Página 1 dos resultados de 318 itens digitais encontrados em 0.002 segundos

Refractory craniofacial pain: is there a role of periodontal disease as a comorbidity?; Dor refratária crânio-facial: há algum papel para a doença periodontal como morbidade associada?

FABRI, Gisele Maria Campos; SIQUEIRA, Silvia R.D.T.; SIMIONE, Caio; NASRI, Cibele; TEIXEIRA, Manoel Jacobsen; SIQUEIRA, José Tadeu Tesseroli
Fonte: Academia Brasileira de Neurologia - ABNEURO Publicador: Academia Brasileira de Neurologia - ABNEURO
Tipo: Artigo de Revista Científica
ENG
Relevância na Pesquisa
46.62%
OBJETIVE: To evaluate the influence of the periodontal disease (PD), a chronic infection, in patients with chronic craniofacial pain complaints. METHOD: Twenty patients with chronic craniofacial pain and PD (CFP group) and 20 patients with PD (PD group) were assessed before and after periodontal treatment (baseline, 30 and 180 days after treatment). The paramenters evaluated were: plaque index, bleeding index, clinical probe insertion, Visual Analogic Scale (VAS) for pain intensity and Numerical Rating Scale (NRS) and Verbal Rating Scale (VRS) for the "chief complaint". RESULTS: After 180 days PD was controlled in both groups (p<0.001); the VAS decreased in CFP group (p<0.001); "chief complaint" improved (p=0.005 and p=0.027, respectively in CFP and PD group). VRS showed improvement between the groups in 30 (p=0.004) and 180 days (p=0.001). CONCLUSION: These results suggest a possible influence of periodontal disease, as a comorbidity, in refractory craniofacial pain patients and in their pain levels.; OBJETIVO: Avaliar a influência da doença periodontal (DP) em pacientes com queixas de dores crônicas crânio-faciais. MÉTODO: Vinte pacientes com dor crônica crânio-facial e DP (CFP group) e 20 pacientes com DP (PD group) foram avaliados antes e depois do tratamento periodontal (baseline...

Doença periodontal grave em pacientes com e sem queixa de dor crônica crânio-facial: correlação dos aspectos clínicos com a análise quantitativa da substância P e do óxido nítrico do tecido gengival inflamado; Severe Periodontal Disease in patients with and without chronic complaint of craniofacial pain: correlation with clinical aspects with the quantitative analysis of substance P and nitric oxide of inflamed gingival tissue

Fabri, Gisele Maria Campos
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 13/12/2007 PT
Relevância na Pesquisa
46.78%
Objetivos: Avaliar a implicação da doença periodontal (DP) avançada, e da expressão da NOS e sP dos tecidos gengivais inflamados, na intensidade de dor e na qualidade de vida de pacientes com dor crônica crânio-facial. Casuística e Métodos: foram avaliados e tratados 20 pacientes com queixas de dores crônicas crânio-faciais e DP (Grupo de Estudo), comparativamente com 20 pacientes que tinham somente DP (Grupo Controle). Todos os pacientes receberam tratamento cirúrgico periodontal. A avaliação foi realizada pré e pós-tratamento periodontal (7, 30 e 180 dias). Instrumentos de avaliação: ficha clínica EDOF-HC, Escala Visual Analógica (EVA), questionário de dor McGill, Índices de Placa (IP), Sangramento (IS), Profundidade Clínica de Sondagem (PCS) e de Inserção (PCI); questionário de qualidade de vida WHOQOL-bref e análise imunohistoquímica para a expressão da óxido nítrico sintase (NOS) e da substância P do tecido gengival inflamado. A avaliação da dor foi realizada por investigador independente. Resultados: Os grupos apresentaram evolução clínica semelhante pelos parâmetros da DP: IP (p=0,0934), IS (p=0,8657), PCS (p=0,1728) e PCI (p=0,7406) nos três momentos avaliados. Houve redução da EVA no Grupo de Estudo aos 30 dias (p<0...

Disfunção temporomandibular e síndrome fibromiálgica: caracterização de amostra segundo critérios clínicos; Temporomandibular disorders and fibromyalgic syndrome: characterization of a sample according to clinical evaluation

Fujarra, Fábio José Condino
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 25/03/2008 PT
Relevância na Pesquisa
46.87%
Estudo transversal em que foram avaliados 48 doentes consecutivos (todas do gênero feminino) com diagnóstico de Síndrome Fibromiálgica (SFM). A idade média das doentes foi de 46,3 anos (±8,7, 23-59 anos). A avaliação clínica constou do questionário RDC/TMD e de avaliação em dor orofacial (EDOF-HC). Quanto à queixa principal, 26 doentes (54,2%) apresentaram dor na face, 18 (37,5%) dor na face associada a alguma queixa oral, uma (2,1%) teve queixa de estalidos na articulação temporomandibular, uma (2,1%) teve queixa exclusivamente oral e duas doentes (4,2%) não tiveram qualquer queixa. Em relação à presença de dor generalizada, as 48 doentes avaliadas tinham dores no corpo. A dor na face esteve presente em 44 doentes (91,7%). Quarenta e quatro doentes (91,7%) apresentaram cefaléia. Otalgia esteve presente em 19 doentes (39,6%). A dor na face se iniciou antes da dor no corpo em 17 doentes (38,6%), depois em 20 (45,5%), simultaneamente em seis doentes (13,6%) e uma doente (2,1%) não soube definir esta relação temporal. Os sintomas orofaciais melhoraram com o uso de medicação para tratamento da SFM em 24 doentes (54,5%), e três (6,8%) não souberam responder. Quanto à abertura bucal voluntária sem dor a média foi de 32...

Avaliação do impacto da presença de dor miofascial (rdc/tmd) no limiar de dor à pressão (ldp) da musculatura mastigatória em mulheres portadoras de enxaqueca; Impact of myofascial pain (rdc/tmd) on pressure pain thershold of masticatory muscles in women with migraine

Pinto, Livia Maria Sales
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 29/04/2011 PT
Relevância na Pesquisa
46.51%
O objetivo deste estudo foi avaliar o impacto da presença de dor miofascial, segundo o Research Diagnostic Criteria for Temporomandibular Disorders (RDC/TMD), no Limiar de Dor à Pressão (LDP) da musculatura mastigatória de mulheres portadoras de enxaqueca, fora da e durante a crise de enxaqueca. Adicionalmente, comparar índices de depressão e prevalência de apertamento dentário diurno e bruxismo do sono em mulheres com enxaqueca, com e sem o diagnóstico adicional de DTM. A amostra foi coletada no Ambulatório de Cefaléia do Hospital Geral de Fortaleza (HGF) e nas clínicas da Faculdade de Odontologia de Bauru da Universidade de São Paulo (FOB-USP), e foi composta por 101 voluntárias do sexo feminino, com idade variando entre 18 e 60 anos, com diagnóstico de enxaqueca previamente confirmado por neurologista. Para classificar as voluntárias em portadoras de DTM ou não, utilizou-se o RDC/TMD. Após aplicação do RDC/TMD, as voluntárias foram separadas em dois grupos: grupo I, pacientes portadoras de enxaqueca, sem DTM; e grupo II, pacientes portadoras de enxaqueca e DTM. Mais dois grupos (49 mulheres assintomáticas e 50 portadoras de dor miofascial) foram acrescentados ao estudo, utilizando-se dados originais e individuais de estudo previamente realizado com voluntárias brasileiras com características semelhantes a dos outros grupos obtidos neste estudo. Estes dois grupos foram utilizados para análise inicial do LDP. O LDP das voluntárias do grupo I e II foram avaliadas em dois momentos: inicialmente...

Avaliação de pacientes com odontalgia atípica perante Teste Sensorial Quantitativo (QST) e Teste de Controle de Modulação da Dor (CPM); Evaluation of Patients with Atypical Odontalgia through Quantitative Sensory Testing (QST) and Controlled Pain Modulation (CPM)

Porporatti, André Luís
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 26/03/2013 PT
Relevância na Pesquisa
46.62%
Odontalgia Atípica (OA) é uma condição dolorosa orofacial crônica de intensidade moderada a severa, que ocorre nas estruturas dentoalveolares e na mucosa oral. É considerada de difícil diagnóstico por estar associada com a ausência de alterações clínicas e radiográficas perceptíveis. Seus aspectos patofisiológicos sensoriais e de manutenção e perpetuação da dor ainda são mal compreendidos. Os objetivos deste estudo foram: (1) avaliar as alterações somatossensoriais em pacientes com OA através dos testes sensoriais quantitativos (QST); (2) ampliar o conhecimento disponível sobre os mecanismos de modulação da dor através do teste de controle de modulação da dor (CPM); e (3) avaliar as condições psicológicas como ansiedade e depressão, qualidade do sono e qualidade de vida através de questionários auto-aplicáveis. Um total de 50 indivíduos foram incluídos, sendo 25 sujeitos do grupo sintomático com OA (19 mulheres, 58,25 +- 12,17 anos de idade) e 25 sujeitos saudáveis do grupo controle (19 mulheres, 58,92 +- 7,39 anos)(p>0.05). Os QSTs englobaram os testes de Limiar de Detecção Mecânica (MDT), Limiar de Sensibilidade Dolorosa Mecânica (PDT), Teste Mecânico de Alodinia com cotonete (DMA1) e escova dental (DMA2)...

Avaliação e tratamento de pacientes com dor facial atípica através da estimulação magnética transcraniana repetitiva; Assessment and treatment of patients with atypical facial pain patients that underwent repetitive transcranial magnetic stimulation

Galhardoni, Ricardo
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 30/10/2014 PT
Relevância na Pesquisa
66.74%
Dor facial atípica (DFA) é uma condição álgica crônica destacada pela etiopatogenia ainda desconhecida e pela característica rebelde aos tratamentos vigentes. O objetivo deste estudo é avaliar o limiar e padrões de excitabilidade cortical de doentes com DFA através de Estimulação Magnética Transcraniana (EMT) e compará-los a controles saudáveis, além de avaliar a eficácia terapêutica da EMT repetitiva (EMTr) ativa em doentes com DFA comparados à EMTr placebo. Durante o período de março de 2010 a dezembro de 2013 foram avaliados 29 doentes com DFA - os quais preencheram os critérios segundo a classificação proposta pela Associação Internacional de Cefaleia (2004) - e 28 controles saudáveis. A avaliação foi iniciada com a investigação da excitabilidade cortical bilateral. Em seguida, os doentes foram aleatorizados em dois grupos (ativo e placebo) para o tratamento com EMTr sobre o córtex motor primário na área de representação da face, esquematizado da seguinte forma: cinco sessões consecutivas para a fase de indução, e uma sessão semanal (pelo período de oito semanas) para a de manutenção; frequência excitatória de 10Hz; 80% do limiar motor de repouso; e 3000 pulsos no total por sessão. Os doentes foram avaliados quanto às características dolorosas no momento basal...

Eficácia da melatonina no tratamento da dor miofascial crônica facial : ensaio clínico randomizado, duplo-cego, controlado com placebo

Vidor, Liliane Pinto
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
46.71%
Cenário clínico: A síndrome dolorosa miofascial (SDM), causa comum de dor musculoesquelética, pode ser incapacitante e desafiadora terapeuticamente, devido à ineficácia dos tratamentos convencionais para dor. Intervenções terapêuticas alternativas precisam ser pesquisadas para alcançar vias do processo de doença não contempladas com a terapêutica clássica. Dentre estas, o uso da melatonina, com efeitos cronobiótico, ansiolítico e analgésico, tem se apresentado como uma opção terapêutica atrativa no tratamento da SDM, que cursa com alterações de sono, dor, sintomas depressivos e de ansiedade. Objetivos: Avaliar a eficácia da melatonina exógena na redução da dor, no limiar de dor à pressão (LDP) e na qualidade de sono de pacientes com SDM facial. Métodos e Resultados: Um estudo randomizado, controlado foi realizado em 45 mulheres com dor miofascial, com idades entre 18 e 40 anos, segundo critérios Research Diagnostic Criteria for Temporomandibular Disorder (RDC/TMD). A eficácia da melatonina oral foi avaliada na redução da dor e melhora tanto do limiar de dor a pressão (LDP) como da qualidade do sono. Os participantes foram randomizados para receber 5 mg / dia de melatonina, 5 mg / dia ciclobenzaprina...

Impacto da dor miofascial no hábito alimentar

Carrascosa, Andréa Corrêa
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 112 f.
POR
Relevância na Pesquisa
46.49%
Pós-graduação em Alimentos e Nutrição - FCFAR; O objetivo deste trabalho foi estudar a relação entre a alimentação e a dor miofascial crônica, além da influência dos fatores psicológicos e psicossociais nesta relação. Para tanto, o mesmo foi dividido em quatro capítulos, sendo o primeiro uma revisão bibliográfica sobre a presença de disfunções temporomandibulares e sua possível implicação na alimentação e nutrição dos portadores. No segundo capítulo estuda-se a confiabilidade da versão em português do Critério de Diagnóstico na Pesquisa para Desordens Temporomandibulares (RDC/TMD) – Eixo II. O terceiro capítulo busca caracterizar os aspectos psicológicos e psicossociais apontados por um grupo de mulheres com dor miofascial crônica (n=37), atendidas em uma Clínica de Fisioterapia do município de Araraquara, SP. Utilizou-se o Eixo II do RDC/TMD e realizou-se estudo de correlação entre os domínios do instrumento. O quarto capítulo comparou a alimentação de mulheres com dor miofascial (n=37) e sem dor miofascial (n=36), com relação ao consumo energético, de macronutrientes (carboidratos, proteínas e lipídios) e fibras e verificou a relação entre os domínios do Eixo II do RDC/TMD e o consumo energético...

Avaliação da prevalência de síndrome fibromiálgica em pacientes com DTM e estudo comparativo de aspectos clínicos e do limiar de dor à pressão

Murayama, Rafael Akira
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 151 f. : il. + 1 CD-ROM
POR
Relevância na Pesquisa
46.51%
Pós-graduação em Odontologia - FOA; Introdução: Síndrome Fibromiálgica (SFM) e Disfunção Temporomandibular (DTM) são enfermidades debilitantes que mostram como principal característica a presença de dor crônica podendo compartilhar de aspectos comuns na fisiopatologia e características clínicas. Tem sido associadas à diminuição do limiar de dor à pressão (LDP) devido a mudanças de processamento da dor em nível de sistema nervoso central sendo que a obtenção do LDP pode ser verificada por algometria de pressão. Objetivos: Determinar a prevalência de SFM em pacientes com DTM e comparar características clínicas e o LDP em músculos mastigatórios e ATMs de pacientes com SFM associada ou não a DTM e controles assintomáticos. Metodologia: A prevalência de SFM foi avaliada em 274 pacientes com DTM. O diagnóstico para DTM seguiu os critérios do RDC/TMD e a SFM os critérios da Academia Americana de Reumatologia. O estudo comparativo incluiu 30 mulheres de mesma faixa etária (Grupo SFM+DTM: 15 mulheres e Grupo DTM: 15 mulheres). Os dados foram analisados através dos testes 2-t ou Mann-Whitney para comparação entre pares, e, qui-quadrado ou teste exato de Fischer para variáveis categóricas. Para avaliar o LDP...

Influência de abordagens biopsicossociais e autocuidados no controle das disfunções temporomandibulares crônicas

Campi, Letícia Bueno; Camparis, Cinara Maria; Jordani, Paula Cristina; Gonçalves, Daniela Aparecida De Godoi
Fonte: Sociedade Brasileira para o Estudo da Dor Publicador: Sociedade Brasileira para o Estudo da Dor
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 219-222
POR
Relevância na Pesquisa
46.47%
BACKGROUND AND OBJECTIVES: Temporomandibular joint disorder (TMD), which is a musculoskeletal condition of the masticatory system, may become chronic and further worsen quality of life (QL) of patients. Due to the inter-relationship between physical and emotional symptoms, there is an increasing search for the integrative model, which includes psychosocial approaches for the treatment of painful conditions. This study aimed at reviewing in the literature the impact of education and simple self-care modalities on pain and disorders related to chronic painful TMD. CONTENTS: Psychosocial factors are often involved with pain chronicity, making bio-behavioral approaches increasingly more indicated to change pain perception and to decrease distress and psychosocial changes which go along with persistent pain. CONCLUSION: Current literature, although not extensive, indicates positive results of education and self-care methods for chronic painful TMD. Further studies are needed to reinforce such findings and spread the application of such approaches to control chronic and TMD pain.; JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: A disfunção temporomandibular (DTM), condição musculoesquelética do sistema mastigatório, pode se tornar crônica, causando maior comprometimento na qualidade de vida (QV) dos pacientes. Devido à inter-relação entre sintomas físicos e emocionais...

Estudo da dor facial e da atividade eletromiográfica de músculos mastigatórios em portadores de fibromialgia e distúrbios do sono, com diagnóstico de disfunção temporomandibular; Facial pain evaluation and electromyography activity of masticatory muscles in fibromyalgia and sleep disorders patients with diagnosis of temporomandibular disorder

Maísa Soares Gui
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 25/03/2011 PT
Relevância na Pesquisa
46.88%
A prevalência e a coexistência das Disfunções Temporomandibulares (DTM) na Síndrome Fibromiálgica (SFM) têm sido frequentemente estudadas na literatura, no entanto os estudos que correlacionem as duas condições de dor crônica e a eletromiografia são escassos. Além disso, os distúrbios do sono representam um fator perpetuador da dor na SFM. Desse modo realizou-se uma revisão bibliográfica buscando conhecer a relação entre os distúrbios do sono e os sintomas da fibromialgia e sua importância na avaliação dos fibromiálgicos por meio de levantamento bibliográfico do período de 1990-2009. A literatura demonstrou uma alta prevalência de distúrbios do sono em pacientes portadores de fibromialgia e uma relevante relação entre as anormalidades no padrão do sono e o sintoma da dor crônica. Assim, com o objetivo de avaliar a dor, a qualidade do sono e de vida e a atividade eletromiográfica de músculos mastigatórios, bem como a presença de DTM em portadoras da SFM, caracterizando a dor facial destes pacientes, foi realizado primeiramente um estudo piloto a fim de refinar a metodologia e averiguar as hipóteses formuladas, no qual dez mulheres portadoras de SFM participaram, e concluímos preliminarmente que há associação entre o aumento da dor facial e o aumento da atividade elétrica de músculos mastigatórios na SFM...

Estudo de fatores de cronicidade das disfunções temporomandibulares; Study of temporomandibular disorders chronicity factors

Maisa Soares Gui Demase
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 09/09/2014 PT
Relevância na Pesquisa
46.86%
A dor persistente relacionada às disfunções temporomandibulares (DTM) é reconhecida como a terceira condição de dor crônica mais prevalente em todo o mundo. Todavia, os fatores envolvidos na transição da fase aguda para a fase crônica ainda permanecem incertos. Além disso, há subgrupos de pacientes com DTM que são refratários ao tratamento. Um modelo heurístico de influências causais desta disfunção propôs que dois principais fenótipos intermediários: sofrimento psicológico e de amplificação da dor (hiperalgesia e alodinia), contribuiriam para o aparecimento e persistência das DTM. Além disso, no atendimento ao paciente crônico com DTM é difícil determinar especificamente o que pode ou não estar relacionado à dor para cada paciente individualmente. O conhecimento dos fatores persistentes e abordagens de tratamento que enfatizem a sua flexibilidade e que satisfaçam as necessidades individuais destes pacientes podem representar uma nova direção na pesquisa para o tratamento da dor crônica associada à DTM. Desse modo, o objetivo deste trabalho foi investigar fatores (de sofrimento psicológico e de amplificação da dor) relacionados ao processo de cronificação da dor facial nas DTM. Para tanto, após o levantamento bibliográfico elaborado no primeiro artigo...

Findings of jaw function and pain in temporomandibular disorder associated to localized and widespread pain = : Achados de função mandibular e dor na disfunção temporomandibular associada à dor localizada e generalizada; Achados de função mandibular e dor na disfunção temporomandibular associada à dor localizada e generalizada

Marta Cristina da Silva Gama
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 24/11/2014 PT
Relevância na Pesquisa
56.88%
A Disfunção Temporomandibular (DTM) é uma condição de dor músculo-esquelética heterogênea. Recentemente, tem sido sugerida a distinção entre disfunção temporomandibular com dor localizada ou generalizada. O presente estudo teve como objetivo revisar o conhecimento atual sobre os achados clínicos relativos a avaliação funcional da mandíbula em pacientes com DTM, e avaliar a função mandibular e as características de dor facial entre subgrupos de pacientes com DTM, os quais foram classificados de acordo com a presença de dor localizada (DL) ou de dor generalizada (DG). Foram realizados dois estudos transversais e uma revisão da literatura. O questionário autoaplicável e os procedimentos de exame clínico do RDC / TMD foram aplicados em populações do Brasil (BR) e dos Estados Unidos da América (EUA). Os participantes foram classificados como controles sem queixas de DTM (BR=37, EUA=2,700), pacientes com DTM/DL (BR=43, EUA=463) e pacientes com DTM/DG (BR=33, EUA=569). Estes três grupos foram comparados em relação a cada medida de interesse, as quais foram obtidas a partir da avaliação clínica da dor facial e da função mandibular e de perguntas de auto-relato sobre dor facial, limitação funcional e hábitos parafuncionais. Além do exame clínico facial...

Reconhecimento da dor no recém-nascido por alunos de medicina, residentes de pediatria e neonatologia

Silva,Anna Paula Marques da; Balda,Rita de Cássia Xavier; Guinsburg,Ruth
Fonte: Sociedade Brasileira para o Estudo da Dor Publicador: Sociedade Brasileira para o Estudo da Dor
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2012 PT
Relevância na Pesquisa
46.55%
JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: O aprendizado a respeito do fenômeno doloroso durante a formação médica molda a prática clínica futura. O objetivo deste estudo foi avaliar a percepção e o conhecimento dos alunos de graduação em Medicina, residentes de Pediatria e de Neonatologia a respeito da dor no recém-nascido (RN). MÉTODO: Estudo transversal com 180 alunos do 1º ao 6º anos de Medicina, 42 residentes de Pediatria e 20 de Neonatologia, no período de 2009 e 2010. Foram aplicadas 12 questões teóricas sobre dor no RN. Os entrevistados examinaram 3 fotos: prematuro em ventilação mecânica, a termo recebendo injeção e pré-termo submetido à aspiração traqueal, e assinalaram em escala analógica visual a intensidade da dor. Cada aluno examinou 2 painéis de 8 fotos da face de dois RN a termo, sendo 1 foto por painel com mímica facial de dor presente; e o aluno apontava a foto do RN com dor. Na análise estatística empregaram-se os testes Qui-quadrado e ANOVA. RESULTADOS: Nas questões teóricas, o número médio de acertos se elevou de 9 nos alunos do 1º e 2º anos do curso de Medicina, para 11 nos residentes em Neonatologia. Nos painéis 1 e 2, menos de 75% dos entrevistados reconheceram a face de dor, sem diferenças entre alunos e residentes. Não houve diferenças entre alunos e residentes quanto aos escores assinalados para as duas fotos do prematuro. Para o RN a termo recebendo injeção...

A importância da avaliação da presença de disfunção temporomandibular em pacientes com dor crônica

Correia,Luci Mara França; Hummig,Wagner; Adamowicz,Taísa; Almeida,Daniel Benzecry de
Fonte: Sociedade Brasileira para o Estudo da Dor Publicador: Sociedade Brasileira para o Estudo da Dor
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2014 PT
Relevância na Pesquisa
56.39%
JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: Pacientes com dor crônica apresentam um menor limiar à dor apresentando dessa forma dores em outras topografias. O objetivo deste estudo foi avaliar a presença de disfunção temporomandibular em pacientes com dor crônica em diversas partes do corpo comparando com um grupo controle sem sintomatologia dolorosa. Além disso, buscou-se verificar qual dos grupos apresentou mais sintomas de disfunção temporomandibular e alteração miofascial nos músculos da mastigação. MÉTODOS: A amostra foi composta por 180 indivíduos, divididos em 2 grupos, sendo 90 pacientes com dor crônica em diversas partes do corpo: grupo estudo, e 90 pacientes sem sintomatologia dolorosa: grupo controle. Para o diagnóstico da sintomatologia de disfunção temporomandibular foi utilizado o questionário proposto pela Academia Americana de Dor Orofacial. Foi realizada uma avaliação física dirigida e validada. Análises foram feitas para verificar a frequência de sintoma de disfunção temporomandibular tanto no grupo controle quanto no grupo estudo e a presença de disfunção temporomandibular muscular em ambos os grupos. RESULTADOS: Entre os pacientes com dor crônica 70% apresentaram sintomatologia para disfunção temporomandibular e no grupo controle 55%. Os pacientes que apresentaram sintomatologia foram avaliados fisicamente e constatou-se que 45% apresentaram dor miofascial nos músculos da mastigação...

Laser de baixa potência no tratamento das disfunções têmporo-mandibulares: um ensaio clínico randomizado

Aquino, Ronald Luis Schenkel de
Fonte: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre Publicador: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre
Tipo: Dissertação de Mestrado
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
46.56%
As disfunções têmporo-mandibulares (DTM) compreendem alterações músculo-esqueléticas de origem multifatorial, envolvendo aspectos físicos, psicológicos e sociais. Estas condições têm potencial para comprometer o conforto e a saúde funcional dos componentes do sistema estomatognático e várias modalidades terapêuticas têm sido propostas. O objetivo deste estudo randomizado simples-cego foi avaliar o efeito do laser terapêutico Arsenieto de Gálio- Alumínio (AsGaAl) na sintomatologia dolorosa dos músculos masseter, temporal e pterigoideo lateral em pacientes diagnosticados com DTM. Trinta e um pacientes do sexo feminino foram submetidos ao Critério de Diagnóstico de Pesquisa das Desordens Temporomandibulares (Research Diagnostic Criteria/Temporomandibular Disorders) e divididos aleatoriamente em 02 grupos: grupo 1 (placebo n=16) e grupo 2 (teste n=15). O protocolo terapêutico consistiu em 06 aplicações sobre os locais de maior dor muscular previamente determinado (04 Joules/cm2; 100 mW; 40 segundos) durante um período de 02 semanas. A dor foi mensurada por meio de uma escala análoga visual de 100 mm antes do início do tratamento e aos 14, 30 e 90 dias após a 6ª e última aplicação do laser. Para a análise estatística das variáveis categóricas (RDC/DTM) utilizou-se os testes não-paramétricos Chi- Quadrado (Pearson)...

Disfunções temporomandibulares : estudos sobre dor, mastigação e diagnóstico = Temporomandibular disorders: studies on pain, mastication and diagnostic; Temporomandibular disorders : studies on pain, mastication and diagnostic

Larissa Soares Reis Vilanova
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 02/12/2014 PT
Relevância na Pesquisa
46.55%
Disfunções temporomandibulares (DTM) são condições orofaciais patológicas comuns caracterizadas por dor na articulação temporomandibular e/ou nos músculos da mastigação. A DTM é uma condição comum de dor, especialmente em mulheres durante a fase reprodutiva. Desta maneira os objetivos dessa tese foram (1) avaliar se as flutuações hormonais ocorridas durante o ciclo menstrual alteram a sensibilidade dolorosa (SD), força máxima de mordida (FMM) e performance mastigatória (PM) de voluntárias com DTM, (2) avaliar se os movimentos mandibulares e a qualidade do sono alterariam com o tratamento com placas oclusais estabilizadoras e (3) comparar o diagnóstico baseado no Diagnostic Criteria for Temporomandibular Disorders (DC/TMD) avaliando a confiabilidade e calibração entre o treinamento formal em relação a autoinstrução com documentos e filme. Para tanto, cinquenta voluntárias foram selecionadas e divididas em dois grupos de 25 participantes: (1) voluntárias com DTM e ciclos menstruais regulares e (2) voluntárias com DTM e utilizando contraceptivos orais. Foram analisados a sensibilidade dolorosa (SD) por meio da escala visual analógica, força máxima de mordida (FMM) por meio de sensores e performance mastigatória (PM) por meio do peneiramento. Essas variáveis foram avaliadas durante o período de quatro fases de um ciclo menstrual completo. As mesmas 50 voluntárias diagnosticados com SD participaram do segundo estudo...

Dor miofascial dos músculos da mastigação e toxina botulínica

Dall' Antonia,Magali; Netto,Regina Martins de Oliveira; Sanches,Monique Lalue; Guimarães,Antonio Sérgio
Fonte: Sociedade Brasileira para o Estudo da Dor Publicador: Sociedade Brasileira para o Estudo da Dor
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2013 PT
Relevância na Pesquisa
66.56%
JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: Disfunção temporomandibular (DTM) abrange um conjunto de alterações craniofaciais, que pode envolver a articulação temporomandibular (ATM), os músculos da mastigação e/ou estruturas associadas. As DTM musculares são as mais frequentes e um dos seus subtipos compreende a dor miofascial. A toxina botulínica tipo A (BoNT A), tem sido objeto de estudos no controle da dor, incluindo dor miofascial, e está relacionada ao mecanismo de alívio da dor, não somente nos receptores da junção neuromuscular. O objetivo deste estudo foi acessar os artigos que abordam o uso da BoNT A no tratamento da dor miofascial nos músculos da mastigação. CONTEÚDO: Foi realizada uma busca nas bases de dados Pubmed, LILACS e BVS, de 2000 a abril de 2012, cruzando-se os descritores: toxinas botulínicas tipo A, síndromes da dor miofascial, dor facial, síndrome da disfunção da articulação temporomandibular, pontos-gatilho, bruxismo, articulação temporomandibular, músculo masseter e músculo temporal. Como critérios de inclusão foram analisados estudos randomizados, duplamente encobertos ou encobertos, com 10 ou mais participantes, de aspectos metodológicos aleatórios, que relacionassem o uso da toxina botulínica na dor miofascial da DTM nos músculos da mastigação...

Acupuntura como recurso terapêutico na dor e na gravidade da desordem temporomandibular; Acupuncture as therapeutic resource in the pain and in the severity of the temporomandibular disorder

Borin, Graciele da Silva; Corrêa, Eliane Castilhos; Silva, Ana Maria Toniolo da; Milanesi, Jovana Moura
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/09/2011 POR
Relevância na Pesquisa
46.49%
Este estudo avaliou o efeito da acupuntura no nível de dor e gravidade da Desordem Temporomandibular (DTM). Participaram dele 40 mulheres entre 20 e 40 anos com DTM diagnosticada pelo Research Diagnostic Criteria (RDC/TMD). A dor foi avaliada pela escala visual analógica e a gravidade da desordem pelos Índices de Disfunção Craniomandibular e de Fonseca. As 20 primeiras participantes foram submetidas a acupuntura duas vezes na semana por cinco semanas ininterruptas e, após o período, foram reavaliadas. Os dados destas participantes constituíram os resultados para o grupo acupuntura. As demais voluntárias receberam o tratamento após o primeiro grupo e seus dados, coletados no início e após cinco semanas sem tratamento, foram utilizados para controle. Na análise estatística foram levados em conta os testes de Wilcoxon para o nível de dor e Índice Craniomandibular e Teste t de Student para o Índice de Fonseca, com nível de significância de 5%. Houve redução significante no nível de dor (p=0,000) e na gravidade da DTM pelos Índices Craniomandibular (p=0,004) e de Fonseca (p=0,000) após o tratamento. O grupo controle não apresentou melhora. A efetividade da acupuntura foi demonstrada pela melhora no nível da dor e na gravidade da DTM.; This study assessed the effect of acupuncture on the pain level and severity of the temporomandibular disorder (TMD). Forty women with TMD diagnosed by Research Diagnostic Criteria...

Dor músculo-esquelética do segmento cefálico; Craniofacial muscleskeletal pain

Siqueira, José Tadeu Tesseroli de; Teixeira, Manoel Jacobsen Teixeira*, Clement Haman Jacobsen
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 20/12/2001 POR
Relevância na Pesquisa
46.56%
As disfunções têmporo-mandibulares, são uma das mais importantes razões músculo-esquelética de dor crânio-facial.Devido à complexidade do aparelho mastigatório, à rica inervação das estruturas que o compõem e à sua marcante participação na vida de relação dos indivíduos, anormalidades funcionais ou estruturais que o acometem podem primária ou secundariamente acarretar dor, freqüentemente, incapacitante. O histórico detalhado, os dados de semiologia clínica são mais importantes que os exames complementares para o diagnóstico. O tratamento das afecções músculo-esqueléticas dolorosas fundamenta-se na remoçãodos fatores causais, no controle sintomático da dor e nos procedimentos de reabilitação física e mental. Quando adequadamente aplicados, tais intervenções resultam em melhora da maioria dos doentes.; Temporomandibular dysfunctions are one of the most commom cause of the craniofacial pains. The complexity of the sensory innervation and the relevace of the mastigatory apparatus in the dayly activities of the human being justify the high frequence of functional and or anatomical abnormalities of the mastigatory apparatus as cause of craniofacial pains. The data collected from history and the clinical examination are more important tham and the complementary exams for the diagnosis. Treatment is based in the elimination of the causal factors and in the prescription analgesic symptomatic agents of physical and psychosocial rehabilitative procedures.