Página 1 dos resultados de 426 itens digitais encontrados em 0.002 segundos

Perspectivas de um dualismo racional: as implicações do método escolástico no Liber de duobus principiis

Silva, Patrícia Antunes Serieiro
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 157 f. : il.
POR
Relevância na Pesquisa
37.21%
Pós-graduação em História - FCLAS; O Liber de duobus principiis é uma das poucas fontes deixadas pelos dissidentes dualistas medievais tradicionalmente conhecidos por cátaros. Composto, na primeira metade do século XIII, na Lombardia, por um anônimo pertencente à igreja de Desenzano ou também conhecida como igreja dos albanenses, o escrito figura-se como um esboço de teologia dualista. Nele, percebe-se um esforço do heresiarca, ainda nutrido pelo catolicismo, em definir a crença dos dois princípios - um bom, criador do mundo espiritual e eterno e outro mau, criador do mundo material e transitório -, a partir das autoridades escriturárias, sobretudo, mas também dos métodos intelectuais em voga nos círculos universitários. Propomo-nos nesta dissertação analisar a natureza do dualismo exposto pelo dissidente, bem como pontuar suas implicações com o método escolástico; The Liber de duobus principiis is one of the few sources left by medieval dualistic dissidents traditionally known Cathars. Composed in the first half of the thirteenth century in Lombardy, by an anonymous belonging to the church of Desenzano or also known as Church of albanenses, the composition figures as an outline on dualistic theology. In it...

Sob o signo de Tanatos

Souza, André Moraes
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
27.64%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Programa de Pós-Graduação em Psicologia, Florianópolis, 2013.; O problema da imposição do conceito de pulsão de morte na metapsicologia freudiana é colocado aqui sob uma dupla perspectiva. A primeira delas trata das cinco psicanálises, ou seja, de como o conceito de pulsão de morte se insinua nas entrelinhas dos cinco maiores relatos de caso clínico produzidos pela pena de Freud. A segunda perspectiva inclui a primeira, colocando-a diante de um horizonte de vastidão ampla. Envolvendo os primeiros trabalhos de Freud, bem como fragmentos de sua correspondência com Fliess, esta segunda perspectiva trata do problema da pulsão de morte desde as origens da metapsicologia até a sua derradeira aceitação epistêmica por Freud em 1920. Nesse sentido, ao longo do percurso traçado neste trabalho de dissertação, trabalha-se com os conceitos de narcisismo, libido, pulsão, bem como os diversos problemas patentes nesses artigos de metapsicologia. São eles: o caráter especulativo da pulsão de morte, a questão monismo versus dualismo, das manifestações clínicas até a metapsicologia da pulsão de morte e, finalmente...

Bergson e os dualismos

Pinto,Débora Cristina Morato
Fonte: Universidade Estadual Paulista, Departamento de Filosofia Publicador: Universidade Estadual Paulista, Departamento de Filosofia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2004 PT
Relevância na Pesquisa
27.21%
Este artigo apresenta introdutoriamente a maneira como Bergson aborda o dualismo ontológico num diálogo crítico com a tradição moderna. A proposta de reconstrução da metafísica em novos termos exige a passagem pela colocação tradicional dos principais problemas filosóficos, em especial o dualismo moderno, cuja origem é cartesiana. Para diluir as antíteses do pensamento conceitual, a filosofia da bergsoniana estabelece um procedimento dualista, a dissociação analítica da experiência determinando seus domínios distintos em natureza. Somente a noção de duração permite a reconciliação entre tais elementos, pensados então como ritmos do tempo. Nossa intenção é mostrar como se esquematiza tal percurso nas duas primeiras obras de Bergson.

O paradoxo de Chalmers

Leal-Toledo,Gustavo
Fonte: Universidade Estadual Paulista, Departamento de Filosofia Publicador: Universidade Estadual Paulista, Departamento de Filosofia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2009 PT
Relevância na Pesquisa
27.21%
O Argumento dos Zumbis proposto por Chalmers, ao contrário de defender o dualismo, bane as qualia para um "mundo" onde elas não podem influenciar o julgamento que fazemos sobre nós mesmos. Por este motivo, pelo próprio argumento, podemos ser um zumbi e não saber. A isso Chalmers chamou de The Paradox of Phenomenal Judgment. O problema é que ele aceita tal paradoxo como parte de sua própria teoria. No entanto, este movimento filosófico não é aceitável e este paradoxo mina a teoria de Chalmers por dentro mostrando que o argumento dos zumbis é, na verdade, um argumento contra o dualismo. Chalmers tenta resolver este problema com uma série de argumentos que tem como base o fato de que a consciência é um bruto explanandum indubitável. No entanto, tal tentativa fracassa por uma série de razões que mostram que mesmo se ele estivesse correto, ainda poderíamos ser um zumbi e não saber.

Objeções materialistas contra o dualismo cartesiano

Almeder,Robert
Fonte: Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2013 PT
Relevância na Pesquisa
37.21%
Discutiremos cinco objeções básicas que os materialistas geralmente levantam contra o dualismo mente-corpo cartesiano: (1) Ele não é empiricamente testável ou confirmável; (2) É em princípio testável e confirmável, mas não confirmado; (3) É testável e confirmável, mas foi provado falso; (4) É desnecessário para explicar qualquer coisa; e (5) Não pode servir para explicar coisa alguma. Mostraremos como todas essas objeções são insatisfatórias. Se eu estiver certo em minha argumentação, a postura reducionista do materialismo contemporâneo contra a existência de substâncias cartesianas imateriais como agentes causais para a explicação do comportamento humano é demonstravelmente um dogma mais do que qualquer outra coisa. Ademais, a promessa do materialismo reducionista de explicar a personalidade humana, a consciência e o comportamento tampouco pode ser jamais realizada.

O dualismo de Descartes como princípio de sua Filosofia Natural

Ramozzi-Chiarottino,Zelia; Freire,José-Jozefran
Fonte: Instituto de Estudos Avançados da Universidade de São Paulo Publicador: Instituto de Estudos Avançados da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2013 PT
Relevância na Pesquisa
37.58%
Procuraremos mostrar que o imaginário ocidental a respeito da filosofia cartesiana como um "dualismo" não superado e responsável pela ruptura do homem com cultura e natureza colide com as reais posições do filósofo. Na aurora da filosofia moderna, com Descartes, um dualismo ainda metafísico entre "dois modos da mesma substância" transforma-se num dualismo gnoseológico entre, de um lado, um sujeito do conhecimento científico (sujeito epistêmico), e, de outro, sistemas a serem explicados: corpo humano e natureza, ou seja, sistemas de conceitos bioquímicos e físicos. Assim, a filosofia de Descartes reúne em si o conteúdo filosófico de toda investigação anterior a ela, convertendo-se no centro do qual se irradiam os múltiplos caminhos e tendências da crítica do conhecimento e da filosofia das ciências.

Ser materia puesta a prueba del dualismo a partir de prácticas experimentales con la cera de abejas

Correal Castillo, Jennifer Alexandra
Fonte: Pontifícia Universidade Javeriana Publicador: Pontifícia Universidade Javeriana
Tipo: bachelorThesis; Trabajo de Grado Pregrado Formato: pdf
Relevância na Pesquisa
37.21%
El presente trabajo de grado se enfoca en la exploración del dualismo, entendido como una división desde la perspectiva occidental. Posteriormente, se pone a prueba la supuesta lucha de opuestos a través de prácticas experimentales y procesuales con la estructura y la materia, lo que sugiere la superación de la dualidad, y se ve expresado en la práctica por la liberación de la materia.

El dualismo autoridad-potestad como fundamento de la organización y del pensamiento políticos de Roma

Casinos Mora, Francisco Javier
Fonte: Universidad de Alcalá de Henares. Servicio de Publicaciones Publicador: Universidad de Alcalá de Henares. Servicio de Publicaciones
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
SPA
Relevância na Pesquisa
27.38%
A partir de la información proporcionada por las fuentes latinas clásicas el dualismo autoridad-potestad, presente en los diversos ámbitos de la vida social romana, constituye una idea clave para desentrañar el significado de la constitución política de Roma, especialmente en los períodos monárquico y republicano. La peculiaridad de tal constitución consiste en la presencia de la idea de autoridad como concepto distinto al de poder, de un dualismo inédito en otros pueblos de la Antigüedad clásica, en el cual la autoridad actúa de contrapeso del poder produciendo una singular estabilidad política. Tal dualismo eclosionará con la instauración monárquica que provocará la disociación de las ideas de autoridad y potestad, siendo la auctoritas patrutn el vestigio que quedaba a un primordial órgano de tipo gentilicio en cuyo seno se amalgamaban las dos ideas de autoridad y potestad.; Starting from the information provided by the classical latin sources the dualism authority-power, based on the different scopes of the Román social Ufe, is the key to understand the meaning of the Román political constitution, especially during the monarchical and republican periods. The peculiarity of the aforementioned constitution consists of the existence of the idea of authority as a diferent to the concept of power...

A alegoria do dualismo brasileiro na obra "Dois irmãos" de Milton Hatoum; The allegory of Brazilian book "Dois irmãos" of Milton Hatoum

Vera Helena Picolo Ceccarello
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 13/06/2011 PT
Relevância na Pesquisa
37.49%
Esta pesquisa analisa relações existentes entre a literatura brasileira e seu contexto histórico, a partir da obra Dois irmãos, de Milton Hatoum, importante escritor contemporâneo. Especialmente no século XX, início do romance, a sociedade brasileira sofreu um processo de industrialização que, aparentemente, separou o Brasil em regiões modernas e atrasadas, dando origem ao assim chamado dualismo brasileiro. A trajetória dos irmãos Yaqub e Omar, oriundos de uma família libanesa em Manaus, exemplifica, de maneira singular, a alegoria do dualismo brasileiro e do desenvolvimento desigual, especialmente a partir da década de 1950. O romance é narrado por Nael, filho da empregada da casa com um dos gêmeos, que reconstrói a história daquela família a partir de suas memórias. Assim, através da mencionada obra de Hatoum propõe-se uma análise da sociedade brasileira a partir de suas características e contradições; This research examines the relationships between the brazilian literature and its historical context, from de the book Dois irmãos, by Milton Hatoum, an important contemporary writer. Especially in the twentieth century, beginning of the novel, brazilian society started a process of industrialization which apparently broke the country in modern and archaic regions...

Descartes’ dualism as a principle of his Natural Philosophy; O dualismo de Descartes como princípio de sua Filosofia Natural

Ramozzi-Chiarottino, Zelia; Freire, José-Jozefran
Fonte: Universidade de São Paulo. Instituto de Estudos Avançados Publicador: Universidade de São Paulo. Instituto de Estudos Avançados
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/2013 POR
Relevância na Pesquisa
37.58%
Procuraremos mostrar que o imaginário ocidental a respeito da filosofia cartesiana como um "dualismo" não superado e responsável pela ruptura do homem com cultura e natureza colide com as reais posições do filósofo. Na aurora da filosofia moderna, com Descartes, um dualismo ainda metafísico entre "dois modos da mesma substância" transforma-se num dualismo gnoseológico entre, de um lado, um sujeito do conhecimento científico (sujeito epistêmico), e, de outro, sistemas a serem explicados: corpo humano e natureza, ou seja, sistemas de conceitos bioquímicos e físicos. Assim, a filosofia de Descartes reúne em si o conteúdo filosófico de toda investigação anterior a ela, convertendo-se no centro do qual se irradiam os múltiplos caminhos e tendências da crítica do conhecimento e da filosofia das ciências.; The authors will seek to show that the Western imaginary on the Cartesian philosophy as a "dualism" that has not been overcome and that is responsible for the rupture, between cultured mankind and nature is at odds with Descartes's true concerns. At the dawn of modern Philosophy, with Descartes, a still metaphysical dualism between "two modes of the same substance" is transformed into a gnoseological dua-lism between...

As características definidoras do dualismo alma-corpo nos escritos de Platão

Robinson, Thomas M.
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Avaliado pelos pares Formato: application/pdf
Publicado em 12/10/1998 POR
Relevância na Pesquisa
37.21%
As obras de Platão contêm a primeira explicação completamente articulada da relação entre alma e corpo na literatura ocidental. De um lado, Sócrates considera, de acordo com os órficos e pitagóricos, que a alma seja a sede do nosso eu real, e o corpo, o “túmulo” da alma. De outro lado, o mesmo Sócrates fala como se tanto corpo como alma pertencessem a uma terceira entidade que, seja o que for, seria o nosso eu genuíno. Após despender uma vida discutindo, em muitos diálogos Fédão Górgias República, Timeu, Fedro em vários aspectos da relação alma-corpo, Platão retorna ao tema, pela última vez, num passo das Leis. Ao fim, está lutando com o problema que jaz no seio de todo dualismo psicofísico, o de relacionar uma substância física com outra imaterial; ao fim, admite, abertamente, sua perplexidade.

Objeções materialistas contra o dualismo cartesiano; Materialistic objections against cartesian dualism

Almeder, Robert
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina. Instituto de Psiquiatria Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina. Instituto de Psiquiatria
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/2013 POR
Relevância na Pesquisa
37.21%
Discutiremos cinco objeções básicas que os materialistas geralmente levantam contra o dualismo mente-corpo cartesiano: (1) Ele não é empiricamente testável ou confirmável; (2) É em princípio testável e confirmável, mas não confirmado; (3) É testável e confirmável, mas foi provado falso; (4) É desnecessário para explicar qualquer coisa; e (5) Não pode servir para explicar coisa alguma. Mostraremos como todas essas objeções são insatisfatórias. Se eu estiver certo em minha argumentação, a postura reducionista do materialismo contemporâneo contra a existência de substâncias cartesianas imateriais como agentes causais para a explicação do comportamento humano é demonstravelmente um dogma mais do que qualquer outra coisa. Ademais, a promessa do materialismo reducionista de explicar a personalidade humana, a consciência e o comportamento tampouco pode ser jamais realizada.; I discuss five basic objections materialists often raise to Cartesian Mind-Body Dualism: (1). It is not empirically testable or confirmable; (2). It is in principle testable and confirmable, but unconfirmed; (3). It is testable and confirmable, but has been shown false; (4). It is unnecessary to explain anything; and (5). It cannot serve to explain anything. I will show how unsatisfactory all these objections are. If I am right in what I argue the reductionist posture of contemporary materialism against the existence of Cartesian Immaterial Substances as causal agents in explaining human behavior...

Do Um e do Todo: o Anti-Dualismo de Gregory Bateson e Marilyn Strathern

Barbosa, Gustavo Baptista; London School of Economics and Political Science
Fonte: UFPR Publicador: UFPR
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf
Publicado em 19/08/2012 POR
Relevância na Pesquisa
37.21%
O presente artigo procura aproximar e distanciar as construções teóricas de Gregory Bateson e Marilyn Strathern. Com tal objetivo, procede por abdução: identifica no 'sintoma' - a 'afecção' que os dois antropólogos exercem sobre o autor do artigo - indícios que permitem aproximar o pensamento de Bateson e Strathern em função do anti-dualismo de que comungam. O idealismo peculiar de um e de outro reconhece privilégio analítico para as relações e os padrões que conectam, cuja consideração sugere saída para as opções excludentes entre pares dicotômicos a que determinada Antropologia tradicionalmente se viu forçada: partes ou todos; história ou estrutura; mudança ou permanência; sincronia ou diacronia; indivíduo ou sociedade. 

A ORGANIZAÇÃO DA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL NO BRASIL E A QUESTÃO DO DUALISMO ESCOLAR / The organization of professional education in Brazil and the school dualism issue

Mônica Maria Teixeira; UFMG; Priscila Rezende Moreira; UFMG; Wander Augusto Silva; Rosemary Dore
Fonte: Trabalho & Educação Publicador: Trabalho & Educação
Formato: octet/stream
Publicado em 11/07/2013 PT
Relevância na Pesquisa
37.21%
O dualismo escolar constitui uma característica da organização educacional brasileira: um tipo de escola de ensino profissional, destinada, principalmente, para as classes subalternas; e outro tipo de escola, de caráter acadêmico, destinado a preparar pessoas para formar a elite dominante. Essa configuração dualista da escola é característica presente na maioria dos países capitalistas, como demonstrou Gramsci ao analisar a diferenciação das escolas na Itália. O presente artigo objetiva situar essa questão no contexto brasileiro tendo como referência o processo de surgimento e organização da educação profissional no país.

Antônio Cândido e os parceiros: para além do dualismo

Lohn, Reinaldo Lindolfo; Universidade do Estado de Santa Catarina
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 03/11/2007 POR
Relevância na Pesquisa
37.21%
The article presents dimensions of Os parceiros do Rio Bonito, of Antonio Candido, pointing out its importance in the debates on the social formation of Brazil, in particular the historical place of the popular groups, in the set of discussions on the Brazilian modernization and the ideas of dualism and dialectic.; O artigo apresenta dimensões de Os parceiros do Rio Bonito, de Antonio Candido, situando sua importância nos debates sobre a formação social do Brasil, em particular o lugar histórico dos grupos populares, no conjunto de discussões sobre a modernização brasileira e as idéias de dualismo e dialética.

Graduação tecnológica no Brasil: aproximações críticas preliminares; Carrera tecnológica en Brasil: aproximaciones críticas preliminares; Higher education in technology in Brazil: preliminary critical remarks

Santos, Deribaldo; Jiménez, Susana
Fonte: Linhas Críticas; Critical Lines Publicador: Linhas Críticas; Critical Lines
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 09/12/2010 POR
Relevância na Pesquisa
27.38%
O artigo busca explorar a problemática da educação profissional de nível superior de curta duração, denominada, no Brasil, de graduação tecnológica. De caráter introdutório e necessariamente sintético, traça um panorama sobre as políticas públicas nacionais no campo educacional, especificamente aquelas mais imediatamente direcionadas para os filhos de trabalhadores que demandam formação superior. Nesse sentido, busca contextualizar historicamente o surgimento e a evolução da graduação tecnológica de nível superior no país, indagando a respeito das mediações fundamentais que articulam o estabelecimento de tal modalidade de ensino ao processo de reprodução do capital no quadro de sua crise estrutural (Mészáros), sob o pressuposto crítico de que esse tipo menor de ensino ilustraria com folga o caráter aligeirado e reducionista atribuído ao conhecimento em todas as esferas da formação do trabalhador, além do que reeditaria, no nível superior, o histórico dualismo que atravessa a educação sob o poder do capital.; El artículo busca explorar la problemática de la educación profesional de nivel superior de corta duración, conocida en Brasil como carrera tecnológica. De carácter introductorio y necesariamente sintético...

Hans Jonas: o problema do dualismo nihilista no pensamento filosófico-ceintífico como memória da natureza no Ocidente [doi: 10.7443/problemata.v4i1.12534]; HANS JONAS: THE PROBLEM OF DUALISM NIHILISTIC PHILOSOPHICAL AND SCIENTIFIC THOUGHT AND MEMORY OF NATURE IN THE WEST

Santos Dias, Marcio Adriano dos
Fonte: Universidade Federal da Paraíba -UFPB Publicador: Universidade Federal da Paraíba -UFPB
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 07/06/2013 POR
Relevância na Pesquisa
27.38%
Busca-se, neste artigo, realizar uma análise de aspectos centrais do pensamento jonasiano, diante do problema do dualismo nihilista incorporado em parte do pensamento filosófico-científico. Tal dualismo, segundo este filósofo,  tem incidido na formação da memória ocidental da natureza, tanto moderna como contemporânea, concorrendo para uma visão de separação entre homem e natureza, sobretudo de base epistêmica e ética. Jonas propõe uma superação do dualismo, tanto idealista-racionalista quanto materialista-naturalista e também existencial, por antever que há uma base nihilista nessas formas de pensar a relação homem-natureza, tendo suas origens na gnose primitiva: alma x corpo; espírito x matéria. A saída dessa dicotomia consiste numa consideração dos valores teleologicamente mantidos na própria natureza, onde desde as formas mais primitivas de vida orgânica já pré-figura o espiritual, culminando aí a responsividade humana, na razão direta do seu poder tecno-científico na elaboração do mundo socio-ambientalmente articulado.; Seeks to, in this article, conduct an analysis of key aspects of thought jonasiano, faced with the problem of dualism embedded in the nihilistic philosophical and scientific thought. This dualism...

El artefacto, ¿estructura intencional o sistema autónomo?: La ontología de la función artefactual a la luz del intencionalismo, el dualismo y la filosofía de Gilbert Simondon

Vaccari,Andrés
Fonte: Revista iberoamericana de ciencia tecnología y sociedad Publicador: Revista iberoamericana de ciencia tecnología y sociedad
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2012 ES
Relevância na Pesquisa
37.21%
El presente trabajo aborda un análisis comparativo entre la noción de función, tal como ha sido desarrollada en la filosofía analítica, y la noción de función en la filosofía de Simondon. Se examina la relación entre agencia, intencionalidad, y el uso y producción de artefactos en ambos enfoques. Una característica llamativa es que en la filosofía de Simondon no se establece la distinción entre función y estructura, la cual es central en el dualismo artefactual. Finalmente se examina la noción sistémica de la función desarrollada por Cummins en el lado analítico, la cual se considera complementaria o afín a la de Simondon.

Lo que Descartes le podría haber dicho a Jaegwon Kim: Causalidad y dualismo sustancial

Castelli,P
Fonte: Revista latinoamericana de filosofía Publicador: Revista latinoamericana de filosofía
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/05/2009 ES
Relevância na Pesquisa
37.38%
En el presente artículo se discute el argumento que desarrolla Jaegwon Kim en el tercer capitulo de Physicalism or Something Near Enough tendiente a descartar el dualismo de sustancias como una respuesta posible al problema de lo mental. Nuestra intención es mostrar que el dualismo cartesiano no cae bajo el ataque de Kim si tenemos en cuenta todas las implicancias del uso que Descartes hace de la teoría de la institución natural y de la noción de unión psicofísica. En este sentido, los argumentos de Kim que apuntan al problema de la inespacialidad de la mente, y la imposibilidad derivada de esta para entrar en relaciones causales, parecen disolverse si atendemos, por un lado, al hecho de que el hombre cartesiano implica una unión de la mente y el cuerpo, al punto de volverse co-extensos, y por otro lado, a que las explicaciones cartesianas de la interacción se dan en términos muy cercanos al ocasionalismo.

¿Cómo hablar del cuerpo? o de un dualismo insostenibleHow to speak about the body? or the untenable dualism

Francia Villalba, Adrián
Fonte: ETD - Educação Temática Digital Publicador: ETD - Educação Temática Digital
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Avaliado pelos pares; bibliográfica Formato: application/pdf
Publicado em 26/11/2008 POR
Relevância na Pesquisa
37.58%
El presente trabajo intenta subrayar el dualismo implícito en las conceptualizaciones freudianas sobre el cuerpo, a la vez que denuncia lo insostenible de dicho binarismo en las lecturas que algunos autores propician sobre el texto de Freud. Una idea recorre el artículo y es la de que solamente a partir del trinomio R. S. I. (Real, Simbólico e Imaginario) introducido por Jaques Lacan en 1953 y formalizado en su seminario de 1974-75 en el anudamiento Borromeo, se estaría en condiciones de pensar desde otro paradigma que no implique el dualismo cartesiano, las cuestiones inherentes al cuerpo. Palavras-chave Sigmund Freud; R. S. I.; Dualismo insostenible; Cuerpo; Ex-sistencia; Consistencia Abstract The present work tries to underline the implicit dualism of Freud’s conceptualizations of the body, as he reported on about such untenable binarism in the interpretations some authors favoured on Freud’s text. The idea covers the article and is the one that from the R. S. I. (Real Symbolic and Imaginary) trinomial, introduced by Jacques Lacan in 1953 and formalized in his 1974-75 seminar in the Borromeo’s statement, we can be in condition to think of another paradigm that does not imply the cartesian dualism, the inherent matters of the body. Keywords Sigmund Freud; R. S. I. Real...