Página 1 dos resultados de 34 itens digitais encontrados em 0.058 segundos

Avaliação da mineralização óssea em recém-nascidos pré-termo e termo adequados para a idade gestacional, alimentados com leite humano; Evaluation of bone mineralization in breastfed preterm and full-term newborns

Quintal, Virginia Spinola
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 18/08/2009 PT
Relevância na Pesquisa
66.11%
INTRODUÇÃO: A Doença Metabólica Óssea é uma patologia caracterizada por alterações da mineralização esquelética decorrente do acréscimo deficiente do conteúdo mineral ósseo do recém-nascido pré-termo (RNPT). A densitometria óssea tem sido o método de escolha para avaliar o conteúdo mineral ósseo, particularmente no RNPT alimentado ou não com leite humano. OBJETIVOS: 1. Comparar os resultados do conteúdo e densidade minerais ósseos obtidos do corpo inteiro através da densitometria óssea em RNPT adequados para a idade gestacional (AIG) com os valores obtidos em recém-nascidos de termo (RNT), alimentados com leite humano exclusivo; 2. Comparar os parâmetros bioquímicos ósseos sanguíneos (cálcio, fósforo e fosfatase alcalina) entre os RNPT e RNTAIG; 3. Analisar a excreção urinária de cálcio e fósforo no RNPTAIG, alimentado com leite humano exclusivo. MÉTODOS: Estudo coorte prospectivo realizado na Unidade Neonatal da Divisão de Clínica Pediátrica do Hospital Universitário da Universidade de São Paulo (USP). Durante o período de julho de 2006 a setembro de 2008 foram estudados 28 RN sendo 14 RNPT com idade gestacional inferior a 34 semanas e 14 RNT, em 3 momentos: 40 semanas de idade pósconcepcional corrigida...

Aplicação de potássio e sódio no crescimento e na qualidade do lenho de árvores de Eucalyptus grandis W. Hill ex Maiden; Application of potassium and sodium in the growth and quality of wood from Eucalyptus grandis W. Hill ex Maiden trees

Sette Junior, Carlos Roberto
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 14/09/2010 PT
Relevância na Pesquisa
75.81%
A diversificada e importante aplicação do lenho das plantações de eucalipto de rápido crescimento, com a aplicação de fertilização mineral, exigem a análise do seu efeito na qualidade do lenho. Com esse objetivo avaliou-se a dinâmica do incremento em diâmetro do tronco, as características anatômicas, físico-mecânicas e a concentração de nutrientes do lenho de árvores de Eucalyptus grandis, plantadas no espaçamento de 3x2 m e fertilizadas com potássio e sódio (no plantio, 6º, 12° mês). Foram selecionadas 60 árvores de eucalipto, no 22º mês, em 5 classes de área basal e avaliado o incremento em diâmetro do tronco, a cada 14 dias, de fevereiro de 2006 a fevereiro de 2010, através de dendrômetros. Para a amostragem do lenho em diferentes porcentagens da altura total do tronco foram selecionadas e cortadas árvores de eucalipto com a idade de 12, 24, 36 e 48 meses, em 5 classes de área basal. As amostras do lenho das árvores de eucalipto com 12, 24 e 36 meses foram utilizadas na avaliação das suas características anatômicas e determinação da densidade básica ponderada. Para as amostras do lenho das árvores de eucalipto com 48 meses foram analisadas as características anatômicas (fibras e vasos)...

Aplicação de métodos não destrutivos na avaliação das propriedades físicas do lenho de árvores de Pinus caribaea var. hondurensis Barr. et Golf. e Tectona grandis (L.f.); Application of non-destructive methods to evaluate physical properties of the wood of trees of Pinus caribaea var. hondurensis Barr. et Golf. and Tectona grandis (L.f.)

Castro, Vinícius Resende de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 01/07/2011 PT
Relevância na Pesquisa
96.02%
A aplicação de métodos não destrutivos (MND) invasivos - extração de amostras do lenho do tronco das árvores com sondas metálicas - e não invasivos análise do lenho diretamente no tronco - permite a avaliação da qualidade do lenho, dos defeitos internos e sua aplicação como madeira sólida. No presente trabalho são aplicados os MND invasivo (densitometria de raios X) e não invasivo (tomógrafo de impulso) na análise do lenho do tronco de 18 árvores de Pinus caribaea var. hondurensis e 18 de Tectona grandis, com 18 e 52 anos, respectivamente. Os resultados permitem concluir que a (i) estrutura anatômica macroscópica do lenho e dos anéis de crescimento descrita é característica das coníferas (Pinus) e das folhosas (Tectona) e similar à apresentada na literatura; (ii) as imagens tomográficas da seção transversal do lenho indicam um bom estado de sanidade (Pinus) e regiões afetadas do lenho (Tectona); a velocidade de onda é maior na região interna em relação à externa (Pinus) e maior em um dos raios, decrescendo em direção à medula e do raio oposto (Tectona) do lenho, e permite agrupar as árvores em 4 (Pinus) e 6 (Tectona) classes; observa-se a correlação do diâmetro do tronco com o tempo médio da velocidade de onda; (iii) os perfis diametrais de densidade aparente e básica do lenho indicam aumento da medula para a casca e estabilização no lenho externo; os perfis radiais de densidade aparente permitem a precisa demarcação dos anéis de crescimento anuais; os valores médios de densidade agrupam as árvores em 3-2 (Pinus) e 6-5 (Tectona) classes não se observando correlação com o diâmetro do tronco; (iv) os perfis diametrais de teor de umidade do lenho indicam uma diminuição da medula para a casca e estabilização no lenho externo; permitem agrupar as árvores em 3 (Pinus) e 5 (Tectona) classes e não se correlacionam com o diâmetro do tronco; (v) o coeficiente de correlação de Pearson indicou valores negativos e não significativos entre a velocidade de onda e a densidade aparente e básica do lenho (Pinus) e entre a velocidade de onda e a densidade básica do lenho (Tectona); positiva e não significativa para o teor de umidade (Pinus) e positiva e não significativa para o teor de umidade e a densidade aparente (Tectona); negativa entre o teor de umidade e a densidade aparente e básica do lenho; (vi) a velocidade média de onda no lenho é menor e com maior variação das velocidades médias mínima e máxima em Tectona...

Efeito da substituição do potássio pelo sódio em árvores de Eucalyptus grandis W. Hill ex Maiden, visando a expansão das plantações florestais sob condições de estresse hídrico; Effect of the substitution of potassium by sodium on trees of Eucalyptus grandis W. Hill ex Maiden, aiming the expansion of forest plantations under hydric stress

Franco, Mariana Pires
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 26/05/2014 PT
Relevância na Pesquisa
65.85%
O presente estudo tem por objetivo avaliar o efeito da substituição do potássio pelo sódio no crescimento em diâmetro e na qualidade do lenho de árvores de Eucalyptus grandis, plantadas em espaçamento 3x2 m e fertilizadas com potássio e sódio (no plantio, 6° e 12° mês), visando orientar a fertilização mineral com potássio e sódio em plantações florestais sujeitas ao déficit hídrico. Foram selecionadas 60 árvores de eucalipto, no 101° mês após plantio, em cinco classes de área basal e avaliado o incremento em diâmetro do tronco, a cada 14 dias, de fevereiro de 2006 a setembro de 2012, através de dendrômetros. Para a amostragem do lenho, foram coletados discos em seis posições (base, DAP, 25, 50, 75 e 100%) da altura total das árvores. As amostras coletadas foram utilizadas para avaliação das propriedades anatômicas (fibras e vasos), físicas (densidade básica ponderada através dos métodos da balança hidrostática, da espectroscopia por infravermelho próximo e densidade aparente por densitometria de raios X), mecânicas (resistência e rigidez à flexão estática e resistência à compressão paralela às fibras), químicas (teores de lignina, holocelulose, extrativos e cinzas) e variação radial de Ca...

Padronização da densidade mineral óssea (DMO) pela densitometria óptica em imagens radiográficas em eqüinos (atletas) da raça Quarto de Milha

Mendes, Rodrigo Guerrero
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 33 f.
POR
Relevância na Pesquisa
55.98%
Pós-graduação em Medicina Veterinária - FMVZ; Eqüinos da raça Quarto de Milha, 30 machos e 30 fêmeas com idade entre 42 a 48 meses que apresentavam a epífise distal do radio fechada, em plena atividade esportiva, foram analisados em seus valores da densidade mineral óssea do osso acessório carpo em milímetros de alumínio (mmAl). A avaliação foi realizada por meio de um programa computacional (Software) especialmente desenvolvido para medida de densidade óptica em filmes de raio-X, que contém a imagem radiográfica do osso carpo acessório e degraus de uma escala de alumínio (phantom) em milímetros, que permite a medida de densidade mineral óssea. Os valores encontrados para as fêmeas foram de 4,49 ± 0,69 mmAl com idade média de 43 ± 2 meses e para os machos de 4,43 ± 0,81 mmAl, com idade média de 45 ± 2 meses, não existindo associação entre idade e densidade mineral óssea (DMO) e também, nenhuma diferença estatística significativa entre os sexos.; Equines of Quarter Horse, 30 males and 30 females aging between 42 and 48 months that presented distal epiphysis of the radio closed, in full sport activity, had been analyzed as to their values of the osseous mineral density of the accessory carp bone in milimeters of aluminum (mmAl). The evaluation was carried out through a computational program (Software) especially developed for measuring optical density in ray-X films...

Estudo da estrutura anatômica e das propriedades físicas e mecânicas da madeira de Corymbia (Eucalyptus) citriodora e Eucalyptus grandis

Benjamin, Cláudia Assumpção
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Tese de Doutorado Formato: xi, 158 f. : il. color., gráfs., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
56.11%
Pós-graduação em Agronomia (Energia na Agricultura) - FCA; Este trabalho teve por objetivo estudar as correlações existentes entre as propriedades físicas e mecânicas da madeira de eucalipto proveniente de árvores com presença de madeira juvenil e adulta. O estudo foi conduzido com a caracterização complementar da estrutura anatômica da madeira sob análise, a partir de análises microscópicas do lenho. Estudaram-se 12 árvores, sendo seis de E. grandis com 28 anos de idade e seis de Corymbia (Eucalyptus) citriodora com 29 anos de idade. As árvores foram disponibilizadas pela Estação Experimental de Ciências Florestais (EECF - LCF/ESALQUSP), localizada no município de Anhembi-SP. A partir do DAP, no sentido da base da árvore, foi retirada uma tora de 70 cm de comprimento. Da tora, foram retirados um disco para determinação da densidade básica da madeira da árvore e uma prancha central, para obtenção dos corpos-de-prova utilizados para os ensaios de propriedades físico-mecânicas e análises anatômicas da madeira. Nas 12 árvores amostradas foram mensuradas (ao longo do sentido medula-casca, lados direito e esquerdo) a densidade aparente da madeira, utilizando-se da técnica da densitometria de raios X e a densidade básica por mensuração e pesagem de corpos-de-prova. Ainda nesse sentido...

Associação da osteopontina com densidade mineral óssea em indivíduos muito idosos

Souza, Vinícus Carolino de
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
65.85%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde, 2012.; Introdução e objetivo: Dado que a concentração sérica de osteopontina (OPN) constitui promessa de marcador para o diagnóstico precoce de doenças ósseas, tecemos a hipótese de que um polimorfismo em seu gene poderia explicar níveis séricos diferenciais do mediador e, em sequencia, os escores de densidade óssea entre adultos muito idosos no Brasil. Métodos: homens e mulheres (80 anos ou mais) residentes no Distrito Federal brasileiro foram submetidos a avaliação por densitometria óssea de raio-X de dupla energia para determinação da densidade mineral óssea (DMO) das regiões do colo do fêmur, cabeça do fêmur e lombosacral (L1 a S5). Exame clínico foi realizado para avaliar outras características físicas e para excluir co-morbidades (cardiovasculares, autoimunidade, infecções ou doenças neoplásicas). As concentrações séricas de OPN foram determinadas por ensaio imunoenzimático, enquanto o polimorfismo A7385G (rs1126772) foi determinada por sequenciamento direto dos produtos de reação em cadeia da polimerase. Resultados: Entre os duzentos e dez sujeitos envolvidos...

Importância da actividade física no mineral ósseo de diversas regiões do fémur proximal, de acordo com a morfologia da pélvis em crianças de 10 a 12 anos de idade

Klostermann, Carlos Zanello
Fonte: Universidade Técnica de Lisboa Publicador: Universidade Técnica de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2011 POR
Relevância na Pesquisa
105.99%
Mestrado na Especialidade de Exercício e Saúde; Objetivo: Este estudo analisou a importância da actividade física (AF) no mineral ósseo de três regiões do fémur proximal, de acordo com a morfologia da pélvis em crianças de 10 a 12 anos de idade de ambos os sexos. Métodos: A análise dos diâmetros pélvicos foi realizada através de morfometria geométrica em 119 participantes. As variáveis de composição corporal e o mineral ósseo das três regiões do fémur proximal foram avaliados por densitometria de raio-x de dupla energia. A AF foi avaliada através de acelerometria. Resultados: As raparigas apresentaram maior diâmetro pélvico ao nível interno e inter-acetabular inferior do que os rapazes. Estas dimensões da pélvis nas raparigas parecem estar associadas a valores mais baixos de mineral ósseo no colo do fémur e no intertrocanter e a valores mais elevados sobretudo de área óssea no trocanter. Conclusão: A actividade física poderá eventualmente prevenir valores mais baixos de mineral e área óssea do trocanter em raparigas com menor diâmetro inter-acetabular inferior.; Objective: This assignment analyzes the association between physical activity (PA) and bone mineral in three regions of the proximal femur...

Body composition in non-alcoholic fatty liver disease patients

Magalhães, Nuno Manuel Queiroz Pimenta de
Fonte: Universidade Técnica de Lisboa Publicador: Universidade Técnica de Lisboa
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em //2014 ENG
Relevância na Pesquisa
65.85%
Doutoramento em Motricidade Humana, na especialidade de Actividade Física e Saúde; The present thesis includes five original studies focusing on body composition (BC) in non-alcoholic fatty liver disease (NAFLD) patients, mainly in a clinical perspective, directed to clinical practice. The first study of this thesis aimed at analyzing the relation between body fat (BF) content and distribution, as assessed by dual energy x-ray absorptiometry (DXA), and cardiac autonomic control, more specifically with heart rate recovery after a maximal exercise test, which is an indirect clinical marker of parasympathetic reactivation, also known to be a strong risk factor for overall and cardiac mortality. The second study focused on the utility of waist circumference (WC) measurement, as a predictor of both BF content and distribution, and also on the comparison of different WC measurement protocols based on biological criteria, protocols’ precision and practical criteria, aiming to identify a preferential measurement protocol to be used in NAFLD patients. The third and fourth studies focused on the influence of using different WC measurement protocols in the relation of both waist-to-hip ratio (WHR) and waist-to-height ratio (WHtR) with BF content and distribution...

Correlação entre ultrassonometria quantitativa de calcâneo e densitometria óssea duo-energética de coluna e fêmur na avaliação óssea

Castro,Marise Lazaretti; Brandão,Cynthia; Yassuda,Mirna Yae; Martin,Luciana N.C.; Vieira,José Gilberto H.
Fonte: Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia Publicador: Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/1999 PT
Relevância na Pesquisa
56%
A densitometria óssea com raio X duo-energético (DEXA) é o método atualmente mais utilizado para medição de massa óssea; porém, a ultrassonometria óssea quantitativa (USQ) vem apresentando resultados promissores na predição de fraturas. Visando comparar DEXA e USQ, correlacionamos os resultados obtidos com estes métodos em pacientes rotineiramente encaminhados para realização de DEXA em nosso serviço. Estudamos 165 mulheres e 24 homens com idades entre 20 e 84 anos (Mi: 51 e 53 anos, para mulheres e homens respectivamente) com diagnósticos variados. Todos foram submetidos a medição da densidade mineral óssea (DMO) pela DEXA (Lunar DPX-L) em coluna lombar (LOMB) e em colo (COLO) e trocanter maior (TROC) e USQ em calcâneo (Lunar- Aquilles), onde foram considerados os parâmetros de velocidade do som (SOS) e atenuação do som (BUA). Houve correlação positiva significante entre as medidas de DMO em todos os sítios e SOS e BUA. Quando separamos por sexo, a melhor correlação foi observada nos homens, entre TROC e SOS, com r= 0,82. Quando separamos por idade, a correlação foi menor naqueles com mais de 50 anos, comparados aos com menos de 50 anos. Dentre os 89 pacientes considerados normais pela DEXA em LOMB, 29...

Comparação preliminar entre ultrassonografia quantitativa de falanges e densitometria óssea na avaliação da massa óssea em adolescentes

Duarte,Stênio Bruno Leal; Carvalho,Wellington Roberto Gomes de; Gonçalves,Ezequiel Moreira; Ribeiro,Roberto Regis; Farias,Edson Santos; Magro,Daniela de Oliveira; Oliveira,Laís Mariana Ribeiro de; Guerra-Júnior,Gil
Fonte: Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia Publicador: Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/02/2012 PT
Relevância na Pesquisa
65.93%
OBJETIVO: Avaliar associação entre ultrassonografia quantitativa de falanges da mão (QUS) e a densitometria por absorção de raio-X de dupla energia (DXA) e desses com os históricos alimentar e de fraturas. SUJEITOS E MÉTODOS: Após dois anos de acompanhamento de 270 escolares, 10 com massa óssea por QUS abaixo de -2 DP foram incluídos no estudo e avaliados com DXA. RESULTADOS: A massa óssea por DXA de L1-L4 variou de -2,8 a -1,1 DP e de corpo inteiro -2,9 e -1,2. Três estudantes apresentaram fraturas. Baixa ingestão de cálcio foi observada nos 10 casos, de fósforo em 6 e de vitamina D em 8. Não houve diferença entre os casos com massa abaixo de -2 DP nos três métodos de avaliação. Não foi observada associação entre as fraturas e o histórico alimentar, nem com os valores de massa óssea. CONCLUSÃO: Neste pequeno grupo de adolescentes houve associação entre QUS e DXA, porém sem associação entre essas avaliações e as fraturas e a ingestão de cálcio, fósforo e vitamina D.

Prevalência de doença mineral óssea em adolescentes com fibrose cística

Caldeira,Reinaldo José do Amaral; Fonseca,Vânia de Matos; Gomes Junior,Saint Clair dos Santos; Chaves,Célia Regina Moutinho de Miranda
Fonte: Sociedade Brasileira de Pediatria Publicador: Sociedade Brasileira de Pediatria
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/02/2008 PT
Relevância na Pesquisa
65.81%
OBJETIVO: Avaliar a prevalência de doença mineral óssea em adolescentes com fibrose cística e associar os achados com as variáveis estudadas. MÉTODOS: Foram selecionados 37 adolescentes, dos quais foram avaliados: estado nutricional pelos índices de altura/idade e massa corporal/idade; densidade mineral óssea da coluna lombar e corpo inteiro por densitometria com emissão de raio X de dupla energia; ingestão dietética diária pelo registro alimentar de 3 dias; e prova de função pulmonar pelo volume expiratório forçado no primeiro segundo. RESULTADOS: A média de idade foi de 13,2 (±2,8) anos. O estado nutricional adequado foi de 70,3 e 75,7% pelos índices de altura/idade e de massa corporal/idade, respectivamente; 54,1% dos pacientes apresentaram redução da densidade mineral óssea para coluna lombar e 32,5% para corpo inteiro. Houve correlação positiva entre densidade mineral óssea e índice de massa corporal (p = 0,04). A doença pulmonar e a insuficiência pancreática apresentaram correlação com a alteração da densidade mineral óssea. O inquérito alimentar revelou percentuais de adequação para o cálcio, fósforo e calorias, de acordo com a recomendação nutricional preconizada pelo Consenso Europeu de Fibrose Cística. Essas variáveis não se mostraram estatisticamente significantes na análise multivariada. CONCLUSÃO: A prevalência de doença mineral óssea é alta na adolescência. O estado nutricional adequado...

A densitometria de raios X aplicada na análise da madeira de árvores de espécies tropicais e subtropicais.

TOMAZELLO, M.; LISI, C. S.; ROIG, F. A.; OLIVEIRA, J. T. S.; SILVA, J. C.; ROQUE, R. M.; BELLOTE, A. F. J.
Fonte: In: SIMPÓSIO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA MADEIRA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO, 1., 2008, Seropédica. Palestras. Seropédica: UFRRJ, 2008. Publicador: In: SIMPÓSIO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA MADEIRA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO, 1., 2008, Seropédica. Palestras. Seropédica: UFRRJ, 2008.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Formato: 2 p.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
75.85%
2008

Relação entre periodontite e massa óssea sistêmica: estudo experimental em ratos

Pillon, Flávio de Lecue
Fonte: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre Publicador: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre
Tipo: Tese de Doutorado
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
66.04%
A ocorrência de alterações inflamatórias crônicas no organismo humano vem sendo relacionada a desfechos patológicos de ordem complexa, resultando em eventos responsáveis pela abreviação da longevidade ou diminuição da qualidade de vida em indivíduos idosos. O objetivo do presente estudo foi analisar a relação existente entre a atividade de periodontite e alterações na massa óssea sistêmica, após indução de doença periodontal em ratos. A avaliação da massa óssea sistêmica foi determinada através do emprego de raio-x de dupla energia (densitometria óssea), bem como análise do conteúdo trabecular das tíbias dos animais experimentais. Doença periodontal foi induzida através da colocação de ligaduras de fio de seda envolvendo o segundo molar superior esquerdo de cada animal do grupo teste (n=14). Os animais do grupo controle não receberam ligaduras. Após 30 e 60 dias da indução de periodontite, a análise por densitometria óssea não revelou diferenças significativas na densidade mineral óssea e no conteúdo mineral ósseo entre os grupos teste e controle. No entanto, o parâmetro área de tecido ósseo apresentou-se, aos 30 dias, maior nos animais do grupo teste do que nos animais do grupo controle. Aos 60 dias...

Avaliação da qualidade de briquetes produzidos com seis biomassas agroflorestais por métodos não destrutivos; Quality evaluation of briquettes produced with six agroforestry biomass by non-destructive methods

Souza, Frederico de
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Tese
POR
Relevância na Pesquisa
76%
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Tecnologia, Departamento de Engenharia Florestal, 2014.; O presente estudo teve como objetivo avaliar os parâmetros de qualidade dos briquetes produzidos a partir das biomassas de cupiúba, pinus, tauari, cumaru, casca de arroz, bagaço de cana e torta de pinhão manso. Para tanto, analisou-se a influência no processo de briquetagem, da biomassa, temperatura e pressão de compactação e tamanho das partículas, determinando as densidades aparentes estereométrica (DA), por imersão em mercúrio (DAHG) e por densitometria de raio X (DARX); a densidade energética (DE, DEHG e DERX, respectivamente), a resistência mecânica e a velocidade de propagação das ondas de tensão (V0S) e ultrassônicas (V0U). Também foi avaliada a aplicabilidade da avaliação não destrutiva para a predição de propriedades físicas, mecânicas e energéticas. As biomassas foram aptas à briquetagem nas condições consideradas, com exceção do cumaru e torta de pinhão manso sob altas temperaturas e pressão, combinada à partícula fina. De uma forma geral, a temperatura alta foi o fator que mais influenciou positivamente na briquetagem resultando em maiores densidades aparentes, densidades energéticas e velocidades de propagação na maior parte dos tratamentos. A partícula fina favoreceu em muitos tratamentos...

Densidade mineral óssea e absortometria de raio-x de dupla energia; Bone mineral density and dual-energy x-ray absorptiometry

Paccini, Marina Kanthack; Glaner, Maria Fátima
Fonte: Universidade Católica de Brasília Publicador: Universidade Católica de Brasília
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: Texto
PT_BR
Relevância na Pesquisa
96.15%
O objetivo desta revisão foi reunir as informações relevantes na literatura sobre os temas: tecido ósseo, validações e limitações da absortometria de raio-X de dupla energia. Para tanto, foram analisados estudos nacionais e internacionais indexados no banco de dados PubMed, Lilacs e Nuteses. Os aspectos discutidos foram: maturação do tecido ósseo, tecido ósseo em diferentes populações, impacto de programas de intervenção sobre o tecido ósseo, absortometria de raio-X de dupla energia, bem como suas validações e limitações. A partir dos dados encontrados na literatura, algumas constatações podem ser realizadas. A densidade mineral óssea se modifi ca durante as diferentes fases da vida, infância, adolescência, idade adulta e terceira idade; pode ser infl uenciada, além da idade, pela etnia, sexo, fatores genéticos e estilo de vida. Fica evidente, tanto para a saúde quanto para os aspectos sociais e econômicos da sociedade, a importância do monitoramento da densidade mineral óssea. Neste sentido, vários estudos confi rmam a validade da absortometria de raio-X de dupla energia para a mensuração da composição corporal (osso, gordura e músculo). No entanto, em estudos mais recentes, porém escassos, são evidenciadas algumas limitações no uso da absortometria de raio-X de dupla energia...

Indicadores de gordura abdominal: antropometria VS absortometria de raio-x de dupla energia; Abdominal fat indicators: anthropometry vs dual energy x-ray absortometry

Paccini, Marina Kanthack; Arsa, Gisela; Glaner, Maria Fátima
Fonte: Universidade Católica de Brasília Publicador: Universidade Católica de Brasília
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: Texto
PT_BR
Relevância na Pesquisa
96.01%
O excesso de gordura abdominal contribui no desenvolvimento de doenças crônicas não-transmissíveis. A absortometria de raio-X de dupla energia (AXDE) é uma técnica de simples aplicação, que permite a mensuração do percentual de gordura abdominal (%G abdominalAXDE). As medidas antropométricas, validadas e de baixo custo, como os perímetros abdominal 2,5cm acima da cicatriz umbilical (PAB2,5) e ao nível da cicatriz umbilical (PABum), são empregadas como indicadores de gordura abdominal. As dobras cutâneas (DC) são pouco estudadas nesse sentido. Assim, o objetivo desse estudo foi verifi car quais destes indicadores antropométricos mais se correlacionam e explicam o %G abdominalAXDE. A amostra foi composta por 22 mulheres (43,9±11,6 anos; 34,7±8,3 %G totalAXDE) e 18 homens (31,9±11,6 anos; 19,0±8,0 %G totalAXDE) submetidos à mensuração dos PAB2,5, PABum, DC suprailíaca (SI), axilar medial (AM), abdominal (AB), e %G abdominal (L1-L4) por AXDE. Correlação de Pearson e a regressão linear múltipla (método enter) foram empregadas para verifi car a correlação e o percentual de explicação das medidas antropométricas em relação ao %G abdominalAXDE. Correlações fortes e explicações signifi cativas (p<0,05) foram encontradas...

Variação radial e longitudinal da densidade aparente e estimativa de massa de Toona ciliata; Longitudinal and radial variation of apparent density and mass estimation of Toona ciliata

Silva, Tatiane Antunes da
Fonte: Universidade Federal de Lavras; Programa de Pós-Graduação em Ciência e Tecnologia da Madeira; UFLA; brasil; Departamento de Ciências Florestais Publicador: Universidade Federal de Lavras; Programa de Pós-Graduação em Ciência e Tecnologia da Madeira; UFLA; brasil; Departamento de Ciências Florestais
Tipo: Dissertação
Publicado em 22/12/2015 POR
Relevância na Pesquisa
106.27%
Australian Cedar (Toona ciliata), belongs to the Meliaceae family and has been cultivated in many Brazilian sites. When compared to natural forest species it has fast growth and has been used as an option to substitute native woods, such as mahogany (Swietenia macrophylla) and cedar (Cedrella odorata). The main purpose of this work was to evaluate the variation in apparent density and propose a model for stem mass estimation this study used trees with 52 months old, from plantation areas, in Campo Belo county, Minas Gerais state, Brazil. Two distinct progenies were chosen and had wood discs removed in the following positions from the tree base: 0.15 m, 0.70 m, 1.30 m and 30%, 50%, 70% and 85% of the total height. Wood samples from the disks were collected in order to conduct X-ray densitometry. The X-ray densitometry allowed us to know density variation from pit to bark and from base to top of trees. The density increases from pit to bark. From base to top of the tree, the density decreases up to DBH position and, after that, increases until the top of the tree. The estimated value for mean apparent density was 0.422 g/cm³. Based on the longitudinal variation of apparent density it was possible to propose a model for mass estimation. The model...

Bone mineral density and dual-energy x-ray absorptiometry; Densidade mineral óssea e absortometria de raio-x de dupla energia

Paccini, Marina Kanthack; Universidade Católica de Brasília - DF; Glaner, Maria Fátima; Universidade Católica de Brasília - DF
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina. Florianópolis, SC. Brasil Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina. Florianópolis, SC. Brasil
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; "Avaliado por Pares","Artigo Solicitado"; ; "Avaliado por Pares", "Artigo Solicitado"; Descritiva Formato: application/pdf; application/pdf
Publicado em 18/07/2008 POR; ENG
Relevância na Pesquisa
106.15%
http://dx.doi.org/10.5007/1980-0037.2008v10n1p92The objective of this review article is to gather the relevant information on bone tissue and the validation and limitations of dual-energy X-ray absorptiometry. To this end, national and international studies indexed on the Pubmed, Lilacs and Nuteses databases were analyzed. The features discussed were: bone tissue maturation, bone tissue in different populations, the impact of intervention programs on bone tissue, dual-energy X-ray absorptiometry, and its validation and limitations. According to data found in the literature, certain observations can be made. Bone mineral density changes during the different stages of life, childhood, adolescence, adulthood and old age; it can also be influenced by race, sex, genetic factors and life style in addition to by age. The importance of monitoring bone mineral density, both to good health and to social and economic aspects of society, is evident. Studies have confirmed the efficacy of dual-energy X-ray absorptiometry for measuring body composition (bone, fat and muscle). However, in recent studies, although few in number, some limitations of using this equipment have been noted, which may affect its accuracy. It is therefore understood that there is a need for further studies into this subject...

Abdominal fat indicators: anthropometry vs dual energy x-ray absortometry; Indicadores de gordura abdominal: antropometria vs absortometria de raio-x de dupla energia

Paccini, Marina Kanthack; Universidade Estácio de Sá; Arsa, Gisela; Universidade Católica de Brasília; Glaner, Maria Fátima; Universidade Católica de Brasília
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina. Florianópolis, SC. Brasil Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina. Florianópolis, SC. Brasil
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; "Avaliado por Pares",; ; Avaliado por Pares Formato: application/pdf; application/pdf
Publicado em 18/07/2008 POR; ENG
Relevância na Pesquisa
106.02%
http://dx.doi.org/10.5007/1980-0037.2008v10n3p283Excessive abdominal fat contributes to the development of chronic nontransmissible diseases. Dual emission X Ray absorptiometry (DXA) is a simple to administer technique that allows abdominal fat percentage (%abdominalFDXA) to be determined. Anthropometric measurements, which have been validated and are of low cost, such as the abdominal circumferences 2.5cm above the umbilical scar (ABC2,5) and level with the umbilical scar (ABCum), are used as indicators of abdominal fat. Skin folds (SF) are little used for this purpose. The objective of this study was to verify which of these anthropometric indicators best correlates with and best explains abdominalFDXA. The sample was made up of 22 women (43.9±11.6 years; 34.7±8.3 %G totalDXA) and 18 men (31.9±11.6 years; 19.0±8.0 %G totalDXA) who were measured for ABC2.5, ABCum, suprailiac SF (SI), midaxillary SF (AM) and abdominal SF (AB), while abdominalF (L1-L4) was measured by DXA. Pearson’s correlation and multivariate linear regression (“enter” method) were employed to verify the anthropometric measurements’ correlations and percentage of explanation with relation to abdominalFDXA. Strong correlations and significant levels of explanation (p<0.05) were observed for both women and men using ABC2.5 (0.90; 81% and 0.89; 78%)...