Página 1 dos resultados de 7551 itens digitais encontrados em 0.014 segundos

A influência da mortalidade por causas externas no desenvolvimento humano na faixa de fronteira brasileira; The external causes mortality influence upon human development in the brazilian borderland

Castro, José Marcelo de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 25/01/2011 PT
Relevância na Pesquisa
66.24%
A desigualdade sócio-especial é uma característica distinta do Brasil que se expressa em diferentes formas, seja no acesso à educação, à saúde, à política ou à disponibilidade de renda e bens materiais. Estas desigualdades, muitas vezes, são determinantes para limitar as oportunidades dos indivíduos a uma vida longa, saudável e produtiva. No Brasil observa-se um elevado número de óbitos que ocorrem precocemente, reduzindo a expectativa de vida e impactando negativamente no desenvolvimento humano. Este trabalho tem como objetivo estudar o padrão de mortalidade por causas externas na região da faixa de fronteira brasileira entre os anos de 2000 e 2005, abordando o impacto no desenvolvimento humano, em relação aos determinantes geográficos, demográficos, socioeconômicos e temporais. Para a caracterização, a mortalidade foi estratificada por sexo, faixa etária e agregada em regiões e sub-regiões, utilizando o coeficiente de mortalidade geral-CMG, coeficiente de mortalidade específico e a razão de mortalidade proporcional-RPM e Anos potenciais de vida perdidos-APVP e, para a mensuração do impacto da mortalidade por causas externas no desenvolvimento humano, o valor da perda de produção bruta-VPPB e o índice de desenvolvimento humano-IDH. Materiais e Métodos. Este estudo descritivo...

A atenção na constituição do desenvolvimento humano: contribuições da psicologia histórico-cultural; The attention in the constitution of human development: contributions of Historical- Cultural Psychology

Leite, Hilusca Alves
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 01/04/2015 PT
Relevância na Pesquisa
66.29%
A presente pesquisa teve como objeto de estudo o desenvolvimento humano em seu aspecto psicológico, mais especificamente a passagem das funções psicológicas de sua condição primitiva ou reflexa para voluntária ou culturalmente organizada e a reorganização que sofre o córtex cerebral nesta passagem. O objetivo principal consistiu em estudar o desenvolvimento das funções psicologias superiores na sua interfuncionalidade, enfatizando os aspectos do desenvolvimento da atenção no movimento de passagem de sua condição reflexa à voluntária. Como objetivos secundários, pretendeu-se a conhecer como a atenção e seu desenvolvimento são compreendidos no âmbito científico; destacar a importância de um referencial teórico explicativo do desenvolvimento humano que se ancore na discussão das apropriações culturais em detrimento das explicações exclusivamente biológicas; destacar a necessidade dos processos educativos para o desenvolvimento humano, inclusive da atenção voluntária. Para tal, foi desenvolvida uma pesquisa de caráter conceitual, alicerçada no referencial teórico interpretativo da Psicologia Histórico-Cultural, que tem entre seus fundadores os autores russos L.S Vigotski (1896-1934), A.R. Luria (1902-1979) e A.N. Leontiev (1903-1977)...

Impactos potenciais da mudança climática no desenvolvimento humano : uma análise baseada na abordagem das capacitações

Correa Macana, Esmeralda
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
66.31%
O objetivo principal desta dissertação é analisar como a mudança climática pode afetar o processo de desenvolvimento humano. Com esse objetivo, procurou-se identificar, caracterizar e sistematizar os impactos potenciais da mudança climática em dimensões relevantes do desenvolvimento humano, tais como: saúde, educação, meios de subsistência, segurança, valores culturais e relações sociais. O trabalho propõe uma estrutura analítica na qual se identificam relações diretas e indiretas entre os componentes climáticos e do bem-estar humano e definem-se mecanismos que interligam as duas áreas, sendo estes os recursos naturais de água, solo e biodiversidade, assim como os serviços dos ecossistemas. A análise realizada não foi restrita à realidade de um país, ao invés, foram associados elementos tendo em conta as evidências em nível global. O estudo foi baseado na abordagem de desenvolvimento humano fundamentada por Amartya Sen, a qual permitiu considerar um conjunto amplo de dimensões na avaliação do bem-estar, abrangendo as diversas formas em que as pessoas são e podem ser privadas de desfrutar uma vida que eles valoram devido à mudança climática. Através da estrutura analítica proposta neste trabalho e na investigação sistemática de dois corpos de literatura (respectivamente ambiental e de desenvolvimento humano)...

O ÍNDICE DE DESENVOLVIMENTO HUMANO: ADAPTAÇÕES METODOLÓGICAS E PRÁTICAS NO BRASIL

Kieling, Luisa Michels
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: 115 f.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
66.22%
TCC (graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina. Centro Sócio-Econômico. Relações Internacionais.; O trabalho desta monografia diz respeito ao Índice de Desenvolvimento Humano Municipal, suas adaptações metodológicas realizadas em 1998, 2003 e 2013 e sua apropriação pelo governo brasileiro. Para tanto, é analisada a concepção de desenvolvimento humano elaborada no âmbito da Organização das Nações Unidas (ONU), mais especificamente no Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), e difundida por vários países a partir do primeiro Relatório do Desenvolvimento Humano - lançado pela instituição em 1990. Além disso, são analisadas as fontes de dados e indicadores disponíveis a nível municipal no Brasil e 14 políticas públicas que utilizam o IDHM como critério de seleção de municípios. A partir da análise é possível afirmar que cada publicação do IDHM, apesar de computar as mesmas dimensões, traz metodologias diferentes, buscando acompanhar a evolução de novos desafios, mudando para explicitar melhor a realidade e os novos desafios colocados em cada período. Além disso, também é possível afirmar que o indicador é utilizado tanto nas dimensões que aborda diretamente (longevidade...

Significações sobre adolescência e desenvolvimento humano em um projeto social educativo

Araújo, Cláudio Márcio de
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
66.26%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Psicologia, Programa de Pós-Graduação Processos de Desenvolvimento Humano e Saúde, 2008.; A complexidade das condições de desenvolvimento contemporâneas evoca a necessidade de pesquisas que abordem o desenvolvimento humano em sua gênese, e enfoquem as transformações, que ocorrem na linha do tempo, como fenômenos complexos, dinâmicos e situados, interdependentes das interações pessoa-contexto. Adotada essa perspectiva, o fenômeno adolescência deve ser visto como parte do processo de construção do ser humano, que é vivenciado e deve ser compreendido à luz da dinâmica cultural da sociedade. O presente trabalho tem como objetivo analisar concepções sobre adolescência e desenvolvimento presentes em um projeto social educativo e sua relação com significações negociadas por seus participantes. O projeto investigado é vinculado a uma instituição do sistema de ações sócio-educativas da cidade de Goiânia, Estado de Goiás. Participaram da pesquisa: (a) 34 adolescentes, integrantes e ex-integrantes do projeto, com idade entre 12 e 21 anos; (b) profissionais e estagiários que trabalhavam na instituição no período da pesquisa; (c) e o próprio pesquisador. A metodologia envolveu observações etnográficas realizadas ao longo de 5 meses...

A família e a escola como contextos de desenvolvimento humano; Family and school as context for human development; La familia y la escuela como contextos del desarrollo humano

Dessen, Maria Auxiliadora; Polonia, Ana da Costa
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
66.31%
Escola e família constituem dois contextos de desenvolvimento fundamentais para a trajetória de vida das pessoas. Neste artigo, são destacadas as contribuições destes contextos para a promoção do desenvolvimento humano, enfatizando suas implicações nos processos evolutivos. Questões sobre configurações, vínculos familiares e a importância da rede social de apoio para o desenvolvimento da família são discutidas. Focalizam-se as funções da escola, considerando sua influência nas pessoas em desenvolvimento. Apontam-se algumas considerações sobre a necessidade de compreender as inter-relações entre escola e família, visando facilitar a aprendizagem e desenvolvimento humano. A integração entre esses dois contextos é destacada como desafio para a prática profissional e pesquisa empírica. Escola e família constituem dois contextos de desenvolvimento fundamentais para a trajetória de vida das pessoas. Neste artigo, são destacadas as contribuições destes contextos para a promoção do desenvolvimento humano, enfatizando suas implicações nos processos evolutivos. Questões sobre configurações, vínculos familiares e a importância da rede social de apoio para o desenvolvimento da família são discutidas. Focalizam-se as funções da escola...

Gastos públicos e desenvolvimento humano nos estados do Brasil

Sousa, Rossana Guerra de
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Tese
POR
Relevância na Pesquisa
66.32%
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Universidade Federal da Paraíba, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Programa Multiinstitucional e Inter-Regional de Pós-Graduação em Ciências Contábeis, 2014.; Sob o cenário das mudanças promovidas na condução das políticas públicas no Brasil a partir da Constituição de 1988, este estudo teve como objetivo identificar quais as influências das alterações ocorridas nas estruturas de composição dos gastos públicos dos governos estaduais do Brasil sobre o desenvolvimento humano local. O exame foi conduzido através da análise dos gastos dos governos estaduais e dos indicadores de desenvolvimento humano local, no período pós-constitucional, entre os anos de 1988 e 2011. Operacionalmente, os gastos públicos dos estados foram categorizados por sua natureza em Índices de Gastos (IG), composto do gasto social (s), mínimo (m) e econômico (e), seguindo metodologia proposta por Rezende (1997). O desenvolvimento humano foi mensurado incorporando o conceito proposto por Sen (1999), através da criação de um Índice de Desenvolvimento Humano (DH) composto por indicadores de saúde, educação e renda. Para verificar a natureza das relações entre as variáveis, foi concebido um modelo teórico de caráter contábil-social...

A escola como contexto de desenvolvimento humano : possibilidades da prática docente

Anjos, Noélia Martins dos
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
66.26%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação, 2014.; A escola como contexto de desenvolvimento humano revela tensões e contradições próprias das pessoas que a constituem, desafiando a compreensão dos fenômenos que produz. Integram essa percepção aspectos da prática pedagógica nos quais se revelam a permanência de concepções que não contemplam a complexidade e a diversidade presentes nos processos de desenvolvimento humano. Isso tem orientado a ação docente para a repetição e memorização de informações, reduzindo a atuação do professor à transmissão cumulativa de conteúdos. Por outro lado, a escola e a prática docente mantém um importante papel no desenvolvimento cultural, especialmente quando diminui a incidência de atividades que envolvem a dimensão mais estática do conhecimento e avança em proposições podem mobilizar o pensar em sua dimensão mais flexível, base para o desenvolvimento de operações de pensamento mais complexas. Desse modo, essa pesquisa teve por objetivo a análise da escola como contexto de desenvolvimento humano, concentrando-se principalmente na prática pedagógica dos professores, com o propósito de compreender quais aspectos de sua atuação relacionam-se com o desenvolvimento dessas operações. Para isso...

O capital humano: contributo reflexivo para o estudo da relação entre a educação, a economia e o desenvolvimento humano.

Cabugueira, Artur Carlos Crespo Martins
Fonte: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro Publicador: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro
Tipo: Tese de Doutorado
POR
Relevância na Pesquisa
66.33%
Tese de Doutoramento em Ciências da Educação; A razão que nos motivou a efectuar o presente trabalho foi, essencialmente, dar um contributo para o conhecimento das relações estabelecidas entre a educação e o desenvolvimento. Desenvolvimento no seu sentido mais amplo e não somente na acepção tradicional marcada pela sua natureza estritamente económica. Começamos por fazer a análise de alguns conceitos importantes relativos à educação institucional, tendo sublinhado alguns aspectos como a crescente atenção que terá de ser dada à educação ao longo da vida; a progressiva importância da educação para o desenvolvimento humano, substituindo o conceito tradicional de educação que a encara como um simples meio de desenvolvimento entre outros; a necessidade cada vez mais sentida da preparação da educação para o confronto com os grandes desafios que lhe serão colocados no século XXI, decorrentes do fenómeno da globalização duma forma geral e da crescente introdução das novas tecnologias de informação e comunicação no campo do ensino duma forma particular. Procedemos a uma análise da evolução do conceito de desenvolvimento, apresentando os aspectos distintivos relativamente ao de crescimento e fizemos referência aos conceitos de desenvolvimento regional e desenvolvimento social e humano. Concluímos com as seguintes ideias chave: O desenvolvimento é um processo que abarca aspectos de natureza qualitativa relativos ao bem-estar e nível de vida das pessoas que não cabem dentro do conceito de crescimento...

Fecundidade e diferenciais intra-urbanos de desenvolvimento humano, São Paulo, Brasil, 1997

Martins,Cláudia Maria; Almeida,Márcia Furquim de
Fonte: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2001 PT
Relevância na Pesquisa
66.26%
OBJETIVO: Avaliar possíveis divergências no padrão reprodutivo de mulheres residentes em áreas de diferentes níveis de desenvolvimento humano, pela análise de suas taxas de fecundidade total e taxas específicas de fecundidade por idade. MÉTODOS: Foram estudados os 96 distritos do Município de São Paulo, agrupados em cinco áreas segundo ordem crescente dos valores assumidos pelo Indicador de Desenvolvimento Humano. O estudo compreendeu a população feminina de 15 a 49 anos e os nascimentos vivos ocorridos durante o ano de 1997. As fontes de obtenção dos dados foram as declarações de nascidos vivos e a contagem da população 1996. Foram trabalhadas as seguintes variáveis: IDH, distrito de residência e idade da mulher. RESULTADOS: As mulheres residentes na área de menor desenvolvimento humano apresentaram taxa de fecundidade total de 2,62, sendo que a cúspide (151/1.000 filhos por mulheres) situou-se no grupo etário de 20 a 24 anos. Na área de maior indicador de desenvolvimento humano, observou-se menor número médio de filhos por mulher (1,67), e a cúspide (93/1.000 filhos por mulheres) se situou no grupo etário de 25 a 29 anos. CONCLUSÕES: As mulheres residentes nas áreas de maior desenvolvimento humano apresentaram menor número médio de filhos e tendência a tê-los em idades mais avançadas...

A contribuição da vulnerabilidade na determinação do índice de desenvolvimento humano: estudando o estado de Santa Catarina

Silva,Olga Maria Panhoca da; Panhoca,Luiz
Fonte: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva Publicador: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2007 PT
Relevância na Pesquisa
66.24%
O conceito de Desenvolvimento Humano parte do pressuposto de que para aferir o avanço de uma população não se deve considerar apenas a dimensão econômica, mas também outras características sociais, culturais e políticas. O objetivo deste trabalho é avaliar a relação entre a vulnerabilidade e o Desenvolvimento Humano e propor um enfoque para o acompanhamento das metas 4 e 5 do milênio, utilizando como objeto de estudo os municípios do Estado de Santa Catarina. Os dados foram obtidos do Atlas de Desenvolvimento Humano do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento - PNUD, Brasil, do ano de 2000 ¹ e do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE 8,9. Optou-se por uma análise superficial do Estado e posterior detalhamento para todos os municípios através do Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDH-M) de seus componentes e indicadores de vulnerabilidade. Foi verificada a determinação do IDH-M através das variáveis de vulnerabilidade, descritas em quartis para cada grupo de IDH-M. O IDH se mostrou útil para a descrição geral das condições do Estado e para a descriminação dos grupos de municípios. Alguns indicadores, quando desmembrados em grupos, apontam desigualdades significativas.

Contribui????o das a????es de Educa????o Ambiental propostas no PRAPEM para o desenvolvimento humano

Lanznaster, Leonir Claudino
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande Publicador: Universidade Federal do Rio Grande
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
66.31%
Disserta????o (mestrado)-Universidade Federal do Rio Grande, Programa de P??s-Gradua????o em Educa????o Ambiental, Instituto de Educa????o, 2010.; A presente pesquisa tem por objetivo identificar as contribui????es da educa????o ambiental para o desenvolvimento humano das fam??lias rurais envolvidas no projeto Microbacias 2 no munic??pio de Bra??o do Trombudo, considerando as dimens??es ambientais, econ??mica, pol??tica, social e humana. Foi desenvolvido no munic??pio de Bra??o do Trombudo, situado na regi??o do Alto Vale do Itaja??, Santa Catarina, tendo como foco principal as a????es realizadas no PRAPEM/MB2 (Programa de Recupera????o Ambiental e de Apoio ao Pequeno Produtor Rural- Microbacias 2), nas microbacias de Serril e Ribeir??o Vit??ria, no per??odo de dezembro de 2004 a fevereiro de 2008. Esta pesquisa teve como suporte o modelo TBDH (Te??rico Bioecol??gico do Desenvolvimento Humano) de Urie Bronfenbrenner (1994, 1996, 1998), ???que prop??e que o desenvolvimento humano seja estudado atrav??s da intera????o sinerg??tica de quatro n??cleos inter-relacionados: o Processo, a Pessoa, o Contexto e o Tempo??? (KOLLER, 2004, p. 53-54). Durante o levantamento dos dados estivemos inseridos na comunidade por meio do procedimento metodol??gico...

Ponto de cultura e desenvolvimento humano: um estudo de caso na comunidade quilombola Kaonge.

Magalhães, Marize Torres
Fonte: Universidade Federal do Recôncavo da Bahia Publicador: Universidade Federal do Recôncavo da Bahia
Relevância na Pesquisa
66.24%
Esta pesquisa analisou a relação do Ponto de Cultura Expressão Cidadania Quilombola com a promoção do desenvolvimento humano na comunidade do Kaonge. Política pública de incentivo à cultura, o programa Cultura Viva existe desde 2004, pelo Ministério da Cultura e através dos Pontos de Cultura vêm dinamizando as ações culturais já existentes nas comunidades do país. Neste estudo, nosso objetivo foi investigar a contribuição do Ponto de Cultura para o desenvolvimento humano na comunidade quilombola rural do Kaonge. A nossa hipótese foi de que isso poderia ocorrer desde que as ações da organização estivessem trazendo melhorias na comunidade, a partir da teoria do economista indiano Amartya Sen, que propôs um novo conceito de desenvolvimento, atribuído às expansões das liberdades humanas, que segundo ele, é a principal razão para o desenvolvimento humano. Para realizar tal investigação, foi feito um estudo de caso na comunidade quilombola do Kaonge, onde foram realizadas entrevistas e observação não participante. Através de quatro liberdades instrumentais auferidas por Amartya Sen (oportunidades econômicas, aumento das capacitações, facilidades sociais e liberdades políticas) , além de capital social...

Prêmio Atlas do Desenvolvimento Humano no Brasil : coletânea de artigos; Human Development Atlas Premium in Brazil : a collection of articles

Brasil. Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea); Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD); Fundação João Pinheiro (FJP)
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea); Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD); Fundação João Pinheiro (FJP) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea); Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD); Fundação João Pinheiro (FJP)
Tipo: Livros
PT-BR
Relevância na Pesquisa
86.2%
Coletânea de artigos composta de onze textos vencedores do Prêmio Atlas do Desenvolvimento Humano 2015, promovido pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). Os artigos tratam de diversos temas e abordam problematizações sobre a evolução do Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM), bem como cruzamentos com vulnerabilidade social e pobreza, estudos regionais, mortalidade de jovens, pobreza multidimensional, bem-estar urbano, sustentabilidade e gestão pública municipal, entre outros. Visa lembrar alguns pontos de referência básicos do eixo de racionalização da gestão, amplamente subutilizado apesar de previsto na lei, que são as políticas descentralizadas de gestão do desenvolvimento.; 222 p. : il.

O Índice de Desenvolvimento Humano Municipal brasileiro; The Brazilian Municipal Human Development Index

Pinto, Daniela Gomes (Coordenação); Costa, Marco Aurélio (Coordenação); Marques, Maria Luiza de Aguiar (Coordenação)
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Livros
PT-BR
Relevância na Pesquisa
66.25%
Neste livro, são apresentados os principais resultados trazidos pelo novo Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM) para o Brasil e para os municípios brasileiros. As análises apresentam as informações do Brasil e, em seguida, avaliam os resultados dos municípios, tanto para o IDHM geral, como para cada um de seus componentes: IDHM Longevidade, IDHM Educação e IDHM Renda. Mostra também que o IDHM encontrado para o Brasil, em 2010, é de 0,7271. De acordo com as faixas de desenvolvimento humano municipal adotadas pelo Atlas Brasil 2013, o Brasil como um todo se encontra na faixa de Alto Desenvolvimento Humano, melhorando sua classificação em relação aos anos anteriores, quando figurava como Médio Desenvolvimento Humano, em 2000, e de Muito Baixo Desenvolvimento Humano, em 1991. Em termos percentuais, o indicador que apresenta o melhor desempenho para o período de 1991 a 2010 é, também, o IDHM Educação, com uma evolução de 128,3% para o período, tendo crescido 63,4%, entre 1991 a 2000, e 39,7%, entre 2000 e 2010.; 95 p. : il.

A família e a escola como contextos de desenvolvimento humano; La familia y la escuela como contextos del desarrollo humano; Family and school as context for human development

Dessen, Maria Auxiliadora; Polonia, Ana da Costa
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/04/2007 POR
Relevância na Pesquisa
66.27%
Escola e família constituem dois contextos de desenvolvimento fundamentais para a trajetória de vida das pessoas. Neste artigo, são destacadas as contribuições destes contextos para a promoção do desenvolvimento humano, enfatizando suas implicações nos processos evolutivos. Questões sobre configurações, vínculos familiares e a importância da rede social de apoio para o desenvolvimento da família são discutidas. Focalizam-se as funções da escola, considerando sua influência nas pessoas em desenvolvimento. Apontam-se algumas considerações sobre a necessidade de compreender as inter-relações entre escola e família, visando facilitar a aprendizagem e desenvolvimento humano. A integração entre esses dois contextos é destacada como desafio para a prática profissional e pesquisa empírica.; La escuela y la familia constituyen dos contextos del desarrollo fundamentales para la historia de vida de las personas. Resaltamos las contribuciones de ambos contextos para la promoción del desarrollo humano, enfatizando sus implicaciones en los procesos evolutivos. Discutimos cuestiones sobre las configuraciones y vínculos familiares y la importancia de la red social de apoyo para el desarrollo de la familia. Enfatizamos las funciones de la escuela...

O DESENVOLVIMENTO HUMANO NOS MUNICÍPIOS DA MESORREGIÃO NOROESTE PARANAENSE

Paloschi Tomé, Luiz Henrique; Universidade Estadual do Oeste do Paraná; Ferrera de Lima, Jandir; Universidade Estadual do Oeste do Paraná
Fonte: UFPR Publicador: UFPR
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf; application/pdf
Publicado em 29/06/2014 POR
Relevância na Pesquisa
66.24%
O presente artigo analisa o desempenho do Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM) nos municípios que fazem parte da mesorregião Noroeste Paranaense entre 2000 e2010. Aanálise utiliza o IDHM estimado pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). Optou-se pela região Noroeste Paranaense, como objeto dessa análise, devido ao fato dela situar-se entre as mais pobres do Paraná, além de compor a “área estendida”, caracterizada pelo Instituto Paranaense de Desenvolvimento Econômico e Social (IPARDES), como a área que apresenta um conjunto de indicadores de desenvolvimento socioeconômico entre os piores do Estado do Paraná. A pesquisa fez comparativos sobre os resultados do IDHM tanto para os municípios quanto para as microrregiões. Os resultados demonstraram que o conjunto das mesorregiões do Paraná apresentou IDH abaixo de 0,80, considerado indicador de forte desenvolvimento. No caso do Noroeste Paranaense, as microrregiões Paranavaí, Umuarama e Cianorte elevaram seus índices de desenvolvimento humano, saindo da condição de médio para alto. Quando comparadas as mesorregiões do Paraná, constatou-se que as três regiões com maior índice de desenvolvimento também eram as com maior crescimento econômico. Na região Noroeste...

O percurso de vida de ex-presidiários: reflexões sobre prisão e desenvolvimento humano e social

Gonçalves, Paula Teixeira; Centro Universitário de Franca; Ribeiro, Daniela de Figueiredo; Centro Universitário de Franca; Ventura, Carla Aparecida Arena; Centro Universitário de Franca
Fonte: Revista Perspectivas do Desenvolvimento Publicador: Revista Perspectivas do Desenvolvimento
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares; Pesquisa Empírica de Campo Formato: application/pdf
Publicado em 03/08/2015 POR
Relevância na Pesquisa
76.18%
Os objetivos deste trabalho são investigar a vida na prisão na perspectiva de ex-presidiários, sua implicação no desenvolvimento humano e social, compreender modos de vida pré-prisão, verificar a vivência na prisão em termos de cerceamento de direitos e impactos na subjetividade dos presos, compreender o processo de reinserção social pós-prisão e refletir sobre instituição prisional e desenvolvimento. Utilizada a abordagem qualitativa, dividiram-se os dados coletados nos eixos temáticos: antes, durante e depois da prisão. Verificou-se que a maioria dos entrevistados era pobre antes da prisão; durante a prisão, a maioria dos entrevistados tinha relação insegura com outros presos e com funcionários da prisão; após a prisão o relacionamento familiar restou prejudicado e os ex-presos sofreram preconceito social. As considerações finais são no sentido de incentivar a melhoria dos métodos utilizados na política de segurança pública, garantindo a reinserção social dos presos, possibilitando o desenvolvimento humano e social.

A contribuição da vulnerabilidade na determinação do índice de desenvolvimento humano: estudando o estado de Santa Catarina

Silva,Olga Maria Panhoca da; Panhoca,Luiz
Fonte: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva Publicador: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2007 PT
Relevância na Pesquisa
66.24%
O conceito de Desenvolvimento Humano parte do pressuposto de que para aferir o avanço de uma população não se deve considerar apenas a dimensão econômica, mas também outras características sociais, culturais e políticas. O objetivo deste trabalho é avaliar a relação entre a vulnerabilidade e o Desenvolvimento Humano e propor um enfoque para o acompanhamento das metas 4 e 5 do milênio, utilizando como objeto de estudo os municípios do Estado de Santa Catarina. Os dados foram obtidos do Atlas de Desenvolvimento Humano do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento - PNUD, Brasil, do ano de 2000 ¹ e do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE 8,9. Optou-se por uma análise superficial do Estado e posterior detalhamento para todos os municípios através do Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDH-M) de seus componentes e indicadores de vulnerabilidade. Foi verificada a determinação do IDH-M através das variáveis de vulnerabilidade, descritas em quartis para cada grupo de IDH-M. O IDH se mostrou útil para a descrição geral das condições do Estado e para a descriminação dos grupos de municípios. Alguns indicadores, quando desmembrados em grupos, apontam desigualdades significativas.

Fecundidade e diferenciais intra-urbanos de desenvolvimento humano, São Paulo, Brasil, 1997

Martins,Cláudia Maria; Almeida,Márcia Furquim de
Fonte: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2001 PT
Relevância na Pesquisa
66.26%
OBJETIVO: Avaliar possíveis divergências no padrão reprodutivo de mulheres residentes em áreas de diferentes níveis de desenvolvimento humano, pela análise de suas taxas de fecundidade total e taxas específicas de fecundidade por idade. MÉTODOS: Foram estudados os 96 distritos do Município de São Paulo, agrupados em cinco áreas segundo ordem crescente dos valores assumidos pelo Indicador de Desenvolvimento Humano. O estudo compreendeu a população feminina de 15 a 49 anos e os nascimentos vivos ocorridos durante o ano de 1997. As fontes de obtenção dos dados foram as declarações de nascidos vivos e a contagem da população 1996. Foram trabalhadas as seguintes variáveis: IDH, distrito de residência e idade da mulher. RESULTADOS: As mulheres residentes na área de menor desenvolvimento humano apresentaram taxa de fecundidade total de 2,62, sendo que a cúspide (151/1.000 filhos por mulheres) situou-se no grupo etário de 20 a 24 anos. Na área de maior indicador de desenvolvimento humano, observou-se menor número médio de filhos por mulher (1,67), e a cúspide (93/1.000 filhos por mulheres) se situou no grupo etário de 25 a 29 anos. CONCLUSÕES: As mulheres residentes nas áreas de maior desenvolvimento humano apresentaram menor número médio de filhos e tendência a tê-los em idades mais avançadas...