Página 1 dos resultados de 803 itens digitais encontrados em 0.003 segundos

Utilização de técnicas multivariadas na análise da divergência genética via modelo AMMI com reamostragem "bootstrap"; Use of multivariate techniques in the analysis of genetic diversity through ammi model with bootstrap resampling

Faria, Priscila Neves
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 01/10/2012 PT
Relevância na Pesquisa
66.75%
Em estudos de divergência genética por métodos multivariados, a distância euclidiana é a medida de distância mais amplamente utilizada e essa distância é a mais recomendada quando as unidades de cálculos são escores de componentes principais, como é o caso da análise AMMI (additive main effects and multiplicative interaction analysis). Tal análise permite a obtenção de estimativas mais precisas das respostas genotípicas e possibilita a análise da divergência genética por métodos aglomerativos. A análise dos modelos AMMI combina, num único modelo, componentes aditivos para os efeitos principais (genótipos e ambientes) e componentes multiplicativos para os efeitos da interação genótipos × ambientes. Os melhoristas de plantas compreendem que a interação genótipos × ambientes é de suma importância para a obtenção de variedades superiores e as estimativas de dissimilaridade atendem aos objetivos do melhorista, por quantificarem e informarem sobre o grau de semelhança ou de diferença entre pares de indivíduos. Entretanto, quando o número de indivíduos é grande, torna-se inviável o reconhecimento de grupos homogêneos pelo exame visual das estimativas de distância. Portanto, é importante proceder à análise de agrupamentos...

Avaliação de linhagens de soja derivadas de dois cruzamentos com diferentes níveis de divergência genética; Evaluation of soybean lines derived from two crosses with different levels of genetic divergence

Shirahige, Fernando Hoshino
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 05/09/2014 PT
Relevância na Pesquisa
66.78%
Existem poucas informações relacionadas com a comparação de populações de soja derivadas de cruzamentos com diferentes níveis de divergência genética (DG). Os objetivos deste trabalho foram comparar o desempenho de duas populações de soja derivadas de genitores com baixa e alta DG. Foram realizados dois cruzamentos com genitores diferindo quanto à divergência genética baseada em marcadores moleculares AFLP: baixa DG (IAC-12 x IAC-100) e alta DG (EMBRAPA-60 x EMGOPA-315). Para cada cruzamento foram obtidas 100 progênies F2:3, que foram avaliadas experimentalmente em três ambientes e, posteriormente, selecionadas as 25 progênies mais produtivas. Em seguida foram obtidas 10 linhas puras F5:7 de cada uma das 25 progênies, originando aproximadamente 250 linha puras de cada cruzamento. No ano agrícola 2012/13 foram conduzidos os experimentos de avaliação, utilizando um delineamento em parcelas subdivididas, onde as progênies foram alocadas nas parcelas e as linhas puras dentro de progênies nas subparcelas, e as parcelas arranjadas em um látice balanceado 5x5 (seis repetições). As subparcelas foram constituídas de linhas de 2 m, espaçadas de 0,5 m, contendo 30 plantas após o desbaste. Os caracteres avaliados foram: número de dias para a maturação (DM)...

Variabilidade genética de caracteres morfológicos e germinação de Tabebuia caraiba (Mart.) Bur. (Bignoniaceae) no Município de Macapá, AP

Oliveira, Luciene Zagalo de
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: xiii, 83 f. : il.
POR
Relevância na Pesquisa
56.86%
Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq); Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Pós-graduação em Agronomia (Genética e Melhoramento de Plantas) - FCAV; O objetivo do presente trabalho foi estudar a divergência genética entre árvores matrizes de Tabebuia caraiba (Mart.) Bur. no município de Macapá, no Estado do Amapá, por meio de caracteres biométricos de flores, frutos, sementes e processo germinativo. A divergência genética foi avaliada pela análise de agrupamento, através do método de Ward, K-means e pelo algoritmo de Tocher, obtidos a partir da matriz de dissimilaridade pela Distância Euclidiana. Para verificação da importância relativa de cada variável para a divergência genética utilizou-se a análise de Componentes Principais. As 119 árvores matrizes foram distribuídas em 21 grupos no método de Ward e 23 grupos para o algoritmo de Tocher. O método K-means auxiliou na exclusão de 11 caracteres pouco discriminatórios. Dos caracteres mais importantes para a divergência genética, destacam-se o comprimento do fruto, largura do fruto, comprimento da ala maior da semente, massa de matéria seca da semente, largura do cotilédone, largura da folha e massa de matéria seca da plântula. Há variabilidade entre as árvores matrizes de T. caraiba quanto aos caracteres avaliados e o estudo da divergência possibilita a identificação de árvores matrizes para a colheita de sementes...

Utilização de técnicas multivariadas na avaliação da divergência genética de populações de girassol (Helianthus annuus L.)

Messetti, Ana Vergínia Libos
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Tese de Doutorado Formato: ix, 87 f. : il. color., grafs., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
66.75%
Pós-graduação em Agronomia (Energia na Agricultura) - FCA; Este trabalho foi desenvolvido com os objetivos de avaliar a divergência genética de 12 populações de girassol do Banco de Germoplasma da EMBRAPA /Soja de Londrina por meio de técnicas multivariadas; divulgar tópicos recentes e interessantes das técnicas multivariadas que não são explorados nos trabalhos científicos de melhoramento de plantas e orientar a escolha de populações para cruzamentos nos programas de melhoramento genético da cultura de girassol. O modelo experimental constitui-se de delineamento bloco casualizado envolvendo 12 variedades de girassol avaliadas sob cinco caracteres morfoagronômicos. Por meio da análise univariada foi verificada diferença significativa (p<0,05) dos tratamentos para todos caracteres. A aplicação dos componentes principais permitiu a redução bidimensional, com a explicação de 82,5% da variação total. O número de componentes foi avaliado pelo critério de Kaiser e critério Scree-test. A visualização da divergência genética proporcionada pelos escores das duas primeiras variáveis canônicas, evidenciaram grupos geneticamente diferentes. Ambas técnicas apontaram concordância nos resultados. Com base nas estimativas da distância Mahalanobis e distância euclideana foi realizada a análise de agrupamento adotando-se três algoritmos hierárquicos. Para determinar o número de grupos adotou-se o dendrograma...

Divergência genética entre genótipos de alface por meio de marcadores AFLP

Sousa,Cristina Soares de; Bonetti,Ana Maria; Goulart Filho,Luiz Ricardo; Machado,Jane Rodrigues de Assis; Londe,Luciana Nogueira; Baffi,Milla Alves; Ramos,Renato Graciliano; Vieira,Carlos Ueira; Kerr,Warwick Estevam
Fonte: Instituto Agronômico de Campinas Publicador: Instituto Agronômico de Campinas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2007 PT
Relevância na Pesquisa
66.67%
Considerando a restrita diversidade de espécies disponíveis para nutrir a carência de vitaminas no Brasil, Kerr e colaboradores, desde 1981, vêm desenvolvendo pesquisas para melhoramento genético de hortaliças ricas em vitamina A. Dentre elas, obtiveram uma cultivar de alface, denominada Uberlândia 10.000 com 10.200 UI de vitamina A em 100 gramas de folha fresca. Este trabalho objetivou comparar o grau de divergência genética entre a cultivar Uberlândia 10.000 e seus parentais para avaliar a eficiência da seleção utilizada, por meio da técnica AFLP. Foram utilizados os seguintes genótipos de alface: Maioba, Salad Bowl-Mimosa, Moreninha-de-Uberlândia, Vitória de Santo Antão, Uberlândia 10.000 lisa 8.ª e 9.ª geração e Uberlândia 10.000 crespa 8.ª e 9.ª geração. A técnica AFLP foi eficiente para identificar genótipos muito próximos e para estudos de progênies em alface. O primer PR15 permitiu a separação da forma lisa e crespa com 1,8% de divergência genética e a oitava da nona geração com apenas 0,71%. Com o estudo da filogenia da cultivar pode-se observar que o programa de melhoramento foi desenvolvido com sucesso, pois a cultivar obtida Uberlândia 10.000 possui alto teor de vitamina A e 92% de similaridade com o parental Vitória de Santo Antão. O primer PR11 conseguiu identificar polimorfismo entre cultivares de alta e baixa resistência à septoriose...

Divergência genética entre progênies de maracujazeiro- amarelo com base em características das plântulas

Negreiros,Jacson Rondinelli da Silva; Alexandre,Rodrigo Sobreira; Álvares,Virgínia de Souza; Bruckner,Claudio Horst; Cruz,Cosme Damião
Fonte: Sociedade Brasileira de Fruticultura Publicador: Sociedade Brasileira de Fruticultura
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2008 PT
Relevância na Pesquisa
66.78%
O objetivo do presente trabalho foi avaliar a diversidade genética entre 24 populações de maracujazeiro-amarelo, discriminando os caracteres mais importantes na avaliação da divergência genética, com base em características das plântulas. Foram coletadas sementes de frutos obtidos a partir de polinização natural de vinte e quatro populações segregantes de meios-irmãos de maracujazeiro-amarelo. Utilizou-se delineamento experimental inteiramente casualizado, em vinte e quatro tratamentos (populações segregantes), com quatro repetições, considerando-se como unidade experimental cada grupo de 50 sementes. Aos 28 dias, avaliaram-se a porcentagem de germinação e o índice de velocidade de emergência (IVE). Aos 45 dias, avaliaram-se porcentagem de sobrevivência, altura das plântulas, comprimento de raiz, número de folhas e massa da matéria seca total das plântulas. Os dados obtidos foram submetidos à análise de variância, e as médias foram agrupadas pelo método de Scott & Knott. A diversidade genética foi estudada de acordo com o método de agrupamento de Tocher, baseado na distância de Mahalanobis (D²) e variáveis canônicas. As características que mais contribuíram para a divergência genética foram porcentagem de germinação...

Estabilidade da divergência genética em seis acessos de carqueja

Castro,H.G.; Silva,D.J.H.; Ferreira,F.A.; Ribeiro Júnior,J.I.
Fonte: Sociedade Brasileira da Ciência das Plantas Daninhas Publicador: Sociedade Brasileira da Ciência das Plantas Daninhas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2002 PT
Relevância na Pesquisa
66.6%
A variabilidade genética entre seis acessos de carqueja (Baccharis myriocephala) foi avaliada por meio de métodos multivariados, utilizando-se caracteres isozimáticos e descritores botânico-agronômicos. A estabilidade da divergência genética entre os acessos de carqueja foi estimada em cinco épocas de colheita e a caracterização isozimática foi realizada aos nove meses após transplante das mudas. Em cada época de colheita, foram avaliadas as características morfológicas, fitomassa verde, altura e área foliar, utilizando duas plantas de cada acesso. Com relação às características morfológicas, foram formados dois grupos na época 1, quatro grupos na época 2 e três grupos nas épocas 3, 4 e 5. Em relação à análise isozimática, apenas o sistema esterase, entre os testados, apresentou resolução, tendo sido formados dois grupos. Constatou-se, portanto, que a utilização dos descritores botânico-agronômicos aos 145 dias após transplante foi mais eficiente na discriminação dos acessos, com a formação de quatro grupos de acessos. Verificou-se o potencial das isozimas como marcadores genéticos em Baccharis myriocephala, permitindo a utilização destas para caracterização de variedades em complementação a características morfológicas.

Estudo da divergência genética entre raças suínas utilizando técnicas de análise multivariada

Fonseca,R.; Pires,A.V.; Lopes,P.S.; Torres,R.A.; Euclydes,R.F.
Fonte: Universidade Federal de Minas Gerais, Escola de Veterinária Publicador: Universidade Federal de Minas Gerais, Escola de Veterinária
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2000 PT
Relevância na Pesquisa
66.75%
Avaliação do desempenho e divergência genética entre três raças suínas, Duroc, Landrace e Large White, foram realizadas utilizando-se técnicas de análise multivariada. Foram incluídas no estudo seis características reprodutivas: tamanho da leitegada ao nascimento (TLN), tamanho da leitegada ao desmame (TLD), peso da leitegada ao nascimento (PLN), peso da leitegada ao desmame corrigido para os 21 dias de idade (PL21), ganho de peso médio do nascimento ao desmame (GPM) e taxa de mortalidade do nascimento ao desmame (TM). O desempenho das raças foi avaliado por meio da análise de variância multivariada e da função discriminante linear de Fisher usando os testes do maior autovalor de Roy e da união-interseção de Roy para as comparações múltiplas. O estudo da divergência genética foi feito por meio da análise de variáveis canônicas. As raças Landrace e Large White apresentaram, de modo geral, melhor desempenho que a raça Duroc nas características estudadas. As três raças apresentaram desempenho semelhante na característica tamanho da leitegada ao nascimento. As raças Landrace e Large White foram geneticamente semelhantes porém apresentaram alta divergência genética em relação à raça Duroc.

Estudo da divergência genética entre seis linhas de aves Legorne utilizando técnicas de análise multivariada

Pires,A.V.; Carneiro,P.L.S.; Torres Filho,R.A.; Fonseca,R.; Torres,R.A.; Euclydes,R.F.; Lopes,P.S.; Barbosa,L.
Fonte: Universidade Federal de Minas Gerais, Escola de Veterinária Publicador: Universidade Federal de Minas Gerais, Escola de Veterinária
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2002 PT
Relevância na Pesquisa
66.72%
A divergência genética entre seis linhas de aves Legorne (L1, L2, L3, L4, L5 e L6), desenvolvidas pela UFV, foi avaliada utilizando análise de variáveis canônicas e o método de agrupamento de Tocher. Foram incluídas no estudo oito características: peso corporal na 40ª semana (PC40), na 48ª semana (PC48), na 56ª semana (PC56); peso do ovo na 40ª semana (PO40), na 44ª semana (PO44), na 52ª semana (PO52), na 60ª semana (PO60) e taxa de postura da 40ª a 62ª semana (TP). Foi observada diferença entre as linhas quanto às características estudadas. A linha L4 mostrou-se divergente das demais, apresentando a menor média canônica, e foi alocada em grupo distinto das outras pelo teste de Tocher. O desempenho das diferentes linhas foi também avaliado por meio da análise de variância multivariada, usando o teste do maior autovalor de Roy, e por meio do teste de Roy para comparações múltiplas. Verificou-se divergência genética entre as linhas da UFV, sendo PC40 a característica que mais contribuiu para a divergência.

Estudo da divergência genética por características morfológicas entre acessos de mentrasto (Ageratum conyzoides L.) coletados no estado do Tocantins em diferentes épocas

Castro,H.G; Santos,G.R; Momenté,V.G; Silva,D.J.H; Ribeiro Júnior,J.I
Fonte: Sociedade Brasileira de Plantas Medicinais Publicador: Sociedade Brasileira de Plantas Medicinais
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2011 PT
Relevância na Pesquisa
66.67%
Este trabalho objetivou avaliar a divergência genética entre nove acessos de mentrasto (Ageratum conyzoides) por métodos multivariados utilizando caracteres morfológicos, em quatro épocas de colheita. Os nove acessos de mentrasto foram obtidos de plantas que ocorrem naturalmente nas cinco regiões climáticas do Estado do Tocantins. Em cada época de colheita foram avaliadas as características como biomassa fresca da parte aérea, biomassa seca, área foliar, número de folhas, floração e altura. Pela análise de agrupamento (método de Tocher) foram formados dois grupos na primeira e quarta épocas de colheita, três grupos na segunda época e quatro grupos na terceira época de colheita. Observou-se variação na constituição dos grupos pelos acessos nas épocas de colheita. A divergência genética entre acessos de mentrasto, avaliada por caracteres morfológicos, foi influenciada pelo estádio de desenvolvimento da espécie. A existência de variabilidade entre os acessos coletados em diferentes localidades fornece subsídio para a coleta sistematizada de germoplasma em A. conyzoides no Estado do Tocantins.

Estudo da divergência genética entre quatro linhagens de matrizes de frangos de corte utilizando técnicas de análise multivariada

Viana,Cristina Fontes Araújo; Silva,Martinho de Almeida e; Pires,Aldrin Vieira; Lopes,Paulo Sávio; Piassi,Marcelo
Fonte: Sociedade Brasileira de Zootecnia Publicador: Sociedade Brasileira de Zootecnia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2000 PT
Relevância na Pesquisa
66.72%
O desempenho de duas linhagens de matrizes de frangos de corte, desenvolvidas pela Universidade Federal de Viçosa - UFV (M1 e F1), foi testado em relação a duas marcas comerciais (C1 e C2), usando métodos de análise multivariada para a avaliação da divergência genética. Foram avaliadas quatro características de importância econômica: idade à maturidade sexual (IMS), número de ovos (NO), peso médio do ovo (PO) e peso das matrizes (PM), em três períodos da vida produtiva das aves, inicial (25ª à 32ª semana de idade), médio (48ª a 56ª semana de idade) e total (25ª à 62ª semana de idade). O estudo da divergência genética entre as linhagens foi feito por meio da análise de variância multivariada, da análise de agrupamento, usando a distância generalizada de Mahalanobis e o método de otimização de Tocher, e da análise por meio de variáveis canônicas. A análise de agrupamento nos períodos inicial e médio agrupou os quatro genótipos em dois grupos, sendo o primeiro formado pelas marcas comerciais e o segundo, pelos genótipos da UFV. No período total, houve formação de dois grupos, o primeiro formado pelos genótipos C1, F1 e M1 e o segundo, por C2. Na análise por meio de variáveis canônicas...

Divergência genética e correlações entre variáveis tecnológicas da população de trabalho de bacuri da Embrapa Meio-Norte.

SOUSA, J. P. B.; MAIA, M. C. C.; OLIVEIRA, L. C. de; VASCONCELOS, L. F. L.; CARVALHO JÚNIOR, J. E. V.; RÊGO, T. J. dos S.
Fonte: In: CONGRESSO BRASILEIRO DE RECURSOS GENÉTICOS, 2., 2012, Belém, PA. Anais... Brasília, DF: Sociedade Brasileira de Recursos Genéticos, 2012. 1 CD-ROM. Publicador: In: CONGRESSO BRASILEIRO DE RECURSOS GENÉTICOS, 2., 2012, Belém, PA. Anais... Brasília, DF: Sociedade Brasileira de Recursos Genéticos, 2012. 1 CD-ROM.
Tipo: Resumo em anais de congresso (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
66.55%
Estudou-se a divergência genética e as correlações entre as variáveis agroindustriais dos genótipos da coleção de trabalho do bacuri visando à obtenção de população-base para o seu programa de melhoramento genético na Embrapa Meio-Norte. Essa coleção é constituída de 49 genótipos coletados em áreas de ocorrência natural da espécie nos Estados do Piauí e Maranhão. O experimento foi delineado em blocos completos casualizados com 1 planta por parcela e 5 repetições. As variáveis avaliadas foram: peso, comprimento e diâmetro de frutos; relação comprimento/diâmetro de fruto; número de sementes; porcentagens de polpa, de casca e de sementes; sólidos solúveis totais (SS) e acidez total titulável (ATT). Utilizou-se a análise de agrupamento UPGMA para a separação dos genótipos. Considerando-se a distância média entre clusters de 1,0, os genótipos formaram quatro grupos dissimilares. As variáveis diâmetro e comprimento do fruto podem gerar inferências para a variável peso do fruto e promover uma seleção indireta para esta variável.; 2012

Divergência genética e correlações entre variáveis tecnológicas da população de trabalho de bacuri da Embrapa Meio-Norte.

SOUSA, J. P. B.; MAIA, M. C. C.; OLIVEIRA, L. C. de; VASCONCELOS, L. F. L.; CARVALHO JÚNIOR, J. E. V.; RÊGO, T. J. dos S.
Fonte: In: CONGRESSO BRASILEIRO DE RECURSOS GENÉTICOS, 2., 2012, Belém, PA. Anais... Brasília, DF: Sociedade Brasileira de Recursos Genéticos, 2012. Publicador: In: CONGRESSO BRASILEIRO DE RECURSOS GENÉTICOS, 2., 2012, Belém, PA. Anais... Brasília, DF: Sociedade Brasileira de Recursos Genéticos, 2012.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Formato: 1 CD-ROM.; 5 p.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
66.55%
Estudou-se a divergência genética e as correlações entre as variáveis agroindustriais dos genótipos da coleção de trabalho do bacuri visando à obtenção de população-base para o seu programa de melhoramento genético na Embrapa Meio-Norte. Essa coleção é constituída de 49 genótipos coletados em áreas de ocorrência natural da espécie nos Estados do Piauí e Maranhão. O experimento foi delineado em blocos completos casualizados com 1 planta por parcela e 5 repetições. As variáveis avaliadas foram: peso, comprimento e diâmetro de frutos; relação comprimento/diâmetro de fruto; número de sementes; porcentagens de polpa, de casca e de sementes; sólidos solúveis totais (SS) e acidez total titulável (ATT). Utilizou-se a análise de agrupamento UPGMA para a separação dos genótipos. Considerando-se a distância média entre clusters de 1,0, os genótipos formaram quatro grupos dissimilares. As variáveis diâmetro e comprimento do fruto podem gerar inferências para a variável peso do fruto e promover uma seleção indireta para esta variável.; 2012

Divergência genética em germoplasma de feijão (Phaseolus vulgaris L.) coletado no sul de Minas Gerais.

FONSECA, J. R.; ANDRADE, M. J. B. de; RAMALHO, M. A. P.; FERREIRA, D. F.
Fonte: Ciência e Prática, Lavras, v. 19, n. 4, p. 383-389, out./dez. 1995. Publicador: Ciência e Prática, Lavras, v. 19, n. 4, p. 383-389, out./dez. 1995.
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
66.55%
O presente trabalho objetivou avaliar a eficiência de técnicas multivariadas na estimativa da divergência genética entre acessos de feijão, com a finalidade de orientar as atividades de banco de germoplasma no que se refere à seleção de descritores para a caracterização e eliminação de acessos duplicados.; 1995

Divergência genética em germoplasma de caupi (Vigna unguiculata (L.) Walp) no Acre.

PEREIRA, R. de C. A.; MARINHO, J. T. de S.; COSTA, J. G. da
Fonte: Revista Brasileira de Genética, Ribeirão Preto, v. 20, n. 3, Aug. 1997. Suplemento R 130. Publicador: Revista Brasileira de Genética, Ribeirão Preto, v. 20, n. 3, Aug. 1997. Suplemento R 130.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
76.64%
Este trabalho teve por objetivo estimar a divergência genética entre 12 populações de caupi coletadas em vários municípios no estado do Acre.; 1997; Edição dos Programas e resumos do XLIII Congresso Nacional de Genética.

Divergência genética e predição de valores genotípicos em soja; Genetic divergence and genotypic values prediction in soybean

Godoi, Cláudio Roberto Cardoso de
Fonte: Universidade Federal de Goiás; Brasil; UFG; Programa de Pós-graduação em Genetica e Melhoramentode Plantas; Escola de Agronomia e Engenharia de Alimentos - EAEA (RG) Publicador: Universidade Federal de Goiás; Brasil; UFG; Programa de Pós-graduação em Genetica e Melhoramentode Plantas; Escola de Agronomia e Engenharia de Alimentos - EAEA (RG)
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
66.6%
Soybean breeding programs practice selection of high genetic value genotypes with two main objectives: a) to use them as parents in the hybridization process (first stage of the program), and b) to indicate them as new cultivars (final stage of the program). In this context, a first study used microsatellite markers (SSR) to assess the genetic diversity of soybean germplasm adapted to the Brazilian conditions. The experimental material consisted of 192 accessions, which included both introductions and Brazilian germplasm. The genetic divergence was assessed by descriptive analysis and the Rogers-W genetic distance. A total of 222 alleles were identified in the 37 genotyped loci, with an average of six alleles and a range of 2 to 14 alleles per locus. The genotypes were clustered according to the origin of the germplasm, and resulted in two groups: one group formed by introductions and other by Brazilian genotypes. Eighty five percent of the genetic distances estimates were above 0.70, suggesting that the assessed germplasm has good potential for hybridization in soybean breeding programs. It was concluded that the SSR markers are useful to identify divergent genotypic groups, as well as genotypic combinations with high genetic variability. It also became clear that the use of introduced germplasm ensures the incorporation of alleles necessary to increase the genetic base of soybeans and...

Implicações da interação genótipo por ambiente e divergência genética das linhagens de soja; Implications of genotype by environment interaction and genetic divergence of soybean strains

Rezende, Daniela Freitas
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
66.84%
A seleção de linhagens de soja com elevada produtividade de grãos e capacidade de adaptação a ampla faixa de ambientes é um dos principais objetivos dos programas de melhoramento genético, buscando assim, o conhecimento das linhagens em relação ao caráter na interação Genótipo x Ambiente. Dessa forma, o trabalho foi realizado com os objetivos de verificar a magnitude do efeito de genótipo (G), de ambiente (A) e da interação G x A, e quantificou a divergência genética das linhagens estudadas, usando a distância Euclidiana média padronizada, com o método de Vizinho mais próximo. Os experimentos fazem parte dos ensaios de Valor de Cultivo e Uso do Programa de Melhoramento de soja da Universidade Federal de Uberlândia, que foram conduzidos em oito municípios dos estados de Goiás, Mato Grosso, Bahia e Minas Gerais. O delineamento experimental foi o de blocos ao acaso, com três repetições. Foi avaliado o caráter produtividade de grãos nas safras 2006/07 e 2007/08, e na safra 2007/08, através dos caracteres número de dias para a maturação, altura de plantas na maturação, inserção da primeira vagem, acamamento de plantas, produtividade de grãos, peso de mil sementes, porcentagem de teor de óleo e proteína...

Divergência genética em genótipos de cana-deaçúcar (Saccharum spp.) através de caracteres morfoagronômicos e por marcadores moleculares.; Genetic divergence in sugarcane genotypes (Saccharum spp.) through morphoagronomical characters and molecular markers.

Silva, Paulo Pedro da
Fonte: Universidade Federal de Alagoas; BR; Agronomia; Produção vegetal; Proteção de plantas; Programa de Pós-Graduação em Agronomia; UFAL Publicador: Universidade Federal de Alagoas; BR; Agronomia; Produção vegetal; Proteção de plantas; Programa de Pós-Graduação em Agronomia; UFAL
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
66.84%
This study had as objective to estimate the genetic divergence among sugarcane genotypes by means of morphoagronomical characters and molecular markers, and to verify the relation between these procedures. An experiment was conducted in Rio Largo, AL, using a randomized block design with four repetitions. The multivariated analysis of Principal Components, the genetic divergence based on the Mahalanobis 2 ii' D Generalized Distance, and the Average Euclidean Distance Standardized were used for the analysis of the quantitative characters. Based on these distances, a grouping analysis was performed by the More Distant Neighbor method and the UPGMA method, besides Tocher for 2 ii' D . Jaccard coefficient and UPGMA grouping were used in the evaluation of the genetic divergence by molecular markers and morphologic characters. The inconsistency as to formation of different groups between the Standardized Average Euclidean Distance and 2 ii' D of Mahalanobis characterize these two estimates as measures of different dissimilarity. In the same way, the grouping techniques by the More Distant Neighbor method and by UPGMA show graphical dispersions that are not coincident, with differences in relation to the number of groups and in the grouping pattern...

Divergência genética entre híbridos de Brachiaria humidicola avaliados na Amazônia ocidental brasileira.

ASSIS, G. M. L. de; SANTOS, C. F. dos; FLORES, P. S.; VALLE, C. B. do
Fonte: In: CONGRESSO BRASILEIRO DE MELHORAMENTO DE PLANTAS, 8., 2015, Goiânia. Anais... Goiânia: SBMP, 2015. Publicador: In: CONGRESSO BRASILEIRO DE MELHORAMENTO DE PLANTAS, 8., 2015, Goiânia. Anais... Goiânia: SBMP, 2015.
Tipo: Resumo em anais de congresso (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
66.6%
Brachiaria humidicola (sinônimo: Urochloa humidicola) é uma espécie de origem africana, que tolera o pastejo intensivo e a sombra e se adapta muito bem a solos ácidos, de baixa fertilidade e mal drenados. Essas características são importantes para os sistemas de produção pecuários Amazônicos, considerando-se a degradação causada pela síndrome da morte da Brachiaria brizantha cv. Marandu. Os objetivos deste trabalho foram verificar a existência de variabilidade genética entre genótipos de B. humidicola e estudar a divergência genética entre os híbridos.; 2015

Divergência genética entre cinco genótipos de melão rendilhado

Rizzo,Adriana Antonieta do Nascimento; Braz,Leila Trevizan
Fonte: Associação Brasileira de Horticultura Publicador: Associação Brasileira de Horticultura
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2002 PT
Relevância na Pesquisa
66.75%
Estimou-se a divergência genética entre cinco genótipos de melão rendilhado (Cucumis melo var. reticulatus Naud.) (JAB-20, JAB-21, JAB-22, JAB-23 e 'Bônus nº 2') e determinou-se qual a contribuição relativa das 16 características avaliadas [nº médio de flores masculinas, hermafroditas/planta; produção total de frutos/m², peso médio dos frutos comerciáveis; diâmetro médio transversal e longitudinal do fruto (DMTF e DMLF); diâmetro médio transversal da inserção do pedúculo (DMTP); espessura média do mesocarpo e epicarpo (EMM e EME); diâmetro médio longitudinal e transversal do lóculo (DMTL e DMLL); proporção da cavidade (PC); desprendimento de sementes (DS); teor de sólidos solúveis totais (SST), pH e acidez titulável (AT)] na divergência genética. Obtiveram-se dois grupos de similaridade: I- JAB-20, JAB-21 e 'Bônus nº2' e II- JAB-22 e JAB-23. As características DMLF, DMTP, DMLL, DS e SST foram as que mais contribuíram para a divergência genética entre os genótipos.