Página 1 dos resultados de 2330 itens digitais encontrados em 0.064 segundos

Agrometeorology and plant disease management: a happy marriage; Agrometeorologia e manejo de doenças de plantas: um casamento feliz

GILLESPIE, Terry James; SENTELHAS, Paulo Cesar
Fonte: São Paulo - Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz Publicador: São Paulo - Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz
Tipo: Artigo de Revista Científica
ENG
Relevância na Pesquisa
95.91%
Many plant disease outbreaks are triggered by suitably warm temperatures during periods of leaf wetness. Measurements or estimations of leaf wetness duration provided by Agrometeorologists have allowed Plant Pathologists to devise weather timed spray schemes which often reduce the number of sprays required to control plant diseases, thus lowering costs and benefitting the environment. In the near future, tools such as numerical weather models with small grid spacings, and improved weather radar, are expected to reduce the need for tight networks of surface observations. The weather models will also provide growers with forecast warnings of potential upcoming disease outbreaks, which will further enhance the contribution of agrometeorology to plant disease management.; A disseminação de muitas doenças de plantas é influenciada por condições favoráveis de temperatura durante o período de molhamento foliar. As medidas e estimativas da duração do período de molhamento foliar fornecidas pelos Agrometeorologistas têm permitido aos Fitopatologistas dar alertas sobre a necessidade de pulverizações com base nas condições meteorológicas, o que normalmente reduz o número de aplicações para o controle de doenças, resultando em menor custo de produção e menor contaminação do ambiente. Em um futuro próximo...

Produtividade da soja sob influência de ocorrência natural de Septoria glycines Hemmi e Cercospora kikuchii (Matsu. & Tomoyasu) Gardner com e sem controle químico. ; Soybean yield under the effect of natural occurence of septoria glycines hemmi and cercospora kikuchii (matsu. & tomoyasu) gardner diseases with and without chemical control.

Martins, Mônica Cagnin
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 19/08/2003 PT
Relevância na Pesquisa
85.96%
A ocorrência das doenças de final de ciclo causadas pelos fungos Septoria glycines e Cercospora kikuchii é facilmente observada no campo. Entretanto, são necessárias informações precisas sobre a quantificação de danos e perdas na produtividade, bem como, a definição da melhor época para aplicação de fungicidas. A falta de um método padrão de quantificação visual pode levar a estimativas imprecisas da severidade das mesmas, induzindo a conclusões erradas. Com os objetivos de elaborar e validar uma escala diagramática para a quantificação das doenças de final de ciclo da soja, avaliar o efeito dessas doenças sobre a produtividade, identificar o melhor estádio fenológico da cultura para o controle dessas doenças, verificar a relação entre a severidade dessas doenças e a produtividade e avaliar os efeitos das mesmas sobre a duração e absorção da área foliar sadia das plantas de soja, foram instalados experimentos na Fazenda Areão (ESALQ/USP), localizada em Piracicaba - SP. Utilizou-se o cultivar de soja MG/BR - 46 (Conquista), considerado suscetível a essas doenças, adotando-se o delineamento experimental de blocos ao acaso, no esquema fatorial 2 x 3 (dois fungicidas: benomyl e tebuconazole e três momentos fenológicos de pulverização: R4...

Modelagem espaço-temporal para dados de incidência de doenças em plantas.; Spatiotemporal modelling of plant disease incidence.

Lima, Renato Ribeiro de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 18/03/2005 PT
Relevância na Pesquisa
85.99%
A informação sobre a dinâmica espaço-temporal de doenças de plantas é de importância fundamental em estudos epidemiológicos, podendo ser utilizada para descrever e entender o desenvolvimento das doenças, desenvolver planos de amostragem, planejar experimentos controlados e caracterizar perdas na produção ocasionadas pela doença. O estudo de padrões espaciais de doenças de plantas, que são reflexos do processo de dispersão dos patógenos, é importante em estudos epidemiológicos, como o de doenças dos citros, para se definirem estratégias mais adequadas para o controle das doenças, diminuindo os prejuízos causados. A Citricultura é uma das principais atividades agrícolas do Brasil e representa a principal atividade econômica de mais de 400 municípios do Triângulo Mineiro e do Estado de São Paulo, onde se encontra a maior área de citros do país e a maior região produtora de laranjas do mundo. Na avaliação do padrão espacial, diferentes métodos têm sido utilizados, dentre os quais incluem-se o ajuste de distribuições, como, por exemplo, a distribuição beta-binomial, o estudo da relação variância-média, o cálculo de correlação ao intraclasse, a utilização de técnicas de autocorrelação espacial...

Duração do período de molhamento foliar: medida com sensores eletrônicos, variabilidade espacial em culturas e estimativa com modelos empíricos; Leaf wetness duration: measurement with electronic sensors, spatial variability in crop canopies and estimation with empirical models

Santos, Eduardo Alvarez
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 01/09/2006 PT
Relevância na Pesquisa
85.88%
A duração do período de molhamento (DPM) é de grande importância para a epidemiologia de doenças de plantas, pois desempenha papel fundamental em alguns processos epidemiológicos. Dessa forma, sua determinação torna-se indispensável para o entendimento da relação entre o clima e doenças de plantas. Sendo assim, este estudo teve como objetivos: definir uma posição padrão de instalação de sensores cilíndricos para a medida da DPM sobre gramado, avaliar a variabilidade espacial dessa variável em três diferentes culturas, relacionar a DPM medida em culturas agrícolas com aquela obtida em posto meteorológico e comparar a estimativa da DPM obtida com modelos empíricos com aquela medida com sensores eletrônicos. Na fase anterior à sua instalação no campo, todos os sensores eletrônicos foram previamente pintados com tinta látex e tratados termicamente. Após essa etapa, os sensores cilíndricos foram instalados sobre gramado a 30 cm de altura voltados para o sul. No período inicial, os sensores cilíndricos foram mantidos paralelos à horizontal, visando-se a avaliar a variabilidade entre os mesmos. Posteriormente, foram testados cinco diferentes ângulos de instalação. As medidas obtidas por esses sensores foram comparadas com a medida padrão...

Identificação de fitoplasmas associados à síndrome do amarelecimento foliar da cana-de-açúcar e ao superbrotamento de primavera (Bougainvillea spectabilis) no estado de São Paulo; Identification of phytoplamas associated with sugarcane yellow leaf syndrome and bougainvillea proliferation in São Paulo state

Silva, Eliane Gonçalves da
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 01/04/2008 PT
Relevância na Pesquisa
85.97%
Os fitoplasmas são procariotos sem parede celular pertencentes à classe Mollicutes. Um grande número de doenças de plantas cultivadas estão associadas aos fitoplasmas, incluindo tanto aquelas que afetam grandes culturas como aquelas ocorrentes em diversas espécies de ornamentais. Em cana-de-açúcar, uma doença conhecida como síndrome do amarelecimento foliar ou amarelinho causou danos expressivos à cultura e provocou a substituição de uma cultivar muito produtiva e extensivamente plantada no estado de São Paulo. A doença também foi registrada em outros países e investigações sobre a etiologia evidenciaram a ocorrência de vírus e fitoplasma como agentes. Em primavera (Bougainvillea spectabilis), uma espécie de origem brasileira bastante apreciada como ornamental, foram observados sintomas de clorose foliar, superbrotamento de ramos, deformações foliares e florais e declínio, sintomas característicos de infecção causada por fitoplasmas. O presente trabalho teve como finalidade investigar a etiologia desta nova doença encontrada em primavera, denominada de superbrotamento, e identificar molecularmente o fitoplasma envolvido com a síndrome do amarelecimento foliar da cana-de-açúcar. Para isso, amostras de plantas sintomática e assintomáticas de cana-de-açúcar e primavera foram submetidas à extração do DNA total. A partir deste DNA...

Modelo autologístico no estudo de padrões espaciais em doenças de citros; Autologistic model in the study of spatial patterns in citrus diseases

Franciscon, Luziane
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 03/09/2008 PT
Relevância na Pesquisa
96.03%
A citricultura é uma das principais atividades agrícolas do Brasil e o estado de São Paulo concentra a maior área produtora de laranjas do mundo. O conhecimento de padrões da incidência de doenças cítricas no tempo e no espaço é relevante para o setor e permite a descrição da dinâmica dessas doenças, podendo indicar estratégias para controle de epidemias. Neste trabalho são consideradas duas doenças que afetam a cultura de citros, a leprose e a morte súbita dos citros utilizando dados provenientes do monitoramento de talhões. Um aspecto relevante para estudos de doenças como a leprose dos citros, considerada uma grave virose na citricultura brasileira, é a investigação do padrão espacial e dos efeitos temporais da sua incidência dentro do talhão. Métodos exploratórios para determinar se o padrão espacial é ou não agregado são frequentemente utilizados. Entretanto é possível explorar e descrever os dados adotando um modelo explícito, permitindo discriminar e quantificar os efeitos através de parâmetros para co-variáveis que representam os aspectos de interesse. Uma das alternativas é a adoção de modelos autologísticos, que estendem o modelo de regressão logística para acomodar efeitos espaciais. Para implementar esse modelo é necessário que se reuse os dados para extrair co-variáveis espaciais...

Análise dos efeitos secundários decorrentes da aplicação de fungicidas sistêmicos à cultura do feijoeiro (Phaseolus vulgaris); Study of secondary effects coming from application of systemic fungicides in drybeans (Phaseolus vulgaris)

Veiga, José Soto
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 09/03/2009 PT
Relevância na Pesquisa
86.04%
Quando os fungicidas sistêmicos ou com ação de profundidade passaram a ser adotados como parte dos programas comerciais de manejo de doenças de plantas, duas coisas aconteceram: o controle obtido passou a ser maior, porque estes fungicidas possuem maior período de controle residual e porque têm algum poder curativo, e passou-se a observar e relatar efeitos secundários, fisiológicos destes produtos sobre as plantas tratadas. Com efeito, muitos artigos disponíveis hoje na literatura descrevem diferentes efeitos fisiológicos provenientes da aplicação de fungicidas em várias plantas cultivadas. A maior parte destes trabalhos foi conduzida sob condições de uso relativamente intenso dos fungicidas, tais como aplicações seqüenciais, ou uso em plantas em vaso em casas de vegetação. Poucos deles trazem informação clara sobre a intensidade das doenças ocorrentes, tampouco sobre o controle oferecido pelos produtos utilizados. Sob este aspecto, não é fácil estabelecer de forma confiável qual a real importância destes efeitos fisiológicos no manejo comercial das doenças das plantas cultivadas. Mas existe farto material promocional disponível proclamando os benefícios provenientes dos efeitos fisiológicos de alguns fungicidas. O objetivo dos trabalhos desta dissertação foi quantificar o máximo de efeitos secundários oriundos da aplicação a campo (em condição mais próxima possível do uso comercial) de diferentes fungicidas...

Efeito dos coespecíficos e voláteis das plantas Murraya paniculata (L.) Jack, Psidium guajava L. e Citrus sinensis (L.) Osbeck sobre o comportamento de Diaphorina citri Kuwayama (Hemiptera:Psyllidae); Effect of conspecific and plant volatiles of Murraya paniculata (L.) JACK, Psidium guajava L. and Citrus sinensis (L.) Osbeck on the behavior OF Diaphorina citri Kuwayama (Hemiptera: Psyllidae)

Noronha Junior, Newton Cavalcanti de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 14/04/2010 PT
Relevância na Pesquisa
85.95%
Os agroecossistemas consistem em complexas relações tróficas entre plantas, herbívoros, e seus inimigos naturais. Sabe-se que a maioria das plantas é capaz de produzir compostos voláteis, utilizados como sinais químicos por diferentes grupos de insetos. Esses voláteis podem ser produzidos de forma constitutiva em plantas sadias, ou seja, sem indução. Por outro lado, a produção de voláteis induzidos se dá a partir do contato de secreções liberadas pelo fitófago com injurias ocasionadas pela alimentação ou oviposição no tecido vegetal. Para os fitófagos esses voláteis podem sinalizar a presença da planta hospedeira, bem como a presença de coespecíficos e do parceiro sexual. Já para os inimigos naturais, predadores e parasitóides, os voláteis induzidos podem sinalizar a presença do inseto fitófago (presa/ hospedeiro) na planta. Nesse contexto as respostas comportamentais de Diaphorina citri Kuwayama (Hemiptera: Psyllidae), aos voláteis de plantas de murta, Murraya paniculata (L.) Jack (Rutaceae), infestadas ou não por coespecíficos, foram estudadas. Também foram investigadas as respostas dos psilídeos aos voláteis de plantas de Citrus sinensis (L.) Osbeck (Rutaceae) infectadas por bactérias causadoras do Huanglongbing ou HLB...

Caracterização química e atividade de ulvanas na indução de respostas oxidativas associadas ao controle de Alternaria brassicicola e Colletotrichum higginsianum em Arabidopsis thaliana

Freitas, Mateus Brusco de
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 111 p.| il., grafs., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
85.91%
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Agrárias, Programa de Pós-Graduação em Recursos Genéticos Vegetais, Florianópolis, 2014.; Atualmente, a busca por métodos alternativos no controle de doenças de plantas vem aumentando. Neste contexto, a indução da resistência de plantas surge como uma alternativa amigável ao meio ambiente. Dentre os indutores de resistência, pode-se destacar a ulvana, um heteropolissacarídeo sulfatado extraído das paredes celulares de algas verdes do gênero Ulva spp. Este polissacarídeo tem potencial no controle de vários patógenos em culturas economicamente importantes, tais como macieira e feijão. Assim, o presente trabalho teve por objetivo avaliar a eficiência de ulvanas sulfatadas quimicamente e parcialmente depolimerizadas e estudar os mecanismos bioquímicos de defesa relacionados ao estresse oxidativo no controle de Alternaria brassicicola e Colletotrichum higginsianum em plantas de Arabidopsis thaliana. Para a avaliação do efeito da sulfatação química e da depolimerização parcial da ulvana, plantas de A. thaliana genótipo WT foram pulverizadas com ulvanas com teor de sulfato variando de 18,9 a 36,6%, com 8 frações com diferentes pesos moleculares ou ramnose e inoculadas com A. brassicicola ou C. higginsianum. A severidade das doenças foi quantificada 5 dias após a inoculação. Para a avaliação do estresse oxidativo...

Controle de doenças de plantas pela rotação de culturas

Reis,Erlei Melo; Casa,Ricardo Trezzi; Bianchin,Vânia
Fonte: Grupo Paulista de Fitopatologia Publicador: Grupo Paulista de Fitopatologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2011 PT
Relevância na Pesquisa
85.86%
Esta revisão aborda a importância da escolha e da adoção de práticas culturais e seus reflexos na intensidade de doenças de plantas. São apresentados conceitos básicos referente ao tema e os de rotação e monocultura. Discutem-se os princípios ou fundamentos e potencialidade do uso da rotação e do manejo integrado de doenças, as consequências da nutrição de fitopatógenos, dos eventos biológicos ocorrentes nos restos culturais, as características dos fitopatógenos potencialmente controláveis e dos não controláveis pela rotação.

Sistema web para análise de curvas de progresso de doenças de plantas.

BRAGA, F. E.; MEIRA, C. A. A.
Fonte: Campinas: EMBRAPA-CNPTIA, 2009. Publicador: Campinas: EMBRAPA-CNPTIA, 2009.
Tipo: Resumo em anais de congresso (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
85.86%
A fim de minimizar o impacto de doenças em culturas, é desenvolvido um estudo baseado na análise das curvas de progresso de uma ou mais características de determinada desordem no decorrer do tempo. O estudo do comportamento dessas curvas viabiliza o entendimento do ciclo das doenças e a determinação de medidas de prevenção e manejo.; 2009; Trabalho apresentado na V Mostra de Trabalhos de Estagiários e Bolsistas, Campinas, out. 2009.

Reação de plantas de maracujazeiro amarelo a antracnose.

DAMASCENO FILHO, A. S.; ISHIDA, A. K. N.; NASCIMENTO, W. M. O. do; OLIVEIRA, L. C. de.
Fonte: In: SEMINÁRIO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA EMBRAPA AMAZÔNIA ORIENTAL, 15., 2011, Belém, PA. A ciência de fazer ciência: anais. Belém, PA: Embrapa Amazônia Oriental, 2011. Publicador: In: SEMINÁRIO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA EMBRAPA AMAZÔNIA ORIENTAL, 15., 2011, Belém, PA. A ciência de fazer ciência: anais. Belém, PA: Embrapa Amazônia Oriental, 2011.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Formato: 1 CD-ROM.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
85.86%
A cultura do maracujazeiro é uma das mais importantes no Estado do Pará, sendo que o maracujá amarelo representa a quase totalidade dos pomares comerciais. Esta espécie de maracujá é afetada por várias doenças que podem reduzir a produtividade, comprometer a qualidade dos frutos e provocar a morte das plantas. A antracnose se constitui na mais importante doença pós-colheita, reduzindo o período de conservação dos frutos. O uso de material genético resistente é uma alternativa efetiva no manejo de doenças de plantas. Assim, o presente trabalho teve como objetivo avaliar seis híbridos intraespecíficos e quatro cultivares de maracujazeiro, quanto a severidade da antracnose. O experimento foi conduzido no campo experimental da Embrapa Amazônia Oriental. O delineamento experimental foi em blocos casualizados, com quatro repetições (10 plantas/parcela). As avaliações foram realizadas quinzenalmente, a partir do aparecimento dos primeiros sintomas da doença. Os seis híbridos intraespecíficos e a cultivar Golden Star apresentaram severidade da antracnose significativamente menor do que das cultivares BRS Ouro vermelho, BRS Gigante amarelo e BRS Sol do Cerrado as quais não diferiram entre si. O híbrido CCF (73/82) apresentou a menor intensidade da doença...

Patógenos associados a doenças de plantas ornamentais na região metropolitana de Salvador.

OLIVEIRA, M. Z. A. de; PRATES JÚNIOR, P.; SALLENAVE, L. P.; SOUZA, M. F.; SANTOS, T. P. dos; BARBOSA, C. de J.
Fonte: In: REUNIÃO ANUAL DE CIÊNCIA, TECNOLOGIA, INOVAÇÃO E CULTURA NO RECÔNCAVO DA BAHIA - RECITEC RECÔNCAVO. 1., 2011, Cruz das Almas. Anais... Cruz das Almas: Universidade Federal do Recôncavo da Bahia, 2011. 1 CD-ROM. Publicador: In: REUNIÃO ANUAL DE CIÊNCIA, TECNOLOGIA, INOVAÇÃO E CULTURA NO RECÔNCAVO DA BAHIA - RECITEC RECÔNCAVO. 1., 2011, Cruz das Almas. Anais... Cruz das Almas: Universidade Federal do Recôncavo da Bahia, 2011. 1 CD-ROM.
Tipo: Resumo em anais de congresso (ALICE) Formato: 2 p.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
95.76%
O mercado de flores e plantas ornamentais está se expandido na Bahia, sendo grande a diversidade de espécies cultivadas. Pode-se considerar que, atualmente, a produção de flores e plantas ornamentais é uma importante alternativa de trabalho e renda para as mais diversas classes da população baiana.; 2011; Em paralelo aconteceram também os seguintes eventos: V Seminário de Pesquisa do Recôncavo da Bahia; V Seminário Estudantil de Pesquisa da UFRB; V Seminário da Pós-Graduação da UFRB; II Seminário Regional de Pesquisa da EBDA; 5ª Jornada Científica da Embrapa Mandioca e Fruticultura; VIII Seminário Estudantil de Pesquisa e Extensão da FAMAM; Semana de Ciência, Tecnologia e Inovação no Agronegócio; Fórum de Gestores de Iniciação Científica e Tecnológica da Bahia; II Simpósio Baiano de Defesa Agropecuária; I Semana de Educação Tutorial da UFRB.

Distribuição de Silício em bananeiras inoculadas com Fusarium oxysporum f. sp. Cubense

ACCIOLY, A. M. de A.; CONCEIÇÃO, E. G. J. da; ALCOFORADO, P. A. U. G.; RODRIGUEZ, M. A. D.
Fonte: In: REUNIÃO BRASILEIRA DE FERTILIDADE DO SOLO E NUTRIÇÃO DE PLANTAS, 30.; REUNIÃO BRASILEIRA SOBRE MICORRIZAS, 14.; SIMPÓSIO BRASILEIRO MICROBILOGIA DO SOLO, 12.; REUNIÃO BRASILEIRA DE BIOLOGIA DO SOLO, 09.; SIMPÓSIO SOBRE SELÊNIO NO BRASIL, 1., 2012, Macéio. Fertbio 2012: " a responsabilidade socioambiental da pesquisa agrícola" : [anais...]. Maceió: Sociedade Brasileira de Ciência do Solo; Centro de Ciências Agrárias da Universidade Federal de Alagoas, 2012. 1 CR-ROM. Publicador: In: REUNIÃO BRASILEIRA DE FERTILIDADE DO SOLO E NUTRIÇÃO DE PLANTAS, 30.; REUNIÃO BRASILEIRA SOBRE MICORRIZAS, 14.; SIMPÓSIO BRASILEIRO MICROBILOGIA DO SOLO, 12.; REUNIÃO BRASILEIRA DE BIOLOGIA DO SOLO, 09.; SIMPÓSIO SOBRE SELÊNIO NO BRASIL, 1., 2012, Macéio. Fertbio 2012: " a responsabilidade socioambiental da pesquisa agrícola" : [anais...]. Maceió: Sociedade Brasileira de Ciência do Solo; Centro de Ciências Agrárias da Universidade Federal de Alagoas, 2012. 1 CR-ROM.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
85.96%
O mal-do-Panamá, reconhecida como uma das doenças mais destrutivas da bananeira no mundo tem causado enormes prejuízos aos produtores de banana. Dentre as alternativas testadas para o controle de doenças de plantas, encontra-se o uso do silício (Si), que tem apresentado efeitos benéficos em várias espécies, proporcionando efetivo controle de doenças em plantas. O objetivo deste trabalho foi avaliar a resposta da planta, a absorção e translocação de silício em bananeiras inoculadas com Fusarium oxysporum f. sp. cubense. Os tratamentos constaram de 0, 250, 500, 750 e 1000 mg dm-3 de Si, mais um tratamento adicional (testemunha absoluta - sem silício e sem a inoculação com F. oxysporum. f. sp. cubense). O solo em cada vaso foi incubado com Si por 15 dias. Decorrido este período, plantas de bananeira das variedades Grande Naine, Tropical e Maçã, oriundas de cultura de tecidos, foram transferidas para vasos contendo 3 kg de solo. A inoculação com F. oxysporum. procedeu-se 40 dias após o transplantio das plantas para os vasos. Foram determinados a produção da matéria seca da raiz (MSR) e da parte aérea (MSPA), teores de Si na parte aérea e raízes e o índice de translocação. A adição de doses crescentes de Si ao solo elevou a produção da matéria seca da raiz e da parte aérea das plantas de bananeiras. As plantas de bananeiras absorveram e translocaram silício para a parte aérea comportando-se como uma planta acumuladora intermediária de Si.; 2012

Métodos para estudar os efeitos das mudanças climáticas sobre doenças de plantas.

GHINI, R.; HAMADA, E.
Fonte: In: CONGRESSO PAULISTA DE FITOPATOLOGIA, 35., 2012, Jaguariúna. Anais... Summa Phytopathologica, Botucatu, v. 38, 2012. 1 CD ROM. 5 p. Publicador: In: CONGRESSO PAULISTA DE FITOPATOLOGIA, 35., 2012, Jaguariúna. Anais... Summa Phytopathologica, Botucatu, v. 38, 2012. 1 CD ROM. 5 p.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
85.94%
As mudanças climáticas causarão modificações na ocorrência de doenças de plantas, as quais estão entre os principais fatores responsáveis por reduções da produtividade agrícola. Esses impactos podem colocar em risco a sustentabilidade do agronegócio, devido às consequências econômicas, sociais e ambientais. O estudo dessas alterações tem a finalidade de fornecer subsídios para a elaboração de estratégias de adaptação. Muitos métodos estão descritos para avaliar os efeitos do ambiente sobre doenças de plantas, entretanto, o estudo das mudanças climáticas impõe algumas particularidades na utilização desses métodos. Garrett et al. (2006) apresentaram uma revisão sobre diferentes abordagens para o estudo do assunto, considerando diversas escalas de interação patógeno-hospedeiro, desde o microclima até o clima global. Posteriormente, Garrett et al. (2011) elaboraram um esquema para a análise da complexidade dos impactos das mudanças climáticas, baseado em um conjunto de perguntas para um determinado hospedeiro, patógeno, combinação patógeno-hospedeiro e região geográfica. Segundo os autores, na prática, pode ser necessário expandir os modelos com a inclusão de novos componentes, identificar os componentes mais importantes...

Modelagem estatística com as aplicações em doenças de plantas

Nesi, Cristiano Nunes
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
85.89%
Resumo: Após medir ou estimar a intensidade da doença em uma população de hospedeiros, o uso de análises estatísticas auxilia na compreensão do processo epidêmico. Este trabalho tem como objetivo abordar aspectos sobre modelagem estatística com aplicações no estudo das principais doenças do pessegueiro. Inicialmente, aborda-se a teoria geral em modelagem estatística com foco na aplicação em epidemiologia de doenças de plantas, seguida dos aspectos gerais da cultura do pessegueiro e suas principais doenças, O trabalho está organizado em três artigos. Primeiro, fez-se um estudo sobre parametrizações do modelo logístico, pois sua expressão pode ser escrita de forma que os parâmetros tenham interpretações convenientes, mas as propriedades estatísticas dos modelos, seu comportamento numérico e a validade das inferências são afetados pela parametrização. Avaliou-se a relação entre as inferências e o comportamento não linear de quatro parametrizações do modelo logístico ajustado aos dados do progresso temporal da incidência da ferrugem do pessegueiro causada por Tranzschelia discolor. Calcularam-se medidas de não linearidade do modelo e, para as estimativas dos parâmetros, avaliou-se o viés de Box...

Uso do DRIS na avaliação do estado nutricional de plantas cítricas afetadas pela clorose variegada dos citros.; Use of DRIS to evaluate nutritional status of citric plants affected by citrus variegated chlorosis.

Salvo, Juliano Gullo de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 08/02/2002 PT
Relevância na Pesquisa
95.92%
Dentre os diversos fatores que afetam a produção e qualidade de frutos em plantas cítricas, os fatores fitossanitários destacam-se pela grande importância. Entre as diversas doenças que afetam a cultura dos citros, a Clorose Variegada dos Citros (CVC) é uma das mais severas e destrutivas, provocando tanto perdas em produção quanto em qualidade. Pelo fato desta doença ser causada por uma bactéria que se aloja no xilema, toda a dinâmica da água e nutrientes é afetada, resultando em uma série de sintomas visuais em diferentes graus. Buscou-se avaliar o estado nutricional de plantas cítricas sem sintomas vis uais de CVC e, com sintomas em diferentes níveis, através do Critério de Faixas de Suficiência, tradicionalmente utilizado na Citricultura Paulista e, através do Sistema Integrado de Diagnose e Recomendação, denominado pela sigla DRIS. O estudo foi realizado em pomares comerciais de laranjeira 'Pera' enxertada em limão 'Cravo', com sete anos de idade, no município de Araraquara – SP. Foram selecionadas em dois talhões, plantas com três níveis de CVC e plantas sem sintomas visuais, determinando-se os teores dos macronutrientes (N, P, K, Ca, Mg, S) e dos micronutrientes (B, Cu, Fe, Mn e Zn) em folhas de ramos frutíferos...

Replicação e movimento diferencial de tomato chlorotic mottle virus (ToCMoV) e perfil de expressão de microRNAs em genótipos resistente e suscetível de tomateiro

Almeida, Lígia Moreira de
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
85.85%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Biológicas, Departamento de Biologia Molecular, Programa de Pós-Graduação em Biologia Molecular, 2013.; Os begomovírus pertencem à família Geminiviridae e são transmitidos eficientemente pelo vetor Bemisia tabaci, conhecido como mosca-branca. Tomato chlorotic mottle virus (ToCMoV) é um dos principais begomovírus que afetam a cultura do tomateiro no Brasil. Plantas infectadas com ToCMoV geralmente desenvolvem sintomas de clorose internerval, manchas cloróticas e mosqueado amarelo. ToCMoV e outros begomovírus do Novo Mundo são compostos por dois componentes de DNA circular de fita simples (conhecidos como DNA-A e DNA-B) que se replicam no núcleo das células infectadas. Uma das melhores estratégias para controle da dispersão da doença é o emprego de cultivares resistentes. Recentemente, uma linha quase isogênica de ‘Santa Clara’ (SC) chamada ‘LAM 157’, carregando o gene de resistência tcm-1, foi obtida pela Embrapa Hortaliças. O gene tcm-1 confere resistência a diferentes espécies de begomovírus e é caracterizado pela redução ou ausência de sintomas e restrição do acúmulo viral em plantas infectadas. O objetivo deste trabalho foi caracterizar a resistência conferida na linhagem LAM 157 em resposta à infecção causada pelo begomovírus ToCMoV. Os mecanismos de replicação e movimento viral a longa distância foram avaliados na linhagem LAM 157 e na linhagem suscetível ‘Santa Clara’. A replicação viral foi analisada por meio de agroinfiltração de folíolos com o DNA-A de ToCMoV seguida de quantificação absoluta do acúmulo viral resultante por qPCR no segundo...

Agrometeorologia e manejo de doenças de plantas: um casamento feliz; Agrometeorology and plant disease management: a happy marriage

Gillespie, Terry James; Sentelhas, Paulo Cesar
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz Publicador: Universidade de São Paulo. Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/12/2008 ENG
Relevância na Pesquisa
85.91%
Many plant disease outbreaks are triggered by suitably warm temperatures during periods of leaf wetness. Measurements or estimations of leaf wetness duration provided by Agrometeorologists have allowed Plant Pathologists to devise weather timed spray schemes which often reduce the number of sprays required to control plant diseases, thus lowering costs and benefitting the environment. In the near future, tools such as numerical weather models with small grid spacings, and improved weather radar, are expected to reduce the need for tight networks of surface observations. The weather models will also provide growers with forecast warnings of potential upcoming disease outbreaks, which will further enhance the contribution of agrometeorology to plant disease management.; A disseminação de muitas doenças de plantas é influenciada por condições favoráveis de temperatura durante o período de molhamento foliar. As medidas e estimativas da duração do período de molhamento foliar fornecidas pelos Agrometeorologistas têm permitido aos Fitopatologistas dar alertas sobre a necessidade de pulverizações com base nas condições meteorológicas, o que normalmente reduz o número de aplicações para o controle de doenças, resultando em menor custo de produção e menor contaminação do ambiente. Em um futuro próximo...

Importância da clínica de doenças de plantas na implementação da agricultura sustentável; IMPORTANCE OF PLANT PATHOLOGY CLINIC IN IMPLEMENTATION OF SUSTAINABLE AGRICULTURE; IMPORTANCIA DE LA CLINICA DE ENFERMEDADES DE PLANTAS EN LA IMPLEMENTACIÓN DE UNA AGRICULTURA SOSTENIBLE

Gonçalves, Amanda Emy; UFSC; Stadnik, Marciel João; Universidade Federal de Santa Catarina; Lopes, Morgana Elis; Universidade Federal de Santa Catarina; Delgado Mendez, Daisy Zamira; Universidade Federal de Santa Catarina
Fonte: Pró-Reitoria de Extensão Publicador: Pró-Reitoria de Extensão
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Estatística Formato: application/pdf
Publicado em 19/07/2010 POR
Relevância na Pesquisa
105.99%
http://dx.doi.org/10.5007/1807-0221.2010v7n9p24Assim como ocorre em outras regiões, doenças de plantas também são responsáveis por grandes perdas na agricultura do estado. Deste modo, em função da intensa demanda por diagnósticos, foi criada no ano de 2002, a “Clínica de Doenças de Plantas”, localizada no Laboratório de Fitopatologia (CCA/UFSC). A sua instauração estreitou os elos entre produtores rurais, técnicos e a UFSC, auxiliando na diagnose para os problemas fitopatológicos, sendo este o seu objetivo primordial. Ao longo destes dos oito anos de existência, a Clínica recebeu um total de 252 amostras, provenientes na maioria de Santa Catarina, mas também do Paraná e Rio Grande do Sul, apresentando principalmente doenças causadas por fungos. Além disso, o trabalho realizado pela Clínica contribui para capacitar profissionais na área de fitopatologia, sendo uma fonte de aprendizado significativamente positiva para professores e alunos, pois traz para o ambiente acadêmico a problemática real enfrentada pelos agricultores no campo. ; Like what happens in other regions, plant diseases are also responsable for great loss in state’s agriculture. Thus, in function of the intense demand, was created in 2002 the “Plant Pathology Clinic”...