Página 1 dos resultados de 1707 itens digitais encontrados em 0.010 segundos

Participação docente em direção (e sentido?) à educação inclusiva (a perspetiva dos professores sobre a sua participação na vida da escola)

Lico, Maria de Deus Afonso dos Santos Custódio
Fonte: Instituto Politécnico de Bragança, Escola Superior de Educação Publicador: Instituto Politécnico de Bragança, Escola Superior de Educação
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
76.61%
A sociedade do conhecimento impõe uma mudança de paradigma no que concerne à instituição escolar, designadamente, deixa de ser uma escola de elites passando a responder às necessidades sociais abrindo-se a públicos heterogéneos. Consequentemente, as várias mudanças em curso no sistema educativo e as oscilações que provocam constituem-se como «factores de perturbação» do avanço (conturbado) em direção a uma educação que se pretende inclusiva. Este estudo, pretende indagar sobre a participação docente na vida da escola e desenvolve-se em torno de uma questão central – Estarão os professores a efetuar a sua participação na vida da escola (concretização do projeto educativo) na mesma direção (e sentido) dos princípios básicos da educação inclusiva, valorizando as suas «margens de autonomia relativa»? A primeira parte do trabalho apresenta uma abordagem teórico-conceptual enriquecida pelo contributo da análise interpretativa de documentos legais que se afigurou indispensável para enquadrar esta reflexão. A segunda parte relata o estudo empírico desenvolvido num concelho de Trás-os-Montes onde, dando voz aos professores, foi aplicado um inquérito por questionário a uma amostra probabilística estratificada por ciclos (1.º...

Análise de atitudes de professoras do ensino fundamental no que se refere à educação inclusiva; Analysis of the attitudes of fundamental education teachers towards inclusive education

CROCHÍK, José Leon; PEDROSSIAN, Dulce Regina dos Santos; ANACHE, Alexandra Ayach; MENESES, Branca Maria de; LIMA, Maria de Fátima Evangelista Mendonça
Fonte: Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
76.58%
Este artigo, que tem como referência a teoria crítica, relata o resultado de uma pesquisa sobre atitudes em relação à educação inclusiva, realizada com doze professoras do 5º ano do ensino fundamental; dentre elas, seis tinham experiência de ter em sala de aula alunos com deficiência, e seis não tinham. A análise qualitativa dos dados decorrentes do levantamento realizado em seis escolas da rede municipal de Campo Grande (MS) demonstrou que, de modo geral, as professoras foram favoráveis à educação inclusiva. Contudo, ficou evidente a expressão de atitudes preconceituosas veladas ou explícitas no âmbito escolar. A formação para experiência com quem é "diferente" ainda encontra barreiras por conta do preconceito e da discriminação presentes nesta sociedade que tem como lógica uma "inclusão marginal". Em suas manifestações, apontaram dificuldades de trabalhar com alunos com deficiência intelectual severa; assinalaram que a responsabilidade de trabalhar sob a predominância da educação centrada no desempenho, com foco na inserção das pessoas no mercado de trabalho, gerava um "sentimento de impotência". Diante das contradições existentes, a educação inclusiva não deixa de evidenciar a presença das injustiças que ainda se apresentam no processo educativo. Apesar disso...

Currículo e deficiência: análise de publicações brasileiras no cenário da educação inclusiva

Leite, Lúcia Pereira; Borelli, Laura Moreira; Martins, Sandra Eli Sartoreto de Oliveira
Fonte: Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Faculdade de Educação Publicador: Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Faculdade de Educação
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 63-92
POR
Relevância na Pesquisa
76.58%
A educação inclusiva envolve dimensões político-administrativas e pedagógicas. O currículo é umas dessas dimensões, e as adequações curriculares aparecem como uma estratégia para que sejam atendidos os princípios de uma escola para todos. Este estudo objetiva caracterizar o campo de estudos da educação inclusiva, por meio de uma revisão da literatura publicada entre os anos 2000 e 2010, em periódicos da área de educação, disponíveis no banco de dados Scielo. As palavras-chave utilizadas foram curricular, currículo, deficiência, educação especial e necessidades especiais. Os resultados demonstram que as produções na área são escassas no que diz respeito às estratégias para efetivação da educação inclusiva, limitando-se, prioritariamente, a reflexões e discussões teóricas que envolvem os princípios e políticas educacionais, pouco retratando experiências didático-pedagógicas que promovam ajustes curriculares e/ou formas de flexibilização do ensino.; The Inclusive Education involves political, administrative and pedagogical dimensions. The curriculum is one of these dimensions, and adaptation of curriculum appears as a strategy to comply the principles of a school for all. This study aims characterize the inclusive education field...

Os cursos de Pedagogia da Universidade Estadual Paulista e a Educação Inclusiva

Fonseca-janes, Cristiane Regina Xavier; Omote, Sadao
Fonte: Associação Brasileira de Pesquisadores em Educação Especial - ABPEE Publicador: Associação Brasileira de Pesquisadores em Educação Especial - ABPEE
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 325-342
POR
Relevância na Pesquisa
76.67%
Inclusive education is seen as quality education that should be provided by the educational system for all children, young people and adults. In order to put such a proposal into effect, qualified personnel are needed who are equipped to face such a challenge. This paper aims to examine the curriculum matrices of Pedagogy courses of the Universidade Estadual Paulista - UNESP that intend to prepare future teachers to follow an inclusive perspective. To this end, the political-pedagogical projects of six Pedagogy courses, the University resolutions that regulate the courses and excerpts taken from interviews carried out with course coordinators were analyzed. In order to analyze the curriculum matrices, the required subjects were distributed on a table according to the following categories: 1) specific subjects related to inclusive education, 2) number of hours of each subject related to inclusive education, 3) specific subjects related to special education and 4) amount of time scheduled for each subject related to special education. Among the six Pedagogy courses, five had subjects that focused on issues related to inclusive education, with varying time allotments, and four had subjects focusing on specific issues related to special education.; A educação inclusiva é tida como uma educação de qualidade que deve ser oferecida pelo sistema educacional a todas as crianças...

Revisão sistemática acerca das políticas de educação inclusiva para a formação de professores

Ingles, Maria Amélia; Antoszczyszen, Samuel; Semkiv, Silvia Iris Afonso Lopes; Oliveira, Jáima Pinheiro De
Fonte: Associação Brasileira de Pesquisadores em Educação Especial - ABPEE Publicador: Associação Brasileira de Pesquisadores em Educação Especial - ABPEE
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 461-478
POR
Relevância na Pesquisa
76.63%
Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP); Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq); Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); The analysis of public policies for teacher education is often referenced in academic discussions and research. There are many implications regarding these studies relevant to adapting policies and pedagogical practices, which are widely discussed in the form of articles, theses and dissertations process. This study presents a literature review on the topic, from 2008 to the present day, also including a few earlier studies, which we found to be essential to our discussion. The search was performed using specific criteria drawing from the Coordination of Improvement of Higher Education Personnel (CAPES) journal site. Descriptors as well as the number of articles analyzed from each of these descriptors were: teacher certification policies (five items); teacher training policies (three articles ); inclusive education policies (one article) ; inclusive education (three articles); teacher training (two articles) and educational legislation (two article) . After selecting these texts, detailed content analysis was performed, taking into account methodological aspects...

Currículo e deficiência: análise de publicações brasileiras no cenário da educação inclusiva

Leite,Lúcia Pereira; Borelli,Laura Moreira; Martins,Sandra Eli Sartoreto de Oliveira
Fonte: Faculdade de Educação da Universidade Federal de Minas Gerais Publicador: Faculdade de Educação da Universidade Federal de Minas Gerais
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2013 PT
Relevância na Pesquisa
76.58%
A educação inclusiva envolve dimensões político-administrativas e pedagógicas. O currículo é umas dessas dimensões, e as adequações curriculares aparecem como uma estratégia para que sejam atendidos os princípios de uma escola para todos. Este estudo objetiva caracterizar o campo de estudos da educação inclusiva, por meio de uma revisão da literatura publicada entre os anos 2000 e 2010, em periódicos da área de educação, disponíveis no banco de dados Scielo. As palavras-chave utilizadas foram curricular, currículo, deficiência, educação especial e necessidades especiais. Os resultados demonstram que as produções na área são escassas no que diz respeito às estratégias para efetivação da educação inclusiva, limitando-se, prioritariamente, a reflexões e discussões teóricas que envolvem os princípios e políticas educacionais, pouco retratando experiências didático-pedagógicas que promovam ajustes curriculares e/ou formas de flexibilização do ensino.

Os cursos de Pedagogia da Universidade Estadual Paulista e a Educação Inclusiva

Fonseca-Janes,Cristiane Regina Xavier; Omote,Sadao
Fonte: Associação Brasileira de Pesquisadores em Educação Especial - ABPEE Publicador: Associação Brasileira de Pesquisadores em Educação Especial - ABPEE
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2013 PT
Relevância na Pesquisa
76.67%
A educação inclusiva é tida como uma educação de qualidade que deve ser oferecida pelo sistema educacional a todas as crianças, jovens e adultos. Para a efetivação de tal proposta, dentre várias necessidades, precisamos de recursos humanos qualificados para o enfrentamento desse desafio. Este trabalho tem por objetivo analisar as matrizes curriculares dos cursos de Pedagogia da Universidade Estadual Paulista para a formação em uma perspectiva inclusiva. Para isto, foram analisados os projetos político-pedagógicos dos seis cursos de Pedagogia, as Resoluções da UNESP que os regulamentam e trechos de entrevistas realizadas com os coordenadores dos respectivos cursos. Para análise das matrizes, as disciplinas obrigatórias foram distribuídas em um quadro com as seguintes categorias: 1) disciplinas específicas relacionadas com a Educação Inclusiva, 2) carga horária das disciplinas relacionadas com a Educação Inclusiva, 3) disciplinas específicas relacionadas com a Educação Especial e 4) carga horária das disciplinas relacionadas com a Educação Especial. Dos seis cursos de Pedagogia da UNESP, cinco possuem disciplinas voltadas para a questão da Educação Inclusiva, com as mais diversificadas cargas horárias...

Revisão sistemática acerca das políticas de educação inclusiva para a formação de professores

Ingles,Maria Amélia; Antoszczyszen,Samuel; Semkiv,Silvia Iris Afonso Lopes; Oliveira,Jáima Pinheiro de
Fonte: Associação Brasileira de Pesquisadores em Educação Especial - ABPEE Publicador: Associação Brasileira de Pesquisadores em Educação Especial - ABPEE
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2014 PT
Relevância na Pesquisa
76.63%
A análise das políticas públicas de formação docente é bastante referenciada nas discussões e pesquisas acadêmicas. Há muitas implicações destes estudos no processo de adaptação das políticas e de práticas pedagógicas, as quais são amplamente discutidas em forma de artigos, teses e dissertações. Este estudo apresenta uma análise bibliográfica sobre o tema, do ano de 2008 até os dias atuais, incluídos alguns estudos com datas anteriores, os quais julgamos imprescindíveis para a discussão. A busca foi realizada com critérios específicos, no site de periódicos da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES). Os descritores, bem como o número de artigos analisados a partir de cada um destes descritores foram: Políticas de formação docente (cinco artigos); Políticas da formação de professores (três artigos); Políticas de educação inclusiva (um artigo); Educação inclusiva (dois artigos); Formação docente (três artigos) e Legislação educacional (dois artigos). Após a seleção destes textos, foi realizada uma análise de conteúdo minuciosa, levando em consideração seus aspectos metodológicos, problemática discutida e implicações para a prática pedagógica como suporte para a educação inclusiva. Os resultados indicaram um total de 2146 artigos...

Programa Educação inclusiva: direito à diversidade - uma análise a partir da visão de gestores de um município-polo

Caiado,Katia Regina Moreno; Laplane,Adriana Lia Friszman de
Fonte: Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2009 PT
Relevância na Pesquisa
76.57%
O presente estudo busca compreender os rumos da implementação da política inclusiva por meio da confrontação do discurso oficial com as práticas sociais. A história da educação especial no Brasil está marcada pela exclusão social e educacional, entende-se que garantir o direito à educação das pessoas com deficiência é um processo complexo e que exige ações políticas de diferentes dimensões. A reflexão sobre as diretrizes, materiais e documentos do Programa Educação inclusiva: direito à diversidade a partir dos depoimentos de gestores de um município-polo permitiu levantar algumas questões relacionadas ao modo como a política inclusiva está sendo implantada. A análise revela que há tensões e conflitos relacionados às possibilidades de efetivação das ações de formação e multiplicação; à própria discussão conceitual sobre a inclusão; ao lócus de atendimento ao aluno com deficiência; ao financiamento e às relações entre o público e privado; assim como, quanto às responsabilidades dos diferentes atores envolvidos no processo. Os resultados apontam que essas tensões podem ser entendidas a partir das múltiplas relações que se estabelecem entre um ensino que tende para a homogeneização e os princípios inclusivos...

Análise de atitudes de professoras do ensino fundamental no que se refere à educação inclusiva

Crochík,José Leon; Pedrossian,Dulce Regina dos Santos; Anache,Alexandra Ayach; Meneses,Branca Maria de; Lima,Maria de Fátima Evangelista Mendonça
Fonte: Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2011 PT
Relevância na Pesquisa
76.58%
Este artigo, que tem como referência a teoria crítica, relata o resultado de uma pesquisa sobre atitudes em relação à educação inclusiva, realizada com doze professoras do 5º ano do ensino fundamental; dentre elas, seis tinham experiência de ter em sala de aula alunos com deficiência, e seis não tinham. A análise qualitativa dos dados decorrentes do levantamento realizado em seis escolas da rede municipal de Campo Grande (MS) demonstrou que, de modo geral, as professoras foram favoráveis à educação inclusiva. Contudo, ficou evidente a expressão de atitudes preconceituosas veladas ou explícitas no âmbito escolar. A formação para experiência com quem é "diferente" ainda encontra barreiras por conta do preconceito e da discriminação presentes nesta sociedade que tem como lógica uma "inclusão marginal". Em suas manifestações, apontaram dificuldades de trabalhar com alunos com deficiência intelectual severa; assinalaram que a responsabilidade de trabalhar sob a predominância da educação centrada no desempenho, com foco na inserção das pessoas no mercado de trabalho, gerava um "sentimento de impotência". Diante das contradições existentes, a educação inclusiva não deixa de evidenciar a presença das injustiças que ainda se apresentam no processo educativo. Apesar disso...

Representação social sobre educação inclusiva por professores de Cruzeiro do Sul - Acre

Costa, Ademarcia Lopes de Oliveira
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Educação; Educação Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Educação; Educação
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
76.77%
Nowadays the discussion about providing a quality education for all students is more and more recurrent, including for those who have special educational necessities. The discussion increases regarding that it is not enough to include these students in the regular school, but also to provide conditions of learning and development. This requirement implies changes in the educational system, as well as in the teachers‟ everyday; and these changes manifest themselves through the complexity of the functions which are assigned to the teachers and the school. The news that are generated from the perspective of the inclusive education asks for new formative models for teacher‟s performance, once he tries to (re)build knowledge, knowings and doings among troubles and conflicts as a way to decrease the impact caused by the necessary transformations. This research approached this context in order to understand the social representation about the inclusive education from teachers who work in the regular public school system in the Municipality of Cruzeiro do Sul, State of Acre. To approach the symbolic content, we elected the Multiple Classification Procedure (MCP) as the methodological approach. For that, it was necessary to apply the Technique of Free-Association of Words (TFAW) to 60 participants what provided data to the first step of the chosen methodological procedure. The criterion of choice of the participants took into account if they dealt with student who has special educational necessities and with public schools. Later...

Educação inclusiva e formação continuada: contribuições dos casos de ensino para os processos de aprendizagem e desenvolvimento profissional de professores

Duek, Viviane Preichardt
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Educação; Educação Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Educação; Educação
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
76.56%
This study focuses on processes of learning and professional development experienced by elementary school teachers who have students with special educational needs in their classrooms. Cases and case methods can be used as methodological resource to articulate the continued training of teachers in an inclusive perspective. This research-intervention adopted a constructive-collaborative model for continued teachers formation. The main objective was to investigate the possible contributions of teaching cases, while investigative and formative strategies, for the processes of learning and professional development of teachers who work in the regular school. The data were collected by means of analytical activities, drafting collective discussion and teaching cases, having eight teachers as participants in a regular public school, located in the municipality of Natal/RN, Brasil. The theoretical reference covers the inclusive education, teaching learning, teachers professional development, the knowledge base for teaching and teaching cases as a resource for continued teachers formation in an inclusive perspective. The results indicated that teaching cases allowed description and analysis of educational practices developed by regular education teachers and adoption of reflective processes about situations reported and on their own pedagogical actuation...

Formação continuada e representação social: implicações para a educação inclusiva

Costa, Ademarcia Lopes de Oliveira
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Educação; Educação Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Educação; Educação
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
76.69%
This study is part of the line of research on Teacher Education, circumscribed to the Graduate Program in Education of Federal University Rio Grande do Norte. In it, we have a qualitative research, whose object returned to the influence of continued education in social representation of inclusive education of Elementary School teachers. The same was done in an Elementary School of Cruzeiro do Sul city (Brasil/Acre) and performed with the participation of 11 teachers. We assume that thinking a continuing education inclusive presupposes reflect on the redefinition and resignification of practices undertaken by the teacher. Therefore, the teacher education is conceived as a continuum in which the teacher will be graduating in forming, shaping their way of being in social situations. We argue that in the context of interactions, we are going to reconstruct social representations that guide actions and attitudes about the objects that have meaning for the group. It was with the aim of identify the influence of these social representations and at the same time submit a proposal for continuing training in structured formative needs teachers who made use of collaborative action research. Since we believe that this can either meet the assumptions of a research and vocational training to enable that researcher and other teachers...

A formação de professores de ciências biológicas e a educação inclusiva: uma interface da formação inicial e continuada; Teacher of biological sciences and inclusive education: an interface of initial and continuing education

Fernandes, Sandra de Freitas Paniago
Fonte: Universidade Federal de Goiás; Brasil; UFG; Programa de Pós-graduação em Educação em Ciências e Matemática (PRPG); Instituto de Matemática e Estatística - IME (RG) Publicador: Universidade Federal de Goiás; Brasil; UFG; Programa de Pós-graduação em Educação em Ciências e Matemática (PRPG); Instituto de Matemática e Estatística - IME (RG)
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
76.66%
By this research we proposed to perform an analysis of the political pedagogical project focused on teachers formation in two Biological Sciences undergraduate courses in Goiânia city - the Biological Sciences Licentiateship (BSL) at the Federal University of Goiás and the Pontifical Catholic University of Goiás one - and the continuing education programs offered by Municipal Education Secretary, through the Education Center for Teaching, and by the State Secretary of Education and Culture, through the Special Education Management, from 2009 to 2010, in order to verify if, and how, such institutions were improving the Biological Sciences teacher training for inclusive education, as they prepared him to deal with diverse learning needs. We chose a qualitative approach and a documentary research. Official documents that establish the teacher education policy were analyzed as well as the inclusion policy in such institutions. For systematization and data analysis was used theoretically based content analysis. Seven themes emerged from reading and re-reading of the data: common aspects between legislation on inclusive approach and the political-pedagogical projects of the BSL courses; the educational and philosophical principles of inclusion adopted by projects; the organizational structure of the BSL – initial teacher education; issues related to inclusive education presented in disciplines of the BSL courses; the political fundamentals that guide the projects of continuing education courses for teachers offered by employing institutions; the pedagogical purposes of the continuing education courses offered by employing institutions; issues related to inclusive education discussed in the continuing education for teachers. We found that the BSL courses of the higher education institutions surveyed do not mention public policies concerned with preparing teachers for inclusive education. We also found that the historical...

Análise de atitudes de professoras do ensino fundamental no que se refere à educação inclusiva

Crochík, José Leon; Pedrossian, Dulce Regina dos Santos; Anache, Alexandra Ayach; Meneses, Branca Maria de; Lima, Maria de Fátima Evangelista Mendonça
Fonte: Educação e Pesquisa Publicador: Educação e Pesquisa
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
76.58%
Este artigo, que tem como referência a teoria crítica, relata o resultado de uma pesquisa sobre atitudes em relação à educação inclusiva, realizada com doze professoras do 5º ano do ensino fundamental; dentre elas, seis tinham experiência de ter em sala de aula alunos com deficiência, e seis não tinham. A análise qualitativa dos dados decorrentes do levantamento realizado em seis escolas da rede municipal de Campo Grande (MS) demonstrou que, de modo geral, as professoras foram favoráveis à educação inclusiva. Contudo, ficou evidente a expressão de atitudes preconceituosas veladas ou explícitas no âmbito escolar. A formação para experiência com quem é "diferente" ainda encontra barreiras por conta do preconceito e da discriminação presentes nesta sociedade que tem como lógica uma "inclusão marginal". Em suas manifestações, apontaram dificuldades de trabalhar com alunos com deficiência intelectual severa; assinalaram que a responsabilidade de trabalhar sob a predominância da educação centrada no desempenho, com foco na inserção das pessoas no mercado de trabalho, gerava um "sentimento de impotência". Diante das contradições existentes, a educação inclusiva não deixa de evidenciar a presença das injustiças que ainda se apresentam no processo educativo. Apesar disso...

Perspectivas face à educação inclusiva: um estudo em escolas do meio rural algarvio

Santos, Joel; Universidade de Lisboa, Instituto de Educação; César, Margarida; Investigadora associada do Centre de Recherche en Psychologie Socioculturelle de l’Institut de Psychologie et Education, Université de Neuchâtel
Fonte: Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Santarém Publicador: Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Santarém
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Publicado em 05/04/2015 POR
Relevância na Pesquisa
86.49%
A diversidade é uma riqueza que importa saber preservar e apreciar (César, 2012b). Em Portugal, a região do Algarve apresenta um elevado índice de insucesso académico, sobretudo no 3.º ciclo do ensino básico (INE, 2009). Este fenómeno é mais frequente nos meios rurais (INE-DRA, 2004). Alguns autores observam conexões entre a construção de cenários educativos (mais) inclusivos, nos meios rurais, e as perspectivas assumidas por professores, alunos e encarregados de educação face à Educação Inclusiva (EI) (Loreman, Lupart, McGhie-Richmond, & Barber, 2008; Loreman, McGhie-Richmond, Barber, & Lupart, 2009; McGhie-Richmond, Barber, Lupart, & Loreman, 2009). O objectivo principal desta investigação consiste em conhecer as perspectivas face EI dos professores, alunos e encarregados de educação, referentes a escolas do 3.º ciclo do ensino básico regular diurno, nas áreas predominantemente rurais, da região do Algarve. Assumindo um paradigma interpretativo (Denzin, 2002), desenvolvemos um estudo de caso intrínseco (Stake, 1995). Os participantes são 151 professores, 471 alunos e 455 encarregados de educação. Os instrumentos de recolha de dados são a recolha documental e três escalas: (1) a escala TPIRC – Teacher Perceptions of Inclusion in Rural Canada (McGhie-Richmond et al....

É só para passar o tempo? Currículos com sentido em educação inclusiva

César, Margarida; Instituto de Educação, Universidade de Lisboa; Calado, Cláudia; Escola Josefa de Óbidos, Agrupamento de Escolas Padre Bartolomeu de Gusmão, Lisboa
Fonte: Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Santarém Publicador: Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Santarém
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Publicado em 06/04/2012 POR
Relevância na Pesquisa
86.43%
Os actuais documentos de política educativa, nacionais e internacionais, subscrevem princípios subjacentes à educação inclusiva. Como tal, os alunos categorizados como apresentando necessidades educativas especiais (NEE) frequentam escolas e turmas do ensino regular, trazendo vários desafios aos professores, nomeadamente quanto às práticas a implementar, em aula, para que todos os alunos participem nas actividades e tenham acesso ao sucesso escolar. Reconhecemos que existem formas de actuação e tarefas tão enraizadas nas práticas docentes que, por vezes, se diluem no tempo as justificações que presidiram à decisão de as executar. Tal é o caso do registo diário das condições climatéricas observáveis, em muitas turmas do 1.º ciclo do ensino básico (CEB). A caracterização das diferentes estações do ano, recorrendo à observação de distintas condições climáticas, é uma das competências a desenvolver no 1.º CEB. Sendo que as alterações climáticas constituem, actualmente, um problema global, é legítimo pedir à Escola que cumpra um papel estimulante de questionamento das vivências de cada criança e das culturas em que estas participam. Neste estudo, assumimos uma abordagem interpretativa e um design de investigação-acção. Um dos trabalhos de projecto colaborativos que desenvolvemos...

Análise de atitudes de professoras do ensino fundamental no que se refere à educação inclusiva; Analysis of the attitudes of fundamental education teachers towards inclusive education

Crochík, José Leon; Pedrossian, Dulce Regina dos Santos; Anache, Alexandra Ayach; Meneses, Branca Maria de; Lima, Maria de Fátima Evangelista Mendonça
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Educação Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Educação
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/12/2011 POR
Relevância na Pesquisa
76.58%
Este artigo, que tem como referência a teoria crítica, relata o resultado de uma pesquisa sobre atitudes em relação à educação inclusiva, realizada com doze professoras do 5º ano do ensino fundamental; dentre elas, seis tinham experiência de ter em sala de aula alunos com deficiência, e seis não tinham. A análise qualitativa dos dados decorrentes do levantamento realizado em seis escolas da rede municipal de Campo Grande (MS) demonstrou que, de modo geral, as professoras foram favoráveis à educação inclusiva. Contudo, ficou evidente a expressão de atitudes preconceituosas veladas ou explícitas no âmbito escolar. A formação para experiência com quem é "diferente" ainda encontra barreiras por conta do preconceito e da discriminação presentes nesta sociedade que tem como lógica uma "inclusão marginal". Em suas manifestações, apontaram dificuldades de trabalhar com alunos com deficiência intelectual severa; assinalaram que a responsabilidade de trabalhar sob a predominância da educação centrada no desempenho, com foco na inserção das pessoas no mercado de trabalho, gerava um "sentimento de impotência". Diante das contradições existentes, a educação inclusiva não deixa de evidenciar a presença das injustiças que ainda se apresentam no processo educativo. Apesar disso...

Programa Educação inclusiva: direito à diversidade - uma análise a partir da visão de gestores de um município-polo; The Inclusive Education Program: the right to diversity - an analysis from the point of view of administrators of a hub municipality

Caiado, Katia Regina Moreno; Laplane, Adriana Lia Friszman de
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Educação Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Educação
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Formato: application/pdf; application/pdf
Publicado em 01/08/2009 POR; ENG
Relevância na Pesquisa
76.57%
O presente estudo busca compreender os rumos da implementação da política inclusiva por meio da confrontação do discurso oficial com as práticas sociais. A história da educação especial no Brasil está marcada pela exclusão social e educacional, entende-se que garantir o direito à educação das pessoas com deficiência é um processo complexo e que exige ações políticas de diferentes dimensões. A reflexão sobre as diretrizes, materiais e documentos do Programa Educação inclusiva: direito à diversidade a partir dos depoimentos de gestores de um município-polo permitiu levantar algumas questões relacionadas ao modo como a política inclusiva está sendo implantada. A análise revela que há tensões e conflitos relacionados às possibilidades de efetivação das ações de formação e multiplicação; à própria discussão conceitual sobre a inclusão; ao lócus de atendimento ao aluno com deficiência; ao financiamento e às relações entre o público e privado; assim como, quanto às responsabilidades dos diferentes atores envolvidos no processo. Os resultados apontam que essas tensões podem ser entendidas a partir das múltiplas relações que se estabelecem entre um ensino que tende para a homogeneização e os princípios inclusivos...

Procurando indicadores de educação inclusiva: as práticas dos professores de apoio educativo

Sanches,Isabel; Teodoro,António
Fonte: Centro de Investigação em Educação. Instituto de Educação da Universidade do Minho Publicador: Centro de Investigação em Educação. Instituto de Educação da Universidade do Minho
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2007 PT
Relevância na Pesquisa
76.69%
O movimento da Escola inclusiva e, consequentemente, da Educação inclusiva está a ganhar raízes no discurso dos políticos e experts da Educação, desde a celebração de compromissos internacionais, como é o caso da Declaração de Salamanca (1994). Preconiza-se que a Educação Especial, uma educação paralela ao sistema de Educação Regular, dê lugar a práticas educativas inclusivas que, partindo da diversidade humana como uma mais valia e usando metodologias de diferenciação inclusiva e de aprendizagem cooperativa, possam gerar o sucesso de todos através do sucesso de cada um, caminhando, assim, para o despontar de um novo paradigma de escola. Procuraram-se, com este estudo, Indicadores de Educação Inclusiva nas Práticas dos Professores de Apoio Educativo. Como instrumento de pesquisa foi usado o questionário, aplicado no primeiro ciclo do Ensino Básico, na Região Educativa de Lisboa. Este estudo revelou que, nas práticas destes professores, os indicadores de Educação Inclusiva são pontuais. A acção pedagógico-educativa aparenta estar mais próxima da modalidade Educação Especial, o que nos permite questionar se os 'actores' principais co-responsáveis pela gestão da diferença/diversidade na escola estão a desempenhar o papel que lhes é atribuído e o que é que os impede que tal aconteça.