Página 1 dos resultados de 414 itens digitais encontrados em 0.058 segundos

Educação agrária no Brasil e na UFRGS : continuidades e rupturas

Braga, Ana Maria e Souza
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
75.72%
O presente trabalho analisa a manutenção/transformação das concepções de conhecimento e de sociedade, nos currículos de ciências agrárias, no Brasil e nos cursos de Veterinária e de Agronomia da UFRGS. Parte do pressuposto de que ir às raízes da regulação social e procurar opções, necessariamente envolve o questionamento das grandes reformas, como as que foram levadas a efeito pelos cursos objeto desta investigação, para delas derivar possibilidades de futuro. Esta tese é organizada em três partes: a primeira traz uma descrição histórica da problemática curricular das carreiras agrárias no Brasil, com foco na Veterinária e na Agronomia. Também introduz a retomada dos questionamentos à formação profissional que, ao final dos anos 90, se depara com o aprofundamento das contradições não resolvidas e potencializadas no momento atual; a segunda parte busca as raízes da formação profissional, contextualizando o projeto sócio-cultural da modernidade na sua articulação com o capitalismo enquanto modo de produção e, também, nas suas relações com a produção científica, a educação geral e o ensino agrícola superior; a terceira parte resgata panoramicamente as relações entre os currículos e a história da educação universal para embasar a análise da metodologia de construção dos projetos curriculares da Veterinária e da Agronomia da UFRGS...

Pobreza rural no Brasil : um enfoque comparativo entre a abordagem monetária e a abordagem das capacitações

Mattos, Ely José de
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
75.79%
Esta dissertação faz uma análise da pobreza rural no Brasil a partir de duas abordagens distintas. Uma delas, a mais tradicional, unidimensional, baseada exclusivamente na renda: a abordagem monetária. A outra, de natureza multidimensional, relativamente recente, baseada naquilo que as pessoas são capazes de ser e fazer: Abordagem das Capacitações, de Amartya Kumar Sen. A questão investigada neste trabalho é se as compreensões de pobreza rural fornecidas por cada uma destas abordagens diferem entre si. Para tal, foram utilizados dados secundários da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD/IBGE), trazendo, além do Brasil de forma agregada, os estados do Rio Grande do Sul (RS), Minas Gerais (MG) e Rio Grande do Norte (RN). Foram selecionados estes três estados, de regiões diferentes, para captar a heterogeneidade de realidades do país. Subliminar a esta problemática da comparação de abordagens estão duas contribuições específicas desta dissertação: o avanço na discussão sobre o entendimento da pobreza no meio rural e uma contribuição na consolidação da operacionalização da Abordagem das Capacitações a partir de dados secundários. Na parte teórica deste trabalho foram analisados os elementos centrais de cada uma destas abordagens...

Práxis educativa para a formação do agricultor familiar : um estudo da prática da minhocultura em escolas rurais do município de Santo Ângelo/RS

Weyh, Medianeira da Graça Gelati
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
65.83%
A pesquisa que tem como título Práxis educativa para a formação do agricultor famíliar: um estudo da prática da Minhocultura em escolas rurais do município de Santo Ângelo/RS, buscou identificar as contribuições do projeto de minhocultura no processo de formação do agricultor familiar na perspectiva de uma agricultura e de um projeto de desenvolvimento que seja socialmente eqüitativo, economicamente viável e ambientalmente sustentável. O Projeto de Minhocultura, que tem como objetivo oferecer ao agricultor familiar uma alternativa econômica e ecológica de adubação, através da produção de húmus, foi um trabalho coordenado pela EMATER/RS-ASCAR – Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural, junto às escolas rurais do município de Santo Ângelo/RS. Como um número significativo de escolas se envolveu no projeto, optou-se em realizar a pesquisa de campo na Escola Estadual de Ensino Fundamental Incompleto 22 de Março e na Escola Estadual de Ensino Fundamental Santo Tomás de Aquino, por considerar que nessas escolas o trabalho teve continuidade desde a sua implantação. Partindo do pressuposto de que a atividade de extensão possui um caráter educativo buscou-se, através das observações in loco, da pesquisa documental e entrevistas com os sujeitos envolvidos...

Pedagogia da alternância na educação rural/do campo : projetos em disputa; The pedagogy of alternating in rural/country education: competing projects competing projects

Ribeiro, Marlene
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
65.85%
O artigo aborda a educação rural/do campo gestada nos movimentos sociais populares. Focaliza as experiências das Casas Familiares Rurais (CFRs) e das Escolas Famílias Agrícolas (EFAs), vinculadas aos sindicatos de trabalhadores rurais, Organizações Não Governamentais (ONGs) e associações comunitárias, e as experiências da Fundação de Desenvolvimento, Educação e Pesquisa da Região Celeiro (FUNDEP) e do Instituto de Capacitação e Pesquisa da Reforma Agrária (ITERRA), vinculadas à Via Campesina-Brasil. O objetivo é captar, nas experiências de formação que articulam trabalho-educação feitas por esses movimentos e organizações, as contradições expressas nas práticas/concepções de Pedagogia da Alternância. Tais contradições têm o potencial de iluminar os projetos de sociedade perspectivados pelos sujeitos coletivos que constroem suas propostas pedagógicas assentadas sobre a relação trabalho produtivo e educação escolar. Nesse sentido, a Pedagogia da Alternância pode apontar para uma relação trabalho-educação de novo tipo, tendo por base a cooperação e a autogestão. No entanto, pode também significar formas de controle das tensões sociais, acenando para a possibilidade de o agricultor permanecer na terra...

História do ensino primário rural em São Paulo e Santa Catarina (1921-1952): uma abordagem comparada

Ávila, Virgínia Pereira da Silva de
Fonte: Cultura Acadêmica Publicador: Cultura Acadêmica
Tipo: Livro
POR
Relevância na Pesquisa
65.87%
O livro trata da história do ensino primário rural no Brasil no período de 1921 a 1952, caracterizado por uma significativa expansão do setor. Analisa especialmente o processo de construção das políticas educacionais para o segmento em âmbito nacional e suas repercussões nas reformas de ensino na esfera estadual, exemplificadas pelas de São Paulo e Santa Catarina. Mais do que distinguir o que era próprio e específico de cada uma das regiões estudadas, o trabalho visou também revelar a pluralidade de métodos e os efeitos diversos que as reformas provocaram na educação rural paulista e catarinense. A pesquisa apoiou-se principalmente em documentação. A análise de mensagens de governadores, relatórios, decretos, regulamentações de ensino, revistas de estatísticas, revista brasileira de estudos pedagógicos e obras de época permitiu comparar e relacionar os dados referentes às formas de organização e funcionamento do ensino primário rural, como duração dos cursos, período escolar, programas, métodos, modelos educativos e expansão do ensino. De acordo com a autora, a educação rural, que contrasta em muitos aspectos com a educação urbana, foi um elemento fundamental na expansão da escola pública no Brasil. Mas...

A educação rural no México como referência para o Brasil

Souza, Rosa Fátima de
Fonte: Universidade Estadual Paulista Publicador: Universidade Estadual Paulista
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 61-81
POR
Relevância na Pesquisa
85.8%
In the 1940’s and 1950’s the Brazilian government implemented various policies towards the development of rural education adopting innovative orientations experienced in other iberoamerican countries. This article covers a study on the circulation and appropriation of education models seeking to apprehend the implications of the comparative operations by questioning the national processes in their interrelationship with much more ample phenomena of internationalization and globalization. The article uses as source of analysis the document entitled “Rural Education in Mexico” elaborated by Manoel Bergstrom Lourenço Filho, in 1951, and later published in a Brazilian Magazine of Pedagogical Studies, in 1952. The article discusses the narrative construction of this report and the comparing operations which Lourenço Filho has undertook presenting the Mexican education as a model.; Nas décadas de 1940 e 1950 do século XX, o governo brasileiro implementou várias políticas voltadas para o desenvolvimento da educação rural, adotando orientações inovadoras experimentadas em outros países da Ibero América. Este texto compreende um estudo sobre circulação e apropriação de modelos educacionais buscando apreender as implicações das operações comparativas interrogando os processos nacionais em suas inter-relações com fenômenos mais amplos de internacionalização e globalização. O estudo utiliza como fonte de análise o documento intitulado Educação Rural no México...

Ensino primário tipicamento rural no estado de São Paulo: granjas escolares, grupos escolares rurais e escolas típicas rurais (1933-1968)

Moraes, Agnes Iara Domingos
Fonte: Cultura Acadêmica Publicador: Cultura Acadêmica
Tipo: Livro
POR
Relevância na Pesquisa
65.82%
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Ensino Superior (CAPES); Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP); Processo FAPESP: 2012/08203-5; Pós-graduação em Educação - FFC; Entre os anos 1930 e 1960, período de grande crescimento de escolas rurais primárias no estado de São Paulo, conviveram dois tipos de propostas pedagógicas para a educação rural no interior paulista – o ensino comum, ministrado nas escolas isoladas, e o ensino típico rural, presente nas Granjas Escolares, nos Grupos Escolares Rurais e nas Escolas Típicas Rurais. Neste livro, Agnes Iara Domingos Moraes analisa essas instituições, buscando definir as características de cada modalidade, o interesse do Estado com sua implementação e o papel que desempenharam na educação rural paulista. A autora tenta compreender as especificidades dessas escolas e também relacioná-las às metas políticas, econômicas e culturais no momento histórico em que elas foram implementadas: de 1933, quando foi criada a figura institucional das Granjas Escolares, a 1968, ano em que uma extensa reforma educacional extinguiu formalmente as experiências de educação rural, substituindo-a pela escola primária comum. O estado de São Paulo...

Crítica à produção do conhecimento sobre a educação do campo no Brasil : teses e antíteses sobre a educação dos trabalhadores no início do século XXI; Critical for the production of knowledge on the field of education in Brazil : thesis and antithesis on the education of workers in the XXI century

Joelma de Oliveira Albuquerque
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 11/11/2011 PT
Relevância na Pesquisa
75.94%
A presente tese se refere à problemática mais geral da formação humana, em particular a formação dos trabalhadores do campo no início do século XXI - um período pré-revolucionário. O objeto da crítica foram 433 teses e dissertações produzidas entre 1987 e 2009 que abordam a problemática da educação no meio rural no Brasil. Questionamos sobre os fundamentos gnosiológicos e ontológicos relacionados à teoria do conhecimento, educacional e pedagógica das teses e dissertações acerca da educação no meio rural no Brasil, e quais limites e possibilidades apresentam para a formação da classe trabalhadora neste período histórico de transição a outro modo de produção. O objetivo foi desenvolver uma análise crítica de teses e dissertações sobre a educação no meio rural no Brasil, no que diz respeito às teorias do conhecimento, educacional e pedagógica sobre a qual estão assentadas, apontando antíteses sobre tendências para a educação dos trabalhadores no processo de transição a outro modo de produção, especialmente no que diz respeito à base técnica e científica do trabalho. A crítica se pautou nas hipóteses: a) a produção científica em Educação do Campo no Brasil apresenta como base técnica e científica dimensões idealizadas do real...

Estudos sobre educação rural no Brasil: estado da arte e perspectivas

Damasceno,Maria Nobre; Beserra,Bernadete
Fonte: Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2004 PT
Relevância na Pesquisa
115.85%
O presente estudo mapeia e discute o conhecimento produzido na área da Educação Rural, nas décadas de 1980 e 1990, com o objetivo de esboçar o "estado da arte" neste campo de investigação. Entre outros aspectos, apresenta e discute as temáticas de estudo mais recorrentes, a organização regional dessa produção e, ao final, as tendências atuais e as temáticas ainda não suficientemente exploradas. Caracterizadamente bibliográfico, e restrito à produção acadêmica na área de Educação, este estudo baseou-se nas seguintes fontes: 1. a produção discente de mestrado e doutorado do banco de resumos de dissertações e teses da Associação Nacional de Pós-graduação e Pesquisa em Educação - ANPEd; 2. os periódicos acadêmicos nacionais; e 3. os principais livros enfocando a temática da Educação Rural publicados no período. Uma das conclusões é que é cada vez maior o número de trabalhos que discutem o problema da educação rural da perspectiva da população a que se destina, ou seja, os trabalhadores rurais. Tal tendência, porém, não nasce da clarividência ou excessiva sensibilidade dos estudiosos do tema, mas das próprias circunstâncias da realidade sob estudo, já que são os próprios trabalhadores rurais que...

Alfabetização Rural no Brasil na Perspectiva das Relações Campo-Cidade e de Gênero

Ferraro,Alceu Ravanello
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul - Faculdade de Educação Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul - Faculdade de Educação
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2012 PT
Relevância na Pesquisa
75.58%
O artigo começa analisando a trajetória da taxa de alfabetização no Brasil através das sucessivas gerações presentes nos censos 2000 e 1950, buscando colocar em evidência tanto o estado e como a dinâmica das desigualdades quanto à alfabetização na perspectiva de sua relação cruzada com campo-cidade e gênero. Busca, então, elementos teóricos de inteligibilidade dessas desigualdades. Os resultados obtidos são: o latifúndio é o principal determinante estrutural do analfabetismo no campo; o analfabetismo está tornando-se numericamente um problema predominantemente urbano; a histórica superioridade masculina quanto à alfabetização e escolarização está cedendo lugar a uma crescente superioridade feminina, tanto no campo como na cidade.

Escola como agência de civilização: projetos formativos e práticas pedagógicas para a educação rural no Brasil (1946-1964)

Andrade,Flávio Anício
Fonte: Associação Sul-Rio-Grandense de Pesquisadores em História da Educação Publicador: Associação Sul-Rio-Grandense de Pesquisadores em História da Educação
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2014 PT
Relevância na Pesquisa
95.81%
No presente estudo se propõe uma análise acerca da escola rural no Brasil, no contexto do projeto de expansão dos valores ligados ao espaço urbano e ao concomitante processo de industrialização que se aprofunda na segunda metade do século 20. Para os que pensavam as políticas educacionais do Estado brasileiro, a escola primária rural deveria tornar-se um centro de irradiação dos novos valores do industrialismo, ao incorporar e refletir ela mesma tais valores. O contexto histórico em que ocorre tal processo encontra-se marcado pela transformação do Estado em agente promotor de uma nova configuração econômica, política e social no Brasil, sendo o eixo de sua ação o esforço de expansão do setor industrial do país. Concluiu-se que o projeto de expansão e readequação da educação rural teve como objetivo a extensão dos hábitos, atitudes e formas de comportamento característicos de uma civilização industrial.

A escola rural e o desafio da docência em salas multisseriadas: o caso do seridó norteriograndense

Medeiros, Maria Diva de
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Educação; Educação Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Educação; Educação
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
65.9%
Uno de los principales desafíos colocados a la educación del medio rural está relacionado a la enseñanza de las escuelas rurales con salas multifacéticas. Estas comprehenden alumnos de diferentes comunidades, series, edades, aprendizaje y niveles de conocimientos. Son cursos heterogéneos, que tienen como característica central la diversidad. En muchas regiones rurales de Brasil, la educación escolar es organizada en cursos multifacéticos debido a las grandes distancias entre las comunidades y el bajo número de alumnos en cada serie/año. Es común encontrar a los que están en fase de alfabetización estudiando con quien ya sabe leer y escribir - y todos sobre la orientación de apenas una profesora, que necesita enseñar a partir del contexto y la cultura local. El punto principal a ser tratado en este estudio está relacionado a las prácticas ejercidas en la acción educativa de las profesoras que actúan en escuelas rurales con salas multifacéticas de la región del Seridó do Rio Grande do Norte, precisamente en los municipios de Caicó, Jardim do Seridó y Ouro Branco. Creemos que este es uno de los puntos centrales en la discusión sobre la organización de la educación en el medio rural con fuertes implicaciones para el atendimiento cualificado de la población en condiciones de escolaridad de ese medio. Las contribuciones de Werthein y Bordenave...

Saberes e práticas de ensino de História em escolas rurais (um estudo no município de Araguari MG, Brasil)

Silva Júnior, Astrogildo Fernandes da
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
65.92%
Esta dissertação tem como objeto de estudo a formação, os saberes e as práticas pedagógicas de professores de História na educação básica em escolas do meio rural no município de Araguari – MG, Brasil. Os objetivos específicos da pesquisa são: 1) descrever e interpretar o cenário, os aspectos sócio econômicos e culturais dos distritos de Araguari – MG, em especial, as condições nas quais se efetiva a educação rural; 2) compreender o processo de construção da identidade docente dos professores de História, no contexto histórico da educação rural, no Brasil e no município de Araguari- MG; 3) analisar a constituição dos saberes e das práticas de ensino de História na educação básica nas escolas rurais no município de Araguari-MG. Trata-se de uma pesquisa qualitativa, cuja abordagem metodológica utilizada inspira-se na modalidade da história oral temática. Foi entrevistado um grupo de sete professores de História da rede municipal e estadual de ensino, que atuam desde as séries finais do ensino fundamental até o ensino médio no meio rural, e duas gestoras da educação rural. As narrativas orais foram transcritas e textualizadas com o objetivo de produzir uma reflexão sobre as necessidades...

História do Instituto Zootécnico de Uberaba: uma instituição de educação rural superior (1892-1912)

Machado, Sonaly Pereira de Souza
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
65.9%
Este trabalho tem por objetivo apresentar o atual estado do Projeto de Pesquisa em desenvolvimento, intitulado História do Instituto Zootécnico de Uberaba: Uma Instituição de Educação Rural Superior (1892-1912, sob a orientação da Profª. Drª. Vera Lúcia Abrão Borges. Trata-se de uma pesquisa que está inserida na temática de História das Instituições Escolares. A problemática deste projeto centra-se na educação superior voltada para a área rural, num período em que o Brasil passava por duas grandes transformações: social, devido à abolição da escravatura, e política, com o advento da proclamação da República. A importância de pesquisar o Instituto Zootécnico de Uberaba consiste em entender as causas de instalação da educação superior no interior do Brasil Central, em especial da educação profissionalizante voltada para a área rural. O Instituto Zootécnico de Uberaba foi inaugurado em agosto de 1895 e teve, inicialmente, uma turma composta por dezenove alunos, com a finalidade de formar profissionais cientificamente preparados para orientar a produção pecuária. Uma única turma conseguiu se formar e apenas oito obtiveram o diploma de engenheiro agrônomo, em 1898. Objetiva-se interpretar a história do Instituto Zootécnico de Uberaba...

A educação rural brasileira: limites e possibilidades do processo de nucleação em Patos de Minas, MG (1990-2002)

Sales, Suze da Silva
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
85.96%
O presente trabalho tem por objetivo historiar as políticas públicas destinadas à educação rural no Brasil, mais especificamente no município de Patos de Minas-MG, baseando-se na compreensão do contexto econômico, político e social que foi se configurando no setor rural brasileiro durante o século XX. Partindo do pressuposto de que as políticas “inovadoras” destinadas à educação rural são implantadas através de estratégias conservadoras de gestão e implementação de recursos, o estudo busca identificar as principais ações desenvolvidas no cenário brasileiro, sobre a questão da educação rural, desde suas primeiras iniciativas até as medidas mais recentes direcionadas ao processo de nucleação. Nesse sentido, sublinhamos também os episódios da História do Brasil que foram importantes à compreensão das questões agrárias e contribuem com a permanência do “status quo” vigente no campo, onde se notam desigualdades na distribuição de renda e nas condições de trabalho e produção. A partir daí, o texto analisa a organização dos trabalhadores rurais, no início dos anos de 1980, como marco para as pesquisas que objetivam estudar o contexto rural e seus aspectos, apontando os eixos temáticos que se relacionam à educação...

As influências da Unesco sobre a educação rural no Brasil e na Espanha

Hidalgo, Angela Maria
Fonte: Universidad de Alcalá. Instituto de Estudios Latinoamericanos (IELAT) Publicador: Universidad de Alcalá. Instituto de Estudios Latinoamericanos (IELAT)
Tipo: Trabalho em Andamento Formato: application/pdf; application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
105.89%
Brasil e na Espanha são anunciadas e justificadas como resultado do protagonismo das organizações sociais. Entretanto, ao estudar o desenvolvimento histórico das políticas implementadas para a educação rural no Brasil, percebe‐se uma atuação decisiva dos organismos internacionais, com destaque para a UNESCO. Apresentamos os projetos para esta modalidade de ensino desenvolvidos no Brasil, sobretudo na década de 1950, assim como os elementos que indicam uma gradativa alteração das propostas educativas do governo Franco, na Espanha, a partir do final desse período. Este artigo defende a pertinência de um estudo comparado que sistematize a constituição histórica das propostas para a educação rural nos dois países e identifique as influências da UNESCO na definição das concepções apresentadas nos documentos norteadores das políticas elaboradas pelos governos federais na atualidade, em relação às políticas da década de 1950, tanto no Brasil quanto na Espanha; Los cambios significativos en las orientaciones de las políticas actuales de la educación rural en Brasil y en España se anuncian y se justifican como consecuencia de la función de las organizaciones sociales. Sin embargo, al estudiar el desarrollo histórico de las políticas aplicadas a la educación rural en Brasil...

Avanços e retrocessos da educação rural no Brasil

Luiz Bezerra Neto
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 29/05/2003 PT
Relevância na Pesquisa
105.85%
A presente tese procura discutir as permanências e rupturas das propostas de educação rural no Brasil. Desde a tentativa de fixação do homem no campo, através da implantação das escolas normais rurais, até o desenvolvimento desta ideologia pelo MST. Através dessas experiências, visava-se à acomodação do trabalhador do campo no seu meio. Procura-se demonstrar que, apesar da distância no tempo, visto que as propostas ruralistas remontam à década de 1920, o MST faz, ainda hoje, a apologia da mesma estratégia: buscar a "sedentarização" do trabalhador rural num ambiente adequado aos que nascem no campo e dele vive. Evidencia-se, no entanto, que as condições objetivas de fixação do trabalhador rural no campo dependem de medidas econômicas que favoreçam a sua permanência na roça e não por meio de educação. São as condições reais de sobrevivência, ligadas à maneira como os trabalhadores se organizam, para produzirem sua existência, que determinam suas formas de vida; This thesis aims to discuss the permanences and ruptures of the rural education proposals in Brazil. It comprises the attempts to settle the workers in the land by the ruralist movement in the 1920's up to the development ofthis ideology by the MST (Movement of Landless Workers). We attempt to demonstrate that despite the time passed between these two experiences - as long as the ruralist proposals of implementing rural teacher education schools lies back to the 1920' s - the MST still supports the same strategy of settling the rural worker in an environment considered proper to those who were bom and have always lived in the country. We point out that the objective conditions to maintain the rural workers in the country are linked much more to economical measures than to educational ones...

Pedagogia da alternância na educação rural/do campo: projetos em disputa; The pedagogy of alternating in rural/country education: competing projects

Ribeiro, Marlene
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Educação Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Educação
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Formato: application/pdf; application/pdf
Publicado em 01/04/2008 POR; ENG
Relevância na Pesquisa
65.82%
O artigo aborda a educação rural/do campo gestada nos movimentos sociais populares. Focaliza as experiências das Casas Familiares Rurais (CFRs) e das Escolas Famílias Agrícolas (EFAs), vinculadas aos sindicatos de trabalhadores rurais, Organizações Não Governamentais (ONGs) e associações comunitárias, e as experiências da Fundação de Desenvolvimento, Educação e Pesquisa da Região Celeiro (FUNDEP) e do Instituto de Capacitação e Pesquisa da Reforma Agrária (ITERRA), vinculadas à Via Campesina-Brasil. O objetivo é captar, nas experiências de formação que articulam trabalho-educação feitas por esses movimentos e organizações, as contradições expressas nas práticas/concepções de Pedagogia da Alternância. Tais contradições têm o potencial de iluminar os projetos de sociedade perspectivados pelos sujeitos coletivos que constroem suas propostas pedagógicas assentadas sobre a relação trabalho produtivo e educação escolar. Nesse sentido, a Pedagogia da Alternância pode apontar para uma relação trabalho-educação de novo tipo, tendo por base a cooperação e a autogestão. No entanto, pode também significar formas de controle das tensões sociais, acenando para a possibilidade de o agricultor permanecer na terra...

Estudos sobre educação rural no Brasil: estado da arte e perspectivas; Studies on rural education in Brazil: state-of-the-art and perspectives

Damasceno, Maria Nobre; Beserra, Bernadete
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Educação Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Educação
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/04/2004 POR
Relevância na Pesquisa
115.89%
O presente estudo mapeia e discute o conhecimento produzido na área da Educação Rural, nas décadas de 1980 e 1990, com o objetivo de esboçar o "estado da arte" neste campo de investigação. Entre outros aspectos, apresenta e discute as temáticas de estudo mais recorrentes, a organização regional dessa produção e, ao final, as tendências atuais e as temáticas ainda não suficientemente exploradas. Caracterizadamente bibliográfico, e restrito à produção acadêmica na área de Educação, este estudo baseou-se nas seguintes fontes: 1. a produção discente de mestrado e doutorado do banco de resumos de dissertações e teses da Associação Nacional de Pós-graduação e Pesquisa em Educação - ANPEd; 2. os periódicos acadêmicos nacionais; e 3. os principais livros enfocando a temática da Educação Rural publicados no período. Uma das conclusões é que é cada vez maior o número de trabalhos que discutem o problema da educação rural da perspectiva da população a que se destina, ou seja, os trabalhadores rurais. Tal tendência, porém, não nasce da clarividência ou excessiva sensibilidade dos estudiosos do tema, mas das próprias circunstâncias da realidade sob estudo, já que são os próprios trabalhadores rurais que...

Relações sociais de gênero no meio rural brasileiro: a mulher camponesa e o lazer no início do século XXI no Brasil; Gender social relationships in the country side: the country woman and leisure in the beginning of XXIth century in Brazil

Andrade, Rafael Júnio; Botelho, Maria Izabel Vieira; Fiúza, Ana Louise; Pereira, Eveline Torres
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola de Educação Física e Esporte Publicador: Universidade de São Paulo. Escola de Educação Física e Esporte
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/03/2009 POR
Relevância na Pesquisa
75.74%
Este estudo apresenta um olhar sobre o lazer das mulheres do meio rural no Brasil. Com este intuito foi realizada uma incursão na literatura referente aos estudos do lazer, às etnografias sobre o campesinato e sobre o trabalho feminino no meio rural e a contextualização das discussões sobre gênero. Foram utilizados os dados do Sistema Nacional de Informações de Gênero e da pesquisa Gênero, Trabalho e Família a fim de fundamentarmos nossas observações. Nesta primeira aproximação foi possível concluir que existe um campo de possibilidades diferencial voltado para as oportunidades de lazer para mulheres e homens no meio rural que não se altera de geração para geração. Antes de ser um tempo, ou uma mercadoria a ser adquirida, é vivenciada no cotidiano, entremeada nos afazeres, na relação com a família e com a comunidade.; This study presents a view on leisure of women in the rural environment in Brazil. With this intuit, an incursion was realized in the literature concerning the leisure study, the ethnography on the country and on woman work in the rural environment and the context of the discussion about gender. Data from the National System on Gender Information and from the Gender, Work and Family research were used to base our observations. In this first approximation was possible to conclude that there are several different possibilities back to the women and men leisure at the rural environment that doesn't change through generations. Before doing a time...