Página 1 dos resultados de 4877 itens digitais encontrados em 0.014 segundos

Estímulo ao desenvolvimento infantil: produção do conhecimento em enfermagem; Stimulus to child development: knowledge production in nursing; Estímulo al desarrollo infantil: producción de conocimiento en enfermería

Falbo, Bruna Cristine Peres; Andrade, Raquel Dully; Furtado, Maria Cândida de Carvalho; Mello, Débora Falleiros de
Fonte: Associação Brasileira de Enfermagem Publicador: Associação Brasileira de Enfermagem
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
66.3%
Este estudo teve como objetivo identificar as ações de enfermagem para estímulo ao desenvolvimento infantil, em periódicos nacionais e internacionais, no período de 2000 a 2009. Revisão integrativa da literatura, nas bases de dados Medline e Lilacs, com análise de quinze artigos. Os resultados apontam o lúdico como essencial ao desenvolvimento infantil, devendo ser explorado pela enfermagem por meio da arte, música, brinquedos e teatro. Amenizar o estresse da hospitalização com adequação ambiental reduz o seu impacto sobre o desenvolvimento infantil. Orientar e intervir nos inter-relacionamentos são ações de enfermagem para o desenvolvimento social e comportamental infantil. Os temas abordados na literatura são fundamentais para uma prática de enfermagem no cuidado integral à saúde da criança.

Monitoramento do desenvolvimento infantil realizado no Brasil; Monitoring of child development held in Brazil; La monitoración del desarrollo infantil realizada en Brasil

Zeppone, Silvio Cesar; Volpon, Leila Costa; Del Ciampo, Luiz Antonio
Fonte: Sociedade de Pediatria de São Paulo Publicador: Sociedade de Pediatria de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
66.34%
OBJETIVO: Revisar a literatura científica para verificar como a vigilância do desenvolvimento infantil vem sendo realizada no Brasil. FONTES DE DADOS: Pesquisa em bases de dados (PubMed, Medline, SciELO e Banco de Teses da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior) sobre estudos das práticas médicas em relação à vigilância e ao monitoramento do desenvolvimento infantil no Brasil, de 2000 a 2011. Os termos usados para pesquisa foram: vigilância de desenvolvimento infantil, intervenção precoce, triagem de desenvolvimento e testes de triagem de desenvolvimento. Foram encontrados dez textos referentes ao tema em estudo. Artigos originais, de revisão e teses foram revisados, bem como as listas de referências das publicações sobre o assunto. SÍNTESE DOS DADOS: Os estudos sobre a prática do monitoramento do desenvolvimento infantil no Brasil apontam uma importante falha, desde a formação do médico pediatra até a prática clínica, em relação a este tema. CONCLUSÕES: Há necessidade urgente, principalmente frente a uma população emergente de prematuros, que os pediatras façam uma reciclagem do conhecimento sobre o desenvolvimento infantil.

Avaliação de tecnologia inovadora para promoção do desenvolvimento infantil, segundo agentes comunitários de saúde; Evaluation of a innovative technology to promote infantile development according to the health community agents

Martins, Juliana
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 16/05/2007 PT
Relevância na Pesquisa
66.32%
Este estudo objetivou contribuir para a avaliação da efetividade da cartilha e do manual "Toda Hora é Hora de Cuidar" do projeto "Nossas Crianças: janelas de oportunidades" (projeto Janelas). Entendendo que o desenvolvimento infantil saudável depende de cuidados afetivos, responsivos e estimulantes, e ambiente promotor de saúde, o projeto Janelas foi desenhado com o objetivo de ampliar as ações das equipes do Programa Saúde da Família (PSF), tendo como princípio superar a abordagem tradicional da assistência, centrada em aspectos biológicos, para outra, voltada a ações integradas, em diferentes níveis, valorizando os cuidados que promovem o desenvolvimento infantil. Está baseado em uma abordagem emancipatória de educação em saúde, visando contribuir para empoderar as famílias na promoção do desenvolvimento infantil, mediante compartilhamento do conhecimento e ampliação de sua participação no processo de atenção à saúde da criança. Para tal, foram elaborados a cartilha e o manual de apoio "Toda hora é hora de cuidar", enquanto tecnologias a serem utilizadas pela equipe de saúde na promoção do desenvolvimento infantil. A cartilha é voltada à família e o manual à equipe de saúde. Abordam temas como: alimentação...

Educação permanente de profissionais de enfermagem da atenção básica à saúde a partir de indicadores clínicos de risco para o desenvolvimento infantil; Continuing education of primary healthcare nursing professionals using Clinical Risk Indicators for Child Development

Tocchio, Andrea Bianchini
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 17/05/2013 PT
Relevância na Pesquisa
66.32%
Introdução: Formações de profissionais de saúde nem sempre abordam a subjetividade do bebê, deixando uma lacuna entre aspectos psíquicos do desenvolvimento infantil e seus eventuais problemas. A educação permanente em saúde (EPS) é uma política de formação de trabalhadores da saúde a partir de estratégias de ensino contextualizadas e participativas para a transformação de práticas. Assim, realizamos uma proposta de educação permanente com estratégias formativas dirigidas às profissionais de enfermagem do município de Embu, com a transmissão de Indicadores Clínicos de Risco para o Desenvolvimento Infantil - IRDI, que verifica a instalação da constituição psíquica e do desenvolvimento do bebê de até 18 meses. Objetivos: Acompanhar efeitos de ações formativas, considerando 2 contextos: em que medida os participantes se apropriam dos fundamentos do IRDI e do aspecto relacional entre bebê e seus familiares, e verificar como os profissionais acompanham a população infantil em seus dispositivos de saúde com o uso do protocolo. Método: Como estratégias formativas, efetuamos uma intervenção em educação permanente ao longo de 1 ano e 6 meses, estruturada com 4 encontros onde foram apresentados aspectos formais das 4 faixas etárias do IRDI...

Desenvolvimento infantil: análise de conceito e revisão dos diagnósticos da NANDA-I; Child development: concept analysis and NANDA-Is diagnoses review

Souza, Juliana Martins de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 29/05/2014 PT
Relevância na Pesquisa
66.34%
O desenvolvimento infantil (DI) é o fenômeno relativo ao período mais vulnerável do desenvolvimento humano e mais responsivo aos estímulos e às terapias, quando necessário. A enfermagem atua na promoção do DI orientando as famílias no atendimento às necessidades essenciais das crianças. No entanto, os diagnósticos de enfermagem da NANDA-I relativos ao desenvolvimento são inconsistentes, dificultando elaborar um plano de cuidados de qualidade. Para que o processo de enfermagem aborde este fenômeno em toda sua complexidade, fez-se necessário revisar o conceito e os diagnósticos de enfermagem relativos ao DI. Objetivos: Realizar análise de conceito do termo DI; validar a definição de DI proposta; revisar os diagnósticos sobre desenvolvimento da NANDA-I; submeter os diagnósticos revisados à análise do conteúdo. Método: Análise de conceito segundo o Modelo Híbrido, em três fases: fase teórica com revisão bibliográfica em 12 bases de dados e livros; fase de campo, com pesquisa qualitativa com profissionais que atendem crianças; fase analítica, de articulação dos dados das fases anteriores e análise segundo a Teoria Bioecológica do Desenvolvimento. A definição de DI obtida pela análise de conceito foi validada por peritos em um grupo focal. Os dados da análise de conceito subsidiaram a revisão dos diagnósticos da NANDA-I...

Habilidades do desenvolvimento infantil em crianças com Doença Falciforme: enfoque na linguagem; Child development skills in sickle cell disease: focus on language

Gejão, Mariana Germano
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 09/09/2014 PT
Relevância na Pesquisa
66.32%
A Doença Falciforme é uma alteração hemolítica hereditária do tipo autossômica recessiva com grande variabilidade clínica e importância epidemiológica envolvendo afrodescendentes. As complicações agudas estão relacionadas geralmente a vaso-oclusão, acarretando dores osteomioarticulares e abdominais e comprometimento crônico de múltiplos órgãos e sistemas. Estas complicações envolvem o sistema nervoso central, provocando acidentes vasculares encefálicos ou infartos cerebrais silenciosos. Há evidências de que o efeito cumulativo destas complicações, associado à fatores socioambientais e ao genótipo interferem no desempenho cognitivo, linguístico, pessoal-social e motor, levando a diminuição do rendimento acadêmico em idade escolar e repercutindo na qualidade de vida destes indivíduos. Os objetivos deste trabalho foram: verificar as habilidades do desenvolvimento infantil, com enfoque na linguagem, em pré-escolares com Doença Falciforme sem AVE comprovado em comparação com crianças saudáveis para a doença; verificar a influência dos aspectos motores, pessoais-sociais e cognitivos no desenvolvimento da linguagem; e verificar a influência de fatores socioambientais no desenvolvimento infantil. Trinta e quatro crianças (17 com Doença Falciforme - GDF e 17 saudáveis para a doença - Grupo controle: GC) com idade entre um ano e cinco anos e 11 meses...

A perspectiva histórico-dialética da periodização do desenvolvimento infantil

Pasqualini, Juliana Campregher
Fonte: Universidade Estadual de Maringá (UEM), Departamento de Psicologia Publicador: Universidade Estadual de Maringá (UEM), Departamento de Psicologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 31-40
POR
Relevância na Pesquisa
66.32%
O presente artigo se propõe uma análise dos estágios do desenvolvimento infantil na perspectiva histórico-cultural. Nele são apresentados os princípios ou fundamentos que devem sustentar a periodização do desenvolvimento na perspectiva de Vigotski, buscando-se evidenciar o caráter histórico e dialético das proposições do autor. São também apontadas, de forma breve, algumas das importantes contribuições de Leontiev e Elkonin a essa temática. Discute-se inicialmente a importância de uma abordagem histórica do desenvolvimento da criança, enfatizando-se a relação criança-sociedade e as condições históricas concretas como determinantes do processo de desenvolvimento infantil. em seguida, são apresentados os fundamentos da periodização das idades na perspectiva vigotskiana, destacando-se a relação entre as proposições do autor e os princípios do método dialético. São então apresentados os estágios do desenvolvimento infantil provisoriamente identificados por Vigotski e, por fim, a análise de Leontiev e Elkonin sobre a periodização do desenvolvimento apoiada na categoria de atividade principal.; El presente artículo propone un análisis del problema de los estadios del desarrollo psíquico en la infancia. Se presentan los fundamentos que deben sustentar la periodicidad del desarrollo en la perspectiva de Vigotski...

Promoção do desenvolvimento infantil

Pires, Maria João Felgueiras
Fonte: Universidade Católica Portuguesa Publicador: Universidade Católica Portuguesa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 19/12/2011 POR
Relevância na Pesquisa
66.35%
O desenvolvimento infantil é um processo complexo que vai desde a concepção, envolvendo vários aspectos, indo desde o crescimento físico, passando pela maturação neurológica, comportamental, cognitiva, social e afectiva da criança. Tendo como objectivo, tornar a criança competente para responder às suas necessidades e às do seu meio. Conceptualizar o que vem a ser desenvolvimento infantil não é tão simples, variando com o referencial teórico que se queira adoptar e os aspectos que se queira abordar. Este relatório apresenta intervenções de enfermagem direccionadas para a promoção do desenvolvimento infantil realizadas ao longo do estágio, destas destaco a identificação de estratégias de enfermagem no âmbito da promoção de saúde, assim como a implementação de estratégias de melhoria dos cuidados baseado no diagnóstico de situação efectuado. Para fundamentar as minhas práticas, baseei-me no Modelo da Promoção da Saúde de Nola Pender, visto ser um instrumento útil para compreender o alcance da prática de enfermagem numa variedade de contextos e situações. A promoção do desenvolvimento infantil é sem dúvida, considerada pelos profissionais de saúde, um elemento crucial na prestação de cuidados à tríade. No entanto...

Desenvolvimento infantil: concordância entre a caderneta de saúde da criança e o manual para vigilância do desenvolvimento infantil

Oliveira,Luddi Luiz de; Costa,Valmara Maxilaine R.; Requeijo,Maira R.; Rebolledo,Rita Santos; Pimenta,Avani de Fátima; Lemos,Stela Maris A.
Fonte: Sociedade de Pediatria de São Paulo Publicador: Sociedade de Pediatria de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2012 PT
Relevância na Pesquisa
66.29%
OBJETIVO: Verificar a concordância entre os instrumentos Caderneta de Saúde da Criança (CSC) e Manual para Vigilância do Desenvolvimento Infantil no contexto da Atenção Integrada às Doenças Prevalentes na Infância (AIDPI) na avaliação do desenvolvimento infantil em crianças de dois a 24 meses. MÉTODOS: Estudo transversal realizado em uma Unidade Básica de Saúde (UBS) de Belo Horizonte de março de 2009 a março de 2010. Após levantamento do número de crianças adscritas às UBS por meio da análise do cartão-espelho de vacinação, caderno de registro do teste do pezinho e dos dados fornecidos por Agentes Comunitários de Saúde, os responsáveis receberam convite verbal ou por telefone (amostragem por conveniência). Participaram da pesquisa 364 das 623 crianças atendidas no local. O desenvolvimento neuropsicomotor foi avaliado por estudantes graduandos em Enfermagem, Fisioterapia, Fonoaudiologia, Medicina, Nutrição e Terapia Ocupacional. Para análise da concordância dos instrumentos, utilizou-se o coeficiente Kappa. RESULTADOS: A Caderneta de Saúde da Criança classificou 115 crianças (31,6%) com algum atraso no desenvolvimento, enquanto o Manual para Vigilância do Desenvolvimento Infantil no Contexto da AIDPI considerou 124 crianças (34...

Monitoramento do desenvolvimento infantil realizado no Brasil

Zeppone,Silvio Cesar; Volpon,Leila Costa; Del Ciampo,Luiz Antonio
Fonte: Sociedade de Pediatria de São Paulo Publicador: Sociedade de Pediatria de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2012 PT
Relevância na Pesquisa
66.32%
OBJETIVO: Revisar a literatura científica para verificar como a vigilância do desenvolvimento infantil vem sendo realizada no Brasil. FONTES DE DADOS: Pesquisa em bases de dados (PubMed, Medline, SciELO e Banco de Teses da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior) sobre estudos das práticas médicas em relação à vigilância e ao monitoramento do desenvolvimento infantil no Brasil, de 2000 a 2011. Os termos usados para pesquisa foram: vigilância de desenvolvimento infantil, intervenção precoce, triagem de desenvolvimento e testes de triagem de desenvolvimento. Foram encontrados dez textos referentes ao tema em estudo. Artigos originais, de revisão e teses foram revisados, bem como as listas de referências das publicações sobre o assunto. SÍNTESE DOS DADOS: Os estudos sobre a prática do monitoramento do desenvolvimento infantil no Brasil apontam uma importante falha, desde a formação do médico pediatra até a prática clínica, em relação a este tema. CONCLUSÕES: Há necessidade urgente, principalmente frente a uma população emergente de prematuros, que os pediatras façam uma reciclagem do conhecimento sobre o desenvolvimento infantil.

Análise da associação entre índices de risco ao desenvolvimento infantil e produção inicial de fala entre 13 e 16 meses

Crestani,Anelise Henrich; Moraes,Anaelena Bragança de; Souza,Ana Paula Ramos de
Fonte: CEFAC Saúde e Educação Publicador: CEFAC Saúde e Educação
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/02/2015 PT
Relevância na Pesquisa
66.3%
OBJETIVOS: investigar a associação entre presença de risco ao desenvolvimento infantil e produção inicial de fala de crianças na faixa de 13 a 16 meses de idade e analisar o valor preditivo dos índices de risco ao desenvolvimento infantil em relação à aquisição inicial da linguagem. MÉTODOS: a amostra foi constituída de 52 díades mães-bebês, seguidas em estudo de coorte de zero aos 18 meses, por meio dos Índices de risco ao desenvolvimento infantil e avaliadas quanto à produção de fala entre 13 e 16 meses por meio de lembranças espontâneas das mães e da observação do comportamento infantil. Os dados foram organizados em categorias e lançados para a análise estatística no aplicativo computacional STATISTICA 9.0. RESULTADOS: a aquisição da linguagem inicial, medida pelo número de palavras faladas pelo bebê, difere de modo significante na presença de riscos ao desenvolvimento na primeira fase (0 - 4 meses) e considerando bebês que apresentaram risco em alguma das quatro fases (0 - 18 meses), visto que bebês com risco apresentam número de produção de vocábulos estatisticamente inferior em relação aos sem risco. CONCLUSÃO: pela análise dos resultados a pesquisa demonstrou associação estatística entre risco ao desenvolvimento infantil e produção inicial de fala. Quanto maior o risco menor a produção de fala.

Estudo da associação entre desenvolvimento infantil e incapacidade ligada a transtorno mental materno; Association study of child development and disability linked to maternal mental disorder

Rodrigues, Sofia Kelly Cavalcante
Fonte: Universidade Federal de Alagoas; BR; Biologia; Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde; UFAL Publicador: Universidade Federal de Alagoas; BR; Biologia; Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde; UFAL
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
66.29%
During early childhood the family ties, mainly with their mothers are essential to the development of the child. One of the risk factors for child development is the impairment of maternal adequate mental health. Our hypothesis is that there is an association between child development and disability from common mental disorders (CMD). Cross-sectional study in which participants were children aged 2 to 6 years of age enrolled in two day care centers and their mothers. The two nurseries are located in the 7th district of the city of Maceió, Alagoas. The children had their development assessed by the Denver II in their personal - social and language dimensions of and the mothers had their mental health assessed by the SRQ-20 and disability associated with the SDS. In addition, a questionnaire was applied for evaluation of the socio-demographic variables and selected risk factors. The percentage of mothers with CMD was high (23.9%), and the percentage of delay in child development was also high (personal social 26.8% and language 52.1%), but there was no statistical association. There was no association between delays in social and personal development as well as development of language with disability associated with maternal CMD (p = 0.99 and p = 0.57 respectively). Logistic regression showed a significant association between delay in social and personal development "age of the child" (OR = 8.07...

Desenvolvimento infantil e programas de estimulação psicossocial com educadoras de creche

Bastos Gomes da Nóbrega, Keise; Claudia Vasconcelos Martins de Souza Lima, Ana (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
PT_BR
Relevância na Pesquisa
66.37%
Introdução: o desenvolvimento infantil é um dos melhores indicadores da saúde da criança, pois está relacionado a uma série de fatores biopsicossociais que estão interligados. As creches vêm sendo um campo para estudos sobre o desenvolvimento, pois têm se tornado uma alternativa para minimizar as condições adversas de crianças em situação de risco. As educadoras de creche podem ser mediadoras de estímulos apropriados que potencializam a capacidade de cada criança, utilizando recursos lúdicos e da própria comunidade. Objetivo: buscar na literatura estudos sobre os efeitos de programas de estimulação psicossocial sobre o desenvolvimento infantil de crianças que freqüentam creches e analisar o impacto de um programa de capacitação de educadoras em estimulação psicossocial sobre o desenvolvimento de crianças que freqüentam creches da Prefeitura do Recife. Métodos: esta dissertação está disposta sob a forma de dois capítulos. O primeiro capítulo consiste em um estudo de revisão bibliográfica abordando os efeitos de programas de estimulação psicossocial sobre o desenvolvimento infantil de crianças que freqüentam creches. O segundo capítulo é um artigo original sobre o impacto de um programa de capacitação de educadoras em estimulação psicossocial sobre o desenvolvimento mental e motor de crianças que freqüentam creches da prefeitura do Recife. Resultados: apesar das controvérsias existentes se a creche teria um efeito protetor ou negativo ao desenvolvimento infantil...

Import?ncia dos condicionantes biol?gicos, socioecon?micos, ambientais e sua representa??o geogr?fica no crescimento e desenvolvimento infantil

Neves, Kelly da Rocha
Fonte: UFVJM Publicador: UFVJM
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
66.29%
ABSTRACT The attendance of the growth and development of a child is one of the basic actions of health turned to the children preconized by the OMS and by the Brazilian Health Department. The objective of this study has been to investigate the influence of biological, socioeconomical and environmental condition in the antropometric growth and the neuro-psychomotor development of children from 24 to 36 months of age, frequenters of a day care in a public system of a municipality in the Alto Vale do Jequitinhonha. Therefore, we adopted anthropometric parameters as weight and stature as measures of growth and the BAYLEY test III for evaluation of the infantile development in the motor, cognition and expressive language. The environments home and day care were evaluated applying the following instruments: Home Observation for Measurement of the Environment e Infant Toddler Environment Rating Scale Recised, both standardized. The economic profile of the population was determined by questionnaire of the Brazilian Association of the Research Enterprise. The socio-demographic characteristics and history of maternal and child health, were collected through a semi-structured questionnaire.The quality of the neighborhood was also investigated by questionnaire itself...

Desenvolvimento infantil e capacitação materna como resultado da aplicação do Programa de Empowerment Parental para o desenvolvimento infantil (PEPDI)

Vilaça, Simão
Fonte: Universidade do Minho Publicador: Universidade do Minho
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em 11/04/2013 POR
Relevância na Pesquisa
66.36%
Tese de Doutoramento Estudos da Criança (especialidade de Saúde Infantil); O presente estudo pretende contribuir para o incremento da compreensão do desenvolvimento infantil. Para o efeito foi analisado o efeito de um programa de formação parental (PEPDI – Programa de Empowerment Parental para o Desenvolvimento Infantil) para o desenvolvimento infantil bem como para a capacitação das competências maternas. Participaram neste ensaio clinico randomizado 411 de díades de mãe/filho, da região do Minho. A amostra foi constituída tendo por base um conjunto de critérios de inclusão como ser RN (recémnascido) de termo, parto eutócico, índice de Apgar superior a 7 e a gravidez ter sido vigiada. Os critérios de exclusão versaram a presença de doença materna de foro mental e família com elementos que apresentavam atraso do desenvolvimento. As díades foram randomizadas em grupo de controlo e experimental. Desenvolvemos e implementamos um programa de intervenção (PEPDI), atendendo ao modelo de promoção da saúde de Nola Pender (2011) e os touchpoints apresentados por Brazelton (1999). As sessões do grupo experimental foram realizadas com cada mãe/filho durante a 1ªsemana de vida, 2º, 4º e 6º mês de vida e incluíam os seguintes conteúdos: (i) comportamento da criança...

Desenvolvimento infantil: o conhecimento das professoras na educação infantil de 0 a 3 anos

Felisbino, Kétuli Mendes
Fonte: Universidade do Extremo Sul Catarinense Publicador: Universidade do Extremo Sul Catarinense
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso - TCC
PT_BR
Relevância na Pesquisa
66.34%
Trabalho de Conclusão de Curso, apresentado para obtenção do grau de licenciatura no curso de Pedagogia da Universidade do Extremo Sul Catarinense, UNESC.; Esse estudo teve como foco principal analisar o conhecimento acerca do desenvolvimento infantil e como este, presumidamente, insere-se na prática pedagógica das professoras na Educação Infantil de 0 a 3 anos. Foi desenvolvida uma pesquisa de campo do tipo exploratória e descritiva com abordagem qualitativa, buscou-se investigar qual a formação das professoras que atuam na educação infantil, qual o conhecimento das professoras sobre o desenvolvimento infantil, se consideram o desenvolvimento infantil no planejamento, e quais teóricos orientam suas práticas. As entrevistadas foram professoras de seis (6) Centros de Educação Infantil da rede municipal de Criciúma. Utilizou-se um questionário com questões abertas para a coleta dos dados. Os dados coletados foram organizados em categorias e analisados a partir do referencial teórico estudado. Conclui-se, o conhecimento em relação ao desenvolvimento infantil insere-se na prática pedagógica dessas professoras de forma limitada, pois diante da pesquisa realizada pode-se perceber que as mesmas não possuem um amplo conhecimento a respeito do desenvolvimento infantil.

A participação dos pais na identificação de situações de risco no desenvolvimento infantil : estudo exploratório com a utilização do Parents' Evaluation of Developmental Status: Developmental Milestones [PEDS:DM]

Gonçalves, Ana Sofia Correia
Fonte: Universidade Técnica de Lisboa Publicador: Universidade Técnica de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2015 POR
Relevância na Pesquisa
66.41%
O rastreio do desenvolvimento consiste numa avaliação breve do desenvolvimento da criança por forma a identificar desvios ou atrasos que justifiquem uma avaliação mais aprofundada do desenvolvimento com vista a uma intervenção precoce e mais eficaz. Sabe-se que o enfoque exclusivo na criança, durante este tipo de avaliação, torna este momento de recolha de informação demasiado redutor e, muitas vezes, não isento de erro pelo que os pais constituem uma importante fonte de informação, dado o seu conhecimento da história da criança, da sua experiência, da sua situação atual e do contexto da própria família. Em Portugal, o rastreio precoce do desenvolvimento é efetuado sobretudo em consultas médicas de rotina, sendo a participação dos pais nestes processos, praticamente inexistente. Neste momento, estão a dar-se os primeiros passos na tradução e adaptação à realidade portuguesa, através de estudos exploratórios, de instrumentos de rastreio do desenvolvimento infantil, como a AGS e PEDS:DM, esperando-se que, num futuro próximo, os pais possam ser chamados a ter uma participação mais ativa em todo o processo de rastreio. O presente trabalho tem como objetivo dar um contributo nesse sentido, tendo sido organizado em diferentes partes ou artigos que pretendem: fazer uma revisão teórica do que já se sabe acerca do desenvolvimento infantil e do envolvimento da família; dar um contributo ao complexo e extensivo processo de adaptação de instrumentos de rastreio à realidade portuguesa...

Concepções sobre desenvolvimento infantil na perspectiva de educadoras em creches públicas e particulares; Conceptions about child development in the perspective of educators in public and private daycare centers; Concepciones sobre el desarrollo infantil en la perspectiva de educadoras en guarderías públicas y privadas

dos Santos, Ellis Regina Ferreira; Ramos, Deborah Dornellas; Salomão, Nádia Maria Ribeiro
Fonte: Instituto de Educação da Universidade do Minho Publicador: Instituto de Educação da Universidade do Minho
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; article Formato: application/pdf
Publicado em 04/12/2015 POR
Relevância na Pesquisa
66.36%
Neste estudo, objetivou-se investigar as concepções de educadoras de creches públicas e particulares sobre desenvolvimento infantil. Desse modo, aplicou-se uma entrevista semiestruturada a 24 educadoras. Os dados foram analisados a partir da técnica de análise de conteúdo categorial temática. De modo geral, verificou-se que, em relação às concepções sobre desenvolvimento infantil, predominou, nos dois grupos de educadoras, a subcategoria Desenvolvimento por estágios. Essas educadoras destacaram o Ambiente sociofamiliar desestruturado e o Despreparo do educador como sendo os principais aspectos desfavoráveis à promoção do desenvolvimento infantil e caracterizaram o desenvolvimento das crianças, quando inseridas narotina da creche, como sendo positivo. Almeja-se, com este estudo, oferecer subsídios para o planejamento de intervenções com vistas a promover o desenvolvimento infantil.; This study aimed to investigate the teachers’ conceptions of child developmentin public and private daycare centers. Therefore, semi structured interviews were applied to 24 teachers. Data were analyzed with the thematic content analysis technique. Generally, it was found that, in what concerns ideas about child development, the subcategory Development by stages predominated in both groups of educators. The teachers high lighted the Unstructured sociofamilial environment and the Unpreparedness of the educators as the main negative points to the promotion of child development and characterized the development of children...

Assessment of the implementation of an educational intervention on developmental surveillance with nurses; Evaluación de la implementación de una intervención educativa en vigilancia del desarrollo infantil con enfermeros; Avaliação da implementação de uma intervenção educativa em vigilância do desenvolvimento infantil com enfermeiros

Reichert, Altamira Pereira da Silva; Vasconcelos, Maria Gorete Lucena de; Eickmann, Sophie Helena; Lima, Marilia de Carvalho
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem Publicador: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf; application/pdf
Publicado em 01/10/2012 POR; ENG
Relevância na Pesquisa
66.32%
The objective of this study was to assess the difficulties experienced by Family Health Strategy nurses in implementing an educational intervention regarding developmental surveillance. A qualitative approach was used with the assistance of eleven nurses, who participated in developmental surveillance workshops in the context of Integrated Management of Childhood Illness. Data were collected from May to June 2009 and were analyzed on the basis of content analysis methodology, using the theme modality. Four thematic nuclei were identified: evaluation of the training course regarding developmental surveillance; difficult areas which hinder the application of the acquired knowledge; facilitating points provided by the course, and practice transformation based on the knowledge acquired during the training course. The study highlighted the urgency of incorporating contents that give priority to questions concerning the infants' developmental surveillance in undergraduate nursing education, as well as in the family health internship.; Investigación que objetivó evaluar las dificultades y facilidades experimentadas por enfermeros de la Estrategia Salud de la Familia durante la implementación de una intervención educativa de vigilancia del desarrollo infantil. Se utilizó abordaje cualitativo...

THE INFLUENCE OF SLEEP DISORDERS ON CHILD DEVELOPMENT; LA INFLUENCIA DE LOS DISTURBIOS DEL SUEÑO EN EL DESARROLLO INFANTIL; A INFLUÊNCIA DOS DISTÚRBIOS DO SONO NO DESENVOLVIMENTO INFANTIL

Cardoso, Maria Vera Lúcia Moreira Leitão; Departamento de Enfermagem Universidade Federal do Ceará -UFC; Lélis, Ana Luíza Paula de Aguiar; Departamento de Enfermagem; Oliveira, Natália Rodrigues; Departamento de Enfermagem Universidade Federal do Ce
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Formato: application/pdf; application/pdf
Publicado em 30/06/2014 POR; ENG
Relevância na Pesquisa
66.29%
Objetivou-se averiguar em publicações científicas a influência dos distúrbios do sono no desenvolvimento infantil. Revisão integrativa da literatura, realizada no mês de dezembro de 2012 e março de 2014 nas bases de dados: LILACS, Pubmed, CINAHL, Scopus e Cochrane, abrangendo o periodo de publicação de 2003 a março de 2014, com os descritores desenvolvimento infantil e distúrbios do sono. Como amostra da pesquisa, foram selecionados oito artigos constantes na base de dados SCOPUS e três na PubMed. Sendo dois desses artigos indexados repetidamente nas duas bases supracitadas. Dessa forma, resultou em uma amostra final de nove artigos publicados entre 2007 e 2013; três são do tipo longitudinal e seis são revisões de literatura. A síntese dos resultados aponta evidências do distúrbio de sono como possível influenciador em alterações no desenvolvimento, principalmente, no aspecto cognitivo e comportamental.; El propósito del estudio fue analizar la influencia de los disturbios del sueño en el desarrollo infantil en publicaciones científicas. Revisión integrativa de la literatura, realizada en diciembre de 2012 y marzo de 2014 en las bases de datos: LILACS, Pubmed, CINAHL, Scopus y Cochrane, abarcando el periodo de publicación de 2003 a marzo de 2014...