Página 1 dos resultados de 3058 itens digitais encontrados em 0.011 segundos

Relação entre o ensino formal e o ensino não formal : reflexões sobre o Projeto Educativo da Fundação Vera Chaves Barcellos

Meura, Ana Paula
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
56.35%
Este trabalho trata de fazer uma reflexão sobre questões que perpassam a educação formal e a educação não formal no ensino da arte. Inicia focalizando a importância da interlocução entre ambas, através de um breve histórico sobre o ensino da arte e passa a abordar a educação formal e a educação não formal contextualizando a abordagem nas mudanças operadas em sala de aula em estreito contato com a arte contemporânea. O estudo segue apontando as transformações ocorridas através das instituições culturais emergentes, focalizando a Fundação Vera Chaves Barcellos, contextualizando-a no texto através de uma análise que a coloca lado a lado com o Museu Lasar Segall e com a Fundação Iberê Camargo, traçando um quadro comparativo entre as ações educativas das três instituições que apresentam semelhanças, entretanto com tempos de existência distintos. Finaliza em um estudo sobre a implementação do Projeto Educativo da Fundação Vera Chaves Barcellos, enfatizando a importância do Projeto para a comunidade local, enfatizando algumas propostas de ações educativas que possam vir a contribuir com a ampliação e desenvolvimento para a continuidade do Projeto Educativo da Instituição. Trazendo o pensamento de Miriam Celeste Martins e Gisa Picosque ao articular o ensino formal e o ensino não formal...

Estudo exploratório sobre a delimitação e práticas contemporâneas da educação não formal

Perez, Deivis
Fonte: Universidade Estadual Paulista Publicador: Universidade Estadual Paulista
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 28-40
POR
Relevância na Pesquisa
56.41%
This paper presents the survey, demarcation and discussion of different forms of education, which are education unintentional or intentional informal education, which unfolds in formal and non-formal education. The study of the proposed theme was carried through the review, critical analysis and synthesis of academic and scientific literature relevant to different forms of education. It approaches so prominent non-formal education, due to the significant rise of the practices related to it and increase the visibility of the professionals who took teaching as craft specifically in this educational modality. The main sub-areas of non-formal education presented in the article are: corporate education, non-formal education in social held on nongovernmental organizations (NGOs), non-formal education aimed at prevention and health promotion, formation of free courses to people in different areas of knowledge and practice. At the end, pointing to the importance of considering the non-formal education records within its ambit the existence of political and pedagogical rationales different, even opposite, which requires teachers and researchers in the educational field constant vigilance epistemological, so to contribute to the construction and consolidation of a critical education...

Exposições museológicas para aprendizagem de física em espaços formais de educação : um estudo de caso

Porto, Franco de Salles; Zimmermann, Erika; Hartmann, Ângela Maria
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
56.35%
O objetivo deste trabalho foi estudar as interações que acontecem quando se usa uma atividade não-formal de educação científica (uma exposição museológica) em espaço formal de educação (em uma escola). A partir de uma parceria museu-escola, levou-se uma exposição sobre óptica para uma escola pública do Distrito Federal, com o propósito de observar e descrever as reações de alunos de Ensino Médio ao visitá-la. Baseada nos trabalhos de Queiroz, Barbosa-Lima e Santiago (2006), a exposição objetivava mostrar como grandes mestres da pintura faziam uso de princípios da óptica geométrica para criar suas telas. O ponto alto da exposição é a visita a uma imensa câmera escura com um pequeno orifício em um dos seus lados que permite a passagem da luz vinda de um objeto externo e a projeção da sua imagem em uma tela no interior da câmera. Durante a pesquisa de natureza qualitativa, observou-se e registrou-se a participação dos alunos em três momentos: antes, durante e após a visita à exposição montada no pátio da escola. Os resultados do estudo mostram que o uso de atividades de educação não-formal em espaços de educação formal tem influência positiva para o processo de ensino- aprendizagem. Atividades desse tipo aguçam a curiosidade dos estudantes...

Pensamento crítico : articulação entre educação não-formal e formal em Ciências

Costa, Ana Sofia Gonçalves
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
56.34%
Atendendo que a promoção do Pensamento Crítico é indispensável, entre outros, para a resolução de problemas da vida quotidiana, numa sociedade democrática e, por outro, o Jardim da Ciência da Universidade de Aveiro é um contexto de educação não-formal destinado a crianças dos 5 aos 12 anos, este estudo tem como finalidade verificar se os recursos didácticos desenvolvidos no contexto desta investigação para a educação em Ciências no 1.º ciclo do ensino básico, articulando o ensino formal com o não-formal, promovem capacidades de pensamento crítico nos alunos. Trata-se de uma investigação quasi-experimental (Pré-teste/Pós-teste – Grupo Controlo/ Grupo Experimental), com uma amostra de alunos do 4.º ano de escolaridade, de quatro escolas do 1.º Ciclo do Ensino Básico, num total de 5 docentes envolvidos. O grupo experimental (n=44) foi sujeito à implementação dos recursos didácticos desenvolvidos neste estudo, os quais pretendem apelar intencionalmente conhecimentos sobre “Luz” e a Capacidades de Pensamento Crítico, tendo como base a taxonomia de Ennis. Com igual durabilidade, para o grupo de controlo (n=33), foram desenvolvidos recursos didácticos, a partir de actividades sobre a mesma temática...

Representações literárias da educação formal e informal: possibilidades e inacabamentos em torno de Praeterita e A vida no céu – romance para jovens e outros sonhadores

Melão, Dulce
Fonte: Universidade Nova de Lisboa/Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Publicador: Universidade Nova de Lisboa/Faculdade de Ciências Sociais e Humanas
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em /07/2014 POR
Relevância na Pesquisa
66.31%
Atualmente as práticas educativas no âmbito da educação formal e informal têm sido objeto de particular atenção por parte da academia, tendo vindo a ser destacada a relevância das segundas para complementar/questionar as primeiras, num processo reflexivo potencialmente gerador de conhecimento. As representações literárias da educação formal e informal, na medida em que nos oferecem uma tela privilegiada para lançar sobre tais práticas um olhar mais atento, merecem, pois, particular atenção. Face ao exposto, nesta comunicação teremos como objetivos: (1) revisitar brevemente os conceitos de educação formal e não formal, encarando-os na sua multidimensionalidade; (2) refletir sobre o modo como em Praeterita, a autobiografia de John Ruskin e em A vida no céu - romance para jovens e outros sonhadores, de José Eduardo Agualusa, é representada a educação formal e informal e quais os múltiplos contornos de que se reveste; (3) indagar de que forma as duas obras poderão contribuir para uma reflexão sobre os atuais (desa)fios da Educação dos jovens enquanto espaço onde permanentemente circulam múltiplas e enriquecedoras leituras do mundo. Conclui-se que as duas obras possibilitam que lancemos um olhar renovado sobre a educação formal e informal e que os benefícios mútuos resultantes do seu possível cruzamento deverão continuar a ser explorados.

Caminhos para a aprendizagem : o entrelaçar do formal, não formal e informal

Rolim, Anabela Pereira Gomes dos Santos, 1974-
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2013 POR
Relevância na Pesquisa
56.37%
Trabalho de Projeto de mestrado, Ciências da Educação (Formação de Adultos), Universidade de Lisboa, Instituto de Educação, 2013; Este trabalho é um convite a uma incursão empírica que pretende, em primeiro lugar através da minha narrativa autobiográfica, estabelecer um paralelo entre a minha experiência pessoal vivida e uma análise reflexiva devidamente argumentada, onde foco as competências adquiridas, sejam elas de teor académico, técnico ou transversais, e que me proporcionaram ser o que sou hoje como pessoa e como profissional. Num segundo plano, de modo a permitir uma adequada contextualização teórica da temática da educação e formação de adultos são abordados temas relativos à história da educação e formação de adultos em Portugal, nomeadamente a partir de 1974; a diferenciação entre a educação formal, educação não formal e educação informal; os processos que intervêm ao nível da aprendizagem e a sua importância; e o processo de reconhecimento e validação de adquiridos experienciais. Por último, com trabalho empírico pretendi demonstrar a importância não só da educação formal, como também da educação não formal e informal no quotidiano dos adultos, e o contributo da aprendizagem pela experiência que se encontra intimamente relacionada com o processo de reconhecimento de adquiridos experienciais...

Gênero, sexualidade e educação formal no Brasil: uma análise preliminar da produção acadêmica entre 1990 e 2006

Vianna,Claudia Pereira; Carvalho,Marilia Pinto de; Schilling,Flavia Ines; Moreira,Maria de Fatima Salum
Fonte: Centro de Estudos Educação e Sociedade - Cedes Publicador: Centro de Estudos Educação e Sociedade - Cedes
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2011 PT
Relevância na Pesquisa
76.18%
Este artigo apresenta resultados da pesquisa Democratizando o conhecimento: o estado da arte sobre gênero e educação formal como subsídio para a formulação de agendas e ações de políticas governamentais e não governamentais. Desenvolvida entre 2006 e 2007, teve por objetivo atualizar, sistematizar e difundir o conhecimento acumulado na produção acadêmica nacional sobre a educação formal em seu cruzamento com as temáticas de gênero, mulheres e/ou sexualidade. Organizou-se um banco de dados com 1.213 títulos e resumos de dissertações, teses e artigos. Aqui destacamos os desafios de caráter teórico, voltados para uma melhor compreensão dos conceitos perseguidos pelo levantamento, e os de caráter metodológico, tais como a definição dos descritores e de fontes a serem investigadas. Concluímos com a apresentação de tabelas e gráficos que traçam um retrato inicial do material disponível na base e indicam que as temáticas foram objeto de interesse crescente dentro do período estudado.

Educação não-formal, participação da sociedade civil e estruturas colegiadas nas escolas

Gohn,Maria da Glória
Fonte: Fundação CESGRANRIO Publicador: Fundação CESGRANRIO
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2006 PT
Relevância na Pesquisa
56.33%
O trabalho apresenta um estudo sobre a educação não-formal e seu papel no processo educativo mais geral. Considera-se a educação não-formal como uma área de conhecimento ainda em construção. Estuda-se a possibilidade deste processo em conselhos de escolas e o aprendizado que resulta da participação da sociedade civil nestes conselhos. O trabalho se divide em duas partes: a primeira tem caráter teórico e discute a categoria educação não-formal em si, seu campo e atributos. Por meio da análise comparativa, busca-se diferenciá-la da educação formal e da educação informal. A segunda investiga a categoria da educação não - formal em conselhos escolares, e em movimentos sociais que atuam na área da educação.

Conteúdos lúdicos, expressivos e artísticos na educação formal

Moreira,Jaqueline C. Castilho; Schwartz,Gisele Maria
Fonte: Setor de Educação da Universidade Federal do Paraná Publicador: Setor de Educação da Universidade Federal do Paraná
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2009 PT
Relevância na Pesquisa
66.1%
A prática de atividades lúdicas ou o incentivo ao fluir expressivo e artístico são propostas que permeiam a Educação, desde a Antiguidade Clássica. Atualmente, a necessidade premente de atentar para a inclusão contextualizada dessas práticas, vem sendo convalidada pelas diretrizes propostas pelos Parâmetros Curriculares tanto das disciplinas de Educação Física, como da Educação Artística. Entretanto esse espaço, ainda sutil, merece enfoque mais incisivo, por meio de estudos mais aprofundados acompanhados de práticas direcionadas que convalidem sua relevância. Assim, este estudo, de natureza qualitativa, objetivou investigar se essas variáveis estão disponíveis dentro dos conteúdos disseminados pelos professores e se possuem um espaço destinado ou não dentro da Educação formal. Para tanto, foi realizado um estudo exploratório com trinta professores voluntários, de ambos os sexos, pesquisados in loco, com consentimento livre e esclarecido, das disciplinas de Educação Física e Artística, utilizando como instrumento, para a coleta de dados, um questionário com perguntas mistas. Os dados foram analisados descritivamente, indicando que é possível notar a presença do lúdico e da arte, em ambas as disciplinas; mediando os processos de aprendizagem. Além disso...

Educação ambiental: a trajetória dos agricultores da Lagoa do Junco – Tapes RS

Job, Leila Fatima Corrêa
Fonte: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre Publicador: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre
Tipo: Dissertação de Mestrado
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
56.35%
Este estudo objetiva compreender a relação existente entre educação ambiental e organização em cooperativa, numa sociedade sustentável. Adotou-se como metodologia a observação participante e entrevistas não estruturadas, realizadas de maneira não formal. A análise textual discursiva deu origem a três categorias: descrição do ambiente, hábitos e costumes da comunidade; observação se há ou não conflito entre educação ambiental, educação formal e educação não formal; trajetória da comunidade até a sustentabilidade através da produção orgânica de alimentos. Concluiu-se que a comunidade estudada evoluiu para a sustentabilidade devido à mudança de paradigma, ao passar da forma convencional de produção para a orgânica. Verificou-se também que a educação ambiental não formal concretiza-se na prática do cotidiano, como complementação à educação formal, do currículo escolar.; This study aims to understand the relationship between environmental education and cooperative organization, in a sustainable society. It was adopted as a methodology the participant observation and unstructured interviews, conducted in a non-formal way. Textual discursive analysis led to three categories: description of the environment...

Educação ambiental: mediações sociais e políticas e a indolência do Poder Público à sua inclusão no ensino formal

Macedo Filho, Francisco Dutra de
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Educação; Educação Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Educação; Educação
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
66.37%
As a result of the prediction of irreversible changes on necessary conditions to maintain life, including human, on the planet, environmental education got the spotlight in the political scenario, due to social pressure for the development of individual and collective values, knowledge, skills, attitudes and competences towards environmental preservation. In Brazil, only in 1999 the right for environmental education was officially granted to people, having the status of essential and permanent component in the country s education. Since then, it has been Government s duty, in each federal branch, to plan actions to make it happen, in an articulate way in all levels and modalities of the education process, both formally and informally. This work of research has environmental education in the school as subject matter, and aims on analyzing social and political mediations established between this National Environmental Education policy and the contexts associated to the legislative production process, the political nature of the conceptions about environmental education that underlie Law 9.795/99 (Brazil, 2009c) and also Rio Grande do Norte Government s actions and omissions related to the imperative nature of the insertion of environmental education in the schools ran by the state...

Guiando almas femininas: a educação protestante da mulher em impressos confessionais no Brasil e em Portugal (1890-1930)

Silva, Sandra Cristina da
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Educação; Educação Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Educação; Educação
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
56.32%
This paper treats confessional printings as a non formal space for the female education. It reflects on the importance of the woman s role to the diffusion of Protestantism in general, and its Presbyterian trend in particular, besides commenting on the proliferation of printings at the First Republic and its relation with education. In this study, Brazilian Northeastern is seen as a relevant space to the diffusion of Protestantism in Brazil; especially on what concerns the relations between Rio Grande do Norte and Pernambuco. Thereby some fountains were fundamental, as the confessional printings, that is, newspapers, magazines, prospects and other materials recollected in archives located in Natal/RN and Recife/PE, and São Paulo. It was also provided a brief incursion on Portuguese confessional printings kept in Oporto, PT. New Cultural History was chosen as theoretic-methodological guide, franchising ways inside the history of book and reading with the help of concepts like Interdependence, Social Configuration (ELIAS, 1993, 1994) and Representation (CHARTIER, 1990), considering that the survey worked out culture-manufactured products that is, intentional materials. It is well known that publishing, or better, the dissemination of printed material used to be associated to Protestants missionary practices since Reform began and...

O Planetário: Espaço Educativo Não Formal Qualificando Professores da Segunda Fase do Ensino Fundamental para o Ensino Formal; The Planetarium: Space Qualified non-formal educational Teachers of the Second Stage of Primary School to formal education

MARTINS, Cláudio Souza
Fonte: Universidade Federal de Goiás; BR; UFG; Mestrado em Educação em Ciências e Matemática; Ciências Exatas e da Terra Publicador: Universidade Federal de Goiás; BR; UFG; Mestrado em Educação em Ciências e Matemática; Ciências Exatas e da Terra
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
56.34%
Despite the changes introduced in the Brazilian Educational System since the LDB from 1996, and of the introduction in the PCN s Natural Science of the transversal theme Earth and the Universe, it is still practically null the knowledge of the teachers about the Astronomy concepts presents in the school curriculum, the formal Education scope. This work emphasizes the need and importance of the study of Astronomy, analyses how the Museums and Science Centers, in particular Planetariums, as non-formal education spaces, can suppress partially this need, having in account that the education is not restricted to the classrooms, but happens on a diversity of other spaces where the human life develops and proposes a kind of minimize the teaching formation deficiencies to treat this theme. The Planetariums, devices destined to reproduce the starry sky, with the Sun, the Moon and the planets, as well as other astros, with their movements as we see then from Earth s surface, exist since Archimedes. It s conception evolved from small celestial globes and armillary spheres that can be placed on a table to huge Planetariums with thirty to forty meters of diameter domes, capable of shelter in it s interior three hundred people, and capable of simulating space travels through the Solar System or beyond the limits of our Galaxy to the frontiers of the known Universe. A special attention is given to the Planetarium of the UFG...

Educação formal e não formal: entre a formação e a intervenção

Hortas, Maria João; Escola Superior de Educação de Lisboa - IPL Centro de Estudos Geográficos – UL; Campos, Joana; Escola Superior de Educação de Lisboa – IPL CIES-IUL
Fonte: Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Santarém Publicador: Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Santarém
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Publicado em 22/05/2014 POR
Relevância na Pesquisa
76.29%
A ideia de publicar este número especial da revista Interações resulta da conjugação do contributo de um conjunto de autores que, em momentos e contextos diversos, têm desenvolvido estudos e/ou coordenado e dinamizado projetos centrados na temática da Educação Não Formal (ENF). Neste número reúne-se um conjunto de reflexões que, a partir de diferentes âmbitos e perspetivas de intervenção, evidenciam a importância das práticas não formais de educação na formação de crianças, jovens e adultos. O conceito Educação Não Formal, utilizado na maioria dos artigos, surge relacionado com práticas, processos, estratégias e, também, aprendizagens. Nos âmbitos em que estas práticas se desenvolvem desencadeiam-se diferentes condições para a realização de aprendizagens que revelam ter efeitos multiplicadores em diversas esferas da vida social: na educação para a cidadania, na integração social, nos percursos educativos formais e, ainda, nos itinerários específicos de integração social de populações com origens diversas.

Intermitências da educação de crianças: escolarização do social e interrupção do escolar

Gomes, Elisabete Xavier; Escola Superior de Educação de Lisboa Universidade Nova de Lisboa – UIED
Fonte: Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Santarém Publicador: Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Santarém
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Publicado em 22/05/2014 POR
Relevância na Pesquisa
66.32%
Este artigo trata das possibilidades educadoras da educação formal e não formal de crianças nas cidades contemporâneas. Trabalha com a concetualização de «cidade educadora» proposta por Trilla (1990, 1999) como conceito integrador de educação formal e não formal. A partir de um estudo de caso desenvolvido com uma turma do 1º Ciclo do Ensino Básico de uma escola pública do centro de Lisboa foca o modo como diferentes contextos institucionais (p. ex.: escola, museus, bibliotecas) e os profissionais que neles trabalham contribuem para a educação (formal e não formal) de crianças nas cidades (Gomes, 2011). Identificam-se e caracterizam-se quatro modos distintos e sobreponíveis de fazer uso da cidade no âmbito dos processos de educação formal de crianças: uso instrumental: cidade recurso de educação; uso potenciador: cidade experiência; uso lúdico: cidade recreio; e uso socializador: cidade representação do socialmente aceite. As conclusões são organizadas em duas dimensões. A primeira é relativa aos mecanismos de “escolarização do social” (Ferreira, 2003). A segunda reflete sobre as possibilidades de “interrupção” (Larrosa, 2002; Biesta, 2006 e 2010) da ordem escolar pela saídas e frequência de instituições e dinâmicas não escolares. Ilumina a relevância dos acontecimentos trazidos pela linguagem da cidade e da educação não-formal (lugares do não dito...

Estudantes de animação sociocultural: percursos traçados entre a formação e o mundo do trabalho

Figueiredo, Carla Cibele; Escola Superior de Educação de Setúbal – UOS
Fonte: Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Santarém Publicador: Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Santarém
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Publicado em 22/05/2014 POR
Relevância na Pesquisa
56.31%
Este artigo constitui essencialmente uma reflexão sobre as dinâmicas atualmente verificadas entre a formação e o mundo do trabalho no curso de Animação e Intervenção Sociocultural da Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Setúbal. Assumimos essencialmente dois objetivos. O primeiro é o de interrogar o modo como o sistema de ensino superior, que, na lógica tripartida tradicional (formal, não formal, informal), se caracteriza como formal, se torna capaz de preparar os estudantes para um futuro exercício profissional assumidamente na área da educação não formal. A pertinência desta questão deriva dos dados disponíveis sobre os estudantes que atualmente se inscrevem no curso: estes evidenciam que a maioria tem percursos consideravelmente escolarizados e poucas ou nenhumas experiências consciencializadas de educação não formal. Assim, parece-nos que as vivências de educação não formal proporcionadas ao longo do processo formativo assumem uma importância vital, pelo que procuramos analisar as oportunidades criadas para o efeito. Um segundo objetivo é o de perceber como é que os estudantes analisam a sua própria experiência formativa e a relacionam com um trajeto vocacional próprio, bem como a mobilizam (ou não) no seu percurso profissional após a conclusão dos seus estudos. Para concretizar este último objetivo...

Ciência e educação: que relação?

Reis, Pedro; Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Santarém; Centro de Investigação em Educação da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa
Fonte: Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Santarém Publicador: Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Santarém
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Publicado em 05/04/2012 POR
Relevância na Pesquisa
66.1%
Neste artigo discutem-se diversos argumentos invocados na justificação de uma educação científica alargada a toda a população e um dos slogans que tem sido mais utilizado com o objectivo de mobilizar a sociedade em torno de determinadas ideias e propostas de mudança relativamente à educação em ciência: literacia científica. Apresentam-se diferentes definições do conceito de literacia científica, os diversos elementos que as caracterizam e as propostas dos seus autores no sentido de as operacionalizarem através da educação formal e não-formal.

Gênero, sexualidade e educação formal no Brasil: uma análise preliminar da produção acadêmica entre 1990 e 2006; Gender, sexuality and formal education in Brazil: a preliminary analysis of the academic production between 1990 and 2006; Genré, sexualité et éducation formelle au Brésil: une analyse préliminaire de la production universitaire entre 1990 et 2006

VIANNA, Claudia Pereira; CARVALHO, Marilia Pinto de; SCHILLING, Flavia Ines; MOREIRA, Maria de Fatima Salum
Fonte: Centro de Estudos Educação e Sociedade - Cedes Publicador: Centro de Estudos Educação e Sociedade - Cedes
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
76.26%
Este artigo apresenta resultados da pesquisa Democratizando o conhecimento: o estado da arte sobre gênero e educação formal como subsídio para a formulação de agendas e ações de políticas governamentais e não governamentais. Desenvolvida entre 2006 e 2007, teve por objetivo atualizar, sistematizar e difundir o conhecimento acumulado na produção acadêmica nacional sobre a educação formal em seu cruzamento com as temáticas de gênero, mulheres e/ou sexualidade. Organizou-se um banco de dados com 1.213 títulos e resumos de dissertações, teses e artigos. Aqui destacamos os desafios de caráter teórico, voltados para uma melhor compreensão dos conceitos perseguidos pelo levantamento, e os de caráter metodológico, tais como a definição dos descritores e de fontes a serem investigadas. Concluímos com a apresentação de tabelas e gráficos que traçam um retrato inicial do material disponível na base e indicam que as temáticas foram objeto de interesse crescente dentro do período estudado.; This paper refers to the results of a research called Democratizing knowledge: the state-of-the-art about gender and formal education as a resource to formulate governmental and nongovernmental agendas and political actions. Conducted through 2006-2007...

Pobreza e educação formal : a relação entre pobreza e política educacional no Distrito Federal

Soares, Kelma Jaqueline
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
66.32%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Humanas, Departamento de Serviço Social, 2011.; Esta dissertação, sob o título: "Pobreza e educação formal: A relação entre pobreza e política educacional no Distrito Federal", teve como objetivo geral o estudo da relação entre pobreza e educação, no âmbito escolar e, a partir disso, buscou-se entender os motivos que afastam os alunos mais pobres do sucesso escolar no âmbito do Ensino Fundamental do Distrito Federal. A hipótese principal que orientou esta pesquisa foi a de que a população pobre não foi incluída como população-alvo na estruturação original da educação formal. Dessa forma, os alunos pobres não conseguiriam atingir o sucesso educacional porque o sistema de educação é estruturado em uma proposta que reforça o mérito individual e que exige que a população discriminada supra as exigências de uma instituição escolar moldada segundo parâmetros que lhes são alheios. Orientou-se, também, por uma hipótese secundária, a qual considera que a política de Assistência Social vale-se da escola como forma de acessar e de acompanhar a população-alvo beneficiária de programas de transferência de renda. Porém, a vinculação desses programas à educação não ultrapassaria a dimensão operacional administrativa. Para o alcance dessas propostas...

MODALIDADES DE EDUCAÇÃO E TRABALHO DO PROFESSOR: DO CONTEXTO HISTÓRICO DA EDUCAÇÃO FORMAL AOS SABERES E PRÁTICAS CONTEMPORÂNEAS DA EDUCAÇÃO NÃO FORMAL

Perez, Deivis; Pontifícia Universidade Católica de São Paulo -Brasil
Fonte: Revista Contemporânea de Educação Publicador: Revista Contemporânea de Educação
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares; Formato: application/pdf
Publicado em 18/07/2014 POR
Relevância na Pesquisa
66.31%
Este artigo apresenta o exame e discussão das diferentes modalidades de educação e trabalho do professor caracterizado pela intencionalidade no processo educativo. Foi realizada a revisão crítica da literatura que permitiu circunscrever as modalidades teórico-práticas de educação: educação não intencional e educação intencional, que se desdobra em educação formal e educação não formal. Após, há a descrição do processo histórico que permitiu à educação formal e ao trabalho do docente que atua na escola tornaram-se dominantes. Na sequencia, é apresentado o debate em torno da delimitação de educação não formal e das possibilidades de ação dos professores desta área contemporaneamente.