Página 1 dos resultados de 4363 itens digitais encontrados em 0.005 segundos

Atividade física, discriminação e preocupação com a forma corporal em obesos submetidos a cirurgia bariátrica

Mascarenhas, Madalena Fonseca Marques Nunes
Fonte: Repositório Científico Lusófona Publicador: Repositório Científico Lusófona
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
37.05%
A obesidade acarreta consequências ao nível da diminuição de saúde mas também a nível social, sendo os obesos vítimas de elevada discriminação devido ao seu peso. O objetivo principal deste trabalho é analisar a associação entre a atividade física e a perceção de discriminação em obesos submetidos a cirurgia bariátrica. O objetivo secundário prende-se com o estudo da associação entre a atividade física e a preocupação com forma corporal. O trabalho está dividido em duas partes distintas, sendo a primeiro dedicada à revisão sistemática da literatura que abordou os temas da discriminação, insatisfação corporal e atividade física nos obesos. Desta revisão concluí-se que a discriminação e insatisfação com forma corporal contribuem para a manutenção de comportamentos sedentários, no entanto com a prática de atividade física estas tendem a diminuir. A segunda parte do trabalho consiste num estudo observacional retrospetivo, constituído por uma amostra de 98 sujeitos com obesidade mórbida que tenham realizado uma cirurgia bariátrica, com idades compreendidas entre os 26 e os 73 anos. Com recurso à aplicação de questionários avaliou-se a atividade física e a sua associação com a discriminação e preocupação com forma corporal. Os resultados obtidos indicam que a discriminação não se encontra associada à atividade física nem ao IMC. Verificou-se que a atividade física de intensidade moderada e vigorosa está associada à diminuição da preocupação com forma corporal. A preocupação com forma corporal está também associada ao IMC. A atividade física deve ser integrada no programa multidisciplinar que acompanha a cirurgia.; Obesity leads to consequences in terms of reduce health but also social...

Sexualidade e trabalho: estudo sobre a discriminação de homossexuais masculinos no setor bancário; Sexuality and work: study on discrimination against gay men in the banking sector

GARCIA, Agnaldo; SOUZA, Eloisio Moulin de
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
37.05%
Este artigo analisa as possíveis formas de discriminação no local de trabalho direcionadas a funcionários homossexuais masculinos de bancos públicos e privados. Inicialmente são discutidos os conceitos básicos relativos aos estudos sobre discriminação de forma geral e as relações desses conceitos com a discriminação de homossexuais. Com respeito aos aspectos metodológicos, a pesquisa é qualitativa, utilizando um roteiro de entrevista semiestruturado para coleta de dados. Foram entrevistados 10 bancários, trabalhadores de dois bancos públicos federais e de um banco privado com capital inteiramente nacional. Para a análise de dados utilizou-se a análise de discurso desenvolvida por Michel Foucault. Conclui-se que os entrevistados são alvo de discriminação direta e indireta em razão de sua sexualidade. A discriminação direta manifesta-se na deficiência dos normativos dos bancos públicos estudados em garantir e esclarecer os reais direitos dos trabalhadores homossexuais que têm casamentos homoafetivos, bem como na completa falta de regras que estabeleçam direitos aos homossexuais no banco privado analisado. Contudo, o que mais causa incômodo aos entrevistados são as expressões de discriminação indireta manifestadas no local de trabalho.; This article analyzes the possible forms of discrimination against gay employees of public and private banks. Initially we discuss the basic concepts related to studies on discrimination in general and the relationship of these concepts with the discrimination of homosexuals. In regard to the type of research methodology is qualitative...

Desigualdades no mercado de trabalho da América Latina: a discriminação por sexo entre os trabalhadores com ensino superior no Brasil e México; Inequalities in the labor market of Latin America: sex discrimination among workers with high education in Brazil and Mexico

Tatei, Fabio
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 26/05/2011 PT
Relevância na Pesquisa
37.05%
Este trabalho se constitui em uma contribuição à análise empírica da discriminação salarial contra as mulheres que possuem ao menos o nível superior completo no Brasil e no México. A escolha do tema deve-se ao fato de que a discriminação salarial negativa contra as mulheres no mercado de trabalho diminuiu lentamente nos últimos 20 anos, mas persiste na maioria dos países a despeito do aumento expressivo de mulheres no mercado de trabalho, inclusive ocupadas que possuem formação educacional de nível superior. Os países em tela, por sua vez, foram selecionados por dois motivos. O primeiro em virtude de ambos apresentarem economias dinâmicas e estruturas produtivas diversificadas, mas com elevadas desigualdades sociais e de gênero. O segundo motivo refere-se à disponibilidade de fontes de microdados compatíveis que permitem a construção de amostras comparáveis entre os dois países, em período e categorias de análise similares - da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) e Encuesta Nacional de Ocupación y Empleo (ENOE) no ano de 2008. Esse fato possibilitou mensurar os determinantes e impactos da discriminação por sexo no mercado de trabalho. Aplicou-se a técnica de Oaxaca-Blinder para a estimativa do grau de discriminação em cada um dos países...

Discriminação condicional com apresentação seriada de estímulos e teste de equivalência em ratos; Conditional discrimination with serial presentation of stimuli and tests for equivalence in rats

Lima, Müller Wagenheimer
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 03/10/2012 PT
Relevância na Pesquisa
37.13%
No procedimento de discriminação condicional de origem skinneriana, geralmente, usa-se o procedimento de matching-to-sample (MTS). Esse procedimento também é utilizado para se estudar a equivalência de estímulos. Sidman e Tailby (1982) estabeleceram três testes para verificar se estímulos usados em tarefas de discriminação condicional podem ser considerados equivalentes entre si: reflexividade, simetria e transitividade. No procedimento de discriminação condicional de origem pavloviana, os estímulos podem ser apresentados de duas formas: simultânea e seriada. Na apresentação simultânea, os estímulos são apresentados juntos ou sucessivamente, sem intervalo entre suas apresentações (XA). Na apresentação seriada há um intervalo entre as apresentações dos estímulos (XA). Dependendo da forma de apresentação dos estímulos, diferentes associações entre os estímulos e o estímulo incondicionado (US) são formadas. Quando a apresentação é simultânea, forma-se uma associação entre o estímulo X e o US. Quando a apresentação é seriada, forma-se uma associação entre o estímulo A e o US e o estímulo X estabelece a ocasião para a ocorrência da relação entre A e US ocorre (Ross & Holland, 1981). Na discriminação condicional de origem pavloviana...

Discriminação salarial por cor e gênero revisitada: uma abordagem de decomposição contrafactual utilizando regressões quantílicas

Bartalotti, Otavio Augusto Camargo
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Relevância na Pesquisa
37.05%
A desigualdade salarial, especialmente a resultante da discriminação contra negros e mulheres no mercado de trabalho, é um componente importante da elevada concentração de renda da economia brasileira. Ao contrário da grande maioria dos trabalhos já desenvolvidos nesta área, este trabalho não adota a hipótese de que os efeitos de atributos determinantes do salário são constantes e idênticos para os indivíduos ao longo da distribuição de renda. São estimadas as estruturas salariais para cada percentil da distribuição salarial para homens brancos, homens negros, mulheres brancas e mulheres negras utilizando a técnica de decomposição contrafactual por regressões quantílicas, proposta por Koenker e Bassett (1978) e desenvolvida por Machado e Mata (2004). Isto proporciona uma compreensão mais detalhada e abrangente dos fatores que determinam a remuneração do trabalho para diferentes níveis de renda e fornece uma medida mais completa do grau de discriminação contra os negros e mulheres no mercado de trabalho ao longo da distribuição salarial. Para os três grupos, a discriminação é crescente em relação à posição na distribuição salarial, indicando a dificuldade de se atingir posições melhor remuneradas no mercado de trabalho por parte de mulheres e negros. A discriminação afeta principalmente as mulheres negras...

Trabalho e sexualidade : dispositivos em ação nos casos de discriminação por orientação sexual

Silva, Fernando Rodrigues
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.05%
Este estudo busca analisar a questão de como o dispositivo trabalho é atravessado pelo dispositivo sexualidade nos casos de discriminação por orientação sexual, e os reflexos desta dinâmica na constituição dos sujeitos. Assim, os objetivos deste trabalho são investigar como se apresenta a discriminação por orientação sexual no trabalho e seus reflexos nos processos de subjetivação dos sujeitos que passam por tal situação, bem como analisar quais são os caminhos possíveis percorridos pelas pessoas que sofrem tal tipo de discriminação, na busca de visibilidade, respeito e proteção legal. Para tanto foram entrevistados quatro sujeitos que passaram por discriminação nos ambientes de trabalho devido à orientação sexual que manifestam e procederam a denúncias junto a uma ONG pela livre expressão sexual, também foi entrevistada uma fiscal do trabalho da SRTE, órgão estatal que também recebe este tipo de denúncias. O que vemos é o trabalho tomado ainda como sustentáculo social, conformado em um jogo de poderes que se vale da sexualidade, bem como do familismo, para sua manutenção, (re)instituindo a heterossexualidade como norma às custas de outras formas de expressão sexual. Dessa forma, a discriminação por orientação sexual se mostra como uma realidade...

Discriminação racial indireta e ação afirmativa no emprego sob a perspectiva dos direitos coletivos

Varella, Santiago Falluh
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Tese
POR
Relevância na Pesquisa
37.13%
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Departamento de Sociologia, 2009.; A pesquisa versa sobre a primeira tentativa de reconhecimento jurídico da discriminação racial indireta no Brasil. Para tanto, analisa os documentos de cinco ações civis públicas iniciadas pelo Ministério Público do Trabalho, contra as filiais do Distrito Federal (DF) dos maiores bancos privados brasileiros. Tais ações propuseram que o Judiciário reconhecesse a discriminação indireta e referendasse ações afirmativas para reparar prejuízos causados aos interesses da coletividade dos negros do DF. A pesquisa se concentra nas resistências tanto em identificar a discriminação quanto em adotar políticas em seu combate. Para explicar as oposições do primeiro tipo são analisadas ideologias sobre o Brasil como um país de igualdade racial, idealizações que reduzem o racismo às suas manifestações individuais ou que o atribuem a outras causas. Para explicar as do segundo tipo, são analisados argumentos receosos das consequências sociais negativas das políticas afirmativas, quer para a harmonia racial, quer para a ordem econômica capitalista, quer para as tradições do próprio Poder Judiciário. Antes de testar em que medida cada um desses fatores determinou as posturas opostas às ações afirmativas...

Espiando por trás da persiana : um olhar sobre a discriminação traduzida em assédio moral organizacional contra mulheres

Borges, Lara Parreira de Faria
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
37.05%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Direito, Programa de Pós-Graduação em Direito, 2015.; A presente dissertação busca lançar luz às tradicionais discriminações contra as mulheres, muitas vezes invisíveis e camufladas, para que possam ser vistas e identificadas através da roupagem do assédio moral organizacional, que nutre a gestão fundada no modelo de produção toyotista e na ideologia neoliberal. No mundo do trabalho, o assédio moral organizacional manifesta-se como método de gestão do qual empregadores se valem no exercício de seu poder empregatício, seja por meio da imposição de comportamentos agressivos por parte da chefia, seja pelo estímulo ou negligência quanto ao surgimento de um ambiente hostil e degradante de competição e ausência de solidariedade entre os empregados ou entre empregados e chefia. Assim, como desdobramento do poder empregatício, o poder disciplinar apropria-se do assédio moral organizacional para normalizar condutas e fixar um “padrão” de trabalhador, eliminando os desviantes, seja pelo adoecimento, seja na forma de pedidos de demissão. Na intersecção entre a questão de gênero e o mundo do trabalho, o assédio moral organizacional também é utilizado para afirmar que o capital exige um padrão de ser humano masculino...

Discriminação, preconceito e atitudes relativamente a lésbicas : estudo numa amostra de estudantes de enfermagem

Pinto, Diana Patrícia Pires
Fonte: Universidade do Minho Publicador: Universidade do Minho
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
Publicado em //2011 POR
Relevância na Pesquisa
37.05%
Dissertação de mestrado integrado em Psicologia (área de especializacao em Psicologia da Saúde); As atitudes, perceções e crenças dos profissionais de saúde acerca da homossexualidade feminina têm implicações práticas no acesso desta comunidade a cuidados de saúde. No entanto, a investigação neste domínio ainda permanece limitada. Neste sentido, este estudo pretende compreender e analisar a discriminação, o preconceito e as atitudes para com lésbicas de futuros enfermeiros, com base numa amostra particular de 204 estudantes de enfermagem do sexo feminino, com idades compreendidas entre os 18 e 31 anos (M=21). Na realização deste trabalho, foram aplicados os seguintes instrumentos: a) um questionário com dados sociodemográficos; b) a Escala de Perceção de Discriminação; c) uma versão reduzida do Questionário Multidimensional do Preconceito Polimorfo, e d) a Escala de Discriminação na Saúde. Os resultados mostram que estes estudantes, em média, consideram que a religião é a dimensão mais discriminatória, ao contrário da área da saúde, que apontam como sendo aquela em que há menos discriminação. Adicionalmente, a maioria admite que a homofobia varia com o contexto e localização geográfica e acredita que a orientação sexual pode ser um fator de risco (79.2%)...

Sistemas de discriminação positiva na Europa: facilitadores ou detractores da equidade?

Ribeiro, Ana Isabel Ferreira Abraão de Queiroz
Fonte: Instituto Universitário de Lisboa Publicador: Instituto Universitário de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 05/03/2009 POR
Relevância na Pesquisa
37.05%
Mestrado em Políticas de Desenvolvimento dos Recursos Humanos; O conceito de igualdade de oportunidades pressupõe que todas as pessoas têm acesso às mesmas oportunidades independentemente da sua etnia ou género, o que nem sempre acontece. Registam-se inúmeros casos em que algumas pessoas são alvo de discriminação devido a aspectos como o género, a etnia, a orientação sexual, a deficiência e a idade. Algumas Sociedades, conscientes dos escassos efeitos da simples proclamação da igualdade de oportunidades, optaram por implementar medidas activas de tratamento preferencial com vista à reposição da equidade social. A equidade compreende a aplicação de medidas de forma a evitar a perpetuação de estados de equilíbrio social intrinsecamente injustos. Em contexto de emprego, estas medidas configuram-se naquelas que visam assegurar a representação proporcional de determinados grupos ou a retribuição, assente apenas em critérios meritocráticos. O presente estudo procura verificar se os sistemas de discriminação positiva para as minorias étnicas produzem efeitos na reposição da equidade social ou se apenas operam no domínio retórico. Para tal, agrupámos países Europeus com sistemas de discriminação positiva para minorias étnicas...

Discriminação em relação às pessoas idosas: o papel da legitimidade da discriminação na identificação com o grupo dos idosos e no seu bem-estar psicológico

Proença, Ângela Maria Ferreira Pinheiro
Fonte: Instituto Universitário de Lisboa Publicador: Instituto Universitário de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2013 POR
Relevância na Pesquisa
37.13%
Trabalho de projeto submetido como requisito parcial para obtenção do grau de Mestre em Psicologia Social da Saúde; A discriminação com base na idade é uma das formas de discriminação mais toleradas no mundo. Em Portugal afecta principalmente as pessoas idosas. As pessoas idosas tendem a justificar o sistema que as discrimina (Marques, 2011) e a preferirem o exogrupo em vez do endogrupo (Levy & Schlesinger, 2001). Nos seus estudos, Jetten e colaboradores (2011) propuseram que a discriminação pode ser avaliada como legítima ou ilegítima e que é necessário compreender como é que os indivíduos respondem em face das avaliações da discriminação. Os resultados mostraram que as avaliações da legitimidade da discriminação moderam o efeito da discriminação permanente. O presente estudo foi desenhado tendo como referência a investigação de Jetten e colaboradores (2011) e teve como objectivos compreender o papel das avaliações da legitimidade da discriminação na identidade grupal das pessoas idosas e no seu bem-estar. A amostra foi constituida por 104 indivíduos de ambos os sexos com idades a partir dos 65 anos, autónomos e activos. Os resultados demonstraram efeitos marginais da condição de legitimidade na identidade grupal...

Identidade étnica, orientação para os out-groups, discriminação percepcionada e auto-estima em adolescentes

Costa, Inês Isabel Cunha Perdigão Marques da
Fonte: ISPA - Instituto Universitário das Ciências Psicológicas, Sociais e da Vida Publicador: ISPA - Instituto Universitário das Ciências Psicológicas, Sociais e da Vida
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2012 POR
Relevância na Pesquisa
37.05%
Dissertação de Mestrado em Psicologia Educacional; Esta investigação de carácter quantitativo-correlacional pretende analisar a relação entre os domínios da identidade étnica e a auto-estima, e entre esta última variável e a discriminação étnica percepcionada; analisam-se também as associações entre a exploração e a discriminação étnica percepcionada perpetrada pelos pares; e averiguam-se ainda as relações entre os domínios da identidade étnica e a orientação para os out-groups no grupo das etnias minoritárias. Estas relações são analisadas em 387 adolescentes de diferentes grupos étnicos, com uma média de idades de 13.75. Os dados foram recolhidos utilizando a Escala de Autoconceito e Auto-estima de Peixoto e Almeida (1999; Peixoto, 2003), a Escala de Identidade Étnica (Umaña-Taylor, Yazedjian, Bámaca-Gomez, 2004), e a Escala de Discriminação Étnica Percepcionada, construída para avaliar as percepções de discriminação étnica. Os resultados mostram diferenças significativas nos níveis de identidade étnica global e na exploração, entre o grupo da etnia Portuguesa e o grupo das etnias minoritárias. Observaram-se correlações significativas e positivas entre a auto-estima e a exploração...

Uma resenha teórica e empírica sobre economia da discriminação

Loureiro,Paulo R. A.
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2003 PT
Relevância na Pesquisa
37.05%
O artigo faz uma resenha dos principais modelos de discriminação e examina as possíveis fontes de discriminação racial por sexo no mercado de trabalho. Do ponto de vista teórico, o modelo de discriminação por preferência mostra que o comportamento discriminatório do empregador está inversamente relacionado aos lucros das firmas. Os modelos de discriminação estatística partem do pressuposto de que o credor ou empregador não tem informação completa sobre os indivíduos. Estes modelos utilizam as características dos grupos que sofrem discriminação, como raça ou seu sexo, para reduzir o valor do crédito ou do salário.

Sexualidade e trabalho: estudo sobre a discriminação de homossexuais masculinos no setor bancário

Garcia,Agnaldo; Souza,Eloisio Moulin de
Fonte: Fundação Getulio Vargas Publicador: Fundação Getulio Vargas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2010 PT
Relevância na Pesquisa
37.05%
Este artigo analisa as possíveis formas de discriminação no local de trabalho direcionadas a funcionários homossexuais masculinos de bancos públicos e privados. Inicialmente são discutidos os conceitos básicos relativos aos estudos sobre discriminação de forma geral e as relações desses conceitos com a discriminação de homossexuais. Com respeito aos aspectos metodológicos, a pesquisa é qualitativa, utilizando um roteiro de entrevista semiestruturado para coleta de dados. Foram entrevistados 10 bancários, trabalhadores de dois bancos públicos federais e de um banco privado com capital inteiramente nacional. Para a análise de dados utilizou-se a análise de discurso desenvolvida por Michel Foucault. Conclui-se que os entrevistados são alvo de discriminação direta e indireta em razão de sua sexualidade. A discriminação direta manifesta-se na deficiência dos normativos dos bancos públicos estudados em garantir e esclarecer os reais direitos dos trabalhadores homossexuais que têm casamentos homoafetivos, bem como na completa falta de regras que estabeleçam direitos aos homossexuais no banco privado analisado. Contudo, o que mais causa incômodo aos entrevistados são as expressões de discriminação indireta manifestadas no local de trabalho.

Habilidades de discriminação auditiva em crianças com desvios fonológicos evolutivos

Santos-Carvalho,Beatriz dos; Mota,Helena Bolli; Keske-Soares,Márcia; Attoni,Tiago Mendonça
Fonte: Pró-Fono Produtos Especializados para Fonoaudiologia Ltda. Publicador: Pró-Fono Produtos Especializados para Fonoaudiologia Ltda.
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2010 PT
Relevância na Pesquisa
37.08%
TEMA: a habilidade de discriminação auditiva em crianças com desvio fonológico evolutivo. OBJETIVO: investigar esta habilidade nestas crianças, que recebiam ou haviam recebido tratamento fonoaudiológico; verificar se os fonemas alterados no sistema fonológico eram os mesmos não discriminados no teste de figuras para discriminação auditiva (adaptado por Mota et al. 2000, do "The Boston University Speech Sound Discrimination Picture Test") e se as habilidades de discriminação auditiva relacionavam-se com o sexo, a idade e o grau de severidade do desvio fonológico evolutivo. MÉTODO: os dados utilizados foram referentes a 41 crianças, sendo 16 do sexo feminino e 25 do sexo masculino, com idades compreendidas entre 4 anos e 8 anos e 2 meses, e foram coletados por meio da avaliação fonológica da criança e do teste de figuras para discriminação auditiva. RESULTADOS: observou-se que não houve diferença estatisticamente significante de desempenho no teste de figuras para discriminação auditiva entre os sexos e que o melhor desempenho no teste está correlacionado estatisticamente com o avanço da idade cronológica. Quanto mais severo for o desvio fonológico evolutivo maior é o número de fonemas para os quais a criança apresenta inabilidade de discriminação auditiva. CONCLUSÃO: a inabilidade de discriminação auditiva pode ser um fator causal ou agravante do desvio fonológico evolutivo...

DISCRIMINAÇÃO NO CONTRATO DE TRABALHO

JOSÉ, RAFAEL HENRIQUE DE CASTRO
Fonte: Centro Universitário Eurípedes de Marília Publicador: Centro Universitário Eurípedes de Marília
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
PT_BR
Relevância na Pesquisa
37.05%
O contrato de trabalho no Brasil teve seus parâmetros estabelecidos principalmente com a chegada da Constituição Federal de 1988, que trouxe seu artigo 7º para demonstrar os direitos sociais do trabalhador. Além do texto de lei, positivado, o Direito do Trabalho também conta com diversos princípios para sua aplicação e criação de novos normativos de proteção ao empregado, tais como o princípio da igualdade e o princípio da boa-fé – inclusive quanto ao elemento confiança-, que provem do princípio maior, o da proteção à dignidade da pessoa humana no trabalho, fazendo também com que se dê origem ao princípio da nãodiscriminação no ambiente do trabalho. A discriminação, como se sabe, significa fazer uma distinção, diferenciação, de maneira individualizada, diferente da forma ampla que condiz respeito ao preconceito. Pode ser encontrada nos mais diversos locais - em casa, na escola, no trabalho, etc. e também pode ser de diversas formas, tais como social, racial, política, religiosa, sexual, ou idade - que podem, inclusive, levar à exclusão social. Lembra-se também que discriminação é diferente do preconceito, este que por sua vez pode ser, por muitas das vezes, considerado como a explicação para a origem da discriminação. Quando associados...

Discriminação e segmentação no mercado de trabalho e desigualdade de renda no Brasil; Texto para Discussão (TD) 1288: Discriminação e segmentação no mercado de trabalho e desigualdade de renda no Brasil; Discrimination and segmentation in the labor market and income inequality in Brazil

Barros, Ricardo Paes de; Franco, Samuel; Mendonça, Rosane
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Texto para Discussão (TD)
PT-BR
Relevância na Pesquisa
37.11%
Neste trabalho avaliamos a contribuição de duas formas de discriminação (por gênero e cor) e três tipos de segmentação (espacial, setorial e entre os segmentos formal e informal) no mercado de trabalho para a redução do grau de desigualdade em remuneração do trabalho e em renda per capita. Com exceção da segmentação entre os segmentos formal e informal, todas as demais formas de discriminação e de segmentação declinaram ao longo da década e, em particular, ao longo do último quadriênio. Essa redução nas imperfeições do mercado de trabalho, com sua crescente integração, teve papel fundamental para explicar a queda da desigualdade de rendimentos do trabalho e da renda per capita. As quedas no grau de segmentação geográfica (em particular, a segmentação entre capitais e municípios do interior) e setorial foram os fatores que mais contribuíram para a redução recente dessa desigualdade. De fato, a redução no grau de segmentação geográfica contribuiu para explicar 11% a 22% da queda recente no grau de desigualdade em renda per capita e em remuneração do trabalho, respectivamente. A redução no grau de segmentação entre setores de atividade contribuiu para explicar 10% a 18% dessa queda recente no grau de desigualdade em renda per capita e em remuneração do trabalho...

Discrimination and Anti-Discrimination in Spain: The case of muslim women; Discriminación y Anti-Discriminación en España: El caso de las mujeres musulmanas; Discriminação e Anti-Discriminação na Espanha: O caso das mulheres muçulmanas

Dietz, Gunther
Fonte: UFPR Publicador: UFPR
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf
Publicado em 14/02/2006 POR
Relevância na Pesquisa
37.08%
In the last 15 years, Spain has experienced a marked increase of immigrant populations, among which stand out an important percentage of Magreb Muslins. In a parallel way, since the last days of Franquismo, it has been observed in cities of Andalusia, such as Granada and Córdoba, a tendency of conversion to Islam on the part of the autochthonous population. Both phenomena have been accompanied by anti Muslim and anti-Moor attitudes that reflect different dimensions of discrimination that prevail in large sectors of Spanish public opinion and that are founded mostly on stereotypes and attitudes which are historically rooted and branded towards Muslim women, both immigrant and converted. This case study of discrimination expressed against Muslim women aims, in the first place, to place the incipient debate on discrimination and anti-discrimination inside the context of two specific conceptual marks: multiculturalism and identity policies, on the one hand, and public policies of difference on the other. In the second place, we analyze the ethnographic case just mentioned before sketching out the arising of today´s anti-discrimination policies at the level of the Spanish State as well as at the European level.; En los últimos quince años...

O princípio da igualdade de tratamento e a discriminação positiva

Henriques,José
Fonte: Instituto Politécnico do Cávado e do Ave Publicador: Instituto Politécnico do Cávado e do Ave
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2006 PT
Relevância na Pesquisa
37.11%
O Direito Social Comunitário sofreu, depois do Tratado de Amesterdão, uma evolução não só ao nível dos Princípios (Direito Originário e Derivado) como também ao nível da Jurisprudência Comunitária. De uma dimensão económica avançou-se progressivamente para uma dimensão mais social da qual sobressaem tanto o princípio da não-discriminação sexual, bem como o da discriminação positiva, quer no âmbito dos objectivos do Tratado (art. 2º TUE - Tratado de Maastricht de 1992), do princípio genérico da não discriminação (art. 13º TUE), das políticas sociais (art. 137º TUE) como também do princípio da igualdade de oportunidades e de tratamento entre homens e mulheres (art. 141). Pretendendo-se, através da discriminação positiva, igualar o número de mulheres ao dos homens, quando estas estão em manifesta minoria em determinada actividade, é uma medida conforme ao Direito Comunitário. No entanto, um sistema de quota automática, sem atender ao mérito da pessoa, adoptado por um país, pode constituir uma medida contrária ao Direito Comunitário. Mesmo assim, não seria de todo impensável, para evitar, ainda que remotamente, a discriminação invertida, a possibilidade de fixar um prazo de prescrição para a discriminação positiva.

Experiências de discriminação relacionadas aos serviços de saúde: análise exploratória em duas capitais do Sul do Brasil

Baumgarten,Alexandre; Peron,Tamara Barcellos; Bastos,João Luiz; Toassi,Ramona Fernanda Ceriotti; Hilgert,Juliana Balbinot; Hugo,Fernando Neves; Celeste,Roger Keller
Fonte: Ministério da Saúde do Brasil Publicador: Ministério da Saúde do Brasil
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2015 PT
Relevância na Pesquisa
37.05%
OBJETIVO: descrever a prevalência de discriminação relacionada aos serviços de saúde, suas motivações e fatores associados. MÉTODOS: análise seccional realizada com bancos de dados oriundos de dois inquéritos realizados no município de Porto Alegre, Rio Grande do Sul, com usuários de serviços de saúde, e no município de Florianópolis, Santa Catarina, com amostra representativa de universitários, entre 2010 e 2012. RESULTADOS: a prevalência de discriminação relacionada aos serviços de saúde foi de 13,6% (IC95%: 10,5-17,2) em Porto Alegre-RS e de 7,4% (IC95%: 5,8-9,1) em Florianópolis-SC; o principal motivo para a discriminação foi ser de baixa posição socioeconômica; em ambas as capitais, observou-se maior prevalência de discriminação entre fumantes, autoclassificados pretos/negros e indivíduos de 31 a 40 anos de idade. CONCLUSÃO: a prevalência de discriminação foi relativamente baixa; reforça-se a necessidade de se investigar a discriminação no âmbito dos serviços de saúde, para a provisão de cuidados adequados à população.