Página 1 dos resultados de 5840 itens digitais encontrados em 0.011 segundos

Ciclo 3 / 8 anos como primeira etapa da educação básica: condições e desafios

Meireles-Coelho, Carlos; Ferreira, Ana Bela; Ferreira, Lúcia
Fonte: Sociedade Portuguesa de Ciências da Educação/IPB Publicador: Sociedade Portuguesa de Ciências da Educação/IPB
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
POR
Relevância na Pesquisa
76.28%
O período dos 3 aos 8 anos foi considerado decisivo para a educação pessoal, social e ambiental destas crianças pela 12.ª Conferência de Ministros do Conselho da Europa, em 1981 em Lisboa, e deu origem aos estudos que levaram às conclusões do Projeto n.º 8 que recomenda que entre os 3/4 e os 11/12 anos as crianças sejam integradas na mesma escola básica com os mesmos professores com a mesma formação. Pretende-se analisar histórica e comparativamente a evolução da “primeira etapa da educação básica” na Europa e especialmente em Portugal, sobretudo nas suas relações com a formação de professores.

O ciclo 3-8 anos: a primeira inclusão na educação básica

Meireles-Coelho, Carlos; Ferreira, Ana Bela; Ferreira, Lúcia; Sousa, Sofia
Fonte: Pin-ANDEE, Associação Nacional de Docentes de Educação Especial Publicador: Pin-ANDEE, Associação Nacional de Docentes de Educação Especial
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
POR
Relevância na Pesquisa
76.31%
A escolaridade obrigatória começou por focar a alfabetização associada ao ler, escrever e contar. Com o desenvolvimento das sociedades preconiza-se a educação de todos com a satisfação das suas necessidades básicas de aprendizagem, exigindo uma educação pessoal e social desde mais cedo e durante mais tempo. Ao conceito tradicional de ensino primário e educação pré-escolar sucede o conceito de educação básica dos 3/4 aos 11/12 anos (ou um pouco menos) e dentro desta surge como inovação estratégica privilegiada o ciclo 3-8. Pretende-se contribuir para uma educação que promova o desenvolvimento sustentável, de todos e de cada um, a nível pessoal e social para a saúde e para o ambiente a partir da junção da educação pré-escolar com os primeiros anos da educação escolar considerando a idade dos três aos oito anos como o grande desafio para a concretização da primeira etapa de educação básica de qualidade para todos, em que se aprende a respeitar o ritmo individual de cada um.

A Educação Básica no Brasil

Cury,Carlos Roberto Jamil
Fonte: Centro de Estudos Educação e Sociedade - Cedes Publicador: Centro de Estudos Educação e Sociedade - Cedes
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2002 PT
Relevância na Pesquisa
76.32%
A educação básica no Brasil, desde a Constituição de 1988 e, com mais ênfase, nos últimos oito anos, vem sofrendo grandes mudanças. Analisá-la implica considerar determinadas preliminares como o pacto federativo, a desigualdade social, as ligações internacionais e a própria noção de educação básica a fim de contextualizar as políticas de avaliação, focalização, descentralização, desregulamentação e financiamento. Tais alterações evidenciam uma forte focalização no ensino fundamental na idade legal apropriada, o mesmo não acontecendo com as outras etapas tão importantes quanto o ensino fundamental.

Sistema Nacional de Educação Básica: nó da avaliação?

Abicalil,Carlos Augusto
Fonte: Centro de Estudos Educação e Sociedade - Cedes Publicador: Centro de Estudos Educação e Sociedade - Cedes
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2002 PT
Relevância na Pesquisa
76.36%
Partindo da consideração dos fundamentos e dos objetivos do Estado democrático de direito preconizado pela Constituição da República Federativa do Brasil, são abordados a perspectiva do direito à educação e os vínculos com os princípios e as finalidades da educação nacional. Ao destacar a marca histórica da descentralização da oferta da educação básica, expõe-se o paradoxo da concentração do poder formulador na esfera da União. A hipertrofia do INEP ¾ Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais e de seus instrumentos de avaliação, assim como os resultados do SAEB ¾ Sistema Nacional de Avaliação da Educação Básica, com base na pesquisa "Retrato da Escola II", são sinteticamente analisados como Sistema nacional de educação básica ¾ nó da avaliação?

Educação básica no Brasil na década de 1990: subordinação ativa e consentida à lógica do mercado

Frigotto,Gaudêncio; Ciavatta,Maria
Fonte: Centro de Estudos Educação e Sociedade - Cedes Publicador: Centro de Estudos Educação e Sociedade - Cedes
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2003 PT
Relevância na Pesquisa
76.3%
Este trabalho, apoiado no esforço de análises de pesquisadores e intelectuais que não declinaram do pensamento utópico e, portanto, do esforço de produção de um pensamento crítico a todas as formas de colonialismo, discute a política de educação básica nos dois mandatos do Governo Fernando Henrique Cardoso. A conclusão a que chegamos é a de que a "era FHC" neste particular, também, foi um retrocesso tanto no plano institucional e organizativo quanto, e particularmente, no âmbito pedagógico. Esta conclusão se fundamenta, primeiramente, na análise do tipo de projeto social mais amplo e do projeto educativo a ele articulado, ambos associados de forma ativa, consentida e subordinada aos organismos internacionais. No plano mais específico fundamenta-se na relevância da educação básica à luz das questões mais gerais postas à educação por um mundo em transformação e às políticas educacionais em relação à Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional e ao Conselho Nacional de Educação, ao Plano Nacional de Educação, ao ensino fundamental e aos Parâmetros Curriculares Nacionais e à reforma do ensino médio e técnico.

Financiamento e gasto público na educação básica no Brasil: 1995-2005

Castro,Jorge Abrahão de
Fonte: Centro de Estudos Educação e Sociedade - Cedes Publicador: Centro de Estudos Educação e Sociedade - Cedes
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2007 PT
Relevância na Pesquisa
76.31%
Este trabalho dimensiona e analisa o gasto em educação básica; em que níveis e modalidades foram aplicados os recursos; a responsabilidade de cada ente federado pelo gasto educacional; e a prioridade econômica voltada à educação. De modo geral, constatou-se que o sistema de financiamento dos gastos das políticas de educação conseguiu manter sua proteção contra cortes orçamentários, mas, em contrapartida, não permitiu ampliação da importância macroeconômica dos gastos da área educacional, revelando baixa prioridade de governo à educação. Além disso, foi possível verificar que a educação básica é muito importante na composição dos gastos educacionais, principalmente o ensino fundamental e que grande parte das ações governamentais tem caráter descentralizado.

A relação da educação profissional e tecnológica com a universalização da educação básica

Frigotto,Gaudêncio
Fonte: Centro de Estudos Educação e Sociedade - Cedes Publicador: Centro de Estudos Educação e Sociedade - Cedes
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2007 PT
Relevância na Pesquisa
76.37%
Este artigo resulta de uma pesquisa sobre os sujeitos do ensino médio e a relação quantidade e qualidade na educação básica e de debates sobre as políticas de educação básica e técnico-profissional nas últimas três décadas. A reiteração das determinações estruturais da sociedade brasileira, afirmando um projeto de capitalismo dependente, permite entender o elevado grau de analfabetismo adulto, a não universalização e a baixa qualidade da educação básica e a concepção da formação profissional na perspectiva estrita de adaptação aos objetivos do mercado. Uma educação básica de baixa qualidade redunda numa pífia educação profissional. O artigo evidencia que persistem os desafios de mudanças estruturais na sociedade e na educação, destacando elementos de uma agenda contra-hegemônica.

A Relação entre a educação profissional e a educação básica na CONAE 2010: possibilidades e limites para a construção do novo Plano Nacional de Educação

Moura,Dante Henrique
Fonte: Centro de Estudos Educação e Sociedade - Cedes Publicador: Centro de Estudos Educação e Sociedade - Cedes
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2010 PT
Relevância na Pesquisa
76.27%
O texto discute a relação entre a educação profissional (EP) e a educação básica (EB), especialmente o ensino médio (EM), assumindo como pressuposto a educação como direito igualitário de todos, tendo em vista a elaboração do novo Plano Nacional de Educação (PNE) a partir da Conferência Nacional de Educação (CONAE 2010). Faz-se uma síntese histórica da relação entre EB e EP, considerando a dualidade estrutural e a funcionalidade da educação ao modelo de desenvolvimento econômico. Propõe-se, com base nos princípios da politecnia, a integração entre elas como forma de contribuir para o rompimento dessa dualidade estrutural. Analisa-se o conteúdo do Documento Final da CONAE no que se refere à relação entre EP e EM, comparando-o com os princípios do EM integrado.

Sistema Nacional de Educação: os arranjos na cooperação, parceria e cobiça sobre o fundo público na educação básica

Abicalil,Carlos Augusto
Fonte: Centro de Estudos Educação e Sociedade - Cedes Publicador: Centro de Estudos Educação e Sociedade - Cedes
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2013 PT
Relevância na Pesquisa
76.27%
O presente artigo objetiva explicitar novas formas de disputa pelo fundo público ampliado para a educação nacional, na oportunidade de desenho institucional do Sistema Nacional de Educação em formatação a partir do Plano Nacional de Educação, suas diretrizes, metas e estratégias para a década. Descrevem-se as recém-criadas estruturas de gestão interfederativa, normas complementares emanadas do Conselho Nacional de Educação e ações institucionais do Ministério da Educação nesse novo contexto. Destacando narrativas dos próprios atores sociais do chamado terceiro setor, apresenta suas estratégias para conformar um arcabouço jurídico normativo que permita atuar diretamente sobre os recursos federais do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e Valorização do Magistério (Fundeb) e do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), valendo-se da oferta de assessorias à gestão pública municipal por meio dos Arranjos de Desenvolvimento da Educação.

Resolução de problemas matemáticos na educação básica : interação entre a linguagem matemática e a língua materna; Resolución de problemas matemáticos em La educación básica : interación entre lenguaje matemática y la lengua materna

Silva, Luiz Galdino da
Fonte: Universidade Federal de Alagoas; BR; Educação brasileira; Programa de Pós-Graduação em Educação; UFAL Publicador: Universidade Federal de Alagoas; BR; Educação brasileira; Programa de Pós-Graduação em Educação; UFAL
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
76.34%
Al considerar que la lectura y la escritura son requisitos necesarios para interpretar declaraciones matemáticas, esta encuesta buscó profundizar en dos escuelas ubicadas en la ciudad de Maceió-AL qué estrategias de resolución de problemas matemáticos los estudiantes de educación básica han utilizado, teniendo en cuenta su entendimiento acerca de los enunciados. En este contexto, hemos partido de la suposición de que las dificultades en la comprensión del lenguaje matemático en la educación formal se originan en las dificultades de comprensión de la lengua materna, porque para comprender las declaraciones de problemas matemáticos es necesario tener dominio del idioma relacionado con los textos de las declaraciones. Para esta investigación, fue adoptado enfoque cualitativo en forma de estudio de caso y utilizados como instrumentos de recopilación de datos, una actividad para el diagnóstico, una actividad de lectura y escritura y una entrevista semi-estructurada, todos ellos relacionados con problemas matemáticos. El contenido de la actividad para el diagnóstico de la actividad de lectura y escritura y entrevista aplicada a temas seleccionados fueron analizadas basadas en el método de análisis de contenido. La actividad de diagnóstico tuvo como objetivo inicial seleccionar los sujetos de la investigación y posteriormente generar información acerca de las estrategias construidas por los sujetos seleccionados...

Valorização do magistério da educação básica no RN: participação do SINTE e do governo estadual na implementação do piso salarial profissional nacional na rede pública estadual no ano de 2009

Ferreira, Maria Aparecida dos Santos
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Educação; Educação Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Educação; Educação
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
76.34%
This paper analyzes the policy of upgrading the teaching profession in relation to financing basic education, with a view to participation of the Union of Education Workers of Rio Grande do Norte - SINTE / RN and the state government in the implementation of Professional Base Salary the National Professional Teaching Public Basic Education - Law 11738/2008, the public state of Rio Grande do Norte. The participation of civil society, through the union movement presents itself as an important process of implementation of Professional Base Salary. The participation of SINTE / RN occurred since the fight to pass the plan, careers and Compensation (2006) until the implementation of the Base Salary (2009) highlighting the power relations established between the Union and State Government. To this end, there were actions such as public hearings and strikes by education professionals. In order to raise issues relevant to the issue of enhancement of teaching and participation of unions as a collective representation has been taken as a theoretical and methodological literature on the financing of basic education, enhancing teaching and participation as well as policy guidelines governing the career of teaching. Was used as a methodological procedure to document analysis and information gathering through semi-structured interviews. The results indicate the participation and the power relationship between the trade union movement and the state government in the implementation of the Base Salary. However...

A política de fundos constitucionais no contexto do financiamento da educação básica no Brasil : origens, contradições e perspectivas; The Constitutional funds policy in the context of brazilian basic education: origns, contraditions and perspectives

JESUS, Wellington Ferreira de
Fonte: Universidade Federal de Goiás; BR; UFG; Doutorado em Educação; Ciências Humanas Publicador: Universidade Federal de Goiás; BR; UFG; Doutorado em Educação; Ciências Humanas
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
76.35%
This study integrates the research about State and Public Education Policies in Brazil. Its aim is to analyze the historical origins, the context, the relevance and the contradictions, limitations and possibilities of linking, mainly of funds policy, also called funds sublinkings, in the context of the financing of basic education. In this sense, we conducted an initial historical research in documentary sources, such as: proceedings diaries of the constituent assemblies, National Congress journals, Official Gazette, brazilian constitutions and other official documents; national and regional newspapers, sites of the computers world wide network, among others. There was a literature review as well, whose objective was to contextualize the linkings and sublinkings, situating them in the context of a pendulous movement, consolidated during the democratic State and abolished in the exception regimes. Therefore, taking the theory of Antonio Gramsci on the Expanded State as a reference, the role of linking and educational funds policy to education was discussed, in view of another planning on this kind of policy in Brazil. It was noticed that constitucional funds policy represents, among other things, a mechanism that enables the fulfilment of management...

O trabalho colaborativo do intérprete de libras no ensino de português para surdos na escola regular de educação básica; Collaborative works interpreter/translator of Libras in teaching/learning of portuguese into regular schools of basic education

Carvalho, André dos Guimarães de
Fonte: Universidade Federal de Goiás; Brasil; UFG; Programa de Pós-graduação em Ensino na Educação Básica (CEPAE); Centro de Ensino e Pesquisa Aplicada à Educação - CEPAE (RG) Publicador: Universidade Federal de Goiás; Brasil; UFG; Programa de Pós-graduação em Ensino na Educação Básica (CEPAE); Centro de Ensino e Pesquisa Aplicada à Educação - CEPAE (RG)
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
86.27%
The main focus of discussion in this research is the role of the interpreter/translator of Libras (Brazilian Sign Language) in regular educational schools. The problem which excited the investigation was the failure death students face when learning to read and write in Portuguese. The leading question was: what collaborative work can the interpreter/translator develop along with the other professionals in school, as to help dealing with this matter? The final “Educational Product” of this dissertation is a virtual forum of discussion in a site called Espaço Colaborativo Virtual Permanente, which has the purpose of debating and exchanging the experiences of all professionals working in the specialized educational environments at school, such as interpreters, translators, teachers, coordinators etc. In order to fulfill this goal, during the investigation, the specific objectives of the study were to identify and to develop pedagogical didactical approaches, inclusive and socializing activities and flexible contents for classrooms which welcome death and non-death students. The interpreter/translator of Libras in these classrooms also performed as the investigator of this research, by observing the answers of two death students to an interview...

As pesquisas em educação básica realizadas no PPGE/FE/UFG; Research on basic education held in PPGE-FE-UFG

Silva, Marcia Cristina
Fonte: Universidade Federal de Goiás; Brasil; UFG; Programa de Pós-graduação em Educação (FE); Faculdade de Educação - FE (RG) Publicador: Universidade Federal de Goiás; Brasil; UFG; Programa de Pós-graduação em Educação (FE); Faculdade de Educação - FE (RG)
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
76.4%
This paper presents the results of an exploratory, bibliographical and documentary research linked to the search Fundamentals of Educational Processes PPGE / FE / UFG, which aimed to enable the scientific training of a teacher whose experience line originates in basic education and reflection on the academic production on this level of education. The proposal was developed with the mapping and analysis of trends expressed in dissertations and theses Program Graduate School of Education, Federal University of Goiás, about basic education. By analyzing the themes and theoretical and methodological frameworks of work aimed - to grasp the comprehensive trends that were being developed on the basic education. Were selected from the cut of the theme, 145 works including dissertations and theses, identified and analyzed using a spreadsheet. This material was organized in synthetic clusters, in order to systematize the topics covered and the privileged methodologies. Therefore, was identified as a significant trend in the work, in addition to methodological and theoretical issues, one privileging the issue of teacher training in discussing the issue of basic education. And yet, within this perspective, one joint involved with the discussions on the issue of reflective teacher and teacher knowledge in reflective practice...

Diretrizes curriculares nacionais para a formação inicial e continuada dos profissionais do magistério da educação básica: concepções e desafios

Dourado,Luiz Fernandes
Fonte: Centro de Estudos Educação e Sociedade - Cedes Publicador: Centro de Estudos Educação e Sociedade - Cedes
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2015 PT
Relevância na Pesquisa
76.29%
RESUMO:O artigo apresenta as novas diretrizes curriculares nacionais para a formação inicial e continuada dos profissionais do magistério da educação básica, tendo por base o Parecer CNE/CP 02/2015, aprovado pelo Conselho Pleno do Conselho Nacional de Educação (CNE), em 9 de junho de 2015, e homologado pelo MEC em 24 de junho de 2015. Situa que o processo de construção dessas novas DCNs - objeto de discussões e debates a mais de uma década no CNE, por meio de Comissão Bicameral, ao considerar as diferentes concepções em disputas no campo, estudos e pesquisas sobre a temática, os marcos legais com destaque para a CF 1988, a LDB e o Plano Nacional de Educação (2014/214), bem como as deliberações das Conferências Nacionais de Educação (Conae, 2010 e 2014) - objetivou garantir maior organicidade para a formação inicial e continuada dos profissionais para o magistério da educação básica.

A Formação na Licenciatura em Educação Básica: o que pensam os alunos da Escola Superior de Educação de Bragança

Gonçalves, Adorinda; Rodrigues, Maria José
Fonte: Instituto Politécnico de Bragança, Escola Superior de Educação Publicador: Instituto Politécnico de Bragança, Escola Superior de Educação
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
76.28%
Nos últimos anos houve alterações da formação de educadores/professores no quadro do Processo de Bolonha. O Decreto-Lei 43/2007 de 22 de fevereiro, determina a formação de educadores e professores do ensino básico (1.º e 2.º ciclo) em dois ciclos: o 1.º, correspondente à licenciatura em Educação Básica e o 2.º, correspondente ao mestrado, com uma duração variável, dependendo dos domínios em que é feita a formação. Este estudo incide sobre a Licenciatura em Educação Básica na Escola Superior de Educação de Bragança. Pretendemos refletir e partilhar a opinião dos alunos sobre o modelo de formação. Participaram no estudo alunos da Licenciatura e do 1.º ano dos mestrados em funcionamento no ano letivo 2011/2012 num total de 139 alunos. Os resultados evidenciam que os alunos estão globalmente satisfeitos com a formação oferecida. A análise dos dados apresentados deixou-nos muitas interrogações sobre o novo processo de formação.

O professor da educação básica no Brasil: identidade e trabalho;

Souza, Ângelo Ricardo de; Universidade Federal do Paraná
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 27/06/2013 POR
Relevância na Pesquisa
86.28%
; Este artigo apresenta um conjunto de leituras a partir de dados de bases secundárias com o intuito de analisar o perfil dos trabalhadores docentes na educação básica brasileira, sua identidade e suas relações com o trabalho. Utilizando informações do Censo dos Profissionais do Magistério de 2003 e do Questionário do Professor aplicado pela Prova Brasil 2011, ambas bases produzidas pelo INEP/MEC, o estudo produz um mapeamento das principais características dos profissionais docentes e coteja tal leitura com demais trabalhos que o campo de investigação vem produzindo. O texto conclui evidenciando características da população docente, bem como mostrando como os professores mais experientes e mais bem formados são recompensados salarialmente; ademais mostra aspectos das condições de trabalho e do perfil cultural, sendo que, nesse último item, evidencia um nível cultural fragilizado entre os docentes.

A EDUCAÇÃO BÁSICA E PROFISSIONAL NO CONTEXTO DAS REFORMAS DOS ANOS 90

Dalila Andrade Oliveira; FaE/UFMG
Fonte: Trabalho & Educação Publicador: Trabalho & Educação
Formato: application/pdf
Publicado em 23/07/2013 PT
Relevância na Pesquisa
76.33%
O artigo aborda as reformas educacionais nos anos 90, em especial na educação básica e na profissional. Identifica um certo "consenso" em torno da necessidade de reformas entre empresários, organismos internacionais, Estado e sindicalistas, ao atribuírem centralidade à educação básica regular. Contudo, observa diferentes entendimentos e interesses nos segmentos proponentes das reformas, masi especificamente no que diz respeito à educação básica como "passaporte para o futuro" e à educação profissional como "condição indispensável aos diferentes níveis de empregabilidade".

Singularidade da Profissão de Professor e Proletarização do Trabalho Docente na Educação Básica

Rêses, Erlando Silva; Faculdade de Educação/UnB
Fonte: UnB-BCE Publicador: UnB-BCE
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Avaliados por Pares; Pesquisa bibliográfica Formato: application/pdf
Publicado em 19/01/2013 POR
Relevância na Pesquisa
76.33%
O presente artigo faz uma revisão na literatura sobre a profissão de docente da Educação Básica no Brasil. A singularidade da profissão docente expressa uma especificidade, particularidades e peculiaridades que demandam análise. Qual a singularidade existente na profissão de professor? O que constitui a identidade social do professor? Analisa-se a identidade profissional do professor, a posição social deste profissional, o estereótipo do trabalho por vocação atribuído ao exercício do magistério, a massificação do ensino, a feminização da profissão e as condições de trabalho dos professores da Educação Básica. Estes elementos ou categorias remetem à  discussão da proletarização dos profissionais do magistério. Essa tese, já bastante discutida nas pesquisas educacionais e até parecendo esgotada, é retomada a partir da análise da natureza e das condições de trabalho do docente da Educação Básica.

O IDEB e a construção de um modelo de accountability na educação básica brasileira

Schneider,Marilda Pasqual; Nardi,Elton Luiz
Fonte: Centro de Investigação em Educação. Instituto de Educação da Universidade do Minho Publicador: Centro de Investigação em Educação. Instituto de Educação da Universidade do Minho
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2014 PT
Relevância na Pesquisa
76.28%
O objetivo deste estudo é analisar o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB), enquanto uma medida do governo brasileiro para aferir o desempenho educacional dos estudantes. A análise toma como referência o conceito de accountability, tal como proposto por alguns autores, e procura verificar quais variáveis das que integram um sistema completo estão mais presentes na política encampada pela via do IDEB, como elas se relacionam e em que medida o índice, criado em 2007 para aferir a qualidade da educação básica brasileira, permite avançar em relação às concepções predominantes de accountability, nomeadamente as que integram avaliações externas, prestação de contas e responsabilização como elementos de uma política educacional de qualidade. Com base no tensionamento entre as variáveis que compõem um sistema abrangente e complexo, assinala potencialidades do IDEB considerando condições de superação de visões reducionistas e conservadoras de accountability educacional.