Página 1 dos resultados de 387 itens digitais encontrados em 0.004 segundos

O fomento florestal como alternativa de suprimento de matéria-prima na indústria brasileira de celulose; The forest furtherance: an alternative of raw material in Brasilian pulp industry

Fischer, Augusto; Zylbersztajn, Décio
Fonte: Escola de Administração da UFRGS Publicador: Escola de Administração da UFRGS
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
46.49%
Neste estudo foram analisados os programas de fomento florestal das empresas do segmento de celulose. O objetivo é identificar a participação do fomento florestal no suprimento de madeira e as dimensões definidas nos contratos desses programas. Para o estudo utilizou-se o referencial teórico da nova economia institucional, particularmente a teoria dos contratos incompletos de longo prazo e dos custos de transação. Utilizou-se a abordagem qualitativa da pesquisa exploratória e descritiva. Para isso, após estudo documental sobre o ambiente regulatório e institucional do setor florestal, realizou-se a coleta de dados primários por meio de questionário semiestruturado, encaminhado por meio eletrônico a dirigentes e técnicos de onze empresas produtoras de celulose escolhidas intencionalmente. Os resultados mostram que o fomento florestal ocupa a segunda posição na matriz de suprimento de madeira para processamento da indústria de celulose como mecanismo de substituição da integração vertical, pela coordenação vertical por meio de contratos de longo prazo. Indicam, também, que a participação dos programas de fomento florestal e do mercado no suprimento de madeira para processamento está crescendo. O fomento visa a facilitar o acesso a recursos...

Incentivos em programas de fomento florestal na indústria de celulose; Incentives in forest furtherance programs on cellulose industry

Fischer, Augusto
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 30/03/2007 PT
Relevância na Pesquisa
46.46%
Neste trabalho são estudados os programas de fomento florestal desenvolvidos pela indústria de celulose, cuja participação na matriz de suprimento de madeira para esse segmento industrial é crescente, já ocupando a segunda posição. A indústria de celulose caracteriza-se pelo elevado grau de integração vertical à montante, sendo a madeira processamento por esse segmento, predominantemente produzida pelas próprias empresas. Diversas condições, como restrições das normas ambientais, e custos de produção limitam a expansão de novos plantios por meio da integração vertical, levando as maiores empresas a desenvolverem a estratégia da coordenação vertical por meio de arrendamentos, parcerias e programas de fomento florestal. Neste estudo foram analisados os programas de fomento florestal na indústria de celulose, considerando as características de seus contratos, os incentivos e suas performances, com base na nova economia institucional, destacando-se a teoria dos contratos incompletos de longo prazo, com suporte na econômica dos custos de transação. Para a pesquisa utilizou-se no primeiro momento, a abordagem qualitativa da pesquisa exploratória e descritiva do estudo de casos múltiplos, por meio de entrevistas semi-estruturadas. No segundo momento...

Crescimento da economia e demanda de recursos florestais no Brasil

Gomes, Fernanda Paim
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 123 p.| il., grafs., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
46.5%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Sócio-Econômico, Programa de Pós-Graduação em Economia, Florianópolis, 2014.; A atividade de base florestal no Brasil contribui de forma significativa para a economia, no que tange à geração de empregos (diretos e indiretos), recolhimento de impostos, participação no Produto Interno Bruto (PIB) e montante de exportações. Diante desse quadro, o setor se depara hoje com o descompasso entre expansão da demanda por produtos madeireiros e a oferta destes. A escassez de florestas nativas, a pressão dos órgãos internacionais, os efeitos prejudiciais ao meio ambiente e a preocupação quanto ao atendimento das necessidades das futuras gerações evidenciam a tendência de um redirecionamento do setor florestal no sentido de um desenvolvimento economicamente viável, socialmente justo e ambientalmente correto. Este estudo tem como objetivo identificar quais as possíveis pressões ou nível de demanda de madeira (nativa e plantada) que o crescimento da economia brasileira e global pode gerar na próxima década, considerando-se a atual tecnologia ou mesmo novas tecnologias. Para tanto, utilizou-se a ferramenta de Insumo-Produto, desagregada em seus setores de base florestal...

Efeitos multiplicadores da economia florestal brasileira

Valverde,Sebastião Renato; Rezende,José Luiz Pereira; Silva,Márcio Lopes da; Jacovine,Laércio Antônio Gonçalves; Carvalho,Rosa Maria Miranda Armond
Fonte: Sociedade de Investigações Florestais Publicador: Sociedade de Investigações Florestais
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2003 PT
Relevância na Pesquisa
56.42%
Este trabalho trata da importância do setor florestal para o desenvolvimento socioeconômico brasileiro por meio dos modelos econômicos de equilíbrio geral multissetoriais, através das análises das matrizes de insumo-produto (MIP) e de contabilidade social (MCS). As principais fontes dos dados foram as Tabelas de Insumo-Produto (TIP) do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), além de informações obtidas no Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), no Banco Central (BACEN) e na Secretaria da Receita Federal (SRF), referentes ao ano de 1995. Observou-se que tão importante quanto contribuir para a geração e formação do PIB, de emprego, impostos, salários e balança comercial é o poder que um setor produtivo tem a mais que o outro de multiplicar estes indicadores quando uma unidade monetária é gasta a mais pelos consumidores finais na demanda por produtos deste determinado setor. Os resultados indicaram que o setor florestal é um dos setores da economia brasileira que apresentou os maiores efeitos multiplicadores para os indicadores socioeconômicos, sendo superiores aos de outros como o da indústria automobilística, de equipamentos elétricos e eletrônicos, de máquinas e equipamentos e de produtos químicos e petróleo.

Efeitos multiplicadores do setor florestal na economia capixaba

Valverde,Sebastião Renato; Oliveira,Gilca Garcia de; Carvalho,Rosa Maria Armond Miranda; Soares,Thelma Shirlen
Fonte: Sociedade de Investigações Florestais Publicador: Sociedade de Investigações Florestais
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/02/2005 PT
Relevância na Pesquisa
46.35%
Este estudo teve por objetivo avaliar a importância do setor florestal para o desenvolvimento social e econômico do Estado do Espírito Santo, por meio dos multiplicadores de impacto nos indicadores sociais e econômicos. Analisando dados do ano de 1999, observou-se que aumentos de 10% na produção florestal são suficientes para resultar na geração de mais 1.363 empregos formais no estado, de R$9,354 milhões nas remunerações salariais, de R$77,716 milhões no Produto Interno Bruto (PIB) e de R$2 milhões na arrecadação de ICMS do estado, sendo aproximadamente 90% desses valores gerados dentro do próprio setor.

Participação do setor florestal nos indicadores socioeconômicos do estado do Espírito Santo

Valverde,Sebastião Renato; Oliveira,Gilca Garcia de; Soares,Thelma Shirlen; Carvalho,Rosa Maria Armond Miranda
Fonte: Sociedade de Investigações Florestais Publicador: Sociedade de Investigações Florestais
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/02/2005 PT
Relevância na Pesquisa
46.35%
O objetivo deste estudo foi avaliar a importância do setor florestal para o desenvolvimento do Estado do Espírito Santo, através de sua participação e dos seus multiplicadores de impacto nos indicadores sociais e econômicos, como na constituição do valor da produção, na geração de empregos e rendas, na arrecadação de impostos e na formação de divisas oriundas do saldo da balança comercial. Foram empregados modelos econômicos de equilíbrio geral, através da análise da Matriz de Insumo-Produto. Os resultados indicaram que o setor florestal é importante para o desenvolvimento social e econômico desse estado, tanto na contribuição dos indicadores quanto na dos multiplicadores de impacto da economia.

Desempenho do setor florestal para a economia brasileira: uma abordagem da matriz insumo-produto

Sousa,Eliane Pinheiro de; Soares,Naisy Silva; Silva,Márcio Lopes da; Valverde,Sebastião Renato
Fonte: Sociedade de Investigações Florestais Publicador: Sociedade de Investigações Florestais
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2010 PT
Relevância na Pesquisa
46.42%
Este trabalho teve como objetivo analisar o desempenho do setor florestal na economia brasileira, tendo como referência o ano de 2005. Foi utilizado o modelo de insumo-produto para o cálculo de multiplicadores setoriais, índices de ligações de Rasmussen-Hirschman e índices puros de ligação. Os resultados indicaram que o setor florestal foi importante para o desenvolvimento socioeconômico do Brasil em 2005, já que contribuiu para o saldo positivo da balança comercial brasileira, dada a sua participação no valor das exportações por unidade de produção. Além disso, a relevância desse setor pode ser demonstrada pelos impactos de alteração na demanda final do setor florestal sobre a produção, a arrecadação de impostos, a renda e o emprego.

O fomento florestal como alternativa de suprimento de matéria-prima na indústria brasileira de celulose

Fischer,Augusto; Zylbersztajn,Décio
Fonte: Escola de Administração da UFRGS Publicador: Escola de Administração da UFRGS
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2012 PT
Relevância na Pesquisa
46.49%
Neste estudo foram analisados os programas de fomento florestal das empresas do segmento de celulose. O objetivo é identificar a participação do fomento florestal no suprimento de madeira e as dimensões definidas nos contratos desses programas. Para o estudo utilizou-se o referencial teórico da nova economia institucional, particularmente a teoria dos contratos incompletos de longo prazo e dos custos de transação. Utilizou-se a abordagem qualitativa da pesquisa exploratória e descritiva. Para isso, após estudo documental sobre o ambiente regulatório e institucional do setor florestal, realizou-se a coleta de dados primários por meio de questionário semiestruturado, encaminhado por meio eletrônico a dirigentes e técnicos de onze empresas produtoras de celulose escolhidas intencionalmente. Os resultados mostram que o fomento florestal ocupa a segunda posição na matriz de suprimento de madeira para processamento da indústria de celulose como mecanismo de substituição da integração vertical, pela coordenação vertical por meio de contratos de longo prazo. Indicam, também, que a participação dos programas de fomento florestal e do mercado no suprimento de madeira para processamento está crescendo. O fomento visa a facilitar o acesso a recursos...

A continuidade da contribuição economica do setor florestal

Brepohl, Ditmar, 1953-
Fonte: UFPR Publicador: UFPR
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
56.29%
O trabalho objetiva desenvolver um modelo explicativo para a identificação de condições para a continuidade da contribuição econômica do Setor Florestal. O método científico adotado é desenvolvido a partir de elementos retirados da literatura pertinente, e que são: a estrutura geral de análise proposta por I. Adelman, restrições práticas a esta estrutura, análise do tratamento dos recursos naturais nos principais modelos teóricos de desenvolvimento econômico e finalmente o modelo geral de desenvolvimento proposto por J. B. Dargavel. Inicialmente, é estudado o comportamento no tempo da utilização de recursos florestais necessária à manutenção da produção do setor Florestal em seu nível ótimo de desenvolvimento, deduzindo-se a seguir, a disponibilidade de recursos florestais no tempo (tanto como estoque da mata nativa como da floresta implantada). Para concluir disto: o tempo v (prazo em que se verificará o esgotamento dos recursos florestais da mata nativa), o tempo w (último prazo para a renovação de recursos florestais mínima necessária ser iniciada) e o prazo crítico entre w e v (em que as empresas do Setor deverão adaptar-se às novas condições). Finalmente, analise os investimentos em recursos florestais necessários para garantir a renovação destes recursos...

Organizaçao e financiamento de projeto florestal associativo

Siqueira, Antonio Benedito de
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
56.38%
Este trabalho investiga a aplicação prática dos princípios da economia comunitária na implantação de projetos florestais organizados por associações de produtores. Assim, o estudo examina as teorias econômicas clássica, keynesiana e kaleckiana quanto aos determinantes do investimento e às fontes de financiamento disponíveis para as empresas em uma economia de mercado. O maior obstáculo para as inversões da firmas reside na sua própria poupança e na aplicação de capital dos seus controladores. Então, a propriedade do capital é condição essencial para que as empresas possam conseguir financiamento nos mercados de capitais e obter crédito bancário. Satisfeita essa condição, o investimento depende da expectativa dos empresários quanto à eficiência marginal do capital. As expectativas de lucros futuros e a propriedade do capital determinam o investimento. Essa racionalidade é a expressão do egoísmo ético smithiano. Ainda que a atividade econômica deva trazer resultados positivos, a decisão de investir dos membros de uma associação de produtores orienta-se pelo altruísmo, que significa sempre trabalhar pensando nos demais membros da sociedade. Ao inverter o propósito da produção, as pessoas vêem-se na condição de atender suas necessidades na medida em que buscam atender aos interesses dos demais membros da comunidade. A decisão de investir...

Metodo de custeio baseado em atividades no setor florestal

Almeida, Alcir Ribeiro Carneiro de
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
56.22%
Este trabalho tem como objetivo geral, expor para o setor florestal o Método de Custeio Baseado em Atividades (ABC - Activity Based Costing). Na revisão da literatura, descreve-se sobre o cenário atual de crescente competitividade industrial e os instrumentos facilitadores da organização moderna como a utilização de tecnologias de ponta, o direcionamento à qualidade, a prioridade no monitoramento dos custos e a efetividade do gerenciamento responsável pela articulação das mudanças estratégicas e fundamentais no momento da globalização dos negócios. Investiga-se sobre os precursores da gestão estratégica de custos, da irrelevância dos sistemas convencionais de custeio, abrangendo as históricas nuanças dos sistemas de contabilidade gerenciais até os dias de hoje. Apresentam-se as limitações da sistemática de custeio presente e convencional com incursões das deficiências :a contabilidade no setor florestal e discorre-se sobre as proposições do novo enfoque na gestão dos custos. Delimitam-se os fundamentos conceituais de custo com ênfase na caracterização dos custos de produção de essencialidade didática para o método proposto. Informa sobre o preâmbulo do ABC, a estrutura do modelo, a hierarquia dos elementos de 2..."1á1ise...

Estudo socio-economico e analise de viabilidade da reserva extrativista do São Luis do Remanso, Rio Branco, Acre

Silva, Ecio Rodrigues da
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
46.38%
Este trabalho analisou aspectos socioeconómicos de uma população de 130 famílias residentes na primeira unidade de Reserva Extrativista criada na Amazônia, a Reserva Extrativista do São Luís do Remanso, localizada no sudoeste do Estado do Acre, nos municípios de Rio Branco e Xapuri. Foi realizada uma análise de viabilidade técnico-econômica da referida Reserva, considerando-se a União como investidora. A análise foi efetuada considerando-se duas situações distintas: a) com o nível de aproveitamento e exploração vigentes na época do estudo; b) incluindo-se a exploração madeireira com a perspectiva de manejo florestal de manejo múltiplo. As 130 famílias analisadas indicaram que têm no extrativismo de borracha e de castanha-do-brasil sua principal atividade econômica. A receita obtida com a venda da borracha correspondeu a 52,46% da renda da unidade produtiva (denominada de colocação). A castanha, por sua vez, contribui com 47,54% da formação da renda total anual avaliada em USS 833,00 obtidos em cada unidade produtiva. Além destas atividades produtivas, também foram identificadas a prática da agricultura de subsistência, a caça e a coleta de outros produtos de origem florestal. A comunidade analisada apresentaram baixos indicadores de organização comunitária e elevadas taxas de migração interna...

Dimensões da politica florestal no Brasil

Fayet, Augusto Cesar de Camargo, 1942-
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
56.25%
O Brasil atravessou, nas últimas três décadas, fase de intensa atuação governamental no sentido de criar e instrumentalizar políticas públicas destinadas ao complexo florestal, na forma de incentivos fiscais, créditos subsidiados, benefícios cambiais, participações acionárias, apoio infra-estrutural, garantias de mercado e liberdade de preços. Essa intervenção teve diversas nuanças, entre acertos e erros, e transcorreu sem a necessária preocupação com a conservação, gerando expressiva degradação do meio ambiente. Sua força de implementação foi consubstanciada na articulação da representação dos interesses empresariais do setor, enquanto emergiram, nos últimos anos, mudanças político-institucionais e organização de movimentos sociais, que estão a exigir uma nova ordem. O objeto do presente estudo é o exame dessas questões. Observadas segundo dimensões da política florestal, relacionadas aos interesses produtivo e ambiental e marcadas por momentos diferenciados: o primeiro, de caráter espontâneo, até meados dos anos sessenta; o segundo, de políticas produtivistas, por mais vinte anos; e, por último, a fase ambientalista, que se inicia em meados da década de oitenta.

O impacto da reserva legal florestal sobre a agropecuária paranaense, em um ambiente de risco

Padilha Junior, Joao Batista
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
46.43%
O Presente trabalho trata da determinação do impacto e das principais conseqüências sobre a agropecuária perante a efetivação da Reserva Legal Florestal no Estado do Paraná, em um ambiente de risco. Especificamente, verificou-se a perda de área das propriedades rurais bem como o valor do produto interno bruto cessante da agropecuária. Estimou-se também o efeito do risco e da neutralidade de risco sobre os planos ótimos de produção, bem como o risco relativo dos diversos portfólios e a fronteira eficiente da média-variância das melhores alternativas de produção, comparando tais resultados com o plano atual da agropecuária. Neste processo, realizou-se análise qualitativa e quantitativa de dados, com auxílio de modelos de programação quadrática. Os resultados demonstraram que o impacto físico e imediato verificado com a implementação da Reserva Legal Florestal consiste numa redução de 3,2 milhões de hectares na área das propriedades rurais paranaenses, afetando os produtores e limitando a produção de certas atividades. Em termos econômicos, a efetivação da Reserva Legal Florestal ocasionará um VBP (Valor Bruto da Produção Agropecuária) cessante da ordem de R$ 65,5 bilhões ao Estado do Paraná...

Análise exergoeconômica da produção de biodiesel de babaçu obtido por via metílica e etílica

Ferreira, Maria Emilia Martins
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 168f. : il. algumas color., grafs., mapas, tabs.; application/pdf
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
46.38%
Orientador : Prof. Dr. Anselmo Chaves Neto; Tese (doutorado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Agrárias, Programa de Pós-Graduação em Engenharia Florestal. Defesa: Curitiba, 08/08/2014; Inclui referências; Área de concentração : Economia e Política Florestal; Resumo:O babaçu tem participação relevante na economia maranhense. Apesar de o babaçu ser uma oleaginosa com grande potencial para produção de biocombustível, seu principal produto, o óleo, está direcionado para o segmento da indústria de higiene, limpeza e cosméticos. Um combustível economicamente viável, ambientalmente correto e socialmente inclusivo ainda demanda novas pesquisas. No presente estudo analisou-se a produção de biodiesel de babaçu fazendo uma pesquisa conceitual e histórica da indústria do babaçu e da produção do biodiesel gerando uma análise exergoeconômica do seu processo de produção a partir da biomassa do babaçu. Estabeleceu-se uma relação entre a análise exergética e a análise econômica na produção do biodiesel de babaçu, contabilizando as ineficiências e perdas que podem acontecer nesse sistema. Também, buscou-se identificar as melhorias necessárias para otimizar a produção através de ensaios realizados em laboratório. O custo real da produção de biodiesel de babaçu foi determinado a partir do detalhamento do processo de transesterificação realizado através de duas rotas de produção de biodiesel...

Contribuição socio-economica da bracatinga[Mimosa scabrella Bentham] na região metropolitana de Curitiba-Norte (RMC-N)

Rochadelli, Roberto
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Dissertação Formato: 83f. : grafs., tabs. ; 30cm.; application/pdf
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
46.4%
Orientador: Anadalvo J. dos Santos; Dissertação(mestrado) - Universidade Federal do Parana, Setor de Ciencias Agrarias; Área de concentração: Economia e política florestal; A Mimosa scabrella Bentham (bracatinga) caracteriza-se por ser espécie florestal de extrema importância sócio-econômica na Região Metropolitana de Curitiba (PR), viabilizando o aproveitamento dos terrenos declivosos que predominam na sua porção Norte. Sua biomassa vem sendo utilizada na forma de lenha, pelos ramos de mineração (produção de cal elou calcário), cerâmica e alimentício. Nos últimos anos, o setor de mineração, responsável pelo consumo de ± 60% , vem adotando, devido a aspectos técnicos e legais, a utilização de serragem em substituição à matéria prima lenha para o aquecimento dos seus fomos. Em função disto, os produtores de bracatinga defrontam-se com um drástico decréscimo na demanda pelo produto lenha. Desenvolvida de forma conjunta e utilizando-se de dados da linha de pesquisa "Identificação e quantificação dos principais componentes químicos da madeira da Mimosa scabrella (bracatinga) relacionados com parâmetros de Manejo Florestal", formalizada oficialmente junto ao CNPq no Diretório dos Grupos de Pesquisa no Brasil sob o título "Qualidade e produtividade na atividade florestal primária" (processo 300167/77-6 RN)...

O setor florestal como força de atração regional de pessoas : uma aplicação do modelo gravitacional

Schneider, Alessandro Vinicios
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 136 f. : il. algumas color., maps., grafs., tabs.; application/pdf
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
56.38%
Orientador : Prof. Dr. Roberto Tuyoshi Hosokawa; Co-orientadores : Prof. Dr. Romano Timofeiczyk Junior; Prof. Dr. Ricardo Berger; Tese (doutorado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Agrárias, Programa de Pós-Graduação em Engenharia Florestal. Defesa: Curitiba, 12/05/2015; Inclui referências : f. 117-121; Resumo: O presente estudo teve como objetivo geral estimar o potencial de atração de pessoas nos municípios da região do Segundo Planalto Paranaense. No estudo observaram-se especificamente os municípios de Telêmaco Borba, Ortigueira, Sapopema, Curiúva, Figueira, São Jerônimo da Serra, Imbaú, Reserva, Tibagi e Ventania. Para estimar o potencial de atração de pessoas foi utilizado o modelo gravitacional proposto por Isard (1975). Foram empregados as distâncias entre os municípios, suas respectivas populações e os fluxos de passageiros que ocorreram no ano de 2010, no transporte coletivo intermunicipal. Foi proposta a adição do fator de ponderação (wi) ao modelo gravitacional original, de modo a adicionar variáveis que representam as atividades econômicas municipais. A distribuição espacial da população pode ser considerada como estando num sistema hierárquico e com as mais variadas ligações funcionais proporcionando um sistema hierárquico do potencial de atração de pessoas idêntico à distribuição populacional proporcional na região. A distribuição espacial dos municípios da região do Segundo Planalto Paranaense pressupõe que há um espaço econômico organizado em torno de um núcleo urbano principal. Conclui-se que os fluxos observados (Iij) no transporte coletivo intermunicipal são diretamente proporcionais ao tamanho das massas (Pi) e inversamente proporcionais a distância que as separa...

REDD no Brasil: um enfoque amazônico: fundamentos, critérios e estruturas institucionais para um regime nacional de Redução de Emissões por Desmatamento e Degradação Florestal – REDD

Brasil. Centro de Gestão e Estudos Estratégicos
Fonte: Centro de Gestão e Estudos Estratégicos (CGEE) Publicador: Centro de Gestão e Estudos Estratégicos (CGEE)
Tipo: Documento técnico
POT
Relevância na Pesquisa
56.25%
153 p.; Trata-se de um fala as mudanças climáticas no Brasil especificamente na Amazônia. Está dividido em cinco partes que falam sobre o desmatamento tropical, a economia florestal e sobre as estratégias nacional das mudanças climáticas do país.

ANÁLISE ESTRATÉGICA DO MANEJO FLORESTAL NA AMAZÔNIA BRASILEIRA; Strategic analysis of forest management in the Brazilian Amazon.

da Silva, Julio Cesar; Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e Recursos Naturais Renovaveis (IBAMA); de Almeida, Alexandre Nascimento; Universidade de Brasília; Pompermaye, Raquel de Souza; Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri
Fonte: FUPEF DO PARANÁ Publicador: FUPEF DO PARANÁ
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf
Publicado em 30/01/2014 POR
Relevância na Pesquisa
56.5%
Este estudo trata da análise estratégica da produção madeireira sustentada na Amazônia brasileira com foco nos planos de manejo florestal da região. A metodologia empregada se baseou na utilização da análise SWOT para determinar os pontos fortes e fracos e as oportunidades e ameaças do manejo florestal na Amazônia. Para tanto, foram entrevistados 40 profissionais que trabalham com o manejo florestal na região. O principal ponto forte esteve relacionado ao manejo, servindo como forma de manutenção da cobertura florestal; o principal ponto fraco tem relação com a pouca fiscalização sobre a extração ilegal de madeira; a principal oportunidade refere-se à grande quantidade de áreas disponíveis para o manejo florestal; e a principal ameaça é a competição desleal com a madeira de origem legal.Palavras-chave: Economia florestal; SWOT; floresta tropical. AbstractStrategic analysis of forest management in the Brazilian Amazon. This research develops a strategic analysis of supported timber production in the Brazilian Amazonia, with focus in the sustainable forest management plans in the region. The methodology is based on the use of SWOT Analysis to determine the strengths and weaknesses, opportunities and threats of forest in the Amazon. Therefore...

Characterization of Pequi production from Japonvar, MG; CARACTERIZAÇÃO DA PRODUÇÃO DE PEQUI EM JAPONVAR, MG

Afonso, Sandra Regina; Serviço Florestal Brasileiro; Angelo, Humberto; Universidade de Brasília - UnB; de Almeida, Alexandre Nascimento; Universidade de Brasília - UnB
Fonte: FUPEF DO PARANÁ Publicador: FUPEF DO PARANÁ
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf
Publicado em 28/05/2014 POR
Relevância na Pesquisa
56.38%
AbstractThe use of non timber forest products has been widely discussed as an important strategy for local sustainable development and environmental conservation, to the extent that their production contributes to community organization, generates income for the communities involved and encourages the maintenance of biodiversity. The Cooperative of Agricultural Producers and Collectors of Pequi of Japonvar (COOPERJAP), Minas Gerais, Brazil, develops researches on the importance of the activity in generating jobs, income, training and community organization. The use of pequis still results in the inclusion of environmental issues in the public discussion. The results indicated a great socio-economic importance of the activity for the region, strengthening the cooperative, generating income and employment opportunities for young people.Keywords: Caryocar brasiliense; forest economy; regional development.; A utilização de produtos florestais não madeireiros vem sendo amplamente discutida como uma importante estratégia para o desenvolvimento sustentável local e a conservação ambiental, na medida em que a sua produção contribui para a organização comunitária, gera renda às comunidades envolvidas e estimula a manutenção da biodiversidade. A partir da experiência da Cooperativa de Produtores Rurais e Catadores de Pequi de Japonvar (COOPERJAP)...