Página 1 dos resultados de 46 itens digitais encontrados em 0.002 segundos

Análise da organização do desporto escolar ao nível das competências dos estabelecimentos de ensino: estudo realizado na Região Autónoma da Madeira

Sampaio, Ana Catarina Fontes Teles de
Fonte: Universidade da Madeira Publicador: Universidade da Madeira
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 17/01/2013 POR
Relevância na Pesquisa
36.84%
O objectivo deste estudo é identificar os principais indicadores de qualidade do serviço do desporto escolar, ao nível da organização interna das Escolas do 2º e 3º Ciclos do Ensino Básico e do Ensino Secundário da Região Autónoma da Madeira. Teve em consideração os cargos desempenhados pelos professores de educação física no desporto escolar, de acordo com as escolas/zonas geográficas em que leccionam. A amostra é constituída por 255 professores, o que corresponde a 98% do universo. Procedimentos estatísticos: análise descritiva, utilizadas a frequência e a percentagem para a caracterização da amostra; análise dos dados: valores médios, desvio-padrão e os valores mínimos e máximo; utilização do teste do Qui-Quadrado, nas questões das escalas de likert (1 a 5), para estudar as diferenças entre duas variáveis (nominal e ordinal). Da análise dos resultados obtidos foi-nos permitido retirar algumas características do perfil dos professores de educação física que desempenham funções no desporto escolar; existe variabilidade no número de horas atribuídas aos professores nas diferentes escolas para o exercício de cada um dos cargos e respectiva acumulação; o desporto escolar está integrado no Projecto Educativo de Escola (46%); no entanto...

O badminton no desporto escolar e a transição para o desporto federado no Concelho de Cascais

Gouveia, António da Costa
Fonte: Universidade da Madeira Publicador: Universidade da Madeira
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 23/10/2013 POR
Relevância na Pesquisa
47.14%
O objetivo do presente estudo foi triplo quádruplo: (1) apresentar os núcleos e número de alunos do desporto escolar (DE) de Badminton nas escolas do concelho de Cascais (CC); (2) distinguir entre aqueles que apresentam uma prática no DE, e nos quadros da Federação Portuguesa de Badminton (FPB); (3) apresentar os núcleos e número de alunos do DE em Portugal continental; e (4) apresentar um breve enquadramento teórico do DE e a interligação com o desporto federado (DF). Os dados foram recolhidos entre 2007/2008 e 2011/2012, fruto do nosso envolvimento direto na modalidade desportiva, no sistema desportivo escolar e no sistema desportivo federado. Em conclusão, um total de 14 núcleos das escolas do CC realizou competições no quadro competitivo do DE e apenas 4 no DF, nos escalões de não seniores. A experiência vivida nas escolas do CC constitui o verdadeiro nicho de desenvolvimento do Badminton no DE. Algumas crianças e jovens alcançam um rendimento desportivo na escola, que lhes permite competir no DF. Assim, o CC surge como um exemplo de sucesso na transição do DE para o DF, que poderá ser seguido por outras regiões do país. A competição federada tem permitido aumentar o rendimento desportivo dos atletas e contribuído para que os alunos da iniciação (mais jovens) tenham boas referências desportivas (modelos) para o desenvolvimento das suas potencialidades. O DE incide sobre a educação...

O badminton no clube do desporto escolar na Escola de Alapraia

Fonseca, António Casimiro dos Santos
Fonte: Universidade da Madeira Publicador: Universidade da Madeira
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 06/11/2013 POR
Relevância na Pesquisa
57.38%
O objectivo central deste relatório é descrever a minha experiência profissional e as competências adquiridas no período compreendido entre os anos de 2007-2012. A primeira parte deste trabalho agrega o enquadramento teórico da atividade profissional, onde constam a história do badminton, o programa e organização curricular nos ensinos básicos e ensino secundário no ensino do badminton, a modalidade no desporto escolar na escola da Alapraia e a sua metodologia de ensino, assim como a necessidade da criação de um regulamento específico. Foi ainda feita a delimitação concetual entre o desporto federado e o escolar, e as suas principais diferenças e semelhanças assim como os protocolos firmados com a Federação Portuguesa de Badminton. A segunda parte incorpora uma reflexão sobre a atividade profissional onde é feito um relato da docência na disciplina de educação física nos últimos cinco anos, simultaneamente são definidos alguns conceitos teóricos importantes e necessários na atividade docente. O cargo intermédio de director de turma como elo de ligação entre a escola e os encarregados de educação dos alunos, promovendo desta maneira a interacção educativa da escola com as famílias, resolvendo assim situações pouco desejáveis. A ligação da escola ao desporto federado como espaço aberto à comunidade envolvente...

Posicionamento das modalidades desportivas federadas

Gonçalves, Celina Raquel Nunes; Correia, Abel
Fonte: Associação Portuguesa de Gestão do Desporto Publicador: Associação Portuguesa de Gestão do Desporto
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
POR
Relevância na Pesquisa
46.63%
O desporto é formado por uma variedade de modalidades desportivas com diferentes objectivos, conceitos e representações culturais. Perante o aumento da oferta, as federações desportivas precisam de compreender os praticantes face às diversas possibilidades de prática e de posicionar as suas modalidades perante a concorrência. Neste contexto, o objectivo do estudo é o posicionamento das modalidades desportivas. As modalidades não apresentam diferenciações muito significativas, contudo no geral das modalidades a análise inferencial mostrou dois factores que mais as distinguem. Um dos factores inclui os êxitos internacionais e a capacidade de organizar eventos (dimensão imagem) e um outro factor diferenciador é o elevado grau de especialização de cada modalidade (dimensão atributos da modalidade) e a tradição na cultura do País (dimensão imagem).

Influência da família na carreira desportiva federada: estudo de caso na secção de andebol do núcleo de desporto amador de Pombal

Marto, Bruno Jorge Ferreira
Fonte: Universidade de Coimbra Publicador: Universidade de Coimbra
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
POR
Relevância na Pesquisa
36.77%
O trabalho que a seguir apresentamos pretende saber em que medida a família influencia a continuidade da carreira desportiva na competição federada, e foi realizado na secção de andebol do Núcleo de Desporto Amador de Pombal. Com base no contributo de vários autores com estudos de igual temática, foi traçado o nosso objecto de estudo e formuladas várias hipótese de trabalho. Foi elaborada toda uma metodologia, que nos serviu de base ao nosso instrumento de medida, o inquérito sociográfico, tendo sido seleccionado como universo de análise para a aplicação dos questionários a secção de andebol do Núcleo de Desporto Amador de Pombal. Foram recolhidos 49 questionários, correspondentes aos atletas inscritos pelo clube na Federação de Andebol de Portugal. Após termos recolhido e tratado os dados, procedeu-se à sua análise de modo a podermos tirar ilações, constatando então que os jovens inseridos em famílias com tradição em prática desportiva federada iniciaram mais cedo a prática do andebol. No entanto, os jovens provenientes de famílias com tradição em andebol federado ou em dirigismo desportivo, não começaram mais cedo no andebol. Os atletas dos escalões mais avançados iniciaram a sua prática mais cedo...

Valores no desporto de jovens, atitudes face à prática desportiva e orientação motivacional : relatório preliminar em jovens atletas masculinos e femininos

Lourenço, João Pedro Martelo
Fonte: Universidade de Coimbra Publicador: Universidade de Coimbra
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
POR
Relevância na Pesquisa
36.74%
Este trabalho teve como objectivo a descrição e comparação dos valores, atitudes e orientação motivacional para a prática em actividades físicas e desportivas, em jovens da Zona Centro de Portugal. Foram analisados os resultados obtidos pelos géneros masculino e feminino. Utilizaram-se três questionários para o efeito: Youth Sport Values Questionnaire (YSVQ-2), Sport Attitudes Questionnaire (SAQ) e Task and Ego Orientation in Sport Questionnaire (TEOSQ). Foram aplicados em 14 modalidades desportivas, nos contextos escolar e federado, a jovens pertencentes aos distritos de Coimbra e Aveiro, com idades compreendidas entre os 13 e 16 anos. O número de respondentes da amostra corresponde a 248 praticantes masculinos e 234 femininos. As principais conclusões obtidas resultaram na constatação da existência de diferenças significativas entre os grupos masculino e feminino, no que diz respeito à aquisição de valores, tomada de atitudes e orientação motivacional face ao desporto. Assim sendo, verificou-se que os rapazes preocupam-se em alcançar os objectivos propostos, mesmo que para isso tenham de recorrer a meios ilícitos. Deste modo, observou-se que o grupo masculino possui uma orientação motivacional mais direccionada para o “Ego”. Por seu turno...

Burnout e Desporto : a atividade física como estratégia para lidar com a síndrome de exaustão

Kingwell, Ana Filipa Gonçalves
Fonte: Repositório Científico Lusófona Publicador: Repositório Científico Lusófona
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
46.69%
O Burnout, ou Síndrome de Exaustão, é conhecido desde que surgiram os estudos iniciais acerca deste fenómeno como um estado de esgotamento físico e mental cuja causa está intimamente ligada à vida Profissional (Freudenberger, 1976). O objetivo desta dissertação foi o estudo da relação entre o Burnout e Desporto. É um estudo de carácter exploratório, que visa comparar os resultados ao nível da prática de atividade física no geral, excluindo o desporto federado e de alta competição, e da relação com níveis de Burnout, sendo apresentado um estudo relativo às variáveis sociodemográficas. A amostra é de conveniência, 144 homens e mulheres, entre os 18 e os 64 anos, Pessoalmente ativos, de várias categorias profissionais. Foram aplicados o Maslach Burnout Inventory – General Survey (MBI - GS), para recolha de dados acerca dos índices de Burnout, e um questionário sociodemográfico para caraterizar a amostra e seus hábitos desportivos. A aplicação dos questionários e recolha de dados foi feita online, durante o mês de maio do corrente ano.Os resultados indicam que existe relação, eventualmente condicionante, entre os níveis de Burnout e prática de atividade física e que esta relação apresenta variações em função de variáveis sociodemográficas; indicam que os níveis de Burnout variam de acordo com o tipo de atividade física; e indicam uma diferença explícita de variação de níveis de Burnout...

A Institucionalização do Karaté - Os Modelos Organizacionais do Karaté em Portugal

Figueiredo, Abel
Fonte: Instituto Politécnico de Viseu Publicador: Instituto Politécnico de Viseu
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em 24/05/2006 POR
Relevância na Pesquisa
36.87%
APRESENTAÇÃO RESUMIDA O autor parte dos conceitos motricidade humana (M. SÉRGIO) e desporto (G. PIRES), situando os conceitos de acção de RICOEUR, motrice em PARLEBAS e motrícia em TRIGO, vivificando o conceito de motrícia desportiva, passando pelos de acção motrícia e conduta motrícia. Preparando o seu estudo em termos metodológicos, o autor abre se inicialmente à hermenêutica da acção com RICOEUR, situando-se na pós-modernidade onde elogia a dupla vigilância epistemológica, ou seja: a um só tempo a vigilância epistemológica de BACHELARD numa ruptura contra o senso comum e, como SANTOS e SÉRGIO, a segunda ruptura com (a par de) o senso comum. Lança pistas de análise institucional para o desporto, como é exemplo, inspirado em DERRIDA, SÉRGIO e PIRES, a tese de desconstrução agonística do desporto. Chama a atenção para a institucionalização da dimensão lúdica nas chamadas modalidades “radicais” mais assentes no bem-estar que no espectáculo agonístico, sem que com isso se deva perder a função de inclusão das modalidades no quadro do desporto federado. Trata-se, em última análise, de uma importante distinção entre praticante e competidor: algo a ser trabalhado em investigações transversais ao nível da gestão do desporto...

A Liderança na Gestão Actual do Desporto - Elogio de uma Atitude Hermenêutica e de Fomento da Criatividade Estratégica no Desporto Federado

Figueiredo, Abel
Fonte: Instituto Politécnico de Viseu Publicador: Instituto Politécnico de Viseu
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em //1999 POR
Relevância na Pesquisa
57.12%
O desporto não é um fenómeno cultural neutral. É a intencionalidade humana que medeia a dimensão de gestão do desporto e assim, direcciona o sentido do desenvolvimento: pode ser bom factor de desenvolvimento, ou não. Motivados pelo apelo da Direcção da Associação Portuguesa de Gestão do Desporto (APOGESD), vamos apresentar de forma sintética alguns contributos para a reflexão generalizada da liderança actual no Desporto, tendo fundamentalmente (mas não exclusivamente) como referência dois dos seus principais agentes: Dirigentes e Treinadores no Desporto Federado. Iniciaremos introdutoriamente por elogiar o papel das Federações no sistema desportivo e por identificar o movimento de crise para indiciar, como propostas de saída dessa crise (para outras, naturalmente), uma nova metodologia de reflexão (a reflexão hermenêutica) e uma necessidade organizacional: a da criatividade estratégica.

Participação dos alunos federados e não federados no desporto escolar: Interacção do Desporto Escolar com os Clubes

Macedo, Fernando Miguel Mineiro
Fonte: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro Publicador: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
57.49%
Dissertação de Mestrado em Ensino de Educação Física dos Ensino Básico e Secundário; O desporto na escola, seja qual for o seu modelo organizacional, não pode ignorar o movimento federado sob pena de desenvolver um desporto sem sentido (Teixeira, 2007). Deve o Desporto Escolar ser o espaço potenciador e contributivo para o aluno demonstrar capacidades e “talento” para, a nível do clube ou federação, entrar na elite desportiva. Podendo coabitar num espaço comum (a prática de actividade física regular e orientada), o Desporto Escolar e o desporto federado têm, na sua essência, preocupações distintas. Tendo em conta as necessidades que elencamos, definimos o nosso tema como a “Participação dos alunos federados e não federados no Desporto Escolar. Interacção do Desporto Escolar com os clubes”. Consideramos pertinente apostar na identificação das razões que levam as crianças e jovens a frequentar o desporto escolar e o desporto federado, comparar resultados em diferentes escolas acerca da participação no desporto escolar e federado, por parte dos alunos e identificar a relação que existe entre escola e clube, tendo em conta o aluno, enquanto objectivos que nos nortearam. Para concretizar o presente estudo...

Etnia e raça no desporto beirense da época colonial. O caso dos “sinomoçambicanos”

Medeiros, Eduardo
Fonte: Instituto Universitário de Lisboa Publicador: Instituto Universitário de Lisboa
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em 05/12/2013 POR
Relevância na Pesquisa
46.77%
Título em inglês: Ethnicity and race in colonial-era Beira sport. The case of ”Sino-Mozambican”; No início da segunda metade do século XX o desporto passou a ter uma dimensão considerável em Moçambique. A influência dos territórios vizinhos sob domínio britânico, os contactos internacionais que tanto a Beira como Lourenço Marques desfrutavam, e a maior facilidade com que se passou a acompanhar o desporto na metrópole colonial promoveram consideravelmente a prática desportiva entre os jovens da população dita civilizada, na qual se integravam os chineses. Desenvolveu-se deste modo um verdadeiro movimento associativo da cultura desportiva. Começarei por mostrar neste artigo a história da prática desportiva e a evolução das instituições do desporto na sociedade colonial da cidade da foz do rio Pungué, mostrando em seguida o envolvimento da comunidade chinesa no desporto federado e amador.; From the beginning of the second half of the Twentieth century, sport started to develop as a significant form of recreation in Mozambique. The influence of neighbouring territories under British rule, the international contacts that residents of Beira and Lourenço Marques enjoyed, and the great facility with which sports were followed in the colonial capital led to a considerable rise in the practice of sports by the younger members of the so-called ”civilized population”...

A influência do desporto escolar e do desporto federado no auto-conceito dos adolescentes do concelho de Cabeceiras de Basto

Gonçalves, Carlos Manuel Brazeta
Fonte: Universidade da Beira Interior Publicador: Universidade da Beira Interior
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2009 POR
Relevância na Pesquisa
67.37%
Cerca de 25 por cento dos portugueses sofre de depressão. Esta doença mental tem tendência a aumentar, embora passe muitas vezes despercebida. O facto de uma pessoa ter um auto-conceito positivo poderá ajudar na prevenção deste tipo de patologias. A adolescência constitui um período privilegiado de reconstrução e reconhecimento de si próprio. Este trabalho pretendeu compreender qual o sistema desportivo organizado (escolar e federado) que influencia de forma mais positiva o auto-conceito dos adolescentes. A amostra total (n=120) foi composta por um grupo de Não Praticantes (n=40), Praticantes Desporto Escolar (n=40) e um grupo de Praticantes Federados (n=40) do concelho de Cabeceiras de Basto com idade entre os 12 e os 17 anos (média: 14,5 anos – desvio padrão: 1,5). Foi utilizado o Piers-Harris Children’s Self-Concept Scale 2 (PHCSCS 2) adaptado por Veiga (2006) para a população Portuguesa para recolher os resultados relativos ao auto-conceito global e às suas dimensões ansiedade, aspecto comportamental, estatuto intelectual, aparência física, popularidade e satisfação/felicidade. Para comparação das médias obtidas nas dimensões avaliadas foi utilizado o programa SPSS e o teste não paramétrico de Mann-Whitney-U (Wilcoxon W) (p< 0...

A influência dos níveis de aptidão física, IMC e obesidade em alunos dos 10 aos 11 anos

Silva, Rui Adolfo Ferreira da
Fonte: Universidade da Beira Interior Publicador: Universidade da Beira Interior
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /06/2013 POR
Relevância na Pesquisa
37.03%
Objetivo: O propósito do presente estudo foi verificar a influência dos níveis de Aptidão Física (ApF), IMC e Obesidade em alunos dos 10 aos 11 anos de idade, de ambos os sexos e por grupos, isto é, alunos que só praticam Educação Física (G₁), alunos que praticam Educação Física e Desporto escolar (G₂) e alunos que praticam Educação Física e Desporto Federado (G₃). Metodologia: A amostra foi constituída por 293 alunos (113 raparigas e 180 rapazes) com idades compreendidas entre os 10 e os 11 anos, sendo dividida pelos seguintes grupos: G₁ com 98 alunos que apenas realizam aulas de Educação Física (EF); G₂ com 94 alunos praticantes de Educação Física (EF) e Desporto Escolar (DE); G₃ com 101 alunos praticantes Educação Física (EF) e Desporto Federado (DF). Os dados foram obtidos a partir da informação recolhida pelos professores nas aulas de Educação Física e da bateria de testes do Fitnessgram. Os procedimentos estatísticos utilizados foram efetuados através do programa “IBM-SPSS versão 20.0” (IBM Corp, EUA). Foi realizada análise descritiva da amostra, com recurso à média e desvio padrão em cada grupo. Para comparar os grupos, foi utilizado o teste não-paramétrico Us Mann-Whitney para uma amostra independente. As comparações entre os vários grupos G₁ (EF)...

Motivos para a prática de golfe : estudo comparativo em praticantes do desporto escolar e desporto federado

Sá, António José Gonçalves de
Fonte: Universidade da Beira Interior Publicador: Universidade da Beira Interior
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /06/2013 POR
Relevância na Pesquisa
67.55%
O presente estudo objetiva investigar os motivos que levam jovens do desporto escolar e do desporto federado com idades compreendidas entre os nove e 18 anos à prática do golfe. A amostra foi constituída por 44 inquiridos do desporto escolar e 48 do desporto federado num total de 92 inquiridos de várias escolas da região centro. Dentro dos grupos foi estudado os motivos entre género e idade. Os resultados obtidos mostram no grupo do desporto escolar 13,6% de praticantes do género feminino e de 25% no grupo federado. Para a recolha dos dados foi aplicado o “Questionário de Motivação para as atividades Desportivas” (QMAD), versão traduzida e adaptada por Serpa e Frias (1991), constituído na sua totalidade por 30 motivos. Para análise dos dados recorremos à estatística descritiva e indutiva. Pela análise descritiva verificou-se que no grupo federado os motivos com médias mais valoradas para a prática de golfe foi aprender novas técnicas, atingir um nível desportivo mais elevado, divertimento, estar em boa condição física e melhorar capacidades técnicas. No grupo do desporto escolar verificou-se uma variabilidade nos motivos considerados muito importantes. Mas, de uma forma geral os motivos, aprender novas técnicas...

A política desportiva autárquica no desenvolvimento do desporto e no combate ao sedentarismo: Tondela - uma experiência de gestão desportiva na autarquia

Henriques, Carlos Alberto Cardoso
Fonte: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro Publicador: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
46.81%
Dissertação de Mestrado em Ensino de Educação Física, nos Ensinos Básico e Secundário; Um documento que reporte e analise as ações que, profissionalmente, foram realizadas numa determinada instituição ou serviço, para além de um registo histórico, pode constituir um documento de consulta e de promoção de boas-práticas. A atividade profissional que realizámos nos primeiros 13 anos deste século, na Autarquia de Tondela, na coordenação da Divisão de Desporto, alimentou a ideia de a podermos analisar, num relatório que correspondesse à descrição e registo desse percurso e àquilo que de mais relevante foi conseguido em prol das populações que temos tido o privilégio de servir. As autarquias locais são geridas pelas mesmas leis, em todo o território Nacional. Apesar desta normalização, as políticas autárquicas são operacionalizadas de forma diferenciada e obtêm resultados diversos, entre os diferentes municípios. São vários os fatores que contribuem para esta disparidade. Daí que as experiencias autárquicas, mesmo que de áreas temáticas semelhantes, sejam sempre diferentes na sua conceção, na sua organização e nos resultados alcançados. A capacidade de gestão, no que concerne aos decisores políticos...

A influência dos níveis de aptidão física, IMC e obesidade em alunos dos 10 aos 11 anos

Silva, Rui Adolfo Ferreira da
Fonte: Universidade da Beira Interior Publicador: Universidade da Beira Interior
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /06/2013 POR
Relevância na Pesquisa
37.03%
Objetivo: O propósito do presente estudo foi verificar a influência dos níveis de Aptidão Física (ApF), IMC e Obesidade em alunos dos 10 aos 11 anos de idade, de ambos os sexos e por grupos, isto é, alunos que só praticam Educação Física (G₁), alunos que praticam Educação Física e Desporto escolar (G₂) e alunos que praticam Educação Física e Desporto Federado (G₃). Metodologia: A amostra foi constituída por 293 alunos (113 raparigas e 180 rapazes) com idades compreendidas entre os 10 e os 11 anos, sendo dividida pelos seguintes grupos: G₁ com 98 alunos que apenas realizam aulas de Educação Física (EF); G₂ com 94 alunos praticantes de Educação Física (EF) e Desporto Escolar (DE); G₃ com 101 alunos praticantes Educação Física (EF) e Desporto Federado (DF). Os dados foram obtidos a partir da informação recolhida pelos professores nas aulas de Educação Física e da bateria de testes do Fitnessgram. Os procedimentos estatísticos utilizados foram efetuados através do programa “IBM-SPSS versão 20.0” (IBM Corp, EUA). Foi realizada análise descritiva da amostra, com recurso à média e desvio padrão em cada grupo. Para comparar os grupos, foi utilizado o teste não-paramétrico Us Mann-Whitney para uma amostra independente. As comparações entre os vários grupos G₁ (EF)...

Motivos para a prática de golfe : estudo comparativo em praticantes do desporto escolar e desporto federado

Sá, António José Gonçalves de
Fonte: Universidade da Beira Interior Publicador: Universidade da Beira Interior
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /06/2013 POR
Relevância na Pesquisa
67.55%
O presente estudo objetiva investigar os motivos que levam jovens do desporto escolar e do desporto federado com idades compreendidas entre os nove e 18 anos à prática do golfe. A amostra foi constituída por 44 inquiridos do desporto escolar e 48 do desporto federado num total de 92 inquiridos de várias escolas da região centro. Dentro dos grupos foi estudado os motivos entre género e idade. Os resultados obtidos mostram no grupo do desporto escolar 13,6% de praticantes do género feminino e de 25% no grupo federado. Para a recolha dos dados foi aplicado o “Questionário de Motivação para as atividades Desportivas” (QMAD), versão traduzida e adaptada por Serpa e Frias (1991), constituído na sua totalidade por 30 motivos. Para análise dos dados recorremos à estatística descritiva e indutiva. Pela análise descritiva verificou-se que no grupo federado os motivos com médias mais valoradas para a prática de golfe foi aprender novas técnicas, atingir um nível desportivo mais elevado, divertimento, estar em boa condição física e melhorar capacidades técnicas. No grupo do desporto escolar verificou-se uma variabilidade nos motivos considerados muito importantes. Mas, de uma forma geral os motivos, aprender novas técnicas...

A influência do desporto escolar e do desporto federado no auto-conceito dos adolescentes do concelho de Cabeceiras de Basto

Gonçalves, Carlos Manuel Brazeta
Fonte: Universidade da Beira Interior Publicador: Universidade da Beira Interior
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2009 POR
Relevância na Pesquisa
67.37%
Cerca de 25 por cento dos portugueses sofre de depressão. Esta doença mental tem tendência a aumentar, embora passe muitas vezes despercebida. O facto de uma pessoa ter um auto-conceito positivo poderá ajudar na prevenção deste tipo de patologias. A adolescência constitui um período privilegiado de reconstrução e reconhecimento de si próprio. Este trabalho pretendeu compreender qual o sistema desportivo organizado (escolar e federado) que influencia de forma mais positiva o auto-conceito dos adolescentes. A amostra total (n=120) foi composta por um grupo de Não Praticantes (n=40), Praticantes Desporto Escolar (n=40) e um grupo de Praticantes Federados (n=40) do concelho de Cabeceiras de Basto com idade entre os 12 e os 17 anos (média: 14,5 anos – desvio padrão: 1,5). Foi utilizado o Piers-Harris Children’s Self-Concept Scale 2 (PHCSCS 2) adaptado por Veiga (2006) para a população Portuguesa para recolher os resultados relativos ao auto-conceito global e às suas dimensões ansiedade, aspecto comportamental, estatuto intelectual, aparência física, popularidade e satisfação/felicidade. Para comparação das médias obtidas nas dimensões avaliadas foi utilizado o programa SPSS e o teste não paramétrico de Mann-Whitney-U (Wilcoxon W) (p< 0...

Percepções dos professores do desporto escolar sobre a relação entre o sector escolar e o sector federado da Região Autónoma da Madeira

Soares,Jorge
Fonte: Faculdade de Desporto da Universidade do Porto Publicador: Faculdade de Desporto da Universidade do Porto
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/11/2009 PT
Relevância na Pesquisa
67.58%
A Lei Quadro do Sistema Desportivo da Região Autónoma da Madeira5 defende que o desporto escolar deve ser desenvolvido numa relação de articulação com o desporto federado. O estudo seguiu dois objectivos: detectar se os professores envolvidos em cargos no desporto escolar na Madeira também estavam envolvidos no sector federado e conhecer as percepções dos mesmos sobre a relação que deve existir entre ambos os sectores. A amostra contabilizou um total de 255 participantes, representando 98% do universo dos professores do desporto escolar. Para a recolha dos dados foi utilizado um questionário, construídos a partir do estudo de Correia & Rosado4 e adaptado à Madeira a partir do seu programa de actividades7. O tratamento dos dados fez-se através do SPSS e da técnica não paramétrica de independência do Qui-quadrado (p.=0,05). Os resultados identificaram um total de 117 professores (45,9%) envolvidos em cargos no sector federado, sendo o cargo de treinador e a modalidade de futebol, aqueles que maiores percentagens colheram, 73,5% e 30,7%, respectivamente. A maioria dos inquiridos (51,8%) acha que deve existir uma relação mais próxima, de articulação e de cooperação entre o sector escolar e o federado, contra 24...

Etnia e raça no desporto beirense da época colonial: O caso dos “sino-moçambicanos”

Medeiros,Eduardo
Fonte: Centro de Estudos Internacionais Publicador: Centro de Estudos Internacionais
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2013 PT
Relevância na Pesquisa
46.77%
No início da segunda metade do século XX o desporto passou a ter uma dimensão considerável em Moçambique. A influência dos territórios vizinhos sob domínio britânico, os contactos internacionais que tanto a Beira como Lourenço Marques desfrutavam, e a maior facilidade com que se passou a acompanhar o desporto na metrópole colonial promoveram consideravelmente a prática desportiva entre os jovens da população dita civilizada, na qual se integravam os chineses. Desenvolveu-se deste modo um verdadeiro movimento associativo da cultura desportiva. Começarei por mostrar neste artigo a história da prática desportiva e a evolução das instituições do desporto na sociedade colonial da cidade da foz do rio Pungué, mostrando em seguida o envolvimento da comunidade chinesa no desporto federado e amador.