Página 1 dos resultados de 47365 itens digitais encontrados em 0.017 segundos

Equações de diferenças e aplicações

Luís, Rafael Domingos Garanito
Fonte: Universidade da Madeira Publicador: Universidade da Madeira
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2006 POR
Relevância na Pesquisa
36.44%
Sistemas dinâmicos são todos os sistemas que evoluem no tempo, qualquer que seja a sua natureza, isto é, sistemas fisícos, biológicos, químicos, sociais, económicos, etc.. Esta evoluçãoo pode ser descrita (modelada) por equaçõess de diferenças, uma vez que esse tempo é muitas vezes medido em intervalos discretos. As equações de diferenças aparecem também quando se estuda métodos para a discretização de equações diferenciais. Assim, este trabalho tem por principal objectivo estudar as soluções de alguns tipos de equações de diferenças. Para isso, começa-se por introduzir o conceito de diferença e a sua relação com as equações de diferenças. Em seguida, determina-se a solução geral das todas as equações lineares de primeira ordem, bem como o estudo do seu comportamento assimptótico. Prossegue-se, desenvolvendo as principais técnicas para determinar a soluçãoo de equações de diferenças lineares de qualquer ordem. Em particular, estudam-se as equações com coeficientes constantes. Depois de se desenvolver a teoria básica dos sistemas lineares de equações de diferenças, particulariza-se aos sistemas lineares autónomos,com apenas duas variáveis dependentes, fazendo assim o estudo do comportamento das soluções no plano de fases. Por fim...

Actividade física habitual em crianças pré-púberes. Diferenças entre rapazes e raparigas

Lopes, Vítor P.; Monteiro, A.M.; Barbosa, Tiago M.; Magalhães, Pedro M.; Maia, José A.R.
Fonte: Universidade do Porto. Faculdade de Ciências do Desporto e de Educação Física Publicador: Universidade do Porto. Faculdade de Ciências do Desporto e de Educação Física
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
36.3%
O objectivo central deste estudo foi caracterizar o perfil da actividade física de crianças de ambos os sexos, de uma escola da cidade de Bragança, ao longo de 4 dias. A amostra foi constituída por 14 raparigas e 11 rapazes de 9,5±0,6 anos de idade. A actividade física foi avaliada através do monitor de actividade física CSA 7164, ao longo de 4 dias consecutivos, dois dias de semana – Segunda e Sexta, e dois dias de fim de semana – Sábado e Domingo. O CSA foi colocado no punho do braço não dominante. Após a colecta dos dados foi calculada a média de contagens por minuto em cada dia e em cada hora. A MANOVA de medidas repetidas foi utilizada para analisar as diferenças entre sexos, entre os dias e entre as horas em cada dia na intensidade de actividade física. O coeficiente de correlação intraclasse (R) foi utilizado para analisar a variabilidade intraindividual na actividade física habitual. Os resultados indicam diferenças significativas entre a intensidade de actividade física dos dias de semana e o fim de semana. Não se verificaram diferenças significativas entre os rapazes e as raparigas. Ocorreu uma grande variabilidade intraindividual na actividade física habitual, especialmente no fim de semana.

Império do amor romântico: diferenças culturais e sexuais em casais de noivos no Brasil e na Itália.; Romantic Love Empire. Cross-cultural and sexual differences in engaged couples in Brazil and Italy

Barbosa, Débora Regina
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 02/10/2008 PT
Relevância na Pesquisa
36.4%
Esta pesquisa comparou homens e mulheres de São Paulo e Roma em relação a estilos de apego, estilos de amor, crenças românticas e satisfação, verificando diferenças e similaridades em função do sexo e da cultura. Os participantes foram 117(n=234) e 164(n=328) casais de noivos, no Brasil e na Itália, com média de idade 28,7(SD=6,0) e 33,4(SD=5,9), respectivamente, sendo a maioria da amostra solteira, branca e de classe média. Em relação a padrões comportamentais masculinos e femininos no relacionamento, quase não foram encontradas diferenças entre Brasil e Itália. Nos dois países os homens tomaram a iniciativa para o primeiro encontro em aproximadamente 70% dos casos, os casais tiveram por volta de seis encontros antes do primeiro contato sexual, e em 50% dos casos o homem paga pela maior parte ou por todas as despesas do casal. Em relação ao estilo de apego foi encontrada uma diferença de sexo significante para o estilo Rejeitador, onde homens apresentaram maiores escores do que mulheres, nas duas culturas. Uma diferença cultural significante foi encontrada para os estilos Medroso e Preocupado, sendo que casais brasileiros apresentaram escores mais altos do que casais italianos. Quanto aos estilos de amor, os resultados mostraram o forte predomínio de Eros...

Influência de expectativas e do grupo de pares sobre o comportamento do uso de álcool entre estudantes da área da saúde: uma perspectiva das diferenças de gênero; Influence of expectancies and peer group on drinking behavior in university students of the health area: a perspective of gender differences.

Fachini, Alexandre
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 26/05/2009 PT
Relevância na Pesquisa
36.3%
Evidências recentes na literatura apontam um elevado consumo de álcool entre estudantes universitários. Expectativas relacionadas aos efeitos do uso de álcool têm sido associadas tanto ao início quanto à manutenção do beber de jovens. De forma análoga, o grupo de pares é um aspecto de destacada relevância sobre o comportamento dos jovens, inclusive no que se refere ao uso de álcool. Por sua vez, tanto expectativas quanto grupo de pares podem modular de forma diferente o comportamento do beber de homens e de mulheres. O objetivo deste estudo foi avaliar diferenças de gênero sobre o uso de álcool, expectativas relacionadas aos efeitos do uso de álcool e o envolvimento com o grupo de pares de risco para o uso de álcool entre estudantes universitários da área da saúde. Participaram 238 estudantes (105 homens) de todos os anos dos cursos de Medicina e Fisioterapia da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo. Estudantes preencheram um questionário estruturado autoaplicável contendo os instrumentos AUDIT (Alcohol Use Disorders Identification Test), para avaliar o uso de álcool, AEQ-A (Alcohol Expectancy Questionnaire Adolescent Form), para avaliar as expectativas dos efeitos do uso de álcool...

Diferenças culturais na cducação: discursos, desentendimentos e tensões; Cultural differences in education: discourses, disagreements and tensions

Kowalewski, Daniele Pechuti
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 13/05/2010 PT
Relevância na Pesquisa
36.4%
O principal propósito deste trabalho foi problematizar o hodierno discurso educacional que busca valorizar as diferenças culturais, hoje bastante naturalizadas. Visando entender a emergência de enunciados sobre as pluralidades, diversidades e/ou diferenças culturais no contexto educacional brasileiro, analisamos alguns documentos de âmbito federal, produzidos pelo MEC entre 1997 e 2007. Durante a pesquisa, demonstrou-se necessário mapear alguns diferentes contextos globais em que a temática da diversidade ganhou relevância, assim como as diversas correntes epistemológicas que debatem essa temática. Estabelecemos, em nossa cartografia discursiva, duas principais tendências teóricas: a teoria crítica e o pósestruturalismo. Várias são as diferenças entre elas e, mesmo em seus interiores, encontramos muitos debates. As principais características que relacionam a teoria crítica à discussão que ora propomos são: sua leitura sobre o papel atribuído à Razão, à Dialética, ao Reconhecimento Identitário e à Redistribuição de bens materiais. Já no pós-estruturalismo encontramos críticas sobre esses conceitos por meio do estabelecimento de outras ideias, que privilegiam as traduções, os hibridismos e as diferenças culturais. Os autores e documentos pesquisados...

"Como lobo na pele de cordeiro": discursos das diferenças em textos narrativos infantis sobre a pessoa com deficiência; As wolf in sheeps clothing: discourses of the differences in childrens narrative texts about people with disabilities.

Souza, Fernanda Cristina de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 07/12/2011 PT
Relevância na Pesquisa
36.37%
As políticas da diversidade/diferença ocuparam um lugar de destaque na gestão do governo Luiz Inácio Lula da Silva (2003-2010), influenciando as políticas educacionais desse período. Na educação especial, propriamente, o discurso do direito à diferença norteou uma série de documentos de orientação técnica da Seesp/MEC e serviu como subsídio para que os sistemas de ensino organizassem estratégias de consolidação do processo de inclusão escolar de alunos com deficiência, transtornos globais do desenvolvimento e altas habilidades/superdotação. Nesse período, um exemplo de ação de governo pautada pelo princípio do direito à diferença foi a implantação do PNBE/ESP 2008 pela Seesp/MEC, em que foram indicados livros de literatura infantojuvenil para compor as bibliotecas das escolas públicas de todo o país, considerando as especificidades da população a ser contemplada pelos serviços da educação especial, no que tange à acessibilidade da leitura em diversas modalidades, entre elas: Libras, Braille, caracteres ampliados, áudio e tinta. Nesse cenário, a presente pesquisa teve como objetivo analisar os discursos sobre as diferenças, presentes nos textos narrativos infantis dos livros sugeridos pelo PNBE/ESP 2008...

Diferenças sexuais em critérios de seleção de parceiros: uma leitura a partir do referencial da psicologia evolutiva; Sex differences in mate selection criteria: an evolutuinary Psychology approach.

Campos, Lucila de Sousa
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 28/01/2000 PT
Relevância na Pesquisa
36.4%
Durante o cortejamento, cada indivíduo avalia a qualidade do parceiro e decide se o relacionamento vai evoluir para um estágio de maior envolvimento. Em anúncios classificados para busca de parceiros, os critérios iniciais de preferência encontram-se bastante elaborados. Esse material tem atraído a atenção de cientistas sociais, psicólogos e sociobiólogos, partindo da premissa de que as palavras utilizadas refletem dimensões relevantes quanto a diferenças de gênero. Nosso objetivo foi estudar diferenças sexuais em critérios de seleção de parceiros, utilizando como material a seção classiline da Folha de São Paulo. A amostra constituiu-se de 500 anúncios femininos e 500 masculinos, publicados entre 1997 e 1999, solicitando um relacionamento de longa duração. Os anúncios foram examinados quanto à oferta de características psicológicas (tais como atratividade, sexualidade, sinceridade, emoção, necessidade de afiliação, hobbies, atributos instrumentais), sociais (tais como condição financeira e ocupação profissional), físicas, demográficas e ao número de respostas. Nossos resultados foram avaliados através de análises univariadas (Quiquadrado, teste t e análise de regressão) e multivariada (árvore de resposta)...

Prática docente e socialização escolar para as diferenças: um estudo sobre estratégias de transformação da ordem em gênero e sexualidade; Teaching practice and school socialization of the differences: a study on strategies to transform the order of gender and sexuality

Sefton, Ana Paula
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 10/12/2013 PT
Relevância na Pesquisa
36.3%
A presente pesquisa tem como objetivo identificar e analisar práticas docentes do ensino fundamental de forma a contribuir para o entendimento acerca das estratégias de produção, transmissão e legitimação de disposições culturais voltadas para a equidade de gênero e para as diferenças da sexualidade. O horizonte que norteia tal investigação enfatiza o ambiente escolar e as relações de interdependência entre seus/suas agentes. A hipótese é que, a partir de um contexto socializador específico, pode-se identificar condições para a transformação das disposições culturais de gênero e sexualidade. Como suporte teórico têm-se os Estudos de Sociologia da Educação, sobretudo as contribuições dos estudos de Norbert Elias, no que se refere ao conceito de configuração, além de Estudos de Gênero, de Sexualidade e dos Estudos Culturais, com base em aportes pós-estruturalistas. Trata-se de uma pesquisa qualitativa e exploratória, caracterizada por um estudo de caso em uma escola particular da cidade de Porto Alegre, definida devido às suas práticas de acolhimento às diferenças. Entrevistas com professores/as, com gestores/as escolares e observações de atividades docentes com alunos/as são técnicas de pesquisa utilizadas. Para tanto...

Inexistência de diferenças de sexo no fator g (inteligência geral) e nas habilidades específicas em crianças de duas capitais brasileiras; There are no sex differences on g factor and specific abilities in children from two brazilian capitals

Flores-Mendoza, Carmen; Alves, Marcela Mansur; Lelé, Álvaro José; Bandeira, Denise Ruschel
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
36.34%
O presente trabalho pretendeu examinar diferenças relacionadas ao sexo no fator g (inteligência geral) e em habilidades específicas em crianças de duas cidades brasileiras: Belo Horizonte e Porto Alegre. No caso da amostra mineira (n=1,316), a idade compreendeu entre 5 e 11 anos de idade examinada através de uma bateria de testes a qual incluiu instrumentos de inteligência (Raven, Escala Verbal WISC III, R-2, DFH), de avaliação psicomotora (Bender) e de desempenho escolar (TDE). No caso da amostra gaúcha (n=779), a idade compreendeu entre 5 e 11 anos, utilizando-se o teste Raven – Escala Colorida. A análise individual dos testes aponta que a maioria das diferenças nas habilidades específicas não é estatisticamente significativa. Na utilização do Método dos Vetores Correlacionados, uma análise mais sofisticada da inteligência geral, observa-se inexistência de diferenças de sexo. Tais resultados corroboram os registros internacionais sobre inexistência de diferenças cognitivas relacionadas ao sexo em crianças e adolescentes.; This paper intended to verify sex differences on the g factor (general intelligence) and specific abilities from a sample of children from two Brazilian cities: Belo Horizonte (BH) and Porto Alegre (PA). The sample from BH (n=1.316) aged 5 to 11 years was examined with a battery of intelligence (CPM...

Alguns aspectos espaciais do mercado de trabalho em Portugal: diferenças regionais de salários e mobilidade geográfica

Pereira, João Manuel Rodrigues
Fonte: Universidade de Évora Publicador: Universidade de Évora
Tipo: Tese de Doutorado
POR
Relevância na Pesquisa
36.34%
Introdução - O mercado de trabalho é uma dos elementos fundamentais que caracterizam qualquer economia. É aqui que se encontra uma das principais preocupações da Política Económica: o desemprego. A este propósito, a seguinte afirmação de Layard e Bean (1989, p. 371) não pode ser mais ilucidativa: "Macroeconomics was invented to explain the persistente of unemployment". Além deste problema central, várias outras questões tem merecido especial atenção por parte da ciência económica, como, por exemplo, os retornos da educação ou as desigualdades salariais entre sexos ou raças, etc. Uma das formas de conhecer melhor o mercado de trabalho e o seu funcionamento, é através da sua vertente espacial. É no espaço que se expressam a mobilidade geográfica da força de trabalho, um aspecto importante do funcionamento do mercado de trabalho e da economia em geral, e eventuais desigualdades salariais entre unidades territoriais. Numa economia em equilíbrio espacial de utilidade, os salários para indivíduos com as mesmas características e profissões devem ser aproximadamente iguais. Po-dem no entanto existir algumas diferenças inter-regionais nos salários se as regiões forem caracterizadas por outras vantagens/desvantagens locacionais...

A educação como contributo para a redução das diferenças de espectativas em auditoria

Enes, Edgar Ferreira
Fonte: Instituto Politécnico de Tomar Publicador: Instituto Politécnico de Tomar
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2013 POR
Relevância na Pesquisa
36.4%
A profissão de auditor enfrenta desde sempre o problema das diferenças de expectativas; diferenças entre a qualidade do desempenho do auditor, o resultado do seu trabalho e os seus objetivos, bem como o que a sociedade espera destes profissionais. O objetivo deste estudo é avaliar se realmente em Portugal, o ensino destas matérias reduz ou não estas diferenças de expectativas. Estudos semelhantes foram realizados por Gramling et al. (1996), Hussain (2003), Ferguson et al. (2000), Lee et al. (2007) e permitiram determinar o efeito da formação na redução destas diferenças. Utilizando o modelo de inquérito proposto por Ferguson et al. (2000), inquirimos estudantes de ensino superior dos cursos de gestão e contabilidade, antes e após terem formação na área da auditoria, com o intuito de aferir se esta influencia a perceção que têm sobre as responsabilidades, deveres e limitações do trabalho do auditor. Concluímos que a educação em auditoria não reduz estas diferenças em todos os pontos da análise, no entanto altera a perceção dos alunos relativamente à responsabilidade do auditor na prevenção e deteção de erros e fraudes e de atos ilegais, fatores esses que foram identificados por Almeida (2012) como sendo as principais causas de diferenças de expectativas em Portugal.

Relatório de estágio do ensino da prática pedagógica supervisionada: Respeito pelas diferenças

Torneiro, Ana Sofia
Fonte: Repositório Comum de Portugal Publicador: Repositório Comum de Portugal
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2013 POR
Relevância na Pesquisa
36.34%
O presente relatório de estágio pretende retratar o percurso vivenciado, desde o início do ano letivo de 2012/2013, bem como descrever todo o processo de ensino-aprendizagem. Este relatório tem como base os princípios do Decreto-Lei nº 3/2008 de 7 de janeiro, em que a “(…) escola democrática e inclusiva, orientada para o sucesso educativo de todas as crianças e jovens” (p. 154). Deste modo, a EB1 e Pré-Escolar de Mira-Sintra mostra um universo onde estão todos incluídos, quer sejam crianças com desenvolvimento e competências adequadas à sua faixa etária, quer sejam crianças com Necessidades Educativas Especiais, (NEE). A escola deve adaptar-se a estes alunos de forma a existir uma harmonia entre todos, respeitando as suas diferenças tal como está descrito durante este relatório de estágio, e de forma a contribuir ativamente para promover uma educação com base sólida numa escola inclusiva com práticas de diferenciação pedagógica e deste modo incentivar para uma geração menos preconceituosa e vocacionada para a inclusão social na qual todos sem exceção contribuem à sua medida para uma melhor sociedade, tal como refere Stainback, S. e Stainback, W. (1999), “Quando existem programas adequados...

As diferenças entre os sexos: Mito ou realidade?

Poeschl, Gabrielle; Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade do Porto; Múrias, Cláudia; Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade do Porto; Ribeiro, Raquel; Faculdade de Psicologia e de Ciências da
Fonte: ISPA - Instituto Universitário Publicador: ISPA - Instituto Universitário
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Publicado em 17/11/2012 POR
Relevância na Pesquisa
36.37%
Este trabalho procura retratar os desenvolvimentos sucessivos da produção científica sobre a questão da existência de diferenças entre os sexos e das suas origens, que tem uma história longa e fértil. Começamos por evocar as ideologias produzidas no Séc. XIX para explicar as posições desiguais dos dois grupos sexuais por disposições naturais, e os primeiros trabalhos académicos consagrados a identificar os traços, competências e comportamentos que, supostamente, deveriam diferenciar homens e mulheres.Propomos alguns apanhados dos trabalhos actuais sobre as diferenças entre os sexos e sobre a controvérsia, aparentemente suscitada pelas diferentes posições políticas dos autores, a propósito da verdadeira existência dessas diferenças. Apresentamos, por último, algumas teorias que são, actualmente, desenvolvidas pelos autores que defendem a existência de diferenças entre homens e mulheres, na procura de dar sentido a essas diferenças.

Inexistência de diferenças de sexo no fator g (inteligência geral) e nas habilidades específicas em crianças de duas capitais brasileiras

Flores-Mendoza,Carmen E.; Mansur-Alves,Marcela; Lelé,Álvaro José; Bandeira,Denise Ruschel
Fonte: Curso de Pós-Graduação em Psicologia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Curso de Pós-Graduação em Psicologia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2007 PT
Relevância na Pesquisa
36.34%
O presente trabalho pretendeu examinar diferenças relacionadas ao sexo no fator g (inteligência geral) e em habilidades específicas em crianças de duas cidades brasileiras: Belo Horizonte e Porto Alegre. No caso da amostra mineira (n=1,316), a idade compreendeu entre 5 e 11 anos de idade examinada através de uma bateria de testes a qual incluiu instrumentos de inteligência (Raven, Escala Verbal WISC III, R-2, DFH), de avaliação psicomotora (Bender) e de desempenho escolar (TDE). No caso da amostra gaúcha (n=779), a idade compreendeu entre 5 e 11 anos, utilizando-se o teste Raven - Escala Colorida. A análise individual dos testes aponta que a maioria das diferenças nas habilidades específicas não é estatisticamente significativa. Na utilização do Método dos Vetores Correlacionados, uma análise mais sofisticada da inteligência geral, observa-se inexistência de diferenças de sexo. Tais resultados corroboram os registros internacionais sobre inexistência de diferenças cognitivas relacionadas ao sexo em crianças e adolescentes.

Comportamento social na escola: diferenças entre gêneros e séries

Saud,Laura Fogaça; Tonelotto,Josiane Maria de Freitas
Fonte: Associação Brasileira de Psicologia Escolar e Educacional (ABRAPEE) Publicador: Associação Brasileira de Psicologia Escolar e Educacional (ABRAPEE)
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2005 PT
Relevância na Pesquisa
36.34%
O objetivo deste estudo foi avaliar o comportamento social em um grupo de escolares, e verificar as diferenças entre os mesmos tendo em vista aspectos como sintomas emocionais, problemas de conduta, hiperatividade, problemas de relacionamento com colegas e comportamento prósocial, contemplados no instrumento SDQ (Strengths Difficulties Questionnaire) que avalia desordens psiquiátricas relacionadas ao comportamento social. Participaram da pesquisa crianças com idade média de 9 anos e 6 meses, cursando a 3a e 4a séries do ensino fundamental de uma escola da rede particular de ensino, sendo 24 do gênero feminino e 17 do gênero masculino. Os resultados demonstraram que para comportamento pró-social não foram observadas diferenças quanto ao gênero. Com relação às médias obtidas em dificuldades sociais de acordo com a série, foram encontradas diferenças em problemas de conduta, problema de relacionamento com colegas e total de dificuldades. Para comportamento pró-social, foram observadas diferenças com relação à série, sendo que os escolares da 3a série se auto-avaliaram como mais “hábeis socialmente”, com relação aos estudantes da 4a série.

Desigualdades e diferenças na sala de aula: a nomeação dos diferentes na produção da exclusão escolar

Pena, Adriana de Carvalho Pessato
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
36.37%
Esta dissertação vincula-se à linha de pesquisa Saberes e Práticas Educativas do Programa de Mestrado da Faculdade de Educação da Universidade Federal de Uberlândia, MG (FACED/UFU). Esta pesquisa teve por proposta investigar e analisar os processos de exclusão/inclusão no contexto da sala de aula, decorrentes do tratamento dispensado aos alunos considerados diferentes. O objetivo desta pesquisa é verificar como são tratados os problemas relacionados às diferenças em sala de aula e suas consequências, indagando a postura dos professores em situações diversificadas, nas quais é possível verificar diferenças e preconceitos. Tomamos como eixo de análise as diferenças inferiorizantes que se materializam por meio de processos de hierarquização e de uso de violência velada sob o viés da indisciplina. Para tal, observamos e analisamos uma sala de oitavo ano de uma escola municipal. Buscando analisar essas diferenças, selecionamos os seguintes binarismos: homossexualidade/heterossexualidade; síndromes/ausência de síndromes; beleza/feiura; disciplina/indisciplina e negritude/branqueamento. Usamos o método da pesquisa qualitativa, realizando observação direta, análise documental, entrevistas semiestruturadas com professores...

Uma introdução às equações de diferenças.

Calado, Ivone Maria Gonçalves
Fonte: Universidade Portucalense Publicador: Universidade Portucalense
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2007 POR
Relevância na Pesquisa
36.44%
Nem sempre se atribuiu às Equações de Diferenças a importância que hoje se lhes dá. Foi necessário que aparecesse o computador digital para que elas adquirissem o seu real valor e grande relevo no contexto actual da Matemática. Sucintamente, e em traços largos, vou apresentar a composição deste trabalho. No capítulo um são apresentados alguns pré-requisitos que irão ser necessários no desenvolvimento deste tema, tais como o conceito de sucessão, relação de recorrência e algoritmo recursivo. As taxas de juro composto e o número de movimentos da Torre de Hanói são exemplos, que usam algoritmos recursivos. As equações de diferenças dividem-se em dois grandes grupos: lineares e não lineares. Todo o capítulo dois é dedicado às equações de diferenças lineares, homogéneas e não homogéneas, sendo desenvolvido neste capítulo vários métodos de resolução. No capítulo três é definido o conceito de ponto fixo e determinam-se graficamente as soluções das equações de diferenças, usando o método da Teia de Aranha. Este método serve como base ao estudo das equações de diferenças não lineares. É vastíssimo o campo das equações de diferenças não lineares, no capítulo quatro é estudado com todo o pormenor...

As diferenças existentes entre as línguas e sua interferência na aprendizagem de uma língua estrangeira: um estudo de caso na Escola Caetano Bez Batti

Zanellato, Negliê
Fonte: Universidade do Extremo Sul Catarinense Publicador: Universidade do Extremo Sul Catarinense
Tipo: Monografia de Curso de Pós-graduação Lato Sensu
PT_BR
Relevância na Pesquisa
36.37%
Monografia apresentada à Diretoria de Pós-graduação da Universidade do Extremo Sul Catarinense – UNESC, para a obtenção do título de especialista em Língua Inglesa.; O objetivo desta pesquisa é discutir sobre as diferenças existentes entre as línguas e sua interferência na aprendizagem de uma língua estrangeira, principalmente para aprendizes iniciantes que estudam em escolas regulares. A ideia é fazer um estudo comparativo entre o português e o inglês, destacando algumas diferenças existentes entre esses dois idiomas e verificando na prática como os estudantes lidam com essas diferenças. Além disso, também se constitui como um objetivo secundário indicar estratégias pedagógicas que o professor de língua estrangeira pode utilizar para ajudar os alunos a superarem as dificuldades que podem surgir. O problema sobre o qual gira esta pesquisa é a dificuldade em aprender uma nova língua devido às diferenças existentes entre a língua materna do aprendiz e a língua estrangeira em estudo. A metodologia adotada consistiu em uma pesquisa bibliográfica seguida de uma pesquisa de campo em uma escola de ensino regular. A etapa prática resumiu-se na aplicação de instrumentos de pesquisa e na observação de algumas aulas. Os resultados obtidos revelaram que muitas dúvidas...

Diferenças individuais no comportamento de roedores; .

Schmidek, Werner Robert; Departamento de Fisiologia - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto - USP; Nishida, Silvia Mitiko; Departamento de Fisiologia - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto - USP; Pinto, Cristina Maria Henrique; Departamento de Fisi
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/1991 POR
Relevância na Pesquisa
36.37%
A presente série de estudos visou analisar a ocorrência de diferenças individuais espontâneas no desempenho comportamental de roedores. No experimento A nós mostramos que em ratos adultos os desempenhos individuais em quatro comportamentos (cavar, armazenar alimento, explorar e predar insetos) diferem de forma acentuada e significante. No experimento B nós estudamos o desenvolvimento destas diferenças individuais em ratos jovens e encontramos, já em animais recém-desmamados, diferenças de desempenho conspícuas que se acentuam à medida que os indivíduos amadurecem. Nos experimentos C e D nós mostramos que hamsters dourados e camumdongos também apresentam diferenças individuais nestes quatro comportamentos embora com peculiaridades que possivelmente se relacionam à estrutura social da espécie em questão. Nos experimentos E e E nós mostramos que diferenças individuais não se restringem aos quatro tipos de comportamento inicialmente testados. Destes estudos nós concluímos que a individualização comportamental é uma propriedade biológica com raízes filogenéticas amplas que ocorre espontaneamente e cedo na vida do animal e que provavelmente tem interrelações com a organização social da espécie em questão.; The present series of studies intended to analize the occurrence of spontaneous individual differences in the behavioral performance of rodents. In experiment A we showed that in adult rats...

As diferenças entre os sexos: mito ou realidade?

Poeschl,Gabrielle; Múrias,Cláudia; Ribeiro,Raquel
Fonte: Instituto Superior de Psicologia Aplicada Publicador: Instituto Superior de Psicologia Aplicada
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2003 PT
Relevância na Pesquisa
36.37%
Este trabalho procura retratar os desenvolvimentos sucessivos da produção científica sobre a questão da existência de diferenças entre os sexos e das suas origens, que tem uma história longa e fértil. Começamos por evocar as ideologias produzidas no Séc. XIX para explicar as posições desiguais dos dois grupos sexuais por disposições naturais, e os primeiros trabalhos académicos consagrados a identificar os traços, competências e comportamentos que, supostamente, deveriam diferenciar homens e mulheres. Propomos alguns apanhados dos trabalhos actuais sobre as diferenças entre os sexos e sobre a controvérsia, aparentemente suscitada pelas diferentes posições políticas dos autores, a propósito da verdadeira existência dessas diferenças. Apresentamos, por último, algumas teorias que são, actualmente, desenvolvidas pelos autores que defendem a existência de diferenças entre homens e mulheres, na procura de dar sentido a essas diferenças.