Página 1 dos resultados de 18342 itens digitais encontrados em 0.011 segundos

Espaçamentos ultra-adensado, adensado e convencional com densidade populacional variável em algodoeiro.; Ultra-narrow row, narrow row and conventional row with cotton variable density plant population.

Silva, Ariana Vieira
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 17/01/2003 PT
Relevância na Pesquisa
36.7%
No presente estudo foi avaliado a densidade populacional, por espaçamentos ultra-adensado, adensado e convencional entre fileiras e número de plantas por metro linear, através do crescimento, desenvolvimento e produtividade da cultivar de algodão IAC 23. O experimento foi conduzido na área experimental da ESALQ/USP, município de Piracicaba, Estado de São Paulo, no ano agrícola de 2001/02. O delineamento experimental foi o de blocos ao acaso em esquema fatorial, com 4 repetições, sendo três espaçamentos entre linhas (0,38, 0,76 e 0,95 m) e quatro densidades de plantas por metro linear (5, 8, 11 e 14). O controle da altura das plantas foi realizado através de regulador de crescimento. Em cada parcela experimental foram marcadas seis plantas ao acaso e analisados os seguintes parâmetros: estádios fenológicos, altura média das plantas, altura de inserção do 1º ramo frutífero, diâmetro do caule, número de ramos vegetativos e frutíferos, número de internódios e o número de capulhos por planta. Em duas plantas foram avaliados o índice de área foliar e a massa seca da parte aérea. Na área útil de cada parcela foi determinada a produção de algodão em caroço, a precocidade de colheita e em amostras de 20 capulhos por parcela foram realizadas as análises dos caracteres agronômicos de laboratório (massa média de uma capulho...

Densidade mamográfica antes e após o uso de tibolona: auxílio da informática; Mamographic Density Before and After the Use of Tibolone: Computer Help

Carloni, Marcelo Ballaben
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 26/01/2007 PT
Relevância na Pesquisa
36.7%
A terapia hormonal na menopausa tem sido objeto de muita contradição nos últimos anos, pois trabalhos mostram resultados contraditórios quanto a benefícios e riscos para as usuárias. Ficou demonstrada, em alguns trabalhos, a maior incidência de carcinoma de mama em usuárias de terapia hormonal clássica e, portanto, existe uma constante busca no que diz respeito ao refinamento de métodos diagnósticos e avaliação dos efeitos das novas drogas na mama. Dentre as drogas mais modernas, a tibolona vem se destacando por apresentar poucos efeitos colaterais, principalmente relacionados à mama. Esta droga apresenta três metabólitos com ação tecidual específica. Assim, efeitos androgênicos, estrogênicos ou progesterônicos podem ser observados na dependência do órgão alvo estudado. Os objetivos de nosso estudo foram avaliar um método de análise computadorizada da densidade mamográfica e, ao mesmo tempo, avaliar os efeitos da tibolona na densidade dessas mamografias. Em nosso estudo, foram avaliadas 26 pacientes na pós menopausa e que tinham indicação do uso de terapia hormonal oral, de acordo com o protocolo vigente no Setor de Endocrinologia Ginecológica do Centro de Saúde Escola da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto-USP. Essas pacientes receberam tibolona na dose de 2...

Tomografia de impulso para estimativa da densidade da madeira; Impulse tomography for wood density estimate

Rollo, Luciana Cavalcante Pereira
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 11/02/2010 PT
Relevância na Pesquisa
36.72%
Há diversas técnicas que utilizam a passagem de ondas através da madeira para obtenção de informações. Dentre elas destaca-se a tomografia de árvores que reconstrói seções transversais de tronco e galhos. A tomografia de impulso, por sua vez, se baseia na cronometragem da viajem de ondas mecânicas sonoras entre sensores anexados em uma seção transversal da árvore, para cálculo da velocidade da onda e construção da imagem tomográfica. Sabe-se que a velocidade de passagem das ondas mecânicas é determinada pelas propriedades físico-mecânicas da madeira. Em especial: o módulo de elasticidade, a densidade e a umidade. Até o momento, há diversos estudos sobre a correlação entre a velocidade de onda (principalmente ultrassom) e o módulo de elasticidade. Os estudos apresentados a seguir se destacam por avaliar a correlação entre a velocidade de onda mecânica, obtida por tomografia de impulso, e a densidade da madeira, com vistas em utilizá-la como ferramenta na estimativa da densidade. Os diversos métodos consagrados para a determinação da densidade se caracterizam por utilizar amostras de madeira, que em muitos casos são de difícil obtenção. Além de serem executados procedimentos laboratoriais que podem levam até semanas. Dessa forma...

Teoria do funcional da densidade para sistemas espacialmente correlacionados; Density functional theory for systems spatially correlated

Lima, Neemias Alves de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 26/04/2002 PT
Relevância na Pesquisa
36.72%
A aproximação da densidade local para a teoria do funcional da densidade tem, no passado, levado a resultados conflitantes para a dimerização de cadeias infinitas do trans-poliacetileno (trans-PA). Estes resultados variaram deste forte dimerização, próximo dos resultados experimentais, até fraca dimerização, ou até mesmo nenhuma dimerização. Desde que a aproximação da densidade local usualmente descreve transições de fase estruturais corretamente, esta situação insatisfatória no caso do trans-PA clama por uma investigação detalhada. Neste trabalho estudamos o problema descrevendo a molécula como um modelo de Hubbard-Peierls unidimensional. Estabelecemos uma teoria do funcional da densidade e construímos uma aproximação da densidade local para este modelo. Em acordo com os cálculos ab initio encontramos que este tipo de aproximação não descreve adequadamente a dimerização. Propomos então um Formalismo alternativo, baseado em funcionais da matriz-densidade. Neste formalismo a energia de troca-correlação é escrita como um funcional da densidade de carga (como no método tradicional) e do parâmetro de ordem para a transição. Desta maneira obtemos um tratamento aperfeiçoado para a fase dimerizada. Nossos resultados sugerem que uma descrição adequada de sistemas espacialmente correlacionados dentro da teoria do funcional da densidade requer uma nova classe de funcionais...

Riqueza, abundância relativa e densidade de ninhos de meliponíneos (Apidae, Meliponini) em duas áreas de estágios sucessionais distintos de vegetação do Parque Estadual das Fontes do Ipiranga, São Paulo (23°38'S; 46°36'W); Richness, relative abundance and nest density of stingless bees (Apidae, Meliponini) in two areas of vegetation in distinct successional stages of the Parque Estadual das Fontes do Ipiranga, São Paulo (23°38'S; 46°36'W).

Sousa, Vanderson Cristiano de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 21/03/2014 PT
Relevância na Pesquisa
36.7%
Os meliponíneos atuam como importantes polinizadores de espécies nativas nas regiões tropicais e subtropicais e apresentam uma grande relevância para as unidades de conservação. A disponibilidade de sítios de nidificação, conforme a oferta de diferentes substratos (cavidades em árvores e no solo, por exemplo), pode determinar a estrutura da comunidade de meliponíneos. Tendo como área de estudo o Parque Estadual das Fontes do Ipiranga (23º 39' S, 46º 37'W), situado em meio de uma intensa urbanização na cidade de São Paulo - SP, este trabalho teve como objetivo principal o levantamento de ninhos de espécies de meliponíneos em duas áreas com fitofisionomias distintas: áreas de estágio sucessional secundário inicial (SI), com menor densidade de indivíduos arbóreos, e áreas de estágio secundário tardio (ST), com maior densidade de indivíduos arbóreos. Foram formuladas as seguintes hipóteses: 1) a riqueza e a diversidade de espécies de meliponíneos serão maiores nas áreas ST; 2) nas áreas ST, a maior disponibilidade de substratos para nidificação (ocos de árvores) implicaria em uma densidade maior de ninhos de meliponíneos, com o predomínio de espécies que nidificam em árvores; 3) nas áreas SI...

Métodos de determinação da densidade básica e aparente da madeira de Eucalyptus sp

Bruder, Edson Marcelo
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: xii, 99 f. : il. color., grafs., tabs
POR
Relevância na Pesquisa
36.72%
Pós-graduação em Agronomia (Energia na Agricultura) - FCA; Nos reflorestamentos brasileiros o gênero Eucalyptus é o mais utilizado, devido sobretudo às suas características de rápido crescimento, capacidade de adaptação aos diversos sítios e condições edafoclimáticas e pelo potencial econômico de sua madeira. O seu uso é intensivo e crescente nos segmentos industriais para a produção de celulose, pasta de celulose, painéis de fibras e para a produção de madeira serrada. O objetivo deste trabalho foi avaliar a densidade da madeira de Eucalyptus sp. por três métodos: o Método de imersão em água (MI), o Método da atenuação da radiação gama (TARG) e o Método da volumetria por equivalência de área (VEA). Foram determinadas as variações de umidade e de volume em função do tempo, de discos de madeira submersos em água. A partir dos valores médios de densidade dos discos foi obtido o perfil longitudinal da densidade e também um ponto de amostragem, que caracterizou a densidade média da árvore. O método de imersão em água também foi utilizado para mensurar as variações de volume, umidade e da densidade em amostras com umidade abaixo do ponto de saturação das fibras. Os resultados mostraram que a variação da densidade a 12% mensurada...

Comparação entre três critérios de amostragem para a avaliação da densidade básica da madeira de florestas implantadas de eucaliptos

Benjamin, Cláudia Assumpção
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: ix, 131 f. : il., gráfs., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
36.7%
Pós-graduação em Agronomia (Energia na Agricultura) - FCA; Este trabalho teve como objetivo avaliar comparativamente três critérios de amostragem de árvores para inferência da densidade básica média ponderada da madeira de populações florestais, utilizando como variável a densidade básica da madeira (obtida a partir de discos) a 0%, 25%, 50%, 75%, 100% da altura comercial da árvore e à altura do peito. Os critérios de amostragem estudados foram a amostragem acidental simples, a amostragem acidental estratificada por volume da árvore e a amostragem acidental estratificada por diâmetro à altura do peito – DAP da árvore. Estudaram-se árvores de 8 anos de idade, de três talhões de um experimento clonal conduzido pela Companhia Suzano de Celulose e Papel na Fazenda Santa Rosa, Município de São Miguel Arcanjo – SP. Os talhões selecionados foram de clones de E. saligna, E. grandis e híbridos de E. grandis x E. urophylla, tomando-se 50 árvores de cada um dos talhões, que apresentavam um total de 250 árvores cada. As 50 árvores de cada clone foram assumidas como sendo a população daquele clone. Após uma análise descritiva das três populações, foi feito estudo da correlação existente entre a densidade básica da madeira em todos os níveis apontados e a densidade básica média ponderada da madeira da árvore. Para as três populações estudadas...

Desenvolvimento do sistema primário para medição da densidade de líquidos

Ramalho, Sónia Cristina do Nascimento
Fonte: FCT - UNL Publicador: FCT - UNL
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2007 POR
Relevância na Pesquisa
36.77%
Este trabalho, cujo objectivo centra-se no desenvolvimento de um sistema primário para medição da densidade absoluta de líquidos, compara resultados obtidos através de diferentes metodologias, no que diz respeito ao valor da incerteza, demonstrando assim, qual o melhor método de pesagem a utilizar. A medição da densidade de líquidos efectua-se através do método da pesagem hidrostática, que consiste em pesar uma esfera de silicone fora do líquido (pesagem no ar) e de seguida pesá-la em suspensão num líquido. Para tal, a balança hidrostática possui um dispositivo que suspende a esfera para a sua imersão no líquido. Também é usado o densímetro digital como método de comparação com a pesagem hidrostática. O padrão de densidade utilizado foi a esfera de silicone pois os cristais de silicone são os melhores materiais, devido à elevada estabilidade na determinação da densidade. A densidade do ar é uma das magnitudes de influência mais comum em metrologia, influenciando diversas áreas de medida, incluindo massa, densidade do líquido, volume, entre outros. Por isso, foi importante determinar a densidade do ar medindo a temperatura, a pressão e a humidade relativa e aplicando a equação CIPM. Para medições de densidade por pesagem hidrostática...

Estudo laboratorial de correntes de densidade quasi-permanentes sobre leito rugoso e liso

Lopes, Andreia Filipa Alves
Fonte: Faculdade de Ciências e Tecnologia Publicador: Faculdade de Ciências e Tecnologia
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2013 POR
Relevância na Pesquisa
36.75%
Dissertação para a obtenção do grau de Mestre em Engenharia Civil - Perfil de Construção; A ocorrência de correntes de densidade em lagos e albufeiras é um assunto de grande importância na gestão de qualidade de água e segurança industrial, devido à sua capacidade de transportar sedimentos e poluentes nocivos ao longo do seu desenvolvimento. Neste sentido torna-se essencial investigar a dinâmica da corrente de densidade, nomeadamente quais as condicionantes que sustentam a estrutura turbulenta. A presente dissertação tem como objetivo descrever e caracterizar a estrutura turbulenta de correntes de densidade conservativas quasi-permanentes sobre fundo liso e rugoso, para duas diferentes densidades iniciais da corrente. Neste sentido, foram realizados trabalhos laboratoriais que consistem na medição de velocidades instantâneas no corpo da corrente de densidade, com recurso a um equipamento não-intrusivo, o Particle Image Velocimetry (PIV). O processamento das velocidades instantâneas obtidas é realizado através da aplicação da metodologia da dupla-média (DAM), no tempo e no espaço, que possibilita a caracterização da heterogeneidade do escoamento provocada pelo leito. Nos ensaios pretende-se investigar a influência do excesso de massa volúmica entre a corrente de densidade e o meio ambiente e a influência do leito na estrutura turbulenta da corrente de densidade...

Avaliação da Densidade dos anestésicos locais e da combinação com adjuvantes: estudo em laboratório

Imbelloni,Luiz Eduardo; Moreira,Adriano Dias; Gaspar,Flávia Cunha; Gouveia,Marildo A.; Cordeiro,José Antônio
Fonte: Sociedade Brasileira de Anestesiologia Publicador: Sociedade Brasileira de Anestesiologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2009 PT
Relevância na Pesquisa
36.75%
JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: Uma das mais importantes propriedades físicas que afetam o nível da analgesia obtida após a injeção subaracnoidea de um anestésico local é sua densidade relativa à densidade do líquido cefalorraquidiano (LCR) a 37°C. O objetivo deste trabalho foi determinar a densidade das soluções de anestésicos locais com e sem glicose e a combinação de anestésico local com adjuvantes a 20°C, 25°C e 37°C em avaliação laboratorial. MÉTODO: A densidade (g.mL-1) foi medida como auxílio de um densímetro DMA 450, sensível a ± 0,00001 g.mL-1. A densidade e suas variações com a temperatura foram obtidas de todos os anestésicos locais e suas combinações com opioides a 20°C, 25°C e 37°C. A solução é hiperbárica se sua densidade excede a 1,00099, a solução é hipobárica quando a densidade está abaixo de 1,00019 e é isobárica quando a densidade é maior que 1,00019 e menor que 1,00099. RESULTADOS: Ambos, anestésicos locais e adjuvantes, exibem diminuição da densidade quando se aumenta a temperatura. A 37°C, todas as soluções que contêm glicose são hiperbáricas. Na ausência de glicose, todas as soluções são hipobáricas. A 37°C, morfina, fentanil, sufentanil e clonidina são hipobáricas. CONCLUSÕES: A densidade dos anestésicos locais e adjuvantes diminui com o aumento da temperatura e aumenta com a adição de glicose. O conhecimento da baricidade...

Ajuste do modelo de Reineke para estimativa da linha de máxima densidade na Floresta Estacional Decidual no Rio Grande do Sul

Meyer,Evandro Alcir; Fleig,Frederico Dimas; Pereira,Lílian Daniel; Vuaden,Elisabete
Fonte: Sociedade de Investigações Florestais Publicador: Sociedade de Investigações Florestais
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2013 PT
Relevância na Pesquisa
36.7%
O objetivo deste trabalho foi estudar a relação entre a densidade de árvores por hectare e o diâmetro médio de uma Floresta Estacional Decidual, bem como ajustar o modelo Reineke para descrever esse comportamento, comparando o desempenho de diferentes métodos. A área de estudo localiza-se no Município de Silveira Martins, na região central do Rio Grande do Sul, e encontra-se em estágio inicial de sucessão, após o uso agrícola. As informações referentes ao número de árvores por hectare e ao diâmetro médio foram obtidas por meio do método de densidade pontual proposto por Spurr. As amostras foram tomadas nos estágios iniciais de uma floresta secundária, escolhendo-se áreas onde predominava o camboatá-vermelho (Cupania vernalis). Como as florestas naturais apresentam espaçamento irregular, a densidade é bastante variável. Assim, para selecionar apenas parcelas em alta densidade, foram escolhidas áreas onde se verificava a ocorrência de indivíduos mortos. Foram testados diferentes métodos para estimar o limite superior da linha de autodesbaste: a análise de regressão (para todos os dados e densidade relativa maior que 60%), corrigindo o intercepto para que os resíduos fossem negativos; o ajuste manual; o de densidade relativa (DR>90%); e a análise de fronteira estocástica. O método que melhor estimou a máxima densidade foi a análise de regressão com dados de no mínimo 60% da densidade máxima...

Densidade mamográfica em mulheres climatéricas em uso de terapia de reposição hormonal

Araújo,Herberth Régis de; Costa,Laura Olinda Bregieiro Fernandes; Miranda,Norma Médicis Maranhão; Colares,Márcia Cristina Ramos
Fonte: Federação Brasileira das Sociedades de Ginecologia e Obstetrícia Publicador: Federação Brasileira das Sociedades de Ginecologia e Obstetrícia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2004 PT
Relevância na Pesquisa
36.7%
OBJETIVOS: avaliar a densidade mamográfica antes e após um ano de terapia de reposição hormonal. METODOLOGIA: participaram 70 mulheres climatéricas, admitidas em Ambulatório do Climatério. As pacientes usaram, regularmente, a TRH estrogênica ou estroprogestativa por um ano, possuíam uma mamografia basal e, outra após um ano de TRH. Os esquemas de TRH possuíam a mesma bioequivalência hormonal. Foram avaliados: a densidade mamográfica antes e após um ano de TRH, faixa etária, estado da função ovariana, índice de massa corporal, relação cintura/quadril, e o tabagismo. A densidade mamográfica foi avaliada segundo BI-RADS do Colégio Americano de Radiologia (1998), e classificada em: A) mamas inteiramente lipossubstituídas, B) mamas lipossubstituídas com parênquima glandular disperso, C) mamas heterogeneamente densas e D) mamas extremamente densas. Foi proposta subdivisão das categorias em A e A1, B e B1, C e C1, D e D1, às quais atribuiram-se escores iniciais (antes da TRH) e finais (após um ano de TRH), que variaram de 1 a 8, respectivamente. Foram computadas as proporções de mulheres que mostraram aumento, diminuição ou não modificaram a densidade mamográfica, após 1 ano de TRH. Além disso, calcularam-se variações nos escores iniciais e após um ano de TRH...

Efeito da densidade de mudas por célula e do volume da célula na produção de mudas e cultivo da rúcula

Reghin,Marie Yamamoto; Otto,Rosana Fernandes; Vinne,Jhony Van Der
Fonte: Editora da Universidade Federal de Lavras Publicador: Editora da Universidade Federal de Lavras
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2004 PT
Relevância na Pesquisa
36.72%
O experimento foi conduzido em Ponta Grossa (PR) com o objetivo de avaliar o efeito da densidade de mudas por célula em diferentes bandejas na produção de mudas e no cultivo da rúcula. O delineamento experimental foi o de blocos casualizados com quatro repetições; os tratamentos foram distribuídos conforme esquema fatorial 4 x 2, sendo densidades de mudas por célula (uma, duas, três e quatro), e dois tipos de bandejas de poliestireno expandido (200 e 288 células). A semeadura foi realizada em 28/03/2003, com sementes da cultivar Cultivada, em células preenchidas com o substrato Plantmax, sob cultivo protegido. Antes do transplante, avaliaram-se as características de número de folhas definitivas, comprimento da parte aérea e da raiz, matéria fresca e seca da parte aérea e da raiz. O transplante foi realizado aos 17 dias da semeadura, em parcelas com 40 plantas dispostas no espaçamento 0,20 x 0,10 m. Na colheita, aos 20 dias do transplante, foram avaliadas as características de comprimento da parte aérea, número de folhas, matéria fresca e seca por planta. No estádio de mudas, observou-se efeito significativo de interação para algumas características avaliadas. O volume da célula foi um fator importante na produção de mudas e dependente da densidade. A melhor qualidade de muda foi proveniente de bandejas com 200 células (16 cm3)...

Avaliação da densidade óssea para instalação de mini-implantes

Borges,Marlon Sampaio; Mucha,José Nelson
Fonte: Dental Press International Publicador: Dental Press International
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2010 PT
Relevância na Pesquisa
36.7%
INTRODUÇÃO: além da espessura da cortical óssea e da largura dos espaços inter-radiculares, a densidade óssea é fator primordial para a eficiência dos mini-implantes usados como recurso de ancoragem. OBJETIVO: nesse estudo, pretendeu-se avaliar a densidade óssea alveolar e basal maxilar e mandibular, em unidades Hounsfield (HU). MÉTODOS: em onze arquivos de imagens tomográficas computadorizadas Cone-Beam, de indivíduos adultos, foram obtidas 660 medidas das densidades ósseas alveolar (corticais vestibular e lingual), do osso medular e basal (maxilar e mandibular). Os valores foram obtidos através do software Mimics 10.01 (Materialise, Bélgica). RESULTADOS: maxila - a densidade da cortical vestibular na faixa de osso alveolar variou de 438 a 948HU, e a lingual de 680 a 950HU; já o osso medular variou de 207 a 488HU; a densidade da cortical vestibular na faixa de osso basal apresentou uma variação de 672 a 1380HU e o osso medular de 186 a 420HU. Mandíbula - a variação do osso na cortical vestibular na faixa de osso alveolar foi de 782 a 1610HU, na cortical lingual alveolar de 610 a 1301HU, e na medular de 224 a 538; a densidade na área basal foi de 1145 a 1363HU na cortical vestibular, e de 184 a 485HU na medular. CONCLUSÕES: a maior densidade óssea na maxila foi observada entre pré-molares na cortical alveolar vestibular. A tuberosidade maxilar foi a região com menor densidade óssea. A densidade óssea na mandíbula foi maior do que na maxila...

Resposta de Cultivares de Girassol a Densidade de Plantas em Duas Epocas de Semeadura. I. Rendimento de Graos e Oleo e Componentes do Rendimento.

RIZZARDI, M.A.; SILVA, P.R.F. da
Fonte: Pesquisa Agropecuaria Brasileira, Brasilia, v.28, n.6, p.675-687,jun.1993 Publicador: Pesquisa Agropecuaria Brasileira, Brasilia, v.28, n.6, p.675-687,jun.1993
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
36.72%
Dois experimentos foram conduzidos em Eldorado do Sul, RS, objetivando determinar a densidade de plantas mais adequada para a obtencao de elevados rendimentos de graos e oleo de diferentes cultivares, e verificar os efeitos de densidade sobre os componentes do rendimento de graos. Foram utilizadas em 1989/90 as cultivares Conti 711, DK 180 e GR-10, semeadas em 28.07 e 18.09 sob densidades de 30, 50, 70 e 90 mil plantas/ha. Em 1990/91, utilizaram-se as cultivares GR-16 e GR-10, semeadas em 26/07 e 17/09 sob densidades de 30, 50, 70 e 90 mil plantas/ha. Os resultados evidenciaram que as cultivares, em densidades distintas potencializaram o rendimento de graos e/ou oleo, independentemente da epoca de semeadura. Em 1989/90, a cultivar de ciclo curto e porte baixo (Conti 711) apresentou maior potencial de rendimento de oleo sob a densidade de 90 mil plantas/ha. Ja as cultivares de ciclo longo e porte medio e alto (DK 180 e GR-10, respectivamente) apresentaram maior rendimento de grãos e óleo na densidade de 30 mil plantas/ha. Em 1990/91, a cultivar de ciclo curto e porte baixo (GR-16) apresentou maior potencial de rendimento de graos e oleo sob densidade de 70 mil plantas/ha. Para rendimento de grãos e oleo, a cultivar GR-10 nao reagiu a densidade em funcao dos baixos tetos de rendimento de graos obtidos. Com o incremento na densidade...

Influência da densidade de estocagem sobre o crescimento, ciclo de muda e o comportamento em juvenis do camarão marinho Litopenaeus vannamei

Costa, Felipe Pernambuco da
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Psicobiologia; Estudos de Comportamento; Psicologia Fisiológica Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Psicobiologia; Estudos de Comportamento; Psicologia Fisiológica
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
36.72%
One of the factors that may interfere with the cultivation of Litopenaeus vannamei is the population density. This study aimed to assess the effect of density on growth, mortality, physical integrity and behavior of shrimp. The study was divided into two stages. At first, the shrimp were placed in tanks at densities of 50, 75 and 100 shrimp m-2. The animals were monitored in relation to the degree of proventricular filling, the stage of the molt cycle and physical integrity three times a week and in relation to the weight and length once a week. Mortality, growth and proventricular filling were not influenced by the density; frequency of records in specific stages of the molt cycle varied according to the density. The lower proportion of broken appendages and higher frequency of necrotic lesions occurred in lower density. The second stage of the research, conducted in aquaria, was divided into two parts. The first described social or feeding behavioral categories: slow displacement by contact, slow displacement by approximation, abrupt displacement by contact, abrupt displacement by approximation, reactivity, cannibalism, occupying the tray, get feed in the tray and get feed outside the tray. In the second part, these and other behavioral categories...

Efeito da densidade de mudas por célula e do volume da célula na produção de mudas e cultivo da rúcula

Fonte: Editora da Universidade Federal de Lavras Publicador: Editora da Universidade Federal de Lavras
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
PT
Relevância na Pesquisa
36.72%
O experimento foi conduzido em Ponta Grossa (PR) com o objetivo de avaliar o efeito da densidade de mudas por célula em diferentes bandejas na produção de mudas e no cultivo da rúcula. O delineamento experimental foi o de blocos casualizados com quatro repetições; os tratamentos foram distribuídos conforme esquema fatorial 4 x 2, sendo densidades de mudas por célula (uma, duas, três e quatro), e dois tipos de bandejas de poliestireno expandido (200 e 288 células). A semeadura foi realizada em 28/03/2003, com sementes da cultivar Cultivada, em células preenchidas com o substrato Plantmax, sob cultivo protegido. Antes do transplante, avaliaram-se as características de número de folhas definitivas, comprimento da parte aérea e da raiz, matéria fresca e seca da parte aérea e da raiz. O transplante foi realizado aos 17 dias da semeadura, em parcelas com 40 plantas dispostas no espaçamento 0,20 x 0,10 m. Na colheita, aos 20 dias do transplante, foram avaliadas as características de comprimento da parte aérea, número de folhas, matéria fresca e seca por planta. No estádio de mudas, observou-se efeito significativo de interação para algumas características avaliadas. O volume da célula foi um fator importante na produção de mudas e dependente da densidade. A melhor qualidade de muda foi proveniente de bandejas com 200 células (16 cm3)...

Invers?o gravim?trica est?vel do relevo do embasamento e da varia??o da densidade com a profundidade em bacias sedimentares

COSTA, Denis Carlos Lima
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
36.7%
O presente m?todo postula uma varia??o hiperb?lica para o contraste de densidade de uma bacia sedimentar em fun??o da profundidade, e tem dois objetivos: (1) delinear o relevo do embasamento de uma bacia, conhecendo-se a anomalia gravim?trica, o contraste de densidade na superf?cie da bacia e o fator de decaimento do contraste de densidade com a profundidade; (2) estimar, al?m do relevo, o valor do contraste de densidade na superf?cie de uma bacia sedimentar e o fator de decaimento do contraste de densidade com a profundidade, sendo fornecida a anomalia gravim?trica e a profundidade do embasamento em alguns pontos da bacia. Nos dois casos o modelo interpretativo ? um conjunto de prismas retangulares verticais justapostos, cujas espessuras, que s?o par?metros a serem estimados, representam a profundidade da interface de separa??o entre os sedimentos e o embasamento. As solu??es obtidas nos dois problemas acima formulados s?o est?veis devido ? incorpora??o de informa??es adicionais sobre a suavidade do relevo estimado, e o conhecimento da profundidade do relevo do embasamento em alguns pontos, fornecido por furos de sondagem. O m?todo foi testado em anomalias gravim?tricas sint?ticas produzidas pela simula??o de bacias sedimentares com relevos suaves. Os resultados mostraram relevos com boa resolu??o e valores estimados do contraste de densidade na superf?cie da bacia e do fator de decaimento do contraste de densidade com a profundidade...

Modelos de selecção natural com dependência da densidade

Santos, Ana Isabel G. R. C. Mendes
Fonte: Universidade de Évora Publicador: Universidade de Évora
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
36.77%
Introdução - Selecção com dependência da densidade - O crescimento da população e a selecção natural são dois processos fundamentais que operam no interior de uma população. Ao estudo do primeiro dedica-se a dinâmica de populações e ao do segundo a genética de populações. Apesar de, no início, estes processos serem estudados separadamente, concluiu-se que eles estão intimamente relacionados. Essa relação é estabelecida na teoria da selecção natural com, dependência da densidade através de modelos de selecção regulada pela densidade onde as viabilidades são funções do tamanho da população. Tais modelos serão o objecto de estudo deste trabalho. A teoria tradicional da dinâmica de populações considera que todos os indivíduos são geneticamente idênticos. Especificando, supõe que, durante o processo de crescimento da população a selecção natural não provoca alterações nos parâmetros que caracterizam o crescimento. Os teóricos iniciais pensavam que a evolução, por selecção natural, se efectuava numa escala de tempo maior do que as alterações no tamanho da população. Como tal, as teorias da dinâmica e da genética de populações eram objecto de estudo separado. Por exemplo. Lotka afirmou que as escalas de tempo para a evolução e para o crescimento da população são diferentes. Ao provar-se que a selecção natural era...

Variação radial e longitudinal da densidade aparente e estimativa de massa de Toona ciliata; Longitudinal and radial variation of apparent density and mass estimation of Toona ciliata

Silva, Tatiane Antunes da
Fonte: Universidade Federal de Lavras; Programa de Pós-Graduação em Ciência e Tecnologia da Madeira; UFLA; brasil; Departamento de Ciências Florestais Publicador: Universidade Federal de Lavras; Programa de Pós-Graduação em Ciência e Tecnologia da Madeira; UFLA; brasil; Departamento de Ciências Florestais
Tipo: Dissertação
Publicado em 22/12/2015 POR
Relevância na Pesquisa
36.7%
Australian Cedar (Toona ciliata), belongs to the Meliaceae family and has been cultivated in many Brazilian sites. When compared to natural forest species it has fast growth and has been used as an option to substitute native woods, such as mahogany (Swietenia macrophylla) and cedar (Cedrella odorata). The main purpose of this work was to evaluate the variation in apparent density and propose a model for stem mass estimation this study used trees with 52 months old, from plantation areas, in Campo Belo county, Minas Gerais state, Brazil. Two distinct progenies were chosen and had wood discs removed in the following positions from the tree base: 0.15 m, 0.70 m, 1.30 m and 30%, 50%, 70% and 85% of the total height. Wood samples from the disks were collected in order to conduct X-ray densitometry. The X-ray densitometry allowed us to know density variation from pit to bark and from base to top of trees. The density increases from pit to bark. From base to top of the tree, the density decreases up to DBH position and, after that, increases until the top of the tree. The estimated value for mean apparent density was 0.422 g/cm³. Based on the longitudinal variation of apparent density it was possible to propose a model for mass estimation. The model...