Página 1 dos resultados de 8621 itens digitais encontrados em 0.073 segundos

Educação e política em Hannah Arendt: um sentido político para a separação; Education and Politic in Hannah Arendt: a political sense to separate

Benvenuti, Erica
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 25/06/2010 PT
Relevância na Pesquisa
75.93%
Este trabalho apresenta uma reflexão sobre a relação entre a educação e a política a partir do pensamento de Hannah Arendt. Em seus escritos encontramos afirmações de separação radical entre a educação e a política, algo incomum nos discursos correntes de ambas as áreas. Apesar dessas afirmações, Arendt reflete sobre a crise da educação a partir de suas considerações sobre a política e a crise do mundo moderno, afirmando que a situação da educação é um problema político. Além disso, a autora considera a natalidade a essência da educação, conceito que também é central em sua compreensão sobre a política. Outro elemento que encontramos em seus escritos é o uso da expressão pré-política para referir-se à educação. Algumas perguntas, então, motivam as reflexões neste trabalho: o que significam, no pensamento da autora, as afirmações que distanciam tão fortemente a educação da política? Como a crise na educação pode ser tida como um problema político se estes são dois âmbitos separados? Como a natalidade conceito político em Arendt pode ser considerada por ela a essência da educação? Por que Arendt se refere a ela como sendo um âmbito prépolítico? Este trabalho, portanto, se traduz numa reflexão sobre a ideia de educação em Hannah Arendt realizada a partir do conjunto de seu pensamento político...

Educação e política no pensamento de István Mészáros

Cherobini, Demetrio
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
75.82%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação, Florianópolis, 2010; Este trabalho tem o objetivo de analisar os conceitos de Educação e Política elaborados por István Mészáros de acordo com sua proposta de levar a efeito uma alternativa sociometabólica viável ao quadro de crise estrutural pela qual passa a sociedade contemporânea, dominada amplamente pela assim chamada relação-capital. Para Mészáros, a atual forma de organização de nossa sociedade # isto é, a maneira específica pela qual os homens e mulheres regulam o metabolismo social humano -, controlada pelo capital, é cronicamente insustentável e, por isso, nos coloca a todos diante de um dilema: ou assumimos conscientemente as rédeas e os rumos das atividades que determinam nossas vidas, ou sucumbimos à lógica destrutiva e barbarizante que configura as relações sociais comandadas globalmente por tal sistema. Nesse contexto, a alternativa torna-se viável desde que os grupos interessados na realização de uma comunidade humana emancipada adotem um projeto político-social que não só incorpore as formas tradicionais de luta - aquelas vinculadas ao combate que se dá no âmbito do parlamento e do Estado -...

A influência dos fóruns de educação e diversidade étnico-racial na implementação da política de promoção da igualdade racial

Rosa, Barbara da Silva
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
75.85%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Programa de Pós-Graduação em Administração, 2012.; As políticas de promoção para a igualdade racial na educação entraram na agenda governamental no Brasil a partir de 2003, com a promulgação da Lei nº 10.639/2003, que altera a lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB), Lei nº 9394/1996, inserindo a obrigatoriedade do ensino de história e cultura afro-brasileira e africana na Educação Básica. A partir da promulgação dessa Lei e da publicação das Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação para as Relações Étnico-Raciais e para o Ensino de História e Cultura Afro- brasileira e Africana foram formatadas as políticas de educação para as relações étnico-raciais no Ministério da Educação. Um dos eixos desta política é a participação dos movimentos sociais em sua implementação, o que ocorre em nível estadual e municipal, por meio dos Fóruns de Educação e Diversidade Étnico-Racial. O objetivo geral desta pesquisa é investigar a influência dos Fóruns na implementação de políticas públicas de promoção da igualdade racial no âmbito do Ministério da Educação...

Educação ambiental, política, cidadania e consumo

Junior, Vidal
Fonte: Instituto Politécnico de Santarém, Escola Superior de Educação Publicador: Instituto Politécnico de Santarém, Escola Superior de Educação
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2009 POR
Relevância na Pesquisa
75.77%
Este artigo tem como finalidade apresentar o debate sobre a relação entre Educação Ambiental, política, consumo e cidadania. Para isso, buscou-se levantar os principais autores que discutem esses temas para se analisar quais as discussões desses conceitos na construção da Educação Ambiental com perspectiva crítica e transformadora. - This paper presents the debate on the relation between Environmental Education, politics, consumption and citizenship. It analyses the ideas from the main authors who discussed these concepts in the construction of an Environmental Education with critical and transforming perspective.

A(s) crise(s) da educação e formação de adultos em Portugal

Távora, Antónia; Vaz, Henrique; Coimbra, Joaquim
Fonte: Escola Superior de Educação de Paula Frassinetti Publicador: Escola Superior de Educação de Paula Frassinetti
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
75.81%
Este artigo tem por base os pressupostos de uma conceção de Aprendizagem ao Longo da Vida (ALV) e de Educação e Formação de Adultos (EFA), sob uma visão política, desenvolvendo uma análise contextualizada das suas assunções e objetivos com que surgem, de modo a perceber e identificar as suas formas de concretização em Portugal e as diferentes prioridades governamentais por detrás das formulações iniciais de tais políticas educativas. No contexto atual de crise, em que o instável crescimento económico contribuiu de forma decisiva para a elevação do desemprego e do trabalho precário, a EFA tem-se afastado da sua raiz humanista passando a ser encarada, na centro da discussão política, como medida compensatória, resumida a programas de qualificação escolar e/ou profissional.; This article is based on the assumptions of a conception of Lifelong Learning (LLL) and Adult Education and Training (AET) under a political vision, developing a contextualized analysis of their goals that arise, in order to understand and identify their embodiments in Portugal and the different government priorities behind the initial formulations of such educational policies. In the current context of crisis, where the unstable economic growth has contributed decisively to the rise in unemployment and precarious work...

Formulação e implementação das políticas públicas em educação e as parcerias público-privadas: impasse democrático ou mistificação política?

Arelaro,Lisete R.G.
Fonte: Centro de Estudos Educação e Sociedade - Cedes Publicador: Centro de Estudos Educação e Sociedade - Cedes
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2007 PT
Relevância na Pesquisa
75.73%
Dois impasses estão presentes na gestão dos sistemas escolares no Brasil: o discurso sobre a gestão democrática na formulação e implementação das políticas públicas em educação e a prática "produtivista" que prescinde da mesma. Concomitante aos movimentos de pressão social para o estabelecimento da "transparência" das ações governamentais, exigindo participação ampliada da população - por meio de conselhos ou equivalentes -, a pressão pela "qualidade" do ensino e de gestão educacional "competente" vem exigindo dos dirigentes públicos respostas imediatas. Na ausência de condições para efetivá-las, estabelecem "parcerias" público-privado que implementam a lógica do mercado nas orientações dadas às escolas e nos sistemas públicos de ensino, gestando um novo e contraditório conceito de eficiência educacional, em que a participação dos diferentes segmentos da comunidade escolar é dispensada.

O direito à educação e as dinâmicas de exclusão na América Latina

Gentili,Pablo
Fonte: Centro de Estudos Educação e Sociedade - Cedes Publicador: Centro de Estudos Educação e Sociedade - Cedes
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2009 PT
Relevância na Pesquisa
75.78%
O presente artigo analisa o complexo processo de produção social da exclusão e seus efeitos no direito à educação. O autor descreve e interpreta três dinâmicas que interferem na realização desse direito nos países da América Latina e no Caribe: a pobreza e a desigualdade estruturais; a segmentação e a diferenciação dos sistemas nacionais de educação; e os sentidos que assume o direito à educação, numa cultura política marcada pelo desprezo aos direitos humanos e pela redução do valor da escolaridade aos efeitos que ela tem na concorrência pelos melhores postos no mercado de trabalho. O texto propõe redefinir a radicalidade do direito à educação como um direito humano fundamental, base para a construção de sociedades mais justas e igualitárias.

Notas de leitura da obra de Lucie Tanguy: a pesquisa como atividade social e a relação entre ciência e política

Segnini,Liliana Rolfsen Petrilli
Fonte: Centro de Estudos Educação e Sociedade - Cedes Publicador: Centro de Estudos Educação e Sociedade - Cedes
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2012 PT
Relevância na Pesquisa
85.78%
Destacar duas dimensões analíticas a partir da leitura do último livro de Lucie Tanguy, que nos estimula a refletir sobre nossa sociedade e a sociologia brasileira - da educação e do trabalho -, mesmo considerando as dessemelhanças e diferenças de nossas trajetórias históricas. Refiro-me à pesquisa como atividade social e às relações entre ciência e política. Recuperar as formas de poluição e domesticação da sociologia (Florestan Fernandes), especialmente do trabalho e da educação, é uma das tarefas que nos é imposta por meio da leitura do livro de Lucie Tanguy. Para nós, a história da sociologia permanece, ainda muito frequentemente, como uma história dos autores, temas e teorias gerais. Lucie Tanguy foi além, buscou compreender as fontes nos arquivos que informavam as relações de poder - econômicas e sociais - na constituição de uma disciplina e as trajetórias acadêmicas de seus pesquisadores. Ela "levantou o véu" da produção do conhecimento, procurando sua importância na relação entre educação (formação) e trabalho (produtividade).

Natalidade e amor mundi: sobre a relação entre educação e política em Hannah Arendt

Correia,Adriano
Fonte: Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2010 PT
Relevância na Pesquisa
75.8%
Pretende-se examinar, no presente artigo, as articulações entre o ensaio "A crise na educação", de Hannah Arendt, e temas centrais de seu pensamento político, como a natalidade, a condição de estrangeiro no mundo, o amor ao mundo (amor mundi), a ação política e a crise na era moderna. O objetivo central consiste em explicitar o quanto esse ensaio de ocasião se integra harmonicamente no âmbito do pensamento político da autora, por um lado, e ressaltar o vigor clássico de sua análise, por outro. Para ela, a essência da educação é a natalidade, ou seja, o fato de que constantemente chegam ao mundo novos indivíduos como estrangeiros, a quem deve ser feito o convite para que se sintam em casa. Esses estrangeiros em um mundo em constante mudança são capazes de iniciar novos eventos, sem os quais a conservação do próprio mundo estaria em questão. A educação dos jovens tem de lidar com o paradoxo de familiarizar os novos com o mundo velho que os precede, sem ao mesmo tempo acomodá-los inteiramente a ponto de a novidade de sua aparição ser sufocada, o que poria em risco a conservação mesma do mundo, demandante de permanente zelo e renovação. Não obstante a dificuldade da mediação, Arendt julga que a educação deve ser...

Entre a hegemonia e a polissemia: a Política de Educação e Desenvolvimento para o SUS no contexto do Brasil contemporâneo

Pinheiro, Verônica de Souza
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Psicologia Social; Psicologia Social; Processos Psicossociais; Relações de Poder e Sociedade Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Psicologia Social; Psicologia Social; Processos Psicossociais; Relações de Poder e Sociedade
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
75.8%
The proposal of the Unified Health System Policy (SUS) has been considered one of the most democratic public policies in Brazil. In spite of this, its implementation in a context of social inequalities has demanded significant efforts. From a socio-constructionist perspective on social psychology, the study focused on the National Policy for Permanent Education in Health for the Unified Health System (SUS), launched by the Brazilian government in 2004, as an additional effort to improve practices and accomplish the effective implementation of the principles and guidelines of the Policy. Considering the process of permanent interdependencies between these propositions and the socio-political and cultural context, the study aimed to identify the discursive constructions articulated in the National Policy for Permanent Education in Health for the Unified Health System (SUS) and how they fit into the existing power relations of ongoing Brazilian socio-political context. Subject positionings and action orientation offered to different social actors by these discursive constructions and the kind of practices allowed were also explored, as well as the implementation of the proposal in Rio Grande do Norte state and how this process was perceived by the people involved. The information produced by documental analyses...

EDUCAÇÃO E POLÍTICA EM ROUSSEAU, CAMINHOS PARA A CONSTRUÇÃO DA LIBERDADE: UM ESTUDO SOBRE O SENTIDO POLÍTICO DO PROJETO PEDAGÓGICO DO EMÍLIO DE ROUSSEAU; EDUCATION AND POLITICS IN ROUSSEAU, PATHS FOR CONSTRUCTION OF FREEDOM: A STUDY ON THE MEANING OF POLITICAL PROJECT PEDAGOGICAL OF EMILIO DE ROUSSEAU

SILVA, Natal Esteves da
Fonte: Universidade Federal de Goiás; BR; UFG; Mestrado em Filosofia; Ciências Humanas Publicador: Universidade Federal de Goiás; BR; UFG; Mestrado em Filosofia; Ciências Humanas
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
85.85%
The social context described in the Discourse on the origin and the bases of inequality between humans corresponds to the thought of Rousseau on the social-politicial aspect of his contemporaneousness. On the other side, the intention of thinker genebrino of having in Emílio a foretelling element of the Social Contract demonstrates clearly his political engagement. This practical preoccupation considers, not only in this work, but, in his theoretical production in general. So, underlying to the emphasis given to the abstract aspects in his politics writings, there is noticed the sketch of a plan of political action. It s on this presupposition that we ask: what it means to form for the citizenship in the social context described in the Second Speech? How does Emílio respond to that? The treatment of this problem of the education of Rousseau presupposes an analytical movement including three mentioned works. What for its time, demands that it has in hands a compatible connecting thread with them. This connecting thread might not be another but the problematic of the freedom. Since it sets itself up as the point of convergence of antropologic, politically and education of Rousseau thought. In the analysis of relation between freedom and human...

Educação e democracia: potencialidades e riscos da parceria entre escolas e ONG

Ribeiro, Ana Bela; Centro de Investigação e Intervenção Educativas; Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade do Porto; Menezes, Isabel; Centro de Investigação e Intervenção Educativas; Faculdade de Psicologia e de Ciên
Fonte: Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Santarém Publicador: Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Santarém
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Publicado em 08/08/2015 POR
Relevância na Pesquisa
85.77%
Este artigo discute a relação entre educação e democracia, partindo do reconhecimento de que a educação continua a ser um dos preditores mais significativos da participação cidadã, ao mesmo tempo que educar não pode senão significar aprender a ler, escrever e contar o mundo, como diria Paulo Freire. Neste pressuposto, são discutidas algumas tendências contemporâneas dos discursos políticos e educacionais: a ênfase na crise da participação juvenil como o “problema”, com a concomitante “resolução” de atribuir à escola o lugar onde se educa para a cidadania. Paradoxalmente, estes discursos são acompanhados por um desinvestimento nas políticas educativas de educação para a cidadania, como é demonstrado pela análise da situação portuguesa que, neste domínio, acompanha o equívoco de outros países europeus ao tentar falar de cidadania deixando a política de fora. Um estudo com professores e coordenadores de ONG revela como estratégias de parceria podem ter um potencial de resistência a esta limitação de espaços de cidadania na escola, apesar dos riscos de onguização do empoderamento cidadão.

Educação ambiental, política, cidadania e consumo

Junior, Vidal Dias da Mota; Uniso – Universidade de Sorocaba
Fonte: Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Santarém Publicador: Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Santarém
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Publicado em 06/04/2012 POR
Relevância na Pesquisa
75.77%
Este artigo tem como finalidade apresentar o debate sobre a relação entre Educação Ambiental, política, consumo e cidadania. Para isso, buscou-se levantar os principais autores que discutem esses temas para se analisar quais as discussões desses conceitos na construção da Educação Ambiental com perspectiva crítica e transformadora.

Sobre educação e política

D'Afonseca, Vanessa da Cunha Prado
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
75.83%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências de Educação. Programa de Pós-Graduação em Educação; Por que o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) é uma legislação tão celebrada pelo campo educacional e tão pouco reconhecida como um direito conquistado por pais e professores? Será que isto se deve apenas à tradição conservadora que resiste à idéia da criança e do adolescente como sujeitos de direitos? Ou há algo de perverso na aliança entre educação, direito e política tão fortemente evocada pelo Estatuto? A partir da tradução de perverso como pelo verso, ou seja, como realização do contrário daquilo que inicialmente se almejou, foram avaliadas duas possibilidades: de um lado, que a pretendida formação do sujeito de direitos transformador da realidade social poderia, perversamente, encontrar-se aliada à dissolução do sujeito da (na) política; por outro lado, que o ECA, tão celebrado como uma legislação que romperia com a violência institucionalizada e legitimada contra a infância pelos antigos Códigos de Menores poderia, também perversamente, mostrar-se aliado da mesma separação do povo no Povo, ou da criança e do menor, denunciada como inerente à vigência dos antigos códigos. Foram norteadoras desta reflexão...

Natalidade e amor mundi: sobre a relação entre educação e política em Hannah Arendt; Natality and amor mundi: on the relation between education and politics in Hannah Arendt

Correia, Adriano
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Educação Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Educação
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/12/2010 POR
Relevância na Pesquisa
75.8%
Pretende-se examinar, no presente artigo, as articulações entre o ensaio "A crise na educação", de Hannah Arendt, e temas centrais de seu pensamento político, como a natalidade, a condição de estrangeiro no mundo, o amor ao mundo (amor mundi), a ação política e a crise na era moderna. O objetivo central consiste em explicitar o quanto esse ensaio de ocasião se integra harmonicamente no âmbito do pensamento político da autora, por um lado, e ressaltar o vigor clássico de sua análise, por outro. Para ela, a essência da educação é a natalidade, ou seja, o fato de que constantemente chegam ao mundo novos indivíduos como estrangeiros, a quem deve ser feito o convite para que se sintam em casa. Esses estrangeiros em um mundo em constante mudança são capazes de iniciar novos eventos, sem os quais a conservação do próprio mundo estaria em questão. A educação dos jovens tem de lidar com o paradoxo de familiarizar os novos com o mundo velho que os precede, sem ao mesmo tempo acomodá-los inteiramente a ponto de a novidade de sua aparição ser sufocada, o que poria em risco a conservação mesma do mundo, demandante de permanente zelo e renovação. Não obstante a dificuldade da mediação, Arendt julga que a educação deve ser...

CONTEXTO E SENTIDO ONTOLÓGICO, EPISTEMOLÓGICO E POLÍTICO DA INVERSÃO DA RELAÇÃO EDUCAÇÃO E TRABALHO PARA TRABALHO E EDUCAÇÃO

Frigotto, Gaudêncio; UERJ
Fonte: Revista Contemporânea de Educação Publicador: Revista Contemporânea de Educação
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 17/12/2015 POR
Relevância na Pesquisa
75.82%
Este artigo expõe o contexto do debate no campo educacional no qual ocorre a inversão dos termos de   educação e trabalho para trabalho e educação. Um contexto de intensa disputa teórica e política que se efetiva no processo da Constituinte e da nova Lei de Diretrizes da Educação Nacional. A procedência do trabalho deriva de sua compreensão ontológica, epistemológica e ético política. O trabalho não é sinônimo de emprego, forma que ostenta nas relações sociais capitalistas, mas a atividade vital mediante a qual o ser humano produz e  reproduz  a sua vida. 

Legislation, education and policy: social perfections on the National Educational Bases and Guidelines Law and the National Education Plan (2011-2020); Legislação, Educação e Política: percepções sociais sobre a Lei de Diretrizes e Bases e o Plano Nacional de Educação (2011-2020)

Barros, Antonio Teixeira de; Programa de Mestrado em Ciência Política do Centro de Formação da Câmara dos Deputados; Martins, Lúcio Meireles; Centro de Formação da Câmara dos Deputados
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC)
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 29/09/2014 POR
Relevância na Pesquisa
95.91%
http://dx.doi.org/10.5007/2175-7984.2014v13n27p77This paper analysis the relationship between education and legislation, in the perspective of Political Sociology, based on the perceptions of citizens on the Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional and the Plano Nacional de Educação (2011-2020), based on the following issues: what degree of knowledge of the population on the LDB in its 15 year lifetime? (3) what level of public interest and expectations about the PNE? The methodology consists of the survey technique, applying questioning with national sampling of 1,010 respondents, as well as bibliographic and documentary research. The theoretical scope is focused on Weberian political sociology, in which education and legislation are seen as resulting from historical Western rationalization. The data show low popular interest in LDB and the PNE. However, schooling raises the level of knowledge / interest. Education is recognized as an important national issue, but the political connotation is just outstanding, especially when it comes to the recognition of the parliament as a forum for debate on educational policies. The role of the parliament is associated with providing and monitoring of resources.; http://dx.doi.org/10.5007/2175-7984.2014v13n27p77Estuda a relação educação/legislação...

A consolidação da Educação e Formação Profissional na Escola Secundária nos últimos 50 anos em Portugal

Cerqueira,Maria de Fátima; Martins,Alcina Manuela de Oliveira
Fonte: Centro de Estudos e Intervenção em Educação e Formação (CeiEF); Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias Publicador: Centro de Estudos e Intervenção em Educação e Formação (CeiEF); Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2011 PT
Relevância na Pesquisa
85.66%
Ao longo das últimas cinco décadas, temos assistido a uma presença, cada vez mais consistente, do ensino profissionalmente qualificante no sistema educativo português. A actual abertura das escolas secundárias da rede pública à educação e formação profissional tornou-se um facto incontornável, com a última revisão curricular do ensino secundário a permitir um arrojado salto no seu desenvolvimento, ao qual não é alheia a sua crescente valorização e consolidação no contexto da acção educativa. A procura da educação, nomeadamente de características técnico-profissionais, torna-se mais intensa a partir dos anos 1960 - é a fase em que a teoria do capital humano se torna o modelo dominante nos sistemas educativos internacionais, privilegiando a correlação entre investimento no ensino e a expansão da economia, com grandes reflexos em Portugal, e que se materializa, em 1973, Mas, a partir dos anos 1980, o discurso político volta a ser fortemente marcado pela ideologia dos recursos humanos, o que faz da qualificação profissional um elemento naturalmente integrante da política educativa portuguesa. Este traço, acentua-se ao longo das décadas que se seguem, repercutindo-se nas várias reformas das políticas educativas que...

A educação e formação de adultos (1999-2010): a progressiva importância da educação e formação para a competitividade

Guimarães,Paula
Fonte: Centro de Estudos e Intervenção em Educação e Formação (CeiEF); Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias Publicador: Centro de Estudos e Intervenção em Educação e Formação (CeiEF); Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2012 PT
Relevância na Pesquisa
85.83%
Neste artigo discuto a política pública de educação e formação de adultos, em resultado da adopção do S@ber+. Programa para Desenvolvimento e Expansão da Educação e Formação de Adultos 1999-2006, após 1999, e da Iniciativa Novas Oportunidades, depois de 2005. Estes documentos são objecto da análise de conteúdo; são igualmente efectuadas referências a Programas de Governo e legislação. A discussão das finalidades da política pública que podem ser encontradas nestes textos é efectuada a partir de três modelos de análise de políticas públicas que incluem dois eixos, um educativo e um político, aqui destacado, que privilegia a intervenção do Estado na educação de adultos. As considerações finais apontam para uma crescente influência da União Europeia na política pública de educação e formação de adultos, nomeadamente para um destaque na relação entre educação/formação e políticas de emprego, no que às prioridades concerne, o que denota a valorização de princípios de educação e formação para a competitividade, a retracção do Estado neste campo de práticas e a responsabilização dos adultos pelas suas opções e percursos de aprendizagem.

Propostas pedagógicas ou curriculares: subsídios para uma leitura crítica

Vilela, Luciane Ribeiro
Fonte: ETD - Educação Temática Digital Publicador: ETD - Educação Temática Digital
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Resenha avaliada pelos pares; bibliográfica Formato: application/pdf
Publicado em 08/01/2009 POR
Relevância na Pesquisa
75.81%
O presente trabalho busca apresentar uma alternativa de análise e construção de currículo e está baseado em pesquisas na área, tendo o objetivo de subsidiar a análise crítica de propostas pedagógicas ou curriculares. O texto é orientado pela teoria crítica da cultura e a autora parte do pressuposto de que toda proposta pedagógica é expressão de um projeto político e cultural. Palavras-chave Educação - Currículos; Pedagogia; Educação e política Abstract This paper intend to find a way to show a alternative of analysis and construction of curriculum, based in search in this area, having as purpose to aid critical analysis of pedagogical proposes. This text is oriented by critical theory of culture and the author begin assuming that all pedagogical proposes are expression of a political and cultural project. Keywords Education - Curriculum; Pedagogy; Education and policy