Página 1 dos resultados de 907 itens digitais encontrados em 0.061 segundos

Educação para a morte a docentes e discentes de enfermagem: revisão documental da literatura científica; Death education for nursing professors and students: a document review of the scientific literature; Educación para la muerte a docentes y alumnos de enfermería: revisión documental de la literatura científica

SANTOS, Janaina Luiza dos; BUENO, Sonia Maria Villela
Fonte: Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem Publicador: Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
106.08%
Nas culturas Ocidentais, a Morte não se apresenta como tema preferido. Contudo, como os profissionais que convivem e enfrentam a Morte cotidianamente devem proceder? Qual o significado que esta assume? Este estudo se constitui de um levantamento da literatura científica sobre o tema na formação acadêmica de Enfermagem. A metodologia é qualitativa, através de um estudo exploratório documental, caracterizado pela pesquisa bibliográfica, num recorte temporal de cinco anos. As palavras-chave são: Docente e Discente de Enfermagem, Morte e Morrer. Foram localizados 12 artigos em periódicos, que compuseram três categorias: Os discentes de enfermagem e o convívio com a morte; O docente em enfermagem convivendo com a morte e as habilidades para ensinar; A formação acadêmica dando suporte para visão crítico-reflexiva sobre a temática morte-morrer. Concluiu-se que não há preparo dos discentes de enfermagem sobre o tema. Somente maiores investimentos e estudos trarão mudanças para a realidade atual.; In Western cultures, Death is not among the favorite topics. Nevertheless, how should professionals who deal with Death on a daily basis behave? What meaning does Death have to them? This study consists of a survey on scientific literature about the referred subject in nursing education. Using a qualitative method...

The expressiveness of a university professor in his classroom performance: analysis of verbal resources and implications for nursing; A expressividade do docente universitário durante sua atuação na sala de aula: análise dos recursos verbais utilizados e suas implicações para a enfermagem; La expresividad del profesor universitario durante su actuación en la sala de clases: análisis de los recursos verbales utilizados y sus implicaciones para la enfermeira

ROMANO, Cristiane Conceição; ALVES, Liliana Amorim; SECCO, Iara Aparecida de Oliveira; RICZ, Lilian Neto Aguiar; ROBAZZI, Maria Lúcia do Carmo Cruz
Fonte: Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto / Universidade de São Paulo Publicador: Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto / Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica
ENG
Relevância na Pesquisa
105.94%
Expressiveness is the ability of individuals to make their thoughts alive through language and body, effectively transmitting information. This study investigated the expressiveness of a university professor during nursing classes in relation to verbal resources from the perspective of students. This descriptive and quantitative study was carried out in a Higher Education Institution using specific instruments to assess expressiveness. The professor's class was video recorded and the video was first assessed by three speech and language experts and later assessed by 141 students with whom he had no previous contact. The results reveal that students and experts agreed in relation to the professors' expressive skills, which proved the ability of students to evaluate this communication skill.; A expressividade é a capacidade de o indivíduo tornar vivo seu pensamento pela linguagem e pela expressão corporal, permitindo a transmissão de informações de modo efetivo. O presente estudo objetivou investigar a expressividade do docente universitário de enfermagem ministrando aula, em relação aos seus recursos verbais, a partir do julgamento dos alunos. Trata-se de investigação descritiva, quantitativa, desenvolvida em uma instituição de ensino superior...

Avaliação da ansiedade, depressão e autoestima em docentes de enfermagem de universidades pública e privada; Evaluation of anxiety, depression and self-esteem in nursing faculty of public and private universities

Terra, Fábio de Souza
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 18/02/2011 PT
Relevância na Pesquisa
116.1%
O estudo teve como objetivo avaliar a presença de ansiedade, depressão e autoestima em docentes de Enfermagem de universidades pública e privada de um município do Sul do Estado de Minas Gerais e comparar as medidas apresentadas pelos dois grupos. Trata-se de um estudo descritivo, correlacional, de corte transversal e abordagem quantitativa, desenvolvida com 71 docentes de duas universidades (39 da pública e 32 da privada) localizadas no município de Alfenas-MG. A coleta de dados ocorreu no final do primeiro semestre letivo do ano de 2010, após aprovação do Comitê de Ética em Pesquisa. Para essa etapa, utilizaram-se quatro instrumentos: questionário semiestruturado com variáveis sociodemográficas, da atividade laboral e hábitos de vida; Inventário de Ansiedade de Beck; Inventário de Depressão de Beck; e Escala de Autoestima de Rosenberg. Após a coleta, os dados foram tabulados em programa estatístico, para análise estatística descritiva e inferencial, assim como a avaliação da consistência interna das escalas. Como resultado, constatou-se que houve predomínio de docentes do sexo feminino, com faixa etária de 31 a 40 anos, católicos, casados, renda familiar mensal de 4001 a 6000 reais, com casa própria e formação universitária em Enfermagem...

Resilência e qualidade de vida de docentes de enfermagem; Resilience and quality of life of Nursing faculties

Miguel, Maria Emília Grassi Busto
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 21/12/2012 PT
Relevância na Pesquisa
96.12%
As políticas de educação, no Brasil e no mundo, vêm sofrendo várias modificações em um curto espaço de tempo, o que tem obrigado as IES e os docentes que nelas atuam a se adequarem a essas mudanças, muitas vezes, sem tempo hábil e estrutura de apoio para tal. Essa necessidade de adaptação às novas regras e exigências gera sobrecarga no trabalho e, quase sempre, implica em sofrimento físico, psíquico e social, interferindo na qualidade de vida desses profissionais. Nesse contexto se inserem os docentes de Enfermagem e a resiliência, constructo do qual a Enfermagem tem se aproximado mais recentemente, se apresenta como estratégia segura para o enfrentamento das pressões geradas no ambiente trabalho. Com o objetivo de levantar os indicadores de resiliência e associá-los com os domínios de qualidade de vida dos docentes de Enfermagem, propôs -se a realização de estudo quantitativo, exploratório, descritivo, de corte transversal, com docentes de enfermagem das IES inseridas na área de abrangência das Subseções do Conselho Regional de Enfermagem de Londrina e Maringá (PR). Ao todo, participaram 90 enfermeiros docentes que responderam ao Quest_Resiliência (SOBRARE) e ao WHOQOL-bref...

A prática de ensinar: dialogando com as professoras de enfermagem

Madeira,Maria Zélia de Araújo; Lima,Maria da Glória Soares Barbosa
Fonte: Associação Brasileira de Enfermagem Publicador: Associação Brasileira de Enfermagem
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2008 PT
Relevância na Pesquisa
105.85%
Este artigo tem como objetivos discutir e explicitar a prática pedagógica cotidiana do docente de enfermagem da UFPI. Trata-se de um estudo de natureza qualitativa, com ênfase metodológica na História Oral, tendo como sujeitos-interlocutores professores do curso de enfermagem da referida IES e como instrumentos de produção de dados: entrevistas semi-estruturadas. A análise de dados efetivou-se a partir da análise de conteúdo. As docentes de enfermagem consideraram em suas narrativas orais o propósito de romper com a forma vertical de ensinar ao estimular no aluno o poder da criatividade e da compreensão da realidade em permanente transformação.

Cuidado integral: concepções e práticas de docentes de enfermagem

Castro,Margarete de; Pereira,Wilza Rocha
Fonte: Associação Brasileira de Enfermagem Publicador: Associação Brasileira de Enfermagem
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2011 PT
Relevância na Pesquisa
106.04%
A pesquisa teve o objetivo de compreender as concepções de um grupo de docentes sobre cuidado integral em saúde em um curso de Enfermagem e como estas se refletem nas suas práticas pedagógicas cotidianas. Foi um estudo de natureza qualitativa que teve como sujeitos 12 docentes de Enfermagem. A técnica de coleta de dados foi a entrevista e, para interpretar os dados, utilizamos a análise de conteúdo, na modalidade da análise temática. Os resultados apontam que há convergências discursivas sobre cuidado integral entre os docentes e, como um importante aspecto do estudo, vimos que este é um eixo que se afirma no curso e que vem permitindo novas formas de pensar o ensino de Enfermagem na realidade estudada.

Influências do comportamento comunicativo não-verbal do docente em sala de aula: visão dos docentes de enfermagem

Castro,Rosely Kalil de Freitas; Silva,Maria Júlia Paes da
Fonte: Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem Publicador: Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2001 PT
Relevância na Pesquisa
115.97%
Na interação professor-aluno, o professor tem um importante papel e seu bom desempenho depende da consciência e habilidade que tenha na comunicação. Este trabalho teve como objetivo verificar junto aos docentes de Enfermagem, o conhecimento e a importância atribuída aos sinais não-verbais na sua interação em sala de aula. É um estudo exploratório, na linha qualitativa e foram entrevistados 25 docentes da EEUSP, de outubro a dezembro de 1999. Dentre os achados, pudemos verificar que são considerados facilitadores da interação: algumas características do professor, características do aluno, a regularidade de contato, o tipo de conteúdo exposto e a própria comunicação.

Diagnósticos de enfermagem para clientes hospitalizados em uma clínica de doenças infectocontagiosas

Andrade,Lidiane Lima de; Nóbrega,Maria Miriam Lima da; Freire,Maria Eliane Moreira; Nóbrega,Renata Valeria
Fonte: Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem Publicador: Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2013 PT
Relevância na Pesquisa
105.87%
Estudo exploratório-descritivo desenvolvido com o objetivo de criar, a partir do Banco de Termos da Linguagem Especial de Enfermagem da clínica de doenças infectocontagiosas de um hospital-escola e na CIPE®, afirmativas de diagnósticos de enfermagem para clientes hospitalizados e validá-las com a participação de enfermeiras assistenciais e docentes de enfermagem que atuam na referida clínica. Foram construídas 88 afirmativas de diagnósticos de enfermagem; no entanto, somente foram validadas aquelas que alcançaram um índice de concordância ≥ 0,80 entre os peritos participantes do estudo, o que resultou em 70 afirmativas diagnósticas. Os resultados do estudo evidenciam que os objetivos foram alcançados, uma vez que tais afirmativas, construídas a partir de termos da realidade da clínica, facilitarão o processo de comunicação entre os profissionais da área de enfermagem. Além disso, viabilizam uma assistência pautada em princípios metodológicos, proporcionando assistência de maior resolutividade para o cliente.

Opinião de docentes de enfermagem sobre a efetividade da comunicação não verbal durante a aula

Amorim,Rosely Kalil de Freitas Castro Carrari de; Silva,Maria Júlia Paes da
Fonte: Escola Paulista de Enfermagem, Universidade Federal de São Paulo Publicador: Escola Paulista de Enfermagem, Universidade Federal de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2014 PT
Relevância na Pesquisa
126.11%
Objetivo Conhecer a opinião de docentes de enfermagem e da pesquisadora sobre a efetividade da comunicação não verbal durante as aulas.Métodos Estudo descritivo no qual foram incluídos 11 docentes de enfermagem em 220 minutos de filmagem. Foram avaliados 14 aspectos da comunicação não verbal. A opinião sobre a efetividade da comunicação não verbal foi apresentada em freqüência simples.Resultados Os docentes identificaram: 71,43% da postura (coerente, boa, efetiva e adequada); 62,5% das expressões faciais (eficientes, positivas e reforçando/acompanhando a fala); 83,33% do ritmo da voz (efetivo, bom e com velocidade adequada); 61,11% do nível de energia − física (ritmo bom, ativo, atento, efetivo, adequado e alerta); 78,95% da postura corporal (manter-se em movimento, estar ereto, de pé, usar gestos ilustradores, voltar-se para os alunos, estar próximo dos alunos das carteiras da frente). Além disso, houve uma menor freqüência de comunicação não verbal ineficaz entre os docentes.Conclusão A opinião dos docentes de enfermagem sobre a comunicação não verbal durante as aulas é geral e inespecífica...

Fatores facilitadores e impeditivos no cuidar de si para docentes de enfermagem

Soares,Raquel Juliana de Oliveira; Zeitoune,Regina Célia Gollner; Lisboa,Márcia Tereza Luz; Mauro,Maria Yvone Chaves
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina, Programa de Pós Graduação em Enfermagem Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina, Programa de Pós Graduação em Enfermagem
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2011 PT
Relevância na Pesquisa
105.95%
O estudo teve como objetivos descrever os fatores facilitadores e os impeditivos para o cuidar de si do docente de enfermagem e discutir implicações na perspectiva da saúde do trabalhador. Estudo exploratório, tendo como sujeitos 33 professores de três escolas de enfermagem das Universidades Federais do Estado do Rio de Janeiro. Os fatores facilitadores estavam relacionados à consciência em se cuidar, à remuneração, ao relacionamento pessoal e à criatividade. Os impeditivos foram a remuneração, a organização do trabalho, o excesso de atividades, a falta de tempo e a baixa autoestima. Os fatores impeditivos se sobrepõe aos facilitadores para o cuidar de si se caracterizando como obstáculos para as práticas do cuidar de si, gerando desmotivação e prejuízos para a saúde do docente e para a instituição, podendo, inclusive, o mesmo, invadir seu tempo livre, implicando em menos tempo para o lazer, o descanso, o convívio com família e amigos.

Humanização e desumanização: a dialética expressa no discurso de docentes de enfermagem sobre o cuidado

Silva,Fernanda Duarte da; Chernicharo,Isis de Moraes; Ferreira,Márcia de Assunção
Fonte: Universidade Federal do Rio de Janeiro Publicador: Universidade Federal do Rio de Janeiro
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2011 PT
Relevância na Pesquisa
116.07%
O objeto desta pesquisa é a humanização e sua expressão no cuidado de enfermagem, à luz dos discursos dos docentes. Os objetivos são: identificar os elementos que constituem o discurso de docentes de enfermagem sobre a humanização no cuidado, caracterizá-la e analisá-la à luz dos preceitos da Política Nacional de Humanização. Trata-se de uma Pesquisa qualitativa e descritiva realizada com 24 professores de Enfermagem. Evidenciaram-se nos discursos sobre a humanização no cuidado elementos como: a ética, a tecnologia, as instituições e as pessoas. A humanização, segundo os docentes, caracteriza-se por práticas de interação, comunicação e dialogicidade. Porém, nem toda prática profissional de enfermagem se caracteriza segundo os preceitos da humanização. Conclui-se que seja necessário investir sobre o tema humanização no cuidado, principalmente no campo do ensino e da formação profissional, visto a importância que o mesmo ocupa na esfera da política pública, economia, cultura, ética e da formação profissional.

Vivências de docentes de enfermagem no ensino do cuidar

Bezerra, Erica Louise de Souza Fernandes
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Enfermagem; Assistência à Saúde Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Enfermagem; Assistência à Saúde
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
116.09%
Care, in a global perspective, appears in the main quarrels as the necessary phenomenon that will have to permeate the thoughts, the perception and values for the change that will lead to the overcoming of a paradigmatic crisis. The professional care was attributed, in elapsing of history, to the Nursing. Its historical evolution and articulation with the social processes, political and scientific in prominence place, in what it says respect to human well-being, not objectifying to cure, but to comfort, to complement the weak capacities and to the establishment the present capacities, alleviating pain, in other words, caring. The Teaching of care in Nursing, suffered great influences of the biomedical model, being like this, the education in Nursing has been criticized for if being valid pedagogical models incapable to promote the growth of the subjects, keeping it passive before your life processes, showing fragilities, attitudes and questionable behaviors, dissonances, appearing the imminence of an act of to care and to educate that needs to be considered as dialectical and intersubjective act. The objective of this research is to understand the lived experience of the nursing teachers in the Teaching of Care, in order to reflect about the insert of Nursing in the current world context...

Ensino do processo de enfermagem: significados percepções docentes na formação do enfermeiro; Teaching the Nursing process: Meanings and perceptions of faculty in the formação of the nurse

Trigueiro, Elizabeth Vasconcelos
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Enfermagem; Assistência à Saúde Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Enfermagem; Assistência à Saúde
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
96.16%
The implementation of the nursing process should be experienced by all nurses during their formative years. However, the lack of implementation of the nursing process for care planning during the educational process and the existing disorder in the formation process prompted the following research questions: What is the meaning of teaching the nursing process to the nursing professors? Do nursing professors use strategies and methods that promote critical thinking in their students? The objective of the study was to analyze the meaning that teaching of the nursing process has for the nursing faculty of the bachalaureate nursing course. Qualitative descriptive study conducted with a sample of 30 faculty members that taught nursing care courses in the nursing program of the Federal University of Rio Grande do Norte (UFRN) in Natal, RN. Two instruments were used, a questionaire and an interview guide. The questionnaire was designed to obtain sociodemographic, educational and work information, of faculty activities and of the teaching of nursing care. The guide was composed of five open questions regarding the understanding and perceptions of the nursing process, its utilization in teaching, and the nursing care teaching strategies. Interview data were submitted to content analysis techniques and interpreted according to the principles of Symbolic Interactionism. Six categories related to the analytical themes were identified: the nursing process as the guide for the care actions; clinical rationality; use of the care activities; teaching relevance; teaching barreirs; teaching strategies with focus on the abilities and competencies of the clinical rationale. Faculty perceptions regarding the teaching of the nursing process; nursing care approach in the nurses‟ formation. The study indicates that the participants understand the relevance of the nursing process a work instrument and that the use of this method during the nurses‟ formation enhances the abilities and competencies for critical thinking that is essencial for care. The strategies for teaching of abilities and competencies were identified...

Being a nursing teacher, woman and mother: showing the experience in the light of social phenomenology; Ser docente de enfermagem, mulher e mãe: desvelando a vivência sob a luz da fenomenologia social; Ser docente de enfermería, mujer y madre: revelando la vivencia bajo la perspectiva de la fenomenología social

MERIGHI, Miriam Aparecida Barbosa; JESUS, Maria Cristina Pinto de; DOMINGOS, Selisvane Ribeiro da Fonseca; OLIVEIRA, Deíse Moura de; BAPTISTA, Patrícia Campos Pavan
Fonte: Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto / Universidade de São Paulo Publicador: Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto / Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica
ENG
Relevância na Pesquisa
116.01%
The trajectory of this study was focused on understanding the experience of being a nursing teacher, woman and mother and reconciling work, motherhood and other daily activities. Participants were 11 women, mothers, teachers at higher education Institutions. Social Phenomenology was adopted for the analysis. The context of meanings was evidenced by categories: Difficulty in performing multiple activities; care of oneself and conciliation of social roles. Women give priority to being a mother, so that they have less time to take care of themselves. In spite of desiring to invest in teaching, they expect to have more time available to be in touch with their children and partner. This study showed that the professional and personal worlds need an interface, which allows for co-existence between the different roles women play in society.; A trajetória deste estudo voltou-se para a compreensão do ser docente de enfermagem, mulher e mãe ao conciliar a vida profissional, a maternidade e demais atividades do cotidiano. Participaram 11 mulheres, mães, docentes de instituições de ensino superior. Foi adotada a fenomenologia social para análise. O contexto de significados foi evidenciado a partir das categorias: dificuldade no desempenho de multiplicidade de atividades; cuidado de si mesma e conciliação dos papéis sociais. As mulheres priorizam o ser mãe...

Influências do comportamento comunicativo não-verbal do docente em sala de aula: visão dos docentes de enfermagem; Influencias del comportamiento comunicativo no verbal del docente en sala de clase: vision de los docentes de enfermeria; Influences of nonverbal comunicative behavior of professors into the classroom: nursing professors' point of view

Castro, Rosely Kalil de Freitas; Silva, Maria Júlia Paes da
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem Publicador: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/12/2001 POR
Relevância na Pesquisa
116.05%
Na interação professor-aluno, o professor tem um importante papel e seu bom desempenho depende da consciência e habilidade que tenha na comunicação. Este trabalho teve como objetivo verificar junto aos docentes de Enfermagem, o conhecimento e a importância atribuída aos sinais não-verbais na sua interação em sala de aula. É um estudo exploratório, na linha qualitativa e foram entrevistados 25 docentes da EEUSP, de outubro a dezembro de 1999. Dentre os achados, pudemos verificar que são considerados facilitadores da interação: algumas características do professor, características do aluno, a regularidade de contato, o tipo de conteúdo exposto e a própria comunicação.; En la interacción profesor-alumno, el profesor tiene un importante papel y su buen desempeno depende de la consciencia y habilidad que tenga com la comunicación. Este trabajo tuvo como objetivo verificar junto a los docentes de Enfermería, el conocimiento y la importância atribuida a los senales no verbales en su interacción en sala de clase. Es un estudio exploratório, en la linea cualitativa y fueron entrevistadas 25 docentes de la Escuela de Enfermeras de la Universidad de São Paulo (EEUSP), de outubre a diciembre de 1999. Dentro de los resultados...

Educação para a morte a docentes e discentes de enfermagem: revisão documental da literatura científica; Educación para la muerte a docentes y alumnos de enfermería: revisión documental de la literatura científica; Death education for nursing professors and students: a document review of the scientific literature

Santos, Janaina Luiza dos; Bueno, Sonia Maria Villela
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem Publicador: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf; application/pdf
Publicado em 01/03/2011 POR; ENG
Relevância na Pesquisa
96.08%
Nas culturas Ocidentais, a Morte não se apresenta como tema preferido. Contudo, como os profissionais que convivem e enfrentam a Morte cotidianamente devem proceder? Qual o significado que esta assume? Este estudo se constitui de um levantamento da literatura científica sobre o tema na formação acadêmica de Enfermagem. A metodologia é qualitativa, através de um estudo exploratório documental, caracterizado pela pesquisa bibliográfica, num recorte temporal de cinco anos. As palavras-chave são: Docente e Discente de Enfermagem, Morte e Morrer. Foram localizados 12 artigos em periódicos, que compuseram três categorias: Os discentes de enfermagem e o convívio com a morte; O docente em enfermagem convivendo com a morte e as habilidades para ensinar; A formação acadêmica dando suporte para visão crítico-reflexiva sobre a temática morte-morrer. Concluiu-se que não há preparo dos discentes de enfermagem sobre o tema. Somente maiores investimentos e estudos trarão mudanças para a realidade atual.; La muerte, en las culturas occidentales no se presenta como tema de preferencia. Así y todo, ¿cómo deben proceder los profesionales que conviven y se enfrentan con la muerte cotidianamente? ¿Cuál es el significado que ella asume? Este estudio parte de una investigación de la literatura científica sobre este tema en la formación académica de Enfermería. La metodología fue cuantitativa...

Nursing diagnoses for clients hospitalized in an infectious disease clinic; Diagnósticos de enfermería para pacientes hospitalizados en una clínica de enfermedades infectocontagiosas; Diagnósticos de enfermagem para clientes hospitalizados em uma clínica de doenças infectocontagiosas

Andrade, Lidiane Lima de; Nóbrega, Maria Miriam Lima da; Freire, Maria Eliane Moreira; Nóbrega, Renata Valeria
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem Publicador: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf; application/pdf
Publicado em 01/04/2013 POR; ENG
Relevância na Pesquisa
105.98%
The aim of this exploratory descriptive study was to create nursing diagnosis statements for hospitalized clients based on the Database of Special Nursing Language Terms of the Infectious Diseases Clinic of a teaching hospital and on the ICNP®. Further, we aimed to validate the diagnosis statements with the participation of clinical nurses and nursing teachers who worked at the clinic. Eighty-eight nursing diagnosis statements were constructed. However, only those that achieved a correlation index (CI) ≥ 0.80, as determined by the experts participating in the study, were validated, resulting in seventy diagnosis statements. The study results showed that the aims were achieved, and the statements will facilitate communication processes among nursing professionals. Furthermore, they will ensure that care is guided by methodological principles, thus providing client care with greater resolvability power.; Estudio exploratorio-descriptivo, objetivando crear, a partir del Banco de Términos del Lenguaje Especial de Enfermería de la clínica de enfermedades infectocontagiosas de un hospital escuela y en la CIPE®, declaraciones de diagnósticos de enfermería para pacientes hospitalizados y validarlas con la participación de enfermeras asistenciales y docentes de enfermería actuantes en la referida clínica. Fueron construidas 88 declaraciones de diagnóstico de enfermería; sin embargo...

Distúrbios psíquicos menores em enfermeiros docentes de universidades; Disturbios psíquicos menores en enfermeros docentes universitarios; Minor psychiatric disorders among nurses university faculties

Tavares, Juliana Petri; Beck, Carmem Lúcia Colomé; Magnago, Tânia Solange Bosi de Souza; Zanini, Roselaine Ruviaro; Lautert, Liana
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto Publicador: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf; application/pdf; application/pdf
Publicado em 01/02/2012 ENG; POR; SPA
Relevância na Pesquisa
106.05%
Trata-se de estudo epidemiológico seccional, incluindo 130 enfermeiros docentes das Universidades Federais do Rio Grande do Sul, Brasil, que teve por objetivo investigar a demanda psicológica e o controle sobre o trabalho (Modelo Demanda-Controle de Karasek) e sua associação com os distúrbios psíquicos menores. Foram utilizadas as versões brasileiras do Self-Report-Questionnaire-20 e da Job Stress Scale. A prevalência de distúrbios psíquicos menores foi de 20,1%. Após ajustes, a fim de se evitar potenciais confundidores, a chance de distúrbios psíquicos foi maior no quadrante trabalho ativo (OR=14,23; IC95%=1,55-130,73), seguido do quadrante alta exigência (OR=10,05; IC95%=1,23-82,44), quando comparado aos enfermeiros docentes do quadrante baixa exigência. Conclui-se que a alta demanda psicológica e o baixo controle sobre o trabalho podem desencadear acometimentos, dentre eles os distúrbios psíquicos menores em enfermeiros docentes.; Estudio epidemiológico seccional entre 130 enfermeros docentes de las universidades federales del estado de Rio Grande do Sul, en Brasil, que tuvo como objetivo investigar la demanda psicológica y el control del trabajo (Modelo Demanda-Control de Karasek) y sus asociaciones con Disturbios Psíquicos Menores. Se utilizaron las versiones brasileñas del Self-Report-Questionnaire-20 y del Job Stress Scale. La prevalencia de Disturbios Psíquicos Menores fue del 20...

Ser docente de enfermagem, mulher e mãe: desvelando a vivência sob a luz da fenomenologia social; Ser docente de enfermería, mujer y madre: revelando la vivencia bajo la perspectiva de la fenomenología social; Being a nursing teacher, woman and mother: showing the experience in the light of social phenomenology

Merighi, Miriam Aparecida Barbosa; Jesus, Maria Cristina Pinto de; Domingos, Selisvane Ribeiro da Fonseca; Oliveira, Deíse Moura de; Baptista, Patrícia Campos Pavan
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto Publicador: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf; application/pdf; application/pdf
Publicado em 01/02/2011 ENG; POR; SPA
Relevância na Pesquisa
106.01%
A trajetória deste estudo voltou-se para a compreensão do ser docente de enfermagem, mulher e mãe ao conciliar a vida profissional, a maternidade e demais atividades do cotidiano. Participaram 11 mulheres, mães, docentes de instituições de ensino superior. Foi adotada a fenomenologia social para análise. O contexto de significados foi evidenciado a partir das categorias: dificuldade no desempenho de multiplicidade de atividades; cuidado de si mesma e conciliação dos papéis sociais. As mulheres priorizam o ser mãe, dispondo de pouco tempo para o cuidado de si mesma; e, embora tenham o desejo de investir na carreira docente, têm a expectativa de ter maior disponibilidade de tempo para o convívio com os filhos e com o companheiro. O estudo mostrou que os universos, profissional e pessoal, necessitam de interface que possibilite a convivência entre os diversos papéis exercidos pela mulher na sociedade.; La trayectoria de este estudio se dirigió para la comprensión del ser docente de enfermería, mujer y madre, que debe conciliar la vida profesional, la maternidad y demás actividades de lo cotidiano. Participaron 11 mujeres, madres, y docentes de instituciones de enseñanza superior. Fue adoptada la Fenomenología Social para el análisis. El contexto de significados fue evidenciado a partir de las categorías: Dificultad en el desempeño de multiplicidad de actividades...

Avaliação da autoestima em docentes de enfermagem de universidades pública e privada; Evaluación de la autoestima en docentes de enfermería de universidades pública y privada; Evaluation of Self-esteem in Nursing Teachers at Public and Private Universities

Terra, Fábio de Souza; Marziale, Maria Helena Palucci; Robazzi, Maria Lúcia do Carmo Cruz
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto Publicador: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf; application/pdf
Publicado em 01/02/2013 ENG; POR
Relevância na Pesquisa
126.11%
OBJETIVO: avaliar a autoestima em docentes de enfermagem de universidades pública e privada e comparar as medidas apresentadas pelos dois grupos de professores. MÉTODO: trata-se de pesquisa descritiva, correlacional, transversal, quantitativa, desenvolvida com 71 docentes de duas universidades (pública e privada) de um município do sul do Estado de Minas Gerais. Utilizaram-se um questionário, após validação e teste piloto, e a Escala de Autoestima de Rosenberg. RESULTADO: constatou-se que a maioria dos docentes apresentou autoestima alta, não havendo diferença significativa entre os dois grupos. Analisando-se os escores contínuos dessa escala, observou-se diferença significativa entre as universidades, mostrando que os docentes da universidade privada apresentaram escores mais baixos de autoestima. A Escala de Autoestima de Rosenberg apresentou valor alto de coeficiente alfa. CONCLUSÃO: a autoestima alta foi predominante nos professores estudados, mas os da universidade privada apresentaram escores mais baixos. Esses dados podem auxiliar as instituições a refletir sobre o assunto e investir na construção de ambientes saudáveis, tendo como protagonista o trabalhador/docente de enfermagem, representando avanços para o conhecimento da temática na área de enfermagem.; OBJETIVO: evaluar la autoestima de profesores de Enfermería en universidades pública y privada y comparar las medidas presentadas por los dos grupos de profesores. MÉTODO: Se trata de una investigación descriptiva...