Página 1 dos resultados de 9708 itens digitais encontrados em 0.012 segundos

Diagnóstico clínico e etiológico da pneumonia adquirida na comunidade : actualidade e perspectivas futuras

Simões, Vítor Hugo Domingues
Fonte: Universidade de Coimbra Publicador: Universidade de Coimbra
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
56.38%
A Pneumonia Adquirida na Comunidade (PAC) é um problema significativo de Saúde Pública que urge combater. Estima-se que a sua incidência, a nível mundial, seja de 2,6 a 13.4 casos/1000 habitantes/ano e admite-se que possam ocorrer cerca de 50.000 a 100.000 casos anualmente. Em Portugal, este valor ronda os 2,7 casos/1000 habitantes/ano podendo atingir os 11 casos/1000 habitantes/ano nas pessoas com mais de 65 anos e em doentes com múltiplas co-morbilidades. Apesar de nos últimos anos termos assistido a avanços significativos na abordagem diagnóstica e terapêutica, a PAC continua a ser uma importante causa de morbi-mortalidade a nível mundial mesmo nos países mais desenvolvidos gerando repercussões sócio-económicas muito significativas. Nos Estados Unidos da América, a PAC é a principal causa de morte por Doenças Infecciosas e a 6ª causa mais comum de morte em termos globais apresentando taxas de mortalidade que variam de 1 a 50% consoante o local do tratamento. Com algumas excepções que apontam para números mais elevados considera-se que, nos países desenvolvidos, 20 a 30% dos doentes com PAC necessitam de hospitalização dos quais 5 a 10% necessitam de internamento nas Unidades de Cuidado Intensivos (UCI). A forma de apresentação da PAC é muito variável. O doente pode apresentar um quadro clínico localizado...

Líquen plano oral (LPO): diagnóstico clínico e complementar; Oral lichen planus (OLP): clinical and complementary diagnosis

CANTO, Alan Motta do; MÜLLER, Helena; FREITAS, Ronaldo Rodrigues de; SANTOS, Paulo Sérgio da Silva
Fonte: Sociedade Brasileira de Dermatologia Publicador: Sociedade Brasileira de Dermatologia
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
56.24%
O líquen plano é uma desordem comum do epitélio escamoso estratificado que acomete as mucosas oral e genital, a pele, as unhas e o couro cabeludo. O líquen plano oral (LPO) afeta mulheres de meiaidade e apresenta padrões e distribuição característicos, como estriações brancas, pápulas ou placas brancas, eritema, erosões e bolhas, que podem estar associadas a medicações e/ou materiais dentários no paciente. O diagnóstico clínico somente poderá ser feito se a doença apresentar padrões clássicos, como lesões concomitantes na mucosa oral e na pele. O diagnóstico laboratorial por meio do exame histopatológico se caracteriza pela presença de projeções do epitélio em forma de dentes de serra e corpos de Civatte, e possibilita excluir condições de displasia e malignidade. A imunofluorescência direta é utilizada em suspeita de outras doenças, como pênfigo e penfigoide. O LPO é tratado com agentes anti-inflamatórios, principalmente, corticosteroides tópicos, e novos agentes e técnicas têm-se demonstrado eficazes. A transformação maligna do LPO e sua incidência exata permanecem controversas. Este trabalho tem como objetivo apresentar, com base na revisão da literatura, a etiopatogenia, o diagnóstico clínico...

Caracterização do diagnóstico clínico e detecção no gene da distrofia muscular de Duchenne/Becker no Rio Grande do Sul por PCR quantitativo em tempo real

Franco, Carolina Rosa
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
66.21%
A Distrofia Muscular de Duchenne/Becker (DMD/BMD) é a doença neuromuscular mais freqüente em crianças, afetando uma em cada 3.500 nascidos vivos do sexo masculino (DMD), e um em cada 20.000 (BMD). A criança nasce aparentemente saudável, com o aparecimento gradual e progressivo dos sintomas desde o primeiro ano de vida. A perda da habilidade de caminhar se dá entre os sete e 12 anos de idade, com sobrevivência rara acima dos 30 anos; e a BMD, de forma mais amena, com os mesmos sintomas aparecendo mais tardiamente. O diagnóstico se baseia nas características clínicas e na investigação genética de deleções e duplicações no gene da distrofina. Um teste preciso ainda é necessário para a identificação de mulheres portadoras. O PCR quantitativo em tempo real seria um bom ensaio para a determinação deste status.O objetivo deste trabalho foi identificar as mulheres portadoras de deleções no gene da distrofina através de PCR quantitativo em tempo real e apresentar informações diagnósticas sobre a população de meninos com DMD/BMD do RS. Informações pertinentes a 123 meninos com diagnostico clínico foram incluídos neste estudo. Após análise dos exames de DNA nos meninos estudados, os exons 47, 48 e 50 se mostraram mais frequentemente deletados na nossa população...

Correlação entre o diagnóstico clínico, dermatoscópico e histológico de nevos atípicos

Procianoy, Perla Drescher de Castro
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
56.41%
Os nevos atípicos são lesões melanocíticas adquiridas associadas ao risco de desenvolvimento de melanoma cutâneo (MC). Como nem todos os nevos atípicos são diagnosticados corretamente através do diagnóstico clínico, é necessário usar ferramentas adicionais para o diagnóstico correto. O objetivo deste trabalho é estudar e especificar a acurácia do diagnóstico clínico e dermatoscópico dos nevos atípicos, comparada à histopatologia, considerada padrão‐ouro. Neste estudo de casos e controles, 53 lesões melanocíticas foram analisadas, avaliando‐se as características clínicas, dermatoscópicas e histológicas. Nevos histologicamente atípicos foram classificados como casos e as demais lesões como controles. Foi calculada a sensibilidade e a especificidade do diagnóstico clínico e dermatoscópico, usando tanto a Análise de Padrões quanto o escore ABCD. Também foi feita uma comparação do escore ABCD médio nos grupos de casos e controles, além de uma correlação entre estruturas determinadas pela Análise de Padrões e o diagnóstico de nevo atípico através do Teste Qui‐quadrado de Pearson. O diagnóstico clínico teve uma sensibilidade de 50% e especificidade de 53,7%. Usando o escore ABCD e considerando‐se como diagnóstico o intervalo entre 4...

Carie oclusal : analise da variacao do diagnostico clinico e de sua fidelidade radiografica e macroscopica; Occlusal caries: Analysis of variation of clinical diagnostic and radiograpyc and macroscopic fidelity(+)

Silva, Berenice Barbachan e; Domingues, Manoela Gallicchio
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
56.24%
O objetivo deste estudo e examinar a concordância em relação ao diagnóstico clinico de carie oclusal em 51 dentes extraídos, entre um grupo de examinadores formados por alunos do último ano da Faculdade de Odontologia - UFRGS, com posterior relacionamento dos achados com o exame radiográfico Bite-Wing e Macroscópico. Os resultados da etapa clínica demonstram uma grande variação entre o grupo de examinadores, com concordância de 11,76%, além de baixa sensibilidade (0,151 e 0,721 e moderada especificidade (0,48 e 0,50) para exame clínico e radiográfico, respectivamente. Os estudos dos diferentes métodos de diagnóstico da superfície oclusal merecem maior atenção em busca de uma maior fidelidade.; The aim of ihis study isto investigate the agreement of clinical diagnostic of occlusal caries in 51 teeth, between students of the last year of Faculty of Dentristry of UFRGS, with later relationship with the Bite-Wing radiografic and macroscopic exame. The clinical results demonstrate a large variation among the examinators, the agreement beween them was 11,76%, and low specificity (0,15 and 0,12) and moderate sensitivity (0,48 and 0,50) for visual and radiograpy examination, respectivity. The studies of different diagnostic methods of occulsal surfaces need more attention to obtain more fidelity.

Modelagem da dependência entre testes para diagnóstico clínico usando funções cópula; Modelling the dependence between diagnostic tests using copula functions

José Rafael Tovar Cuevas
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 19/05/2011 PT
Relevância na Pesquisa
66.21%
A maioria dos estudos sobre estimação da prevalência e parâmetros de desempenho de testes para diagnóstico clínico não tem considerado que muitos dos métodos de diagnóstico incluem a medição de traços biológicos cuja resposta é expressa em escala contínua e que, devido ao fato de serem medidos no mesmo indivíduo, esses traços necessariamente apresentam algum tipo de dependência que pode ou não ser explicada como um fenômeno de comportamento linear ou de concordância. Além disso, a análise de dados realizada nesses estudos parte do pressuposto de que a estrutura dos testes é binária sem considerar o fato de que as observações assumem essa apresentação depois de serem dicotomizadas usando um ponto de corte estabelecido a partir de critérios clínicos. Nesta tese, apresenta-se uma proposta de abordagem Bayesiana ao problema da estimação da prevalência, da sensibilidade e da especificidade dos testes dentro de planejamentos que incluem a aplicação de dois ou três testes diagnósticos de triagem, os quais são produto da medição de igual número de traços biológicos expressos em escala contínua com ponto de corte para dicotimização e um padrão-ouro para verificação. Embora o objetivo principal do modelo estatístico proposto seja estudar o efeito da dependência entre resultados dos testes de triagem sobre as estimativas da prevalência e os parâmetros de desempenho...

Validação do critério diagnóstico clínico-epidemiológico para confirmação da cólera

Pedrosa,Fernando de A; Ximenes,Ricardo Arraes de A
Fonte: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2003 PT
Relevância na Pesquisa
56.26%
OBJETIVO: Validar o critério diagnóstico clínico-epidemiológico para confirmação de casos suspeitos da cólera. MÉTODOS: Foram estudados pacientes em um hospital público em Maceió, sendo 2.687 do ano de 1992 e 716 de 1997. Nos pacientes admitidos com diarréia, que realizaram pesquisa do Vibrio cholerae O1 (Koch, 1884) pelo cultivo em TCBS-agar, foi aplicado o critério clínico-epidemiológico comparando-o com o padrão-ouro. A análise foi feita por faixa etária - menor que cinco anos e igual ou maior a cinco anos - em 1992 e 1997. RESULTADOS: Foram estudados 833 pacientes, 517 em 1992 e 316 em 1997; 72 com idade menor que cinco anos e 761 com idade igual ou maior a cinco anos. Nos pacientes menores que cinco anos, em 1992, a sensibilidade foi de 40%, enquanto a especificidade foi de 84,6%. Para a mesma faixa etária, em 1997, a sensibilidade foi de 28,6%. Já a especificidade foi de 62,5%. Nos pacientes com idade igual ou superior a cinco anos, em 1992, a sensibilidade e a especificidade foram de 99% e 1,2%; respectivamente. Para a mesma faixa etária, em 1997, a sensibilidade foi de 86,9%, enquanto a especificidade foi de 8,7%. CONCLUSÃO: A elevada sensibilidade do critério diagnóstico clínico-epidemiológico da cólera nos pacientes com idade igual ou maior que cinco anos...

Diagnóstico clínico e subsidiário da incontinência urinária

Feldner Jr,Paulo Cezar; Sartori,Marair Gracio Ferreira; Lima,Geraldo Rodrigues de; Baracat,Edmund Chada; Girão,Manoel João Batista Castello
Fonte: Federação Brasileira das Sociedades de Ginecologia e Obstetrícia Publicador: Federação Brasileira das Sociedades de Ginecologia e Obstetrícia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2006 PT
Relevância na Pesquisa
66.21%
Os sintomas do trato urinário feminino são inespecíficos e se faz necessário correta investigação clínica para se estabelecer o diagnóstico da incontinência urinária. Tal avaliação consiste em história clínica, questionário de qualidade de vida, exame físico, diário miccional, teste do absorvente e estudo urodinâmico. O estudo urodinâmico é extensão da história e do exame físico para melhor avaliar a etiologia das queixas das pacientes. O objetivo deste artigo é revisar os métodos utilizados para o diagnóstico clínico e subsidiário da incontinência urinária.

Diagnóstico clínico e anatomopatológico: discordâncias

Alves,José Roberto; Hida,Milton; Nai,Gisele Alborghetti
Fonte: Associação Médica Brasileira Publicador: Associação Médica Brasileira
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2004 PT
Relevância na Pesquisa
66.26%
Muitas patologias na prática clínica geram discordâncias quanto a sua identificação, não somente pela sua semelhança com outras lesões mas também pela sua semântica. OBJETIVO: Este trabalho visa esclarecer quais discordâncias são mais freqüentes na prática clínica, fornecer novos conhecimentos para facilitar a identificação das patologias de maiores controvérsias e ampliar seus diagnósticos diferenciais. MÉTODOS: Revisamos 1.825 laudos de biópsias referentes ao período de 1992 até 1999, pertencentes ao Laboratório de Anatomia Patológica da Unoeste, sendo excluídos 439 laudos que não apresentavam hipótese diagnóstica ou que tinham como hipótese sinais e sintomas clínicos ou "a esclarecer". Confrontamos a hipótese clínica com o diagnóstico anatomopatológico, obtendo-se 444 (32,05%) casos discordantes. RESULTADOS: Observamos que as maiores discordâncias foram entre o diagnóstico clínico de hanseníase, que em 65,7% dos casos tratavam-se de dermatites crônicas inespecíficas, entre cisto sebáceo, que em 80% dos casos tratavam-se de cisto de inclusão epidérmica e aborto incompleto, que em 68,2% dos casos tratavam-se de aborto completo. CONCLUSÃO: Concluímos que uma adequada definição de conceitos...

Estudo comparativo entre pacientes idosos internados com diagnóstico clínico de pneumonia comunitária, com ou sem confirmação radiológica

Augusto,Daniel Knupp; Miranda,Luís Felipe José Ravic de; Cruz,Carlos Eduardo Gazinelli; Pedroso,Ênio Roberto Pietra
Fonte: Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia Publicador: Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2007 PT
Relevância na Pesquisa
56.29%
OBJETIVOS: Comparar aspectos clínicos, radiológicos e evolutivos de idosos internados com diagnóstico clínico de pneumonia comunitária, com ou sem confirmação radiológica. MÉTODOS: Foram estudados, retrospectivamente, 141 pacientes com idade acima de 60 anos. RESULTADOS: Em 45 pacientes, os achados radiológicos corroboraram o diagnóstico clínico e, em 96 pacientes, a radiologia não foi compatível com a suspeita clínica. Os sinais, os sintomas, a terapêutica e os desfechos destes dois grupos foram comparados. Os achados do estudo sugerem que não houve diferença significativa entre os grupos segundo os critérios analisados. A prevalência de radiografias de tórax compatíveis com pneumonia entre pacientes com suspeita clínica da doença foi de pouco mais de 30%. CONCLUSÃO: O diagnóstico clínico de pneumonia comunitária tem baixa especificidade em idosos e deve ser usado com cautela. Devido ao pequeno número de pacientes estudados, mais estudos sobre o tema são necessários para confirmar os achados.

Acurácia do diagnóstico clínico da disfagia em crianças com paralisia cerebral; ARAÚJO, Brenda Carla Lima. Acurácia do diagnóstico clínico da disfagia em crianças com paralisia cerebral. Recife, 2012. 78 f. : Dissertação (mestrado) - UFPE, Centro de Ciências da Saúde, Programa de Pós-graduação em Saúde da Criança e do Adolescente, 2012

Araújo, Brenda Carla Lima; Araújo, Cláudia Marina Tavares de (Orientadora)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Dissertação
BR
Relevância na Pesquisa
56.31%
O comprometimento neurológico em crianças com paralisia cerebral pode acarretar transtornos na deglutição. Este tipo de dificuldade frequentemente encontrado é denominado de disfagia, cujo diagnóstico deve ser realizado através de avaliação clínica e instrumental. A avaliação clínica é um método reconhecido ao longo do tempo e precede qualquer investigação complementar com característica mais objetiva. Porém, a avaliação clínica em alguns momentos é utilizada como único instrumento de diagnóstico e pode não fornecer informações fidedignas sobre as alterações na deglutição. Por outro lado, o exame de videofluoroscopia é considerado o método mais indicado no diagnóstico das disfagias, por permitir análise dinâmica desta função. O objetivo deste estudo foi avaliar a acurácia da avaliação clínica no diagnóstico das disfagias em crianças portadoras de paralisia cerebral, retardo neuropsicomotor e/ou disfunção neuromotora, através de sua comparação com o método videofluoroscópico da deglutição, este último considerado padrão ouro neste estudo. A amostra foi constituída por 93 crianças com diagnóstico de paralisia cerebral, retardo neuropsicomotor e/ou disfunção neuromotora com idade entre dois e cinco anos...

Diagnósticos histopatológicos do Laboratório de Patologia do Serviço de Estomatologia da PUCRS, nos anos de 2000 a 2002 e sua relação com o diagnóstico clínico; Histopathological diagnoses of a Pathology Laboratory at PUCRS Stomatology Service, in the years of 2000 to 2002, and its relation with the clinical diagnosis

Vier, Fabiana Vieira; Rockenbach, Maria Ivete Bolzan; Gabriel, João Guilherme; Yurgel, Liliane Soares; Cherubini, Karen; Figueiredo, Maria Antonia Zancanaro
Fonte: EDIPUCRS; Porto Alegre Publicador: EDIPUCRS; Porto Alegre
Tipo: Artigo de Revista Científica
PT_BR
Relevância na Pesquisa
66.32%
O objetivo deste estudo foi avaliar a prevalência das lesões bucais biopsiadas e encaminhadas ao Laboratório de Patologia do Serviço de Estomatologia do Hospital São Lucas da PUCRS (HSL), nos anos de 2000 a 2002, relacionando a concordância entre o diagnóstico clínico e o histopatológico das mesmas. Para tanto, dados como sexo e idade dos pacientes, tipo de biópsia realizada, localização, diagnóstico clínico e histopatológico das lesões foram coletados em 692 fichas de biópsia. Dos pacientes analisados, 59,5 por cento eram do sexo feminino e 40,5 por cento, do sexo masculino. A faixa etária mais prevalente dos pacientes situou-se entre a quarta e sétima década de vida (70,9 por cento). Biópsia excisional totalizou 70,6 por cento dos casos, enquanto que a incisional correspondeu a 27,6 por cento e a citologia esfoliativa, a 1,8 por cento. A lesão mais prevalente foi a hiperplasia fibroepitelial com 28,6 por cento dos casos, sendo seguida pelo carcinoma espinocelular (12,0 por cento), cisto de retenção de glândula salivar (9,4 por cento) e hiperplasia papilomatosa do palato (8,1 por cento). Concluiu-se que os diagnósticos clínico e histopatológico foram coincidentes em 79,9 por cento dos casos e que as lesões de natureza inflamatória...

Correlação entre diagnóstico clínico e anatomopatológico de lesões palpebrais e conjuntivais em serviços de saúde de Campo Grande - MS

Falleiros, Edilberto Lima
Fonte: Universidade Federal de Mato Grosso do Sul Publicador: Universidade Federal de Mato Grosso do Sul
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
66.21%
A pálpebra e a conjuntiva apresentam uma enorme variedade de lesões benignas e malignas. Muitas delas têm potencial para causar danos funcionais, estéticos e psicológicos ou até mesmo a morte. O diagnóstico clínico (DC), o diagnóstico anatomopatológico (DAP) e as margens cirúrgicas são cruciais para o prognóstico destas lesões. Trata-se de pesquisa descritiva, documental, quantitativa e retrospectiva com dados extraídos das solicitações de exames anatomopatológicos emitidos por cirurgiões e os resultados destes exames. Os objetivos do estudo foram correlacionar DC com DAP, mostrar a freqüência das lesões, avaliar a acurácia do DC e a relação entre margens cirúrgicas e DC em lesões pré-malignas (PM) e malignas (M). De 300 lesões palpebrais avaliadas, havia 87,0% benignas (B), 4,0% PM e 9,0% M. De 135 lesões conjuntivais, 68,1% eram B, 26,7% PM e 5,2% M. A lesão palpebral mais comum foi nevo (18%), calázio (15,3%) e hidrocistoma (11,3%) (grupo benigno); queratose actínica (4,0%) (grupo pré-maligno) e carcinoma basocelular (5,7%), carcinoma sebáceo (1,3%) e carcinoma metatípico (1,3%) (grupo maligno). Das lesões conjuntivais, a mais comum foi nevo (17,0%), pterígio (11,0%) e granuloma (10,0%) (grupo benigno); neoplasia intraepitelial conjuntival (20...

AVALIAÇÃO DA MATURAÇÃO DO PROCESSO DE RACIOCÍNIO DIAGNÓSTICO DE ESTUDANTES DE MEDICINA; AN APPRAISAL OF THE MATURATION OF MEDICAL STUDENTS’ DIAGNOSTIC ABILITY

Sobral, Dejano T.
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 30/03/2001 POR
Relevância na Pesquisa
56.29%
O propósito do estudo foi averiguar a utilidade do Inventário de Raciocínio Diagnóstico (IRD) na avaliação da maturação do processo de diagnóstico clínico, em conexão com percepções sobre o aprendizado na formação médica. O inventário foi aplicado entre 88 estudantes de Medicina, de ambos os sexos, em dois semestres consecutivos na fase de iniciação clínica. Foram, também, obtidos dados de percepções do aprendizado (valorização do aprendizado, autoconfiança do aprendiz e reflexão na aprendizagem) e de rendimento acadêmico. Os resultados revelaram diferenças significantes, porém pequenas, entre as duas medidas dos escores do IRD e correlações positivas e significantes desses escores com pontuações das três medidas de percepção do aprendizado. Observou-se uma relação significativa entre o tamanho do efeito e a percepção de autodeterminação do processo diagnóstico. Os dados indicam que o IRD reflete, além de conhecimento e habilidades específicas, a percepção de eficácia pessoal no processo de diagnóstico, que pode ser influenciada por diferentes fatores do contexto do aprendizado e de atitudes do aprendiz. Em conclusão, os achados apontam a sensibilidade discriminativa do instrumento e sugerem sua utilidade no acompanhamento da maturação do processo de diagnóstico clínico.; The purpose of this study was to assess the utility of the Diagnostic Thinking Inventory (DTI) for appraisal of diagnostic ability development in relation to medical students’ learning perceptions. The inventory was administered to 88 medical students of both sexes...

Criterios para el diagnóstico clínico de algunos síndromes genéticos

Taboada Lugo,Noel; Lardoeyt Ferrer,Roberto
Fonte: Revista Cubana de Pediatría Publicador: Revista Cubana de Pediatría
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2003 ES
Relevância na Pesquisa
66.31%
Hasta mediados del pasado siglo se conocía muy poco acerca de las enfermedades genéticas, aparte de su mera existencia. Si bien a título aislado muchas de ellas son entidades clínicas poco frecuentes, al sumar unos 30 000 síndromes, constituyen una afección pediátrica no desdeñable, y a pesar de su complejidad, el pediatra puede abordar con facilidad el reto de su diagnóstico, como base para solicitar los exámenes complementarios pertinentes o bien la interconsulta con otras especialidades, a la que no debería recurrir "de entrada" ante la presencia de un niño con un posible síndrome "raro". Fue el propósito de este trabajo propiciar a pediatras y personal médico en general los criterios clínicos para llegar al diagnóstico de algunos síndromes genéticos, los que han sido elaborados luego de una exhaustiva delineación clínica de éstos. Fueron reflejados los criterios establecidos para el diagnóstico clínico de 9 síndromes genéticos.

Estudio comparativo de los hallazgos radiográficos pre y post tratamiento en pacientes con diagnóstico clínico de sinusitis maxilar aguda

Salas Sanchez,Willy Alfredo; Centeno Huaman,Jorge; Landa Contreras,Ernesto; Amaya Chunga,José Manuel; Benites Galvez,Maria del Rosario
Fonte: Revista Medica Herediana Publicador: Revista Medica Herediana
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2004 ES
Relevância na Pesquisa
66.32%
Objetivo: Determinar los hallazgos radiográficos pre y post tratamiento en pacientes con diagnóstico clínico de Sinusitis Maxilar Aguda. Material y métodos: Se realizó un estudio prospectivo descriptivo comparativo en pacientes que tuvieron diagnóstico clínico de sinusitis maxilar aguda. Se incluyeron 28 pacientes. Todos presentaron curación clínica luego de un tratamiento antibiótico por 10 días. La radiografía post tratamiento fue tomada entre la primera y segunda semana post-tratamiento. Resultados: La edad promedio del grupo de estudio fue: 26 años. La distribución de sexo fue 17 (60.71%) mujeres y 11 (39.29%) hombres. Los hallazgos radiográficos pre-tratamiento fueron: Opacidad Total bilateral 8 (28.6%), Opacidad parcial unilateral 8 (28.6%), Opacidad parcial bilateral 6 (21.4%), Nivel hidroaéreo 2 (7.1%) y Normal 4 (14.2%). Los hallazgos radiográficos post-tratamiento fueron: Normal 17 (60.7%), Opacidad total bilateral 3 (10.7%), Opacidad parcial unilateral 5 (17.9%), Nivel hidroaéreo 2 (7.1%) y Engrosamiento de mucosa 1 (3.5%). Conclusión: La opacidad de tipo parcial o total fue el hallazgo radiográfico más frecuente en la radiografía de senos paranasales pre-tratamiento. El nivel hidroaéreo es poco frecuente en los pacientes con diagnóstico clínico de sinusitis maxilar aguda. La radiografía de senos paranasales post-tratamiento fue normal en aproximadamente la mitad de los casos.(Rev Med Hered 2004; 15:76-81).

Examen proctológico y tacto rectal en el diagnóstico clínico de síntomas anorrectales

Canessa,César E
Fonte: Revista Médica del Uruguay Publicador: Revista Médica del Uruguay
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2011 ES
Relevância na Pesquisa
56.43%
Objetivo: evaluar la información proporcionada por el examen proctológico y en particular el tacto rectal en pacientes con síntomas anorrectales. Material y método: se incluyeron los pacientes remitidos a una policlínica de proctología desde enero de 2005 a diciembre de 2008. Se registraron datos demográficos, principal síntoma de consulta y diagnóstico clínico. Se evaluó el rendimiento diagnóstico del examen anoperineal (EAP), tacto rectal (TR) y anoscopía (AS) frente a cada patología. La información aportada por las diferentes maniobras se clasificó en tres categorías: 1) aportó información suficiente para establecer el diagnóstico clínico primario; 2) aportó información para el diagnóstico, pero no concluyente, y 0) no aportó información para el diagnóstico. Resultados: se incluyeron 606 pacientes (319 mujeres, 52%), edad media 47 años, (rango 14 a 93 años). El síntoma más frecuente fue dolor anal (33%), seguido de sangrado rectal (19%) y procidencia (18%). Se realizó un diagnóstico clínico primario en 94% de los pacientes; el EAP y la AS aportaron información suficiente para el diagnóstico en 54% y 51%, respectivamente, mientras que el TR lo aportó en 10% de los casos. Conclusión: el estudio mostró que un examen proctológico completo permite establecer un diagnóstico clínico primario en la mayoría de los pacientes que consultan por síntomas anorrectales. Más de la mitad de las condiciones patológicas pueden ser puestas en evidencia mediante una correcta inspección y palpación anoperineal. El tacto rectal fue la maniobra de menor rendimiento diagnóstico...

Diagnóstico clínico presuntivo versus diagnóstico microbiológico en mujeres con leucorrea

Fuenmayor-Boscán,Alisbeth; Paz-Montes,América; Fuenmayor-Boscán,Alexis; Acosta Morán,Noris
Fonte: Organo Oficial de la Sociedad Venezolana de Microbiología. Publicador: Organo Oficial de la Sociedad Venezolana de Microbiología.
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2009 ES
Relevância na Pesquisa
66.41%
El propósito de esta investigación fue evaluar el grado de concordancia entre el diagnóstico clínico presuntivo y el diagnóstico apoyado en estudios microbiológicos, en 164 pacientes atendidas consecutivamente en dos consultas ginecológicas de Maracaibo-Venezuela; a quienes se les practicó el examen clínico y estudios microbiológicos de las secreciones vaginales (examen al fresco, coloración de Gram y cultivo convencional). Los resultados evidenciaron: a) concordancia débil (56,7%) entre el diagnóstico presuntivo y el diagnóstico definitivo, la cual disminuyó a 38,2% al excluir los casos asintomáticos; b) diagnóstico clínico de vaginosis bacteriana (41,0%) y candidiasis vaginal (64,5%); c) dificultad para diagnosticar clínicamente las infecciones mixtas y los casos compatibles con vaginitis aeróbica o vaginosis citolítica. Estos resultados sugieren que, aunque la sintomatología y las características del flujo vaginal pueden ser orientadoras, el diagnóstico clínico presuntivo de las infecciones vaginales tiene un margen de error elevado y puede conllevar a manejos terapéuticos inadecuados

Capacidad del índice de masa corporal por tres referencias, para predecir el diagnóstico integral en prepúberes y púberes venezolanos

Macías-Tomei,Coromoto; López-Blanco,Mercedes; Vásquez,Maura; Méndez-Pérez,Betty; Ramírez,Guillermo
Fonte: Sociedad Venezolana de Puericultura y Pediatría Publicador: Sociedad Venezolana de Puericultura y Pediatría
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2012 ES
Relevância na Pesquisa
56.26%
Introducción: Los nuevos estándares de crecimiento de la Organización Mundial de la Salud (OMS) motivaron la validación de esta herramienta para uso clínico y salud pública. Objetivo: Comparar la capacidad predictiva del Índice de Masa Corporal (IMC) según tres referencias antropométricas con respecto al diagnóstico clínico integral (DCI). Metodología: Se analizó el IMC por el Estudio Nacional de Crecimiento y Desarrollo Humanos (ENCDH), Estudio Transversal de Caracas (ETC) y (OMS 2007) en 198 prepúberes y púberes venezolanos sanos entre 5-17 años (95 masculinos, 103 femeninos). El desarrollo puberal se estimó mediante estadíos de Tanner: Prepúberes (G1/B1), Púberes (≥ G 2 / ≥ B 2). Las categorías del IMC (normal, déficit, exceso) se contrastaron con el diagnóstico clínico. Se calcularon concordancias (Kappa), sensibilidad, especificidad y valor predictivo, para p<0,05. Resultados: Las tres referencias subestimaron el déficit, especialmente en sexo femenino. ENCDH sobrestimó el sobrepeso en estas últimas y OMS lo hizo en ambos sexos. Un ANOVA no paramétrico reportó diferencias significativas en IMC entre las tres referencias. Los valores Kappa mostraron alta concordancia en varones (0,68-0,85) y moderada en niñas (0...

Validação do critério diagnóstico clínico-epidemiológico para confirmação da cólera

Pedrosa,Fernando de A; Ximenes,Ricardo Arraes de A
Fonte: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2003 PT
Relevância na Pesquisa
56.26%
OBJETIVO: Validar o critério diagnóstico clínico-epidemiológico para confirmação de casos suspeitos da cólera. MÉTODOS: Foram estudados pacientes em um hospital público em Maceió, sendo 2.687 do ano de 1992 e 716 de 1997. Nos pacientes admitidos com diarréia, que realizaram pesquisa do Vibrio cholerae O1 (Koch, 1884) pelo cultivo em TCBS-agar, foi aplicado o critério clínico-epidemiológico comparando-o com o padrão-ouro. A análise foi feita por faixa etária - menor que cinco anos e igual ou maior a cinco anos - em 1992 e 1997. RESULTADOS: Foram estudados 833 pacientes, 517 em 1992 e 316 em 1997; 72 com idade menor que cinco anos e 761 com idade igual ou maior a cinco anos. Nos pacientes menores que cinco anos, em 1992, a sensibilidade foi de 40%, enquanto a especificidade foi de 84,6%. Para a mesma faixa etária, em 1997, a sensibilidade foi de 28,6%. Já a especificidade foi de 62,5%. Nos pacientes com idade igual ou superior a cinco anos, em 1992, a sensibilidade e a especificidade foram de 99% e 1,2%; respectivamente. Para a mesma faixa etária, em 1997, a sensibilidade foi de 86,9%, enquanto a especificidade foi de 8,7%. CONCLUSÃO: A elevada sensibilidade do critério diagnóstico clínico-epidemiológico da cólera nos pacientes com idade igual ou maior que cinco anos...