Página 1 dos resultados de 941 itens digitais encontrados em 0.003 segundos

Identidades de educadoras sociais: trajetórias de vida e formação; Identities of socials educators: trajectories of life and formation.

Buccini, Isabel Cristina
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 13/04/2007 PT
Relevância na Pesquisa
37.37%
O presente trabalho objetiva investigar os impactos do processo de formação sistemática em serviço, a partir do estudo de um grupo de oito educadoras sociais que trabalham na Organização Não Governamental Ação Comunitária, localizada no bairro do Campo Limpo, extremo da zona sul de São Paulo. Partindo do princípio de que a formação e o desenvolvimento pessoal e profissional destas educadoras são pautados também no seu espaço de atuação, procurou-se identificar as possíveis contribuições do processo de formação permanente realizado pela instituição na constituição das identidades pessoais e profissionais das educadoras pesquisadas. Além dos possíveis impactos decorrentes da formação contínua, serão examinadas também as influências exercidas pelas trajetórias de vida e as experiências pessoais que marcaram os ambientes familiares e escolares do grupo estudado. Por meio da produção de registros escritos significativos, depoimentos orais, entrevistas semi-estruturadas e registros de memória pessoal (fotos), as educadoras sociais, participantes desta pesquisa, puderam realizar um intenso exercício autobiográfico, propulsor de uma possível tomada de consciência dos processos que influíram em suas trajetórias de vida pessoais e profissionais. Buscando aportes nos referenciais teóricos da Psicologia Histórico-Cultural...

Educação permanente e aprendizagem significativa no contexto hospitalar : a perspectiva de enfermeiras educadoras

Flores, Giovana Ely
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
27.56%
Esta pesquisa objetivou conhecer as experiências de aprendizagem significativa de enfermeiras facilitadoras de ações de educação permanente no contexto hospitalar, analisando as implicações dessa aprendizagem na transformação das suas práticas de cuidado em saúde. O estudo, de cunho qualitativo, do tipo exploratório-descritivo, foi desenvolvido a partir da experiência de formação do grupo de enfermeiras educadoras que atuam no Programa de Educação Permanente em Enfermagem (PEPE) no Hospital de Clínicas de Porto Alegre (HCPA), desenvolvendo atividades de formação em serviço para os trabalhadores da enfermagem. Essas enfermeiras são consideradas pela instituição como promotoras da interface entre o Serviço de Educação em Enfermagem (SEDE) e os demais serviços de enfermagem do HCPA, reconhecidas pelo alinhamento à proposta de formação em saúde, embasada nos pressupostos da Política Nacional de Educação Permanente em Saúde (PNEPS). A coleta de informações deu-se por meio de grupos focais, tendo como sujeitos as enfermeiras educadoras que se manifestaram favoráveis em participar da pesquisa e que possuíam mais de seis meses de atividades neste programa, então o grupo de análise constituiu-se de sete enfermeiras educadoras. Os resultados obtidos sugerem que a experiência de formação das enfermeiras educadoras foi oportunidade para diversas aprendizagens significativas...

Memórias da educação sexual: relatos de educadoras sobre a infância e adolescência

Spaziani, Raquel Baptista; Pereira, Patricia Cristine; Maia, Ana Cláudia Bortolozzi
Fonte: Universidade Estadual Paulista Publicador: Universidade Estadual Paulista
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 646-655
POR
Relevância na Pesquisa
37.19%
Many educators have a history of sexual education characterized by sexual repression. Considering that the way people deal with their own sexuality may be related to the way they will approach the theme in the classroom, it is necessary to work with their sexual reeducation. Therefore, the present study aimed to investigate educators´s memory about childhood and adolescence sex education. For this purpose, eight educators wrote a redaction about his memories of family and school sex education. As a result, it could be seen that most of the participants described that their sexual education by family have been omissive and understanding the school was the place where they learned about the topic in biology classes and in informal conversations.; Muitos/as educadores/as possuem uma história de educação sexual caracterizada pela repressão sexual. Tendo em vista que a forma com que se lida com a própria sexualidade pode estar relacionada à maneira como irá se abordar o tema em sala de aula, faz-se necessário um trabalho de reeducação sexual com estes/as profissionais. Assim, o presente estudo teve como objetivo investigar as memórias de educadoras sobre a educação sexual que tiveram na infância e adolescência. Para isso...

Educadoras e educandos em relação

Rocha, Sílvia Cardoso
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 228 p.| il.
POR
Relevância na Pesquisa
37.19%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação, Florianópolis, 2010; Esta dissertação, apresentada ao Programa de Pós-graduação em Educação da Universidade Federal de Santa Catarina, à Linha de Pesquisa Ensino e Formação de Educadores, em 05/11/10, tem por objetivo investigar e refletir como são constituídos os laços afetivos na relação entre educadoras e educandos, em uma escola de Educação Básica da Rede Estadual no Município de Morro da Fumaça, em Santa Catarina. Afetividade é aqui compreendida como um estado de afinidade profunda entre as pessoas e o ambiente, capaz de originar sentimentos de amor, desvelo, amizade, altruísmo, por exemplo, ou aqueles que promovem a desqualificação dos sujeitos e limitam seu processo de humanização. Caracteriza-se como um fenômeno complexo, que não se reduz às explicações simplistas. Como um Estudo de Caso, a abordagem desta dissertação se pauta numa perspectiva etnográfica, de análise qualitativa, na qual a complexidade do olhar assume o diálogo com o campo empírico para construir explicações aproximadas sobre o fenômeno afetividade. Nesse sentido é um olhar situado na ética das relações...

Educadoras populares e EJA : saberes, formação e trabalho pedagógico

Scárdua, Martha Paiva
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
27.56%
Dissertação (mestrado)—Universdade de Brasília, Faculdade de Educação.; A presente pesquisa tem como objetivo estudar a relação que sete educadoras populares do Distrito Federal construíram entre um curso de formação continuada - Roda de Leitura com Paulo Freire e a organização do trabalho pedagógico no espaço educativo onde atuam. Para tanto, busquei: 1) analisar como se deu a construção da identidade da educadora popular alfabetizadora de pessoas jovens e adultas no Brasil e, em particular, no Distrito Federal; 2) identificar o atual cenário da educação de pessoas jovens e adultas no contexto brasileiro e, mais especificamente, no Distrito Federal; 3) analisar as contribuições e desafios do referido curso de formação para as educadoras populares; 4) analisar a organização do trabalho pedagógico das educadoras populares, à luz das suas trajetórias de vida, articuladas aos princípios teórico-metodológicos trabalhados no curso de formação. O procedimento metodológico adotado constituiu-se em pesquisa participante, buscando aproximar senso comum e conhecimento científico, através da construção de um espaço de contribuição mútua. Esse arcabouço metodológico permitiu aproximar ensino, pesquisa e extensão...

ENSINO DE VALORES EM IDADE PRÉ-ESCOLAR PERSPECTIVAS DE MÃES E DE EDUCADORAS DE INFÂNCIA; Teaching Values in Pre-School Ages: Mother’s and Pre-School Teacher’s Perspectives.

Grácio, Luisa; Marques, Manuela
Fonte: CIEP/Dep Psicologia Publicador: CIEP/Dep Psicologia
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
37.37%
Para se implementar uma educação de qualidade é necessário promover o desenvolvimento da pessoa no seu todo o que implica educar também para os valores. Tal educação deverá iniciar-se precocemente e não poderá, nem deverá, ser efectuada apenas pela escola. Desta forma propusemo-nos conhecer o que pensam e como actuam mães e educadoras de infância relativamente aos valores e à sua educação em crianças de idade pré-escolar. No total participaram neste estudo 30 sujeitos. Um grupo de 15 mães cujos filhos frequentavam Jardins de Infância e um grupo de 15 Educadoras de Infância. A recolha de dados foi realizada através de entrevistas semi-directivas, gravadas e depois transcritas na íntegra. Os dados assim obtidos foram objecto de análise de conteúdo e de ocorrências. Educadoras de Infância e Mães reconhecem uma importância elevada à educação de valores considerando que a mesma se deve iniciar bastante cedo. Ambos os grupos atribuem um papel fulcral à família na educação de valores considerando também a escola e toda a sociedade como fulcrais. Nos dois grupos de participantes verificamos que a educação de valores apesar de ser considerada como muito importante, é realizada sobretudo de forma espontânea e circunstancial. Apesar de se realçarem sobretudo comunalidades entre os dois grupos...

Interfaces entre Educadoras de Infância e Mães no Ensino de Valores a Crianças em Idade Pré-Escolar.

Grácio, Luísa; Marques, M.M.
Fonte: Universidade de Évora Publicador: Universidade de Évora
Tipo: Parte de Livro
POR
Relevância na Pesquisa
37.37%
RESUMO A educação desempenha um papel crucial na formação global de cidadãos o que implica educar para os valores desde as mais tenras idades. Tal educação deve ser efectuada pela família e pela escola numa perspectiva colaborativa e não conflitante. Visamos pois aceder ao que pensam e como actuam mães e educadoras de infância relativamente aos valores e à sua educação em crianças de idade pré-escolar. Os participantes distribuem-se por dois grupos perfazendo um total de 30 sujeitos. Um grupo de 15 mães e um grupo de 15 Educadoras de Infância. A recolha de dados foi realizada através de entrevistas semi-directivas. Os dados foram objecto de análise de conteúdo e de ocorrências. A educação de valores é considerada como muito importante, mas realizada sobretudo de forma espontânea e circunstancial tanto por mães como por Educadoras de Infância. Sobressaem comunalidades entre os dois grupos, no entanto as Educadoras de Infância apresentam um discurso mais variado do que as mães. A interpretação dos resultados obtidos aponta para a necessidade, em contexto de Jardim de Infância, da implementação da educação de e para valores de forma mais intencional., planificada e sistematizada.

Crianças vítimas de maus-tratos: olhares e práticas de educadoras de infância

Choupana, Ana Miguel Cacheiro
Fonte: Universidade de Évora Publicador: Universidade de Évora
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
37.29%
As Educadoras de Infância são agentes privilegiados na promoção do desenvolvimento harmonioso da criança e na observação e identificação de alterações na sua aprendizagem. Neste estudo, pretendemos identificar as suas concepções sobre os maus tratos às crianças, averiguar o seu conhecimento dos indicadores, factores de risco e de protecção e conhecer a sua intervenção pedagógica com a criança maltratada. A recolha de dados foi realizada junto de trinta Educadoras de Infância da região de Évora através de um questionário com perguntas abertas e fechadas construído para o efeito. A amostra foi constituída por dois grupos de participantes com e sem tempo de serviço, já que este proporciona aos sujeitos experiências profissionais relevantes na tomada de decisões e no entendimento das situações. A análise de dados foi realizada através de metodologias qualitativas e quantitativas. Os resultados revelam que os maus tratos são entendidos como o exercício de determinadas acções negativas do adulto sobre a criança (e.g., acções de violência/agressão física e psicológica) ou omissão de determinados aspectos (e.g., cuidados básicos). Os sinais/indicadores na criança maltratada e nos pais/cuidadores...

Crenças de Educadoras de Creche Sobre Temperamento e Desenvolvimento de Bebês

Melchiori,Lígia Ebner; Alves,Zélia Maria Mendes Biasoli
Fonte: Instituto de Psicologia, Universidade de Brasília Publicador: Instituto de Psicologia, Universidade de Brasília
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2001 PT
Relevância na Pesquisa
37.43%
O objetivo desta investigação foi verificar o julgamento de educadoras de creche sobre os fatores que causam e/ou influenciam o temperamento e o desempenho de bebês. Vinte e uma educadoras foram entrevistadas a respeito de cada um dos 90 bebês de 4 a 24 meses sob seus cuidados, seguindo um roteiro semi-estruturado. Os resultados mostram que (a) as crenças das educadoras são predominantemente ambientalistas, isto é, que as educadoras atribuem influência significativa do ambiente no temperamento e desempenho dos bebês, e (b) que elas subestimam o seu papel de promotoras do desenvolvimento das crianças. A necessidade de se conhecer as crenças das educadoras para a eleboração de programas de treinamento eficazes é enfatizada.

Educadoras sanitárias e enfermeiras de saúde Pública: identidades profissionais em construção

Faria,Lina
Fonte: Núcleo de Estudos de Gênero - Pagu Publicador: Núcleo de Estudos de Gênero - Pagu
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2006 PT
Relevância na Pesquisa
37.03%
Este é um estudo sobre a história das educadoras sanitárias e das enfermeiras de saúde pública na primeira metade do século XX, em São Paulo. Tem por objetivo mostrar o desafio, às mulheres, de demarcar um território de decisões e atuação que não fosse simples "poder delegável" pela profissão médica. A sociologia histórica (no tocante às relações entre instituições, poder e identidades profissionais) proporcionou um instrumental teórico e metodológico para o presente trabalho. Entre as conclusões, destacamos a importância do surgimento de um novo campo profissional, relacionado à educação sanitária e à enfermagem de saúde pública. O texto destaca, brevemente, a participação da Fundação Rockefeller na organização do campo de saúde pública, uma vez que a Rockefeller apoiou a valorização do papel da mulher educadora e enfermeira em São Paulo, com recursos humanos e financeiros.

A televisão refletida na escola: a compreensão de mães/educadoras

Accioly, Denise Cortez da Silva
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Educação; Educação Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Educação; Educação
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.43%
This work aims to examine the television social representation by mothers/educators as a TV viewers, to understand the meaning of this media in their quotidian and which relations occur between teachers and students in the classroom. The study purpose is the educational television rule, based on a social representation approach. It look for to reveal, through the discourses of five educators who are engaged in pedagogic activities in the Public Elementary School of the Natal city, a significant experience in the media education field progress. It’s also a way to understand which representations the educators have about the television can contribute to aid the idea and critic analysis about the media meaning in the teacher’s formation. Some questions were in the basis of the investigation as: What is the television for the educators who are also TV viewers? How it reaches the classroom? Their relation with the media interfere in the pedagogic practice? Assuming that the verbal technical is one of the formal ways to access the representations, the methodological strategy employed was the open interview, guided by a wide and flexible schedule, leaving the interviewees free to expose their ideas, a attitude adopted to avoid the imposition of interviwer’s points of view...

Falas silenciadas: relatos de mulheres/educadoras sobre a campanha de pé no chão também se aprende a ler

Oliveira, Roselia Cristina de
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Educação; Educação Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Educação; Educação
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.19%
Au cours de cette recherche, nous traitons la reinterprétation de cette campagne de Pé no Chão Também se Aprende a Ler , tout en utilisant un moyen défini a travers les parlers de femmes qui avaient travaillé dans le projet d alphabétisation développé par la Mairie de la Ville de Natal au début des années 1960. Le parler de cinq femmes/ éducatrices, participantes actives de ce projet, se constitue en tant qu unité principale de référence de ce travail. À partir de leurs témoignages nous avons cherché à contextualiser et enrichir un peu plus la période concernante à l avènement de la Campagne. Il s agit de témoignages qui ont des rapports avec l éducation, la culture et la conscientisation politique, véhicule à la compréhension du contexte historique dans lequel s insérait le groupe engagé dans la Campagne de Pé no chão também se aprende a ler .Nous avons développé notre travail à travers la méthodologie compréhensible du discours (Kaufmann, 1996), tout en mélangeant le matériel recherché et la théorie. Les considérations finales font état de nos impressions à propos de ce projet à partir des témoignages de ces cinq femmes/éducatrices. Le gouvernement de Djalma Maranhão se caracterize pu democratie et populaire et ce travail éducatif considérer subversives a décennie 1960; Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Ao longo desta pesquisa...

Formação continuada de educadoras infantis: uma proposta de intervenção

Silva, Cirlei Evangelista
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
27.54%
Os objetivos do presente estudo foram investigar as necessidades de educadoras infantis, durante o exercício de sua prática profissional; propor um modelo de intervenção adequado ao contexto institucional pesquisado e avaliar tal modelo, considerando o impacto para a formação do educador. Para isso, trabalhamos com três educadoras de uma instituição comunitária de Educação Infantil em um processo de formação, que envolveu atendimentos individuais, observações de rotina e encontros de formação. O processo foi discutido tendo como foco as educadoras e as relações estabelecidas no decorrer do estudo, como: análise dos aspectos que interferiram no processo de formação; o envolvimento delas com as diferentes fases do processo; a relação entre as educadoras e a instituição Renascer; a percepção das educadoras sobre a inserção e a colaboração dos pais no trabalho institucional; as dificuldades pessoais das educadoras e sua interferência profissional; interação entre educadoras e crianças durante as atividades lúdicas; avaliação das educadoras sobre os diferentes momentos da pesquisa. A análise final do trabalho nos permitiu constatar que nossa proposta parece ter colaborado, em seus vinte e quatro meses de duração...

Representações culturais de educadoras de escolas de educação infantil sobre educação física : um estudo de caso na rede municipal de ensino de Gravataí/RS

Silva, Silvia Debastiani Rennó da
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
27.51%
O trabalho consiste em compreender e identificar as representações culturais das educadoras das Escolas Municipais de Educação Infantil (EMEI’s), de Gravataí/RS, sobre Educação Física (EF). Pretende-se também compreender como está inserido o componente curricular Educação Física no contexto apresentado visando contribuir para o levantamento de necessidades de formação docente na área. Desta forma o problema da pesquisa é: que representações de educação física infantil estão sendo construídas pelas educadoras desta etapa da educação básica, no município de Gravataí/RS e como este componente curricular vem sendo tratado nas suas práticas? O trabalho está inserido na perspectiva dos Estudos Culturais e, para tanto, as contribuições de Silva (2006 e 2009), Costa (2004 e 2000) e Nelson; Treichler e Grossberg (1995) foram importantes na construção dos conceitos apresentados. Para compreender alguns aspectos históricos e pedagógicos da EF e sua importância na Educação Infantil (EI) contou-se com Bracht (1999), Ferraz (1996), Mattos & Neira (2007), entre outros. Para concretização do objetivo utilizouse como metodologia o estudo de caso e como instrumento um questionário com uso de imagens, aplicado no primeiro semestre de 2011 e contou com a participação de 79 (69%) educadoras das EMEI’s de Gravataí/RS. Por meio das análises realizadas foi possível constatar que as representações se concentram em três eixos: a) Narram que ao ministrar a aulas priorizam: conteúdos (esportes...

La estructuración de la educación preescolar — El impacto de la ley SEP en la práctica pedagógica de las educadoras de párvulos y en el sistema educativo chileno.

Lasnibat Godoy, Milenko C.
Fonte: Universidad de Chile; CyberDocs Publicador: Universidad de Chile; CyberDocs
Tipo: Tesis
ES
Relevância na Pesquisa
37.03%
La memoria ofrece una descripción acerca de la forma en que se estructura la educación preescolar en los establecimientos educacionales del Gran Santiago, en el contexto configurado por la puesta en marcha de la ley SEP, y por la consolidación, en relación a los rendimientos que se esperan del sistema educativo, de la necesidad de asegurar en las escuelas del país una estimulación temprana de calidad. Por medio de una descripción profunda, el texto permite situar dentro de un marco inteligible la manera en que las educadoras de párvulos conciben su práctica pedagógica, y la forma en que ésta se configura al interior de las unidades educativas de la Región Metropolitana. Hacia el final, se indican las consecuencias que se desprenden de la situación observada, en relación al modo en que actualmente se conciben las relaciones entre el nivel de enseñanza preescolar y el sistema educativo de la sociedad.

A alternância como elo articulador na formação de educadores e educadoras do campo; Alternation in the rural educators training process

Trindade, Domingos Rodrigues da
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/06/2011 POR
Relevância na Pesquisa
37.19%
Este trabalho é um recorte da pesquisa de mestrado realizada na Faculdade de Educação/UnB, junto à linha de pesquisa Ecologia Humana e Práxis Pedagógica, na área de concentração Educação e Ecologia Humana, eixo Educação do Campo, cujo título é "O potencial da Licenciatura em Educação do Campo da UnB para a produção de ações contra-hegemônicas: um estudo de caso no Assentamento Itaúna em Planaltina de Goiás". Realizou-se um trabalho de campo no qual as técnicas de grupo focal, entrevista semi-estruturada, observação e análise documental constituíram os principais instrumentos de coletas de dados. Os sujeitos desta pesquisa foram oito estudantes da segunda turma da Licenciatura em Educação do Campo/UnB, que residem no Assentamento Itaúna (três homens e cinco mulheres); quatro docentes do referido curso que orientam e acompanham a Inserção Orientada na Escola do Campo e na comunidade (uma mulher e três homens); uma diretora, uma coordenadora pedagógica, cinco docentes (quatro mulheres e um homem), doze educandos(as) (nove homens e três mulheres) da escola de inserção e quatro pessoas do Assentamento Itaúna. Neste texto, apresenta-se uma reflexão sobre a compreensão de Alternância no processo de formação de educadores e educadoras do campo. Os resultados da pesquisa apontam que...

Concepções sobre desenvolvimento infantil na perspectiva de educadoras em creches públicas e particulares; Conceptions about child development in the perspective of educators in public and private daycare centers; Concepciones sobre el desarrollo infantil en la perspectiva de educadoras en guarderías públicas y privadas

dos Santos, Ellis Regina Ferreira; Ramos, Deborah Dornellas; Salomão, Nádia Maria Ribeiro
Fonte: Instituto de Educação da Universidade do Minho Publicador: Instituto de Educação da Universidade do Minho
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; article Formato: application/pdf
Publicado em 04/12/2015 POR
Relevância na Pesquisa
37.58%
Neste estudo, objetivou-se investigar as concepções de educadoras de creches públicas e particulares sobre desenvolvimento infantil. Desse modo, aplicou-se uma entrevista semiestruturada a 24 educadoras. Os dados foram analisados a partir da técnica de análise de conteúdo categorial temática. De modo geral, verificou-se que, em relação às concepções sobre desenvolvimento infantil, predominou, nos dois grupos de educadoras, a subcategoria Desenvolvimento por estágios. Essas educadoras destacaram o Ambiente sociofamiliar desestruturado e o Despreparo do educador como sendo os principais aspectos desfavoráveis à promoção do desenvolvimento infantil e caracterizaram o desenvolvimento das crianças, quando inseridas narotina da creche, como sendo positivo. Almeja-se, com este estudo, oferecer subsídios para o planejamento de intervenções com vistas a promover o desenvolvimento infantil.; This study aimed to investigate the teachers’ conceptions of child developmentin public and private daycare centers. Therefore, semi structured interviews were applied to 24 teachers. Data were analyzed with the thematic content analysis technique. Generally, it was found that, in what concerns ideas about child development, the subcategory Development by stages predominated in both groups of educators. The teachers high lighted the Unstructured sociofamilial environment and the Unpreparedness of the educators as the main negative points to the promotion of child development and characterized the development of children...

Efeito do ruído na voz de educadoras de instituições de educação infantil; Efecto del ruido en la voz de las educadoras de instituciones de educación infantil; The effect of noise on the voice of preschool institution educators

Simões-Zenari, Marcia; Bitar, Mariangela Lopes; Nemr, Nair Katia
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf
Publicado em 01/08/2012 POR
Relevância na Pesquisa
27.58%
OBJETIVO: Evaluar la asociación entre niveles de ruido presentes en centros de educación infantil y alteraciones vocales en educadoras. MÉTODOS: Estudio transversal con 28 educadoras de tres instituciones de educación infantil de Sao Paulo, Sureste de Brasil, en 2009. Los niveles de presión sonora se cuantificaron según Asociación Brasileña de Normas Técnicas, con uso de medidor de nivel de presión sonora. Los promedios se clasificaron según los niveles de conforto, incomodidad y daño auditivo propuestos por la Organización Panamericana de Salud. A las educadoras se les evaluó la voz: auto-evaluación con escala analógica visual, evaluación perceptivo-auditiva con escala GRBAS y análisis acústico con el programa Praat. Para análisis de asociación entre ruido y evaluación vocal, se utilizó estadística descriptiva y prueba de chi-cuadrado, con 10% de significancia debido al tamaño de la muestra. RESULTADOS: Las educadoras presentaban edades entre 21 y 56 años. El promedio de ruido fue 72,7dB, considerado daño 2. La auto-evaluación vocal de las profesionales presentó promedio de 5,1 en la escala, considerada alteración moderada. En la evaluación perceptivo-auditiva, 74% presentaron alteración vocal, principalmente ronquera; de estas...

Strategies of day care center educators in dealing crying babies; Estratégias que educadoras de creche afirmam utilizar para lidar com o choro dos bebês

Melchiori, Lígia Ebner; Alves, Zélia Maria Mendes Biasoli
Fonte: UFPR Publicador: UFPR
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; avaliado por pares; Formato: application/pdf
Publicado em 29/04/2005 POR
Relevância na Pesquisa
37.47%
The purpose of this study is to explore the views of day care center educators on how they act when babies cry, if they are able to identify the causes of crying and what are the subjection reasons that make them take action or not. Twenty-one caretakers were interviewed about each of the ninety babies, aged 4 to 24 months, under their care, using a semi-structured guide. The results show that overall the proportion of babies that do not cry significantly increases with age. However, crying for primary needs, in the view of the educators, tends to decrease as the average age increases, whilst crying for secondary needs tends to increase. Most of the time, the educators try to eliminate the needs that provoke crying, giving priority to the baby’s welfare. The article discusses the caretakers’ educative practices with data found in literature. Keywords: day care; educative practices; educators.;  O objetivo desse estudo é o de verificar a visão das educadoras de creche a respeito de como agem quando os bebês choram, se identificam a causa do choro e quais os motivos subjacentes que as levam a agir ou não. Vinte e uma educadoras de creche foram entrevistadas a respeito de cada um dos 90 bebês de 4 a 24 meses de idade...

A PESQUISA CRÍTICO-COLABORATIVA E A FORMAÇÃO DAS EDUCADORAS NA CRECHE: ENTRE A CONSTRUÇÃO, A CONTRADIÇÃO E A REFLEXÃO

Santos, Núbia Schaper; Universidade do Estado do Rio de Janeiro/UERJ
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; pesquisa Qualitativa Formato: application/pdf
Publicado em 05/12/2011 POR
Relevância na Pesquisa
37.03%
http://dx.doi.org/10.5007/1980-4512.2012n25p20Historicamente temos convivido com um dilema desconfortável, com uma divisão antagônica: o saber/pensar – o fazer/agir. Com o descompasso entre o dito e o feito. Esse é em certo sentido um dos dilemas apontados no texto. Assim, este trabalho pretende discutir as contribuições da pesquisa crítico-colaborativa como possibilidade de formação das educadoras na creche. Como pensar uma formação que não desautoriza o outro de suas práticas? Uma formação que não diz que há uma prática mais adequada em detrimento de outras? Como a formação pode ressoar no cotidiano da creche e nas práticas com as crianças pequenas? A pesquisa crítico-colaborativa tem por base o materialismo-histórico-dialético e as ações como práxis. Isso nos leva a crer que a pesquisa é uma atividade coletiva e que os envolvidos no processo são colaboradores e não meramente cooperadores. Há nessa perspectiva o intento de intervir e transformar os contextos no qual se insere. É uma pesquisa produzida com as pessoas e não sobre elas. Neste sentido, a pesquisa crítico-colaborativa propõe a dissolução hierárquica entre os saberes e a diminuição do abismo entre aqueles que pensam e aqueles que fazem.