Página 1 dos resultados de 578 itens digitais encontrados em 0.002 segundos

Formação superior e deontologia do jornalismo na legislação: representações sociais dos profissionais dessa atividade

Silva, António Ribeiro da
Fonte: Repositório Científico Lusófona Publicador: Repositório Científico Lusófona
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
37.3%
Esta pesquisa, iniciada em janeiro de 2010 e concluída em março de 2012, discorreu sobre uma análise documental e de representações sociais a respeito da deontologia da profissão de Jornalismo. Neste sentido, fizemos um levantamento histórico e de legislação na atividade, entrevistamos 20 profissionais em exercício e com maturidade jornalística e questionamos 10 unidades de trabalho em Campina Grande - PB. A pesquisa objetivou identificar e mostrar a realidade deontológica da profissão jornalística. Ela visou contribuir com a prática jornalística, tendo como base a autorregulação contida nas normas legais do Jornalismo. A atividade tem se confundido, há mais de um século, com vários ramos da Comunicação Social e provocado uma distorção de identidade, apesar da histórica evolução do ensino superior. Este problema, consequentemente, provocou abertura à inconstitucionalidade da profissão, facilitando assim a revogação da obrigatoriedade do diploma de jornalista para o exercício da profissão, por determinação judicial. O trabalho identificou ainda que o imbróglio deontológico tem como força propulsora quatro partes interessadas: jornalistas formados, jornalistas não formados, empresas e Estado. Dessa colisão de interesses emerge um discurso tautológico em torno da “liberdade de expressão”...

Refletir sobre o ensino da ética na graduação de enfermeiros, em Portugal

Oliveira, Clara Costa; Reis, Ana
Fonte: Universidade de Santa Cruz do Sul Publicador: Universidade de Santa Cruz do Sul
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em 18/02/2014 POR
Relevância na Pesquisa
27.3%
Existem em Portugal alguns estudos sobre o ensino da ética na área dos profissionais de saúde. As teorias a divulgar no curriculum relativo à Ética, Deontologia e Bioética em Enfermagem deverão estar diretamente articuladas com os filósofos, ou outros especialistas, nos quais se inspiraram. Sendo uma das principais finalidades do ensino, em Enfermagem, a preparação dos estudantes para um mundo marcado por complexos dilemas éticos, suscitados pela atividade científica e tecnológica, propomos, por um lado, um ensino em ética que siga as orientações preconizadas no documento Recomendações Relativas ao Ensino da Ética e Deontologia no Curso de Enfermagem (editado pela Ordem dos Enfermeiros) e, por outro lado, o desenvolvimento da ética associado à moral, de modo a proporcionar um equilíbrio entre princípios éticos e as regras institucionais, remetendo diretamente para a deontologia.

A construção de uma deontologia profissional dos professores do ensino liceal português

Pintassilgo, Joaquim
Fonte: FPCEUC Publicador: FPCEUC
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2002 POR
Relevância na Pesquisa
37.14%
A finalidade deste artigo é contribuir para o conhecimento de algumas raízes do processo de construção de uma deontologia da profissão docente, no que se refere aos professores do ensino liceal português, tendo como ponto de partida um conjunto de treze artigos subordinados a essa temática e publicados na revista pedagógica Labor. A referida sequência teve como único autor o professor de matemática do ensino secundário Francisco Dias Agudo. No seu conjunto, este texto constitui uma excelente reflexão sobre a dimensão ética da profissão docente, tal como poderia ser encarada por um profissional do ensino nos anos 50 do século XX, em plena vigência do Estado Novo. Situaremos a nossa análise nos discursos produzidos por professores e para professores, procurando captar as representações sobre a profissão e sobre a actividade docente por essa via veiculadas, de modo a traçar os contornos da imagem do que é ser um “bom professor” de liceu nos anos 50 do século XX. Preocupar-nos-emos, em particular, com a fundamentação ética e com as normas deontológicas propostas para a profissão.

Ensino da deontologia, ética médica e bioética nas escolas médicas Brasileiras: uma revisão sistemática

Dantas,Flávio; Sousa,Evandro Guimarães de
Fonte: Associação Brasileira de Educação Médica Publicador: Associação Brasileira de Educação Médica
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2008 PT
Relevância na Pesquisa
37.3%
A relevância da educação em ética médica na formação do profissional de Medicina tem sido cada vez mais reconhecida em todo o mundo. No Brasil, a Resolução 08/1969 do Conselho Federal de Educação tornou obrigatório o ensino da deontologia nas escolas médicas. Com o objetivo de avaliar a evolução do ensino da ética em escolas médicas brasileiras, foi realizada uma revisão sistemática dos levantamentos nacionais sobre o ensino da disciplina de deontologia, ética médica ou bioética, publicados nos últimos 30 anos. Foram localizados três estudos, publicados em três diferentes décadas, que mostraram estagnação no número de disciplinas específicas para a ética médica ao longo do tempo, baixa carga horária reservada ao seu ensino e reduzido número de professores exclusivos, em sua maioria vinculados à especialidade de medicina legal. Os temas de responsabilidade profissional e segredo profissional foram os mais abordados, sendo o conteúdo ministrado principalmente em aulas expositivas e discussão de casos. A importância da educação em ética médica nos cursos de graduação exige o seu ensino, em todos os períodos, por docentes com vivência profissional e conhecimentos na área de ciências humanas...

Os princípios constitucionais entre deontologia e axiologia: pressupostos para uma teoria hermenêutica democrática

Almeida,Fábio Portela Lopes de
Fonte: Fundação Getúlio Vargas, Escola de Direito Publicador: Fundação Getúlio Vargas, Escola de Direito
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2008 PT
Relevância na Pesquisa
37.14%
O artigo tem por propósito discutir a natureza dos princípios constitucionais a partir de duas teorias hermenêuticas distintas: a axiologia e a deontologia. A perspectiva axiológica é descrita a partir da teoria dos princípios delineada por Robert Alexy em sua Teoria dos direitos fundamentais e criticada por ser incapaz de lidar democraticamente com o fato do pluralismo, isto é, com a circunstância de que as sociedades contemporâneas não se estruturam em torno de valores éticos compartilhados intersubjetivamente por todos os cidadãos. Como alternativa a esse modelo, sugere-se, a partir das obras de John Rawls, Ronald Dworkin e Jürgen Habermas, que a adoção de uma perspectiva deontológica, que assume a distinção entre princípios e valores, supera as dificuldades da teoria axiológica. Ao assumir como premissa central a possibilidade de legitimação do direito a partir de princípios justificados a partir de critérios aceitáveis por todos os cidadãos, uma teoria deontológica dos princípios se torna capaz de lidar com a pluralidade de concepções de bem presentes nas sociedades contemporâneas. Nesse sentido, o artigo se situa no campo de estudos próprio da teoria da Constituição.

O culto da deontologia pelo juiz

Delgado, José Augusto
Fonte: Superior Tribunal de Justiça do Brasil Publicador: Superior Tribunal de Justiça do Brasil
Tipo: Artigo de Revista Científica
PT_BR
Relevância na Pesquisa
37.3%
Discorre sobre a influência da deontologia no exercício da magistratura e relaciona definições. Aborda as regras de conduta do magistrado previstas na lei. Descreve o comportamento do juiz, tanto na vida profissional, como familiar e social. Ressalta os deveres, prazo para despachar, decidir e concluir os autos. Menciona regras de conduta impostas ao Juiz e não previstas na lei, relaciona limites a serem seguidos na vida profissional e privada. Por fim, afirma que o magistrado é, além de um integrante do Judiciário, agente político, condutor da atividade jurisdicional do estado, integrante da sociedade que assume deveres éticos e morais e que a sua missão é realizar o bem comum, fim supremo do Direito.

Deontologia do juiz

Dallari, Dalmo de Abreu
Fonte: Superior Tribunal de Justiça do Brasil Publicador: Superior Tribunal de Justiça do Brasil
Tipo: Artigo de Revista Científica
PT_BR
Relevância na Pesquisa
37.42%
Trata de deontologia de juízes, analisando limites de competência de um juíz e discutindo a própria existência de uma deontologia para juízes

Deontologia jurídica

Lagrasta Neto, Caetano
Fonte: Superior Tribunal de Justiça do Brasil Publicador: Superior Tribunal de Justiça do Brasil
Tipo: Artigo de Revista Científica
PT_BR
Relevância na Pesquisa
37.3%
Apresenta reflexões acerca da deontologia jurídica, especificamente, no tocante aos juízes.

Magistratura : deontologia, função e poderes do juiz

Lazzarini, Alvaro
Fonte: Superior Tribunal de Justiça do Brasil Publicador: Superior Tribunal de Justiça do Brasil
Tipo: Artigo de Revista Científica
PT_BR
Relevância na Pesquisa
37.3%
Aborda, no que tange a magistratura, as questões referentes à deontologia, funções e atribuições. Por fim, tece algumas considerações a respeito das práticas que o juiz exerce.

Deontologia imparcial contratualista: sobre a possibilidade de um procedimento autojustificado para a construção de princípios de justiça

Barbosa, Evandro
Fonte: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre Publicador: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre
Tipo: Tese de Doutorado
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
37.3%
A partir da retomada dos modelos práticos de Kant e Rawls, propõe-se demonstrar que uma teoria de justiça imparcial pode redefinir a possibilidade de uma fundamentação – em sentido fraco – de normas prescritivas a partir da imbricação de um modelo construtivista-politico de justificação ao sistema contratual de origem moderna. Para tanto, é necessário esclarecer à seguinte questão: como um modelo de deontologia imparcial contratualista pode ser considerado um procedimento autojustificado para a construção de princípios de justiça? Sua resposta exige elucidar como um contratualismo liberal pode ser usado para estabelecer princípios de justiça, enquanto regra normativa, para a chamada teoria do dever ou deontologia. A apropriação dos elementos kantianos e a consequente adaptação ao modelo procedimental colocam a posição rawlsiana como uma teoria do procedimento autojustificado para a construção de estruturas de relações políticas ideais mediante cooperação dos indivíduos. Por isso, provar a necessidade de valores políticos construídos enquanto indispensáveis à esfera social, bem como a incumbência de uma relação política ideal coerentemente justificada permitirá explicitar em que medida esse modelo deontológico autoriza que prescrições sejam legitimadas no meio público por intermédio de um processo razoável de construção...

Etica y Deontología

LLERENA AMADEO [Ministro]
Fonte: Ministério da Educação da Argentina Publicador: Ministério da Educação da Argentina
Tipo: legislation
Relevância na Pesquisa
37.14%
Establecer que la asignatura Etica y Deontología Profesional, se incorpora en los planes de estudio de todas las carreras de nivel terciario, de modalidad docente o técnica, con carácter anual, a partir del ciclo lectivo de 1981

Etica y Deontología

Alconada Aramburu, Carlos [Ministro]
Fonte: Ministério da Educação da Argentina Publicador: Ministério da Educação da Argentina
Tipo: legislation
Relevância na Pesquisa
37.3%
Modificar la denominación de la asignatura Etica y Deontología Profesional por el de Etica y Deontologia de la Profesión Docente

Ética y deontología de las profesiones jurídicas; Ethics and deontology of legal professions

Blázquez Martín, Diego
Fonte: Universidad Carlos III de Madrid. Instituto de Derechos Humanos Bartolomé de las Casas; Dykinson Publicador: Universidad Carlos III de Madrid. Instituto de Derechos Humanos Bartolomé de las Casas; Dykinson
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Publicado em //2008 SPA
Relevância na Pesquisa
37.3%
Ante los restos que supone la adecuación del sistema universitario español al Espacio Europeo de Educación Superior que incluye una revisión del modelo, los contenidos y las metodologías docentes, la incorporación de nuevas asignaturas, como Deontología de las Profesiones Jurídicas, puede ser francamente útil para mantener un modelo de Universidad crítica al mismo tiempo que preocupada por el impacto social y profesional de la misma. Para ello es necesario desarrollar un concepción de la Deontología Profesional basada en el rol de los distintos papeles que reconoce el sistema social y jurídico a los profesionales, fundado en el los principios del Estado de Derecho y la garantía de los derechos fundamentales, que permita diferenciar el enfoque ético del deontológico.

Ètica i deontologia de les relacions públiques

Parés i Maicas, Manuel
Fonte: Universidade Autônoma de Barcelona Publicador: Universidade Autônoma de Barcelona
Tipo: Article; info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion Formato: application/pdf
Publicado em //2006 CAT
Relevância na Pesquisa
37.3%
Com a punt de partida es fa una proposta de definició de les relacions públiques i s’exposen quines són les seves principals característiques comunicatives, així com també els seus camps d’acció. Tot seguit es formula la tipologia dels seus actors. Tots aquests prolegòmens tenen per objectiu estudiar el dret, l’ètica i la deontologia de les relacions públiques. S’analitzen els codis deontològics estrangers més rellevants en aquest àmbit, per estudiar després els que existeixen a Espanya en el camp del periodisme i el seu silenci sobre les relacions públiques en el sentit constitutiu del terme.; The text begins with a proposed definition of Public Relations: The principalcommunicative characteristics, its fields of activity, and the typology of its actors, are the main bases on which the Law, Ethics and Deontology of PR should be approached. The main foreign deontological codes existing in this field are analysed. Finally a study is made of the deontological codes of journalism existing in Spain and their silence regarding the real role of PR.

The debate of divergence: an evaluation of Michael Sandel’s criticisms to John Rawls’ liberalism; O debate dos desencontros: uma avaliação das críticas de Michal Sandel ao liberalismo de John Rawls.

Reis, Flávio Azevedo; Universidade de São Paulo
Fonte: UFPR Publicador: UFPR
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 27/05/2013 POR
Relevância na Pesquisa
27.42%
The main objective of Micheal Sandel’s Liberalism and the Limits of Justice was to attack the concept of deontology, as formulated by John Rawls. In this article, I argue that Sandel interpreted the concept of deontology in a misleading way. There is a difference between how Rawls defined this concept and how it was interpreted by Sandel. Given this, the first part of this article will analyze the way Sandel interpreted the Rawlsian concept of deontology. The second part presents an assessment of the clash between the two authors in light of the differences in the way both of them understood the meaning of deontology in political liberalism.; O principal objetivo de Micheal Sandel, no livro Liberalismo e os limites da justiça, foi atacar o conceito de deontologia de John Rawls. Nesse artigo, pretende-se argumentar que Sandel interpretou o conceito de deontologia de um modo equivocado. Há uma diferença entre a forma como Rawls definiu este conceito e a maneira como foi interpretado por Sandel. Dado isso, na primeira parte desse artigo, será analisado o modo como Sandel interpretou o conceito de deontologia na filosofia de Rawls. A segunda parte apresenta uma avaliação do confronto entre os dois autores à luz da diferença no modo como ambos compreendem o significado da deontologia no liberalismo político.

Encontro entre teleologia e deontologia: uma análise a partir da interpretação contemporânea de Paul Ricoeur

Corá, Élsio José; Brondani, Clóvis
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 04/08/2011 POR
Relevância na Pesquisa
37.14%
http://dx.doi.org/10.5007/1677-2954.2010v9n1p43Este trabalho pretende analisar a relação entre teleologia e deontologia, sob o ponto de vista contemporâneo de Paul Ricoeur. Objetiva, ainda, fazer uma classificação dos conceitos utilizados nessa relação, que incluem a estima de si, respeito de si, vida boa, solicitude e alteridade, conceitos tratados, principalmente no sétimo e oitavo capítulo da obra O si-mesmo como um outro. O estudo revela que para interrelacionar as propostas da ética teleológica (aristotélica) e a deontológica (kantiana) é preciso retomar a estrutura conceitual desenvolvida por Ricoeur, ou seja a tese da primazia da ética sobre a moral, bem como no desenvolvimento dessa tese, a necessidade da ética passar pelo crivo da norma.

Ética e deontologia : o papel das associações profissionais Ethics and deontology : the profissional associations role p. 175-188

Rasche, Francisca
Fonte: Associação Catarinense de Bibliotecários Publicador: Associação Catarinense de Bibliotecários
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares; Descritiva Formato: text/html; application/pdf
Publicado em 18/01/2006 POR
Relevância na Pesquisa
37.14%
Trata da ética e da deontologia no âmbito da biblioteconomia. Mostra o papel das associações no fortalecimento da profissão. Ressalta as associações profissionais como espaço privilegiado para a reflexão ética e deontológica. Problematiza sobre a importância da participação dos profissionais bibliotecários nas entidades representativas da categoria numa perspectiva de construção ética responsável. Concluí mostrando a importância de um agir ético que se paute no respeito ao outro e na construção de consenso como forma de minimizar a tendência de ações individualistas tão difundidas na sociedade atual. Abstract: It treats about ethics and deontology in a librarianship scope. It shows the association role in the profession strengthening. It highlights the professional associations as privileged space for ethical reflection and deontology. It shows the problem about the importance of the librarian professional participations in representative class entities in a perspective of responsible ethical construction. It includes showing the importance in acting ethically in respect to the other and constructing the consensus as a way to minimize the trend to individualist actions so spread present society.

Ética e Deontologia: o papel das associações profissionais

Rasche, Francisca
Fonte: Pesquisa Brasileira em Ciência da Informação e Biblioteconomia Publicador: Pesquisa Brasileira em Ciência da Informação e Biblioteconomia
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion;
Publicado em 01/08/2006
Relevância na Pesquisa
37.14%
Trata da ética e da deontologia no âmbito da biblioteconomia. Mostra o papel das associações no fortalecimento da profissão. Ressalta as associações profissionais como espaço privilegiado para a reflexão ética e deontológica. Problematiza sobre a importância da participação dos profissionais bibliotecários nas entidades representativas da categoria numa perspectiva de construção ética responsável. Concluí mostrando a importância de um agir ético que se paute no respeito ao outro e na construção de consenso como forma de minimizar a tendência de ações individualistas tão difundidas na sociedade atual. Acesso ao texto completo (PDF)

Valoración de alumnos universitarios sobre la deontología profesional: Un estudio realizado en la Licenciatura de Pedagogía de la Universidad de Granada (España)

Alvarez,José; Rodríguez,Clemente; Herrera,Lucía; Lorenzo,Oswaldo
Fonte: Interdisciplinaria Publicador: Interdisciplinaria
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/07/2012 ES
Relevância na Pesquisa
37.3%
El objetivo principal de este trabajo ha sido profundizar en el estudio de los códigos deontológicos transmitidos por el docente de educación superior, a partir de la opinión y percepción sobre éstos que tienen los estudiantes de la Licenciatura en Pedagogía, quienes participaron en la investigación (N = 190), sobre la necesidad de implementar en su formación universitaria y expectativas de futuro laboral determinados contenidos relativos a la ética profesional. Este estudio permitió detectar la importancia que tiene la deontología profesional en la titulación de Pedagogía de la Universidad de Granada y en qué medida se la enseña en dicha titulación. Se ha llevado a cabo un estudio descriptivo que ofrece una serie de resultados que pueden ser útiles para orientar la futura práctica profesional y docente de los egresados. En este sentido, los principales hallazgos alcanzados apuntan a que la dimensión más valorada de la Ética Profesional es el Compromiso Profesional, seguida de la Conducta Ética Profesional y en menor medida, la Conducta Moral. En relación con la enseñanza / aprendizaje en su formación inicial, el alumnado opina, igualmente, que el compromiso profesional es la categoría más abordada en las aulas...

Deontologia e capitalização simbólica na advocacia portuguesa contemporânea

Chaves,Miguel; Nunes,João Sedas
Fonte: Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa Publicador: Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2012 PT
Relevância na Pesquisa
37.14%
Partindo de um estudo sobre os jovens que ingressam na advocacia portuguesa, este artigo retoma uma temática bastante arredada da sociologia contemporânea - a ético-deontologia dos grupos profissionais. Sustenta-se que os argumentos ético-deontológicos conduzem os jovens que acedem à profissão através do “protótipo liberal” a desenvolverem aspirações compatíveis com o “exercício liberal”, a avaliarem positivamente a sua situação profissional e a adquirirem capital simbólico, num momento marcado pela ascensão dos jovens colaboradores em grandes sociedades de advogados. O argumentário ético-deontológico faz ainda com que estes últimos, distantes do protótipo liberal, não adquiram uma supremacia simbólica absoluta no interior da profissão.