Página 1 dos resultados de 278 itens digitais encontrados em 0.011 segundos

Efeitos do desemprego prolongado na divisão sexual do trabalho: estudo de uma população masculina do ABC, SP ; Effect of the unemployment drawn out in the sexual dwivision of the work: study of a masculine population of the ABC, São Paulo

Jimenez, Luciene
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 23/08/2002 PT
Relevância na Pesquisa
126.11%
Contextualização: Na última década, o expressivo aumento da taxa e do tempo de desemprego resultou no surgimento de grupos que há mais de um ano se encontram sem nenhum tipo de vínculo empregatício — desemprego prolongado. Os homens em idade produtiva e de baixa e média escolaridade; têm sido particularmente atingidos. Referencial Teórico: Os discursos normativos referentes à masculinidade e à feminilidade mantêm estreita relação com os lugares construídos para o homem, no mundo da produção; e para a mulher, no universo doméstico. As recentes mudanças nas formas de trabalho possivelmente estão promovendo aberturas para o surgimento de construções discursivas mais pluralizadas. Assim, a linguagem assume relevância enquanto uma instância possível de construção e transformação dos sentidos, em que estão implicados tanto os eventos sociais como os diferentes sujeitos. Objetivos: Investigar o lugar ocupado pelo trabalho e pela divisão sexual do trabalho nas subjetividades de homens atingidos pelo desemprego de longa duração. Método: Entrevistas semi-estruturadas e individuais, com quinze homens casados e desempregados há mais de um ano, residentes nos municípios de Diadema (SP) e São Bernardo do Campo (SP). Procedeu-se à Análise do Discurso do Sujeito Coletivo. Considerações: Os homens entrevistados conhecem e realizam várias formas de trabalho; contudo apresentam como referencial de vida o trabalho assalariado — emprego. Quanto à divisão sexual do trabalho...

Processo de trabalho, divisão sexual do trabalho e práticas sociais das operárias na indústria eletroeletrônica no contexto da flexibilidade produtiva; Labour process, sexual division of labour and social practises of female industrial workers in eletricial & eletronic industry on manufacturing flexibility context

Lapa, Thaís de Souza
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 19/12/2014 PT
Relevância na Pesquisa
126.17%
nas empresas, que ocorrem no Brasil sob a égide da reestruturação produtiva capitalista desde 1980 e com maior ênfase em 1990, são observados neste estudo à luz da problemática da divisão sexual do trabalho, tomando como campo de análise o segmento de eletroeletrônicos, o qual possui a mais elevada proporção de mulheres da indústria metalúrgica. A pesquisa parte da problemática da visibilização de trabalhadoras como objeto de conhecimento nas análises sobre a classe trabalhadora, procurando oferecer contribuição à sociologia do trabalho a partir de reflexão empírica-teórica gendrada sobre o trabalho, sustentando assim a necessidade do reconhecimento da composição sexuada da classe e reivindicando a indissociabilidade das dimensões classe e gênero. Com base em estudo setorial focado em duas indústrias eletroeletrônicas transnacionais no ramo de telecomunicações e informática, cujas plantas analisadas localizam-se em municípios do interior de São Paulo, foram identificadas e analisadas características do processo de trabalho em diversos setores produtivos das empresas. Essas empresas fabricam no Brasil - uma desde a década de 1990 e outra desde 2000 - telefones celulares, tablets, monitores, notebooks...

A divisão sexual do trabalho no espaço doméstico

Mendonça, Elaine Cristina
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 140 p.| grafs.
POR
Relevância na Pesquisa
105.97%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Sócio-Econômico, Programa de Pós-graduação em Serviço Social, Florianópolis, 2009; Apesar das inúmeras conquistas, especialmente em relação à situação vivenciada pelas mulheres, percebe-se que a desigualdade de gênero vem se intensificando tanto no espaço doméstico como no espaço do trabalho assalariado. O trabalho assalariado, que poderia contribuir com a emancipação da mulher, trouxe maior sobrecarga quando aliado ao trabalho doméstico. Nesse sentido, a presente dissertação procurou identificar se as mudanças ocorridas na sociedade a partir do século XIX também alteraram a divisão sexual do trabalho doméstico, perceber a cargo de quem está a responsabilidade pelos afazeres domésticos em nossa sociedade e, ainda, apreender como a realidade da esfera reprodutiva é vivenciada por mulheres pertencentes à burguesia e ao proletariado. Para o alcance destes objetivos foi desenvolvida uma pesquisa qualitativa por meio de entrevista semi-estruturada com vinte (20) mulheres - dez (10) pertencentes à burguesia e dez (10) pertencentes ao proletariado. A escolha por pessoas do sexo feminino deu-se pelo simples fato de que são, principalmente...

Novas configurações da divisão sexual do trabalho

Hirata,Helena; Kergoat,Danièle
Fonte: Fundação Carlos Chagas Publicador: Fundação Carlos Chagas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2007 PT
Relevância na Pesquisa
126.03%
O conceito de divisão sexual do trabalho já tem uma longa história. Em primeiro lugar esboçaremos a gênese do conceito no contexto francês, citando pesquisas que o reivindicam. Proporemos nossa própria definição do conceito, que nos servirá para analisar a evolução atual das modalidades da divisão sexual do trabalho. Em seguida, retornaremos de forma mais precisa aos modelos que organizam as relações entre esferas doméstica e profissional. Indicaremos o aparecimento de um novo modelo, o da "delegação", para concluir com uma análise crítica da "conciliação" de tarefas.

Geração de renda: enfoque nas mulheres pobres e divisão sexual do trabalho

Carloto,Cássia Maria; Gomes,Anne Grace
Fonte: Cortez Editora Ltda Publicador: Cortez Editora Ltda
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2011 PT
Relevância na Pesquisa
125.97%
Este trabalho apresenta uma discussão a respeito dos projetos de geração de renda voltados para as mulheres pobres. Busca refletir sobre que possibilidades oferecem, enquanto política pública, para a autonomia financeira e a quebra de padrões baseados na tradicional divisão sexual do trabalho ancorada na falsa dicotomia público-privado. Traz também um debate sobre a pobreza entre as mulheres já que a perspectiva desses projetos é aumentar os ganhos da família a partir da focalização nas mulheres.

A divisão sexual do trabalho no sistema de integração agroindustrial

Nogueira,Claudia Mazzei
Fonte: Cortez Editora Ltda Publicador: Cortez Editora Ltda
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2012 PT
Relevância na Pesquisa
126.01%
Neste texto mostramos algumas das transformações nas relações de trabalho no setor da agroindústria, ocorridas nas pequenas propriedades familiares rurais, localizadas no oeste catarinense e que são vinculadas ao sistema de integração da Sadia. Analisa particularmente a manutenção da desigual divisão sexual do trabalho na pequena unidade produtiva familiar avícola. Destacamos ainda alguns elementos presentes na divisão sociossexual nesse setor e concluímos indicando alguns desafios para o Serviço Social.

Tendências recentes da precarização social e do trabalho: Brasil, França, Japão

Hirata,Helena
Fonte: Universidade Federal da Bahia - Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas - Centro de Recursos Humanos Publicador: Universidade Federal da Bahia - Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas - Centro de Recursos Humanos
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2011 PT
Relevância na Pesquisa
105.92%
O artigo visa a apreender as novas características da precarização social e do trabalho, analisadas a partir da realidade dos anos noventa por Castel, mostrando como novas tendências se delineiam com o processo de globalização e de crise econômica em curso, tanto em termos de configurações da divisão sexual do trabalho precário quanto de modalidades inéditas de repercussão sobre a saúde física e mental. A intensificação do trabalho, tanto no setor secundário quanto no terciário, e a expansão da subcontratação são fenômenos em vigor nos três países estudados. A partir da análise dos processos recentes de segmentação do mercado de trabalho e do emprego, o artigo procura também abordar criticamente o conceito de "precariado", elaborado em oposição à sociedade do "assalariamento", mostrando como a dinâmica e a relação entre setores estáveis e setores precários são fundamentais para a continuidade do processo de desenvolvimento capitalista em escala mundial.

Entre aves, carnes e embalagens: divisão sexual e sentidos do trabalho em abatedouro avícola

Graf,Laila Priscila; Coutinho,Maria Chalfin
Fonte: Centro de Filosofia e Ciências Humanas e Centro de Comunicação e Expressão da Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Centro de Filosofia e Ciências Humanas e Centro de Comunicação e Expressão da Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2012 PT
Relevância na Pesquisa
106.1%
Este artigo apresenta uma investigação sobre o trabalho de mulheres atuantes em um abatedouro avícola em Santa Catarina, Brasil. As concepções teóricas da divisão sexual do trabalho e da produção de sentidos pela psicologia do construcionismo social nortearam as análises. O conceito de trabalho foi compreendido a partir de uma dupla dimensão: como concreto (produtor de coisas úteis) e abstrato (produtor de mercadorias). Com base na estratégia investigativa do estudo de caso, foi desenvolvida uma pesquisa de campo, com dois procedimentos principais: observações e oito entrevistas com trabalhadoras. Os resultados geraram duas grandes categorias temáticas, uma delas é apresentada aqui. Trata-se da divisão sexual do trabalho identificada tanto no âmbito produtivo como no doméstico. Os resultados, por meio da articulação analítica dos sentidos e da divisão sexual do trabalho, expuseram as relações assimétricas no trabalho na indústria de carne avícola e, consequentemente, no ambiente familiar.

Divisão sexual do trabalho: a separação da produção do espaço reprodutivo da família

Alves,Ana Elizabeth Santos
Fonte: Fundação Oswaldo Cruz, Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio Publicador: Fundação Oswaldo Cruz, Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2013 PT
Relevância na Pesquisa
125.99%
Este ensaio tem como objetivo central analisar a divisão sexual do trabalho em torno da dissociação do trabalho produtivo do espaço da reprodução familiar, ocorrida no processo de instalação e desenvolvimento do capitalismo no Brasil, particularmente com base em reflexões sobre o contexto histórico de finais do século XIX até meados do século XX. Nossa intenção é descaracterizar análises acerca da ideologia naturalista que legitima princípios de separação entre trabalhos de homens e trabalhos de mulheres. Para tanto, tratamos de explicar essa dissociação a partir de transformações na família como base produtiva, bem como da relação entre produção e reprodução na unidade rural (tradicional). Procuramos também relatar como ocorreram algumas transformações nas práticas de família tradicional, mediante a separação entre as atividades produtivas e o dia a dia do lar, o que contribuiu para a gênese da sociedade urbanoindustrial, em face de uma consonância entre as unidades tradicionais com as unidades modernas de produção.

O tempo do trabalho das empregadas domésticas : tensões entre dominação/exploração e resistência

Betânia De Melo Avila, Maria; Salete Barbosa Cavalcanti, Josefa (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
PT_BR
Relevância na Pesquisa
105.94%
Nesta tese, o trabalho doméstico é analisado a partir das práticas das empregadas domésticas, uma das maiores categorias de trabalhadoras no Brasil. Os conceitos de divisão sexual do trabalho e trabalho doméstico são referências para a reflexão teórica desenvolvida e a análise dos dados empíricos. A noção de vida cotidiana é tomada como parte dessa reflexão e como um caminho metodológico através do qual a relação entre tempo do trabalho remunerado e não remunerado e cotidiano ganha sentido. No caso das empregadas domésticas, as práticas de trabalho que formam sua jornada como trabalhadoras se constroem especificamente no trabalho reprodutivo, o que coloca questões próprias para a organização do cotidiano. Partindo da análise dos ritmos e dinâmicas nas práticas do trabalho doméstico remunerado e não remunerado, o meu objetivo foi compreender como as mulheres que estão inseridas nesta relação enfrentam as tensões cotidianas em torno dos usos do tempo e as formas de resistência que engendram em resposta à dominação/exploração do tempo do trabalho doméstico, o que implicou analisar a relação entre as tensões no uso do tempo para o trabalho doméstico e a construção do sujeito político. Além da revisão bibliográfica e levantamento de dados secundários...

Sustentabilidade da vida humana e as possibilidades da divisão sexual do trabalho doméstico

Sartor, Angela Kalckmann Romanó
Fonte: Curitiba Publicador: Curitiba
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
106.12%
The sustainability of human life, meaning the activities necessary for the process of social reproduction and life maintenance, as not conceived as productive work has not been treated as a priority for the development of the individual or the society. Performed basically by women in the domestic environment, it is the scene of inequalities and conflicts, in which women who cannot divide responsibilities face a double or triple day work. The object of this research is to know which strategies the working women of Curitiba, holders of a high school diploma, are using to go through this challenge, what services they can be provided and who they can count on. This qualitative and interpretative research has interviewed 15 women and tried to understand the meaning of the gender division of labour i.e. how is domestic work divided between men and women of the same family, and what is the role of the Government and the employer. Their testimonies evidence they are facing times of change and persistency, where the reproductive behaviour coexists with change of values and attitudes. The prevalent model of gender division of labor, defined by Hirata and Kergoat, is the conciliation, although traditional and partnership models also occur in a smaller degree. Grandmothers play a substancial role on the emancipation of the working women. They can count on their own mothers mostly when they cannot get the Government and employer’s support through day-cares for their children. Technological innovations have significantly contributed as time and effort savers for the accomplishment of domestic tasks...

As Mulheres e as Muralhas do Patriarcado e do Capitalismo: Terceirização e Precarização do Trabalho no Sistema do Capital

Silva, Elizângela Cardoso de Araujo
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Serviço Social; Serviço Social, Formação Profissional, Trabalho e Proteção Social; Serviço Social, Cultura e Relaçõe Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Serviço Social; Serviço Social, Formação Profissional, Trabalho e Proteção Social; Serviço Social, Cultura e Relaçõe
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
105.99%
Our dissertation deals with the material living conditions of women workers and the relations of the wage who undergo in the hospital scope, taking as the locus of empirical research the Hospital Dr. João Machado, located in Natal / RN. Its purpose is to analyze the main implications of precarious work contracts in the economic and social dimensions from life of workers, explaining the main conditionings. The majority presence of women in wage relations not only in the hospital service, as well as in the service sector in general has motivated us to appreciation of the form of participation of women in health services and, in particular, at the hospital space. From the critical dialectical method, through processes of successive approximations to the reality, we analyze the patriarchal system of social relations and their repercussions for the Social and Sexual Division of Labor in the context of contemporary capitalist society, explaining the determinants of inequality, founded in social relations of sex, to the predominance of women in the hospital service and unveiling these participation trends in the labor market. The analyzes are based on bibliographic research - theoretical and methodological basis of research - combined with reflections that emerged from the field. The systematized and analyzed information reveal the uniqueness of the current social and economic situation of workers women with ties outsourced...

Dupla presença feminina : efeitos da divisão sexual do trabalho sobre o tempo cotidiano das mulheres urbanas de baixa renda; Feminine dual presence : consequences of the sexual division of labor on the daily time of low-income urban women

Fernanda Sucupira Gomes
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 06/03/2015 PT
Relevância na Pesquisa
106.03%
Este estudo investiga as consequências da articulação entre trabalho remunerado e trabalho doméstico e familiar sobre os usos do tempo das mulheres urbanas de baixa renda. A partir de uma pesquisa de campo com trabalhadoras que vivem com seus companheiros e filhos na comunidade de Paraisópolis, foram analisadas as repercussões da divisão sexual do trabalho na vida cotidiana e na trajetória profissional dessas mulheres. Identificaram-se também as estratégias de resistência que elas desenvolveram para lidar com a dupla presença. Os depoimentos mostram que o dia a dia delas está tomado por essa dupla carga de trabalho, sobrando pouco espaço para outras temporalidades sociais. Observaram-se intensos conflitos entre homens e mulheres nos domicílios estudados, relacionados à distribuição das tarefas domésticas e de cuidados, uma novidade em relação às pesquisas de décadas anteriores. Nota-se um crescimento da tensão em torno dessas questões, gerando constantes discussões, o que pode sinalizar a existência de uma mudança em curso.; This study investigates the effects on the time use of low-income urban women caused by the combination of paid work and domestic and care labor. A field research was conducted with female workers who live with their partners and children in the Paraisópolis community...

A corresponsabilização do Estado pelo cuidado : uma análise sobre a política de creches do PAC-2 na perspectiva da divisão sexual do trabalho

Marcondes, Mariana Mazzini
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
106.07%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Humanas, Departamento de Serviço Social, Programa de Pós-Graduação em Política Social, 2013.; As práticas sociais de cuidado são marcadas por mudanças e permanências. Nas últimas décadas, muitas foram as transformações nas relações de gênero, como é o caso da consolidação da presença feminina no mercado de trabalho. Entretanto, as mulheres, no interior das famílias, seguem responsáveis pela provisão do cuidado. Tampouco o Estado ampliou sua participação, por meio de políticas sociais de corresponsabilização. Basta notar que a política de creches, reivindicação histórica dos movimentos feministas e de mulheres, atendia, em 2009, 18,4% de crianças de 0 a 3 anos (IPEA ET AL, 2012). O Governo Federal brasileiro instituiu, em 2007, o Programa Proinfância, cujo objetivo é promover a assistência financeira para municípios e Distrito Federal para a construção e aquisição de equipamentos e mobiliário para a educação infantil, visando à expansão da rede de serviços de creches e pré-escolas. Em 2010, o Programa foi incorporado ao Programa de Aceleração do Crescimento 2...

Cuidadora, Mãe e Mulher: Um estudo sobre a divisão sexual do trabalho no cuidado às crianças e adolescentes com deficiência em processo de reabilitação

Pires, Michelly Candido
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: xx f.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
125.99%
TCC (Graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina. Centro Socioeconômico. Serviço Social.; O presente Trabalho de Conclusão de Curso objetiva compreender como a divisão sexual do trabalho e a maternidade determinam às práticas de cuidado em relação às crianças e adolescentes com deficiência em processo de reabilitação; apresentar as demandas das mães/mulheres cuidadoras com o intuito de facilitar a proposição de ações que contemplem as necessidades por elas apresentadas; entender como ocorreu a abordagem de profissionais da saúde no momento da conversa sobre o diagnóstico da criança/adolescente; abordar as reações dos pais e demais familiares em relação a deficiência; realizar um resgate histórico sobre a socialização das pessoas com deficiência e contextualizar a Educação Especial e o trabalho das/os Assistentes Sociais nesta área de atuação, em especial, no Centro de Educação e Reabilitação Ana Maria Philippi. Para o alcance dos objetivos expostos utilizamos a abordagem quali-quantitativa, através de instrumentais como: a pesquisa bibliográfica, observação, análise documental e entrevistas semi-estruturadas. Foram entrevistadas 15 pessoas, dentre as quais 14 eram mulheres e 1 homem. As abordagens efetuadas nos levam a concluir que ainda temos grandes desafios na construção de relações mais equânimes entre homens e mulheres na esfera privada...

A divisão sexual dos cuidados: do welfare state ao neoliberalismo

mazzini marcondes, mariana
Fonte: Programa de Pós-Graduação em Política Social da UFES Publicador: Programa de Pós-Graduação em Política Social da UFES
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 16/08/2012 POR
Relevância na Pesquisa
106.08%
Esse artigo tem como objetivo analisar a problemática do cuidado na perspectiva da divisão sexual do trabalho, investigando em que medida a agenda política da provisão do bem-estar vem incorporando essa questão. Nosso fio condutor é a comparação dos arranjos priorizados para a provisão do bem-estar em dois contextos – o welfare state e o neoliberalismo – e a relação de cada modelo com a divisão sexual dos cuidados. Por fim, buscamos discutir as linhas gerais para a formação de uma agenda política para a democratização do cuidado, concluindo que essa questão pressupõe a combinação de mudanças nas responsabilidades familiares entre mulheres e homens com a transformação do padrão de divisão de responsabilidades entre famílias, Estado e mercado.

DIVISÃO SEXUAL DO TRABALHO, GÊNERO, RELAÇÕES DE GÊNERO E RELAÇÕES SOCIAIS DE SEXO: APROXIMAÇÕES TEÓRICO-CONCEITUAIS EM UMA PERSPECTIVA MARXISTA / Sexual division of work, gender, gender relations and social relations of sex: conceptual...

Raquel Quirino; CEFET-MG
Fonte: Trabalho & Educação Publicador: Trabalho & Educação
Formato: application/pdf
Publicado em 02/11/2015 PT
Relevância na Pesquisa
115.88%
This article aims, within its limits, to contribute, in a Marxist perspective, for the theoretical and conceptual understanding of some categories that permeate feminist studies, such as: Sexual Division of Work, Gender, Gender Relations and Social Relations of Sex. Although, some of these categories may (and are in most studies) considered synonymous, they are polysemous terms highly permeated by ideology and can lead to serious conceptual errors. From numerous studies made by national and international authors, its expectative is to serve as a starting point for those interested in the subject that hopes to make an informed and safe theoretical choice for their studies.___Este artigo objetiva, em seus limites, contribuir, em uma perspectiva marxista, para o entendimento teórico- conceitual de algumas categorias que permeiam os estudos feministas, tais como: Divisão Sexual do Trabalho, Gênero, Relações de Gênero e Relações Sociais de Sexo. Embora, enquanto definição, algumas dessas categorias possam (e o são na maioria dos estudos) ser consideradas sinônimas, são termos altamente polissêmicos, eivados de ideologias e podem conduzir a equívocos conceituais graves. A partir de inúmeros estudos realizados por autores nacionais e internacionais...

A construção social da divisão sexual do trabalho entre as operárias do calçado (Franca-SP, décadas de 1950 a 1980)

Donizete de Rezende, Vinícius; UNICAMP
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/2006 POR
Relevância na Pesquisa
126.01%
A cidade de Franca tem na indústria calçadista sua principal atividade econômica, sendo um dos maiores produtores de calçados do país. As mulheres ocuparam posição de destaque no processo de industrialização, compondo cerca de 40% da força de trabalho no setor. Contudo, a história da classe operária do município foi escrita, sobretudo, no masculino. O principal objetivo deste artigo foi analisar o período anterior ao ingresso das trabalhadoras no trabalho fabriol, o que possibilitou observar que a divisão sexual do trabalho foi resultado de uma construção social com raízes na família e nas primeiras experiências de trabalho.

Entre aves, carnes e embalagens: divisão sexual e sentidos do trabalho em abatedouro avícola

Graf, Laila Priscila; Universidade Federal de Santa Catarina; Coutinho, Maria Chalfin; Universidade Federal de Santa Catarina
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/2013 POR
Relevância na Pesquisa
106.06%
http://dx.doi.org/10.1590/S0104-026X2012000300009Este artigo apresenta uma investigação sobre o trabalho de mulheres atuantes em umabatedouro avícola em Santa Catarina, Brasil. As concepções teóricas da divisão sexual dotrabalho e da produção de sentidos pela psicologia do construcionismo social nortearam asanálises. O conceito de trabalho foi compreendido a partir de uma dupla dimensão: comoconcreto (produtor de coisas úteis) e abstrato (produtor de mercadorias). Com base na estratégiainvestigativa do estudo de caso, foi desenvolvida uma pesquisa de campo, com doisprocedimentos principais: observações e oito entrevistas com trabalhadoras. Os resultadosgeraram duas grandes categorias temáticas, uma delas é apresentada aqui. Trata-se da divisãosexual do trabalho identificada tanto no âmbito produtivo como no doméstico. Os resultados,por meio da articulação analítica dos sentidos e da divisão sexual do trabalho, expuseram asrelações assimétricas no trabalho na indústria de carne avícola e, consequentemente, noambiente familiar.

Perceptions about gender relations and sexual division of labor for people with disabilities; Percepciones acerca de las relaciones de género y de la división sexual del trabajo para personas con deficiencia; Percepções acerca das relações de gênero e da divisão sexual do trabalho para pessoas com deficiênciadoi:10.5007/1807-1384.2011v8n1p158

Moreira, Lilian Barros; Universidade Federal de Lavras; Soares Onuma, Fernanda Mitsue; Universidade Federal de Lavras; Naves Mafra, Flávia Luciana; Universidade Federal de Lavras; Alves Cappelle, Mônica Carvalho; Universidade Federal de Lavras; Souza Ol
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Pesquisa Empírica de Campo; ; Formato: application/pdf
Publicado em 11/07/2011 POR
Relevância na Pesquisa
126.16%
Contemporary society has discussed the idea of “diversity”, and among its possibilities, the insertion of people with disabilities (PWDs) in organizations has been often discussed in organizational studies. Although disability appears to be no longer an uncomfortable subject to be discussed, it is still a very delicate issue to be talked about. In addition to it, gender relations and sexual division of   labor are not solved issues when work is involved. This work was carried out with the objective of understanding the perceptions of PWDs about gender relations and sexual division of  labor. We argue that both this perception and its origin are connected to the subjectivity. The research was conducted in a hospital, where five people were interviewed. The interviews were analyzed through the method of content analysis. They did not show explicitly the interviewees’ perception of unequal gender relations, but this was noticed through the method of observation. The interviewees’ view of gender relations was found to be full of social stereotypes. Finally, questions were asked that intended to lead the reader to a deeper reflection about sexual division of labor, disability and prejudice in the organizational environment.; Frente a las diversas posibilidades que abarcan el tema de la diversidad...