Página 1 dos resultados de 4335 itens digitais encontrados em 0.035 segundos

Grupos de pesquisa em educação em Enfermagem: linhas de pesquisa e produção científica em três regiões do Brasil; Research groups in nursing education: research areas and scientific production in three regions of Brazil; Grupos de investigación en educación en enfermería: líneas de investigación y producción científica en tres regiones del Brasil

Schveitzer, Mariana Cabral; Backes, Vânia Marli Schubert; Prado, Marta Lenise do; Lino, Mônica Motta; Ferraz, Fabiane
Fonte: Associação Brasileira de Enfermagem Publicador: Associação Brasileira de Enfermagem
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
106.05%
Este estudo objetivou identificar as temáticas das linhas de pesquisa (LP) e da produção científica publicada pelos Grupos de Pesquisa em Educação em Enfermagem (GPEE) das regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste do Brasil. Pesquisa documental, descritiva e exploratória. Identificaram-se 12 GPEE, 45 linhas de pesquisa e 448 artigos científicos, 60% dos quais foram publicados em revistas A, B1 e B2. Nesses GPEE, 36% das LP foram sobre educação, porém somente 25% das publicações abordaram este assunto, enquanto 34% das LP enfocaram o tema cuidado, que foi objeto de 44% das publicações. Há necessidade de repensar a organização dos GPEE a partir de linhas e projetos de pesquisa para favorecer a consolidação da temática da Educação em Enfermagem na produção de conhecimentos da área.

Produção do conhecimento dos grupos de pesquisa em educação em enfermagem do Estado de São Paulo

Canever, Bruna Pedroso
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 137 p.| il., grafs., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
96.14%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Enfermagem, Florianópolis, 2011; A Educação em Enfermagem, no cerne das profundas mudanças, que vem ocorrendo ao longo do século XXI; necessita encontrar novos modos de fazer o cuidado de enfermagem, respondendo às necessidades da população brasileira. A pesquisa em Educação em Enfermagem constitui um caminho importante para o reconhecimento dessas possibilidades. Sendo assim, são necessários estudos que evidenciem a produção científica em educação em enfermagem; contribuindo com o avanço e fortalecimento da área. Pesquisa de natureza quali-quantitativa, do tipo descritiva, exploratória-analítica, em base documental, tendo como objetivo analisar o conhecimento produzido nos Grupos de Pesquisa em Educação em Enfermagem do Estado de São Paulo, através dos artigos científicos publicados no período de 2004-2010. O referencial teórico adotado foram as tendências pedagógicas, propostas pelo Ministério de Educação e Cultura (1997). A organização e sistematização dos dados ocorreram da seguinte forma: a) Identificação dos Grupos de Pesquisa em Educação em Enfermagem, b) Identificação dos pesquisadores permanentes...

Educação em enfermagem na UFPA e a práxis da enfermeira na atenção básica de saúde

Lopes, Márcia Maria Bragança
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Tese de Doutorado
POR
Relevância na Pesquisa
96.05%
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Enfermagem, Florianópolis, 2009; Trata-se de um estudo de caso de abordagem qualitativa, cujo objetivo foi desvelar como as bases teóricas da educação em enfermagem contribuem para a determinação da práxis da Enfermeira na Atenção Básica de Saúde. Na composição do suporte teórico-filosófico foram utilizados os níveis de práxis preconizados por Adolfo Sánchez Vázquez e a educação libertadora de Paulo Freire. A trajetória metodológica esteve baseada nos estudos de caso de Yin, os contextos do estudo foram duas unidades de análises, ambas no Estado do Pará. A primeira, o município de Bragança, no Estado do Pará, com uma população de 102.232 habitantes e uma Rede Básica de Saúde composta por dezenove unidades de serviço e vinte e duas equipes de Saúde da Família. A segunda, um Distrito de Saúde de Belém, capital do Estado, que atende a uma população de 402.292 habitantes, através de uma Rede Básica de Saúde composta por onze unidades de serviço e treze equipes de Saúde da Família. Os sujeitos do estudo foram oito enfermeiras, escolhidas através dos seguintes critérios: egressas do Curso de Enfermagem da Universidade Federal do Pará; que tivessem ingressado no Curso a partir do ano de 1998; que estivessem desenvolvendo suas atividades nas unidades de saúde que compõem o contexto do estudo e que se dispusessem a participar da pesquisa. Como técnicas de coleta de dados foram utilizadas a entrevista e documentos e como procedimento de análise dos dados foi utilizado o preconizado por Strauss e Corbin. O estudo dos dados culminou em cinco categorias de análise...

Produção científica dos grupos de pesquisa em educação em enfermagem da região sul do Brasil

Lino, Mônica Motta
Fonte: Florianopolis, SC Publicador: Florianopolis, SC
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
96.12%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Enfermagem, Florianópolis, 2009.; A relação de formação de recursos humanos de Enfermagem na América Latina encontra-se intimamente relacionada aos processos de formação básica de trabalhadores da área, de Graduação e de Pós-Graduação, bem como suas especificidades e direcionamentos no setor de saúde. Neste panorama, a área da Enfermagem vem repensando seus modos de fazer, de pesquisar e de educar, refletindo avanços e mudanças nos cursos de formação profissional, no ensino, na pesquisa e nas práticas de cuidado em saúde. Esta pesquisa é do tipo descritiva, exploratório-analítica, em base documental, de natureza qualitativa, com o objetivo de analisar a produção científica dos Grupos de Pesquisa em Educação em Enfermagem da Região Sul do Brasil, configurando as tendências e perspectivas deste setor por meio da produção de artigos científicos publicados nos últimos cinco anos (2004-2008). Nesta Região existem 18 GPEE, assim distribuídos: Rio Grande do Sul (08), Santa Catarina (03) e Paraná (07). A partir da análise do currículo dos 173 pesquisadores cadastrados nestas estruturas...

Estilos de pensamento em educação em enfermagem

Schveitzer, Mariana Cabral
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 123 p.| tabs., quadros
POR
Relevância na Pesquisa
96.03%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Enfermagem, Florianópolis, 2010; O presente estudo teve como objetivos caracterizar os Grupos de Pesquisa em Educação em Enfermagem/GPEE, categorizar a produção científica destes Coletivos e analisar os Estilos de Pensamento/EP dos GPEE das regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste do Brasil. Assim, optou-se por construir a fundamentação teórica a partir dos pressupostos epistemológicos de Ludwik Fleck (1986) sobre produção do conhecimento, e a partir do desenvolvimento das políticas de ensino dos profissionais de Enfermagem. Pesquisa do tipo descritiva, exploratório-analítica, em base documental, de natureza qualitativa. Foram considerados como objeto deste estudo os artigos científicos dos GPEE das Regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste, do período de 2004-2008. O método foi dividido em duas partes, sendo a primeira referente ao objeto do estudo e sua captação a partir do Censo de 2008 do CNPq, e a segunda considerando as etapas de organização e sistematização dos dados a serem analisados. A identificação de um EP é um processo complexo e, além da categorização da produção científica...

Educação em enfermagem através da REBEn: 1990-2001

Santiago,Maria Madalena de Andrade; Lopes,Gertrudes Teixeira; Caldas,Nalva Pereira
Fonte: Associação Brasileira de Enfermagem Publicador: Associação Brasileira de Enfermagem
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/02/2002 PT
Relevância na Pesquisa
106.06%
Este artigo tem como objeto a produção científica dos enfermeiros sobre Educação em Enfermagem divulgada na REBEn (Revista Brasileira de Enfermagem) no período 1990-2001. Objetivos: identificar artigos publicados sobre Educação em Enfermagem, analisar os níveis e sub-temas identificados em 168 artigos das 43 revistas examinadas. Resultados: o Ensino de Graduação foi o tema mais evidenciado, seguido de Educação para a Saúde e Educação Continuada com menor destaque para Educação de modo geral, Pós-Graduação e Ensino de Nível Médio. Concluímos que a enfermagem brasileira na última década refletiu sobre as modificações curriculares conquistadas pela categoria. Privilegiou a Educação em Saúde assumindo seu papel educativo e, a Educação Continuada em função dos avanços tecnológicos.

SENADEn: expressão política da Educação em Enfermagem

Moura,Abigail; Liberalino,Francisca Nazaré; Silva,Francisca Valda da; Germano,Raimunda Medeiros; Timóteo,Rosalba Pessoa de Souza
Fonte: Associação Brasileira de Enfermagem Publicador: Associação Brasileira de Enfermagem
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2006 PT
Relevância na Pesquisa
106.02%
Trata-se de um estudo de recorte histórico, tendo como objetivo principal documentar a trajetória dos Seminários Nacionais de Diretrizes para Educação em Enfermagem (SENADEns), em suas dez edições, realizados em várias regiões do país, no período de 1994 a 2006. Teve como fontes de pesquisa documentos oficiais dos referidos eventos, publicações da ABEn-Nacional, artigos e teses sobre a educação em enfermagem. Da análise como um todo, podemos concluir que os SENADEns representaram e continuam representando um espaço, por excelência, de discussão acerca dos três níveis de ensino da enfermagem- educação profissional, graduação e pós-graduação-, legitimando-se, progressivamente, como uma liderança da construção coletiva das políticas e diretrizes educacionais da área.

Grupos de pesquisa em educação em Enfermagem: linhas de pesquisa e produção científica em três regiões do Brasil

Schveitzer,Mariana Cabral; Backes,Vânia Marli Schubert; Prado,Marta Lenise do; Lino,Mônica Motta; Ferraz,Fabiane
Fonte: Associação Brasileira de Enfermagem Publicador: Associação Brasileira de Enfermagem
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2012 PT
Relevância na Pesquisa
106.05%
Este estudo objetivou identificar as temáticas das linhas de pesquisa (LP) e da produção científica publicada pelos Grupos de Pesquisa em Educação em Enfermagem (GPEE) das regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste do Brasil. Pesquisa documental, descritiva e exploratória. Identificaram-se 12 GPEE, 45 linhas de pesquisa e 448 artigos científicos, 60% dos quais foram publicados em revistas A, B1 e B2. Nesses GPEE, 36% das LP foram sobre educação, porém somente 25% das publicações abordaram este assunto, enquanto 34% das LP enfocaram o tema cuidado, que foi objeto de 44% das publicações. Há necessidade de repensar a organização dos GPEE a partir de linhas e projetos de pesquisa para favorecer a consolidação da temática da Educação em Enfermagem na produção de conhecimentos da área.

Tendências pedagógicas na produção do conhecimento em educação em enfermagem do estado de São Paulo

Canever,Bruna Pedroso; Prado,Marta Lenise do; Backes,Vânia Marli Schubert; Schveitzer,Mariana Cabral
Fonte: Associação Brasileira de Enfermagem Publicador: Associação Brasileira de Enfermagem
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2013 PT
Relevância na Pesquisa
106.08%
Pesquisa qualitativa, do tipo descritiva, exploratório-analítica, em base documental. O objetivo foi caracterizar e analisar as tendências pedagógicas encontradas na produção de artigos científicos relacionados à temática Educação em Enfermagem, capturadas a partir da publicação dos pesquisadores dos Grupos de Pesquisa em Educação em Enfermagem do Estado de São Paulo de 2004 a 2010. Foram identificadas as seguintes tendências pedagógicas: Tradicional, Renovada, Tecnicista, Libertadora e a Crítico-Social dos Conteúdos. Foram analisados 131 estudos, sendo que 46,56% estão pautados em tendências centralmente marcadas por preocupações políticas e sociais. Percebeu-se um movimento intenso em busca de transformação da Educação em Enfermagem dentro dos Grupos de Pesquisa. A grande concentração de estudos embasados em tendências libertadoras ou com a ambição de adotar tais posturas, revela um fator positivo dos Grupos de Pesquisa em Educação em Enfermagem.

Des-interesse no ensino profissionalizante na produção do Seminário Nacional de Diretrizes para a Educação em Enfermagem

Vieira,Silvana Lima; Silva,Gilberto Tadeu Reis da; Fernandes,Josicelia Dumêt; Bião e Silva,Ana Cláudia de Azevêdo; Santana,Monique Santos; Santos,Thadeu Borges Souza
Fonte: Associação Brasileira de Enfermagem Publicador: Associação Brasileira de Enfermagem
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/02/2014 PT
Relevância na Pesquisa
96.03%
Pesquisa documental, retrospectiva, quali-quantitativa, com objetivo geral de analisar os enfoques das produções científicas por meio de resumos dos 12º e 13º Seminário Nacional de Diretrizes para a Educação em Enfermagem, que abordaram a educação profissional técnica de nível médio em enfermagem. Objetivos específicos: quantificar e discutir a produção científica dos eventos quanto à distribuição geográfica dos autores, objetivos e metodologia dos estudos. Como critério de inclusão os resumos deveriam conter, pelo menos, um dos descritores a seguir no título e/ou objetivos: educação em enfermagem, educação técnica em enfermagem, educação profissionalizante. Dos 637 resumos analisados, 23 atenderam aos critérios de inclusão. A produção concentrou-se na região Sudeste do país e os objetivos enfocavam principalmente as práticas docentes das enfermeiras. Verificou-se pouca expressividade do ensino profissionalizante no evento, sinalizando para a necessidade de mais estudos, considerando a relevância dos profissionais de nível técnico para a profissão Enfermagem e sistema de saúde.

Grupos de Pesquisa de Educação em Enfermagem do Brasil

Backes,Vânia Marli Schubert; Prado,Marta Lenise do; Lino,Mônica Motta; Ferraz,Fabiane; Reibnitz,Kenya Schmidt; Canever,Bruna Pedroso
Fonte: Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem Publicador: Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2012 PT
Relevância na Pesquisa
106.05%
O estudo tem por objetivo caracterizar os Grupos de Pesquisa em Educação em Enfermagem do Brasil quanto à sua organização. Pesquisa documental, descritiva, quantitativa. As informações foram coletadas no Banco de Dados e Estatísticas do Portal Online do CNPq - censo 2006. O Brasil possui 47 Grupos de Pesquisa em Educação em Enfermagem, com 412 pesquisadores, dos quais 91% apresentam título de mestrado, doutorado ou pós-doutorado. Dos 307 estudantes, 92% são graduandos de Enfermagem, porém apenas 9% são bolsistas de iniciação científica. Entre os 112 técnicos, 75% são de Enfermagem, 46% possuem titulação de mestre ou doutor. Há um número expressivo de Grupos que contribuem significativamente para a produção de conhecimento no setor de educação, em nível latino-americano. Todavia, ainda são muitos os desafios a serem superados como a frágil interdisciplinaridade, a limitada integração ensino-serviço, o baixo fomento de bolsas de iniciação científica e as significativas desigualdades no acesso e desenvolvimento de pesquisas nas diferentes regiões do país.

Análise da produção científica dos grupos de pesquisa em educação em enfermagem da região sul do Brasil

Lino,Mônica Motta; Backes,Vânia Marli Schubert; Ferraz,Fabiane; Reibnitz,Kenya Schmidt; Martini,Jussara Gue
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina, Programa de Pós Graduação em Enfermagem Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina, Programa de Pós Graduação em Enfermagem
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2010 PT
Relevância na Pesquisa
116.04%
Pesquisa qualitativa, exploratório-descritiva, em base documental, com o objetivo de analisar o conhecimento produzido nos Grupos de Pesquisa em Educação em Enfermagem da Região Sul do Brasil. A coleta de dados ocorreu durante o período de janeiro a maio de 2009 a partir do Censo dos Grupos de Pesquisas do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico e no Currículo Lattes dos pesquisadores desses Grupos. A análise do conteúdo dos artigos evidenciou uma concentração de estudos de natureza qualitativa nos últimos cinco anos, pautada no positivismo, com temáticas heterogêneas e reduzido enfoque na linha de pesquisa Educação, Enfermagem e Saúde. Os enfermeiros dos Grupos têm optado pelo trabalho individual, apresentando dificuldade em articular as pesquisas entre seus membros, distanciando-se do aprofundamento em educação em saúde, preocupando-se com a categoria produtividade em detrimento de uma produção que dê visibilidade e contribua com sua linha de pesquisa.

A enfermagem francesa: assistência e educação - considerações acerca de sua história e perspectivas atuais

Maliska,Isabel Cristina Alves; Padilha,Maria Itayra; Borenstein,Miriam Süsskind; Costa,Roberta; Gregório,Vitória Regina Petters; Vieira,Mariana
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina, Programa de Pós Graduação em Enfermagem Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina, Programa de Pós Graduação em Enfermagem
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2010 PT
Relevância na Pesquisa
96.01%
Trata-se de uma pesquisa documental, de natureza histórico-social, que teve como objetivo conhecer a história da educação e profissionalização da enfermagem moderna francesa, bem como as novas perspectivas para a profissão naquele país, no que se refere à estruturação, formação e organização da profissão. Foram utilizados periódicos, livros, a legislação pertinente à temática, materiais produzidos por Associações de Enfermagem francesas acerca de sua história, que, através da análise documental, chegou-se a três categorias: A enfermagem moderna na França: a influência republicana; O modelo nightingaleano na França; e A educação em enfermagem na atualidade: novas perspectivas. Conclui-se que a enfermagem francesa sofreu grandes mudanças e vem passando por um momento histórico importante, com a discussão de novas competências para a profissão, um novo currículo universitário para a enfermagem, além da implantação da Ordem Nacional de Enfermeiros, gerando repercussões políticas, sociais e científicas que darão novos rumos à profissão.

Grupos de pesquisa em educação em enfermagem: caracterização de três regiões brasileiras

Schveitzer,Mariana Cabral; Backes,Vânia Marli Schubert; Lino,Mônica Motta; Canever,Bruna Pedroso; Gomes,Diana Coelho
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina, Programa de Pós Graduação em Enfermagem Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina, Programa de Pós Graduação em Enfermagem
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2011 PT
Relevância na Pesquisa
116.08%
Este estudo tem o objetivo de identificar e caracterizar a produção científica dos grupos de pesquisa em educação em enfermagem das regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste do Brasil. Pesquisa documental, descritiva e exploratória, quantitativa. As regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste somam 98 grupos de pesquisa em enfermagem, 26% do total nacional, sendo doze sobre Educação em Enfermagem. Existem registrados 140 pesquisadores, 120 estudantes e 22 técnicos. Entre os anos 1995-2008, estes grupos produziram 275 trabalhos completos em anais de eventos, 383 capítulos de livros, 135 livros e 455 artigos científicos. Formar e manter grupos de pesquisa em educação em enfermagem nos diversos cenários das regiões brasileiras requer disciplina e fomento das diversas organizações em educação e saúde para reduzir desigualdades e estimular a produção do conhecimento. Ademais, a produção científica pode ser uma das formas de socializar estes saberes e discutir a educação em enfermagem no espaço regional e nacional

Educação em saúde: por quem e para quem? A visão de estudantes de graduação em enfermagem

Colomé,Juliana Silveira; Oliveira,Dora Lúcia Leidens Corrêa de
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina, Programa de Pós Graduação em Enfermagem Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina, Programa de Pós Graduação em Enfermagem
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2012 PT
Relevância na Pesquisa
96.01%
Estudo exploratório-descritivo de abordagem qualitativa. Teve como objetivo analisar as concepções de estudantes de enfermagem acerca da educação em saúde e quais são os seus sujeitos e agentes. Os campos de desenvolvimento do estudo foram os Cursos de Graduação em Enfermagem da Universidade Federal de Santa Maria e da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Participaram da pesquisa os estudantes do último semestre dos respectivos cursos. A coleta de dados foi realizada por meio de entrevista semiestruturada e os dados foram submetidos à análise de conteúdo temática. Os resultados sugerem que o trabalho educativo em saúde é permeado por concepções que mesclam pressupostos tradicionais e pressupostos ampliados de educação em saúde, embora os primeiros sejam prevalentes. Percebe-se o predomínio de concepções com foco no saber biomédico, traduzido por experiências curriculares pautadas em ações preventivistas, com ênfase em saberes técnico-científicos e em mudanças individuais de comportamento.

Estilos de pensamento em educação em enfermagem: a produção científica de três regiões do Brasil

Schveitzer,Mariana Cabral; Backes,Vânia Marli Schubert; Cutolo,Luiz Roberto Agea; Viana,Ligia de Oliveira
Fonte: Universidade Federal do Rio de Janeiro Publicador: Universidade Federal do Rio de Janeiro
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2013 PT
Relevância na Pesquisa
96%
Este estudo objetivou identificar os Estilos de Pensamento dos Grupos de Pesquisa em Educação em Enfermagem de três regiões do Brasil. MÉTODO: Pesquisa do tipo descritiva, exploratório-analítica, em base documental, de natureza qualitativa. RESULTADOS: A Região Norte demonstrou um Estilo Libertador, caracterizado por uma postura pedagógica libertadora e dialógica. A Região Centro-Oeste apresentou um Estilo Tecnicista-Libertador, caracterizado por uma postura pedagógica intermediária, que mostra exceções à postura pedagógica tecnicista e a crescente valorização da postura pedagógica crítica. Na Região Nordeste, apareceu o Estilo Tecnicista-Libertador-Efetivo, caracterizado por discutir a implantação das Diretrizes Curriculares Nacionais para o curso de Enfermagem nos Projetos Políticos Pedagógicos das Instituições de Ensino. CONCLUSÃO: Os Estilos identificados estão em constante movimento, porém, nesse momento, identificar a pedagogia libertadora e a sua efetivação a partir das Diretrizes Curriculares é essencial para o desenvolvimento da Educação em Enfermagem e o seu reconhecimento.

Produção científica em Educação em Enfermagem: grupos de pesquisa Rio de Janeiro e Minas Gerais

Gomes,Diana Coelho; Backes,Vânia Marli Schubert; Lino,Mônica Motta; Canever,Bruna Pedroso; Ferraz,Fabiane; Schveitzer,Mariana Cabral
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Enfermagem Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Enfermagem
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2011 PT
Relevância na Pesquisa
106.01%
O estudo tem por objetivo caracterizar as produções científicas dos Grupos de Pesquisa em Educação em Enfermagem (GPEE) dos Estados do Rio de Janeiro e Minas Gerais do Brasil. Pesquisa documental, quantitativa, descritiva retrospectiva, conduzida pela busca dos Currículos Lattes de todos os pesquisadores que integravam os GPEE dos Estados supracitados, seguida pela busca, organização e qualificação da produção científica dos respectivos pesquisadores, em acordo ao Qualis/CAPES. O período investigado foi 1995-2009 (cinco últimos triênios da CAPES) e incluiu na análise: artigos científicos, livros, capítulos de livros e trabalhos completos em anais de eventos. Os resultados indicaram que o Rio de Janeiro apresenta maior número de produção de artigos científicos em Educação em Enfermagem, com destaque à qualificação dos pesquisadores em nível de doutorado. Os dois Estados apresentam fatores históricos e sócio-econômicos favoráveis ao desenvolvimento científico.

O referencial ético-humanista nos cursos de graduação em enfermagem de Goiânia-GO; The reference ethical-humanistic in the undergraduate courses in nursing in Goiânia-GO

LIMA, Juliana de Oliveira Roque e
Fonte: Universidade Federal de Goiás; BR; UFG; Mestrado em Enfermagem; Cuidado em Enfermagem Publicador: Universidade Federal de Goiás; BR; UFG; Mestrado em Enfermagem; Cuidado em Enfermagem
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
96.03%
The National Curriculum Guidelines for Undergraduate Courses in Nursing (DCN / ENF) say that the Higher Education Institutions (HEIs) to ensure the students a training that values the ethical and humanistic dimensions, so that he develops attitudes and values oriented to citizenship and solidarity. This study aimed to examine the implementation of the ethical and humanistic reference inserted in the DCN / ENF in the HEI n Nursing in Goiânia, identify and describe the integration of ethical and humanistic reference in the training of nurses in the Pedagogic Curricular Projects PCP of undergraduate nursing courses in Goiânia, check with the teachers of these courses, as they incorporate into their teaching practices, the implementation process of the DCN / ENF regarding ethical and humanistic reference, consider the advantages and difficulties encountered in the implementation of the DCN / ENF, for reference to the ethical and humanist. This descriptive and exploratory study of qualitative approach, was developed in five HEIs in Goiânia that have Undergraduate Courses in Nursing. The data were collected through desk research of the PCP, individual interview with the coordinators of the courses and some teachers of each institution. The data that emerged from the analysis of the PCP and the interviews were submitted to analysis given the guidelines of Bogdan and Biklen (1994). The careful reading of PCP also identified the following categories of coding: ethical...

Grupos de Pesquisa de Educação em Enfermagem do Brasil; Grupos de Investigación de Educación en Enfermería de Brasil; Nursing Education Research Groups in Brazil

Backes, Vânia Marli Schubert; Prado, Marta Lenise do; Lino, Mônica Motta; Ferraz, Fabiane; Reibnitz, Kenya Schmidt; Canever, Bruna Pedroso
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem Publicador: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf
Publicado em 01/04/2012 POR
Relevância na Pesquisa
106.05%
The aim of this study is to characterize the organization of nursing education research groups in Brazil. This is a quantitative, descriptive and documentary study. Census data for 2006 were collected from the CNPq database website. Brazil has 47 education research groups, comprised of 412 researchers, of whom 91% have masters, doctoral or postdoctoral degrees. There are 307 students, of whom 92% are nursing undergraduates. However, only 9% are recipients of young investigator grants. There are also 112 technicians, of whom 75% are nursing professionals; 46% have a masters or doctoral degree. In Brazil, there are a considerable number of nursing education research groups, which contribute significantly to scientific production of nursing knowledge in Latin America. In this scenario, there are many challenges to be overcome: poor interdisciplinary cooperation; limited integration between education and practice; low number of grants awarded to young investigators and significant inequalities between the country's geographic regions in terms of access to research development.; Estudio que objetiva caracterizar los Grupos de Investigación de Educación en Enfermería de Brasil respecto de su organización. Investigación documental, descriptiva...

Perfil da produção científica e tecnológica dos grupos de pesquisa em educação em enfermagem da Região Sul do Brasil; Perfil de la producción científica y tecnológica de los grupos de investigación en educación en enfermería de la región Sur de Brasil; Profile of scientific and technological production in nursing education research groups in the south of Brazil

Lino, Mônica Motta; Backes, Vânia Marli Schubert; Canever, Bruna Pedroso; Ferraz, Fabiane; Prado, Marta Lenise
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto Publicador: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf; application/pdf; application/pdf
Publicado em 01/06/2010 ENG; POR; SPA
Relevância na Pesquisa
106%
O objetivo do estudo foi apresentar o perfil da produção científica e tecnológica dos Grupos de Pesquisa em Educação em Enfermagem (GPEE) da Região Sul do Brasil. Trata-se de pesquisa documental, quantitativa, exploratório-descritiva retrospectiva, guiada pela busca ativa das produções no Currículo Lattes dos pesquisadores dos GPEE pré-selecionados, a partir do Censo-2006 do Diretório de Grupos/CNPq, no período de 1995-2008. Os resultados indicaram que os 18 GPEE do Sul do Brasil produziram 453 trabalhos em anais, 371 capítulos de livros, 206 livros, 1437 artigos científicos e 8 produtos tecnológicos, porém, nenhuma patente registrada. A produção científica dos GPEE da Região investigada vem crescendo progressivamente nos últimos 14 anos. Para que essa estrutura seja fortalecida, pode-se utilizar como estratégia a formação de redes colaborativas que viabilizem articulações político-científicas no setor para avançar em ciência e tecnologia.; El objetivo del estudio fue presentar el perfil de la producción científica y tecnológica de los Grupos de Investigación en Educación en Enfermería (GIEE) de la región sur de Brasil. Se trata de una investigación documental, cuantitativa, exploratoria-descriptiva retrospectiva...