Página 1 dos resultados de 501 itens digitais encontrados em 0.003 segundos

Os aspectos econômicos da discriminação racial no Brasil; The economics of racial discrimination

Fernandes, Gustavo Andrey de Almeida Lopes
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 22/03/2012 PT
Relevância na Pesquisa
66.95%
O objetivo deste trabalho é contribuir para uma melhor compreensão dos aspectos econômicos da discriminação racial no Brasil. Com esse intuito, é realizada, primeiramente, uma breve revisão do debate existente na literatura teórica e empírica sobre o tema, possibilitando uma definição mais precisa dos conceitos de raça e discriminação, como uma decorrência de um problema de informação assimétrica no mercado de trabalho, associado a crenças preestabelecidas sobre os grupos. Dentro dessa perspectiva, o erro de mensuração existente na variável indicadora de "raça" é investigado, visto que, caso a classificação recebida pelo trabalhador no mercado de trabalho não coincida com sua declaração no censo, é necessária uma correção dos procedimentos de estimação a fim de evitar resultados enviesados. Aplicando o método proposto, verifica-se que o diferencial de salário estimado entre brancos e não brancos parece ser subestimado no Brasil, usando-se dados do Censo Demográfico de 2000. O efeito da média educacional dos grupos no salário esperado é também inferido, não sendo rejeitada, o que sugere a existência do fenômeno da discriminação estatística no Brasil. Em seguida, a evolução dos diferenciais é estudada a partir de dados das Pesquisas Nacionais de Amostra por Domicílio entre 1992 e 2009. Para tal...

Estudo do combate à discriminação racial como modo de afirmação dos direitos fundamentais no âmbito laboral; Study of combating racial discrimination, as a means of affirmation of fundamental rights in the workplace

Araujo Neto, Fernando Peixoto de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 09/12/2011 PT
Relevância na Pesquisa
66.86%
A presente dissertação analisa o racismo no Brasil e busca investigar, sob a ótica sociológica, jurídica e justrabalhista, as contradições no conteúdo das legislações com o que ocorre de fato nas relações empregatícias, tentando elucidar formas de combater a discriminação racial como modo de afirmar os direitos fundamentais no âmbito laboral. Para tanto, inicialmente, será feita uma explanação histórico-social do processo de fixação do racismo no pensamento intelectual e suas consequências sociais pós-abolição. Consecutivamente, avaliar-se-á o racismo na Constituição da República, dando-se ênfase aos instrumentos legais e políticos complementares, implementados em nome da dignidade humana e da igualdade dos indivíduos perante a lei. Partindo destes dois aspectos (histórico-social e jurídico-legislativo), o estudo estará voltado para as ações afirmativas como meio de combate à discriminação racial no ambiente de trabalho mostrando, através de dados estatísticos, que valores e comportamentos discriminatórios ainda são presentes em nosso país, mas que a fundamentabilidade do direito ao trabalho deve prevalecer.; This dissertation examines racism in Brazil and aims to investigate, from the perspective sociological...

Diversidade, relações raciais e educação em direitos humanos; Diversity, racial relationships and human rights education

Munhóz, Maria Leticia Puglisi
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 18/05/2009 PT
Relevância na Pesquisa
56.8%
Considerando os princípios da igualdade, solidariedade e direito à diferença, que regem a Constituição Federal e os documentos internacionais de Direitos Humanos, o presente trabalho, com base em produção teórica da área da psicologia social, antropologia, direito e educação e experiência empírica, investiga os componentes presentes nas relações sociais entre os jovens brancos e negros, que se caracterizam como componentes fornecidos pela cultura brasileira que contribuem para a perpetuação das condutas preconceituosas e da discriminação étnico-racial contra os negros e, conseqüentemente, a desigualdade racial no Brasil. Para a investigação empírica, foram realizadas entrevistas, por meio de um questionário semi-estruturado, com os jovens brancos e negros cotistas que são alunos de algumas universidades brasileiras que implementaram a política de ação afirmativa por meio de cotas raciais. Tudo isso com a finalidade de produzir elementos que venham contribuir para o desenvolvimento de programas educacionais que tenham como objetivo efetivamente promover a eliminação da discriminação racial e o convívio mais igualitário nas relações sociais em um contexto de diversidade, como é o caso da Educação em Direitos Humanos.; Considering that the fundaments of the Brazilian Federal Constitution and the international documents of Human Rights lies under the principals of equality...

Vivências de discriminação racial na escola pública de um grupo de jovens negros; Situations racial segregation at public school of a young black people groups

Guimarães, Adriana Cristina
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 08/09/2010 PT
Relevância na Pesquisa
66.91%
Esse trabalho de pesquisa teve por objetivo estudar o fenômeno da discriminação racial presente no ambiente escolar, para que assim, pudéssemos compreender como as práticas educativas reforçam ou não, esse processo. Optou-se por uma abordagem qualitativa na modalidade história de vida, como instrumento de coleta de dados. Foram entrevistados dez jovens negros que freqüentaram em suas séries iniciais do ensino fundamental uma mesma escola pública situada em um conjunto habitacional popular de Ribeirão Preto. Nessas entrevistas eles relataram as vivências de discriminação racial ocorridas durante sua trajetória escolar. Os resultados obtidos apontaram a maneira como a discriminação racial, enquanto um fenômeno social se manifesta no interior da escolar. Procuramos identificar, a partir da representação dos próprios jovens participantes, como as práticas racistas presentes no cotidiano escolar impactaram as relações interpessoais entre estes e os demais estudantes. A ausência de ações pedagógicas planejadas pela escola como forma de mediar os conflitos raciais também foi alvo de problematização de nossa pesquisa.; This research job has as objective the racial segregation phenomenon present in school ambient in order to understand if the educational practices reinforce this process. It was chosen a qualitative boarding considering their lives history as data collection. It was interviewed ten young black people who attended the same public school on their first classes of the fundamental teaching...

Discriminação racial publicitária : apontamentos dos julgados do Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária (CONAR)

Paulo, Mônica Bispo
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Dissertação
PT_BR
Relevância na Pesquisa
66.95%
Essa pesquisa empírica e qualitativa buscou examinar os processos éticos do CONAR nos quais foram discutidos a prática de discriminação racial em anúncios publicitários. Objetivou-se compreender como o CONAR identificou a ocorrência disso. Para fundamentar suas decisões, esse órgão autorregulamentador prevê um sistema jurídico misto, ou seja, o julgamento da infração ética publicitária foi baseado no Código Brasileiro de Autorregulamentação Publicitária – CBARP, na Constituição Federal e nas demais leis nacionais. Assim trazemos uma breve pesquisa dos processos legislativos das normas federais que nortearam a discriminação racial nos meios de comunicação social: o art. 20 da Lei CAÓ (Lei n° 7.716/1989) e os arts. 44 e 45 do Estatuto da Igualdade Racial (Lei n° 12.288/2010). Posteriormente, selecionamos os casos julgados pelo CONAR que foram questionados sobre a prática de discriminação racial de 1980 a 2011, tendo sido selecionados 24 processos éticos. Desses casos identificamos as características dos anúncios considerados pelo CONAR, sob quais argumentos e em que circunstâncias o órgão autorregulamentador arquivou um procedimento ou imputou medidas de responsabilização. Por outro lado, a pesquisa observou casos que trataram a questão da obrigatoriedade de representatividade dos negros nos anúncios publicitários...

Relações raciais em Campo Grande/MS : os casos de discriminação racial registrados pelo Programa SOS Racismo

Santos, Laura Márcia Rosa dos
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
66.76%
Este trabalho tem como objetivo disponibilizar um estudo referente às relações raciais na Região Centro-Oeste do país, com a finalidade analisar as condicionantes sociais que levam agentes sociais a se verem como vítimas de discriminação racial e a denunciar dimensões de seu cotidiano de interações sociais como sendo de injustiça racial. O pano de fundo para a análise que esteve em curso foi a observação da importância da argumentação da vítima como uma prova da intolerância diante da prática discriminatória. Sendo o SOS Racismo, no período recortado pela pesquisa, a principal atividade do Instituto Casa da Cultura Afro- Brasileira, projeto idealizado pelo Ministério de Justiça e Secretaria Nacional de Direitos Humanos numa tentativa de desenvolvimento de uma relação maior da parceria entre esta instância do poder público e da sociedade civil. A tentativa desta dissertação é observar, como os agentes do ato discriminatório procuram administrar seu papel de “vítima” a partir do ponto de vista de que é um cidadão exigindo ser tratado em bases iguais aos demais membros da sociedade. Se por um lado os números do SOS Racismo confirmam o aspecto insipiente das denúncias registradas pelo ato de discriminação racial no Mato Grosso do Sul...

A discriminação racial em números e palavras : um estudo sobre a participação de negros e brancos no mercado de trabalho gaúcho

Mello, Luciana Garcia de
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
66.89%
O tema deste trabalho é a discriminação racial no mercado de trabalho do Rio Grande do Sul. Analisamos a forma de participação dos indivíduos brancos e negros nessa esfera social, procurando investigar a influência da discriminação racial sobre as desigualdades existentes entre esses dois grupos raciais. Verificamos a relação existente entre a desigualdade sócioeconômica e a desigualdade na forma de participação no mercado de trabalho. Por outro lado, apresentamos também exemplos de discriminação racial, ao analisar queixas de crimes de preconceito de cor ou raça registrados nas delegacias de polícia do Rio Grande do Sul entre 1998 e 2003, referente ao cotidiano das relações de trabalho dos indivíduos negros. Assim, pudemos construir uma categorização das queixas de discriminação racial e examinar o discurso racial como forma de construção de uma identidade estigmatizada e estereotipada concebida para os negros.

Mercado de trabalho e a discriminação racial em Santa Catarina

Ramos, Tânia
Fonte: Florianópolis Publicador: Florianópolis
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: 42 f.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
66.72%
TCC (graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina. Centro Sócio-Econômico. Economia.; A presente monografia aborda um tema bastante discutido que são as desigualdades no mercado de trabalho e as discriminações raciais. Com o intuito de contextualizar o tema central são analisados dados gerais sobre a escravidão, assim como é apontada a principal etapa que levam a abolição da escravidão em 1888. Contudo o tema central é o mercado de trabalho da população negra versus população branca no município de Florianópolis. Esta abordagem que se limita ao período de 2000, último censo demográfico divulgado. Na primeira parte da monografia apresentam-se economistas, sociólogos e historiadores especializados no tema da escravidão, nos fatores que a geraram e nos fatores que levaram à sua abolição no Brasil e em Santa Catarina. Na segunda parte a pesquisa vai abordar temas como racismo, preconceito e discriminação racial e também trará dados que descrevem a situação da população negra em relação à população branca em Florianópolis. Busca-se, portanto, mostrar se o regime escravista em que os negros foram submetidos impediu seu desenvolvimento educacional afetando, assim as condições de trabalho dos negros em relação aos brancos. E é neste processo que se verifica que a discriminação racial teve sua influência.

Representações sociais da discriminação racial por adolescentes no contexto escolar

Lima, Gildete Rainha de; Rezende, Alexandre Luiz Gonçalves de
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
66.79%
A escola, enquanto instituição que exerce um papel político definido segundo os interesses em jogo no cenário social, não consegue ficar imune à discriminação racial. O presente estudo analisa as representações sociais de 140 adolescentes, de ambos os gêneros, matriculados em escolas públicas de Ensino Médio, em Ceilândia/DF, sobre situações de discriminação vivenciadas no cotidiano. Pretende-se compreender se os adolescentes possuem uma visão crítica dos mecanismos de exclusão social. Os resultados subsidiam a discussão sobre a cultura negra e a participação do negro nas atividades da cultura corporal do movimento, trazendo o tema para dentro das aulas de Educação Física. __________________________________________________________________________________ ABSTRACT; The school plays a political role defined according to the interests belonging to the social scenario and can not be immune to racial discrimination. This study analyzes the social representations of 140 teenagers, from both genders, studying in public High- Schools in Ceilândia/DF/Brazil, if they have already suffered any kind of racial discrimination. It is intended to understand if they have a critical view of its social implications. The results will contribute to support a discussion about to the afro culture and the black people participation in the corporal culture of movement...

Discriminação racial indireta e ação afirmativa no emprego sob a perspectiva dos direitos coletivos

Varella, Santiago Falluh
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Tese
POR
Relevância na Pesquisa
67.06%
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Departamento de Sociologia, 2009.; A pesquisa versa sobre a primeira tentativa de reconhecimento jurídico da discriminação racial indireta no Brasil. Para tanto, analisa os documentos de cinco ações civis públicas iniciadas pelo Ministério Público do Trabalho, contra as filiais do Distrito Federal (DF) dos maiores bancos privados brasileiros. Tais ações propuseram que o Judiciário reconhecesse a discriminação indireta e referendasse ações afirmativas para reparar prejuízos causados aos interesses da coletividade dos negros do DF. A pesquisa se concentra nas resistências tanto em identificar a discriminação quanto em adotar políticas em seu combate. Para explicar as oposições do primeiro tipo são analisadas ideologias sobre o Brasil como um país de igualdade racial, idealizações que reduzem o racismo às suas manifestações individuais ou que o atribuem a outras causas. Para explicar as do segundo tipo, são analisados argumentos receosos das consequências sociais negativas das políticas afirmativas, quer para a harmonia racial, quer para a ordem econômica capitalista, quer para as tradições do próprio Poder Judiciário. Antes de testar em que medida cada um desses fatores determinou as posturas opostas às ações afirmativas...

Notas sobre a discriminação racial e o seu lugar entre os crimes contra a humanidade

Jerónimo, Patrícia
Fonte: Almedina Publicador: Almedina
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2004 POR
Relevância na Pesquisa
66.87%
Separata; Análise dos instrumentos internacionais de direitos humanos que proíbem a discriminação racial, bem como da inclusão da discriminação racial na definição de crimes contra a humanidade no Estatuto do Tribunal Penal Internacional. A discriminação racial como crime contra a humanidade no Código Penal português. Limitações da definição do tipo legal de crime de discriminação racial.

Modos de subjetivação de mulheres negras: efeitos da discriminação racial

Oliveira,Maria Luisa Pereira de; Meneghel,Stela Nazareth; Bernardes,Jefferson de Souza
Fonte: Associação Brasileira de Psicologia Social Publicador: Associação Brasileira de Psicologia Social
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2009 PT
Relevância na Pesquisa
66.81%
Neste estudo, buscou-se compreender os efeitos da discriminação racial na identidade e subjetividade de mulheres negras atendidas no programa SOS Racismo/Porto Alegre/RS. Essa pesquisa fundamentou-se em um grupo dispositivo, cujo objetivo foi ouvir as narrativas das mulheres que sofreram atos de racismo/discriminação e agenciar outras referências identitárias. O referencial teórico-metodológico utilizado para analisar o material empírico produzido nos grupos foi o das práticas discursivas, entendidas como a forma pela quais as pessoas produzem sentidos para experiências como as da violência racial. Os repertórios interpretativos presentes nos diálogos enunciados pelas mulheres referiam-se à discriminação racial e ao racismo e sinalizavam a construção de estratégias de enfrentamento e resistência. Acreditamos que a intervenção produziu efeitos políticos de reflexão e mudança, na medida em que o grupo construiu novos sentidos para as violências sofridas, transformando a narrativa pessoal em uma denúncia pública.

Discriminação racial e decisão judicial

Direito, Carlos Alberto Menezes
Fonte: Superior Tribunal de Justiça do Brasil Publicador: Superior Tribunal de Justiça do Brasil
Tipo: Palestra Formato: 33887 bytes; application/pdf
PT_BR
Relevância na Pesquisa
66.72%
Painel Justiça e Discriminação Racial da XVII Conferência Nacional dos Advogados, promovida pelo Conselho Federal da OAB. Setembro de 1999.; Relata que uma das preocupações modernas nos estudos da ciência jurídica é a dimensão dos processos judiciais e que cada vez mais o Direito é aquele aplicado pelos juízes e tribunais. Destaca que um dos mais relevantes aspectos da vida social é o conhecimento da formação das decisões judiciais, que refletem a cultura da sociedade, a partir do sistema de convicções que rege a vida do presente, projetando-se para o futuro. Encerra enfatizando que, estando a sociedade consciente da igualdade natural entre os homens, ficará mais distante a discriminação racial, que agride o ser humano e mancha a história dos povos livres e independentes.

A convenção internacional sobre a eliminação de todas as formas de discriminação racial e a gênese da ação afirmativa no Brasil.

Assis, Jorge Batista de
Fonte: Superior Tribunal de Justiça do Brasil Publicador: Superior Tribunal de Justiça do Brasil
Tipo: Artigo de Revista Científica
Relevância na Pesquisa
66.81%
Aborda a importância da Convenção Internacional Sobre a Eliminação de Todas as Formas de Discriminação Racial, ratificada pelo Governo Brasileiro, junto ao Secretário Geral das Nações Unidas, a 27 de março de 1968 e em vigor no País, de conformidade com o disposto em seu artigo 19, 1º, a 4 de janeiro de 1969. Identifica instrumento global de proteção especial dos direitos humanos a gênese da ação afirmativa, discorre sobre as desigualdades raciais no Brasil, defende o combate a todas as formas de discriminação racial e a adoção da ação afirmativa como instrumento de indução à igualdade para a população afrodescendente e ao respeito aos direitos humanos.

A desigualdade racial de renda no Brasil : 1976-2006

Osorio, Rafael Guerreiro
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Tese
POR
Relevância na Pesquisa
56.92%
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Sociais, Departamento de Sociologia, 2009.; Esta pesquisa apresenta uma análise da desigualdade racial de renda no Brasil para investigar a validade da tese de que a sua persistência se deve preponderantemente ao peso exacerbado da origem social nos processos de estratificação caracterizando um regime de baixa mobilidade, no qual há ainda o complemento de efeitos menores da discriminação racial. A origem social e a discriminação prejudicam os negros em suas trajetórias, a primeira mais do que a última por causa da associação entre raça e estratificação legada pelo passado escravista. Porém, o complemento proporcionado pela discriminação é fundamental para gerar a persistência, pois na sua ausência o regime de mobilidade induziria uma equalização racial lenta. A análise é conduzida mediante técnicas estatísticas a partir de bases de dados que contêm as respostas aos questionários aplicados de 1976 a 2006 pela Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios, PNAD, realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, IBGE, com ênfase nos dados de 1976, 1986, 1996 e 2006. A desigualdade racial de renda considerada é a de renda domiciliar per capita entre brancos e negros...

O regime internacional de combate ao racismo e à discriminação racial; Texto para Discussão (TD) 1882: O regime internacional de combate ao racismo e à discriminação racial; The international regime to combat racism and racial discrimination

Goes, Fernanda Lira; Silva, Tatiana Dias
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Texto para Discussão (TD)
PT-BR
Relevância na Pesquisa
66.76%
O ano de 2011 foi definido pela Organização das Nações Unidas (ONU) como o Ano Internacional dos Afrodescendentes. Este trabalho tem como principal foco de análise os tratados, as conferências e os documentos percebidos no âmbito do sistema ONU, assim como da Organização dos Estados Americanos (OEA), considerados como um regime internacional de combate à discriminação racial.; 32 p.

Discriminação racial no mercado de trabalho e o quesito cor

Roland, Edna Maria Santos
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Mercado de trabalho: conjuntura e análise - Artigos
PT-BR
Relevância na Pesquisa
66.66%
Discute a relevância desta decisão para a promoção da igualdade de oportunidades, em consonância com a implementação da Convenção 111, da Convenção Contra Todas as Formas de Discriminação Racial, e do Artigo 5º da Constituição Federal.; p. 9-12

Brazilian Female Labor Market: Racial-Skin Color Discrimination; Brazilian Female Labor Market: Racial-Skin Color Discrimination

Fernandes, Gustavo Andrey de Almeida Lopes
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de RP Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de RP
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 19/06/2015 POR
Relevância na Pesquisa
56.78%
The myth of racial democracy is still widespread in the Brazilian society, although economic literature has continuously documented pervasive racial discrimination. This study analyzes racial discrimination in the Brazilian female labor market using a Mincer stochastic wage frontier, corrected for sample selection. The results, using Oaxaca-Blinder decomposition, showed that an efficient wage differential, not explained by differences in human capital does exist and is large among the most efficient workers. Wage inefficiencies are also explained and it is a claim of the study that traditional policies might be a tool in reducing underpayment dispersion, but cannot cope with pure discrimination.; O mito da democracia racial é ainda muito presente na sociedade brasileira, embora a literatura econômica aponte para a existência de umalto grau de discriminação racial. Este artigo visa inferir sua existência nos salários eficientes do mercado de trabalho feminino, levando-se em conta o problema do viés de seleção. As causas da ineficiência são também investigadas. Os resultados mostram que o diferencial de salário eficiente, não explicadas por diferenças no capital humano, é significativo, sendo maior entre as trabalhadoras mais eficientes. Por conseguinte...

Background Paper for the Expert Meeting on the Gender-Related Aspects of Race Discrimination; DOCUMENTO PARA O ENCONTRO DE ESPECIALISTAS EM ASPECTOS DA DISCRIMINAÇÃO RACIAL RELATIVOS AO GÊNERO

Crenshaw, Kimberlé; University of California – Los Angeles
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/2002 POR
Relevância na Pesquisa
56.8%
Neither the gender aspects of racial discrimination nor the racial aspects of gender discrimination are fully comprehended within human rights discourses. Building on the growing recognition that race and gender discrimination are not mutually exclusive phenomena, this background paper forwards a provisional framework to identify various forms of subordination that can be said to reflect the interactive effects of race and gender discrimination. It suggests a provisional protocol to be followed to better identify the occasions in which such interactive discrimination may have occurred, and posits further that the responsibility to address the causes and consequences of such discrimination be shared widely among all human rights institutions.; http://dx.doi.org/10.1590/S0104-026X2002000100011Tanto os aspectos de gênero da discriminação racial quanto os aspectos raciais da discriminação de gênero não são totalmente apreendidos pelos discursos dos direitos humanos. O presente documento, baseado no crescente reconhecimento de que as discriminações de raça e de gênero não são fenômenos mutuamente excludentes, propõe um modelo provisório para a identificação das várias formas de subordinação que refletem os efeitos interativos das discriminações de raça e de gênero. Este documento também sugere um protocolo provisório a ser seguido...

Racial discrimination, affirmative action policies, university and media; Discriminação racial, políticas de ação afirmativa, universidade e mídia

Diniz Junqueira, Rogério
Fonte: Linhas Críticas; Critical Lines Publicador: Linhas Críticas; Critical Lines
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 20/03/2012 POR
Relevância na Pesquisa
66.73%
The present paper discusses the implementation of quotas as an affirmative action policy in an attempt to reverse the historical tendencies which have conferred Brazilian blacks a strong situation of disadvantage. More precisely, it defends the use of quotas for afro-descendants to access centers of higher education and mass media. It also defends these measures as short-term strategies, which should be followed by public policies, focused more specifically on diminishing the structural causes of racial discrimination. Thus, articulation of short and long term policies may insure a more effective and lasting equal opportunity to sectors that are presently racially dominated.  ; O presente artigo discute a adoção de cotas como forma de política de ação afirmativa com vistas a reverter tendências históricas que legaram aos negros brasileiros duras situações de desvantagem. Mais precisamente, defende a adoção de cotas para o acesso de homens e mulheres afrodescendentes ao ensino superior e aos meios de comunicação. Defende ainda que essas medidas, aplicadas segundo uma perspectiva de curto prazo, deverão, no entanto, vir acompanhadas de políticas públicas mais especificamente focalizadas no combate às causas estruturais da discriminação racial...