Página 1 dos resultados de 2453 itens digitais encontrados em 0.009 segundos

Limites e possibilidades da economia ambiental

Matos, Alda; Fernandes, António; Ribeiro, Maria Isabel; Cabo, Paula
Fonte: Instituto Politécnico da Guarda Publicador: Instituto Politécnico da Guarda
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
66.26%
Existem diversas correntes de pensamento económico preocupadas com os problemas ambientais. Subsiste, contudo, uma certa incapacidade da Economia para lidar com esta temática, encontrando-se, não raras vezes, desajustada da realidade ecológica. A delimitação do campo de acção e os métodos de algumas abordagens são ainda incipientes, denotando um contínuo processo de aperfeiçoamento e aprendizagem, sobretudo quando visam a quantificação económica de bens e serviços ambientais. Assim, este artigo tem como objectivo estudar e compreender esta temática. Para tal, far-se-á uma breve incursão crítica às teorias de pensamento económico, com base numa pesquisa bibliográfica e consequente revisão da literatura. Por se adaptar, perfeitamente, aos diversos modelos democráticos e neo-liberalistas, dar-se-á maior relevo à Economia Ambiental. Conclui-se que os antagonismos entre as escolas de pensamento económico sobre a temática ambiental acabam por diluir-se, já que são, em grande medida, decorrentes da especificidade, da abordagem e da natureza multifacetada e multidisciplinar do Meio Ambiente. Convém destacar contudo, que a teoria neoclássica possui uma forte ideologia antropocêntrica, na qual a prevalência de instrumentos governamentais dificulta a inclusão de outras perspectivas...

Impactos das preferências ambientais sobre os resultados dos métodos de análise conjunta de valoração ambiental : rating e ranking contingent

Benitez, Rogério Martin
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
56.19%
Uma das grandes dificuldades na mensuração monetária dos bens e serviços naturais, ou ambientais, reside na valoração do não-uso dos mesmos. Enquanto que o valor de uso de um recurso ambiental pode ser obtido através do mercado, que revela as preferências do consumidor, o valor de não-uso somente pode ser apropriado através do uso de mercados hipotéticos. Dentre as técnicas utilizadas, o método de valoração contingente (CVM) é o mais tradicional mas na última década, diversos economistas têm se voltado para novas abordagens evoluídas das áreas de marketing e transportes. Esses métodos, classificados como de análise conjunta (conjoint analysis) que podem ser, ainda, subdivididos em rating contingent e ranking contingent, são o estudo desse trabalho. O objetivo principal foi comparar os resultados, obtidos por um mesmo conjunto de observações, para as principais estatísticas referentes a precisão dos métodos, quando sujeitas a várias formas funcionais de utilidade, distintos graus de preferência ambiental dos consumidores e diferentes métodos de estimação. Além disso, é apresentada uma síntese crítica dos métodos em análise e os procedimentos metodológicos para o desenvolvimento e aplicação dos mesmos. Para a realização dessa análise...

Análise de crédito bancário : uma avaliação por meio de informações relativas à responsabilidade ambiental

Dzioubanov, André Osowski
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
56.06%
O presente estudo propõe inicialmente uma visão sobre a evolução dos pensamentos econômicos e ambientais. Posteriormente é realizada uma abordagem nos conceitos de economia ambiental, crédito e risco de crédito bancário. Buscou-se, com isso, inter-relacionar a teoria à prática bancária, identificando na revisão bibliográfica, os riscos e a análise de crédito para cada cliente. Quanto à metodologia, trata-se de uma pesquisa exploratória por meio de documentação indireta, comparando-a com a política de crédito de uma grande instituição financeira nacional privada. Através deste estudo, foi possível apontar verdadeira a hipótese inicial, de que o desempenho financeiro das empresas é ainda um critério preponderante no trato dos investimentos e na oferta de crédito e que ainda não há preferencia de se conceder mais crédito a empresas que adotam uma postura sustentável em detrimento das que não adotam. O estudo também contribuiu para entender que no atual modelo de análise de crédito bancária há muito que evoluir em relação aos critérios ambientais utilizados pelas empresas tomadoras.; Initially, this study proposes a view of the evolution of the economic and environmental thoughts. Thereafter an approach is made in the concepts of environmental economics...

Análise da valoração climática na perspectiva da Economia Ambiental: possibilidades e limitações

Andriucci, Lays Regina
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 210 f. : il.
POR
Relevância na Pesquisa
66.29%
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Pós-graduação em Geografia - FCT; A presente pesquisa tem como objetivo propor uma metodologia que permita analisar e discutir a relação existente entre o clima urbano e a economia. A área escolhida para esse estudo foi à cidade de São Paulo, mas, destacando a ocupação da marginal do rio Tietê. Para tanto, analisou-se os seguintes temas: economia ambiental; histórico de ocupação e desenvolvimento da área urbana tanto da cidade de São Paulo, como do rio Tietê; e o clima urbano, que foi divido em três etapas: caracterização geral do clima da cidade de São Paulo; caracterização dos totais pluviométricos da cidade de São Paulo; e levantamento do comportamento das chuvas excepcionais na marginal do rio Tietê. Com essa investigação foi possível isolar elementos identificados como externalidades ambientais. O resultado da pesquisa mostrou que: a Valoração Climática é a relação estabelecida entre a Economia Ambiental e a Climatologia Geográfica; a metodologia utilizada alcançou o objetivo de mostrar que a apropriação indevida do meio pelo homem gera externalidades negativas, ou seja, promovem perdas também econômicas; e a compreensão de que o elemento Clima...

A compensação ambiental da Lei No 9.985/00

Achkar, Azor El
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
56.26%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Jurídicas. Programa de Pós-Graduação em Direito.; A presente pesquisa teve, como escopo, analisar, sob uma perspectiva teórico histórica, a evolução do pensamento ligado à economia ambiental, no afã de identificar seus instrumentos de atuação. Um deles é a compensação ambiental da Lei do Sistema Nacional de Unidades de Conservação (SNUC). Buscou-se provar seu fundamento e natureza jurídica. Partiu-se da crise ambiental, atestada por Ulrich Beck e Anthony Giddens, para afirmar que a adoção de novos valores faz-se necessária para reversão deste cenário. Em Enrique Leff, encontram-se as idéias da racionalidade ambiental, como um viés possível e necessário para início da conversão. Os princípios ambientais são os fatores determinantes para consolidação da mudança do paradigma vigente, afirmando-se que o Princípio do Poluidor Pagador (PPP), com suas variantes, consolida-se no ordenamento jurídico brasileiro, e exige a adoção de medidas condizentes para a atual realidade. Há reflexos na economia, e a compensação ambiental, estabelecida pelo art. 36 da Lei do SNUC, representa um instrumento de política ambiental voltado para financiamento das unidades de conservação...

Economia, meio ambiente e sustentabilidade: a visão da Economia Ambiental e da Economia Ecológica

Barbosa, Rafael Kellermann
Fonte: Florianópolis Publicador: Florianópolis
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: 55 f.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
56.31%
TCC (graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina. Centro Sócio-Econômico. Economia.; Ao longo da construção da ciência econômica, diversos autores abordaram a problemática ambiental buscando identificar como se daria a relação entre os recursos naturais e os processos econômicos. Dessas construções teóricas emergiram as correntes que hoje tratam do assunto e que dão subsidio às discussões que vêm se intensificando ao longo do século XX acerca dos diferentes modelos de desenvolvimento e as potencialidades de perpetuidade dos mesmos, dadas as restrições da natureza. Neste contexto, surge a preocupação teórica de se definir modelos de desenvolvimento e de tratamento da natureza que permitam a continuidade da existência humana sobre a terra. A Ciência Econômica construiu fundamentos teóricos que abordaram essas questões, formando o que hoje conhecemos como Economia Ambiental e Economia Ecológica. Apesar de terem semelhanças, são consideradas formas distintas de se interpretar a relação economia/natureza e, conseqüentemente, garantir a sustentabilidade do desenvolvimento. A Economia Ambiental trata os recursos naturais como infinitamente substituíveis por trabalho ou capital reprodutível...

Valor ambiental em uma perspectiva heterodoxa institucional-ecológica; Environmental value - an institutional-ecological heterodox perspective

Amazonas, Maurício de Carvalho
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
56.29%
O presente trabalho discute a perspectiva de valoração ambiental a partir de fundamentos heterodoxos, numa abordagem aqui denominada institucional-ecológica. Inicia-se pela identificação das principais limitações da abordagem neoclássica e suas correspondentes proposições de valoração, particularmente tendo-se em vista o desafio posto pelo critério de Desenvolvimento Sustentável. Em seguida, busca resgatar princípios propositivos de abordagens heterodoxas, particularmente nas formulações do campo teórico institucionalista e do campo teórico da economia ecológica, como elementos de potencial integração analítica para a constituição de uma conceituação heterodoxa de valores ambientais. Por fim, o trabalho propõe, a partir de uma discussão sobre o processo de formação e internalização dos valores ambientais e desse potencial de integração analítica, bases de constituição de uma abordagem institucional-ecológica para interpretação da valoração ambiental e, dentro dessa perspectiva, discute ao final qual o escopo de aplicação dos métodos de valoração correntemente utilizados pela Economia Ambiental Neoclássica. _______________________________________________________________________________ ABSTRACT; This article discusses an environmental valuation perspective...

Concepções da economia ecológica: suas relações com a economia dominante e a economia ambiental

Cavalcanti,Clóvis
Fonte: Instituto de Estudos Avançados da Universidade de São Paulo Publicador: Instituto de Estudos Avançados da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2010 PT
Relevância na Pesquisa
56.28%
O trabalho aborda as relações natureza-sociedade com o propósito de ampliar o leque das teorias socioambientais disponíveis. Faz rápida revisão e avaliação crítica do pensamento econômico tradicional diante da dimensão ambiental do processo econômico. Mostra o esforço de se incorporar o meio ambiente ao modelo econômico e trata da atividade econômica sob a restrição ambiental. Introduz a perspectiva da economia ecológica e sua abordagem transdisciplinar, explorando implicações da visão integradora dela decorrente. Conclui com uma apreciação de tendências no pensamento econômico-ecológico, lembrando nomes que as representam, com ênfase em Nicholas Georgescu-Roegen.

Valor ambiental em uma perspectiva heterodoxa institucional-ecológica: an institutional-ecological heterodox perspective

Amazona,Maurício de Carvalho
Fonte: Instituto de Economia da Universidade Estadual de Campinas Publicador: Instituto de Economia da Universidade Estadual de Campinas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2009 PT
Relevância na Pesquisa
56.27%
O presente trabalho discute a perspectiva de valoração ambiental a partir de fundamentos heterodoxos, numa abordagem aqui denominada institucional-ecológica. Inicia-se pela identificação das principais limitações da abordagem neoclássica e suas correspondentes proposições de valoração, particularmente tendo-se em vista o desafio posto pelo critério de Desenvolvimento Sustentável. Em seguida, busca resgatar princípios propositivos de abordagens heterodoxas, particularmente nas formulações do campo teórico institucionalista e do campo teórico da economia ecológica, como elementos de potencial integração analítica para a constituição de uma conceituação heterodoxa de valores ambientais. Por fim, o trabalho propõe, a partir de uma discussão sobre o processo de formação e internalização dos valores ambientais e desse potencial de integração analítica, bases de constituição de uma abordagem institucional-ecológica para interpretação da valoração ambiental e, dentro dessa perspectiva, discute ao final qual o escopo de aplicação dos métodos de valoração correntemente utilizados pela Economia Ambiental Neoclássica.

Valoração ambiental de propriedades rurais de municípios da Bacia Hidrográfica do Rio Xopotó, MG

Vilar,Mariana Barbosa; Oliveira,Ana Carolina Campanha de; Jacovine,Laércio Antônio Gonçalves; Ferreira,Matheus Garcia; Souza,Agostinho Lopes
Fonte: UFLA - Universidade Federal de Lavras Publicador: UFLA - Universidade Federal de Lavras
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2010 PT
Relevância na Pesquisa
56.17%
Os estudos da economia ambiental baseiam-se no entendimento de que a conservação e as melhorias ambientais podem ser viabilizadas por meio da utilização de instrumentos econômicos. Entretanto, para utilização destes, é necessário conhecer o valor econômico do meio ambiente. Assim, os valores dos recursos ambientais podem ser estimados, por meio do conhecimento da disposição da sociedade a pagar pela preservação dos recursos e serviços ambientais. Dentro dessa perspectiva, realizou-se um diagnóstico socioeconômico e ambiental na Bacia Hidrográfica do Rio Xopotó com o intuito de estimar o valor ambiental de 40 propriedades rurais distribuídas em quatro municípios dessa bacia. Por meio da adaptação da metodologia da Disposição a Pagar estimou-se a Disposição a Receber (DAR) de cada produtor rural para imobilizar áreas em suas propriedades de forma que essas garantissem a provisão de serviços ambientais. A Bacia Hidrográfica do Rio Xopotó vem sofrendo grandes pressões antrópicas que comprometem a promoção dos serviços ambientais. O valor da DAR revelado pelos produtores rurais para que eles destinem parte de sua propriedade para a conservação ambiental, corresponde, em média, a R$160,00.(ha.ano)-1. Esse valor se aproxima do que já é praticado em algumas iniciativas de pagamento por serviços ambientais em alguns municípios brasileiros. O resultado encontrado pode ser considerado um balizador para a tomada de decisões e elaboração de políticas públicas que reconheçam os agricultores como produtores de serviços ambientais...

A abordagem da economia ambiental no contexto da mineração

Oliveira Neto,Raul; Petter,Carlos Otávio
Fonte: Escola de Minas Publicador: Escola de Minas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2005 PT
Relevância na Pesquisa
56.05%
Muito se fala da necessidade de preservação do meio ambiente e nas obrigações legais em que os empreendimentos devem se enquadrar, porém pouco se definem os custos que tudo isso determina. Esse artigo tenta mostrar que é possível se estabelecerem instrumentos econômicos juntamente com os jurídicos. Estes trariam um equilíbrio maior ao sistema, já que se baseiam na idéia de que a oneração do empreendedor (princípio poluidor-pagador) pode chegar a um limite admissível, além do qual a comunidade representada pelo poder público poderia arcar através de uma negociação. Seria, em síntese, a introdução do conceito do princípio beneficiário-pagador em parte dessa negociação. Surge a importância da contabilidade dos custos ambientais desde a fase do projeto até a operação e finalização. São colocadas as bases teóricas desses conceitos da Economia Ambiental, indicados os níveis que poderiam ser estabelecidos e algumas sugestões para operacionalizar um novo sistema dentro de bases legais econômicas.

Valoração ambiental do escoamento superficial da água no município de Araras, SP.

TOSTO, S. G.; PEREIRA, L. C.; VALLADARES, G. S.; PAIVA SOBRINHO, R.; MARQUES, J.F.; MANGABEIRA, J. A. de C.; CAIXETA, D. A.
Fonte: In: REUNIÃO BRASILEIRA DE MANEJO E CONSERVAÇÃO DO SOLO E DA ÁGUA, 18., 2010, Teresina. Novos caminhos para a agricultura conservacionista no Brasil. Teresina: Embrapa Meio Norte: UFPI, 2010. 1 CD-ROM. Poster 543. Publicador: In: REUNIÃO BRASILEIRA DE MANEJO E CONSERVAÇÃO DO SOLO E DA ÁGUA, 18., 2010, Teresina. Novos caminhos para a agricultura conservacionista no Brasil. Teresina: Embrapa Meio Norte: UFPI, 2010. 1 CD-ROM. Poster 543.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Formato: 4 p.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
56.06%
O conhecimento do volume e da distribuição do escoamento superficial é fundamental para auxiliar na tomada de decisão. O objetivo deste trabalho é estimar o volume de água escoado no município de Araras, por tipo de cobertura do solo e valorar este serviço ecossistêmico pelo método de reposição preconizado pela Economia Ambiental. Foi utilizado o método da curva CN adaptado por (LOMBARDI NETO et al., 1989). Os resultados mostraram um maior escoamento de água na cana-de-açúcar queimada do que na cana-de-açúcar mecanizada (cana crua). Verificou-se também um escoamento alto para as culturas anuais e pastagens. Valores menores foram verificados nas culturas de café e de citrus. O valor econômico da água escoada depende muito do preço adotado e da finalidade do uso da água.; 2010

Precificação dos recursos ambientais : condição necessária ou insuficiente à sustentabilidade ambiental

Edilene da Paz Gasparini, Maria; Luiz Pelizzoli, Marcelo (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
PT_BR
Relevância na Pesquisa
46.42%
A concepção desse trabalho parte do entendimento de que a problemática ambiental que se evidenciou no final do século passado fez do conceito de Desenvolvimento Sustentável um dos possíveis norteadores de rumos para a teoria e a prática da economia na atualidade, e conseqüentemente, da precificação dos recursos ambientais - dando a estes a condição de mercado - uma necessidade possível para a obtenção de seus resultados. A questão a ser investigada é se a precificação (mera representação dos recursos naturais enquanto dinheiro) aporta maiores resultados na direção da sustentabilidade ambiental ou seria mais efetivo a investigação da ―materialização‖ desses recursos, para um conhecimento de seus estoques e usos atuais e futuros pela economia, considerando as sociedades específicas com seus modos de vida e culturas. A segunda alternativa implica em mudança de paradigma frente à idéia tradicional de representar a economia como um mero suporte dos negócios privados nos moldes atualmente praticados pelas economias de modo geral. Somente a compreensão dos fundamentos que regem os princípios estruturadores de duas escolas do pensamento econômico - aqui nos interessando mais de perto as envolvidas com a questão ambiental - poderão iluminar um caminho possível. As escolas que abordaremos preferencialmente são as da economia ambiental e a da economia ecológica. Ao discorrer sobre os fundamentos nos quais se estruturam as duas correntes de pensamento...

Gradiente de renda da terra em áreas de proteção ambiental

Gonzaga, Carlos Alberto Marçal
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
56.13%
A pesquisa “Gradiente de renda da terra em Áreas de Proteção Ambiental: estudo em Zona de Uso Agropecuário na Serra da Esperança” parte do pressuposto de que a taxa de variação da renda da terra em Unidade de Conservação de Uso Sustentável possa constituir-se em um indicador econômico ara a análise das tendências de ocupação territorial em tais Unidades e para a formulação de diretrizes plítico-econômicas regionais ambientalmente adequadas. Utilizou-se o modelo de von Thunen como exemplo de metodologia operacionalmente acessível, com o objetivo de identificar as opções de uso da terra e analisar o desempenho econômico das atividades produtivas em uma Área de proteção Ambiental. O cálculo dos gradientes de renda para os produtos da Zona de Uso Agropecuário da APA da Serra da Esperança em Mallet representa um exemplo de como o modelo pode ser utilizado em diagnósticos de economia ambiental regional e análise das tendências do desenvolvimento regional

Valoração ambiental de propriedades rurais de municípios da Bacia Hidrográfica do Rio Xopotó, MG; Environmental valuation of farms of the Xopotó River Watershed counties, MG

Fonte: UFLA - Universidade Federal de Lavras Publicador: UFLA - Universidade Federal de Lavras
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
PT
Relevância na Pesquisa
56.17%
The studies of environmental economy are based on the understanding that environmental conservation and improvements can be executed through the use of economic instruments. However, to use these instruments, it is necessary to understand the economic value of the environment. The environmental resources and services values can be estimated by the knowledge of the society willingness to pay (WTP) for their preservation. Inside of this perspective, a socioeconomic and environmental diagnosis was accomplished on the Xopotó River Watershed. The diagnosis aimed at estimating the environmental value of 40 farms distributed in four counties of this watershed. Through the adaptation of the Willingness to Pay (WTP) methodology, the Willingness to Receive (WTR) of each farmer to immobilize areas in their farms to ensure the provision of environmental services was estimated. The Xopotó River Watershed is undergoing great pressures that endanger the promotion of environmental services. The value of the WTR revealed by the farmers to maintain preserved areas of important environmental functions in their farms corresponds, on average, to R$160,00.(ha.year)-1. This value is closed to that one which is already practiced in some payment for environmental services initiatives in Brazil. This value serve as reference for implementation of public policies...

Gestão ambiental em hotéis : avaliando o comportamento voluntário de um resort brasileiro

Costa, Fabrizia Valle da
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
56.31%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Departamento de Economia, 2011.; A pesquisa consistiu na avaliação do comportamento voluntário ou pró-ativo do resort estudado pelo critério da eficácia, por meio da percepção do empresário, dos funcionários, dos hóspedes e da comunidade de entorno. O setor hoteleiro pode não causar grandes danos ao meio ambiente; entretanto, a longo prazo, pode incorrer em aspectos negativos na comunidade onde está localizado. Dentre os possíveis danos causados estão o descarte de resíduos, a alteração de ecossistemas, o desperdício de água e energia. O uso de instrumentos de persuasão, baseados na mudança do comportamento do indivíduo, da sociedade ou da empresa, podem reduzir estes impactos. Em um destino turístico como Bonito (MS), a problemática é melhor caracterizada pela autora por meio da avaliação do comportamento pró-ativo de um resort. Durante a pesquisa, levantou-se a hipótese de que os instrumentos voluntários tendem a ser eficazes no turismo e hotelaria, devido ao paradoxo da dependência ambiental dos destinos turísticos. Para tanto...

Concepções da economia ecológica: suas relações com a economia dominante e a economia ambiental

Cavalcanti, Clóvis
Fonte: Universidade de São Paulo. Instituto de Estudos Avançados Publicador: Universidade de São Paulo. Instituto de Estudos Avançados
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Formato: application/pdf; application/pdf
Publicado em 01/01/2010 POR; ENG
Relevância na Pesquisa
56.28%
O trabalho aborda as relações natureza-sociedade com o propósito de ampliar o leque das teorias socioambientais disponíveis. Faz rápida revisão e avaliação crítica do pensamento econômico tradicional diante da dimensão ambiental do processo econômico. Mostra o esforço de se incorporar o meio ambiente ao modelo econômico e trata da atividade econômica sob a restrição ambiental. Introduz a perspectiva da economia ecológica e sua abordagem transdisciplinar, explorando implicações da visão integradora dela decorrente. Conclui com uma apreciação de tendências no pensamento econômico-ecológico, lembrando nomes que as representam, com ênfase em Nicholas Georgescu-Roegen.; The paper deals with nature-society relationships with a view to enlarge the scope of available socio-environmental theories. It makes a review and critical evaluation of traditional economic thought in front of the environmental dimension of the economic process. It shows the effort to incorporate the environment into the economic model and explores the perspective of the economy under environmental restrictions. It introduces the notion of ecological economics and its transdisciplinary approach, examining some implications of its integrating view. It closes with an appreciation of tendencies in economic-ecological thinking...

Sustentabilidad y economía: la controversia de la valoración ambiental

Haro-Martínez,Alma Angelina; Taddei-Bringas,Isabel Cristina
Fonte: El Colegio Mexiquense A.C. Publicador: El Colegio Mexiquense A.C.
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2014 ES
Relevância na Pesquisa
56.22%
En el tema del desarrollo sustentable una controversia fundamental es la asignación de valor a bienes y servicios ambientales. La economía lo aborda desde dos perspectivas: el enfoque tradicional neoclásico (economía ambiental) y otra, más integral, donde confluyen distintas ciencias (economía ecológica). Este trabajo ofrece una revisión crítica de la teoría económica convencional asociada al desarrollo sustentable, asimismo, destaca la necesidad de asignar valores a los servicios ambientales para una mejor toma de decisiones, en la que se consideren las preferencias individuales y las sociales, con lo que avanzaría hacia las metas centrales del desarrollo sustentable: eficiencia económica, justicia social y sustentabilidad ecológica.

Valoración de la biodiversidad: Perspectiva de la economía ambiental y la economia ecológica

Figueroa,Juana R
Fonte: ASOCIACIÓN INTERCIENCIA Publicador: ASOCIACIÓN INTERCIENCIA
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/02/2005 ES
Relevância na Pesquisa
66.29%
Los enfoques de la economía ambiental y ecológica con respecto a la valoración de la biodiversidad son comparados en el contexto del desarrollo sostenible, utilizando investigación documental. Los resultados señalan que los métodos de valoración ambiental recogen una mínima parte del valor de los bienes y servicios asociados a la biodiversidad y, en los casos donde son aplicados, los supuestos necesarios tienen alto grado de arbitrariedad. Según la perspectiva del enfoque de la economía ecológica, se concluye que cualquier metodología de valoración debe incorporar información de otras disciplinas con fundamento en sistemas de valores, para que tenga lugar una interacción adecuada entre los sistemas socioeconómicos y ecológicos que garanticen una gestión sostenible de la biodiversidad.

Valor ambiental em uma perspectiva heterodoxa institucional-ecológica

Amazonas, Maurício de Carvalho
Fonte: Universidade Estadual de Campinas - Instituto de Economia - Setor de Publicações Publicador: Universidade Estadual de Campinas - Instituto de Economia - Setor de Publicações
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares; Formato: application/pdf
Publicado em 08/01/2016 POR
Relevância na Pesquisa
56.29%
O presente trabalho discute a perspectiva de valoração ambiental a partir de fundamentos heterodoxos, numa abordagem aqui denominada institucional-ecológica. Inicia-se pela identificação das principais limitações da abordagem neoclássica e suas correspondentes proposições de valoração, particularmente tendo-se em vista o desafio posto pelo critério de Desenvolvimento Sustentável. Em seguida, busca resgatar princípios propositivos de abordagens heterodoxas, particularmente nas formulações do campo teórico institucionalista e do campo teórico da economia ecológica, como elementos de potencial integração analítica para a constituição de uma conceituação heterodoxa de valores ambientais. Por fim, o trabalho propõe, a partir de uma discussão sobre o processo de formação e internalização dos valores ambientais e desse potencial de integração analítica, bases de constituição de uma abordagem institucional-ecológica para interpretação da valoração ambiental e, dentro dessa perspectiva, discute ao final qual o escopo de aplicação dos métodos de valoração correntemente utilizados pela Economia Ambiental Neoclássica.Abstract This article discusses an environmental valuation perspective, based on heterodox foundations...