Página 1 dos resultados de 4294 itens digitais encontrados em 0.071 segundos

Escola infantil de Bragança (1915-1934): modernidade pedagógica e as 1as: práticas de educação de infância no interior

Castanheira, Manuel Luís Pinto
Fonte: Universidade de Lisboa, Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação Publicador: Universidade de Lisboa, Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
106.03%
O estudo desta dissertação tem como objecto a análise da Educação de Infância na cidade de Bragança, entre 1915 e 1934, numa instituição denominada Escola Infantil, de carácter oficial, criada pela Câmara Municipal. Esta foi a primeira experiência de Educação de Infância na cidade e região transmontana. Interessou-nos a análise dos motivos da criação desta instituição no seio da sociedade brigantina, que poderá servir de exemplo para compreender o funcionamento de outras que foram criadas no País. Interessou-nos compreender tudo o que dissesse respeito ao quotidiano da vida escolar, como a nomeação de professores, os alunos, o currículo, bem como o mobiliário e materiais utilizados. O estudo permitiu a investigação de algumas das práticas educativas adoptadas, assim como o modelo pedagógico que lhe estava subjacente e que deriva, em grande parte, dos princípios pedagógicos de Froebel em torno dos quais se fez a renovação pedagógica da Educação de Infância, ao questionar as suas potencialidades em termos do presente e do futuro. O paradigma de investigação que sustenta o estudo integra-se numa perspectiva hermenêutica, utilizando metodologias de análise qualitativa na interpretação multidimensional dos problemas equacionados e numa heurística de procura de documentos. A pesquisa...

Uma história das crianças e das instituições de educação de infância numa região do interior de Portugal: Carção – Vimioso

Castanheira, Manuel Luís Pinto; Rodrigues, Maria José
Fonte: Universidade de Lisboa, Instituto de Educação Publicador: Universidade de Lisboa, Instituto de Educação
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
POR
Relevância na Pesquisa
106.02%
A história da vida das crianças ao longo dos tempos tem sido objeto de perplexidades para aqueles que se preocupam com o seu estudo sistemático e em averiguar o espaço que a criança ocupou nas sociedades do passado. Com a crescente contribuição de estudos locais, a produção cientifica em História da Educação em Portugal tem ficado mais completa. É assim fundamental compreender estes novos textos que vão aparecendo e averiguar o que altera nesta nova história da Escola e da Educação e a sua evolução ao longo dos tempos. A significativa produção de estudos, evidencia o importante espaço de discussão e de consolidação da temática como campo de pesquisa. Este estudo, pretende ser mais um contributo, e apresentar novos dados, pois realiza uma cartografia do conhecimento produzido em História da Educação de Infância na região do Nordeste-Transmontano, mais propriamente no Distrito de Bragança, no concelho de Vimioso, entre 1837 e 1983, numa perspetiva do processo de construção da memória e do conhecimento educacional e escolar. Identifica temas privilegiados pelos pesquisadores, que carecem de desenvolvimento, tentando avançar as questões de pesquisa na área. O paradigma de investigação que sustenta o estudo integra-se numa perspetiva hermenêutica...

Para a História da Educação de Infância em Portugal: O caso de Bragança (1934-1986)

Castanheira, Manuel Luís Pinto
Fonte: Instituto Politécnico de Bragança Publicador: Instituto Politécnico de Bragança
Tipo: Tese de Doutorado
POR
Relevância na Pesquisa
106.04%
É objetivo central desta tese aprofundar e alargar o conhecimento histórico sobre a realidade da Educação de Infância na cidade de Bragança. Pretende contribuir para a preservação da memória e do património educacional regional, através da valorização da Educação histórica na sociedade atual. Trata-se de uma investigação que procura dar resposta a uma lacuna existente: a falta de dados e conhecimentos sobre a vida educativa das crianças dos 3 aos 6 anos e das várias instituições de Educação de Infância que funcionaram, num período que se estende de 1934 – data do encerramento da primeira Escola Infantil oficial na cidade de Bragança – até a 1986, ano em que se publica a Lei de Bases do Sistema Educativo e se começa a sistematizar a Educação de Infância em Portugal. Efetuou-se um trabalho sistemático de recolha e tratamento de dados em séries documentais existentes em vários arquivos. Estes núcleos de fontes primárias circunscrevem-se quase na totalidade à cidade de Bragança, embora não se tenha descurado também a consulta noutras regiões por necessidade de cruzamento da informação. A problemática abordada neste estudo enquadra-se no âmbito da História da Educação de Infância em Portugal...

Educação e Formação em Educação de Infância: contributos da investigação para repensar as práticas

Sanches, Angelina; Sá-Chaves, Idália
Fonte: Universidade do Porto, Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação Publicador: Universidade do Porto, Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
POR
Relevância na Pesquisa
106.05%
A presente comunicação decorre de um estudo para doutoramento (2012) e centra-se na reflexão acerca das perspetivas que informam e determinam a natureza e a qualidade da intervenção educativa e da formação profissional em educação de infância. O enquadramento teórico assenta numa perspetiva epistemológica de matriz complexa e sistémica que procura articular, de forma coerente, problemáticas relativas aos desafios e problemas que as condições de incerteza e de imprevisibilidade que caracterizam a contemporaneidade colocam aos cidadãos, a natureza das modelizações curriculares de suporte às práticas educativas em contextos de educação de infância e o perfil de competência profissional do educador de infância. O objetivo principal do estudo consiste em aprofundar a reflexão acerca das linhas de ação e de formação em educação de infância, com vista à construção de uma profissionalidade comprometida com o bem-estar, a aprendizagem e o desenvolvimento dos diferentes intervenientes no processo educativo pré-escolar, crianças e adultos. Do ponto de vista metodológico inscreve-se numa perspetiva de natureza qualitativa e interpretativa, com características de estudo de caso, centrado sobre os processos de formação e de intervenção dos educadores de infância do distrito de Bragança. Integra o recurso a diferentes fontes e instrumentos de recolha...

Políticas e práticas da educação de infância: situação e propostas para um município educador

Rodrigues, Inês Filipa Abreu
Fonte: Universidade de Coimbra Publicador: Universidade de Coimbra
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
106%
O presente trabalho apresenta como objetivo primordial analisar as políticas e práticas subjacentes à educação de infância no município da Lousã. Numa primeira fase, pode encontrar-se um breve enquadramento teórico acerca do desenvolvimento das crianças dos 0 aos 6 anos, o enquadramento legislativo dos serviços que são prestados nesta faixa etária, bem como alguns dos modelos curriculares mais praticados em Portugal. Ainda nesta primeira parte, apresenta-se uma breve contextualização acerca dos novos papéis que os órgãos de poder local têm vindo a assumir em Portugal. Na segunda parte deste trabalho, é apresentado um estudo empírico que decorreu no município da Lousã. Este estudo teve como intento, identificar e conhecer as práticas das várias modalidades de atendimento para crianças dos 0 aos 6 anos, assim como averiguar o papel que os órgãos de poder local desempenham, atualmente, para o desenvolvimento de uma educação de infância de qualidade. Neste contexto pretende-se equacionar um possível enquadramento da educação das crianças dos 0 aos 3 anos de idade no sistema educativo de modo a que possa ser melhorada a oferta dos serviços, assegurando-se a continuidade educativa com o sistema subsequente – a educação pré-escolar. Com todos os dados coletados e analisados indaga-se sobre quais as propostas a apresentar para o território em causa...

Orientações curriculares : a mão que embala a educação de infância; Curriculum guidelines : the hands that hug the childhood education

Mendes, Guida; Pacheco, José Augusto
Fonte: Universidade de Cabo Verde Publicador: Universidade de Cabo Verde
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em //2013 POR
Relevância na Pesquisa
106.04%
A Educação de Infância, em Portugal, não possui um currículo oficial que refira os métodos, as técnicas ou, até mesmo, os conteúdos a serem abordados. É a partir de documentos normativos oficiais de intencionalidade educativa que os educadores de infância se orientam para a construção da sua identidade profissional, dos currículos e das opções metodológicas a adotar. Embora não determinem a natureza das aprendizagens que as crianças devem adquirir, nesta que é considerada a primeira etapa da educação básica, a verdade é que os eixos orientadores da organização e gestão das linhas curriculares dos educadores tendem a seguir o disposto nestes “manuais”. A procura de legitimação normativa no campo do currículo veio dar um rosto às suas práticas, validando as opções metodológicas de aprendizagem, i.e., a intervenção pedagógica do educador. Assim, a mão que embala a infância, i.e., a práxis que move o quotidiano das crianças, tem uma intencionalidade de escolarização que marca o ritmo das suas vidas. Com efeito, as crianças estão atulhadas com propostas curriculares fragmentárias da infância. Perante tal cenário é premente desescolarizá-la, pois brincar é a palavra central do currículo da educação de infância. O nosso estudo1 tem como finalidade entender o mundo da Educação de Infância através da voz das crianças. Para tal...

A importância do diagnóstico de necessidades diferenciadas de educação para a organização de uma pedagogia de ajuda na educação de infância: estudo da correspondência entre as necessidades educativas das crianças e as estratégias de intervenção desencadeadas pelos educadores

Gameiro, Maria Felícia Prudêncio Calado
Fonte: Universidade de Évora Publicador: Universidade de Évora
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
106.08%
Introdução - A educação de infância, inscreve-se no processo educativo que trata de possibilitar a construção de uma personalidade de acordo com a exigência e valores tidos como plausíveis no tempo e no contexto cultural em que se desenvolve a vida da criança. Assim, todas as funções são importantes e todas devem tender desde o eixo central básico que é prioritário: a construção humana. (Castillejo Brull, J.L. (1986, pág.38). Isto significa perspectivar a educação de infância como um projecto de vida da criança, no sentido de a encarar como um todo, centrada na inserção social do sujeito e centrada no desenvolvimento pessoal autónomo, permitindo o desenvolvimento dos interesses, das apetências, das necessidades intrínsecas e extrínsecas de cada criança (Zabalza, 1998,pág.63). É a ideia com que partimos para a elaboração deste estudo. Esta reflexão, que resulta da experiência profissional como educadora de infáncia, leva-nos a crer da existência de um fenómeno que é muito comum nos jardins de infância e também noutros níveis de ensino, que tem a ver com uma desadequação constatada entre as necessidades diferenciadas das crianças e as estratégias educativas utilizadas pelos educadores, que a maior parte das vezes...

Trabalho por projectos na educação de infância: mapear aprendizagens, integrar metodologias

Vasconcelos, Teresa; Rocha, Carla; Loureiro, Cristina; Castro, Joana de; Menau, João; Ramos, Mercês; Ferreira, Nuno; Melo, Nuno; Sousa, Otília de; Hortas, Maria João; Rodrigues, Paulo; Mil-Homens, Purificação; Fernandes, Sandra Rosado; Alves, Susana
Fonte: Ministério da Educação e Ciência Publicador: Ministério da Educação e Ciência
Tipo: Livro
Publicado em /06/2011 POR
Relevância na Pesquisa
115.89%
O objectivo deste trabalho é demonstrar a importância da introdução da metodologia de trabalho de projecto desde os primeiros anos, como forma de promover propostas de qualidade para a educação de infância. Em “pano de fundo” o presente trabalho é ilustrativo, também, da aplicação da metodologia de trabalho de projecto entre formadores de formadores, com sensibilidades e competências diversificadas que, ao longo dos 1 últimos anos, têm vindo a “colocar andaimes” através de projectos realizados no âmbito da prática profissional supervisionada no contexto de uma instituição de formação de professores e educadores

Um presente com futuro? a importância da qualidade na educação de infância

Franca, Raquel Epifânio da
Fonte: Instituto Politécnico de Lisboa Publicador: Instituto Politécnico de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /12/2014 POR
Relevância na Pesquisa
106.01%
Relatório da Prática Profissional Supervisionada Mestrado em Educação Pré-Escolar; Este relatório pretende descrever parte da ação pedagógica desenvolvida numa sala de jardim-de-infância durante a Prática Profissional Supervisionada realizada no âmbito do Mestrado em Educação Pré-Escolar. Começando por fazer a contextualização dos dois locais (creche e jardim-de-infância) onde decorreu a PPS, é apresentada seguidamente a problemática, relativa à importância da qualidade na educação de infância. Começando com uma breve descrição das caraterísticas de desenvolvimento das crianças nesta faixa etária, à qual se segue a revisão da literatura sobre a importância da qualidade na educação de infância, nomeadamente em situações de baixa condição social, este capítulo termina com uma reflexão sobre a situação portuguesa relativamente ao tema estudado. No capítulo seguinte são descritas algumas das atividades desenvolvidas no decorrer da PPS com um grupo de crianças com três anos em quatro áreas distintas: educação física, expressão plástica, expressão musical e conhecimento do mundo. A descrição das atividades é enquadrada por fundamentação teórica com o objetivo de justificar a pertinência das opções tomadas. O relatório termina com uma reflexão sobre o trabalho efetuado e com considerações pessoais sobre o que constituiu esta oportunidade formativa e de crescimento pessoal.; Abstract This study pretends to describe part of the pedagogical action developed during the Master in Preschool Education in a kindergarten classroom...

A Educação de Infância e a gestão do grupo de crianças: relato de um percurso

Machado, Sandra; Simões, Ana
Fonte: CIED - Centro Interdisciplinar de Estudos Educacionais da Escola Superior de Educação de Lisboa, Publicador: CIED - Centro Interdisciplinar de Estudos Educacionais da Escola Superior de Educação de Lisboa,
Tipo: Parte de Livro
Publicado em /03/2015 POR
Relevância na Pesquisa
115.98%
O presente artigo tem como primordial objetivo apresentar o processo de desenvolvimento pessoal e profissional no decorrer da Prática Profissional Supervisionada, nas valências de creche e jardim de infância, decorrente do Mestrado em Educação Pré-Escolar. Pretendemos evidenciar as evoluções e as aprendizagens ocorridas bem como as problemáticas que mais nos interpelaram. Considerámos como problemática mais significativa a gestão do grupo de crianças na educação de infância considerando as suas variadas especificidades e a sua complexidade. Tomámos como quadro teórico de referência o interface entre sociologia e pedagogia da infância, partindo da defesa da criança ativa e competente e na certeza de que a gestão de um grupo é um dos maiores desafios para um educador. O objetivo consiste em perceber as complexidades existentes e refletir sobre as problemáticas que emanam do terreno, do contacto direto com as pessoas e com as situações quotidianas, tendo a preocupação em identificar possíveis respostas ou caminhos na certeza de que em educação as respostas não são estanques nem existem verdades absolutas.

A satisfação e a qualidade na educação de infância

Lourenço, Sónia Cristina Cardoso Fernandes
Fonte: Instituto Politécnico de Viseu. Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Viseu Publicador: Instituto Politécnico de Viseu. Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Viseu
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /06/2012 POR
Relevância na Pesquisa
106.08%
O desenvolvimento de qualquer investigação pressupõe a existência de algo que nos inquieta e nos induz curiosidade e este trabalho não constitui uma exceção. Sendo a educação pré-escolar fundamental no desenvolvimento da criança e verificando-se, nas últimas décadas, uma maior procura deste tipo de ensino por parte das famílias, devido, essencialmente ao aumento da inclusão da mulher no mercado de trabalho, torna-se fulcral, para os encarregados de educação delegarem a ação educativa a profissionais de confiança. Daí tentar-se aferir, com este trabalho, a opinião dos pais, a cerca de vários fatores relacionados com o jardim-de-infância. O presente trabalho intitula-se “a satisfação e a qualidade na educação de infância”, e tem como objetivo geral, compreender as opiniões dos encarregados de educação sobre o nível de satisfação e o grau de qualidade prestados pelos jardins-de-infância de Viseu, na qual seus educandos frequentam. Tendo sido definidos como objetivos específicos, avaliar a influência das variáveis sociodemográficas dos encarregados de educação, avaliar a qualidade percebida e o grau de satisfação dos encarregados de educação relativamente aos serviços de jardim-de-infância e...

O trabalho em equipa em contexto de educação de infância: conceções e práticas das equipas pedagógicas

Mortágua, Ana Rita de Almeida
Fonte: Escola Superior de Educação, Instituto Politécnico de Setúbal Publicador: Escola Superior de Educação, Instituto Politécnico de Setúbal
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /03/2014 POR
Relevância na Pesquisa
125.95%
Mestrado em educação pré-escolar; O tema principal deste Relatório é o trabalho em equipa, em contexto de Educação de Infância, a partir da análise das conceções e das práticas dos membros das equipas pedagógicas – a saber, das educadoras e das assistentes operacionais. O objetivo deste estudo é compreender como é que as equipas pedagógicas entendem o trabalho em equipa e como é que o constroem, procurando articular as experiências vividas nos períodos de estágio, em contexto de creche e jardim de infância, com a reflexão decorrente dos quadros teóricos existentes sobre esta temática. O estudo baseou-se, do ponto de vista da metodologia de investigação, no paradigma interpretativo e na metodologia qualitativa, inspirando-se na abordagem da Investigação-Ação. Neste sentido, tem como finalidade compreender de que forma o trabalho em equipa constitui um contributo fundamental para o bom funcionamento de uma determinada equipa pedagógica e, consequentemente, para o bem-estar das crianças. Por outro lado, com este estudo também pretendo contribuir para a otimização do trabalho em equipa, através da identificação de estratégias/propostas com vista à melhoria das práticas desenvolvidas. No decorrer deste estudo foram tomadas determinadas opções de recolha e análise de informação – nomeadamente a observação...

O processo de integração/inclusão de um novo membro nas equipas pedagógicas em contextos de educação de infância

Janeiro, Catarina do Cabo
Fonte: Repositório Comum de Portugal Publicador: Repositório Comum de Portugal
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /03/2014 POR
Relevância na Pesquisa
115.93%
Este projeto de investigação apresenta como temática a integração/inclusão de um novo membro nas equipas pedagógicas, em contextos de educação de infância. O relatório procura articular a teoria e a prática educativas, através da interligação entre a fundamentação teórica e a reflexão das experiências vividas durante os períodos de estágio em creche e jardim-de-infância, incluídos no plano de estudos do Mestrado em Educação Pré-escolar. Fundamentado numa metodologia qualitativa e num paradigma interpretativo, este estudo, assente na investigação-ação, procura encontrar respostas que proporcionem a melhoria do processo de integração/inclusão de um novo membro em equipas pedagógicas já formadas. Foram tomadas opções metodológicas de recolha e análise de informação, com o objetivo de compreender as conceções das equipas pedagógicas dos contextos de estágio e de identificar pistas para a otimização dos processos em estudo. Por fim, são tecidas algumas considerações globais sobre a investigação, destacadas as respostas encontradas para a questão de partida e referidas algumas estratégias para intervenção futura.; This research project main theme is the integration/inclusion of a new member in the educational teams...

As culturas da infância na educação de infância: um olhar a partir dos direitos da criança

Tomás, Catarina; Instituto Politécnico de Lisboa, Escola Superior de Educação e CICS, Universidade do Minho
Fonte: Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Santarém Publicador: Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Santarém
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Publicado em 04/01/2015 POR
Relevância na Pesquisa
116.02%
A problematização do conceito de culturas da infância tem sido profícua nas últimas duas décadas, sobretudo porque o debate tem sido feito a partir de diversas abordagens e olhares disciplinares. Este artigo visa explicitar o uso que os Estudos da Criança, sobretudo a Sociologia da Infância, tem dado ao conceito quando o convoca para a análise da intervenção educativa, com especial enfoque no contexto da Educação de Infância. Para o efeito desenvolve-se uma discussão em torno dos direitos da criança, nomeadamente na forma como contribuem para promover alterações nas imagens e conceções sobre a infância e sobre as crianças. Propõe-se uma outra configuração do trabalho dos/as educadores/as pela consideração das culturas da infância como parte integrante da sua ação educativa e pedagógica.

Avaliação na educação de infância: itinerários de uma viagem de educadores de infância na formação inicial

Parente, Maria Cristina; Centro de Investigação em Estudos da Criança (CIEC) Instituto de Educação – Universidade do Minho
Fonte: Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Santarém Publicador: Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Santarém
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Publicado em 04/01/2015 POR
Relevância na Pesquisa
115.99%
Pretende-se neste artigo descrever um itinerário de formação inicial de educadores, no domínio da avaliação na educação de infância, desenvolvido no contexto do Mestrado em Educação Pré-Escolar e Ensino do 1º Ciclo. Apresentam-se e discutem-se os principais momentos do processo de formação e identificam-se alguns andaimes relevantes, a saber: reconstrução do conceito de avaliação, conhecer os procedimentos e as estratégias de avaliação de algumas perspetivas e abordagens pedagógica selecionadas, reconhecer as suas principais características e semelhanças e, ainda debater as práticas de avaliação em contexto à luz da compreensão de avaliação (re) construída. A análise do processo mostra que os estudantes construíram algumas aprendizagens que consideraram relevantes no domínio da avaliação na educação de infância, descobriram o potencial da avaliação formativa alternativa para as crianças, para os educadores, para os pais e, perceberam a necessidade de continuarem a investir na formação, no domínio da avaliação das crianças e do contexto, como garante da construção da qualidade.

Contributos para a história do grupo dos profissionais de educação de infância em Portugal

Cardona, Maria João; Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Santarém
Fonte: Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Santarém Publicador: Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Santarém
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Publicado em 06/04/2012 POR
Relevância na Pesquisa
115.94%
Partindo da análise de algumas das questões subjacentes à história da educação de infância em Portugal, neste artigo é analisado o processo de profissionalização da/os educadora/es de infância. Nesta análise destaca-se o papel da formação, como factor determinante da história deste grupo profissional, sendo apresentadas as principais etapas desta história. Por fim é feita uma reflexão final sobre a relação entre formação e desenvolvimento profissional.

História de vida: relação entre as vivências pessoais e profissionais na configuração das concepções e práticas em educação de infância

Paula, Eunice; Educadora de Infância; Campos, Joana; Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Lisboa; Centro de Investigação e Estudos de Sociologia do Instituto Superior de Ciências do Trabalho e da Empresa
Fonte: Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Santarém Publicador: Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Santarém
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Publicado em 07/04/2012 POR
Relevância na Pesquisa
125.96%
A presente publicação retoma parcialmente uma pesquisa que partiu da questão “Qual a relação entre a vida pessoal e a vida profissional no desenvolvimento dos percursos dos profissionais de educação de infância?”, para demonstrar a potencialidade do que comummente se designa por Histórias de Vida na investigação em educação, nomeadamente, sobre o desenvolvimento profissional de educadores/professores. Os procedimentos metodológicos adoptados combinaram a análise entre os eixos diacrónicos e sincrónicos com as dimensões pessoais e profissionais.

A intencionalidade educativa do educador de infância num contexto de pedagogia-em-participação: avaliação e qualidade da intervenção educativa na educação de infância

Luís, Joana Alexandra Soares de Freitas
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Tese de Doutorado
POR
Relevância na Pesquisa
116.04%
A presente investigação enquadra-se na avaliação e qualidade da intervenção educativa na Educação de Infância, assumindo neste estudo um relevante enfoque as questões da intencionalidade educativa. Tendo como suporte um estudo de caso qualitativo, realizado num contexto de Jardim de Infância que desenvolve a Pedagogia-em-Participação enquanto perspetiva educacional sustentadora da intervenção educativa, procurou-se compreender quais eram as intencionalidades que os educadores de infância detinham e de que forma é que estas se manifestavam, a três níveis: i) o que o profissional pensava relativamente à sua intervenção educativa; ii) como é que organizava a sua intervenção e como intervinha no contexto onde estava inserido; iii) o que procurava observar, registar e documentar, enquanto forma de dar visibilidade às aprendizagens das crianças e às suas próprias intencionalidades. Enquanto forma de atribuição de uma sustentação teórica a esta investigação e enquanto estratégia de definição dos procedimentos do traçado investigativo, procedeu-se ao estudo do pensamento de alguns pedagogos e à sua relação com a questão da intencionalidade educativa. Realizou-se, equitativamente, um aprofundamento de compreensões em torno de modelos pedagógicos de cariz participativo. Procedeu-se à análise e compreensão teórica e empírica do objeto de estudo...

A supervisão nos contextos da educação de infância itinerante, na região do Algarve

Jesus, Maria Manuela de
Fonte: Universidade de Évora Publicador: Universidade de Évora
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
116.01%
O presente estudo de natureza qualitativa aborda a problemática da supervisão nos contextos da educação de infância itinerante, na região do Algarve. Os principais objetivos são conhecer as diferentes realidades onde se desenvolve esta modalidade de educação pré-escolar e compreender os processos de supervisão aí desenvolvidos. Tendo em consideração a natureza e os objetivos, o estudo procurou conhecer, através de entrevistas de grupo, a riqueza de cada contexto, a partir dos pontos de vista e da interpretação das educadoras de infância, que no ano letivo de 2003-04 desempenhavam funções na educação de infância itinerante, na região do Algarve. Em síntese, podemos dizer que a educação de infância itinerante, na região do Algarve, está integrada em agrupamentos de escolas de tipologia diferenciada, é desenvolvida por educadoras de infância com maturidade profissional e, apresenta dinâmicas distintas, em cada contexto onde interage. Também os processos de supervisão se apresentam diferenciados, apontando para a necessidade de maior formação na área da supervisão escolar. /ABSTRACT - The present research study, of quality nature, addresses to the problem of the supervision in the itinerant nursery education contexts...

The Portfolio as a learning assessment strategy in early childhood education: considerations on their practice.; ; O Portefólio como estratégia de avaliação das aprendizagens na educação de infância: considerações sobre a sua prática.

Silva, Brigite; Escola Superior de Educação de Paula Frassinetti; Craveiro, Clara; Escola Superior de Educação de Paula Frassinetti
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 09/01/2014 POR
Relevância na Pesquisa
125.97%
The use of portfolios is presented as an authentic assessment strategy that has been the subject of interest for researchers and practitioners of education since, in addition to implicate early childhood educator in the documentation and assessment of learning involves the child itself caused gains , eg for the development of metacognitive skills and self-regulation , positive attitudes to learning and to building a positive self-concept. In this sense, the present article, with reference to the Portuguese educational reality , and focusing an emerging theme , aims to highlight the potentials and characteristics of the drafting process portfolios of children in the context of early childhood education in order to support their understanding and use by educators . Are referred to the specific learning assessment and described procedures for a proper construction of portfolios of children.; ; http://dx.doi.org/10.5007/1980-4512.2014n29p33A utilização de portefólios apresenta-se como uma estratégia de avaliação autêntica que tem sido alvo de interesse por investigadores e profissionais de educação já que, para além de implicar o educador de infância na documentação e avaliação das aprendizagens, envolve a própria criança acarretando ganhos...