barrios Aguirre, Fernando; Leviller Guardo, Laura Elena
Fonte: Universidad de Medellín Publicador: Universidad de Medellín
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Article Formato: application/pdf; application/pdf
SPA; SPA
Relevância na Pesquisa
66.31%
El objetivo del artículo es estimar los determinantes de la eficiencia técnica para unamuestra de 1.971 empresas en Colombia, en el período 2001-2004. La metodología sedivide en dos etapas, en la primera se estima, por sector, un índice de eficiencia técnicautilizando un modelo de frontera estocástica. En la segunda etapa, se ajusta un modeloeconómico sobre los determinantes de la eficiencia técnica, utilizando cinco diferentesespecificaciones econométricas; Mínimos Cuadrados Ordinarios (MCO), Modelo Tobit(MT), Regresión Robusta (RR), Regresión Cuartilica (RC) y un Estimador de las DesviacionesAbsolutas Censuradas (EDAC). El principal resultado de la investigación establece que lasvariables: gasto en investigación y desarrollo, tamaño de activos y rentabilidad son lasprincipales determinantes de la variación del índice de eficiencia técnica

Eficiência técnica da produção agropecuária nas regiões do Rio Grande do Sul de 1975 a 2006; Technical efficiency of agricultural production in the regions of Rio Grande do Sul, 1975 to 2006; Eficiencia técnica de la producción agrícola en las regiones de Rio Grande do Sul, 1975 a 2006; Efficacité technique de la production agricole et de bétail dans les régions du Rio Grande do Sul de 1975 à 2006

Alvim, Augusto Mussi; Stulp, Valter José
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Planejamento e Políticas Públicas (PPP) - Artigos
PT-BR
Relevância na Pesquisa
66.33%
Este estudo analisa a eficiência técnica global da produção agropecuária nas regiões do Rio Grande do Sul (RS). Os dados utilizados são do Censo Agrícola do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) de 1975, 1995/1996 e 2006. Na primeira parte é determinada a eficiência técnica global a partir da Análise Envoltória de Dados – Data Envelopment Analysis (DEA). Na segunda é estimada uma regressão a partir do modelo Tobit, a fim de determinar as variáveis explicativas que tiveram maior impacto na (in)eficiência técnica global em cada época. No período de 1975 a 2006 a mudança na estrutura de produção pode ter sido um dos fatores que possibilitou as regiões do Rio Grande do Sul a manter ou incrementar o nível de eficiência. O estudo mostra que as regiões eficientes aumentaram a participação do valor das lavouras permanentes, da produção dos pequenos animais e aves, dos animais de médio porte e da silvicultura no valor total da produção agropecuária.; p. 11-43

Eficiência técnica dos municípios brasileiros na educação pública: escores robustos e fatores determinantes; Texto para Discussão (TD) 2001: Eficiência técnica dos municípios brasileiros na educação pública: escores robustos e fatores determinantes; Technical efficiency of Brazilian municipalities in public education: robust scores and determinants

Schettini, Bernardo P.
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Texto para Discussão (TD)
PT-BR
Relevância na Pesquisa
66.31%
Este artigo estima a eficiência técnica relativa dos municípios brasileiros na educação pública por meio da técnica DEA, aliada a regressões tobit e com o auxílio de métodos de reamostragem. O método jackstrap possibilitou chegar a escores de eficiência robustos, enquanto o bootstrap viabilizou estimar o viés destes índices. Com efeito, estimativas kernel das densidades evidenciaram alterações notáveis na distribuição da eficiência. A análise econométrica contou com o algoritmo que corrige a correlação serial dos escores. Conforme esperado, os fatores ambientais alteram de maneira relevante a dispersão da eficiência no Brasil. Em um passo final, foram implementados testes de comparação de grupos baseados em informações referentes a certas práticas de gestão na área da educação pública.; 43 p. : il.

Technical Efficiency Analysis of citrus properties from São Paulo; Análise da eficiência técnica de propriedades citrícolas do Estado São Paulo

Clemente, Felippe; Gomes, Marília Fernandes Maciel; Lírio, Viviani Silva
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de RP Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de RP
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 19/03/2015 POR
Relevância na Pesquisa
66.3%
Este trabalho teve por objetivo analisar a eficiência técnica das propriedades citrícolas do estado de São Paulo. Aplicou-se a análise envoltória de dados (DEA), para calcular os níveis de eficiência técnica, e uma abordagem econométrica, para conhecer os determinantes da eficiência técnica. Os resultados mostraram que grande parte das propriedades citrícolas atua de forma ineficiente e as variáveis que mais contribuem para aumento da eficiência são “escolaridade” e “tempo como produtor rural”. As funções de produçãomédia e de fronteiramostraram-se diferentes quanto à magnitude dos seus parâmetros, indicando que esse instrumental de análise é muito importante e sua estimação e interpretação, de forma correta, pode facilitar a tomada de decisão e melhorar significativamente a alocação dos recursos.; This study aimed at analyzing the technical efficiency of citrus farms in the State of São Paulo.For that, data envelopment analysis was applied (DEA) to calculate the levels of technical efficiency, and an econometric approach was used to know the determinants of technical efficiency. The results showed that the majority of citrus properties of São Paulo operate inefficiently and the variables that contribute most to increasing efficiency are "schooling" and "time as farmers." The average production and frontier functions were different regarding the magnitude of its parameters...

Contribución del análisis de la eficiencia técnica a la mejora en la gestión de servicios

López-Berzosa,David; Pablos-Heredero,Carmen de; Fernández-Renedo,Carlos
Fonte: DYNA Publicador: DYNA
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2015 ES
Relevância na Pesquisa
66.32%
La eficiencia técnica mide la habilidad que tiene un sistema a la hora de maximizar su resultado sometido a restricciones en recursos. En este trabajo se proporcionan métodos formales para cuantificar la eficiencia técnica y se analiza la influencia de las estructuras organizativas y procesos internos en la eficiencia técnica observada. El análisis empírico se aplica a la calidad en la prestación de servicios de donación y trasplante. Se muestra una relación positiva entre los niveles relativos a los indicadores de calidad y la eficiencia técnica observada en las unidades de donación y trasplante de los 11 hospitales analizados. Por tanto, altos niveles en los indicadores de calidad son condición necesaria para obtener un elevado nivel de prestación de servicio.

Eficiencia técnica de las entidades federativas de México

Becerril-Torres,Osvaldo; Álvarez-Ayuso,Inmaculada; del Moral-Barrera,Laura
Fonte: El Colegio Mexiquense A.C. Publicador: El Colegio Mexiquense A.C.
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2010 ES
Relevância na Pesquisa
66.32%
El interés por tener una medida de la eficiencia técnica parte de que se acepta la existencia de una brecha entre el supuesto teórico de eficiencia técnica total y la observada en la realidad empírica, por lo que se abre la posibilidad de mejorar el output únicamente optimizando los inputs. En este contexto, el objetivo de esta investigación es obtener un indicador de niveles de eficiencia técnica que permita identificar la posición relativa y la evolución temporal en las entidades federativas de México respecto a su frontera eficiente. En particular, se aproxima la frontera de producción mediante el análisis de fronteras estocásticas planteado por Battese y Coelli. El resultado general permite identificar que se puede ampliar la producción en aproximadamente 20%. Asimismo, se elabora un ranking de eficiencia técnica para las entidades federativas de México.

Caracterização e eficiência técnica de explorações vitícolas da região alentejo

Henriques,Pedro Damião de Sousa; Carvalho,Maria Leonor da Silva; Costa,Fátima; Pereira,Rui; Godinho,Maria de Lurdes Ferro
Fonte: INIAV - DOIS PORTOS (Ex-Estação Vitivinícola Nacional) Publicador: INIAV - DOIS PORTOS (Ex-Estação Vitivinícola Nacional)
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2009 PT
Relevância na Pesquisa
66.31%
Este estudo teve como objectivos caracterizar e analisar a evolução, medir os níveis de eficiência técnica e relacionar esta com alguns atributos dos agricultores e das explorações, de uma amostra de explorações vitícolas pertencentes à região Alentejo. Os atributos considerados foram a dimensão física e económica, idade do produtor, natureza jurídica do produtor, tipo de posse da terra, irrigação, tipo de comercialização e especialização cultural e produtiva. A amostra analisada é composta por um painel de explorações, produtoras de uva para vinho para o período 2000-2005, pertencentes à Rede de Informação de Contabilidades Agrícolas, do Ministério da Agricultura, Desenvolvimento Rural e Pescas (MADRP). A caracterização e a análise da evolução das explorações vitícolas foram feitas com base num conjunto de indicadores técnicos e económicos. Para medir a eficiência, a metodologia utilizada foi paramétrica, utilizando uma fronteira de produção estocástica, em que foram testadas as características da distribuição utilizada para medir a eficiência, assim como a variabilidade desta ao longo do tempo. Para testar a relação entre a eficiência e os atributos dos produtores e das explorações utilizou-se o teste de análise de variância e o de Kruskall-Wallis. Os resultados mostraram que para estas explorações existe espaço para um aumento dos níveis de eficiência na utilização dos factores de produção e que a eficiência é variante em ordem ao tempo. Verificou-se um aumento da eficiência técnica com a dimensão económica e com o rendimento líquido das explorações...