Página 1 dos resultados de 438 itens digitais encontrados em 0.056 segundos

Ser educador de infância numa profissão eminentemente feminina

Silva, Luísa José Ferreira Lima Ramos da
Fonte: Universidade da Madeira Publicador: Universidade da Madeira
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 17/04/2013 POR
Relevância na Pesquisa
96.27%
Este estudo procura compreender como a falta de profissionais do sexo masculino na educação de infância (cerca de 98,6% no ano lectivo de 2005/06 na Região Autónoma da Madeira) pode se repercutir nos modelos identitários que as instituições de educação pré-escolar proporcionam às crianças. Pretendemos conhecer como numa mesma organização algumas representações desfavorecem os homens no momento da tomada de opção para a entrada no curso de educador de infância, assim como, demonstrar trajectórias bem sucedidas no sentido de atenuar os estereótipos associados a uma profissão tradicionalmente feminina e contribuir para definir o seu lugar na educação pré-escolar. Deste modo, o nosso objectivo principal é reflectir sobre o modo como o género se apresenta, enquanto categoria decisiva na escolha da profissão de educador de infância, evidenciando através de exemplos empíricos como os estabelecimentos de educação pré-escolar ainda estão imbuídos de ideias e valores que social e culturalmente são considerados práticas femininas. Tais representações, associadas aos dois géneros, podem ser alvo de mudança se considerarmos que os homens são sujeitos decisivos neste processo de transformação de mentalidades. Procuramos...

O papel do supervisor pedagógico na avaliação de desempenho dos educadores de infância na R.A.M.

Perregil, Eva Sandrina Sousa
Fonte: Universidade da Madeira Publicador: Universidade da Madeira
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /09/2014 POR
Relevância na Pesquisa
96.15%
O presente estudo pretende clarificar o perfil ideal do supervisor pedagógico na avaliação de desempenho docente dos educadores de infância da Região Autónoma da Madeira. Uma vez que a avaliação de desempenho com observação de aulas foi implementada no ano letivo 2013/2014, esta investigação torna-se pertinente, no sentido de conhecer as vantagens e desvantagens deste modelo de avaliação. Nesta investigação, analisam-se as opiniões de alguns dos educadores de infância, nomeadamente avaliados e avaliadores, no sentido de aferir o papel e a atuação dos supervisores pedagógicos/avaliadores na observação e avaliação da prática dos mesmos. Optou-se por uma metodologia de natureza predominantemente qualitativa, utilizando como técnicas de pesquisa as entrevistas, a análise documental e os inquéritos, possibilitando a triangulação dos dados. Privilegiando-se a análise de conteúdo para a obtenção dos resultados, pôde-se concluir que o papel de supervisor pedagógico/avaliador é muito subjetivo e complexo. Precisa de ser pautado pelo bom senso e ter em conta os diferentes contextos em que ocorre, num espírito de colaboração e diálogo com os avaliados, acompanhado por um forte sentido ético. A sua principal função baseia-se na orientação...

Representações da família sobre o educador de infância na creche

Pinto, Susana América Ferreira
Fonte: [s.n.] Publicador: [s.n.]
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2010 POR
Relevância na Pesquisa
96.43%
Dissertação apresentada à Universidade Fernando Pessoa como parte dos requisitos para obtenção do grau de Mestre em Psicologia, especialização em Psicologia da Educação e Intervenção Comunitária.; O presente trabalho estuda as representações sociais da família sobre o Educador de Infância na creche. Dadas as mudanças abruptas da sociedade, com a alteração da estrutura e organização das famílias, interessa compreender qual o entendimento que estas têm, actualmente, sobre os objectivos e o papel do Educador de Infância na creche. A resposta social de creche tem merecido, desde há alguns anos, especial atenção por parte dos legisladores, pelo facto de ser frequentada por crianças de mais tenra idade – dos zero aos três anos – que merecem qualidade no seu ensino e tratamento (Davison e Maguin, 1983). O Despacho Normativo do Ministério do Emprego e Segurança Social, de 1989, veio esclarecer os objectivos da creche, orientando todos os envolvidos para a compreensão do seu papel. Com base no documento que clarifica o Perfil Desempenho do Educador de Infância e do Professor dos Ensinos Básico e Secundário (2001), conseguimos perceber o papel deste profissional na creche e na vida da criança mais pequena (Martinez...

A reorganizaçao do espaço e materiais de uma área de interesse : relato de uma experiência em creche e jardim de infância

Silva, Sara de Jesus Mota da
Fonte: Universidade do Minho Publicador: Universidade do Minho
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
Publicado em //2014 POR
Relevância na Pesquisa
96.17%
Relatório de estágio de mestrado em Ensino (área de especialização em Educação Pré-Escolar); Este relatório apresenta o projeto de intervenção pedagógica desenvolvido no âmbito do estágio curricular, que permitiu a reorganização do espaço e dos materiais na área dos livros na creche e na área da biblioteca no jardim-de-infância, promover algumas atividades para dinamizar as áreas e apoiar as crianças na sua utilização com o objetivo de melhorar o ambiente físico de aprendizagem nos contextos de intervenção. Para além disso, identifica as potencialidades dos vários materiais possíveis na área da biblioteca para a aprendizagem e desenvolvimento da criança e a importância das práticas pedagógicas adotadas pelo educador de infância enquanto interveniente ativo do processo de ensino-aprendizagem. O Projeto de Intervenção Pedagógica desenvolvido em dois contextos de intervenção, Creche e Jardim de Infância, consistiu na criação e reorganização da área da biblioteca (uma em cada contexto) onde se procurou adequar o espaço às faixas etárias das crianças envolvidas, mas também que fosse ao encontro dos gostos, interesses e necessidades que manifestaram durante o período de observação e também durante o tempo de intervenção. No contexto de creche...

O Processo de Tornar-se Educador de Infância num Contexto de Prática Pedagógica Supervisionada

Ludovico, Olga Maria Teixeira Amaral
Fonte: Universidade de Évora Publicador: Universidade de Évora
Tipo: Tese de Doutorado
POR
Relevância na Pesquisa
96.22%
Este estudo, de natureza qualitativa, tem como principal objectivo conhecer o processo de tornar-se educador de infância num contexto de prática pedagógica supervisionada. Para tal, realizámos entrevistas semi-estruturadas a doze alunas que, no ano lectivo 2005/2006, frequentavam o último ano da Licenciatura em Educação de Infância da Escola Superior de Educação da Universidade do Algarve, e às respectivas seis educadoras cooperantes. Procedemos, também, à análise documental de três Projectos Curriculares de Grupo e de três Análises Críticas a três Projectos Curriculares de Grupo, e de um conjunto de Reflexões Individuais da prática pedagógica, produzidas pelas alunas, durante o ano lectivo. O estudo evidencia a importância da prática pedagógica supervisionada como espaço/tempo propício para aprender a ser educador de infância, para começar a definir a identidade profissional e a profissionalidade. Mostra, ainda, que o envolvimento em dinâmicas de projecto potencia o desenvolvimento de um conjunto de competências necessárias a um eficiente desempenho futuro da profissão. / ABSTRACT - The main aim of this study, which is qualitative in nature, is to find out about the process of becoming a pre-school educator in the context of supervised teaching practice. As such...

O processo de tornar-se educador de infância num contexto de prática pedagógica supervisionada

Ludovico, Olga Maria Teixeira Amaral
Fonte: Universidade de Évora Publicador: Universidade de Évora
Tipo: Tese de Doutorado
POR
Relevância na Pesquisa
96.22%
Este estudo, de natureza qualitativa, tem como principal objectivo conhecer o processo de tornar-se educador de infância num contexto de prática pedagógica supervisionada. Para tal, realizámos entrevistas semi-estruturadas a doze alunas que, no ano lectivo 2005/2006, frequentavam o último ano da Licenciatura em Educação de Infância da Escola Superior de Educação da Universidade do Algarve, e às respectivas seis educadoras cooperantes. Procedemos, também, à análise documental de três Projectos Curriculares de Grupo e de três Análises Críticas a três Projectos Curriculares de Grupo, e de um conjunto de Reflexões Individuais da prática pedagógica, produzidas pelas alunas, durante o ano lectivo. O estudo evidencia a importância da prática pedagógica supervisionada como espaço/tempo propício para aprender a ser educador de infância, para começar a definir a identidade profissional e a profissionalidade. Mostra, ainda, que o envolvimento em dinâmicas de projecto potencia o desenvolvimento de um conjunto de competências necessárias a um eficiente desempenho futuro da profissão; ABSTRACT: The main aim of this study, which is qualitative in nature, is to find out about the process of becoming a pre-school educator in the context of supervised teaching practice. As such...

Construção e desenvolvimento da identidade profissional do educador de infância - percursos no masculino : um estudo de três casos

Oliveira, Andreia Sofia Dias de
Fonte: Instituto Politécnico de Lisboa Publicador: Instituto Politécnico de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /12/2012 POR
Relevância na Pesquisa
116.3%
Dissertação de Mestrado em Supervisão em Educação, enquadrada na linha de investigação sobre Desenvolvimento Profissional dos Professores, apresentada à Escola Superior de Educação de Lisboa; A presente dissertação, feita no âmbito da obtenção de grau de Mestre em Supervisão em Educação, foca a questão da construção e desenvolvimento da identidade profissional do educador de infância, reflectindo sobre três percursos no masculino em fases distintas de carreira. Procurando colaborar, assim, para o conhecimento desta minoria profissional e para o debate sobre os contributos do educar no masculino. Do objectivo geral, destacam-se os seguintes propósitos de investigação: i) Averiguar quais os motivos da escolha de educadores do género masculino por uma profissão que é geralmente associada ao feminino; ii) Analisar a construção das identidades destes educadores, tendo em conta que esta é um processo contínuo, que se constrói e reconstrói, individual e colectivamente, durante percurso de vida pessoal e profissional; iii) Identificar a influência de momentos marcantes, na vida profissional dos educadores, para o seu desenvolvimento profissional. Quanto às opções metodológicas, o estudo apresentado enquadra-se no paradigma qualitativo...

A entrada na profissão do educador de infância: percursos singulares

Alberto, Susana Alves
Fonte: Instituto Politécnico de Lisboa Publicador: Instituto Politécnico de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /12/2012 POR
Relevância na Pesquisa
106.27%
Dissertação apresentada à Escola Superior de Educação de Lisboa para obtenção do grau de Mestre em Ciências da Educação - Especialidade Supervisão em Educação; A presente investigação centra-se no estudo da problemática da inserção profissional dos educadores de infância através da análise dos percursos pessoais e profissionais de seis jovens educadoras com dois anos de experiência profissional. Neste sentido, assume-se como objetivo deste trabalho descrever e compreender o processo de inserção na profissão de educadores de infância e a forma como estes desenvolvem a sua profissionalidade, a partir da perspetiva pessoal de profissionais principiantes. Com vista a alcançar o objetivo descrito constituíram-se como questões do estudo: 1) Quais as motivações que presidiram à escolha da profissão por parte dos participantes nesta investigação?; 2) Como é que estes profissionais caraterizam a sua experiencia da Licenciatura em Educação de Infância?; 3) Como caraterizam a entrada na profissão?; 4) De que forma os contextos de trabalho influenciam o processo de inserção profissional?; 5) Como constroem a sua identidade profissional?; 6) Que propostas identificam como facilitadoras do processo de inserção profissional? Tendo em linha de conta o objeto de estudo...

Construção e desenvolvimento da identidade profissional do educador de infância - percursos no masculino: um estudo de três casos

Oliveira, Andreia Sofia Dias de
Fonte: CIED – Centro Interdisciplinar de Estudos Educacionais Publicador: CIED – Centro Interdisciplinar de Estudos Educacionais
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em /05/2013 POR
Relevância na Pesquisa
116.24%
A problemática deste estudo centra-se na construção e desenvolvimento da identidade profissional do educador de infância, refletindo sobre três percursos no masculino. Colaborando, assim, para o conhecimento desta minoria profissional e para o debate sobre os contributos do educar no masculino. Neste sentido, destacam-se os seguintes propósitos de investigação: i) averiguar quais os motivos da escolha de educadores do género masculino por uma profissão que é geralmente associada ao feminino; ii) analisar a construção das identidades destes educadores, tendo em conta que esta é um processo contínuo, que se constrói e reconstrói, individual e coletivamente, durante percurso de vida pessoal e profissional; iii) identificar a influência de momentos marcantes, na vida profissional dos educadores, para o seu desenvolvimento profissional. Quanto às opções metodológicas, o estudo enquadra-se no paradigma qualitativo, de caráter interpretativo, centrado numa abordagem biográfica, por recurso a entrevistas com carácter biográfico. A análise dos dados partiu do quadro teórico, apoiada numa análise de conteúdo estruturada em categorias emergentes dos discursos dos educadores de infância. A interpretação dos resultados evidencia que estes educadores contactam com alguns preconceitos...

A visão das crianças acerca do papel do/a educador/a de infância como fonte para a reconstrução da relação pedagógica

Esparteiro, Marta de Fátima Ferreira Pinto
Fonte: Instituto Politécnico de Lisboa Publicador: Instituto Politécnico de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /07/2014 POR
Relevância na Pesquisa
96.28%
Relatório da Prática Profissional Supervisionada Mestrado em Educação Pré-Escolar; Este relatório, intitulado de A visão das crianças acerca do papel do/a educador/a de infância como fonte para a reconstrução da relação pedagógica, surge como o culminar do Mestrado em Educação Pré-Escolar e é o fruto da Prática Profissional Supervisionada desenvolvida nos dois contextos da Educação de Infância: Creche e Jardim-de-Infância. Este tem como objetivo a reflexão crítica e fundamentada da minha intervenção tal como das intenções delineadas e a sua concretização. Neste sentido, será realizada a caracterização para a ação, na qual irei abordar uma análise reflexiva do contexto socioeducativo em ambos os contextos de intervenção e a análise reflexiva da intervenção, na qual serão identificadas e fundamentadas as intenções para a ação pedagógica e realizada a análise reflexiva da ação pedagógica desenvolvida. Este relatório aborda ainda a problemática que deu origem ao título do mesmo, centrando-se na perspetiva das crianças acerca do papel do/a educador/a de infância, encarando-as enquanto seres competentes e participantes no mundo que as rodeia. A intervenção em contexto de Creche decorreu durante o mês de janeiro...

A entrada na profissão do educador de infância: percursos singulares

Alberto, Susana
Fonte: CIED - Centro Interdisciplinar de Estudos Educacionais da Escola Superior de Educação de Lisboa Publicador: CIED - Centro Interdisciplinar de Estudos Educacionais da Escola Superior de Educação de Lisboa
Tipo: Parte de Livro
Publicado em /03/2015 POR
Relevância na Pesquisa
96.14%
O presente artigo descreve uma investigação levada a cabo em Lisboa - Portugal – com enfoque na problemática da inserção profissional dos educadores de infância, com o intuito de descrever e compreender o processo de entrada na profissão e a forma como estes desenvolvem a sua profissionalidade, a partir da perspetiva pessoal de profissionais principiantes e da consequente análise dos seus percursos. Neste sentido foram enunciadas algumas questões orientadoras cujas respostas se afiguram como as próprias conclusões do estudo. Seguindo uma abordagem interpretativa, alicerçada na concretização de entrevistas semiestruturadas a 6 educadoras de infância principiantes, os resultados permitiram estudar as potencialidades e fragilidades dos percursos de formação inicial, os desafios/problemas experimentados pelas jovens educadoras no início da sua ação profissional e as possibilidades de apoio à sua superação, bem como a identificação de propostas de dispositivos futuros de apoio à inserção profissional dos educadores de infância.

Formação inicial do educador de infância no domínio da expressão motora

Monteiro, Paula
Fonte: Escola Superior de Educação de Paula Frassinetti Publicador: Escola Superior de Educação de Paula Frassinetti
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
96.16%
299 f.; O objectivo deste estudo é averiguar a existência ou não de consenso, relativamente a aspectos nucleares dos programas da disciplina de Expressão Motora nos diversos planos de estudo da formação inicial do educador de infância, em todas as Instituições do Ensino Superior públicas e privadas do nosso país. A amostra é composta pelos planos de estudo e programas da disciplina de Expressão Motora de 29 Instituições das 34 existentes. Embora, fosse nossa intenção investigar todo o universo, os programas de cinco instituições não cumpriram os critérios de selecção adoptados para este estudo. A partir de diversas leituras dos dados, estes foram sistematizados em categorias e subcategorias, posteriormente introduzidas no programa NUDIST (Richards e Richards, 1993), e utilizados os procedimentos de análise de conteúdo. Nesta fase de análise procurou-se, em todos os programas a presença ou ausência de determinados temas dos programas. Os resultados obtidos, de uma forma global, indicam que: -Não existe consenso ao nível dos conteúdos programáticos expressos nos diversos programas; Verifica-se a existência de diferentes linhas orientadores, com uma grande valorização do conhecimento teórico em detrimento do conhecimento para a acção; Comprova-se...

O educador de infância e o jogo no desenvolvimento da criança

Serrão, Emília Maria Freitas Lopes
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2009 POR
Relevância na Pesquisa
106.29%
Tese de mestrado, Educação (Formação Pessoal e Social), Universidade de Lisboa, Faculdade de Ciências, 2009; O jogo reveste-se de uma importância acrescida na educação pré-escolar, trata-se de uma ferramenta a ser considerada pelo educador de infância e, como tal, deverá estar presente na sua prática pedagógica, em que a sua utilização deve ter uma intencionalidade educativa. O jogo é uma actividade fundamental na vida da criança. Através dele, a criança compreende o meio onde está inserida e desenvolve conhecimentos e competências necessários ao seu crescimento. Neste sentido, ao educador compete enfatizar o jogo como recurso para uma aprendizagem global das crianças. Esta investigação tem como objectivo geral conhecer as concepções dos educadores de infância sobre as potencialidades do jogo no desenvolvimento da criança e as suas práticas pedagógicas, nas áreas de actividades. A investigação tem como opções metodológicas dois níveis distintos mas complementares na recolha de dados, assente numa investigação de natureza descritiva. Num primeiro nível considera-se um estudo de caso que, através da observação da prática pedagógica de duas educadoras de infância nas áreas de actividades na educação pré-escolar...

A prática em contexto profissional na formação inicial:perspectivas de estudantes:contributos para a configuração profissional do educador de infância

Silva, Rita Margarida A. Friães Neves da, 1971-
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em //2014 POR
Relevância na Pesquisa
96.27%
Tese de doutoramento, Educação (Formação de Professores), Universidade de Lisboa, Instituto de Educação, 2014; O presente trabalho tem como campo de pesquisa a Formação de Professores, mais especificamente a formação dos Educadores de Infância. Centra-se num olhar atento sobre os contributos da imersão na prática em contexto de trabalho durante a formação inicial, no âmbito da formação profissional do educador de infância. Incrito no paradigma interpretativo, incidindo na perspectiva dos sujeitos, a investigação desenvolveu-se em duas fases, conjugando diferentes metodologias e técnicas de recolha e análise de dados. Numa fase inicial, procedeu-se à realização de entrevistas de grupo a estudantes a frequentar o último ano de uma licenciatura em Educação de Infância e a uma entrevista individual ao supervisor institucional que acompanhou esse grupo de estudantes e respectiva análise de conteúdo. Esta fase passou ainda pela recolha e análise de conteúdo de reflexões semanais escritas e incidentes críticos contidos em portfólios de estudantes da referida licenciatura, onde se incluem os anteriores e a ainda a uma análise documental de legislação específica reguladora da formação e da actividade do educador de infância. Uma segunda fase...

Ser educador de infância na creche: entre os discursos e as práticas (Um estudo multicasos)

Rodrigues, Ilda Clara Almeida da Cruz
Fonte: Universidade do Algarve Publicador: Universidade do Algarve
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2009 POR
Relevância na Pesquisa
96.25%
Dissertação de mest., Ciências da Educação, Faculdade de Ciências Humanas e Sociais, Univ. do Algarve, 2009; A presente dissertação enuncia o percurso de uma pesquisa empírica realizada com três educadoras de infância que desenvolvem a sua actividade profissional no contexto educativo, creche. Tenciona este trabalho compreender / interpretar o grau de concordância entre aquilo que as educadoras mencionam sobre as suas concepções de criança, de educação e de intervenção educativa, segundo os princípios teóricos que dizem adoptar, e as práticas educativas desenvolvidas com crianças da primeira infância. Pretende-se assim ter acesso ao grau de consistência existente entre o pensamento e a acção das educadoras, entre os discursos e as práticas. Elege-se como objecto de estudo a repercussão da inter-relação entre os saberes de referência e o saber-fazer do educador de infância, quer nas suas práticas profissionais quotidianas construídas e desenvolvidas no contexto educativo de creche, quer nos discursos produzidos em situação de entrevista relativamente a essas mesmas práticas. A presente investigação, tem as características de um estudo multicasos, inserindo-se num paradigma interpretativo...

O papel do amigo crítico/colaborativo no plano de desenvolvimento do docente/educador de infância.

Saraiva, Maria Clotilde Gomes
Fonte: Universidade Portucalense Publicador: Universidade Portucalense
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2013 POR
Relevância na Pesquisa
96.19%
O presente estudo teve como objetivo primordial investigar a função do amigo crítico/colaborativo, no plano de desenvolvimento profissional do educador de infância. A importância desta temática resulta da preocupação de refletir sobre melhoria da qualidade da prática pedagógica dos educadores de infância, uma vez que estes profissionais desempenham um papel fundamental no desenvolvimento das crianças. Como resultado da investigação de cariz qualitativa, realizada por meio de entrevistas semiestruturadas, constatou-se um reconhecimento, pela larga maioria das entrevistadas, dos benefícios da amizade crítica no desenvolvimento profissional dos docentes, o que veio corroborar, que o amigo crítico permite melhorar a prática pedagógica dos educadores, através de uma reflexão conjunta baseada num diálogo constante e uma crítica construtiva.The present study had the primordial objective to investigate the function of the critical/collaborative friend in the professional development of the kindergarten educator. The importance of this issue results from a concern to reflect on improving the quality of teaching practice in kindergarten, since these professionals play a key role in the development of children. As a result of the nature of qualitative research...

Os medos na 2ª infância: concepções e práticas do educador de infância

Ferreira, Belinda; Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Santarém; Borges, Patrícia; Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Santarém; Seixas, Sónia Raquel; Escola Superior de Educação do Instituto Politécnic
Fonte: Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Santarém Publicador: Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Santarém
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Publicado em 06/04/2012 POR
Relevância na Pesquisa
116.27%
O presente artigo apresenta os resultados no âmbito de uma investigação realizada sobre as Concepções e Práticas do Educador de Infância perante os medos na 2ª Infância. Pretende-se, a partir deste estudo, conhecer os medos mais frequentemente identificados nas crianças de Jardim de Infância e, consequentemente, de que forma os educadores abordam estas questões com as mesmas. Este estudo, de carácter descritivo, baseou-se numa amostra de 50 crianças e de 6 educadores, provenientes de vários Jardins de Infância da cidade de Santarém e periferia. O estudo foi desenvolvido em duas fases: numa primeira fase, foram entrevistadas as crianças, tendo-se procurado identificar os seus medos mais frequentes. Numa segunda fase, foram entrevistados os educadores, sendo aplicada uma entrevista semi-directiva, com o objectivo de conhecer e identificar as suas concepções e estratégias desenvolvidas pelos mesmos face a situações em que as crianças revelam alguma forma de medo. Como principais resultados podemos constatar que os medos mais frequentes nas crianças em idade pré-escolar são o medo de animais e de personagens imaginárias da literatura infantil. Os educadores referem ainda, para além destes medos, o medo do desconhecido e de situações novas. Ambas as amostras mencionam também o medo do escuro. No que se refere às concepções dos educadores perante os medos na 2ª infância foi possível constatar que o medo é entendido como um elemento natural do desenvolvimento da criança. Quanto às práticas desenvolvidas neste âmbito...

A intencionalidade educativa do educador de infância num contexto de pedagogia-em-participação: avaliação e qualidade da intervenção educativa na educação de infância

Luís, Joana Alexandra Soares de Freitas
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Tese de Doutorado
POR
Relevância na Pesquisa
106.27%
A presente investigação enquadra-se na avaliação e qualidade da intervenção educativa na Educação de Infância, assumindo neste estudo um relevante enfoque as questões da intencionalidade educativa. Tendo como suporte um estudo de caso qualitativo, realizado num contexto de Jardim de Infância que desenvolve a Pedagogia-em-Participação enquanto perspetiva educacional sustentadora da intervenção educativa, procurou-se compreender quais eram as intencionalidades que os educadores de infância detinham e de que forma é que estas se manifestavam, a três níveis: i) o que o profissional pensava relativamente à sua intervenção educativa; ii) como é que organizava a sua intervenção e como intervinha no contexto onde estava inserido; iii) o que procurava observar, registar e documentar, enquanto forma de dar visibilidade às aprendizagens das crianças e às suas próprias intencionalidades. Enquanto forma de atribuição de uma sustentação teórica a esta investigação e enquanto estratégia de definição dos procedimentos do traçado investigativo, procedeu-se ao estudo do pensamento de alguns pedagogos e à sua relação com a questão da intencionalidade educativa. Realizou-se, equitativamente, um aprofundamento de compreensões em torno de modelos pedagógicos de cariz participativo. Procedeu-se à análise e compreensão teórica e empírica do objeto de estudo...

O papel do educador de infância no brincar da criança

Simões, Ana Isabel De Sousa Coimbra
Fonte: Instituto Politécnico de Lisboa Publicador: Instituto Politécnico de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /07/2015 POR
Relevância na Pesquisa
116.2%
Relatório de Estágio apresentado à Escola Superior de Educação de Lisboa para obtenção de grau de Mestre em Educação Pré-Escolar; O presente relatório enquadra-se no Mestrado em Educação Pré-Escolar e decorre da prática profissional supervisionada desenvolvida entre os meses de dezembro e maio de 2015, nos contextos de Creche e de Jardim-de-infância. É objetivo deste trabalho analisar e refletir acerca da intervenção desenvolvida em ambos os contextos educativos. Para tal, são enunciadas as intenções e a ação pedagógica praticada. Também é finalidade deste relatório explicitar a problemática mais significativa. No seguimento da prática profissional supervisionada, surge a temática O papel do educador de infância no brincar da criança. Como futura profissional, pretendo refletir sobre a posição mais adequada no brincar da criança, definir estratégias para participar no momento e valorizá-lo como meio de aprendizagens significativas, já que este é predominante na vida da criança. Como técnicas de recolha de informação, recorri a observações e a entrevistas, não descurando o envolvimento nas brincadeiras das crianças.; ABSTRACT The present report arises from a Master degree in Pre-School Education and results from supervised professional practice developed between the months of December and May 2015...

A aprendizagem da matemática e o jogo: conceções e práticas dos educadores de infância

Lourenço, Joana Andreia Pinto; Ribeiro, António, orientador
Fonte: Instituto Politécnico de Viseu. Escola Superior de Educação de Viseu Publicador: Instituto Politécnico de Viseu. Escola Superior de Educação de Viseu
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /12/2013 POR
Relevância na Pesquisa
96.12%
Os jogos são um recurso didático importante para a construção de conhecimentos, habilidades e competências. Através da sua utilização, as crianças são estimuladas a utilizar o raciocínio e a criatividade na resolução de problemas, bem como a desenvolverem a sua comunicação. O jogo é uma atividade fundamental na vida das crianças e, por esse motivo, assume grande importância na educação pré escolar, devendo ser considerada pelo educador de infância nas suas propostas de tarefas. Pelos motivos atrás mencionados, pretende-se com este trabalho discutir o papel que o jogo assume no processo de ensino e aprendizagem da matemática, bem como no desenvolvimento de competências, quer sejam matemáticas ou pessoais, com crianças em idade pré escolar. Esta investigação tem como objetivo primordial conhecer as conceções dos educadores de infância sobre a importância do jogo nas atividades matemáticas, e de que modo é que estas se articulam com as suas práticas. Dada a natureza deste estudo optou-se por uma metodologia de investigação de matriz qualitativa numa das suas variantes: o estudo de caso, tendo-se recorrido a instrumentos e técnicas de recolha de dados baseados em entrevistas semiestruturadas e observações. Os resultados da investigação apontam no sentido de que o jogo é...