Página 1 dos resultados de 19 itens digitais encontrados em 0.011 segundos

Guerras nos mares do sul: a produção de uma monocultura marítima e os processos de resistência; Wars in the South Seas: The Production of a Maritime Monoculture and the Resistance Processes.

Moura, Gustavo Goulart Moreira
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 24/02/2014 PT
Relevância na Pesquisa
66.38%
A pesca no estuário da Lagoa dos Patos é uma atividade em disputa. De um lado, as comunidades de pesca produzem seus territórios de pesca através dos seus respectivos Conhecimentos Ecológicos Tradicionais (CET) que embasam os diferentes modos de usos dos recursos pesqueiros, os sistemas de manejo de recursos pesqueiros tradicionais (MT). A atividade pesqueira no estuário da Lagoa dos Patos é anterior à colonização portuguesa sendo os CETs que embasam os MTs resultado de um hibridismo cultural entre indígenas, afro e luso-descendentes. De outro, o Estado Moderno implementa políticas públicas de manejo de recursos pesqueiros, sobretudo a partir da segunda metade da década de 1970, que resultam na implementação de um sistema de manejo de recursos pesqueiros moderno (MM), característico de um projeto colonial de dominação. Como resultado da implementação do MM, a pesca entra em colapso na primeira metade da década de 1970 e as indústrias pesqueiras decretam falência na década de 1980. Para solucionar a crise no setor pesqueiro, na segunda metade da década de 1990 cria-se o Fórum da Lagoa dos Patos (FLP) onde se formula a atual legislação que regulamenta a pesca no estuário da Lagoa dos Patos, a Instrução Normativa Conjunta de 2004 (INC 2004). A INC 2004 implementa um MM através da imposição de um calendário de pesca que se torna institucionalizado e...

A implantação da Usina Hidrelétrica de Furnas (MG) e suas repercussões : estudo sobre a territorialização de políticas públicas; The establishment of hydroelectric power plant of Furmas (MG) and its repercussions : study on public politic territorialization

Clésio Barbosa Lemos Júnior
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 27/08/2010 PT
Relevância na Pesquisa
46.19%
Este trabalho tem como objetivo analisar as repercussões causadas pela implantação da Usina Hidrelétrica de Furnas (MG), sejam elas territoriais, quando do processo de des/re/territorialização, sejam turísticas, quando da formação do lago artificial criado pelo represamento das águas. O trabalho foi dividido em quatro seções assim definidas: a primeira, denominada FURNAS, traz a contextualização do objeto de estudo, foi escrita baseada nas fontes de pesquisa da Empresa Furnas Centrais Elétricas S/A, responsável pela construção e operação da usina; na segunda, intitulada REPERCUSSÕES TERRITORIAIS, a discussão conceitual perpassa as definições de território e seus desdobramentos, para tal, foi realizada uma revisão bibliográfica levando em consideração a contribuição teórica de vários estudiosos. A seção REPERCUSSÕES TURÍSTICAS, terceira deste trabalho, traz o conceito de turismo e suas relações com os recursos hídricos e com o território, da mesma forma, como na seção dois, aqui também foi realizada uma revisão bibliográfica sobre os conceitos abordados e, finalmente, na seção quatro apresentamos os estudos de caso de três municípios lindeiros ao lago, estes baseados em pesquisa documental e entrevistas; This paper aims to analyze the effects caused by implantation of Hydroelectric Power Plant of Furnas (MG)...

Variedades de capitalismo e reescalonamento espacial do estado no Brasil; Varieties of capitalism and the state space rescaling in Brazil

Marcos Barcellos de Souza
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 22/02/2013 PT
Relevância na Pesquisa
36.1%
Essa Tese pretende oferecer uma contribuição ao debate sobre economia política regional e urbana no Brasil ao explorar as relações entre o Estado, as instituições e as escalas geográficas na produção e regulação do desenvolvimento espacial desigual no país. Para atingir esse objetivo, é necessária uma rigorosa reflexão sobre a produção das escalas e sua relação com a espacialidade do Estado. Partimos da noção de que se a Questão Regional é uma questão do Estado, é necessário aprofundar o entendimento do reescalonamento espacial do Estado e analisar os pressupostos teóricos e manifestações concretas desse fenômeno no Brasil. O debate sobre escalas espaciais e sobre novos processos de des/re-territorialização tem muito a contribuir nas discussões sobre a globalização e sobre a crise regulatória do Estado Nacional. Adotamos uma metodologia processual e uma Abordagem Estratégica-Relacional para analisar o reescalonamento do Estado, partindo da ideia de que a Hegemonia é disputada em múltiplas escalas através de projetos hegemônicos e estratégias de acumulação concorrentes, o que permite estabelecer as relações entre mudanças no bloco hegemônico e nas formas espaciais do Estado. Nesse sentido...

Bandeira Branca em Pau Forte : a Senzala de Pai Benedito e o Quilomblé urbano de Manzo Ngunzo Kaiango; White Flag in Pole strong : the Senzala of father Benedict and urban Quilomblé of Manzo Ngunzo Kaiango

Carlos Eduardo Marques
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 25/03/2015 PT
Relevância na Pesquisa
36.02%
A presente tese trata do processo de des-re-territorialização da comunidade de Manzo. A partir da análise de aspectos da vida vivida e vivenciada pelos moradores de Manzo, constato que a experiência religiosa do Candomblé emerge como central na criação do quilombo urbano Manzo Ngunzo Kaiango. Analiso como as práticas, as ações e as represent(ações) perfazem o lugar e o habitar dos quilomblecistas. Para tanto, privilegio a análise sociocosmológica das trocas e dos caminhos cruzados através da expressão êmica tomada da palavra política entendido como uma cosmopolítica.; This thesis treats with the process of de-re-territorialization of Manzo Community. From aspects of the life lived and experienced by quilomblecistas of Manzo, I¿ll present as religious experience of Candomblé emerges as central for the awakening of the sense of Community, as well creates a urban Quilombo in the city, Manzo Ngunzo Kaiango. As well as analyze the process in which practices, actions and representa(c)tions make up the place and dwell of quilomblecistas. Insomuch, this thesis will present a sociocosmological analysis of exchanges, crossed paths and crossroads through the emic expression of political speech taking understood as cosmopolitics.

A Desconstrução da oposição entre surdos e ouvintes a partir da (des)territorialização do intérprete de língua de sinais

Barazzutti, Viviane
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 396 p.| il.
POR
Relevância na Pesquisa
46.2%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Comunicação e Expressão. Programa de Pós-Graduação em Estudos da Tradução; Discutir a oposição surdo/ouvinte a partir da conversa da Revista da FENEIS com pensadores como Michel Foucault, Félix Guattari, Gilles Deleuze, Suely Rolnik, Ronice Muller de Quadros, Gládis Perlin e Karin Strobel é a proposta deste trabalho. Os Estudos Surdos, nesta pesquisa, possuem, além da dimensão teórica, o lugar do #narrar-se surdo#, podendo ser encarado como a entrada no mundo surdo para a coleta de olhares, discursos, experiências e acontecimentos. Essa entrada no mundo surdo através das produções surdas, como dissertações, teses, livros e a Revista da FENEIS serviram para problematizar e entender como a comunidade surda encara o encontro surdo-ouvinte. É desse encontro que os territórios surdos e ouvintes são demarcados e impedem assim a possibilidade de experimentação dos universos que envolvem estas comunidades. A figura do intérprete de Libras aparece nesse contexto como a possibilidade de oportunizar a abertura de campos de conhecimento e experimentação entre surdos e ouvintes e desestabilizar os conflitos que decorrem desse estreitamento. A dissolução da oposição surdo/ouvinte...

Ilhados pela cana, suspensos pela usina, assituados pela vida : des-territorialização e resistência de uma comunidade de pescadores artesanais no estuário do rio Sirinhaém, Sirinhaém-PE

Plácido da Silva Junior, José; Augusto Amorim Maciel, Caio (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
PT_BR
Relevância na Pesquisa
46.64%
Este estudo procurou compreender as tensões territoriais entre a comunidade de pescadores artesanais e a Usina Trapiche no estuário do Rio Sirinhaém, na Zona da Mata de Pernambuco e o processo de des-territorialização da comunidade em tela. Estas tensões territoriais demonstram os interesses de classes nesta Região de Pernambuco. Região marcada pelo monocultivo da cana-de-açúcar e pela concentração da terra sobre hegemonia do capital sucroalcoolerio, esse se constituindo sobre os territórios camponeses existentes nesta Região. Abordamos nesta pesquisa o modo de via dos Ilhéus, quando do tempo que habitavam as ilhas, seus jeitos de se relacionar com o ambiente natural, as formas de apropriação deste espaço, ou seja, sua territorialidade. Decorremos também sobre o processo de des-territorialização/re-territorialização que ocasionou um impacto negativo nas vidas das famílias que viviam nas Ilhas do estuário do Rio Sirinhaém. Ao serem expulsos das Ilhas pela Usina Trapiche, os Ilhéus se re-territorializam de forma precária nas periferias da cidade de Sirinhaém afetando seu modo de vida, seus jeitos de ser. Por fim, tecemos alguns comentários a respeitos do processo de des-territorialização/re-territorialização sofrido pela comunidade de pescadores...

Turismo em jogo: a dinâmica da reterritorialização em Tibau do Sul/RN

Gonçalves, Salete
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Turismo; Turismo e Desenvolvimento Regional e Gestão em Turismo Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Turismo; Turismo e Desenvolvimento Regional e Gestão em Turismo
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
66.59%
The work seeks to understand the process of reterritorialization triggered by tourism development in Tibau do Sul / RN, noting its economic, socio-cultural and political implications to the local society. Tourist activity was addressed as socio-cultural phenomenon, considering the case of (dis) (re) territorialization and power relations between staff producers of the tourism space. Given the complexity of this issue and the need for further studies that focus on the reterritorialization cases generated by tourism in the northeastern coast, given the action of the agents involved in the construction of the spaces generated by tourism, this work is then justified. For such a study an exploratory and qualitative study was conducted, through a survey of secondary and primary data, and interviews with leaders of public, private nonprofit community in the investigated county. In this sense, it was found that the process of (dis) (re) territorialization in the city investigated, permeates the contradictions resulting from the conflicts existing power while providing the location and implications for economic and sociocultural dimensions, its heart is found in the political, the relationship between entrepreneurship - established mainly by outsiders who own businesses in Pipa - and local government - composed entirely by insiders who work in the municipal headquarters...

As tramas da des(re)territorialização camponesa: a reinvenção do território veredeiro no entorno do Parque Nacional Grande Sertão-Veredas, Norte de Minas Gerais

Martins, Geraldo Inácio
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
76.33%
A elaboração desta pesquisa parte da perspectiva de compreender o encontro entre as políticas de modernização da agricultura e de conservação ambiental sobre o território dos camponeses veredeiros, na região Norte de Minas Gerais, especificamente, o Projeto de Assentamento Dirigido a Serra das Araras e o Parque Nacional Grande Sertão Veredas. Buscamos essencialmente analisar em que termos este encontro conduziu a des-reterritorizalização, as implicações sobre o território e suas representações e a metamorfoses da relação homemnatureza. Como referência empírica, o ‘lócus’ de investigação é o Projeto de Assentamento São Francisco, localizado no município de Formoso, Minas Gerais. Originalmente, este assentamento foi criado para receber os moradores expropriados de seus territórios pelas políticas públicas. Para esta análise a pesquisa de campo, as fontes orais e os documentos históricos foram fundamentais, tanto no que se refere ao movimento da teoria, como para a compreensão das mudanças e rupturas vividas por estes veredeiros. O que ficou claro é que os processos de desterritorialização ao longo do tempo se sucederam. Primeiro, temos a desterritorialização pelo avanço da agricultura capitalista e pelo enclausuramento da Unidade de Conservação. Assim...

Os processos de des-re-territorialização na implantação do complexo energético Amador Aguiar (MG) e os atingidos não-proprietários de terras

Silva, Rene Gonçalves Serafim
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
66.63%
O presente trabalho é o resultado de uma pesquisa sobre os Grandes Empreendimentos Hidrelétricos (GEH) no processo de des-re-territorialização de atingidos na bacia hidrográfica do rio Araguari, em Minas Gerais. O Complexo Energético Amador Aguiar, empreendimento composto pelo Consórcio Capim Branco Energia (CCBE), foi escolhido como estudo de caso. Neste trabalho, objetivou-se descrever e analisar a implantação e operação deste empreendimento e compreender o processo de des-re-territorialização deflagrado como efeito socioespacial de empreendimento deste porte. Os sujeitos da pesquisa, os atingidos não-proprietários de terra, foram escolhidos como fonte de pesquisa para a compreensão desta des-re-territorialização. Como procedimento metodológico, foram levantadas e discutidas referências bibliográficas pertinentes à temática e às categorias de análise geográfica, como território e lugar. Foram descritas e analisadas a implantação e operação das Usinas Hidrelétricas de Amador Aguiar I e II, integrantes do Complexo Energético Amador Aguiar, além da composição do Consórcio Capim Branco Energia (CCBE). Por último, discutiu-se a implantação de dois assentamentos rurais, Olhos D’Água e Vida Nova...

Narrando o exame Celpe-Bras e o convênio PEC-G : a construção de territorialidades em tempos de internacionalização; Narratives on the Celpe-Bras Exam and the PEC-G Agreement : the construction of territorialities in times of internationalization

Ana Cecilia Cossi Bizon
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 11/07/2013 PT
Relevância na Pesquisa
36.19%
No âmbito universitário, são numerosos os intercâmbios de mobilidade, dada a exigência de internacionalização das instituições, imposta pelo novo cenário mundial. O Programa de Estudantes-Convênio de Graduação (PEC-G), mantido pelo Ministério das Relações Exteriores, atende países em desenvolvimento e é um dos intercâmbios que mais tem crescido, sendo os países africanos seus maiores beneficiários. Oferecendo gratuitamente vagas para cursos de graduação em universidades públicas e privadas no Brasil, o programa estipula um protocolo com regras bastante específicas, dentre as quais a exigência de o estudante custear seus estudos no país e a apresentação do Certificado de Proficiência em Língua Portuguesa para Estrangeiros, o Celpe-Bras. Afiliando-se à Linguística Aplicada Indisciplinar (MOITA LOPES, 2006) em diálogo com posições epistemológicas dos estudos poscolonialistas (BHABHA, 2007/1998; SPIVAK, 2010), esta pesquisa visou investigar como quatro estudantes congoleses, ao longo de dois períodos do desenvolvimento do convênio (a preparação para o Celpe-Bras e quatro anos da graduação), narram o Celpe-Bras e o PEC-G, posicionando-se e sendo posicionados em relação a eles, e como performatizam narrativamente seus processos de des(re)territorialização. Para tanto...

Complexidade da região urbana GAB : o fragmento Alexânia-GO

França, Karla Christina Batista de
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
16.34%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Humanas, Departamento de Geografia, Programa de Pós-Graduação em Geografia, 2009. Inclui bibliografia; A presente dissertação é resultado do esforço reflexivo para compreender a denominada Região Urbana GAB que engloba as regiões metropolitanas de Goiânia-Brasília e do Aglomerado Urbano de Anápolis, buscando mostrar a consolidação e a territorialização das ações dos agentes hegemônicos que se apropriam para produzir e (re) produzir o capital nessa região. Contudo, como a apropriação ocorre de maneira desigual e combinada nos municípios-sede, o estudo parte de uma análise aprofundada das especificidades dessas localidades e a importância delas para a Região Urbana GAB. O recorte espacial tem como referência o município goiano de Alexânia, que possui polarização média em relação a Brasília e uma significativa interação econômica com Goiânia e Anápolis. De uma forma mais específica, a análise é pautada no crescimento da economia e na expansão do polo de bebidas que tem modificado o perfil econômico de Alexânia e suas relações com os outros municípios. Para tanto, este estudo apoia-se no conceito de região refuncionalizado por meio da reflexão política. Como aporte teórico-metodológico utilizam-se entrevistas e questionários aplicados em órgãos administrativos do governo do estado de Goiás...

Uma equipa, processos de formação - acção e a emergência das identidades - o caso da divisão de acção cultural de uma autarquia

Fernandes, Anabela Maria de Oliveira
Fonte: Instituto Politécnico de Portalegre - Escola Superior de Educação Publicador: Instituto Politécnico de Portalegre - Escola Superior de Educação
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /11/2012 POR
Relevância na Pesquisa
26.21%
A presente dissertação assume como eixo central a relevância da formação acção de um colectivo de trabalho e de que forma este colectivo (re) constrói identidades ou e que gera uma dinâmica identitária. Este trabalho incide num estudo de caso – Equipa de Coordenação da Divisão de Acção Cultural de uma Autarquia da Margem Sul do Tejo, no qual investigamos as lógicas subjacentes aos processos de formação acção e construção de identidades. Uma análise que cruza o quotidiano profissional dos elementos desta equipa e os nós da acção (o funcionamento e operacionalização; a intervenção; a territorialização; as parcerias e o trabalho em rede; a emergência de colectivos de trabalho; os processos de mediação e a construção de identidades). Uma Equipa, da qual a investigadora fez parte. Uma investigação centrada em eixos metodológicos de carácter qualitativa e interpretativa que aponta para a escolha de um estudo naturalista, tendo sido mobilizadas um conjunto de técnicas e instrumentos no acesso à informação, privilegiando a entrevista. Uma investigação atenta à diversidade e centrada “ no projecto do outro”, de escuta e ela mesmo estruturadora de processos de qualificação de quem investiga.; The present dissertation takes as central the relevance of training action of a collective work and how this collective (re) construct identities or which produces a dynamic identity. This work focuses on a case study - Coordination Team...

Transformações em uma comunidade camponesa do litoral sul do Paraná : territorialidade, estratégias de resistência, práticas materiais e parentesco

Sant'Ana, Daniela
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Dissertação Formato: 198f. : il.; application/pdf
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
36.11%
Orientador: Prof. Dr. Dimas Floriani; Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Humanas, Programa de Pós-Graduação em Sociologia. Defesa: Curitiba, 06/09/2012; Inclui referências; Ruralidades e trabalho; Resumo: A literatura acadêmica caracteriza o Litoral do Paraná como um lugar com fortes paradoxos, sob transformações de ordem política, cultural, econômica e ambiental. Os sujeitos sociais que constituem o recorte empírico dessa pesquisa são vinte e quatro famílias que habitam um Sítio situado no entorno da baía de Guaratuba, Paraná. O objetivo que se colocou foi analisar em que medida as famílias são capazes de reelaborar práticas de resistência diante do quadro heterogêneo de pressões e conflitos que se apresenta. A pesquisa apontou fatores relacionados à formação social da comunidade em transição como os modos familistas de apropriação do território e dos recursos naturais, como a rede de parentesco e cooperação, formas organização do trabalho, regras de casamento e movimentos migratórios, relações de subordinação a atores externos, diversificação produtiva, em um processo bastante diverso e, portanto, multicausal (econômica, política, cultural) obrigando cada família a elaborar arranjos de ação próprios...

Mundialização, trabalho social e política do sujeito; Mundialization, social work and subject's policy; Mondialisation, travail social et politique du sujet

Biarnès, Jean
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Educação Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Educação
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/08/2008 FRA
Relevância na Pesquisa
26.11%
O artigo apresenta algumas possibilidades de uma política do sujeito, abrangendo as questões da ética e da democracia, partir da análise do trabalho realizado em dois grupos do Programa EQUAL. Esses grupos acompanham a inserção social de jovens na França. Para o autor, eles deveriam avaliar-se levando em consideração, ao mesmo tempo, a dimensão quantitativa e a dimensão qualitativa em relação à pessoa enquanto sujeito. Desse modo, surge como conseqüência urgente que os atores sociais se preocupem em construir seus próprios instrumentos de avaliação do seu trabalho, instrumentos de avaliação qualitativa e não quantitativa, respeitando-se uma verdadeira dinâmica do sujeito, tanto do lado do usuário como do ator social na qual cada um tem a necessidade de se "desvendar" (biografização recíproca), de explicitar seus critérios sob o olhar das situações vividas em comum (re-territorialização da pessoa) e de tentar permanecer coerente (desparcialização da pessoa dentro dos diferentes percursos). Todo esse trabalho deve levar em conta que "ser sujeito" não pode jamais ser isolado do objeto. O "ser sujeito" é um "ser em situação". "Ser sujeito" é ser um "sujeito que fala e que age", ou seja, um "sujeito que deseja"...

O PROCESSO DE DES(RE)TERRITORIALIZAÇÃO DOS TRABALHADORES NORDESTINOS NO TERRITÓRIO AMAZÔNICO DURANTE OS CICLOS DA BORRACHA

Silva, Adnilson de Almeida; Silva, Antônio Carlos Galvão da; Paula, Jania Maria de; Silva, Josué da Costa; Sousa, Lucileyde Feitosa
Fonte: UFPR Publicador: UFPR
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf; application/pdf
Publicado em 23/06/2010 POR
Relevância na Pesquisa
86.41%
O artigo apresenta os resultados de pesquisa do Grupo de Estudos e Pesquisas Modos de Vida e Culturas Amazônica (GEPCULTURA/UNIR) sobre as implicações da des (re) territorialização nos seringais da Amazônia, atendo-se aos Ciclos da Borracha, no período compreendido entre o século XIX e meados da década de 1960. O objetivo consistiu em analisar o processo de dês (re)territorialização dos nordestinos (Batalha da Borracha), no território amazônico. Buscou-se uma abordagem geográfica, sobretudo, com base na contribuição de Santos (2006), Costa (2004) e pesquisadores da própria região amazônica: Amaral (2004), Almeida Silva (2007), Benchimol (1992), Ferrarini (1976; 1979), Nascimento Silva (2000), Paula (2008), Silva (1994) E Silva (2008), para melhor reflexão dessa nova configuração do espaço amazônico. Entender tal processo passa pela compreensão dos fatores e políticas públicas governamentais adotadas no período dos Ciclos da Borracha (Séculos XIX e XX), os quais atraíram nordestinos ávidos por melhores condições de vida...

DE-RE-TERRITORIALIZATION IN “THE VENDEDOR DE PASSADOS (THE GENEALOGY SALESMAN)” BY JOSÉ EDUARDO AGUALUSA: AN APPRAISAL ABOUT SPACE AND POWER; DES-RE-TERRITORIALIZAÇÃO EM “O VENDEDOR DE PASSADOS” DE JOSÉ EDUARDO AGUALUSA: UMA LEITURA SOBRE ESPAÇO E PODER

Montalvão, Stella; UnB
Fonte: NEPA/UFF Publicador: NEPA/UFF
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Peer-reviewed Article; Artigo avaliado por pares Formato: application/pdf
Publicado em 19/11/2011 POR
Relevância na Pesquisa
36.02%
The post-colonial African literature today faces challenges of a unique his­torical process: integrating processes such as globalization, which extends boundaries and discusses the identity, and the construction of a nation­al identity. In this context, power relations settle in and through the very space that is occupied, in which we live and by which we establish our identity, or not. This paper aims to highlight the power relations that face the characters of O vendedor de passados by José Eduardo Agualusa in their quest for establishing its own space, a territory, in the concept developed by Haesbaert.; A literatura africana pós-colonial enfrenta hoje desafios impostos por um processo histórico ímpar: integrar processos como o da globalização, que alarga fronteiras e discute a identidade, e o da construção de uma identida­de nacional. Nesse contexto, relações de poder se instalam no e através do próprio espaço que se ocupa, em que se vive e pelo qual estabelecemos nos­sa identidade, ou não. Esse trabalho tem por objetivo destacar as relações de poder que enfrentam os personagens da obra O vendedor de passados de José Eduardo Agualusa, em sua busca pelo estabelecimento de um espaço próprio, de um território...

A DIMENSÃO SOCIOCULTURAL DO PROCESSO DE TERRITORIALIZAÇÃO TURÍSTICA EM TIBAU DO SUL/RN

Gonçalves, Salete
Fonte: ANPEL Publicador: ANPEL
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Avaliado por Pares Formato: application/pdf
Publicado em 31/05/2014 POR
Relevância na Pesquisa
76.38%
Este artigo é parte de uma pesquisa de mestrado e tem como objetivo analisar de que forma o processo de reterritorialização desencadeado pelo turismo se manifesta na dimensão sociocultural do município de Tibau do Sul/RN. Para tanto foi realizado um estudo exploratório e qualitativo, através de levantamento de dados secundários e primários, realização de entrevistas com as lideranças do poder público, privado, terceiro setor e comunidade local. Nesse sentido, constatou-se que o processo de (des)(re)territorialização, perpassa por contradições resultantes dos conflitos de poder existentes na localidade, trazendo implicações políticas, econômicas e socioculturais, precisamente na relação entre nativos e migrantes, influenciando nas tradições, gastronomia, linguagem e vivências de lazer.

HIDRELETRICIDADE E DES-RE-TERRITORIALIZAÇÃO: uma análise a partir do assentamento Mirindiba mo município de Araguaína-TO

Santos, Alisson Almeida; Sieben, Airton
Fonte: Revista Tocantinense de Geografia Publicador: Revista Tocantinense de Geografia
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 15/10/2014 POR
Relevância na Pesquisa
96.47%
O presente trabalho é fruto de uma aula de campo da disciplina “Geografia da População” do curso de graduação em Geografia da Universidade Federal do Tocantins/UFT, Campus Universitário de Araguaína. Desenvolvemos neste artigo uma discussão acerca da atual política energética brasileira e seu poder desterritorializador. Posto isto, temos como estudo de caso a desterritorialização da população que residia na Ilha de São José, município Babaçulândia-TO que por consequência da construção da Usina Hidrelétrica de Estreito (UHE), viu-se obrigada a reterritorializar-se (parte da população) no reassentamento Mirindiba localizado no município de Araguaína-TO. Trouxemos à discussão conceitos intrinsecamente ligados ao estudo de caso, como os conceitos de território, des-re-territorialização e comunidades/populações tradicionais. Este artigo tem como objetivo evidenciar as contrapartidas sociais geradas a partir da construção da Usina Hidrelétrica de Estreito/UHE, tais como a desterritorialização e a perda da identidade e do enraizamento da população da Ilha de São José que atualmente vive no reassentamento Mirindiba.

Digital Journalism and collaboration: signs of unterritorialization; Jornalismo digital e colaboração: sinais da des-re-terriotorialização

Belochio, Vivian de Carvalho; Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Observação estruturada. Formato: application/pdf
Publicado em 20/11/2009 POR
Relevância na Pesquisa
86.38%
This article defines the territory journalistic institutionalized and discusses its processing in digital networks. The text defines the long tail of information, the Pro-Am and highlights the communications strategies of journalism in this context. Then exposes clearance aspects of a case study of Zero Hora.com interpreted as signs of unterritorialization in the digital newspaper.; http://dx.doi.org/10.5007/1984-6924.2009v6n2p203Este artigo define o território jornalístico institucionalizado e discute a sua transformação nas redes digitais. O texto define a cauda longa da informação, o Pro-Am e destaca as estratégias comunicacionais do jornalismo nesse contexto. Em seguida, expõe aspectos apurados num estu-do de caso de Zero Hora.com, interpretados como sinais da des-re-territorialização no jornal digital.