Página 1 dos resultados de 99 itens digitais encontrados em 0.002 segundos

Abordagem Ortodôntica da Gestão de Espaço em Dentição Mista

Borges, Ana Sofia Mendonça
Fonte: [s.n.] Publicador: [s.n.]
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2011 POR
Relevância na Pesquisa
66.93%
Trabalho apresentado à Universidade Fernando Pessoa como parte dos requisitos para obtenção do grau de Mestre em Medicina Dentária.; Os problemas de espaço em dentição mista normalmente são consequência da inexistência de espaço nas arcadas para o correcto alinhamento dentário e de interferências na cronologia de erupção dentária. Desta forma, o Médico Dentista deve estar sensível a todos os factores de consumo e de aquisição de espaço, para alcançar o sucesso junto dos seus pacientes. O objectivo deste trabalho é apresentar, com recurso a uma revisão bibliográfica, os aspectos importantes a reter para uma boa avaliação do paciente e quais os tipos de aparelhos preventivos e interceptivos a que deve recorrer para que possa prevenir e interceptar os desvios à normalidade. Realizou-se uma pesquisa exaustiva no motor de busca “Pubmed”, “B-on” e “Science Direct”, no período entre 01 de Outubro de 2010 e 01 de Novembro de 2010, com as seguintes palavras-chave: “interceptive orthodontics”, “space maintenance” e “mixed dentition”. Descreveu-se exaustivamente os processos inerentes ao crescimento e desenvolvimento crânio-facial, os factores responsáveis pelo consumo e pela aquisição de espaço nas arcadas dentárias e os dispositivos utilizados clinicamente para a manutenção como para a recuperação do espaço. Ao longo da realização desta revisão bibliográfica foram detectados pontos de vista opostos entre os autores da mesma e os autores citados. Após a realização deste trabalho podemos concluir que sem uma correcta manutenção do espaço...

Medidas e proporções antropométricas orofaciais de crianças respiradoras orais; Anthropometric orofacial measurements and proportions in mouth breathing children

CATTONI, Débora Martins; FERNANDES, Fernanda Dreux Miranda; DI FRANCESCO, Renata Cantisani; LATORRE, Maria do Rosário Dias de Oliveira
Fonte: Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia Publicador: Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
46.69%
OBJETIVO: Descrever as medidas e proporções orofaciais de crianças respiradoras orais e comparar a média do lado direito da face com a média do lado esquerdo da face, segundo a idade. MÉTODOS: Participaram 100 crianças, de ambos os sexos, com idades entre sete anos e 11 anos e 11 meses, leucodermas, em dentição mista, com diagnóstico de respiração oral. As crianças foram submetidas à avaliação antropométrica, sendo que as medidas orofaciais obtidas foram lábio superior, lábio inferior, filtro, terço superior da face, terço médio da face, terço inferior da face e lados da face. O instrumento utilizado foi o paquímetro eletrônico digital da marca Starrett, Série 727. RESULTADOS: Não houve diferença estatisticamente significativa entre as médias das medidas antropométricas orofaciais das crianças respiradoras orais, segundo a idade, com exceção do terço médio da face e dos lados da face. Não houve diferença estatisticamente significativa entre as médias das proporções orofaciais das crianças respiradoras orais, com exceção da proporção entre o terço superior da face e o terço médio da face. Não houve diferença estatisticamente significativa entre as médias dos lados da face, segundo a idade. CONCLUSÕES: Não houve diferença estatisticamente entre a maioria das médias das medidas e proporções orofaciais de crianças respiradoras orais...

Características da dentadura mista em crianças brasileiras ; Characteristics of the mixed dentition in Brazilian children

Zanetti, Graciela de Almeida
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 25/03/2003 PT
Relevância na Pesquisa
46.86%
Na época correspondente à fase de dentadura mista, ocorrem grandes alterações nos arcos dentais. Observa -se que é uma fase de intenso crescimento da criança, na qual alguns desvios da normalidade podem se instalar. Sendo papel do Odontopediatra diagnosticar e tratar sempre que possível, as alterações morfológicas e funcionais desta fase de desenvolvimento da dentição. O presente trabalho teve por finalidade, através de exame clínico de uma amostra aleatória de 495 crianças na faixa etária de 7 a 9 anos de idade, residentes na cidade de Londrina – PR, avaliar as características mais freqüentes observadas na fase de dentadura mista cujas variações são extremas devido ao período crítico e repleto de mudanças que se encontra esta fase. Os resultados evidenciaram: presença de mordida aberta, mordida cruzada anterior, mordida cruzada posterior, apinhamento anterior inferior e superior, presença de hábitos e freqüência dos padrões faciais. Através de tabelas e gráficos os resultados foram elaborados ilustrando-se assim a percentagem de prevalência destas características encontradas.Com isto pode-se concluir que inúmeras alterações acontecem nesta fase que não é estática, mas sim dinâmica.; At the time that it corresponds to the period of mixed dentition...

Exame fonoaudiológico: medidas faciais em crianças leucodermas sem queixas fonoaudiológicas; Speech pathology examination: facial measurements in leukoderm children with no history of speech pathology disorders

Cattoni, Débora Martins
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 14/04/2003 PT
Relevância na Pesquisa
46.69%
Os objetivos deste estudo foram obter medidas antropométricas faciais, a medida interincisiva máxima e proporções faciais em crianças, verificar se há diferença estatisticamente significativa entre as médias das medidas e proporções faciais, segundo idade e sexo, comparar a distância do canto externo do olho ao cheilion do lado direito com o lado esquerdo da face e comparar as médias das medidas antropométricas faciais desta amostra com os padrões de normalidade para crianças norte-americanas. Participaram 254 crianças, 117 do sexo masculino e 137 do sexo feminino, com idades entre 7,0 e 11,11 anos, leucodermas, em dentição mista, sem queixas fonoaudiológicas e/ou histórico de tratamento fonoaudiológico prévio e/ou atual. As medidas antropométricas faciais obtidas foram lábio superior, lábio inferior, filtro, terço superior da face, terço médio da face, terço inferior da face e distância entre o canto externo do olho e o cheilion no lado direito e esquerdo da face. As proporções faciais obtidas foram as estabelecidas entre o lábio superior e o lábio inferior, entre o terço superior da face e o terço médio da face e entre o terço médio da face e o terço inferior da face. O instrumento utilizado foi o paquímetro digital marca Starrett Série 727. Os resultados mostraram que...

Medidas e proporções orofaciais de crianças respiradoras orais; Orofacial measurements and proportions of mouth breathing children

Cattoni, Débora Martins
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 02/02/2007 PT
Relevância na Pesquisa
46.93%
A avaliação da morfologia orofacial sob o enfoque antroposcópico, bem como a mensuração das estruturas orofaciais, é importante aspecto do exame fonoaudiológico, contribuindo para a determinação do diagnóstico, do planejamento terapêutico e do prognóstico dos indivíduos com respiração oral. Os objetivos desta tese foram: 1. descrever as características posturais e morfológicas dos órgãos fonoarticulatórios de crianças respiradoras orais, segundo a idade; 2. descrever as medidas e proporções orofaciais de crianças respiradoras orais, segundo a idade e; 3. comparar as medidas e proporções orofaciais de crianças respiradoras orais com as medidas e proporções orofaciais de crianças sem queixas fonoaudiológicas, segundo a idade. A tese encontra-se dividida em três estudos: Estudo I -Características posturais e morfológicas dos órgãos fonoarticulatórios de crianças respiradoras orais: enfoque antroposcópico; Estudo II - Medidas e proporções orofaciais de crianças respiradoras orais; e Estudo III -Comparação entre medidas e proporções orofaciais de crianças respiradoras orais e de crianças sem queixas fonoaudiológicas. Participaram dos estudos 100 crianças, de ambos os sexos, com idades entre sete anos e 11 anos e 11 meses...

Programa de extrações seriadas: variáveis relacionadas com a extração de pré-molares

Lara, Tulio Silva; Santos, Cibelle Cristina Oliveira dos; Silva Filho, Omar Gabriel da; Garib, Daniela Gamba; Bertoz, Francisco Antônio
Fonte: Dental Press International Publicador: Dental Press International
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 15-145
POR
Relevância na Pesquisa
47.14%
OBJETIVO: verificar o percentual de pacientes que necessitaram extração de dentes permanentes, pré-molares, dentre aqueles tratados com extração de dentes decíduos para correção do apinhamento primário na dentição mista, bem como analisar as possíveis variáveis relacionadas. MÉTODOS: a amostra foi composta por documentações ortodônticas de 70 pacientes na dentição permanente, cujo tratamento iniciou-se na dentição mista com planejamento de um programa de extrações seriadas (PES). Todos os prontuários foram analisados por um único examinador, no intuito de verificar se o PES havia sido cumprido com a extração de dentes permanentes ou se havia sido realizada apenas extração de dentes decíduos. Verificou-se a associação entre a extração de dentes permanentes e as variáveis padrão facial; relação sagital entre as arcadas dentárias; IMPA; proporção tamanho do segundo molar permanente inferior/espaço retromolar; mecânica de controle de espaço e discrepância de modelo (teste exato de Fisher para as variáveis categóricas e modelo de regressão logística para as variáveis numéricas). Os resultados foram considerados para p<0,05. RESULTADOS: dos pacientes que haviam sido tratados com extração de dentes decíduos para a correção do apinhamento na dentição mista...

Prevalência do lado preferencial mastigatório e sua relação com a alimentação, a saúde periodontal, o lado preferencial no primeiro ciclo mastigatório e a dominância lateral nas dentições decídua, mista e permanente

Barcellos, Daphne Camara
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 144 f. : il.
POR
Relevância na Pesquisa
47.01%
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Pós-graduação em Odontologia Restauradora - ICT; Esse estudo de prevalência objetivou avaliar o lado preferencial mastigatório nas dentições decídua, mista e permanente e sua relação com: a consistência da dieta alimentar; o índice de placa e o índice gengival entre as hemi-arcadas direita e esquerda; o lado preferencial no primeiro ciclo mastigatório e as dominâncias laterais. Foram avaliados 300 indivíduos divididos em três grupos: Grupo 1 - 100 indivíduos entre 3 e 5 anos de idade com dentição decídua; Grupo 2 - 100 indivíduos entre 6 e 12 anos de idade com dentição mista; Grupo 3 - 100 indivíduos a partir de 18 anos de idade com dentição permanente. Foram coletados dados sobre a consistência alimentar (sólido, semi-sólido, pastoso e líquido) dos indivíduos. Foi realizado o índice gengival segundo o critério de Löe e Silness (1963) e o índice de placa segundo os critérios de Greene e Vermilion (1964) entre as hemi-arcadas direitas e esquerdas. Foi realizado o teste midificado de Mc Donnell et al. (2004) para determinar o lado preferencial mastigatório e o teste desenvolvido por Hoogmartens e Caubergh (1987a) para determinar o lado preferencial no primeiro ciclo mastigatório. Foi realizado o teste desenvolvido por Porac e Coren (1981) para determinar a dominância lateral das mãos...

Avaliação das correlações existentes entre experiência de cárie, acúmulo de placa bacteriana e nível de Iga anti-streptococcus mutans na saliva de crianças com dentição mista

Mattos, Flávio de Freitas
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 86 f. : il.
POR
Relevância na Pesquisa
57.03%
Pós-graduação em Odontologia Restauradora - ICT; This study aimed to evaluate the correlation between caries experience, plaque buildupandlevel ofIgAanti-Streptococcus mutansin salivaof children8-12years ofage,with mixed dentition. Withoutcaries(SC) lesions treated caries (CT) and untreated caries(CA), using the lHOSindex, ceod, ceos: 110 children, divided into three groups were examined.DMFT and DMFS.Samples were collected fromun stimulated saliva. The concentration of specific IgA was quantitated by ELISA to whole cell sof S. mutans. There was no significant correlation between the accumulation of plaque and salivary Ig Aspecific. There was a negative correlation between the level of specific salivary IgA and caries in the primary dentition of children with untreated caries lesions, indicating protective role. There was however,a positive correlation between the level of IgA and caries experiencein the permanent dentition of children with caries lesions treated. The salivary IgA specificanti-mutans does not prevent the buildup of plaque, with protective paperon the deciduous dentition and noton the permanent dentition; Neste estudo, objetivou-se avaliar as correlações existentes entre experiência decárie, acúmulo de placa bacteriana e nível de IgAanti - Streptococcus mutansna saliva de crianças de 8 a 12 anos de idade...

Influencia da reabilitação proteica removivel bucal no processo mastigatorio na fase da dentição mista

Suzane Rodrigues Jacinto Gonçalves
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 07/03/2003 PT
Relevância na Pesquisa
46.93%
O objetivo deste estudo foi verificar a influência da reabilitação bucal com prótese removível sobre as alterações musculares e funcionais em crianças na fase da dentição mista. A amostra foi composta de 31 crianças, de 5,5 a 6,5 anos de idade, distribuídas em 2 grupos: Grupo I - com 16 crianças sem necessidade de reabilitação bucal com prótese parcial removível e, Grupo II - com 15 crianças com indicação de instalação de prótese parcial removível nos arcos superior e/ou inferior. Os testes mastigatórios foram realizados em três fases distintas, consideradas: p0 - antes do tratamento restaurador e/ou protético, p 1 - 01 mês após o mesmo e p2 - 06 meses após o mesmo. Os grupos foram submetidos aos exames de análise de força de mordida, eficiência mastigatória e análise eletromiográfica da porção anterior do músculo temporal e da parte superficial do músculo masseter. A força de mordida máxima foi determinada através de um tubo pressurizado de fibra reforçada sobre o qual a criança mordeu na altura dos molares decíduos com o máximo de força. A eficiência mastigatória foi avaliada através da mastigação do alimento-teste Opto cal (silicona Optosil modificada) e foi utilizado o sistema de peneiragem fragmentada para determinar a mesma. O registro eletromiográfico foi realizado em contração isométrica voluntária máxima de elevação mandibular e...

Função mastigatoria em crianças apos a reabilitação protetica removivel bucal; Masticatory function in children after oral rehabilitation

Flavia Riqueto Gambareli
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 24/02/2006 PT
Relevância na Pesquisa
46.69%
O objetivo deste trabalho foi avaliar a performance mastigatória, a atividade eletromiográfica dos músculos masseter e porção anterior do temporal e a mastigação de alimentos de diferentes consistências em crianças na fase de dentição mista, com perda precoce de dentes decíduos posteriores, antes e após reabilitação protética. Para tanto, o estudo foi composto por três capítulos. No capítulo 1, intitulado Influence of measurement technique, test food, teeth and muscle force interactions in masticatory performance evaluation, realizou-se a revisão de literatura sobre performance mastigatória e discorreu-se sobre as variáveis influenciadoras. A revisão mostrou que a performance mastigatória tem sido amplamente avaliada e associada às variáveis morfológicas e funcionais do sistema mastigatório. No capítulo 2, intitulado Masticatory performance before and after oral rehabilitation in children, avaliou-se a performance mastigatória com alimento teste artificial. No capítulo 3, intitulado The influence of oral rehabilitation on muscle activity and chewing behavior in partially edentulous children, avaliou-se a atividade eletromiográfica dos músculos masseter e porção anterior do temporal e o comportamento mastigatório com alimentos de diferentes consistências. Avaliou-se também as variáveis corporais...

Estudo da deglutição adaptada e sua associação com variaveis de interesse epidemiologico, em crianças na fase inicial de dentição mista

Milene Maria Bertolini
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 25/06/2004 PT
Relevância na Pesquisa
56.82%
A deglutição adaptada é freqüente na dentição mista. Na avaliação de 73 crianças com deglutição adaptada, faixa etária de sete a nove anos de idade, estudamos os aspectos miofuncional orofacial, dentário, cefalométrico, otorrinolaringológico e hábitos orais deletérios, e suas inter-relações. Observamos que a deglutição adaptada não ocorre isoladamente, estando associada a outras adaptações e alterações miofuncionais com freqüência. As adaptações das posições de língua durante a fala, da mastigação e da postura cefálico-corporal constituiram-se em características presentes na maioria das crianças. Do ponto de vista odontológico foram observadas alterações dentárias e craniofaciais. Rinite alérgica foi o aspecto otorrinolaringológico predominante. Em relação aos hábitos orais deletérios, o uso de mamadeira e a sucção digital foram os aspectos mais importantes, sobretudo em função do tempo de duração. Meninos apresentaram freqüência maior de rigidez do músculo mentual e de ronco. Em crianças não brancas, observamos freqüências maiores da adaptação mastigatória e da alteração da convexidade facial. A sucção digital esteve associada à respiração oronasal, à adaptação da postura labial em repouso...

Estudo cefalométrico em telerradiografia lateral de crianças com deglutição atípica; Cephalometric study on lateral caphalograms in children with atypical deglutition

Almiro José Machado Júnior
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 10/02/2012 PT
Relevância na Pesquisa
46.93%
A permanência da deglutição infantil após a troca dos dentes decíduos é classificada como deglutição atípica e vem sendo atribuída à sucção sem fins nutritivos, alimentação por mamadeira, respiração oral e alterações anatômicas. Estudos têm avaliado padrões cefalométricos em respiradores orais, nas diferentes maloclusões, em diferentes tipos faciais, em malformações orofaciais, e na anatomia da via aérea faríngea. Entretanto há reduzido número de estudos que avaliam possíveis alterações cefalométricas em crianças com deglutição atípica, sem que fossem observadas diferenças com o grupo de deglutição normal. O objetivo deste estudo foi avaliar possíveis alterações cefalométricas em telerradiografias de crianças com deglutição atípica na dentição mista fisiológica. Métodos: Por meio de análise cefalométrica em telerradiografias laterais foram mensuradas as distância entre H (hióide) e MP (plano mandibular) e H (hióide) e T (túber), via aérea inferior (PAS), e os ângulos formados entre plano palatino e plano oclusal (PP-PO), plano palatino e plano mandibular (PP-MP) , plano oclusal e plano mandibular (PO-MP), plano e ramo mandibular (MA), plano de Frankfurt e processo odontóide (CC1)...

Avaliação das alterações imediatas à expansão maxilar rápida e lenta na dentição mista por meio de tomografia computadorizada de Cone-beam

Andriani, Juliana da Silva Pereira
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 163 p.| il., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
57.01%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde. Programa de Pós-Graduação em Odontologia.; Introdução: A deficiência maxilar transversal é comum na dentição mista e sua correção de grande importância para o sucesso do tratamento ortodôntico. A expansão maxilar rápida (EMR) e lenta (EML) têm sido preconizadas como meios de correção da atresia maxilar. O objetivo deste estudo clínico prospectivo é avaliar as alterações sagitais, transversais e verticais imediatas à EMR e EML através de tomografia computadorizada de cone-beam (TCCB) em pacientes em dentição mista. Material e Métodos: Os pacientes selecionados foram aleatoriamente divididos em 2 grupos, sendo que 21 indivíduos (média de 8.43 anos) foram submetidos à EMR e 16 indivíduos (média de 8.7 anos) submetidos à EML. Todos os indivíduos utilizaram disjuntor dento-mucossuportado ativado em 8 mm e realizaram exame de TCCB antes da instalação dos expansores (T1) e após a estabilização (T2). Para a comparação entre os grupos utilizou-se Análise de Variância (ANOVA) two-way com medidas repetidas e teste de Sidak, considerando P<0.05. Resultados: Não houve diferença estatística entre T1 e T2 em ambos os grupos em relação ao SNA...

Caracterização da função mastigatória em crianças com dentição decídua e dentição mista

Gomes,Lissandra Montagneri; Bianchini,Esther Mandelbaum Gonçalves
Fonte: CEFAC Saúde e Educação Publicador: CEFAC Saúde e Educação
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2009 PT
Relevância na Pesquisa
67.28%
OBJETIVO: caracterizar a mastigação de crianças com dentição decídua e com dentição mista, buscando verificar se há variações inerentes ao processo de desenvolvimento desta função. MÉTODOS: participaram 78 crianças, 4 a 11 anos, ambos os gêneros, divididas em dois grupos: GI - dentição decídua completa e GII - dentição mista. Foi realizada inspeção visual das estruturas do sistema estomatognático seguida da avaliação da mastigação, utilizando-se pão francês. A coleta dos dados foi realizada por meio da observação visual direta e registro em vídeo, visando confirmação dos dados observados, analisando-se os seguintes dados durante a mastigação: tipo de mordida, postura de lábios, amassamento com a língua, quantidade ingerida, padrão mastigatório, ciclos mastigatórios, movimentos mandibulares, uso dos dedos para juntar o alimento e verificação de movimentação exagerada da musculatura perioral. RESULTADOS: pode-se considerar que crianças de G1 e G2 apresentam as seguintes características: mordida frontal, porção média de alimento, presença de vedamento labial, média de 27 ciclos mastigatórios por porção, movimentos mandibulares rotatórios, ausência de amassamento do alimento com a língua...

Medidas e proporções antropométricas orofaciais de crianças respiradoras orais

Cattoni,Débora Martins; Fernandes,Fernanda Dreux Miranda; Di Francesco,Renata Cantisani; Latorre,Maria do Rosário Dias de Oliveira
Fonte: Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia Publicador: Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2008 PT
Relevância na Pesquisa
46.69%
OBJETIVO: Descrever as medidas e proporções orofaciais de crianças respiradoras orais e comparar a média do lado direito da face com a média do lado esquerdo da face, segundo a idade. MÉTODOS: Participaram 100 crianças, de ambos os sexos, com idades entre sete anos e 11 anos e 11 meses, leucodermas, em dentição mista, com diagnóstico de respiração oral. As crianças foram submetidas à avaliação antropométrica, sendo que as medidas orofaciais obtidas foram lábio superior, lábio inferior, filtro, terço superior da face, terço médio da face, terço inferior da face e lados da face. O instrumento utilizado foi o paquímetro eletrônico digital da marca Starrett, Série 727. RESULTADOS: Não houve diferença estatisticamente significativa entre as médias das medidas antropométricas orofaciais das crianças respiradoras orais, segundo a idade, com exceção do terço médio da face e dos lados da face. Não houve diferença estatisticamente significativa entre as médias das proporções orofaciais das crianças respiradoras orais, com exceção da proporção entre o terço superior da face e o terço médio da face. Não houve diferença estatisticamente significativa entre as médias dos lados da face, segundo a idade. CONCLUSÕES: Não houve diferença estatisticamente entre a maioria das médias das medidas e proporções orofaciais de crianças respiradoras orais...

Estudo das medidas antropométricas e das proporções orofaciais em crianças respiradoras nasais e orais de diferentes etiologias

Bolzan,Geovana de Paula; Silva,Ana Maria Toniolo da; Boton,Luane de Moraes; Corrêa,Eliane Castilhos Rodrigues
Fonte: Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia Publicador: Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2011 PT
Relevância na Pesquisa
46.93%
OBJETIVO: Verificar e comparar as medidas e proporções orofaciais de crianças respiradoras nasais, orais obstrutivas e orais viciosas, com dentição mista. MÉTODOS: Participaram do estudo 57 crianças, 32 meninas e 25 meninos, leucodermas, com idades entre sete anos e cinco meses e 11 anos e dez meses. Os participantes realizaram triagem fonoaudiológica e avaliação otorrinolaringológica para diagnóstico do modo respiratório e etiologia da respiração oral. As avaliações possibilitaram a classificação das crianças em três grupos: 15 respiradores nasais; 22 respiradores orais obstrutivos; e 20 respiradores orais viciosos. Foi realizada avaliação antropométrica orofacial, com paquímetro digital. As medidas e proporções orofaciais de cada grupo estudado foram descritas. Medidas antropométricas e proporções orofaciais dos grupos foram comparadas, num nível de significância de 5%. RESULTADOS: Não foram verificadas diferenças nas medidas antropométricas e proporções orofaciais de respiradores nasais e respiradores orais obstrutivos e viciosos. CONCLUSÃO: Os resultados obtidos sugerem que o modo respiratório e as diferentes etiologias da respiração oral não determinam diferenças nas medidas e proporções orofaciais em crianças no período de dentição mista.

Programa de extrações seriadas: variáveis relacionadas com a extração de pré-molares

Lara,Tulio Silva; Santos,Cibelle Cristina Oliveira dos; Silva Filho,Omar Gabriel da; Garib,Daniela Gamba; Bertoz,Francisco Antônio
Fonte: Dental Press International Publicador: Dental Press International
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2011 PT
Relevância na Pesquisa
47.14%
OBJETIVO: verificar o percentual de pacientes que necessitaram extração de dentes permanentes, pré-molares, dentre aqueles tratados com extração de dentes decíduos para correção do apinhamento primário na dentição mista, bem como analisar as possíveis variáveis relacionadas. MÉTODOS: a amostra foi composta por documentações ortodônticas de 70 pacientes na dentição permanente, cujo tratamento iniciou-se na dentição mista com planejamento de um programa de extrações seriadas (PES). Todos os prontuários foram analisados por um único examinador, no intuito de verificar se o PES havia sido cumprido com a extração de dentes permanentes ou se havia sido realizada apenas extração de dentes decíduos. Verificou-se a associação entre a extração de dentes permanentes e as variáveis padrão facial; relação sagital entre as arcadas dentárias; IMPA; proporção tamanho do segundo molar permanente inferior/espaço retromolar; mecânica de controle de espaço e discrepância de modelo (teste exato de Fisher para as variáveis categóricas e modelo de regressão logística para as variáveis numéricas). Os resultados foram considerados para p<0,05. RESULTADOS: dos pacientes que haviam sido tratados com extração de dentes decíduos para a correção do apinhamento na dentição mista...

Estudo das características da oclusão na dentição decídua e na mista e fatores associados; Study of the characteristics of occlusion in deciduous dentition and mixed and associated factors

COSTA, Catiara Terra da
Fonte: Universidade Federal de Pelotas; Odontologia; Programa de Pós-Graduação em Odontologia; UFPel; BR Publicador: Universidade Federal de Pelotas; Odontologia; Programa de Pós-Graduação em Odontologia; UFPel; BR
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
57.42%
Knowing the occlusal characteristics of deciduous and mixed dentition, its development, changes and possible influencing factors is important for prevention and interception of malocclusion, being it of great epidemiological value. For this,longitudinal studies are appropriate because they observe the same population in different time points. This study consisted of two parts: cross-sectional and longitudinal study. The cross-sectional study investigated the influence of demographic, behavioral and socioeconomic factors at time breastfeeding of the child and the influence of the same in occlusal characteristics of primary dentition. It was found that the statistically significant factors for breastfeeding were time use of baby bottle (p<0.001) and time-use of pacifier (p<0.001), moreover, in relation to dental occlusion were associated the relation of canines (p=0.002), the midline deviation (p=0.013), anterior open bite (p<0.000), overjet (p<0.001), posterior crossbite (p=0.006) and presence of malocclusion (p<0.001). The longitudinal study compared occlusal characteristics present in children in primary dentition and mixed dentition, six years after. Were eligible all children examined in 2007 that, after contact with the mother...

Alterações dento-maxilares, em jovens com maloclusão de classe II, 1ª divisão dentaria, apos uso do AEB; Cephalometric evaluation of treatment effect in dental-maxillary changes by AEB use on class II, division 1, malocclusion

Ana Zilda Nazar Bergamo de Carvalho
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 09/05/2007 PT
Relevância na Pesquisa
46.69%
O presente estudo objetivou analisar a efetividade do aparelho extrabucal (AEB), por meio de avaliação cefalométrica, em 40 telerradiografias, obtidas em norma lateral, de jovens do sexo feminino, com média de idade 9,15 anos, em fase de dentição mista, com maloclusão de Classe II, 1ª divisão dentária, subdivididas em 20 ao início do tratamento e 20 ao final. Anteriormente ao tratamento, as jovens apresentaram um padrão dolicofacial de crescimento, equilíbrio entre a altura facial superior e inferior, com índice de altura facial suavemente aumentado. A maxila mostrava-se bem posicionada em relação à porção média da base do crânio, com sua dimensão ântero-posterior próximo à normalidade, apenas com leve desarmonia entre as bases apicais. O tratamento ortodôntico envolveu a utilização do AEB, tração alta, com 350g de força, de cada lado, de 14-18 horas diárias, durante 22,35 meses. Avaliaram-se os valores de: SN.GoGn, FMA, N-ENA, ENAMe, IAF, Fg-S, S-Fpm,, Fpm-ENA, SNA, SNB, ANB, Fpm-6, 1.NA, 1-NA, 1.PP. As radiografias, em sua totalidade, foram traçadas duas vezes pelo mesmo pesquisador, e empregou-se a fórmula de Dalhberg para verificar a ocorrência ou não de erro do método. Os resultados revelaram um erro casual menor que 1...

Análise de dentição mista: tomografia versus predição e medida radiográfica

Felício,Letícia Guilherme; Ruellas,Antônio Carlos de Oliveira; Bolognese,Ana Maria; Sant'Anna,Eduardo Franzotti; Araújo,Mônica Tirre de Souza
Fonte: Dental Press International Publicador: Dental Press International
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2010 PT
Relevância na Pesquisa
67.08%
OBJETIVO: o objetivo dos autores desse estudo foi comparar o método de análise de dentição mista que utiliza tomografia computadorizada de feixe cônico para avaliar os diâmetros dos dentes intraósseos com os métodos de Moyers, Tanaka-Johnston e radiografias oblíquas em 45º. MÉTODOS: foram realizadas medidas, na arcada inferior, dos diâmetros mesiodistais dos incisivos permanentes irrompidos, nos modelos de gesso com auxílio de paquímetro digital e estimativa do tamanho de pré-molares e caninos permanentes ainda não irrompidos utilizando-se a tabela de Moyers e a fórmula de predição de Tanaka-Johnston. Nas radiografias oblíquas em 45º, caninos e pré-molares foram medidos utilizando-se o mesmo instrumento. Nas tomografias, as mesmas unidades dentárias foram aferidas por meio de ferramentas do programa Dolphin. RESULTADOS: a análise estatística revelou elevada concordância entre o método tomográfico e o radiográfico, e baixa concordância entre o tomográfico e os demais avaliados. CONCLUSÃO: a tomografia computadorizada de feixe cônico mostrou-se confiável para análise da dentição mista e apresenta algumas vantagens em relação aos métodos comparados: a observação e mensuração dos dentes intraósseos individualmente...