Página 1 dos resultados de 575 itens digitais encontrados em 0.001 segundos

Avaliação da eficácia e segurança do tacrolimo pomada 0,03% no tratamento da dermatite atópica em pacientes pediátricos; Evaluate of the efficacy and safety of tacrolimus ointment 0,03% to treat atopic dermatitis in pediatric patients

GONTIJO, Bernardo; DUARTE, Ida A. Gomes; SITTART, José Alexandre de Souza; PIRES, Mario Cezar; TAKAOKA, Roberto; CESTARI, Silmara da Costa P.; CESTARI, Tania Ferreira; AUN, Wilson Tartuce; OLIVEIRA, Zilda Najjar P. de; LA SCALA, Cintia S. Kurokawa
Fonte: Sociedade Brasileira de Dermatologia Publicador: Sociedade Brasileira de Dermatologia
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
37.56%
FUNDAMENTOS - Tacrolimo pomada é eficaz no tratamento da dermatite atópica. OBJETIVOS - Avaliar a eficácia e segurança do tacrolimo pomada 0,03% (Protopic®) no tratamento de pacientes pediátricos com dermatite atópica. MÉTODOS - Estudo multicêntrico, aberto e não comparativo. Incluídos 174 pacientes (dois a 10 anos)com dermatite atópica. Utilizou-se tacrolimo duas vezes ao dia, por seis semanas. O critério primário de eficácia foi a melhora clínica > a 90% avaliada pelo médico (Escala de Avaliação Global da Resposta Clínica). Outros critérios de eficácia foram a redução no índice de área e gravidade do eczema (EASI), a redução do percentual de superfície corporal afetada (%BSA) e a avaliação do prurido pelo paciente (escala analógica visual). Segurança foi avaliada pela ocorrência de eventos adversos relatados pelos pais e pacientes ou pelos investigadores. RESULTADOS - Trinta e três por cento dos pacientes apresentaram melhora clínica >90%. Quando avaliado o escore EASI, houve redução de 45,5% (primeira semana) e 61,8% (sexta semana) quando comparado com o basal (p<0,001). Em relação a %BSA, houve redução de 30,4% e 55,5%, na primeira e na sexta semana. Houve redução do prurido em relação ao basal (p<0...

"Sensibilização de doentes com dermatite atópica ao Aleuroglyphus ovatus avaliada através do teste epicutâneo" ; Sensitization of patients with atopic dermatitis evaluated through Aleuroglyphus ovatus extract atopy patch test

Lorenzini, Daniel
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 01/09/2006 PT
Relevância na Pesquisa
37.56%
INTRODUÇÃO: A dermatite atópica é uma doença inflamatória crônica da pele que possui alta prevalência e etiopatogenia multifatorial. Os ácaros são alguns dos desencadeadores das crises desta enfermidade. OBJETIVO: avaliar a freqüência de positividade ao teste de contato, utilizando extratos do ácaro Aleuroglyphus ovatus em doentes com dermatite atópica, comparando-a à dos doentes portadores de alergia respiratória e à dos indivíduos sem atopia. MÉTODOS: Cento e vinte e quatro indivíduos (48 doentes com dermatite atópica, 47 com alergia respiratória e 29 sem atopia) foram avaliados através do teste de contato contendo extrato de Aleuroglyphus ovatus nas concentrações de 0,1%, 0,5%, 1,0%, 1,5%, 2,0%. O teste de puntura com leitura imediata (“prick test”) e a dosagem da IgE sérica também foram avaliados. RESULTADOS: seis doentes com dermatite atópica, 4 com alergia respiratória e 1 indivíduo sem atopia responderam positivamente ao teste de contato alérgico com Aleuroglyphus ovatus. Não houve diferença estatística significativa entre os grupos estudados. CONCLUSÃO: O Aleuroglyphus ovatus possui papel relativo na elicitação das crises de dermatite atópica, podendo o teste de contato alérgico com Aleuroglyphus ovatus ser usado em caso de dúvida no diagnóstico etiológico. ; INTRODUCTION: Atopic dermatitis is a chronic...

Dermatite atópica: correlação entre estado da barreira cutânea em pele não lesionada e atividade da doença; Atopic dermatitis: correlation between skin barrier parameters in non involved skin and level of disease

Addor, Flávia Alvim Sant'Anna
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 27/11/2008 PT
Relevância na Pesquisa
37.56%
Introdução: Dermatite atópica (DA) é uma doença cutânea crônica, predominante na infância, cujo sintoma principal é o prurido de intensidade variável, e os sinais são classicamente as lesões de padrão eczematoso. Há anormalidades na formação e função da barreira cutânea, que estão presentes não somente nas lesões cutâneas como na pele clinicamente não afetada. Objetivo: Analisar a correlação entre as medidas biofísicas da função de barreira cutânea e os critérios clínicos e intensidade da dermatite, de acordo com os critérios de Rajka e Langeland. Métodos: 231 doentes do Departamento de Dermatologia do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, com diagnóstico clínico de dermatite atópica segundo os critérios diagnósticos de Rajka e Langeland foram avaliados por exame físico, anamese, medidas biofísicas de grau de hidratação de camada córnea pelo método de capacitância (corneometria) e pelo método de perda de água transepidérmica (TEWL); a medida sérica de IgE também foi solicitada no ato do exame. Resultados: Houve uma relação significativa entre as medidas de corneometria, TEWL e gravidade clínica da dermatite atópica. Os dados demonstraram uma correlação inversamente proporcional entre a corneometria e o TEWL...

Avaliação do consumo alimentar e da densidade mineral óssea de crianças com dermatite atópica; Food consumption and bone mineral density evaluation of children with atopic dermatitis

Penterich, Vanessa Ramos Alves
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 01/09/2011 PT
Relevância na Pesquisa
37.56%
A dermatite atópica é uma doença de pele de caráter inflamatório crônico que normalmente precisa de tratamento com glicocorticóide tópico. O objetivo deste estudo foi avaliar o impacto da Dermatite atópica no consumo de nutrientes, no estado nutricional e no metabolismo ósseo de crianças com dermatite atópica moderada e grave comparadas à crianças saudáveis. Foram incluídas neste estudo 60 crianças de 4 a 12 anos com AD moderada/grave e 54 controles. O consumo alimentar foi avaliado por três recordatórios de 24 horas. O estado nutricional foi determinado pelo z-escore de altura para idade, peso por idade e do índice de massa corporal. Os marcadores ósseos séricos foram 25OH vitamina D, fosfatase alcalina óssea, cálcio sérico, fósforo, PTH, osteocalcina, CTX e cortisol. Os pacientes e familiares foram questionados quanto à fraturas, exposição solar e escore de atividade física. Por meio de densitometria dupla de Raio-X avaliou-se o conteúdo mineral ósseo (CMO), a densidade mineral óssea (DMO) e o z-score da coluna lombar, do fêmur total e do corpo inteiro. As crianças com dermatite atópica usavam glicocorticóide tópico em média por 3,9 ±1,81 anos. O tempo de exposição solar foi menor nas crianças com dermatite atópica. O consumo alimentar evidenciou um alto consumo de proteínas em ambos os grupos...

Validação para crianças e adolescentes brasileiros do instrumento de mensuração de Qualidade de Vida Relacionada à Saúde - DISABKIDS® - Módulo Dermatite Atópica; Validation for Brazilian children and adolescents of the instrument for measuring Health-related Quality of Life-DISABKIDS® - Atopic Dermatitis

Deon, Keila Cristiane
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 10/09/2013 PT
Relevância na Pesquisa
37.61%
A Qualidade de Vida Relacionada à Saúde é definida como um indicador de saúde, que compreende fatores físicos, mentais e sociais e os impactos que uma determinada condição de saúde pode trazer à vida do indivíduo. Instrumentos válidos e fidedignos são ferramentas de grande valia para a mensuração deste construto. A Dermatite Atópica é uma condição crônica dermatológica associada a inúmeros prejuízos nos diversos aspectos da vida de uma pessoa, especialmente em crianças e adolescentes. O objetivo deste estudo foi validar para o Brasil o instrumento DISABKIDS®- Módulo Dermatite Atópica, para mensuração da Qualidade de Vida Relacionada à Saúde de crianças e adolescentes, com Dermatite Atópica, em idade escolar. O Instrumento compreende 12 itens e duas dimensões, Impacto e Estigma, e duas versões, self e proxy. A amostra foi composta por 200 sujeitos, 100 crianças e adolescentes brasileiros com Dermatite Atópica, entre 8 a 18 anos de idade, e seus pais ou cuidadores, recrutados no Serviço de Dermatologia do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, na cidade de São Paulo, em dois momentos, entre os meses de abril e setembro de 2009 e julho de 2012 a junho de 2013. A fidedignidade do instrumento foi satisfatória tanto em relação à sua consistência interna...

Avaliação sócio-comportamental de crianças portadoras de dermatite atópica

Fontes Neto, Paulo de Tarso da Luz
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.5%
Introdução: A dermatite atópica (DA) é uma doença inflamatória crônica da pele que apresenta um impacto significativo na qualidade de vida dos pacientes, em conseqüência de episódios recorrentes durante a vida. Considerando estudos recentes que descrevem a associação entre aspectos psicológicos e a dermatite atópica, acredita-se que a investigação da existência de um possível perfil comportamental destas crianças possa auxiliar o desenvolvimento de intervenções psicoterápicas específicas, assim como aumentar o conhecimento sobre a doença. Método: Este trabalho tem como objetivo realizar uma avaliação do perfil sóciocomportamental de crianças portadoras de DA e comparando-as com crianças sem a doença. Neste estudo, do tipo caso-controle, foram incluídos dois grupos com idades entre 4 e 18 anos: o grupo estudo, com pacientes portadores de dermatite atópica que consultam no ambulatório do Hospital de Clínicas de Porto Alegre (HCPA) e o grupo controle, composto por crianças e adolescentes sem doença dermatológica, matriculados em escola da rede pública de Porto Alegre. O tamanho estimado da amostra foi de 25 indivíduos em cada grupo. A coleta dos dados realizou-se através do CBCL (Child Behavior Checklist)...

ESTUDO CLÍNICO DERMATOLÓGICO DE CANÍDEOS COM SINTOMATOLOGIA COMPATÍVEL COM DERMATITE ALÉRGICA

Pereira, Luisa; Martins, Luís Miguel Lourenço; Alves, Inês; Semião-Santos, Saul; da Cruz Inácio, Filipe Fernando; Bento, Ofélia
Fonte: Hospital Veterinário Montenegro Publicador: Hospital Veterinário Montenegro
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
37.65%
A dermatite alérgica canina (DAc) é a afeção mais frequente em dermatologia veterinária. Observa-se elevada incidência da dermatite alérgica à picada de pulgas, verificando-se igualmente grande expressão da dermatite alérgica atópica e da dermatite alérgica alimentar. O diagnóstico diferencial baseia-se na história clínica do paciente, na sintomatologia observada e na exclusão de outras causas de dermatite. Os testes intradérmicos (TID), bem como a introdução de dieta de eliminação, ajudam a confirmar o diagnóstico. Neste estudo pretendeu-se caracterizar, para uma população canina, a história clínica e a respetiva sintomatologia de DAc, bem como, identificar possíveis correlações entre dados da sintomatologia clínica e os TID. Numa amostra constituída por 76 cães com sintomatologia compatível com DA, realizaram-se TID a 56 indivíduos. As fêmeas apresentaram maior frequência (54,5%), bem como os canídeos de raça predisposta (70,9%), e 77,8% tinham vivência indoor. Quanto aos sinais clínicos, o prurido, presente em 72,5% dos animais, iniciou-se em torno do ano de idade em 42,6 % dos indivíduos e em 90,7% antes dos 3 anos. Em 70% dos animais a lambedura dos membros foi a manifestação inicial. A dermatite surgiu associada a lesões primárias em 74...

Dermatite endógena induzida pela ingestão de níquel: a propósito de dois casos clínicos

Carrapatoso, I; Loureiro, G; Loureiro, C; Faria, E; Todo-Bom, A; Chieira, C
Fonte: Sociedade Portuguesa de Alergologia e Imunologia Clínica Publicador: Sociedade Portuguesa de Alergologia e Imunologia Clínica
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2004 POR
Relevância na Pesquisa
37.68%
A sensibilização ao níquel representa uma das principais causas de dermatite de contacto alérgica. Um número significativo de doentes apresenta lesões cutâneas, em locais que não estão em contacto directo com este metal. Nos últimos anos a influência do conteúdo em níquel da dieta na evolução da dermatite ao níquel tem merecido particular atenção. Descrevem-se os casos de duas doentes com dermatite de contacto ao níquel em que, apesar da evicção total do contacto com este metal, persistiam lesões de dermatite eczematosa, predominando nas zonas de maior sudação. Com a exclusão da dieta de alimentos com alto teor em níquel observou-se uma redução progressiva da intensidade do eczema, conducente ao desaparecimento total das lesões. As doentes foram, então, submetidas a prova de provocação oral com sulfato de níquel. Na primeira doente estudada observou-se aparecimento de eritema, prurido e reacção eczematosa, generalizados, doze horas após a ingestão de 20 mg de sulfato de níquel. Concomitantemente verificou-se a ocorrência de eritema pruriginoso e pequenas vesículas, no local de aplicação do patch teste ao níquel. No segundo caso a reactivação da dermatite ocorreu seis horas após a ingestão de 10 mg de sulfato de níquel. A manutenção de dieta restritiva em alimentos com alto teor em níquel permitiu o desaparecimento total da dermatite e estabilização clínica que se mantém desde há 6 meses. O diagnóstico de dermatite endógena induzida pela ingestão de níquel foi demonstrado através da realização de prova de provocação oral. A excreção de níquel através do suor parece ser relevante. A redução da ingestão diária de níquel...

Avaliação da relação do prurido e níveis sangüíneos de IgE com a gravidade do quadro clínico em pacientes com dermatite atópica

Weber,Magda Blessmann; Petry,Vanessa; Weis,Luciana; Mazzotti,Nicolle Gollo; Cestari,Tania Ferreira
Fonte: Sociedade Brasileira de Dermatologia Publicador: Sociedade Brasileira de Dermatologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2005 PT
Relevância na Pesquisa
37.65%
FUNDAMENTOS: Pacientes portadores de dermatite atópica apresentam freqüentemente níveis séricos elevados de IgE, e o prurido é uma das manifestações cardinais da doença. OBJETIVOS: Descrever as características do prurido nos pacientes com dermatite atópica (DA) e correlacionar a gravidade do eczema com os níveis plasmáticos de imunoglobulina E (IgE). MÉTODOS: Os pacientes com dermatite atópica atendidos no Serviço de Dermatologia do Hospital de Clínicas de Porto Alegre e nos Serviços de Pediatria e Dermatologia da Universidade Luterana do Brasil responderam a um questionário sobre sintomas da dermatite atópica e deles foi coletado sangue para dosagem da IgE sérica. A gravidade da dermatose foi calculada conforme critérios sugeridos por Rajka et al. Os dados foram analisados no programa SPSS. RESULTADOS: Oitenta e nove pacientes completaram o estudo. A média de idade foi de 9,6 ± 9 anos, e 51% dos pacientes eram do sexo feminino. Quando analisada a freqüência de prurido de acordo com a gravidade do quadro clínico, foi encontrada uma relação significativa (p = 0,003). Os pacientes com quadro leve de dermatite atópica tinham coceira diária em 45% dos casos; aqueles com quadro grave tinham 90,9% de sintomas diários; e apenas 4...

Dermatite esfoliativa: estudo clínico-etiológico de 58 casos

Kondo,Rogério Nabor; Gon,Airton dos Santos; Minelli,Lorivaldo; Mendes,Mauro Filgueiras; Pontello,Rubens
Fonte: Sociedade Brasileira de Dermatologia Publicador: Sociedade Brasileira de Dermatologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2006 PT
Relevância na Pesquisa
37.68%
FUNDAMENTO: Dermatite esfoliativa é síndrome cutânea caracterizada por eritema e descamação generalizados, que pode ser conseqüente ou estar associada a várias doenças dermatológicas prévias, doenças sistêmicas ou reações medicamentosas. OBJETIVOS: Relatar a freqüência das diferentes causas e características clínicas associadas à dermatite esfoliativa nos pacientes atendidos no Setor de Dermatologia do Hospital Universitário Regional do Norte do Paraná, da Universidade Estadual de Londrina. MÉTODOS: Foram revisados os registros de pacientes com diagnóstico de dermatite esfoliativa diagnosticados no Hospital Universitário Regional do Norte do Paraná no período de 10 anos. RESULTADOS: Foi encontrado o total de 58 pacientes com diagnóstico de dermatite esfoliativa, com idade média de 56,89 anos. Em 33 pacientes, foi definida uma dermatose como causa (psoríase, 11 casos; dermatite de contato, nove casos; eritrodermia ictiosiforme congênita, três casos; dermatite seborréica, cinco casos; dermatite atópica, três casos; pitiríase rubra pilar, dois casos). Reações a drogas foram observadas em 11 pacientes. Em 14 casos (24%) não foi possível determinar a causa básica. CONCLUSÕES: Numa amostra de pacientes atendidos num serviço de referência em dermatologia...

Dermatite atópica: uma doença cutânea ou uma doença sistêmica? A procura de respostas na história da dermatologia

Leite,Rubens Marcelo Souza; Leite,Adriana Aragão Craveiro; Costa,Izelda Maria Carvalho
Fonte: Sociedade Brasileira de Dermatologia Publicador: Sociedade Brasileira de Dermatologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/02/2007 PT
Relevância na Pesquisa
37.56%
A dermatite atópica é doença inflamatória cutânea associada à atopia, predisposição a produzir resposta IgE a alérgenos ambientais, constituindo uma das manifestações das doenças atópicas, junto com a asma e a rinite alérgica. A dermatite atópica é caracterizada por episódios recorrentes de eczema associado a prurido, acometendo superfície cutânea geneticamente alterada, induzindo, por fenômenos imunológicos, a presença de inflamação. Trata-se de doença multifatorial, com enfoque nas alterações sistêmicas e alérgicas ou nas manifestações cutâneas, de acordo com diferentes visões da doença. A conceituação da dermatite atópica é importante, porque a conduta terapêutica pode variar segundo essas duas formas diferentes de analisá-la. Autores modernos discutem extensivamente esses aspectos sem, contudo, alcançar uma conclusão sobre a dermatite atópica como doença sistêmica ou cutânea. A procura dos conceitos sobre a doença, desde os primeiros relatos, associada à evolução do pensamento na dermatologia, poderia esclarecer a origem dessas dúvidas. Uma análise histórica demonstra que a dermatite atópica tem seus conceitos atuais oriundos dos estudos de diversos pensadores, que, em diferentes momentos históricos...

Avaliação da eficácia e segurança do tacrolimo pomada 0,03% no tratamento da dermatite atópica em pacientes pediátricos

Gontijo,Bernardo; Duarte,Ida A. Gomes; Sittart,José Alexandre de Souza; Pires,Mario Cezar; Takaoka,Roberto; Cestari,Silmara da Costa P.; Cestari,Tania Ferreira; Aun,Wilson Tartuce; Oliveira,Zilda Najjar P. de; La Scala,Cintia S. Kurokawa
Fonte: Sociedade Brasileira de Dermatologia Publicador: Sociedade Brasileira de Dermatologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2008 PT
Relevância na Pesquisa
37.56%
FUNDAMENTOS - Tacrolimo pomada é eficaz no tratamento da dermatite atópica. OBJETIVOS - Avaliar a eficácia e segurança do tacrolimo pomada 0,03% (Protopic®) no tratamento de pacientes pediátricos com dermatite atópica. MÉTODOS - Estudo multicêntrico, aberto e não comparativo. Incluídos 174 pacientes (dois a 10 anos)com dermatite atópica. Utilizou-se tacrolimo duas vezes ao dia, por seis semanas. O critério primário de eficácia foi a melhora clínica > a 90% avaliada pelo médico (Escala de Avaliação Global da Resposta Clínica). Outros critérios de eficácia foram a redução no índice de área e gravidade do eczema (EASI), a redução do percentual de superfície corporal afetada (%BSA) e a avaliação do prurido pelo paciente (escala analógica visual). Segurança foi avaliada pela ocorrência de eventos adversos relatados pelos pais e pacientes ou pelos investigadores. RESULTADOS - Trinta e três por cento dos pacientes apresentaram melhora clínica >90%. Quando avaliado o escore EASI, houve redução de 45,5% (primeira semana) e 61,8% (sexta semana) quando comparado com o basal (p<0,001). Em relação a %BSA, houve redução de 30,4% e 55,5%, na primeira e na sexta semana. Houve redução do prurido em relação ao basal (p<0...

Dermatite alérgica de contato a medicamentos de uso tópico: uma análise descritiva

Lazzarini,Rosana; Duarte,Ida; Braga,Juliana Casagrande Tavoloni; Ligabue,Samia Leticia
Fonte: Sociedade Brasileira de Dermatologia Publicador: Sociedade Brasileira de Dermatologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/02/2009 PT
Relevância na Pesquisa
37.56%
FUNDAMENTOS: A dermatite de contato é uma dermatose comum e suas múltiplas causas dificultam seutratamento. OBJETIVO: O objetivo do estudo foi avaliar a frequência da sensibilização aos medicamentos de uso tópico, em serviço universitário; estudar as características da população afetada e identificar os principais sensibilizantes relacionados aos medicamentos tópicos. MÉTODOS: Realizou-se um estudo retrospectivo dos pacientes com hipótese diagnóstica de dermatite alérgica de contato e que foram submetidos a testes epicutâneos. Avaliaram-se os que tiveram diagnóstico final de dermatite alérgica de contato a medicamentos tópicos. RESULTADOS: Em um grupo de 329 pacientes submetidos a testes de contato, 42 (13%) tiveram testes de contato positivos e relevantes para medicamentos tópicos, pelo princípio ativo e/ou por outros componentes. Entre os testes positivos, 36 (85,7%) corresponderam aos princípios ativos e 28 (66,7%), a outros componentes das fórmulas, com alguns pacientes apresentando mais de um teste positivo. Entre os princípios ativos, a neomicina foi o mais frequente. CONCLUSÕES: Entre os pacientes estudados, a sensibilização aos medicamentos tópicos ocorreu em 13% dos casos, com discreta preferência pelo sexo feminino e maior número de casos entre pacientes brancos. Houve elevada frequência de dermatite alérgica de contato pela neomicina...

Frequência da dermatite de contato ocupacional em ambulatório de alergia dermatológica

Duarte,Ida; Rotter,Anita; Lazzarini,Rosana
Fonte: Sociedade Brasileira de Dermatologia Publicador: Sociedade Brasileira de Dermatologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2010 PT
Relevância na Pesquisa
37.56%
FUNDAMENTOS: A dermatite de contato ocupacional (DCO) corresponde a 80% dos casos de dermatoses relacionadas ao trabalho. OBJETIVOS: Determinar: a frequência de DCO em pacientes atendidos em ambulatório de alergia, não específico de dermatose ocupacional; o perfil dos pacientes de acordo com idade, sexo, cor, profissão, antecedentes atópicos, duração e localização da dermatose; os tipos de dermatite de contato; os principais alérgenos; e comparar as frequências dos principais sensibilizantes com os resultados obtidos em pacientes atendidos no mesmo período, sem DCO. MÉTODOS: Durante o período 2003-2006, 630 pacientes foram atendidos e submetidos à bateria padrão de testes de contato. Selecionaram-se aqueles com DCO. RESULTADOS: Sessenta e nove (10,9%) pacientes apresentaram DCO. A média de idade foi de 44,5 anos. As mãos foram acometidas em 48 (70%) casos. As profissões prevalentes foram do lar (27,39%) e construção civil (23; 33,5%). Dermatite alérgica de contato (DAC) ocorreu em 48 (70%) casos, e dermatite irritativa de contato (DIC), em 21 (30%). Os principais sensibilizantes foram o bicromato de potássio (28; 41%), sulfato de níquel (16; 23%) e carba-mix (16; 23%). CONCLUSÕES: A DCO foi diagnosticada em 10...

Avaliação do teste de contato com aeroalérgenos em pacientes com dermatite atópica

Rodrigues,Rosana Neves Dos Santos; Melo,João Ferreira; Montealegre,Federico; Hahnstadt,Ruppert Ludwig; Pires,Mario Cezar
Fonte: Sociedade Brasileira de Dermatologia Publicador: Sociedade Brasileira de Dermatologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/02/2011 PT
Relevância na Pesquisa
37.61%
FUNDAMENTOS: a dermatite atópica é uma doença inflamatória cutânea que apresenta múltiplos fatores desencadeantes. Há vários relatos de autores que confirmaram os aeroalérgenos como fatores agravantes ou desencadeantes. O teste de contato com aeroalérgenos ou teste de contato atópico foi proposto para avaliar a participação destes alérgenos na dermatite atópica. OBJETIVO: objetivo deste estudo foi avaliar a positividade do teste de contato atópico em pacientes com dermatite atópica. MÉTODOS: Avaliamos 50 pacientes com dermatite atópica e 45 do grupo com rinite alérgica, nos quais realizamos teste de contato atópico com extratos de Dermatophagoides pteronissynus, Dermatophagoides farinae e Blomia tropicalis, além de testes cutâneos de leitura imediata para os mesmos alérgenos, acrescidos de epitélio de cão e gato e fungos. RESULTADOS: verificamos que o teste de contato atópico com ácaros apresentou maior positividade nos indivíduos do grupo de dermatite atópica quando comparado ao grupo de rinite alérgica. CONCLUSÕES: o teste de contato atópico apresenta resultados estatisticamente significativos quando realizado com ácaros, em pacientes com dermatite atópica, com p=0,035, OR (odds ratio) = 3,35 e IC(95%) = [ 1...

Estudo da correlação entre molusco contagioso e dermatite atópica em crianças

Seize,Maria Bandeira de Melo Paiva; Ianhez,Mayra; Cestari,Silmara da Costa Pereira
Fonte: Sociedade Brasileira de Dermatologia Publicador: Sociedade Brasileira de Dermatologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2011 PT
Relevância na Pesquisa
37.74%
FUNDAMENTOS: É bastante divulgado, sem a fundamentação científica necessária, que a infecção por molusco contagioso tende a ser mais frequente e de maior intensidade nos pacientes acometidos por dermatite atópica. Tal fato motivou a realização deste trabalho. OBJETIVOS: Avaliar a prevalência de associação de dermatite atópica e molusco contagioso; avaliar se, nos pacientes com dermatite atópica, a infecção por molusco contagioso é mais recorrente e/ou disseminada e se a ocorrência de eczema perimolusco, prurido e/ou infecção é mais prevalente que nos pacientes sem dermatite atópica. MÉTODOS: Avaliaram-se 284 crianças de ambos os sexos, com diagnóstico de molusco contagioso e/ ou dermatite atópica. RESULTADOS: Apenas 13,4% dos pacientes apresentavam ambas as doenças. O número de áreas anatômicas afetadas por molusco contagioso, a ocorrência de eczema perimolusco e prurido foram maiores nos pacientes com dermatite atópica associada. Não houve diferença significativa de frequência de infecção secundária associada às lesões de molusco contagioso nos pacientes com e sem dermatite atópica. CONCLUSÃO: A prevalência da ocorrência de dermatite atópica e molusco contagioso associados foi baixa. Não houve diferença significativa na recorrência da infecção por molusco contagioso e na quantidade de lesões nos pacientes com e sem dermatite atópica. O número de áreas anatômicas afetadas por lesões de molusco contagioso...

Dermatite atópica e imunidade inata: associação com o polimorfismo do gene da proteína ligadora de manose (MBL2)

Campos Carréra, Matilde; Cláudio Arraes de Alencar, Luiz (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
PT_BR
Relevância na Pesquisa
37.73%
A dermatite atópica apresenta elevada prevalência, principalmente nos países desenvolvidos, o que tem resultado em um importante problema de saúde pública. Esta tese consta de dois artigos. No primeiro, artigo de revisão sob título Lectina ligadora de manose (MBL) e sua associação clínica com dermatite atópica, objetivou-se rever algumas das características estruturais e funcionais da lectina ligadora de manose e sua associação clínica com a dermatite atópica. Para tanto, procedeu-se à revisão bibliográfica de trabalhos publicados entre 1980 e 2007, nas bases de dados Biblioteca Nacional de Saúde, BIREME, Lilacs, Medline, sobre vias do sistema complemento, lectina de ligação à manose, alergias e dermatite atópica, dos quais 48 foram utilizados. Em síntese, os autores comprovaram que a lectina de ligação à manose é uma proteína que se une aos carboidratos da superfície dos patógenos e facilita o processo de fagocitose, participando na modulação da inflamação, tanto como uma terceira via do sistema complemento quanto por sua relação com a apoptose da barreira epidérmica. Identificou-se que, embora a literatura apresente evidência razoável da associação da lectina de ligação à manose com doenças infecciosas e auto-imunes...

Revisão das espécies de Paederus Fabricius, 1775 (Coleoptera: Staphylinidae, Paederini) causadoras de dermatite no Brasil

Vieira, Juliana Soares
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
37.56%
Resumo: Dermatite de contato é uma inflamação na pele provocada por contato direto com um alérgeno e pode ser desencadeada por insetos. Em Coleoptera a principal família com espécies causadoras de dermatite é Staphylinidae, cujo gênero Paederus Fabricius, 1775 é o foco do presente trabalho. No Brasil são conhecidas cinco espécies de Paederus causadoras de dermatite: P. amazonicus Sharp, 1876; P. brasiliensis Erichson, 1840; P. columbinus Laporte, 1835; P. ferus Erichson, 1840 e P. rutilicornis Erichson, 1840. Apesar dos acidentes com Paederus no Brasil serem conhecidos desde o começo do século XX, existe uma carência de literatura taxonômica sobre essas espécies. Assim, o presente trabalho teve como principal objetivo realizar uma revisão taxonômica das espécies de Paederus causadores de dermatite no Brasil. Foram analisados 371 exemplares provenientes de diversas instituições nacionais e internacionais. Ao todo sete espécies foram redescritas e reunidas numa chave dicotômica. Cinco destas espécies são relatadas na literatura como causadoras de acidentes e duas são consideradas como novos registros de espécies causadoras de dermatite para o Brasil, P. mutans Sharp, 1876 e P. protensus Sharp, 1876 sp. rev.. As fêmeas de P. brasiliensis...

DERMATITE ATOPICA E PROBIOTICI

SHAKHSHIR, SUDQI
Fonte: La Sapienza Universidade de Roma Publicador: La Sapienza Universidade de Roma
Tipo: Tese de Doutorado
IT
Relevância na Pesquisa
37.56%
In questo studio sono stati analizzati 128 pazienti affetti da dermatite atopica diagnosticati in base ai criteri di Williams, afferenti alla UO di Allergologia Pediatrica del Dipartimento di Pediatria e Neuropsichiatria Infantile dell’Università degli Studi di Roma “La Sapienza”. In questi pazienti, stratificati in base all’atopia (positività ad almeno un skin prick test), è stato valutato se la somministrazione di Lattobacillus paracasei ceppo B21060 determini un miglioramento della malattia cutanea. Lo studio è stato condotto in doppio cieco, randomizzato, a gruppi paralleli, controllato verso placebo. L’obiettivo primario è stato quello di valutare l’efficacia del trattamento con Lattobacillus paracasei ceppo B211060 della dermatite atopica considerando il successo terapeutico (definito come riduzione del punteggio di gravità “indice di SCORAD” dopo tre mesi di trattamento di almeno il 30% rispetto al valore basale o come riduzione di almeno 30% della quantità settimanale di Fluticasone Propionato nelle ultime due settimane di trattamento rispetto alle prime due) in almeno il 25% in più dei bambini appartenenti al gruppo attivo rispetto a quelli appartenenti al gruppo placebo dopo tre mesi di trattamento. E’ seguita una seconda fase di follow-up senza trattamento sempre della durata di tre mesi. Potendo ipotizzare una diversa risposta ai probiotici in bambini affetti da dermatite atopica in rapporto alla coesistenza o meno di atopia (skin prick test e/o IgE specifiche positive ai principali allergeni inalanti e/o alimentari) la variabile “successo terapeutico” è stata valutata per sottogruppi di randomizzazione separata (bambini atopici e non atopici). Gli obiettivi secondari sono stati la misurazione dell’estensione delle lesioni cutanee e dei sintomi oggettivi e soggettivi...

Dermatite na região de contato com o vaso sanitário

Presa, Juliana Gomes Loyola
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 159 f. : il. color., grafs., tabs.; application/pdf
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
37.84%
Orientador: Profa. Dra. Vânia Oliveira de Carvalho; Tese (doutorado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Saúde da Criança e do Adolescente. Defesa: Curitiba,10/10/2014; Inclui referências : f.96-104; Resumo: Introdução: A Dermatite na região de contato com vaso sanitário (DCVS) foi considerada uma dermatite alérgica a madeira do vaso sanitário nas décadas de 1960 e 1980. Mudanças no tipo do assento do vaso sanitário determinaram o desaparecimento desta dermatose nos anos seguintes. Recentemente na literatura há descrição de relatos de casos e pequenas séries de pacientes com DCVS e questiona-se a participação de produtos irritantes caracterizando uma dermatite por irritante primário ou ainda dermatite de contato alérgica e possível associação com a dermatite atópica. Objetivos: Estabelecer o perfil clínico dos pacientes com dermatite na região de contato com o vaso sanitário, avaliar o teste de contato, teste por puntura e fatores de melhora. Métodos: Estudo observacional, analítico, de coorte, prospectivo realizado no período de 2010 a 2014. Foram incluídas as crianças menores de 14 anos com dermatite na região posterior da coxa que compareceram a consulta no serviço de Dermatologia Pediátrica. Este estudo foi aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa em Seres Humanos da Universidade Federal do Paraná. Foi realizada avaliação clinica evolutiva...