Página 1 dos resultados de 62 itens digitais encontrados em 0.001 segundos

Tricograma como método de estudo de Alopécia em felinos

Pais, Rosa Maria Miranda
Fonte: Repositório Científico Lusófona Publicador: Repositório Científico Lusófona
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
36.41%
A alopécia felina é uma condição patológica muito frequente, de impacto visual imediato, constituindo um dos principais motivos de consulta em dermatologia veterinária. Contudo, o prurido é muitas vezes a primeira manifestação clínica, antes mesmo do desenvolvimento de qualquer lesão dermatológica. O principal objetivo deste estudo consistiu em avaliar o tricograma como método diagnóstico auxiliar na determinação indireta de prurido, em gatos com lesões de alopécia acessíveis à lambedura. A amostra foi composta por 20 gatos com alopécia e 13 gatos sem patologia dermatológica (grupo controlo). Recorreu-se a um questionário para avaliar a perceção do prurido pelos proprietários e classificar a sua intensidade numa escala de 0 a 10. Foram realizados tricogramas em todos os gatos, avaliando-se a presença de hastes pilosas quebradas e fase folicular predominante. Os resultados demonstraram presença de prurido em 80% dos gatos, com intensidade média de 7,7 valores. O lamber excessivo foi a principal manifestação clínica, estando o ventre afetado em 55% dos casos. Detetou-se um maior número de hastes pilosas quebradas e raízes em anagénese em áreas alopécicas, quando comparadas com áreas controlo. Este estudo sugere que o tricograma poderá ser um teste diagnóstico útil para avaliar a presença de prurido em gatos. A presença de alopécia foi ainda associada à fase anagénea...

Pênfigo foliáceo canino: estudo retrospectivo de 43 casos clínicos e terapia (2000-2005); Canine Pemphigus foliaceus: a retrospective study of 43 clinical cases and therapy (2000-2005)

BALDA, Ana Cláudia; IKEDA, Mary O; LARSSON JUNIOR, Carlos Eduardo; MICHALANY, Nílceo Schwery; LARSSON, Carlos Eduardo
Fonte: Rio de Janeiro Publicador: Rio de Janeiro
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
36.33%
No período de agosto de 2000 a julho de 2005 foram atendidos 43 casos de Pênfigo Foliáceo (PF) canino no Serviço de Dermatologia do Hospital Veterinária, Universidade de São Paulo. Com este estudo retrospectivo visou-se atualizar dados referentes à caracterização sexual, definição racial e raça, idade, tipo e topografia lesional, quadro sintomático e resposta aos tratamentos isolados com prednisona e com a associação desta à azatioprina, além de demonstrar o aumento na ocorrência do PF relativamente à série histórica pretérita (1986-2000) do mesmo Serviço; From August 2000 to July 2005 were attended 43 cases of canine Pemphigus foliaceous (PF) by the Dermatology Service of the Veterinary Teaching Hospital, University of São Paulo. The aim of the present study was to update the records referred to sex, breed, age, type and location of the lesions, clinical signs, and response to treatments with prednisone or combination with prednisone and azathioprine, and also to demonstrate the increase of occurrence of PF compared with the former series (1986-2000) observed in the same Service

Displasias foliculares ligadas à cor da pelagem em cães: displasia folicular dos pêlos pretos e alopecia por diluição da cor.; Colors-linked follicular dysplasias in dogs: black hair follicular dysplasia and color dilution alopecia

Ferreira, Rafael Rodrigues; Machado, Mauro Luiz da Silva; Aguiar, Juliana; Spanamberg, Andréia; Bianchi, Simone Passos; Oliveira, Eduardo Conceição de; Driemeier, David
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
36.33%
As displasias foliculares ligadas à cor da pelagem, também descritas como displasias cutâneas neuroectodermais congênitas, são histopatologica e geneticamente semelhantes e tratam-se, provavelmente, da mesma doença, porém com apresentações clínicas distintas em cães: difusa na Alopecia por Diluição da Cor (ADC) e localizada na Displasia Folicular dos Pêlos Pretos (DFPP). A ADC, também conhecida como Alopecia do Mutante da Cor afeta cães com coloração de pelos considerada “diluída”, uma vez que possuem sombreados de cinza e preto, caracterizando as cores “azuis”, “cinzas”, “castanhas” e “vermelhas. A DFPP afeta cães que apresentam pelagem com mais de uma cor, além da preta, e é confinada às áreas negras da cobertura pilosa A etiologia destas displasias ainda não foi totalmente elucidada, mas atualmente, a maioria dos autores considera que um defeito ectodérmico, muito provavelmente causado por uma ou mais mutações no, ou próximas, do gene MLPH (melanophilin gene) que codifica a melanofilina, são responsáveis pelo desenvolvimento destas doenças. Também o déficit de MSH (hormônio estimulante da melatonina) já foi preconizado como causa destas anomalias, deixando as células da matriz pilosa expostas à toxicidade dos precursores da melanina. O diagnóstico é embasado na anamnese...

Treatment of Dermatophytoses Caused by Microsporum canis in Allouatta guariba

Marsicano, G.; Roll, Alessandra de Araújo; Ferreiro, Laerte; Spanamberg, Andréia; Penter, Camila; Juffo, Gregory Duarte; Cabral, Juliane Nunes Hallal
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
36.13%
Background: Dermatophytoses are cosmopolitan contagious mycoses of the skin and concern a wide range of mammals, including man, and more rarely birds. These mycoses are rarely diagnosed in New World Primates. The most frequent tinea of the subhuman Primates is microsporosis due to Microsporum canis or trichophytosis by Trichophyton mentagrophytes and T. simii. The main clinical features are regular alopecia with erythema and squamosis, usually non-pruriginous although various degree of inammation may modify this typical aspect. As a consequence, an accurate clinical examination, a good differential diagnosis and laboratory analyses are required for a correct identification. Alouatta guariba are primates found from the Amazon region up to the Argentina Norwest. Due to the population development and expansion of the urban perimeters these animals are loosing their space in their own natural habitat and being exposed to more closed relationship with domestic animals and humans. This report contains five cases of dermatophytoses caused by Microsporum canis in Alouatta sp., which were treated in a private clinic in Porto Alegre, RS, Brazil. Case: Five females of Alouatta guariba with aged between 2 and 8 months old were admitted in a private veterinary clinic (Toca dos Bichos...

Diagnóstico dermatológico na clínica de cães e gatos

Campana, Aline de Bittencourt
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
46.58%
A dermatologia veterinária tem como objetivo atender os animais visando um diagnóstico preciso para a realização de um tratamento rápido e eficaz, a fim de proporcionar a saúde e o bem-estar animal. A primeira parte deste trabalho consiste em uma revisão de literatura sobre os métodos de diagnóstico dermatológico aplicados para pequenos animais, com ênfase em exames laboratoriais que servem de apoio para o diagnóstico clínico. A segunda parte descreve os aspectos relevantes da realização do exame histopatológico, incluindo a realização de biópsia e a interpretação do exame histopatológico a partir de padrões de lesão. A terceira parte descreve brevemente dados sobre a epidemiologia das dermatopatias no Brasil e no mundo.; Veterinary Dermatology aims to meet the animals seeking an accurate diagnosis to achieve a rapid and efficient in order to provide health and welfare. The first part of this work consists of a literature review on methods for dermatological diagnosis applied to small animals, with emphasis on laboratory tests that serve as support for the clinical diagnosis. The second part describes relevant aspects of the histopathological examination, including biopsy and interpretation of histopathology from injury patterns. The third section briefly describes data on the epidemiology of skin diseases in Brazil and worldwide.

Frequência de dermatopatias infecciosas, parasitárias e neoplásicas em cães na região de Garça, São Paulo - Brasil

Pena, Silvio Barbosa
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 52 f.
POR
Relevância na Pesquisa
36.3%
Pós-graduação em Medicina Veterinária - FMVZ; A distribuição das dermatoses na população canina deve ser considerada um tema fundamental no ensino e na prática da medicina veterinária. Existem poucos dados sobre a demografia dos distúrbios cutâneos caninos tanto na medicina veterinária no Brasil como em outros países. No presente estudo, foram revistos 2.178 prontuários de animais atendidos no Hospital de Pequenos Animais da Faculdade de Medicina Veterinária (FAMED), em Garça-SP. Dentre esses prontuários, foram selecionados os de 910 animais que apresentavam problemas cutâneos, os quais foram divididos em 3 grupos: as dermatoses parasitárias (infestação por carrapato, dermatite alérgica a picada de pulgas, miíase, demodicose, escabiose e otite parasitária); dermatoses infecciosas (dermatite bacteriana, otite bacteriana, dermatofitose, acne canina, abscesso, malassezia e pododermatite) e tumores cutâneos (não-neoplásica, neoplasia epitelial, neoplasia mesenquimal e neoplasia de célula redonda). Após análise estatística, observou-se que as dermatoses mais diagnosticadas nos cães foram, em ordem decrescente de freqüência, infestação por carrapato, foliculite bacteriana, dermatite alérgica a picada de pulgas...

Avaliação clínica, citopatológica e histopatológica seriada da esporotricose em gatos (Felis catus-Linnaeus, 1758) infectados experimentalmente

Farias, Marconi Rodrigues de
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 97 f. : il., tabs., grafs.
POR
Relevância na Pesquisa
36.13%
Pós-graduação em Medicina Veterinária - FMVZ

Avaliação alergológica de uma população canina numa consulta de imunoalergologia veterinária - O que se correlaciona no modelo canino.

Pereira, Luísa; Martins, Luís; Alves, Inês; Semião-Santos, Saul; Bento, Ofélia
Fonte: Sociedade Portuguesa de Alergologia e Imunologia Clínica Publicador: Sociedade Portuguesa de Alergologia e Imunologia Clínica
Tipo: Aula
POR
Relevância na Pesquisa
36.13%
A dermatite alérgica (DA) canina é a afeção mais frequente em dermatologia veterinária. A DA à picada de pulgas apresenta a maior prevalência, seguida da dermatite atópica e da DA alimentar. Objetivou-se identificar para o cão, possível correlação entre dados da sintomatologia clínica e testes intradérmicos (TID) e doseamento de IgE específicas, utilizados no diagnóstico alergológico. Estudaram-se 50 cães com DA na consulta externa do Hospital Veterinário da Universidade de Évora, 35 dos quais de raças predispostas, mediante questionário detalhado, TID com extractos comerciais de diferentes fungos, gramíneas, ervas, ácaros, árvores e pulga, e dosearam-se as IgE específicas para um painel correspondente. A maioria (n=41) era predominantemente indoor. Em 81% dos casos os primeiros sinais clínicos surgiram antes dos 3 anos e em 24% antes mesmo do ano de idade. Em 70% dos indivíduos a sintomatologia incluía prurido, generalizado em 65%, com lambedura dos membros em 78% e com perfil sazonal em 64% dos casos. Complicações mais frequentes foram alopecia (47%), feridas por autotraumatismo (31%), dermatite simples (28%) e piodermatite (11%), que se observaram maioritariamente nos membros, axilas e ventre (40%)...

ESTUDO CLÍNICO DERMATOLÓGICO DE CANÍDEOS COM SINTOMATOLOGIA COMPATÍVEL COM DERMATITE ALÉRGICA

Pereira, Luisa; Martins, Luís Miguel Lourenço; Alves, Inês; Semião-Santos, Saul; da Cruz Inácio, Filipe Fernando; Bento, Ofélia
Fonte: Hospital Veterinário Montenegro Publicador: Hospital Veterinário Montenegro
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
36.17%
A dermatite alérgica canina (DAc) é a afeção mais frequente em dermatologia veterinária. Observa-se elevada incidência da dermatite alérgica à picada de pulgas, verificando-se igualmente grande expressão da dermatite alérgica atópica e da dermatite alérgica alimentar. O diagnóstico diferencial baseia-se na história clínica do paciente, na sintomatologia observada e na exclusão de outras causas de dermatite. Os testes intradérmicos (TID), bem como a introdução de dieta de eliminação, ajudam a confirmar o diagnóstico. Neste estudo pretendeu-se caracterizar, para uma população canina, a história clínica e a respetiva sintomatologia de DAc, bem como, identificar possíveis correlações entre dados da sintomatologia clínica e os TID. Numa amostra constituída por 76 cães com sintomatologia compatível com DA, realizaram-se TID a 56 indivíduos. As fêmeas apresentaram maior frequência (54,5%), bem como os canídeos de raça predisposta (70,9%), e 77,8% tinham vivência indoor. Quanto aos sinais clínicos, o prurido, presente em 72,5% dos animais, iniciou-se em torno do ano de idade em 42,6 % dos indivíduos e em 90,7% antes dos 3 anos. Em 70% dos animais a lambedura dos membros foi a manifestação inicial. A dermatite surgiu associada a lesões primárias em 74...

Citologias e biópsias cutâneas: estudo estatístico retrospetivo de 2009 a 2013

Ribeiro, Cláudia Pena Capaz Carvalho
Fonte: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro Publicador: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
36.52%
Dissertação de Mestrado Integrado em Medicina Veterinária, Ciências Veterinárias; A dermatologia representa atualmente uma das especialidades de maior importância em medicina veterinária de animais de companhia, quer pela sua elevada casuística, quer pela dificuldade de diagnóstico e tratamento das doenças de pele, apesar de esta ser o maior e o mais visível órgão do organismo. O presente trabalho teve como objetivo fazer um estudo retrospetivo das doenças dermatológicas que afetam cães e gatos, entre Janeiro de 2009 e Março de 2013, não sendo do nosso conhecimento outros estudos epidemiológicos de dermatologia de pequenos animais realizados em Portugal. Foram retiradas informações do sistema informático do Hospital Veterinário Central relativas aos cães e gatos submetidos a citologia e biópsia, nomeadamente espécie, raça, sexo, ano de realização da técnica e idade. Estes dados foram analisados e foi possível retirar as seguintes conclusões: ocorreu um pico do uso da biópsia e citologia no ano 2010 a partir do qual decresceu paulatinamente; estas técnicas foram mais utilizadas em cães do que em gatos; com as biópsias, foram diagnosticados com maior frequência neoplasias, seguidos de processos inflamatórios e de tumefações; com as citologias...

Prurido no gato

Lourenço, Sara Isabel Fortes
Fonte: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro Publicador: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
26.33%
Dissertação de Mestrado Integrado em Medicina Veterinária, Ciências Veterinárias; O prurido define-se como uma sensação cutânea desagradável, que desencadeia o desejo de coçar, lamber ou morder a pele. É o sinal clínico mais comum na prática clínica de dermatologia felina e a razão mais frequente de auto-traumatismo em gatos. O gato não é um cão pequeno. Por isso, é relevante uma abordagem diferenciada para esta espécie, de modo a tornar o diagnóstico e o tratamento mais eficazes. Este trabalho baseia-se numa aproximação clínica às doenças dermatológicas que causam os sinais de prurido. No gato as condições pruríticas são manifestadas através de padrões de reação cutânea. Muitas vezes estes podem ser o motivo da consulta, pois a distinção entre lambedura excessiva e hábitos de higiene intensa pode ser difícil para o proprietário. A abordagem do animal deve ser então sequencial, sistemática e incluir as várias etapas desde a identificação do animal, a história clínica, o exame dermatológico, o plano de diagnótico, os testes complementares de diagnóstico e os tratamentos disponíveis para o controlo dos sinais clínicos. São também apresentados dois casos observados durante o estágio desenvolvido no Hospital Veterinário da Maia...

Prevalência dos tumores cutâneos de equinos diagnosticados no Laboratório de Patologia Veterinária da Universidade Federal de Santa Maria, Rio Grande do Sul

Souza,Tatiana M; Brum,Juliana S; Fighera,Rafael A; Brass,Karin E; Barros,Claudio S.L
Fonte: Colégio Brasileiro de Patologia Animal - CBPA; Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA) Publicador: Colégio Brasileiro de Patologia Animal - CBPA; Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA)
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/05/2011 PT
Relevância na Pesquisa
36.13%
Este estudo teve como objetivo determinar a prevalência das dermatopatias tumorais de equinos diagnosticadas no Laboratório de Patologia Veterinária (LPV) da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), Rio Grande do Sul. Para isso, foram revisados os protocolos de biópsia de pele de equinos, arquivados no LPV-UFSM, entre janeiro de 1999 e dezembro de 2009. Em todos os casos, foram considerados os diagnósticos morfológicos que constavam nos protocolos. Durante esse período foram submetidas ao LPV-UFSM 139 amostras cutâneas de equinos. Dessas 139 amostras, 108 (77,6%) eram de tumores cutâneos, neoplásicos ou não; os outros 31 casos consistiam de dermatoses não tumorais. Dos 108 equinos, 53 (49,1%) eram fêmeas e 37 (34,2% %) eram machos, em 18 (16,7%) casos não estava descrito no protocolo o sexo. Quanto à raça, 66 (61,1%) eram de raça pura e 13 (12%) não tinham raça definida; em 29 (26,9%) protocolos não havia a descrição da raça. A raça mais prevalente foi a Crioula (44/108 [40,7%]), o restante dos 22 equinos de raça pura pertencia a outras sete raças diferentes. Quanto à idade, as categorias mais prevalentes em ordem decrescente foram a de 1-5 anos (47/108 [43,5%]) e a de 6-14 anos (21/108 [19,5%]), cavalos com 15 anos ou mais representaram 11...

Suscetibilidade antimicrobiana de Staphylococcus spp. isolados de cães com pioderma superficial

Silva,Ana Paula da; Schmidt,Claudete; Vargas,Agueda C. de; Maboni,Grazieli; Rampelotto,Carine; Schwab,Marcelo L.; Escobar,Talita P.; Amaral,Anne S. do
Fonte: Colégio Brasileiro de Patologia Animal - CBPA; Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA) Publicador: Colégio Brasileiro de Patologia Animal - CBPA; Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA)
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2014 PT
Relevância na Pesquisa
36.17%
Foram obtidas 154 amostras de lesões cutâneas de cães com pioderma superficial atendidos no Serviço de Dermatologia Veterinária do Hospital Veterinário Universitário (HVU) da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), com o objetivo de determinar a suscetibilidade antimicrobiana de isolados de Staphylococcus spp. e avaliar a presença de multirresistência. Após isolamento e identificação, as cepas foram submetidas ao teste de sensibilidade aos antimicrobianos, cujos resultados evidenciaram menores percentuais de resistência à associação amoxicilina e ácido clavulânico (1,9%), cefadroxil (1,9%), cefalexina (1,9%) e vancomicina (0,6%). Os maiores percentuais de resistência foram frente à amoxicilina (60,4%) e penicilina G (60,4%). A multirresistência foi detectada em 23,4% e a resistência à meticilina em 5,8% das amostras. Pode-se concluir que os isolados de Staphylococcus spp. apresentam elevada suscetibilidade aos antimicrobianos comumente utilizados no tratamento dos piodermas superficiais em cães atendidos no HVU-UFSM, como a cefalexina e a amoxicilina associada ao ácido clavulânico, confirmando a eleição desses fármacos para o tratamento de cães com esta afecção. A suscetibilidade diminuída das cepas frente às fluoroquinolonas...

Tricograma como método de estudo de prurido em gatos

Peres, Joana Margarida Dias
Fonte: Repositório Científico Lusófona Publicador: Repositório Científico Lusófona
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
36.21%
O prurido felino, associado ou não a lesões, é uma manifestação frequente em dermatologia veterinária. Ele manifesta-se por coçar, lamber e até morder a área afectada, sendo essencial para um diagnóstico correcto uma anamnese e um exame clínico detalhados. Quando ocorre perda de pêlo e a manifestação clínica de alopécia está presente, o médico veterinário deve ter sempre em atenção, na sua prática clínica, que as etiologias podem ser múltiplas, bem como as patologias associadas. O objetivo deste estudo consistiu em avaliar o tricograma como método de diagnóstico auxiliar na determinação indireta de prurido felino, em animais com lesões de alopécia em zonas acessíveis à lambedura. A amostra foi constituída por 40 gatos, dos quais 20 se incluíam no grupo com alopécia e os restantes 20 no grupo de controlo, ou seja, sem patologia dermatológica. Através da realização de um questionário, dirigido aos proprietários, foi possível avaliar o prurido que estes percepcionaram nos seus gatos. De acordo com os resultados obtidos, 85% dos animais demonstraram a presença de prurido, com intensidade média de 5,85, numa escala de 0 a 10, sendo o lamber excessivo a manifestação clínica mais frequentemente encontrada (82% dos casos) e o abdómen a região mais afectada por lesões de alopécia (60%). Comparativamente ao grupo de controlo...

Estudios preliminares sobre las coccidias tisulares como posible causa de dermatitis en caninos

Saavedra Plazas, Diana Carolina
Fonte: Universidade de La Salle Publicador: Universidade de La Salle
Tipo: bachelorThesis; Trabajo de grado Formato: 64 h.; Tesis en papel y en CD
SPA
Relevância na Pesquisa
36.52%
Tesis (Médico Veterinario). -- Universidad de La Salle. Facultad de Ciencias Agropecuarias. Programa de Medicina Veterinaria, 2009; Bogotá : Universidad de La Salle. Facultad de Ciencias Agropecuarias. Programa de Medicina Veterinaria , 2009

Dermatite atopique canine - Étude rétrospective de suivi au long court

Lima, Stéphanie Béatrice Manuelle
Fonte: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro Publicador: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro
Tipo: Dissertação de Mestrado
FRA
Relevância na Pesquisa
26.33%
Dissertação de Mestrado em Medicina Veterinária; La dermatite atopique canine est une des pathologies les plus souvent rencontrées en consultation de dermatologie vétérinaire. Dans ce travail, 78 cas vus par le Docteur Prélaud ont été sélectionnés pour une étude rétrospective, afin de cerner l’évolution de la maladie au fil des années. L’analyse de la population étudiée se révèle conforme au descriptif habituel de cette pathologie. Les facteurs de pronostic étudiés montrent que l’âge d’apparition de la maladie est lié à sa gravité. Les différents traitements utilisés ne semblent pas influencer l’évolution au long cours de la maladie. Comme on peut le supposer, la compréhension de la maladie par les propriétaires n’est pas toujours parfaite et seuls les éléments les plus spectaculaires sont retenus. Les échecs sont essentiellement dus à une démotivation des propriétaires ou des vétérinaires traitants, ce qui met illustre l'importance de la charnière vétérinaire référant/vétérinaire spécialiste dans le suivi au long cours de maladies pérennes.; A dermatite atopica canina é uma das patologias mais frequentes em dermatologia veterinária. No presente trabalho, foram incluídos de forma retrospectiva 78 cães diagnosticados pelo Doutor Prélaud...

Dermatologia veterinária em animais de companhia

Pinho, Renato Martins
Fonte: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro Publicador: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
56.63%
Dissertação de Mestrado Integrado em Medicina Veterinária, Ciências Veterinárias; A Dermatologia, em Medicina Veterinária, é uma área que representa entre 25 a 30% do total de consultas em animais de companhia, apresentando uma relação de proximidade crescente em relação à medicina humana. O presente trabalho teve como objetivos principais os seguintes estudos de caso: 1) Determinação da incidência de afeções dermatológicas e caracterização dos animais admitidos à consulta de especialidade de dermatologia num centro de atendimento médi-co-veterinário em zona rural de Vigo (Espanha); 2) Descrição do diagnóstico, tratamento com uma associação acaricida específica e evolução de um caso assumido de straelensiose canina na prática clínica. No 1º estudo, foram observados 263 casos entre dezembro de 2011 e outubro de 2012, dos quais 91,2% eram de canídeos, 8,0% de felídeos e 0,8% (P<0,001) de outras espécies. Relativamente aos canídeos, o Pastor alemão (12,5%; 30/240), o Boxer (8,8%; 21/240), o Bull-dog francês (8,3%; 20/240) e o Yorkshire terrier (7,5%; 18/240) foram as raças predominantes. A idade média foi de 5,5±2,4 anos. As doenças imunomediadas representaram 32% das ocorrên-cias, seguidas das de origem bacteriana com 21% e das parasitárias com 11%. As doenças com mais de 5% de incidência foram a atopia (16...

Levantamento retrospectivo de casos de escabiose canina e felina, atendidos na Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da Universidade de São Paulo, no período compreendido entre 1984 e 2002; Canine and feline scabies in São Paulo - Brazil - Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da Universidade de São Paulo (1984-2002)

Castro, Rita de Cássia Carmona; Lucarts, Luiz Eduardo Bagini; Delayte, Ericka Homman; Otsuka, Mary; Germano, Pedro Manuel Leal; Larsson, Carlos Eduardo
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/2005 POR
Relevância na Pesquisa
36.21%
At the Veterinary Teaching Hospital (HOVET) in FMVZ/USP, sarcoptic and notoedric mange are the second and the third most commonly diagnosed parasitic skin diseases, respectively. Between 1984 and 2002, 2907 cases of canine and feline scabies were diagnosed at HOVET. Canine scabies (2283) and feline scabies (624) represented 6.4% and 15.7%, respectively, of the cases seen. Feline scabies was more frequent than canine scabies (p<0.05 ). Canine scabies was more prevalent in pure breeds dogs (58.0%) with long hair (74.2%) and the most commonly affected dog breeds were: Poodle, Cocker Spaniel and German Shepherds. Canine and feline scabies were more frequent in males. Dogs (54.7%) and cats (63.5%) < 12 months old were the most affected. For notoedric mange stray cats, short-haired (74.2%) were most commonly affected. Feline scabies was most common in Siamese , Persian and Burmese cat breed. There was no seasonal difference in the occurence of scabies in either cats or dogs when results were analysed.; Em levantamento retrospectivo de 19 anos (1984-2002), envolvendo a totalidade de 39524 casos dermatopáticos, de caninos e felinos, atendidos no Serviço de Dermatologia do VCM-HOVET/FMVZ-USP, identificou-se um total de 2907 (7,3%) casos de escabiose. Respectivamente...

FREQUÊNCIA DE NEOPLASIAS CUTÂNEAS EM EQUINOS: ESTUDO RETROSPECTIVO DO LABORATÓRIO DE PATOLOGIA VETERINÁRIA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ

Sprenger, Lew Kan; UFPR; Gabardo, Lorran Baeumle; Risolia, Larissa Wunsche; Molento, Marcelo Beltrão; da Silva, Antônio Waldir Cunha; de Sousa, Renato Silva
Fonte: UFPR Publicador: UFPR
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf
Publicado em 21/08/2014 POR
Relevância na Pesquisa
36.13%
O objetivo deste estudo foi determinar a prevalência dos tumores cutâneos de equinos examinados pelo Laboratório de Patologia Veterinária (LABPV) da Universidade Federal do Paraná (UFPR), Campus Curitiba. Foram pesquisados os protocolos de biópsia de pele destes animais, no período de 1984 a 2008. Os dados utilizados foram diagnóstico morfológico, sexo, idade e raça. Das 201 amostras recebidas, 166 (82,6%) eram de tumores cutâneos, sendo 150 (74,6%) neoplásicos. A raça mais prevalente foi a Puro Sangue Inglês 112 animais (67,5%); seguida da Crioula 29 (17,5%); Quarto de Milha 15 (9,0%) e Mangalarga Marchador 7 (4,2%). Animais sem raça definida somaram 3 (1,8%) do total. A faixa etária mais prevalente, em ordem decrescente, foi: a 1-5 anos com 108 equinos (65,1%); 6-14 anos 41 (24,7%); cavalos com 15 anos ou mais 13 (7,8%) e com menos um ano apenas 1 cavalo (0,6%). Com relação ao sexo, 102 (61,5%) eram fêmeas, 61 (36,7%) eram machos e em casos o gênero (1,8%) não foi informado. As neoplasia cutâneas mais prevalentes foram: sarcóide com 111 casos (66,87%); carcinoma de células escamosas  12 (7,23%); papiloma 11 (6,63%) e outros tumores somaram 32 (19,87%). A raça Puro Sangue Inglês apresentou a maior prevalência para sarcóide...

Perfil dos cães e gatos dermatopatas atendidos na Policlínica da Faculdade de Veterinária da UFF – março / 98 – fevereiro / 2004, Niterói, RJ

Braga, Carolina de Andrade; Médicos-veterinários autônomos.; Arruda, Arthur Farias de Oliveira; Médicos-veterinários autônomos.; Castro, Maria Cristina Nobre; Professoras adjuntas MCV–UFF.; Soares, Ana Maria Barros; Professoras adjuntas MCV–UFF.
Fonte: Universidade Federal Fluminense Publicador: Universidade Federal Fluminense
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; CMC; Artigo Original; info:eu-repo/semantics/publishedVersion Formato: application/pdf
Publicado em 27/08/2013 POR
Relevância na Pesquisa
36.41%
A dermatologia é uma das áreas de grande importância na clínica médica veterinária segundo diversos estudos. Nestapesquisa foram avaliados as suspeitas clínicas dermatológicas mais comuns e o perfil dos animais portadores quanto àespécie, raça, idade e sexo, por meio da análise do livro de registro dos atendimentos da Policlínica Veterinária da UniversidadeFederal Fluminense (UFF) e das fichas propedêuticas dos pacientes atendidos com queixas dermatológicas. Os caninosapresentaram, em ordem decrescente, dermatites bacterianas e abscessos, dermatites alérgicas e ectoparasitoses,enquanto os felinos foram atendidos devido a ectoparasitoses; dermatites fúngicas; dermatites bacterianas e abscessos.Na sua maioria, os cães eram machos, de raça definida e com idade entre 1 e 5 anos, já os felinos eram mestiços, do sexofeminino e na mesma faixa etária dos caninos.Observou-se que as espécies diferem com relação às afecções dermatológicasmais comuns e que as ectoparasitoses ainda são relevantes no atendimento veterinário. A prevalência de espécie, raça,idade e sexo dos animais são possivelmente influenciados pela população animal domiciliada.