Página 1 dos resultados de 1977 itens digitais encontrados em 0.006 segundos

Caracterização das emissões de gases de efeito estufa por veiculos automotores leves no Estado de São Paulo; Characterization of the emissions of greenhouse gases by light duty vehicles in the State of São Paulo

Borsari, Vanderlei
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 11/09/2009 PT
Relevância na Pesquisa
66.57%
Introdução. O aquecimento global resultante do aumento nas concentrações de gases de efeito estufa (GEE) é um dos principais problemas ambientais que o mundo enfrenta atualmente. Atividades humanas estão alterando a composição da atmosfera através da emissão de GEE, particularmente dióxido de carbono (CO2), metano (CH4), óxido nitroso (N2O). Os veículos automotores são uma importante fonte de emissão desses gases, tanto diretamente, através da emissão de gases pelo escapamento, como também através das emissões oriundas do processo de produção e manipulação dos combustíveis usados pelos mesmos. Objetivo. Obter, de uma amostra de veículos típicos da frota do estado de São Paulo, os valores da emissão dos principais gases de efeito estufa (CO2, CH4, N2O) presentes no gás de escapamento de veículos leves de passageiros equipados com motores de ignição por centelha (ciclo Otto), utilizando os combustíveis gasool 22, AEHC e GNV. Métodos. Os veículos foram ensaiados em dinamômetro de chassis, seguindo ciclo de condução e amostragem dos poluentes conforme Norma ABNT NBR 6601, para medição da emissão de escapamento; e pela Norma ABNT NBR 11481, adaptada para a medição das emissões fugitivas de metano. Além dos métodos de análise dos gases prescritos nestas Normas...

Comparando as emissões de gases de efeito estufa nas etapas da cadeia produtiva do etanol brasileiro.; Comparing greenhouse gas emission along the steps of Brazilian ethanol supply chain.

Lopes, Celso Júnior Roseghini
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 09/12/2011 PT
Relevância na Pesquisa
66.66%
Este trabalho utilizou a metodologia Renewable Transport Fuel Obligation (RTFO), desenvolvida pela Renewable Fuels Agency (RFA, 2008), para quantificar o volume de gases de efeito estufa emitido nas etapas do ciclo de vida do etanol: manejo agrícola da cana-de-açúcar, transporte da matéria-prima da lavoura até a usina, beneficiamento industrial, cogeração de energia elétrica e logística até uma base primária de armazenamento. O arcabouço metodológico foi aplicado em cinco diferentes regiões do Estado de São Paulo, o maior produtor brasileiro: Araçatuba, Assis, Ribeirão Preto, Jaú e Piracicaba. Ademais, objetivou-se examinar o impacto relativo que os seguintes tópicos têm nas emissões de gases de efeito estufa no ciclo de vida do etanol: (1) localização da produção de cana-de-açúcar; (2) utilização de diferentes combustíveis na etapa do manejo agrícola da cana-de-açúcar; (3) extinção da prática de queimar o canavial na fase da pré-colheita; e (4) utilização de uma logística intermodal para distribuir o etanol até uma base primária de armazenamento. No cenário base, considerou-se a utilização de óleo diesel no manejo agrícola da cana-de-açúcar, a prática de queimar previamente o canavial na fase da pré-colheita e a logística rodoviária para transportar o etanol das regiões produtoras até uma base primária de armazenamento localizada no porto de Santos-SP. Já para a análise de sensibilidade dos parâmetros de emissões...

Greenhouse gas emissions and soil carbon dynamics in the Brazilian oil palm production; Emissões de gases do efeito estufa e dinâmica do carbono do solo na produção de palma no Brasil

Frazão, Leidivan Almeida
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 19/01/2012 EN
Relevância na Pesquisa
66.66%
Oil palm has been considered one of the most favorable oilseeds to biodiesel production in Brazil. The crop has been cultivated in the north and northeast regions under commercial plantations and agroforestry systems. As the oil palm is a perennial crop, it is important to understand how the intensive cultivation affects the dynamic of soil organic matter in the long term. The goal of this work was to determinate the greenhouse gas emissions associated to the main production steps and the changes on soil organic carbon under oil palm plantations. Soil and greenhouse gas samples were collected in traditional production areas in Brazil. Commercial plantations derived from pasture and Amazon rain forest were selected in Pará State (Agropalma farm), while areas derived from Atlantic rain forest and agroforestry system were selected in Bahia State (Opalma farm and Lamego). At first, changes on soil carbon stocks were evaluated in the commercial plantations and agroforestry systems. The variability of soil carbon dynamics in the production areas can be explained by several aspects such as temporal and spatial variations, and prior land use. The soil carbon stocks, after corrections for differences in density and clay content, decreased till 46% in areas derived from pasture and increased 18% in an area derived from Amazon rain forest. The soil carbon stocks increased till 23% in areas derived from Atlantic rain forest and decreased 30% when agroforestry system was adopted. The soil nitrous oxide (N2O) emissions from N fertilizer application were 10 times higher in the seedlings production than in juvenile and mature plantations...

Monitoramento quantitativo e temporal de genes de origem microbiana associados às emissões de gases do efeito estufa sob diferentes usos da terra; Quantitative and temporal estimation of microbial genes related to greenhouse gases under different land uses

Borges, Clovis Daniel
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 17/07/2015 PT
Relevância na Pesquisa
66.57%
A agropecuária brasileira apresenta relevante papel sócio-econômico para o país, e constantemente busca novas tecnologias para alcançar uma agricultura sustentável. Com as mudanças que vêm ocorrendo no uso da terra, principalmente nas regiões tropical e subtropical, o Brasil vem sendo apontado como um grande emissor dos gases do efeito estufa. A conversão de florestas em sistemas agrícolas pode levar a um rápido aumento dos fluxos de CO2, CH4 e N2O no ambiente, além de potencializar o efeito estufa e ameaçar os diferentes ecossistemas. Em busca de sistemas mais conservacionistas, que possam mitigar o efeito estufa, os sistemas convencional, plantio direto, integração lavoura-pecuária e pastagem com histórico bem definido, foram selecionados nesse estudo para melhor compreensão e discernimento das possíveis mudanças oriundas dos sistemas avaliados no bioma do Cerrado. Em um segundo momento avaliamos o potencial da elevada concentração de CO2 aquecimento das parcelas em sistema sob temperature freeair controlled enhancement e carbon dioxide free-air enrichment (T-FACE) para avaliar as alterações funcionais e composição microbiana do solo. Os objetivos desse estudo foram: determinar a quantidade de células total dos genes 16S rRNA bactéria...

Estudo das emissões de gases formadores do efeito estufa e balanço resultante da conversão de motores à gasolina, de uma frota de veículos leves, para gás natural e álcool hidratado

Ostermayer, Felipe
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
66.57%
Este trabalho objetiva realizar um estudo sobre a contribuição antrópica no processo de formação de gases do efeito estufa e seus possíveis reflexos sobre as mudanças climáticas, em curso no planeta Terra. Após uma pesquisa inicial sobre as causas deste fenômeno, são identificadas as iniciativas internacionais em curso para mitigação do processo de aquecimento global, propostas pela Convenção Quadro das Nações Unidas para Mudança do Clima (CQNUMC), particularmente, em relação ao Mecanismo de Desenvolvimento Limpo (MDL) estabelecido pelo Protocolo de Kyoto. Em âmbito mundial, a contribuição de gases formadores do efeito estufa gerados nas atividades de transporte é bastante significativa ocupando o segundo lugar, atrás apenas das emissões provocadas pelas atividades industriais. Esta posição natural, somada às oportunidades existentes no território brasileiro para o uso alternativo de combustíveis oriundos de fontes renováveis e fósseis com menor nível de emissões, impulsionaram este estudo para a pesquisa das condições existentes e análise das alternativas energéticas de menor impacto ambiental Adicionalmente, foi desenvolvida uma análise da contribuição da atividade de transporte rodoviário nas emissões de gases formadores do efeito estufa (GEE)...

Simulação de fluxos de gases de efeito estufa em sistemas de manejo do solo no Sul do Brasil; Simulation of greenhouse gas fluxes in soil management systems in southern Brazil

Schenato, Ricardo Bergamo
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
66.57%
O aumento da população mundial e da demanda por recursos naturais têm levado a uma pressão cada vez maior sobre os ecossistemas. A dependência da sociedade pós-industrial de combustíveis fósseis e a intensificação do uso das terras vêm provocando incrementos nas concentrações de gases de efeito estufa na atmosfera, com impactos aparentes sobre diversos processos naturais. O solo tem um papel fundamental nesse contexto, pois é base para os sistemas produtivos agrícolas, os quais apresentam fluxos de gases de efeito estufa determinados pelo sistema de manejo. Este estudo teve como principal objetivo calibrar e validar o modelo DAYCENT utilizando dados de fluxos de gases de efeito estufa obtidos em experimentos de longo prazo na Depressão Central do Rio Grande do Sul. Os dados de solo, clima e plantas disponíveis foram utilizados para inicializar o modelo. As simulações foram divididas em três fases: equilíbrio inicial para estabilizar as variáveis internas, simulação de pré-experimento para representar o cultivo intensivo inicial que levou à degradação do solo; fase experimental reproduzindo gestão efetiva do estabelecimento dos experimentos até os dias atuais. O desempenho geral do modelo após calibração foi satisfatório para os fluxos de N2O. DAYCENT apresentou tendência de superestimar os fluxos de CH4 e subestimar os fluxos de CO2 em comparação com os valores medidos. No entanto...

Avaliação dos gases de efeito estufa a partir do carvão

Bonfá, Igor Vinícius Perissinotto
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
POR
Relevância na Pesquisa
66.62%
This paper addresses the context of emissions of Greenhouse Gases (GHG) from activities related to Coal, called fugitive emissions. The survey of factors, development, analysis, and suggestions for controlling emissions are conducted in order to reduce risks to the environment and people around it. The greenhouse gases absorb radiation, emitted by the Earth’s surface, and hinder their escape into space. This process is essential to terrestrial life. Increasing the concentration of those gases in the atmosphere has led to an increase in the terrestrial temperature. A selection of processes that emit gases and the study and development of calculations for measuring fugitive emissions applied in different sources from coal are performed. The greenhouse gases can be released from the extraction, processing, storage, and transportation of fossil fuels to the end consumer. Coal has 4 main fugitive factors: mining, post-mining, oxidation at low temperature, and uncontrolled combustion. The coal formation process produces methane (CH4) and carbon dioxide (CO2), being the methane, the main greenhouse gas from the coal mining and handling. The types of activities and the weight of each in the issuing process are observed. It is also made comparisons between the countries with the highest emissions rates. Are evaluated what has been done and what is needed to decrease emissions...

Análise das emissões de gases do efeito estufa na produção do milho através da fertilização por resíduos de biocombustível. Estudo de caso : Dedelow - Brandemburgo - Alemanha

Seron, Ana Beatriz Brugugnolli
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: 42 f.
POR
Relevância na Pesquisa
66.62%
The focus of this research study were gas exchange between soil and atmosphere of nitrous oxide (N2O) between different fertilization treatments Corn The research, conducted in the experimental field Dedelow - Brandenburg / Germany, analyzed three different fertilization treatments, aiming to quantify GHE emissions, to identify the influence of the residue of biogas in the release of these gases process in agricultural soils in search for a solution fertilization less harmful to the environment and the greenhouse effect , based on the comparison of three treatments: organic fertilization, mineral fertilization and no fertilization. It was found through the analysis of the measurements that the first was the one which issued N2O, showing that even though coming from the residue of biogas , when returned to the soil, it becomes harmful to the environment and global warming . The cultivation of energy crops can lower or raise the emissions of greenhouse gases, so it is necessary for further research on this question not only in Germany , where such research is in continuity, but also in Brazil, a pioneer in the introduction to his energy matrix of a biofuel produced from cane sugar; O foco de investigação deste estudo foram as trocas gasosas entre solo e atmosfera de óxido nitroso (N2O) entre diferentes tratamentos de fertilização do milho. A pesquisa...

Balanço de energia e das emissões de gases de efeito estufa da cadeia produtiva do etanol brasileiro; Energy and greenhouse gas emission balance of Brazilian ethanol productive chain

Cinthia Rubio Urbano da Silva
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 29/07/2009 PT
Relevância na Pesquisa
66.57%
A busca por combustíveis que substituam fontes fósseis tem incentivado a produção de biocombustíveis, especialmente para o setor de transporte. O objetivo deste trabalho é fazer os balanços de energia e das emissões de gases de efeito estufa do etanol derivado da cana de açúcar produzido no Brasil. Na dissertação, foram também avaliadas as emissões de gases de efeito estufa associadas à mudança do uso do solo devido à expansão de áreas cultivadas com cana (impacto direto), bem como os fatores relacionados à distribuição do etanol para uso no Brasil e na Europa. Um cenário de uso do etanol em substituição ao biodiesel (B3) nas etapas de transporte da cana e distribuição do etanol é igualmente analisado. Os balanços abrangem as etapas de produção da cana de açúcar, transporte até as usinas, produção, distribuição e uso final do etanol anidro. A análise é realizada separadamente para cada estado brasileiro da região Centro-Sul que tem significativa produção de etanol (Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, São Paulo e Paraná). A base de dados, obtida na literatura, reflete as condições de produção no Brasil no período de 2005 a 2007. Os resultados apontam balanços favoráveis para o etanol quando usado no Brasil. Para a produção no Brasil e uso na Europa...

Piso de bambu chinês vs. piso de eucalipto brasileiro: estudo de caso comparativo das emissões de gases de efeito estufa no transporte

Hernandes,Thiago Zaldini
Fonte: Associação Nacional de Tecnologia do Ambiente Construído - ANTAC Publicador: Associação Nacional de Tecnologia do Ambiente Construído - ANTAC
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2015 PT
Relevância na Pesquisa
66.57%
Com a disseminação de produtos para construção supostamente mais sustentáveis, tais como o piso de bambu importado da China, surge a necessidade de compreender, de fato, o quão mais sustentáveis são tais opções diante de soluções locais. Analisando apenas as emissões de gases de efeito estufa relacionados ao transporte, esta pesquisa comparou duas soluções de acabamento de piso maciço: o piso de bambu chinês e o assoalho de madeira de eucalipto brasileiro. A análise do saldo de emissão de gases de efeito estufa demonstrou que o transporte do piso de bambu ao redor do mundo não consegue sozinho comprometer todo o potencial de sequestro de carbono desse material. No entanto, sua contribuição para a diminuição do saldo é significativa. A contribuição do transporte diminuiu em 28,1% o potencial de sequestro do material bambu contra a diminuição de 1,4% para o material assoalho de madeira de eucalipto produzido localmente. Ainda, a pesquisa demonstrou que, apesar da maior massa de material utilizada por metro quadrado de piso acabado, a emissão de gases de efeito estufa no transporte do eucalipto é cerca de 8 vezes menor do que a do piso de bambu.

Modelagem matemática do balanço de gases do efeito estufa na pecuária de corte.

BARIONI, L. G.; ALBERTINI, T. Z.; MEDEIROS, S. R. de
Fonte: Revista Brasileira de Zootecnia, v.40, p.201-212, 2011 Suplemento Especial. Publicador: Revista Brasileira de Zootecnia, v.40, p.201-212, 2011 Suplemento Especial.
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
66.62%
Modelos matemáticos são indispensáveis na geração de estimativas do balanço de gases de efeito estufa e na avaliação de estratégias de mitigação e adaptação em função de: (a) não haver tecnologia que permita medição direta dos fluxos de gases de efeito estufa nas escalas de interesse; (b) ser necessária a avaliação de grande número de cenários alternativos, tornando inviável sua avaliação por meio de experimentos de campo; (c) o horizonte temporal de interesse ser muito longo (usualmente na escala de décadas); e (d) haver interesse em se otimizar o sistema produtivo considerando aspectos econômicos, sociais e ambientais. Neste trabalho, discute-se o uso de modelos em três tipos fundamentais de análise: (a) inventários de emissões e remoções de gases de efeito estufa; (b) determinação da pegada de carbono; e (c) avaliação de estratégias de mitigação e/ou adaptação. Apresentam-se, ainda, os principais modelos relacionados aos processos de emissão e remoção de gases de efeito estufa (fermentação entérica, balanço de carbono no solo, emissões por dejetos) e de sistemas produtivos, incluindo os relacionados à avaliação de ciclo de vida. Por fim, com base no desenvolvimento atual e nos projetos de pesquisa existentes...

Inventário das emissões antrópicas e sumidouros de gases de efeito estufa do Estado do Acre.

COSTA, F. de S.; AMARAL, E. F. do; MATTOS, J. C. P.; BARDALES, N. G.; OLIVEIRA, M. V. N. D.; VALENTIM, J. F.; ARAÚJO, E. A. de; MELO, A. W. F. de; LANI, J. L.; SAMPAIO, L.; CARMO, L. F. Z. do
Fonte: In: COSTA, F. de S.; AMARAL, E. F. do; BUTZKE, A. G.; NASCIMENTO, S. da. S. (Ed.). Inventário de emissões antrópicas e sumidouros de gases de efeito estufa do Estado do Acre: ano-base 2010. Rio Branco: Embrapa Acre, 2012. cap. 2, p. 41-77. Publicador: In: COSTA, F. de S.; AMARAL, E. F. do; BUTZKE, A. G.; NASCIMENTO, S. da. S. (Ed.). Inventário de emissões antrópicas e sumidouros de gases de efeito estufa do Estado do Acre: ano-base 2010. Rio Branco: Embrapa Acre, 2012. cap. 2, p. 41-77.
Tipo: Capítulo em livro técnico-científico (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
86.62%
Nas últimas décadas, a atividade antrópica tem modificado de forma cada vez mais evidente processos ambientais em escala global, como a absorção de radiação ultravioleta pela camada de ozônio (O3) e o efeito estufa natural. A este têm sido incrementadas, de forma contínua no tempo, concentrações atmosféricas de dióxido de carbono (CO2), metano (CH4), óxido nitroso (N2O) e clorofluorcarbonos (CFCs). Com exceção desse último, os demais são os principais gases de efeito estufa (GEEs) antropogênico relacionados às atividades do setor primário da economia dos países em escala global. Conhecer a magnitude desses impactos, as fontes e sumidouros de GEEs, e seus processos geradores e fatores controladores são premissas científicas e tecnológicas atuais da pesquisa mundial na busca de formas adaptadas de assegurar a continuidade da produção de alimentos, fibras e biocombustíveis, enfrentar os efeitos da mudança climática em escalas locais, bem como mitigar a participação humana nessa mudança. Esse conhecimento também pode subsidiar o planejamento do desenvolvimento global, nacional e subnacional (estados e municípios). A forma atual de identificação e quantificação das emissões antrópicas de GEEs é a elaboração de inventários...

Fluxo de gases de efeito estufa e estoque de carbono do solo em sistemas integrados de produção no sub trópico brasileiro

Piva, Jonatas Thiago
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
66.66%
Resumo: No Brasil a emissão de gases de efeito estufa tem como principal fonte as atividades ligadas ao setor agropecuário. Assim, buscam-se estratégias de produção que aumentem a quantidade de grãos, carnes e fibras de forma mais sustentável possível, aliado a preservação do ambiente. O objetivo do trabalho foi avaliar a dinâmica de carbono e o fluxo de gases de efeito estufa em sistemas integrados de produção. Foram utilizadas duas áreas experimentais. A primeira área pertence à UNICENTRO em Guarapuava-PR. O experimento consiste de doses de N, com e sem pastejo por ovinos, com três repetições, nesta área avaliou-se a emissão de gases de efeito estufa (GEE) durante um ano agrícola. A outra área de estudo pertence à Fazenda Modelo do IAPAR, em Ponta Grossa-PR. O experimento consiste de três sistemas de uso do solo em plantio direto: lavoura; integração lavoura-pecuária; integração lavoura-pecuária floresta, com três repetições, na qual avaliou-se a emissão de GEE durante duas safras agrícolas. As avaliações dos gases de efeito estufa nos dois experimentos foram realizadas utilizando o método da câmara + base estática. As amostras foram analisadas por cromatografia gasosa. Para determinar a concentração de carbono orgânico total (COT)...

Análise da matriz energética brasileira sob a visão sistêmica: programas energéticos governamentais e a redução de gases de efeito estufa

Lückemeyer, Alfonso Celso Arruda Bianchini
Fonte: Curitiba Publicador: Curitiba
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
66.57%
This thesis proposed as subject of study an overview of renewable and less pollutant energy in Brazil, focusing on global climate change, specifically the emission of greenhouse gases. The objective of the research is to analyze the Brazilian energy matrix with respect to the relation between the supply of renewable energy, regulated by governmental policies and programs, and the issue of greenhouse gases. This analysis is made through a contextualization of the Brazilian energy matrix in the world scene, of the relation between the uses of energy and global climate change, and of the analysis of energy programs in Brazil and their contribution to minimize the emission of air pollutants. For this study, a historical survey was conducted, by means of literature review, on the use of energy and governmental energy programs, energy supply, CO2 emissions and scenarios for the year 2030, international agreements and mechanisms for climate change mitigation, sectors of Brazilian society that consume more energy and what are the sources they use, renewable energy technologies available and the climate damage caused by them in energy processes. The systemic epistemological view has based this thesis, since this method was suitable for the managing of the energy issue for the game of harmonization among natural resources...

EAGGLE : a linear programming model for optimizing mitigation strategies of greenhouse gases emissions in beef cattle production systems = EAGGLE: um modelo de programação linear para otimização de estratégias de mitigação de gases de efeito estufa em sistemas de produção de gado de corte; EAGGLE : um modelo de programação linear para otimização de estratégias de mitigação de gases de efeito estufa em sistemas de produção de gado de corte

Rafael de Oliveira Silva
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 25/11/2013 PT
Relevância na Pesquisa
66.63%
O Brasil e um dos primeiros países em desenvolvimento a se comprometer com metas de redução das emissões de gases de efeito estufa (GEE). As metas estabelecidas requerem uma redução entre 36,1% a 38,9% relativos as emissões estimadas para 2020. Focando na regiao central do Cerrado, responsavel por cerca de 35% da producao total de carne bovina do Brasil, este estudo estima as emissoes totais de GEE de 2006 a 2030. O estudo tambem identifica o custo efetivo do potencial de reducao das emissoes. A analise foi feito por meio da construcao de um modelo de programacao linear, batizado de "EAGGLE" (Analise Econômica dos Gases de Efeito Estufa das Emissoes da Pecuária), que representa um sistema de producao de gado de corte a pasto, com e sem suplementação, e confinamento. Um segundo modelo foi desenvolvido para estimar os estoques de carbono no solo sob pastagens com diferentes níveis de produtividade. Neste modelo e simulado o efeito da degradação, manutenção, recuperação, e dinâmica de mudança de uso da terra nos estoques de carbono. Os resultados mostraram que, no cenário de referencia, a regiao vai emitir cerca de 1,2 Gt de CO2 entre 2010 a 2020, o que equivale a 8% das emissoes liquidas totais do pais. Um conjunto de tecnologias de mitigação de GEE...

Neutralização de Gases de efeito estufa em uma indústria Automotiva e de Compressores.

Mundim, Bernardo Costa
Fonte: Florianópolis, SC. Publicador: Florianópolis, SC.
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: 81f.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
66.72%
TCC(graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina. Centro Tecnológico. Engenharia Sanitária e Ambiental.; A pressão que as indústrias exercem ao meio ambiente, através de suas emissões de gases de efeito estufa, intensificam as mudanças climáticas, fazendo com que as mesmas tenham maior responsabilidade diante da sociedade. A elaboração de inventários de gases de efeito estufa é o primeiro passo para que uma empresa ou instituição possa conhecer o perfil das suas emissões, e a partir do diagnóstico, pode estabelecer estratégias, planos e metas para a redução e gestão das emissões de gases de efeito estufa. Este trabalho de conclusão de curso, realizado de setembro a dezembro de 2012, tem como objetivo principal levantar estratégias para a neutralização das emissões de gases de efeito estufa geradas por uma indústria automotiva e de compressores, localizada em Joinville, no nordeste do estado de Santa Catarina. O trabalho é divido em três partes, primeiro levantaram-se as emissões de gases de efeito estufa geradas pela empresa no ano de 2011, contabilizaram-se as mesmas, e por fim, avaliaram-se algumas medidas para a neutralização dessas emissões. Os resultados mostraram que o consumo de energia elétrica é o principal contribuinte para as emissões de gases de efeito estufa geradas pela empresa...

A regulação das emissões de gases de efeito estufa no Brasil; Texto para Discussão (TD) 1492: A regulação das emissões de gases de efeito estufa no Brasil

Motta, Ronaldo Seroa da
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Texto para Discussão (TD)
PT-BR
Relevância na Pesquisa
66.57%
Este texto discute os aspectos regulatórios dos compromissos brasileiros na 15a Conferência da Organização das Nações Unidas sobre Mudanças do Clima (COP 15), realizada em Copenhague em 2009. Inicialmente descreve a evolução da regulamentação dos instrumentos da conferência, incluindo as ações nacionais de mitigação apropriadas. Em seguida faz uma análise setorial das metas brasileiras e das suas possibilidades de financiamento por meio de incentivos econômicos a atividades de baixo carbono ou da criação de um mercado de carbono. Estes instrumentos são analisados à luz da recente Política Nacional sobre Mudança do Clima (PNMC), que determina o marco regulatório inicial do país para combate ao aquecimento global. Nesse sentido, o texto aponta alguns aspectos regulatórios que ainda precisam ser desenvolvidos, tanto no que diz respeito aos instrumentos econômicos quanto no que concerne à governança. Em seguida apresenta uma síntese da economia política das negociações da COP 15 e aponta algumas trajetórias possíveis para a coordenação futura dos esforços mundiais de controle de gases de efeito estufa (GEE).; 23 p.

A eqüidade nas negociações internacionais entre países desenvolvidos e em desenvolvimento para a redução dos gases de efeito estufa: principais critérios e implicações; Texto para Discussão (TD) 550: A eqüidade nas negociações internacionais entre países desenvolvidos e em desenvolvimento para a redução dos gases de efeito estufa: principais critérios e implicações; Equity in international negotiations between developed and developing countries to reduce greenhouse gases main criteria and implications

Gutierrez, Maria Bernadete Sarmiento
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Texto para Discussão (TD)
PT-BR
Relevância na Pesquisa
66.57%
Este trabalho tem como objetivo principal analisar os aspectos de eqüidade relacionados às negociações internacionais para a redução dos gases de efeito estufa, presentemente sendo realizadas no âmbito da Convenção Quadro das Nações Unidas sobre Mudança do Clima. Com base nos dados publicados pelo World Resources Institute (1992), foram elaboradas algumas estimativas que mostram como os diferentes critérios afetariam os países no esforço de ajustamento para a redução desses gases. Apesar da importância do argumento de que os países desenvolvidos foram os principais responsáveis pela maior parte das emissões passadas, esse critério não deveria ser utilizado para isentar os países em desenvolvimento de contribuir a médio e longo prazos em um programa de redução dos gases de efeito estufa, uma vez que o alcance de objetivos ambientais poderia se ver comprometido, caso isso não viesse a acorrer.; 16 p.

Emissões de gases de efeito estufa da queima de biomassa no cerrado não-antrópico utilizando dados orbitais: relatórios de referência: primeiro inventário brasileiro de emissões e remoções antrópicas de gases de efeito estufa

Brasil. Ministério da Ciência e Tecnologia; Brasil. Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Renováveis; Brasil. Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária; Nature Sensoriamento Remoto e Geoprocessamento; Brasil. Instituto Nacional de Pes
Fonte: Ministério da Ciência e Tecnologia (MCT) Publicador: Ministério da Ciência e Tecnologia (MCT)
Tipo: Relatório de acompanhamento
POT
Relevância na Pesquisa
66.62%
50 p.; A questão do aquecimento global, difícil de ser compreendida por sua complexidade científica e a existência de poucos especialistas neste tema no Brasil, geralmente envolvidos com projetos considerados mais prioritários, tornam a elaboração do inventário brasileiro de emissões de gases de efeito estufa um esforço complexo e pioneiro. Finalmente, é preciso lembrar que ao mesmo tempo que a avaliação das emissões anuais por cada um dos países é importante para o dimensionamento das emissões globais e para a compreensão da evolução futura do problema das mudanças climáticas, as emissões anuais de gases de efeito estufa não representam a responsabilidade de um país em causar o aquecimento global, visto que o aumento da temperatura é função da acumulação das emissões históricas dos países, que elevam as concentrações dos diversos gases de efeito estufa na atmosfera.

A análise do efeito estufa em textos paradidáticos e periódicos jornalísticos; The greenhouse effect in magazines, newspapers and paradidactic books

Xavier, Maria Emília Rehder; USP - São Paulo; Kerr, Américo Sansigolo; USP - São Paulo
Fonte: Imprensa Universitária - UFSC Publicador: Imprensa Universitária - UFSC
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/2004 POR
Relevância na Pesquisa
66.66%
Neste trabalho, analisou-se o tratamento dado ao Efeito Estufa em revistas e jornais não científicos de grande circulação e em livros para-didáticos. Foram discutidas falhas encontradas nesses textos e como elas podem afetar a formação dos conceitos sobre essa questão nos alunos e na população em geral. A grande maioria dos textos jornalísticos analisados apresentou um tratamento inadequado do Efeito Estufa e sua relação com mudanças climáticas globais. Mostraram-se permeados por uma visão catastrofista, causada pela confusão entre o que é o efeito principal e o que são suas variações, carecendo de rigor científico no tratamento do assunto. Um tema como esse que pode afetar profundamente a vida do ser humano e a habitabilidade do nosso planeta deveria ser tratado dentro dos bons padrões da divulgação científica. Os livros paradidáticos analisados mostraram-se mais coerentes com as abordagens e hipóteses desenvolvidas pela comunidade científica, mas ainda assim alguns autores deixaram lacunas significativas ao tratarem do tema. Como esses livros são destinados ao ensino, é importante que sejam formulados com grande cuidado e redobrada atenção. Fez-se, também, uma breve revisão sobre os modelos científicos relacionados ao Efeito Estufa de modo a possibilitar o contraste entre suas elaborações e aqueles conceitos transmitidos pelos textos avaliados. Apresentou-se as variáveis envolvidas neste processo e as possíveis conseqüências que o aumento da quantidade de gases estufa na atmosfera poderá causar ao clima terrestre...