Página 1 dos resultados de 1010 itens digitais encontrados em 0.006 segundos

Uma analise multidiciplinar da relação entre inteligencia e desempenho academico em universitarios ingressantes

Alicia Maria Hernandez Munhoz
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 26/02/2004 PT
Relevância na Pesquisa
66.56%
UMA ANÁLISE MULTIDIMENSINAL DA RELAÇÃO ENTRE A INTELIGÊNCIA E O DESEMPENHO ACADÊMICO EM UNIVERSITÁRIOS. Munhoz, A.M.H. (2002) Baseando-se na Teoria Cattell-Horn-Carroll das habilidades cognitivas, o presente estudo teve como objetivo analisar as possíveis correlações entre o desempenho cognitivo e o acadêmico tendo como sujeitos estudantes universitários. Parte de um projeto mais amplo do grupo de avaliação de habilidades básicas em estudantes universitários, GAHB, os objetivos específicos do presente estudo foram: verificar o poder preditivo das provas de raciocínio para o sucesso acadêmico; verificar o poder preditivo das provas do vestibular para o sucesso acadêmico; identificar quais habilidades cognitivas são relevantes para o sucesso acadêmico nos diferentes cursos; verificar quais as diferenças de desempenho nas provas de raciocínio entre os gêneros; verificar quais as diferenças de desempenho nas provas de raciocínio entre estudantes oriundos de escola pública e particular; verificar quais as diferenças de desempenho no vestibular entre os gêneros; verificar quais as diferenças de desempenho no vestibular entre estudantes oriundos de escola pública e particular. Participaram deste estudo a amostra de 1998 do banco de dados do projeto do GAHB...

Controle percebido, desempenho acadêmico e racionalidade : um estudo à luz da teoria da perspectiva com estudantes de Ciências Contábeis na UFRN

Taveira, Lis Daiana Bessa
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
66.55%
Dissertação (mestrado)—UnB/UFPB/UFRN, Programa Multiinstitucional e Inter-regional de Pós-graduação em Ciências Contábeis, 2014.; Este trabalho teve o objetivo de identificar quais influências o desempenho acadêmico, o controle percebido e as decisões racionais, sob a ótica da teoria da perspectiva, guardam entre si em amostra de alunos de graduação de Ciências Contábeis no município de Natal – RN. A pesquisa contribui no sentido de investigar a relação do trinômio “controle, racionalidade e desempenho acadêmico”, averiguando se a amostra que apresenta maior desempenho acadêmico tende a ser mais racional, e se o controle percebido está presente nesse processo. Tal relação envolve as escolhas oriundas de aspectos financeiros, pautados pela teoria da perspectiva (KAHNEMAN; TVERSKY, 1979). A pesquisa é caracterizada como descritiva e exploratória, e utilizou a técnica de Stuctural Equation Modelling (SEM) para relacionar causa e efeito das variáveis investigadas (controle percebido, racionalidade e desempenho acadêmico). Os achados apontaram que o desempenho acadêmico foi identificado como um axioma no sentido de formar profissionais mais racionais no mercado, visto que a racionalidade apresentou um ponto de partida de grande significância para explicar essa relação. Nesse sentido...

Contribuição da avaliação do processamento auditivo no estudo do desempenho académico

Nunes, Cristiane L.; Pereira, Liliane Desgualdo; Carvalho, Graça Simões de
Fonte: Universidade do Minho. Centro de Investigação em Estudos da Criança (CIEC) Publicador: Universidade do Minho. Centro de Investigação em Estudos da Criança (CIEC)
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em 19/07/2011 POR
Relevância na Pesquisa
66.57%
O processamento auditivo central está relacionado com a capacidade do indivíduo analisar e interpretar os eventos acústicos recebidos pelo sistema auditivo, os quais estão intrinsecamente relacionados com o desenvolvimento da linguagem e a aprendizagem. Neste estudo aplicámos oito testes de avaliação do processamento auditivo (PA) em crianças dos 10 aos 13 anos e comparámos os resultados com o seu desempenho académico. A amostra foi constituída por 20 crianças com bom desempenho académico (notas de 4,0 a 5,0) e 31 crianças com fraco desempenho académico (notas de 0,0 a 3,9). A análise estatística mostrou que dois dos testes (teste MSV e teste PD) discriminam significativamente os dois grupos de alunos e que há correlação entre o perfil académico e o fraco desempenho nalguns testes do processamento auditivo. Os resultados mostram a existência de correlação entre o desempenho académico e a dificuldade de analisar os sons recebidos, o que evidencia a relevância da avaliação das vias auditivas em crianças com baixo desempenho académico.; Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT) - CIEC unidade de investigação 317

A relação entre o desempenho académico, a percepção do clima de sala de aula, as emoções e as percepções

Pereira, Marisa Catarina Rodrigues
Fonte: Instituto Universitário de Ciências Psicológicas, Sociais e da Vida Publicador: Instituto Universitário de Ciências Psicológicas, Sociais e da Vida
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2014 POR
Relevância na Pesquisa
66.53%
O ambiente académico apresenta-se como um contexto multidimensional, que interage com inúmeros fatores de ordem contextual, social e pessoal que possuem uma relação determinante no desenvolvimento de qualquer jovem. Deste modo, o presente estudo, pretende conhecer um pouco mais deste contexto multidimensional e compreender detalhadamente a relação existente entre variáveis como o desempenho académico, a perceção do clima de sala de aula de matemática, as auto-perceções e as emoções experienciadas em ambiente sala de aula. Para a análise destas relações, este estudo contou com a participação de 717 alunos do 7º ano de escolaridade, que responderam à escala adaptada de emoções de realização (AEQ), escala de autoconceito e auto-estima e à escala de perceção do clima de sala de aula a matemática. Os resultados obtidos no presente estudo, permitem afirmar que o desempenho académico se encontra associado à perceção do clima sala de aula global e à perceção do suporte social proveniente dos professores ou colegas, relacionando-se ainda com o autoconceito académico, social e de apresentação, bem como com as emoções. Constatou-se ainda uma relação entre as emoções, a auto-estima e o autoconceito...

Relação entre regulação para a aprendizagem e perceção de clima de sala de aula em função do desempenho académico

Ribeiro, Ana Filipa Silva
Fonte: Instituto Universitário de Ciências Psicológicas, Sociais e da Vida Publicador: Instituto Universitário de Ciências Psicológicas, Sociais e da Vida
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2014 POR
Relevância na Pesquisa
66.47%
Dissertação de Mestrado apresentada ao ISPA - Instituto Universitário; Neste estudo tentou-se perceber se existe uma relação entre a regulação para a aprendizagem dos alunos do 4º ano de escolaridade e as suas perceções de clima de sala de aula, bem como o papel do desempenho académico. Participaram neste estudo 164 alunos pertencentes a cinco escolas da área de Lisboa. Como instrumentos utilizaram-se três questionários para medir a regulação para a aprendizagem dos alunos, a sua perceção do feedback do professor e do clima de sala de aula; os professores preencheram um questionário relativo ao desempenho académico dos seus alunos. Concluiu-se que níveis de regulação para a aprendizagem mais intrínsecos se relacionam com as perceções dos participantes face ao suporte do professor e dos colegas, as suas atitudes face à aprendizagem e encararem o clima de sala de aula como cooperativo; perceções de clima de sala de aula competitivo correlacionam-se positivamente com tipos de regulação mais extrínsecos. Verificou-se também que alunos com um desempenho elevado possuem níveis de regulação para a aprendizagem mais intrínsecos e o suporte por parte do professor é percecionado como mais positivo; se os alunos possuem um desempenho académico baixo...

Detecção de padrões de desempenho académico no ensino superior

Ramos, Luis Pedro Albano
Fonte: Universidade Nova de Lisboa Publicador: Universidade Nova de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /03/2012 POR
Relevância na Pesquisa
66.5%
O paradigma de avaliação do ensino superior foi alterado em 2005 para ter em conta, para além do número de entradas, o número de alunos diplomados. Esta alteração pressiona as instituições académicas a melhorar o desempenho dos alunos. Um fenómeno perceptível ao analisar esse desempenho é que a performance registada não é nem uniforme nem constante ao longo da estadia do aluno no curso. Estas variações não estão a ser consideradas no esforço de melhorar o desempenho académico e surge motivação para detectar os diferentes perfis de desempenho e utilizar esse conhecimento para melhorar a o desempenho das instituições académicas. Este documento descreve o trabalho realizado no sentido de propor uma metodologia para detectar padrões de desempenho académico, num curso do ensino superior. Como ferramenta de análise são usadas técnicas de data mining, mais precisamente algoritmos de agrupamento. O caso de estudo para este trabalho é a população estudantil da licenciatura em Eng. Informática da FCT-UNL. Propõe-se dois modelos para o aluno, que servem de base para a análise. Um modelo analisa os alunos tendo em conta a sua performance num ano lectivo e o segundo analisa os alunos tendo em conta o seu percurso académico pelo curso...

Criatividade, autoconceito e desempenho académico em estudantes universitários de artes e ciências

Santos, Sara Daniela da Silva
Fonte: Universidade da Beira Interior Publicador: Universidade da Beira Interior
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2012 POR
Relevância na Pesquisa
66.5%
Os obectivos principais desta dissertação focaram-se na análise das relações entre pensamento divergente, auto-conceito e desempenho académico em estudantes do Ensino Superior de cursos de artes e de ciências, assim como analisar possíveis diferenças nestas variáveis entre os estudantes destas duas áreas de formação. Os objectivos secundários prenderam-se com a análise de diferenças de género e de correlações entre a satisfação com o curso e o pensamento divergente, o auto-conceito e o desempenho académico. Foram utilizados os seguintes instrumentos: Torrance Tests of Creative Thinking (TTCT), The Self Perception Profile for College Students (SPPCS); e um questionário de dados sócio-demográficos, académicos e de saúde. A amostra foi constituída por 130 estudantes universitários do 3º ano de licenciatura de cursos de artes (76 estudantes) e de ciências (54 estudantes). As idades variaram entre os 18 e os 71 anos, situando-se a média nos 23,8 anos (dp=7,95). De acordo com os resultados correlacionais obtidos, quanto maior a originalidade, melhor a auto-percepção de criatividade e mais elevada a média actual no curso. Quanto melhor a abstracção de títulos, melhor a apreciação global. Quanto maior a fluência e a elaboração...

Repertório de habilidades sociais, problemas de comportamento, autoconceito e desempenho acadêmico de crianças no início da escolarização

Cia,Fabiana; Barham,Elizabeth Joan
Fonte: Programa de Pós-Graduação em Psicologia, Pontifícia Universidade Católica de Campinas Publicador: Programa de Pós-Graduação em Psicologia, Pontifícia Universidade Católica de Campinas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2009 PT
Relevância na Pesquisa
66.52%
Este estudo teve por objetivo relacionar o desenvolvimento socioemocional (repertório de habilidades sociais, problemas de comportamento, autoconceito) e o desempenho acadêmico de crianças. Participaram 97 pais e mães, 99 crianças (primeira e segunda séries) e 20 professoras. O repertório de habilidades sociais e os problemas de comportamento das crianças foram avaliados por ambos os pais, professoras e crianças por meio da Social Skills Rating Scale. O autoconceito das crianças foi autoavaliado com o Self-discription Questionnaire 1; o desempenho acadêmico foi avaliado pelas professoras com base na Social Skills Rating Scale e, posteriormente, junto às crianças, usando o Teste de Desempenho Escolar. Pôde-se verificar que o repertório de habilidades sociais, o autoconceito e o desempenho acadêmico das crianças estavam positivamente correlacionados entre si. Além disso, essas três variáveis estavam negativamente correlacionadas com os problemas de comportamento das crianças. Esses resultados são sugestivos da relação entre o desenvolvimento socioemocional e o desempenho acadêmico de crianças em fase de transição escolar e dos benefícios de programas para promover habilidades durante este período, em qualquer uma das áreas...

A relação entre o envolvimento paterno e o desempenho acadêmico dos filhos

Cia,Fabiana; D´Affonseca,Sabrina Mazo; Barham,Elizabeth Joan
Fonte: Universidade de São Paulo, Faculdade de Filosofia Ciências e Letras de Ribeirão Preto Publicador: Universidade de São Paulo, Faculdade de Filosofia Ciências e Letras de Ribeirão Preto
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2004 PT
Relevância na Pesquisa
66.53%
O objetivo deste trabalho foi o de estudar o impacto da qualidade do relacionamento entre pai e filho sobre o desempenho acadêmico de crianças escolares. Participaram deste estudo 58 pais e seus filhos da 5ª e 6ª séries. Os pais preencheram o questionário "Qualidade da interação familiar na visão paterna" e os filhos preencheram o questionário "Interação pai-filho". Para investigar como o envolvimento dos pais afetou o desempenho acadêmico dos seus filhos, as crianças foram avaliadas com o "Teste de Desempenho Escolar". Observou-se que, quanto maior a freqüência de comunicações entre pai e filho e quanto maior o envolvimento dos pais nas atividades escolares, culturais e de lazer do filho, melhor o desempenho acadêmico das crianças. Tais resultados demonstram a importância do pai para o desempenho acadêmico dos filhos e apontam para a necessidade de educar os homens para conhecerem as muitas ações que podem melhorar seu desempenho enquanto pais.

O impacto do envolvimento parental no desempenho acadêmico de crianças escolares

Cia,Fabiana; Pamplin,Renata Christian de Oliveira; Williams,Lúcia Cavalcanti de Albuquerque
Fonte: Departamento de Psicologia - Universidade Estadual de Maringá Publicador: Departamento de Psicologia - Universidade Estadual de Maringá
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2008 PT
Relevância na Pesquisa
66.47%
O objetivo deste trabalho foi estudar a relação entre o envolvimento dos pais na educação dos filhos e o desempenho acadêmico destes. Participaram deste estudo 110 crianças da 4ªsérie do Ensino Fundamental. As crianças preencheram o questionário " Qualidade da interação familiar na visão dos filhos" e foram avaliadas usando-se o Teste de Desempenho Escolar - TDE. Observou-se que quanto maior a freqüência de comunicações entre ambos os pais e seus filhos e a participação de ambos os pais nas atividades escolares, culturais e de lazer dos filhos, melhor o desempenho acadêmico das crianças. Tais resultados sugerem a importância do envolvimento parental no desempenho acadêmico dos filhos e, em caso de déficits nessa área, a necessidade de programas, visando melhorar a qualidade das interações entre pais e filhos.

Percepção de controle sobre o desempenho acadêmico de crianças em situação de pobreza

Mayer,Lísia Ramos; Koller,Sílvia Helena
Fonte: Associação Brasileira de Psicologia Escolar e Educacional (ABRAPEE) Publicador: Associação Brasileira de Psicologia Escolar e Educacional (ABRAPEE)
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2000 PT
Relevância na Pesquisa
66.5%
de crianças em situação de pobreza. Sessenta e um estudantes de primeira série do Ensino Fundamental, 30 meninos e 31 meninas, com sete a oito anos de idade responderam a uma escala de controle percebido (CAMI - Control, Agency, Means-Ends Interview) que avalia crenças de expectativas de controle, de capacidade e de estratégia com relação ao desempenho acadêmico. O desempenho acadêmico foi avaliado através do TOE (Teste de Desempenho Acadêmico) e dos resultados dos escores aprovado/reprovado no ano letivo. Análises correlacionais demonstraram relação entre controle percebido e desempenho acadêmico. Análises de variância revelaram diferenças na percepção de controle entre os grupos de idade e de gênero.

O bom é meu, o ruim é seu: perspectivas da teoria da atribuição sobre o desempenho acadêmico de alunos da graduação em Ciências Contábeis

Cornachione Junior,Edgard Bruno; Cunha,Jacqueline Veneroso Alves da; De Luca,Márcia Martins Mendes; Ott,Ernani
Fonte: Universidade de São Paulo, Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Departamento de Contabilidade e Atuária Publicador: Universidade de São Paulo, Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Departamento de Contabilidade e Atuária
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2010 PT
Relevância na Pesquisa
66.57%
A maneira como os alunos compreendem e raciocinam sobre seus desempenhos acadêmicos, qualificando-os como superior ou inferior, tende a ser associada a elementos atributivos comuns, descritos pela literatura relacionada à teoria da atribuição. O objetivo geral deste estudo foi investigar a existência de associação entre elementos atributivos comuns na literatura e o desempenho acadêmico de alunos da graduação em ciências contábeis de quatro universidades em quatro diferentes Estados brasileiros (Ceará, São Paulo, Minas Gerais, e Rio Grande do Sul). O instrumento de coleta de dados foi um questionário respondido por 826 alunos. Dentre os principais resultados, constatou-se que 68% dos alunos que consideram seu desempenho acadêmico superior o atribuem ao seu próprio esforço, enquanto menos de 10% o relacionam a causas externas. Daqueles que avaliaram seu desempenho acadêmico como inferior quase 24% relacionam esse fracasso a causas externas (família, provas, colegas e professores). Quando questionados sobre os fatores que explicariam o desempenho de alunos de outras instituições, os resultados apontaram em direção oposta, ou seja, sucesso acadêmico relacionado, com maior frequência, a causas externas e fracasso...

Práticas educativas parentais: influência na auto estima, na qualidade de vida e no desempenho académico de estudantes do ensino secundário.

Dias, Ana Sofia Moura Fernandes
Fonte: Universidade Portucalense Publicador: Universidade Portucalense
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2013 POR
Relevância na Pesquisa
66.5%
Estudos empíricos mostram que as práticas educativas parentais têm um pa fulcral para o desenvolvimento e ajustamento psicológico das crianças e jovens, nomeadamente para o seu desempenho académico, qualidade de v e autoestima. Este estudo teve como objetivo analisar a relação entre as práticas educativas parentais, desempenho académico, qualidade de vida e autoestima em alunos do ensino secundário. Visou, ainda, examinar se as práticas educativas parentais eram preditoras do desempenho académico, qualidade de vida e da autoestima dos estudantes. A amostra envolveu 68 adolescentes (19 do sexo masculino e 49 do sexo feminino), com idades entre os 17 e os 20 anos, recrutados numa esco secundária. Os resultados mostram que: 1) existem associações significati entre as práticas educativas parentais e o desempenho académico; o dom físico, psicológico e ambiente, da qualidade de vida; e a autoestima, 2) as práticas educativas parentais são preditoras significativas do domínio físico ambiente, da qualidade de vida, e da autoestima. Desta forma, suporta a influência das práticas educativas parentais na qualidade de vida e autoest de estudantes do ensino secundário. Sugere-se, no entanto...

O bom é meu, o ruim é seu: perspectivas da teoria da atribuição sobre o desempenho acadêmico de alunos da graduação em Ciências Contábeis; Good is mine, bad is yours: perspectives of attribution theory on academic performance of Accounting Majors

CORNACHIONE JUNIOR, Edgard Bruno; CUNHA, Jacqueline Veneroso Alves da; DE LUCA, Márcia Martins Mendes; OTT, Ernani
Fonte: Universidade de São Paulo, Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Departamento de Contabilidade e Atuária Publicador: Universidade de São Paulo, Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Departamento de Contabilidade e Atuária
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
66.57%
A maneira como os alunos compreendem e raciocinam sobre seus desempenhos acadêmicos, qualificando-os como superior ou inferior, tende a ser associada a elementos atributivos comuns, descritos pela literatura relacionada à teoria da atribuição. O objetivo geral deste estudo foi investigar a existência de associação entre elementos atributivos comuns na literatura e o desempenho acadêmico de alunos da graduação em ciências contábeis de quatro universidades em quatro diferentes Estados brasileiros (Ceará, São Paulo, Minas Gerais, e Rio Grande do Sul). O instrumento de coleta de dados foi um questionário respondido por 826 alunos. Dentre os principais resultados, constatou-se que 68% dos alunos que consideram seu desempenho acadêmico superior o atribuem ao seu próprio esforço, enquanto menos de 10% o relacionam a causas externas. Daqueles que avaliaram seu desempenho acadêmico como inferior quase 24% relacionam esse fracasso a causas externas (família, provas, colegas e professores). Quando questionados sobre os fatores que explicariam o desempenho de alunos de outras instituições, os resultados apontaram em direção oposta, ou seja, sucesso acadêmico relacionado, com maior frequência, a causas externas e fracasso...

Qualidade de vida e desempenho academico de graduandos; Quality of life and academic performance in college students

Jose Ari Carletti de Oliveira
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 25/08/2006 PT
Relevância na Pesquisa
66.48%
A procura da qualidade de vida (QV) tem mostrado ser um forte elemento motivador para o comportamento e as conquistas humanas e tem merecido destaque nas pesquisas de forma crescente nos últimos anos. O interesse principal deste trabalho é estudar a associação que a qualidade de vida apresenta, utilizando seus domínios físico, psicológico, as relações sociais e o meio ambiente, e as facetas que os compõem. Para tal, foi utilizado o instrumento de qualidade de vida geral da Organização Mundial de Saúde, o WHOQOL breve e o questionário de caracterização socioeconômica; o rendimento acadêmico determinado pela média das notas das disciplinas cursadas no semestre. A amostra foi constituída por 431 alunos de ambos os sexos de seis diferentes cursos (Odontologia, Farmácia, Administração, Engenharia, Psicologia e Direito) de uma universidade confessional do estado de São Paulo, dos turnos diurno e noturno, sendo uma turma do segundo semestre e outra do último de cada curso. Os resultados mostraram que os alunos apresentam boa QV, sem atingir a excelência em nenhum dos domínios que descrevem essa variável. As diferenças significativas observadas entre as médias de QV ocorreram a favor dos alunos do turno noturno no domínio relações sociais...

Emoções, motivação e desempenho académico em alunos do 9º ano de escolaridade

Teles, Inês Margarida Ribeiro
Fonte: Instituto Universitário de Ciências Psicológicas, Sociais e da Vida Publicador: Instituto Universitário de Ciências Psicológicas, Sociais e da Vida
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2012 POR
Relevância na Pesquisa
66.52%
Dissertação de Mestrado apresentada ao ISPA - Instituto Universitário; As emoções podem induzir e modular o interesse dos alunos, assim como podem ter influência no desempenho académico dos alunos, influenciando a sua motivação e esforço, a utilização de estratégias de aprendizagem e a disponibilidade de recursos cognitivos necessários para a aprendizagem e desempenho. Assim sendo, este estudo tem como principal objectivo a identificação dos diversos tipos de emoções experienciadas pelos alunos, em relação à disciplina de matemática, nomeadamente em situação de aula e em situação de estudo, em função do género dos alunos, e do seu desempenho académico. O estudo procura, igualmente, analisar as relações das emoções com a motivação. Participaram no estudo 124 alunos do 9º ano de escolaridade, que responderam à escala das emoções de realização (AEQ) e à escala de orientações motivacionais de Skaalvik. Os resultados obtidos no presente estudo, permitem afirmar que as emoções positivas, se encontram associadas ao facto do aluno ser do género masculino, ao facto de ter um desempenho académico positivo e o facto estarem orientados para a tarefa e para auto-valorização. Por conseguinte...

Criatividade, autoconceito e desempenho académico em estudantes universitários de artes e ciências

Santos, Sara Daniela da Silva
Fonte: Universidade da Beira Interior Publicador: Universidade da Beira Interior
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2012 POR
Relevância na Pesquisa
66.5%
Os obectivos principais desta dissertação focaram-se na análise das relações entre pensamento divergente, auto-conceito e desempenho académico em estudantes do Ensino Superior de cursos de artes e de ciências, assim como analisar possíveis diferenças nestas variáveis entre os estudantes destas duas áreas de formação. Os objectivos secundários prenderam-se com a análise de diferenças de género e de correlações entre a satisfação com o curso e o pensamento divergente, o auto-conceito e o desempenho académico. Foram utilizados os seguintes instrumentos: Torrance Tests of Creative Thinking (TTCT), The Self Perception Profile for College Students (SPPCS); e um questionário de dados sócio-demográficos, académicos e de saúde. A amostra foi constituída por 130 estudantes universitários do 3º ano de licenciatura de cursos de artes (76 estudantes) e de ciências (54 estudantes). As idades variaram entre os 18 e os 71 anos, situando-se a média nos 23,8 anos (dp=7,95). De acordo com os resultados correlacionais obtidos, quanto maior a originalidade, melhor a auto-percepção de criatividade e mais elevada a média actual no curso. Quanto melhor a abstracção de títulos, melhor a apreciação global. Quanto maior a fluência e a elaboração...

A relação entre o envolvimento paterno e o desempenho acadêmico dos filhos; The relationship between father involvement and children's academic performance

Cia, Fabiana; D´Affonseca, Sabrina Mazo; Barham, Elizabeth Joan
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/12/2004 POR
Relevância na Pesquisa
66.53%
O objetivo deste trabalho foi o de estudar o impacto da qualidade do relacionamento entre pai e filho sobre o desempenho acadêmico de crianças escolares. Participaram deste estudo 58 pais e seus filhos da 5ª e 6ª séries. Os pais preencheram o questionário "Qualidade da interação familiar na visão paterna" e os filhos preencheram o questionário "Interação pai-filho". Para investigar como o envolvimento dos pais afetou o desempenho acadêmico dos seus filhos, as crianças foram avaliadas com o "Teste de Desempenho Escolar". Observou-se que, quanto maior a freqüência de comunicações entre pai e filho e quanto maior o envolvimento dos pais nas atividades escolares, culturais e de lazer do filho, melhor o desempenho acadêmico das crianças. Tais resultados demonstram a importância do pai para o desempenho acadêmico dos filhos e apontam para a necessidade de educar os homens para conhecerem as muitas ações que podem melhorar seu desempenho enquanto pais.; The aim of this paper was to study the impact of the quality of the father-child relationship on children's academic performance. A total of 58 fathers and their children (in the fifth and sixth grades) participated in this study. The fathers completed a questionnaire...

Academic performance of Brazilian middle school children as assessed by an adaptation of the wide range achievement test (WRAT 3); Desempenho acadêmico de estudantes do segundo segmento do ensino fundamental examinado por uma adaptação do wide range achievement test (WRAT 3)

Brito, Gilberto N. O.
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/08/2012 ENG
Relevância na Pesquisa
66.48%
OBJECTIVE: to assess the academic performance of Brazilian children by an adaptation of the Blue and Tan forms of the WRAT3 (Brazil - WRAT 3). METHODS: the performance of 722 children (281 boys and 441 girls with mean age of 13.5 years, SD = 1.4) was evaluated. The data were subjected to multivariate statistical analysis to determine the relationships between performance on Spelling, Arithmetic and Reading and demographic characteristics of the children, history of grade failure, handedness, and auditory and visual dysfunction. RESULTS: the form (Blue vs Tan) of the test had a significant effect on performance and so the data were analyzed separately for each form of the Brazil-WRAT3. It was found that sex, ethnic group, paternal and maternal occupation and history of the grade failure were significantly related to performance on Spelling, Arithmetic and Reading of both forms. Furthermore, age and handedness had significant effects on the overall performance of the subtests of the Blue form and children with auditory or visual dysfunction performed the subtests of the Tan form worse than normal children. CONCLUSION: it is possible that the profile of the academic performance of Brazilian public school children shown in this study is associated with more fundamental aspects of language skills and research along this direction is currently underway.; OBJETIVOS: examinar o desempenho acadêmico de escolares brasileiros do 6º. ao 9º. ano através de uma adaptação das formas Azul e Marrom do Wide Range Achievement Test (WRAT3-TDA3). MÉTODO: o desempenho de 722 escolares (281 meninos e 441 meninas com idade média de 13...

O bom é meu, o ruim é seu: perspectivas da teoria da atribuição sobre o desempenho acadêmico de alunos da graduação em Ciências Contábeis; Good is mine, bad is yours: perspectives of attribution theory on academic performance of Accounting Majors

Cornachione Junior, Edgard Bruno; Cunha, Jacqueline Veneroso Alves da; De Luca, Márcia Martins Mendes; Ott, Ernani
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola de Economia, Administração e Contabilidade Publicador: Universidade de São Paulo. Escola de Economia, Administração e Contabilidade
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/08/2010 POR
Relevância na Pesquisa
66.57%
A maneira como os alunos compreendem e raciocinam sobre seus desempenhos acadêmicos, qualificando-os como superior ou inferior, tende a ser associada a elementos atributivos comuns, descritos pela literatura relacionada à teoria da atribuição. O objetivo geral deste estudo foi investigar a existência de associação entre elementos atributivos comuns na literatura e o desempenho acadêmico de alunos da graduação em ciências contábeis de quatro universidades em quatro diferentes Estados brasileiros (Ceará, São Paulo, Minas Gerais, e Rio Grande do Sul). O instrumento de coleta de dados foi um questionário respondido por 826 alunos. Dentre os principais resultados, constatou-se que 68% dos alunos que consideram seu desempenho acadêmico superior o atribuem ao seu próprio esforço, enquanto menos de 10% o relacionam a causas externas. Daqueles que avaliaram seu desempenho acadêmico como inferior quase 24% relacionam esse fracasso a causas externas (família, provas, colegas e professores). Quando questionados sobre os fatores que explicariam o desempenho de alunos de outras instituições, os resultados apontaram em direção oposta, ou seja, sucesso acadêmico relacionado, com maior frequência, a causas externas e fracasso...