Página 1 dos resultados de 10703 itens digitais encontrados em 0.058 segundos

Formação de professores para o uso do computador e dos softwares educativos na educação do campo

Sulzbach, Liane Maria
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
105.89%
O presente trabalho tem por objetivo investigar e compreender sobre a formação dos professores que atuam nas Escolas do campo fazendo uso do computador e das tecnologias multimídia. O campo em sua estrutura, sempre foi considerado o local de produção de alimentos, onde as políticas, econômicas, sociais e culturais, nunca foram bem definidas. Assim também a Educação no Campo ao longo da história, não teve um plano nacional próprio e esteve sempre sendo orientada dentro de um plano nacional único e não diferenciado, específico para o campo. A história nos mostra que já tivemos Cursos e Escolas para a formação de professores na Educação do campo, com qualidade pedagógica e tecnológica, como é o caso das Escolas Normais Rurais. As Escolas Estaduais do Campo com infraestrutura defasada foram perdendo credibilidade, com redução considerável de alunos e o fechamento das mesmas, com 62% de Escolas Estaduais Rurais fechadas nestes últimos 5 anos. Os dados mostram que é necessário e urgente a qualificação dos espaços, com a formação de professores para a utilização das novas tecnologias e a requalificação do projeto-político pedagógico contextualizado.; The present study aims to investigate and understand the training of teachers working in schools field making use of the computer and multimedia technologies. The field in its structure...

Os processos de territorialização e desterritorialização da educação do campo no sudoeste do Paraná

Farias, Maria Isabel
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 129 f. : il.
POR
Relevância na Pesquisa
95.95%
Pós-graduação em Geografia - FCT; Este trabalho teve a intensão de identificar e refletir sobre os processos de desterritorialização e territorialização da Educação do Campo e das Escolas no/do Campo no contexto da luta pelo direito de uma educação pensada para e com os sujeitos do campo. A partir de um estudo detalhado do conflito entre estes dois processos na região sudoeste do Estado do Paraná. A presente obra utiliza os conceitos geográficos de territorialização e desterritorialização do lugar da educação básica no campo para marcar a ascensão de uma forma enquanto outra está em declínio, mostrando as contradições vividas pelas Escolas do Campo e da Educação do Campo enquanto movimentos. A dissertação também emprega os conceitos de território, espacialização, Estado e Políticas Públicas para examinar os processos. A década de 1990 foi marcada pelo grande número de escolas cessadas no Brasil, no Estado do Paraná, e também na região Sudoeste. É neste contexto, que nasce no seio dos movimentos sociais o Movimento por Uma Educação do Campo, justamente para desafiar a realidade posta pelo fechamento das escolas...; This thesis intends to identify and reflect on the processes of closing schools in the countryside at the same time that a struggle was underway to expand and revitalize the rural school system. This new system is known in Brazil as Educação do Campo...

A formação de valores cooperativos e as transformações nas práticas educativas : um estudo de caso de educandos da licenciatura em educação do campo da UnB, no assentamento Itaúna - GO; The formation of cooperative values and the transformations in the educational practices : a case study with students of Graduation in Countryside Education of UnB, in the Settlement of Itaúna – GO; La formación de los valores cooperativos y cambios en las prácticas educativas : un estudio de caso de estudiantes de la Licenciatura en educación desde el campo de la UnB, el asentamiento Itaúna – GO

Silva, Vicente de Paulo Borges Virgolino da
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Tese
POR
Relevância na Pesquisa
95.96%
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação, 2012.; Este trabalho intenciona contribuir com a viabilidade de um projeto popular de desenvolvimento para o campo brasileiro. Ancora-se em um processo educativo atrelado aos princípios da Educação do Campo, onde se discute formas de produzir conhecimento, novas metodologias, papéis da universidade pública e funções sociais da educação. Investiga formas de contemplar uma educação integral, vinculando esta a categorias como o trabalho e a cooperação. Exercita a construção de novos olhares, baseado num diálogo de saberes e mediados por uma cultura de cuidados, refletindo sobre realidades dos sujeitos do campo. Tem como foco de pesquisa a formação de educadores e gestores para as escolas do campo, construindo vínculos orgânicos entre processos educativos e políticos, econômicos e culturais, resultando em exercícios de contra-hegemonia críticos e reflexivos. Fez-se necessário entender e caracterizar: a formação dos sujeitos do campo no “Grande Sertão Brasília”, seus aspectos étnicos e culturais; os princípios e práticas da Licenciatura em Educação do Campo da Universidade de Brasília. Objetiva analisar de que forma e que valores cooperativos estão sendo construídos na execução do projeto político pedagógico desta Licenciatura...

Das práticas educativas às políticas públicas : tramas e artimanhas pela educação do campo

Rocha, Eliene Novaes
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Tese
POR
Relevância na Pesquisa
95.99%
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação, 2013.; A trajetória da educação do campo é marcada pela luta dos movimentos e organizações sociais e sindicais do campo que têm a terra e a educação como bases de suas lutas. O ponto de partida para este estudo foram as práticas educativas desses movimentos e organizações do campo, que são transformadas em instrumento de pressão para a construção de políticas públicas de educação do campo, definidas como aquelas práticas educativas desenvolvidas para sua organização interna, na construção de princípios e metodologias que colocam a educação como estratégia de formação e transformação humana e ainda contribuem para um processo de organização social dos sujeitos coletivos na luta por direitos. Neste sentido, nosso objetivo central é estudar as categorias “campo”, “políticas públicas” e “desenvolvimento” na sua relação com as práticas educativas dos movimentos sociais do campo, identificando as contribuições para a construção da política pública de educação do campo e sua implementação pelo Estado. Esta é uma pesquisa de caráter qualitativo...

Educação inclusiva na formação de educadores : uma experiência na licenciatura em educação do campo da Universidade de Brasília

Lopes, Juliana Crespo
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
95.95%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Psicologia, Programa de Pós-Graduação em Processos de Desenvolvimento Humano e Saúde, 2014.; Nesta pesquisa de mestrado, pretendi construir uma proposta teórico-prática para uma formação de professores na perspectiva de uma Educação do Campo inclusiva. Realizei uma pesquisa-intervenção com estudantes do curso de Licenciatura em Educação do Campo da Universidade de Brasília, por meio da promoção de um espaço/tempo de reflexão, visando à construção conjunta de possibilidades para uma Educação do Campo inclusiva em suas comunidades. Como a Educação do Campo trabalha em uma perspectiva de transformação de práticas pedagógicas e da sociedade, considero que tal contexto seja bastante propício para que se pense uma educação que seja inclusiva para todos os seus educandos. A perspectiva que utilizei para promover o espaço de reflexão foi constituída pelas concepções de mudança e transformação de Paulo Freire e da Educação do Campo e pela filosofia de Deleuze, Guattari e Foucault, que tem por foco o processo de mudanças e de subjetivação dos sujeitos envolvidos. Compreendo que esta perspectiva permite uma compreensão que contempla as especificidades da Educação do Campo...

Educação e trabalho: reflexões em torno dos movimentos sociais do campo

Vendramini,Célia Regina
Fonte: Centro de Estudos Educação e Sociedade Publicador: Centro de Estudos Educação e Sociedade
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2007 PT
Relevância na Pesquisa
95.95%
As reflexões deste texto são fruto de pesquisas da autora que têm buscado analisar as ações sócio-educativas do Movimento dos Sem-Terra, em especial as que se situam no campo do trabalho, da cooperação e da educação. Tais relações são fundamentais para avaliar o sentido atual e as possibilidades de uma educação voltada para as populações do campo. No presente texto, tecemos algumas análises referentes: ao trabalho no campo na atualidade, como expressão da desigualdade social e da oposição de classe, que se manifesta nas diversas formas de produção, de atividades e de sujeitos que vivem, trabalham ou investem no campo; à educação do campo, seus avanços em relação à educação rural, sua presença nas políticas educacionais e sua abrangência para além do espaço escolar; e, por último, a valorização que a educação ganha com os movimentos sociais do campo, que passam a defender uma educação articulada com a criação de condições materiais para a vida no campo. Tratamos especialmente da educação que se desenvolve no interior do Movimento dos Sem-Terra.

Ensinar e aprender na educação do campo: processos históricos e pedagógicos em relação

Antonio,Clésio Acilino; Lucini,Marizete
Fonte: Centro de Estudos Educação e Sociedade Publicador: Centro de Estudos Educação e Sociedade
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2007 PT
Relevância na Pesquisa
105.89%
Neste texto resgatamos algumas questões históricas da constituição de práticas educativas, que emergem das necessidades de diferentes grupos sociais em acessar a educação, privilegiando a educação popular como uma das matrizes pedagógicas constituintes da educação do campo. Esta é compreendida como uma prática social e política, que se efetiva nos processos de ensino e aprendizagem, e que nos propomos a discutir, na especificidade das escolas do campo. Essas práticas são tomadas como iniciativas construídas para superar modelos organizacionais e didáticos no currículo escolar. Para desenvolver esta discussão, após situarmos o campo do debate historicamente construído, estabelecemos um diálogo entre a relação do que identificamos nas práticas pedagógicas e o que é evidenciado como problemática na apropriação do conhecimento escolar. Esta reflexão incidirá na perspectiva de problematização sobre a efetivação de propostas alternativas na dinâmica curricular das escolas do campo.

Educação do campo, desigualdades sociais e educacionais

Souza,Maria Antônia de
Fonte: Centro de Estudos Educação e Sociedade - Cedes Publicador: Centro de Estudos Educação e Sociedade - Cedes
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2012 PT
Relevância na Pesquisa
105.91%
O objetivo deste texto é caracterizar a gênese da prática e concepção da educação do campo, atentando para a concentração da terra e da propriedade como elementos estruturais geradores de desigualdade social. É propósito, ainda, destacar as principais conquistas efetivadas de 1990 até 2012 no âmbito da educação do campo e pontuar conflitos judiciais em torno do direito à educação superior entre os povos do campo. As reflexões apresentadas neste artigo são oriundas de pesquisa bibliográfica e documental, bem como de estudos empíricos realizados no período de 2002 a 2012. Tem-se como pressuposto central que a educação do campo é fruto de experiência coletiva construída pelos movimentos e organizações de trabalhadores do campo.

Educação do campo: embate entre Movimento Camponês e Estado

Ribeiro,Marlene
Fonte: Faculdade de Educação da Universidade Federal de Minas Gerais Publicador: Faculdade de Educação da Universidade Federal de Minas Gerais
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2012 PT
Relevância na Pesquisa
105.87%
O artigo trata do embate entre os diferentes movimentos sociais populares do campo, identificados na unidade provisória Movimento Camponês, que demandam a educação do campo voltada aos seus modos de vida e de trabalho, e o Estado brasileiro, no que concerne aos programas governamentais oferecidos em resposta a essa demanda¹ . Visa a apontar potencialidades da educação do campo, enquanto conquista do Movimento Camponês, e os limites que esta enfrenta, no Brasil, em que o capital agrário e financeiro, relacionado ao agronegócio, disputa a propriedade da terra e exerce pressão sobre o Estado. A importância deste trabalho está em promover uma reflexão sobre os desafios colocados ao Movimento Camponês, enquanto este orienta suas ações por um projeto societário em visível confronto com o modelo neoliberal de sociedade no qual se sustentam as ações do Estado brasileiro.

Contribuições da práxis para a constituição da biblioteca escolar do trabalho a partir da educação do campo

Gehrke, Marcos
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 264f. : il. algumas color., grafs.; application/pdf
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
95.98%
Orientadora: Profª Drª Leilah Santiago Bufrem; Tese (doutorado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação. Defesa: Curitiba, 12/12/2014; Inclui referências; Área de concentração: Educação; Resumo: Analisa a Biblioteca Escolar da Rede Estadual de Ensino do Campo do estado do Parana, na relacao com a conjuntura do Movimento da Educacao do Campo, a partir de contradicoes: se a producao escrita em processo de luta leva a composicao da Biblioteca da Educacao do Campo, pelos movimentos sociais, fica confirmada a tese de que escrever e um modo de lutar e trabalhar; a BET pode pautar politicas de producao e publicacao dos enunciados escolares e nao escolares, superando a simples copia do texto escolar e a espera, do livro, do Estado Educador; mesmo com o avanco da ciencia da informacao, os sistemas de informacao aperfeicoados, as tecnologias educacionais, o livro digital, entre outros acessorios midiaticos, a Biblioteca Escolar (BE) e os documentos impressos sao atuais e necessarios para o contexto educativo do campo; a formacao de intelectuais organicos, ledores-escrevedores na escola e na BET se faz possivel. Apresenta contribuicoes a praxis para transformar a BE em BET no contexto da Educacao do Campo; compreende a relacao entre a conjuntura da Educacao do Campo...

Caminhos da educação pela Transamazônica: ressignificando o saber cotidiano e as práticas educativas de educadores(as) do campo

Scalabrin, Rosemeri
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Educação; Educação Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Educação; Educação
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
95.98%
Este trabajo recupera los caminos de la educación por la Transamazonica y analiza las prácticas educativas de educadores(as)-educandos(as) del campo, desarrolladas en los espacios educativos de los asentamientos, con el foco en la relación teoríapráctica y acción-reflexión-acción que involucran el tiempo-escuela y el tiempocomunidad del Curso de Magisterio de la Tierra en al Transamazonica (2005/2008), con el objetivo de preparar y cualificar educadores(as) para actuar en la Educación Infantil, Enseñanza Básica/ primaria y Educación de jóvenes y adultos y diseminar los principios y presupuesto de la Educación del y en el Campo. En la misma perspectiva de garantizar un perfil profesional, anclado en la autonomía y en la emancipación, capaz de transformar la realidad, los actores desencadenan una formación profesional Continua, articulada a la organización social, con el objetivo de proporcionar las condiciones para el desarrollo de una docencia dinámica, fondada en la interdisciplinaridad, en la praxis, en la relación democrática entre educador(a) y educando(a) y en la afirmación de la triade Campo, Educación del-en el Campo y Políticas Públicas, de manera a contribuir para la construcción del proyecto de desarrollo del Campo...

O desafio da parceria na implementação do PRONERA: o caso do projeto alfabetização cidadã no nordeste Paraense.

Andrade, Luciane Almeida Mascarenhas de
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Educação; Educação Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Educação; Educação
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
96%
El desafío de la parcería en la implantación del PRONERA: el caso del Proyecto Alfabetización Ciudadana en Noreste de Pará se constituye en un estudio sobre las políticas públicas de educación del campo. El trabajo tiene como objeto de análisis la implantación del PRONERA, a partir del estudio de caso del Proyecto de Alfabetización Ciudadana en Noreste de Pará, con el objetivo de comprender como la parcería, principio operacional y metodológico propuesto por el PRONERA, se concretó en la implantación del Proyecto y cuales sus posibles implicaciones en las políticas públicas de educación del campo. Entre los procedimientos metodológicos, realizamos la investigación bibliográfica y documental que nos permitieron situar la educación del campo en términos históricos y políticos, sistematizar la constitución y la organización del PRONERA y reflexionar acerca de la parcería a partir de diferentes ópticas. Realizamos también la investigación de campo por medio de entrevistas semi-estructuradas, con el propósito de analizar la implantación del Proyecto da Alfabetización Ciudadana, a partir del dialogo con los actores sociales involucrados. Los resultados de las análisis indicaron que, históricamente, las políticas públicas de educación destinadas a las poblaciones de la zona rural fueron instituidas verticalmente...

Trabalho, educação do campo e emancipação, da ideologia à materialidade : uma análise do processo de institucionalização da educação do campo

Soares, Sávia Bona Vasconcelos
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
95.97%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Humanas, Departamento de Geografia, Programa de Pós-Graduação em Geografia, 2015.; O tema do presente trabalho é o estudo das potencialidades da Educação para contribuir com a emancipação humana. Para isso, temos como objeto de estudo a Educação do Campo. O marco do surgimento da Educação do Campo ocorre em 1997, em um encontro sediado em Luziânia – GO organizado primordialmente pelo Conselho Nacional de Bispos do Brasil (CNBB), Movimento dos Trabalhadores e Trabalhadoras Sem Terra (MST), Universidade de Brasília e as organizações internacionais: UNESCO e UNICEF. Em nosso estudo temos como objetivo analisar as contradições da institucionalização da Educação do Campo, bem como entender quais foram as benesses e perdas ideológicas nesse processo. Objetivamos também mostrar a influência do Banco Mundial nos projetos educacional e investigar seu projeto para o campo e a educação no campo brasileiro; demonstrar que a visão de Educação do Campo que o Estado apregoa difere daquilo que se almeja para uma educação emancipadora. Nossa hipótese é que o Estado apropria-se da reivindicação dos movimentos sociais que lutam por uma educação do campo emancipadora com o intuito de ressignificá-la e adaptá-la às necessidades econômico-sociais do capital de reprodução de mão-de-obra no campo. Para a análise da Educação do Campo como política pública estatal refletiremos acerca do PRONERA e do Programa Escola Ativa. ______________________________________________________________________________________________ ABSTRACT; The theme of this work is the study of Educational potential to contribute to human emancipation. For this...

Comunicação e tecnologias da informação na formação de educadores para ampliação das perspectivas críticas dos sujeitos na licenciatura em educação do campo da UnB; Communication and information technologies in the education of educators to expand the critical perspectives of subjects in the bachelor in fiel education at UNB

Ferreira, Márcio
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Tese
POR
Relevância na Pesquisa
95.97%
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Educação, Programa de Pós-Graduação da Faculdade de Educação, Educação Ambiental e Educação do campo, 2014.; Esta pesquisa tem a intenção de contribuir para um projeto de educação, de campo e de nação a partir das necessidades e da ação popular. É um exercício de construção de novas proposições para lidar com o conceito de cultura agora como modo de vida, conjunto de ações e significados para os sujeitos e seus coletivos. Buscou olhar para a formação superior de educadores e gestores para a Escola do Campo por meio de estratégias que permitam a não ruptura dos vínculos orgânicos entre educação, política, economia e cultura. Resulta deste trabalho novos exercícios de contra-hegemonia críticos e reflexivos baseados na inserção de uma área de conhecimento denominada Comunicação e Tecnologias da Informação (CTI) na Licenciatura em Educação do Campo da Universidade de Brasília (LEdoC-UnB). Objetivou analisar se as relações pedagógicas vivenciadas na área de conhecimento Comunicação e Tecnologias da Informação (CTI) no contexto da LEdoC-UnB podem contribuir para instrumentalizar os educandos para ampliar sua compreensão crítica do mundo. Amparou suas discussões pelo entendimento de novas relações de determinação entre base e superestrutura (agora numa relação de reciprocidade de determinância) pautadas num conceito de cultura amplo visto como o modo de viver...

'Por uma educação do campo' : um movimento popular de base política e pedagógica para a educação do campo no Brasil

Antonio, Clésio Acilino
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
106%
A questão fundamental desta pesquisa teórica insere-se na dimensão de análise de como a luta popular pela educação no campo atinge “conteúdos” e “formas”, a partir das significativas reivindicações dos movimentos sociais populares do campo, no interior do movimento “Por uma Educação do Campo”. Ao se tomar como referência o movimento “Por uma Educação do Campo”, definem-se elementos importantes de prática social para pensar e definir, a partir das relações sociais, a educação e escola para o campo brasileiro. Assim, compreende-se o movimento “Por uma Educação do Campo” como um movimento popular de base política e pedagógica dos movimentos sociais do campo e de caráter propositivo para o âmbito do trabalho educativo e curricular para as escolas do campo. Esse é um movimento reivindicatório que está sustentado por reflexões e ações ou práticas políticas acerca da educação integrada a um projeto popular de sociedade, que possa se materializar através de políticas reconhecidas no direito social moderno, como a educação. O cotejamento entre fontes documentais e temáticas (“conteúdos”) sobre a Educação do Campo buscou apreender, principalmente, conceitos e categorias da produção científica referente à discussão dos âmbitos: Estado...

The configuration of current rural education in two rural settlements in Mato Grosso; A configuração da educação do campo em dois assentamentos rurais em Mato Grosso

Gentil, Heloisa Salles; Universidade do Estado de Mato Grosso - UNEMAT; Machado, Ilma Ferreira; Universidade do Estado de Mato Grosso (UNEMAT)
Fonte: Universidade Federal de Santa Maria Publicador: Universidade Federal de Santa Maria
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; "Avaliados por pares"; info:eu-repo/semantics/publishedVersion Formato: application/pdf
Publicado em 05/01/2015 POR
Relevância na Pesquisa
105.92%
This work presents the analysis of a current rural education constitution on rural settlements, from a extension project combined with research that aims find actions and challenges, conceptions and perspectives about education, exposed to the field people, expliciting the tie-in between a educative project and a social development project. The analysis sustains on authors like Caldart (2008), Molina, Kolling and Nery (1999), Arroyo (2007), Marx (2001). The results point to the first steps of a current rural education conception that extrapolate the school, characterized for local specifities, recognizing the diversity of knowledge and the relationship between work and education, movement to be strengthened in a collective project that sees the education transformation and the emancipation of rural workers.; http://dx.doi.org/10.5902/19846444Este texto apresenta a análise da constituição da educação do campo em assentamentos rurais, a partir de um projeto de extensão em interface com pesquisa que buscou identificar ações e desafios, concepções e perspectivas em relação à educação, colocados para os sujeitos do campo, explicitando a interconexão entre um projeto educativo e um projeto de desenvolvimento social. As análises sustentam-se em autores como Caldart (2008)...

UM ESTUDO DAS RELAÇÕES ENTRE A EJA E A EDUCAÇÃO DO CAMPO / Educational policies: a study of the relationship between Education of the Field and EJA

Arlete Ramos dos Santos; UFMG/UESB; Gilvan dos Santos Sousa; Secretaria Municipal de Educação de Vitória da Conquista - BA
Fonte: Trabalho & Educação Publicador: Trabalho & Educação
Formato: application/force-download
Publicado em 07/04/2013 PT
Relevância na Pesquisa
115.95%
Este artigo traz como enfoque a configuração da EJA na Educação do Campo, analisando historicamente como essas duas modalidades de ensino foram pensadas na história da educação brasileira e observando qual o campo da EJA na Educação do Campo. Para tanto, far-se-á um estudo de como tais modalidades adquiriram essas nomenclaturas, inserindo-as no âmbito das políticas e dos paradigmas educacionais que têm sido implementados no Brasil, adotando como metodologia uma revisão de literatura. Dentre os estudiosos pesquisados, há autores que tratam especificamente da EJA, como Paiva, Haddad, Soares; e há outros que se referem à Educação do Campo, como Caldart, Santos, Calazans. Existem, ainda, autores que são utilizados para fundamentar os estudos das duas modalidades, a exemplo de Freire.Com base na pesquisa realizada, concluiu-se que a EJA, vista como modalidade de ensino, faz parte da Educação do Campo e ambas foram objeto de muitos debates e enfrentamentos entre os movimentos sociais, intelectuais e camponeses para garantir uma educação de qualidade e uma implementação com pressupostos teóricos e epistemológicos voltados para a emancipação humana e a transformação social. Portanto, esse embate não aconteceu de forma fragmentada...

A formação do profissional de Educação Física para atuar na educação do campo; The Formation of Physical Education for Professional Acting in the Rural Education; Formación profesional en Educación Física para el trabajo en la escuela rural

Santos, Karini Borges dos; Doutoranda em Comportamento Motor. UFPR, Curitiba/Paraná, Brasil. E-mail: kariniborges4@hotmail.com; Guntowski, Hernani Augusto; Graduado pela Universidade Tuiuti do Paraná. Curitiba/Paraná,Brasil. E-mail: hernaniaugusto@hotm
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 16/06/2014 POR
Relevância na Pesquisa
105.95%
http://dx.doi.org/10.5007/2175-8042.2014v26n42p185O objetivo deste estudo foi verificar o preparo na formação do profissional de Educação Física para trabalhar com a Educação do Campo. Para tanto, analisou-se a grade curricular dos cursos de Educação Física da cidade de Curitiba, verificou-se a presença/ausência do conteúdo nas ementas e por fim, foi realizada uma enquete com alunos egressos. Das oito faculdades avaliadas, ficou constatado que apenas uma inclui o tema da Educação no Campo em seu conteúdo programático. A disciplina de Educação Física é um importante elemento no processo de ensino e aprendizado do homem do campo para revitalização e valorização de sua identidade.; The study aim to investigate the preparation of professional education in physical education for working with the Rural Education. Therefore, we analyzed the curriculum the courses of Physical Education of the city of Curitiba, it was verified the presence/absence of the contents on menus and finally, a survey was conducted with former students. From the eight schools evaluated only one (UFPR) was found to include the topic in the Rural Education in their curriculum (12.5%). The discipline of Physical Education is an important element in teaching and learning by those who live in rural areas for revitalization and enhancement of its identity.  ; El objetivo de este estudio fue verificar el preparo en la formación del profesional de Educación Física para trabajar con la Educación en el Campo. Se analizó...

Crítica à pesquisa em educação do campo no Brasil: o limite crítico entre a educação do campo e a educação rural

Albuquerque, Joelma de Oliveira
Fonte: Filosofia e Educação Publicador: Filosofia e Educação
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; pesquisa bibliográfica Formato: application/pdf
Publicado em 04/10/2013 POR
Relevância na Pesquisa
105.86%
Este texto é parte de uma tese desenvolvida a partir da análise de 433 estudos em nível de teses e dissertações (produzidas entre 1987 e 2009, localizadas no banco de teses e dissertações da Capes). Considera que a Educação do Campo nasce como crítica às concepções que tem por fundamento a Educação Rural. O objetivo é explicitar as características gerais dos estudos, e a crítica à tese hegemônica identificada. Pautando-nos no método materialista histórico dialético, explicitamos a crítica ao que significa o fato de 55% dos estudos apoiar-se no que se reconhece como pragmatismo, o que consideramos destrutivo à formação da classe trabalhadora.

EDUCAÇÃO DO CAMPO E POLÍTICA EDUCACIONAL EM DEBATE: APONTAMENTOS SOBRE A FORMAÇÃO DA CLASSE TRABALHADORA RURAL NA ATUALIDADE

Jesus, Adriana do Carmo de; Rosa, Júlia Mazinini; Bezerra, Maria Cristina dos Santos
Fonte: Revista HISTEDBR On-line Publicador: Revista HISTEDBR On-line
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 18/04/2015 POR
Relevância na Pesquisa
105.94%
O presente artigo busca realizar alguns apontamentos a respeito do projeto atual de educação que o Estado brasileiro vem destinando à população trabalhadora do campo, em resposta às demandas dos movimentos sociais ligados à questão agrária. A discussão é feita com base na análise de documentos oficiais norteadores da política educacional para o campo que estão hoje em vigor. Entende-se que as mudanças, ou adaptações, nos projetos de educação são determinadas pelo capital e se colocam no sentido de atender os interesses da classe dominante. Problematizarmos a armadilha ideológica existente na reivindicação da especificidade na educação do aluno do campo, pois se a formação oferecida à criança da classe trabalhadora além de “básica”, ou seja, voltada para a qualificação para o mundo do trabalho, se constituir em uma formação específica, fragmentada, com adaptações curriculares que contemplem o cotidiano, a vida e o trabalho no campo, a escola da classe trabalhadora “se empobrece”, visto que abre mão de garantir a criança seu direito de apropriar-se do conhecimento formal. Deste modo, buscamos alguns elementos para refletir a respeito do argumento que considera que a concepção hegemônica de educação do campo acaba por privar a criança do campo do melhor e mais elaborado conhecimento que a humanidade produziu e acumulou.