Página 1 dos resultados de 537 itens digitais encontrados em 0.001 segundos

Delinquência juvenil

Pais, Marta Filipa Xavier
Fonte: [s.n.] Publicador: [s.n.]
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
Publicado em //2012 POR
Relevância na Pesquisa
37.52%
Trabalho apresentado à Universidade Fernando Pessoa, como parte dos requisitos para a obtenção da avaliação do grau de Licenciada em Criminologia; O presente projecto intitula-se de “Delinquência juvenil: Ausência de Vínculos e Adopção de Comportamentos Desviantes”. Divide-se em duas etapas, inicialmente possui uma pesquisa bibliográfica em que se pretende dar-se a conhecer algumas das teorias explicativas da delinquência juvenil e simultaneamente compreender-se de que forma a ausência de vínculos poderá ser um factor de risco fulcral na adopção de comportamentos desviantes. Numa segunda fase deste projecto, encontra-se planificado um programa de intervenção e de prevenção, através do qual se pretende combater a Delinquência juvenil. Trata-se de um programa direccionado para jovens institucionalizados, partindo-se do pressuposto de que estes manifestam vínculos afectivos mais frágeis que os jovens vivendo em família nuclear de origem e estes factores são, de facto, factores propulsores da adopção de comportamentos desviantes. Pretende-se assim agir no sentido de incentivar à criação de vínculos e ao estabelecimento de relações afectivas, havendo um reforço dos factores de protecção da Delinquência juvenil e combatendo-se assim este fenómeno em constante desenvolvimento. This project is entitled the "Juvenile Delinquency: Missing Attachments and Adoption of Deviant Behavior." It is divided into two stages...

Comportamentos antissociais e fatores de risco da delinquência juvenil

Marques, Anaísa Saraiva
Fonte: [s.n.] Publicador: [s.n.]
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
Publicado em //2012 POR
Relevância na Pesquisa
37.43%
Trabalho apresentado à Universidade Fernando Pessoa como parte dos requisitos para a obtenção do grau de Licenciada em Criminologia; O presente trabalho tem como principal objetivo apresentar um projeto de investigação que pretende aprofundar o conhecimento dos fatores de risco associados à delinquência juvenil presentes na Escola Básica de Miragaia. Ambiciona-se igualmente compreender as variações dos comportamentos antissociais de acordo com variáveis como o género, a idade e a classe social dos adolescentes. Deste modo apresenta-se uma revisão da literatura sobre as diversas perspetivas teóricas que explicam o fenómeno da delinquência juvenil, bem como os fatores de risco que a literatura tem identificado. Posteriormente, e verificando-se a necessidade de se desenvolverem novos estudos no contexto nacional, apresenta-se o design de um projeto de investigação quantitativa. A população alvo do presente estudo serão jovens com idades compreendidas entre os 11 e os 16 anos que frequentam a EB de Miragaia. Para a recolha de dados será utilizado o questionário de Martins (2005). Os resultados obtidos permitirão identificar os fatores de risco associados à delinquência juvenil naquele contexto escolar, possibilitando a elaboração de programas de intervenção direcionados aos jovens transgressores. This study’s main objective is to present a research project that aims to deepen the understanding of the risk factors associated with juvenile delinquency present in “Escola Básica de Miragaia”. It also aims to comprehend the anti-social behavior’s variations...

Delinquência juvenil na Cidade da Praia (Cabo Verde)

Cardoso, Ednalva Fernandes
Fonte: Repositório Científico Lusófona Publicador: Repositório Científico Lusófona
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
37.66%
O presente trabalho centra-se no estudo da Delinquência Juvenil na realidade Cabo- Verdiana, mais concretamente na Cidade da Praia. Este fenómeno está a atingir a juventude de modo particularmente preocupante, devido às inúmeras alterações de carácter cultural, social e/ou económica. Em todo o plano social Cabo-verdiano a delinquência juvenil constitui objeto de preocupação, ainda que nem todos os locais registem o mesmo número de incidências desviantes e a gravidade dos atos possa também ser destinta. Mesmo assim, é considerada uma prioridade de intervenção no que concerne aos objetivos estratégicos para o desenvolvimento social. Quando falamos de delinquência Juvenil, importa não só analisar as variáveis individuais mas também familiares, sociais, e culturais, consideradas como fatores de risco, que podem estar na base do aumento da criminalidade desta cidade, principalmente quando os atores são jovens e na sua maioria menores de idade. Na presente dissertação, na primeira parte, foi realizado um enquadramento teórico sobre o tema, onde para além de uma revisão das teorias explicativas sobre a delinquência ao longo dos tempos, foram igualmente abordados os vários fatores causais que podem estar associados à prática da delinquência. Adicionalmente...

Delinquência : a importância da intervenção precoce em alunos com comportamentos desajustados

Rocha, Matilde Susana Ribeiro da
Fonte: Universidade Católica Portuguesa Publicador: Universidade Católica Portuguesa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2011 POR
Relevância na Pesquisa
37.43%
A delinquência Juvenil não é um problema emergente da sociedade contemporânea. Sempre houve delinquência praticada por jovens adultos, movidos pelas mais variadas razões. Infelizmente continua a ser um flagelo na vida destes jovens e nos dias que correm cada vez mais frequente. O facto é que, havendo hoje em dia tantos recursos sociais, pedagógicos e educativos, a realidade continua a ser muito semelhante à das décadas anteriores. O nosso estudo centra-se num caso de um delinquente jovem de 22 anos, recluso. Tentou-se perceber o que falhou neste percurso. Desconstruiu-se toda a sua história de vida, o seu “crescer” ao nível das vivências e experiências e analisou-se cada etapa de desenvolvimento desde a idade pré-escolar até à adolescência, nos diversos contextos: na família, na escola e no meio. Foram contemplados vários factores de risco, nomeadamente os que se referem à parentalidade e escola/contexto sala de aula. Também nos debruçámos sobre outros factores que coadjuvam os primeiros como são os problemas comportamentais, comportamentos desajustados e anti-sociais e de personalidade. Tentámos perceber como é que a intervenção precoce poderia actuar para “debelar” ou corrigir os anteriores. Quisemos estudar esta problemática partindo do estudo de um caso através de entrevista semi-estruturada feita ao sujeito e ao pai...

O papel da GNR na Delinquência Juvenil

Vieira, Andreia
Fonte: Academia Militar. Direção de Ensino Publicador: Academia Militar. Direção de Ensino
Tipo: Outros
Publicado em 01/08/2013 POR
Relevância na Pesquisa
37.52%
A Delinquência Juvenil é uma problemática que preocupa a sociedade e consequentemente as Forças de Segurança. Por um lado, deve existir uma intervenção adequada de caráter preventivo na infância, a fim de atenuar o aumento da delinquência. Por outro lado, torna-se também importante a proteção de crianças e jovens alvos de maus tratos por parte dos progenitores ou de outros familiares. Com o presente estudo pretende-se compreender a forma de atuação da GNR no Sistema de Proteção de Crianças e Jovens e identificar a importância da sua participação nas Comissões de Proteção de Crianças e Jovens, com vista à proteção dos menores. A metodologia de investigação adotada assenta na passagem das fases de rutura, construção e verificação. Através de uma abordagem dedutiva, baseada na condução de um raciocínio lógico que parte uma ideia geral para o particular, chegando-se a várias conclusões. O trabalho estrutura-se em duas partes fundamentais, a parte teórica e a parte prática. A primeira parte baseia-se na análise dos conceitos relacionados com a temática, complementado com um enquadramento legal da Delinquência Juvenil e do Sistema de Proteção de Crianças e Jovens. Posteriormente...

Vitimização e Delinquência

Lourenço, Joana
Fonte: Academia Militar. Direção de Ensino Publicador: Academia Militar. Direção de Ensino
Tipo: Outros
Publicado em 01/08/2011 POR
Relevância na Pesquisa
37.43%
A delinquência juvenil é actualmente um problema vasto e multidimensional que afecta diversos contextos sociais um pouco por todo o mundo. A crescente evolução deste fenómeno tem vindo a despoletar um preocupante sentimento de insegurança a par de uma consciente necessidade de combate e prevenção dos comportamentos delinquentes por parte das crianças e jovens. São inúmeras as causas que estão na raiz da delinquência juvenil e também a vitimização pode estar associada a este tipo de comportamentos. Neste sentido, o estudo destes fenómenos tem ganho especial importância, em grande parte devido à aparente incapacidade de resposta e combate ao problema da criminalidade praticada por crianças e jovens. Os objectivos deste trabalho passam por dar uma visão do papel da Guarda Nacional Republicana no âmbito da Delinquência Juvenil bem como da sua cooperação com instituições civis na prevenção e diminuição deste problema. Para tal, foram aplicadas entrevistas a comandantes de Destacamentos Territoriais, por serem estes quem estabelece, na maior parte das vezes, um contacto mais directo com as outras entidades e instituições. Em conclusão, com este humilde trabalho de investigação, verificou-se que o reforço do patrulhamento junto das escolas (onde ocorrem a maioria dos delitos)...

O papel da GNR no combate à delinquência juvenil

Santos, Sérgio
Fonte: Academia Militar. Direção de Ensino Publicador: Academia Militar. Direção de Ensino
Tipo: Outros
Publicado em 01/08/2011 POR
Relevância na Pesquisa
37.52%
A delinquência juvenil é um dos fenómenos que mais preocupação causa às sociedades europeias e, desde o século passado, um dos problemas criminais observados internacionalmente a título permanente. Esta problemática, cada vez mais, multissectorial, desagua em questões de segurança, mas tem a montante problemas muito mais vastos e complexos. Traduz, na sua génese, o falhanço de instituições tradicionais, como a família e a escola. O presente estudo pretende avaliar se o modo de actuação da Guarda Nacional Republicana e a cooperação com instituições civis promove a prevenção da delinquência juvenil. Foram aplicadas entrevistas a responsáveis da Guarda do Comando Territorial de Santarém, Repartição de Programas Especiais e Grupo Coordenador da Segurança Escolar. O tipo de amostragem aplicado foi a amostragem por conveniência. Verificou-se que o patrulhamento, bem como as acções de sensibilização e formação à comunidade escolar promovem a prevenção da delinquência juvenil. A formação específica dos guardas foi considerada como fulcral na melhor actuação preventiva da Guarda. A existência de pontos de contacto na Guarda agiliza a coordenação com as instituições civis. A cooperação intra-instituicional através de equipas multidisciplinares favorece as acções de prevenção. Pode assim concluir-se a necessidade de novas estratégias e cooperação intra-institucional para implementação de um novo paradigma no âmbito de novas abordagens preventivas da delinquência juvenil.; Abstract Juvenile delinquency is one of the phenomenons of growing concern in european societies...

Delinquência Juvenil no Concelho de Sintra

Costa, Filipe
Fonte: Academia Militar. Direção de Ensino Publicador: Academia Militar. Direção de Ensino
Tipo: Outros
Publicado em 01/08/2011 POR
Relevância na Pesquisa
37.52%
A delinquência juvenil é um fenómeno que cada vez mais aparece com maior visibilidade, a exposição mediática destes casos não os vai resolver, vai antes criar um sentimento de insegurança que acaba por não ser benéfico para a sociedade em geral e mais especificamente para quem trabalha com estes casos. O presente Trabalho de Investigação Aplicada, no seu enquadramento teórico apresenta algumas noções e alguns conceitos fundamentais para entender e enquadrar a problemática em geral, dá-nos a ideia do que são actividades anti-sociais, aborda a família e a forma como esta pode contribuir para os comportamentos desviantes do jovem, apresenta ainda o conceito de delinquência e relaciona-o com a idade. De seguida é apresentada uma caracterização do concelho de Sintra, para que se consiga obter uma ideia mais rigorosa desta região, assim focam-se aspectos que mais directamente têm a ver com esta problemática, como por exemplo, a idade, a educação, e a criminalidade entre outros. Como a delinquência juvenil se prende directamente com actividades criminais procede-se também a uma descrição geral da criminalidade em Portugal e focando especificamente o concelho de Sintra...

Delinquência Juvenil: o Processo de Socialização, a Vitimização e a Atuação da Guarda Nacional Republicana

Ferreira, Marcos
Fonte: Academia Militar. Direção de Ensino Publicador: Academia Militar. Direção de Ensino
Tipo: Outros
Publicado em 01/08/2012 POR
Relevância na Pesquisa
37.58%
O presente trabalho de investigação aplicada, subordinado ao tema “Delinquência Juvenil: o Processo de Socialização, a Vitimização e a ação da Guarda Nacional Republicana”, aborda a problemática da delinquência juvenil, relacionando-a com o processo de socialização e com a possibilidade de determinados agentes privilegiados neste processo, como a Escola, a Família, a CPCJ ou a Câmara Municipal, intervirem ativamente na prevenção deste fenómeno. Visto o objeto de estudo ser bastante abrangente delimitou-se o meio de investigação ao Concelho de Alcochete. Assim, os objetivos propostos para esta investigação consistem: em identificar formas de, os agentes de socialização referidos, participarem ativamente na prevenção da delinquência juvenil; perceber qual a importância do bom relacionamento entre a GNR e estes agentes na prevenção deste fenómeno; identificar as limitações da GNR neste âmbito; identificar medidas que, na perceção da GNR, poderiam ou deveriam ser tomadas na prevenção da delinquência juvenil e ainda analisar a interação da Guarda com estes agentes. Por forma a cumprir os objetivos propostos...

Delinquência juvenil : estudo de algumas variáveis psicológicas e relacionais com ênfase nos traços psicopáticos

Pechorro, Pedro Fernandes dos Santos, 1975-
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em //2011 POR
Relevância na Pesquisa
37.52%
Tese de doutoramento, Ciências e Tecnologias da Saúde (Medicina Legal e Ciências Forenses), Universidade de Lisboa, Faculdade de Medicina, 2012; Na presente investigação pretendeu-se analisar a influência de algumas variáveis psicológicas e relacionais na delinquência juvenil, com especial ênfase nos traços psicopáticos, mas focando também outras variáveis como problemas de comportamento, delinquência auto-relatada, auto-estima e desejabilidade social. Foi também analisada a influência de variáveis sócio-demográficas e de tipo criminal. Para avaliação dos constructos em estudo efectuou-se a validação de diversos instrumentos psicométricos, nomeadamente do Dispositivo de Despiste de Processo Anti-social versão de auto-resposta (APSD-SR; Muñoz & Frick, 2007), do Questionário de Capacidades e de Dificuldades versão de auto-resposta (SDQ-SR; Goodman et al., 1998), da Escala de Delinquência Auto-relatada Adaptada (ASDS; Carroll et al., 1996), da Escala de Auto-estima de Rosenberg (RSES; Rosenberg, 1989) e da Escala de Desejabilidade Social de Marlowe-Crowne (Ballard, 1992) versão curta, além de se ter construído um questionário sócio-demográfico e um questionário de tipo criminal. Recorreu-se a uma amostra total de 760 participantes...

Representações sociais sobre a delinquência juvenil: estudo comparativo entre duas amostras de estudantes pós-graduados

Vieira, Sandra Maria Nogueira
Fonte: Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas Publicador: Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 14/02/2014 POR
Relevância na Pesquisa
37.43%
Tese de Mestrado em Antropologia; O presente estudo pretende compreender as representações sociais da delinquência juvenil sob a perspetiva de duas amostras distintas de estudantes pós-graduados: os alunos da Pós- Graduação em Antropologia Biológica e Forense (ABF) e os alunos da Pós-Graduação em Criminologia e Reinserção Social (CRS), da Universidade de Lisboa - Instituto Superior de Ciências Sociais e Politicas (UL-ISCSP), no ano letivo 2011/2012. O nosso universo foi constituído pelos estudantes das duas Pós-Graduações já mencionadas (N(ABF)= 09 e N(CRS)=06). Enquanto no primeiro caso (ABF) foi possível trabalhar com o universo (N=09/09), no segundo (CRS) apenas uma amostra respondeu ao questionário em questão (N=05/06). Com a aplicação do questionário pretendemos compreender qual a imagem que os estudantes constroem sobre a delinquência juvenil, isto é, sobre a prática de factos antissociais na fase da adolescência. Na generalidade a amostra dos estudantes da PG-CRS revelou ser menos tolerante comparativamente à amostra de estudantes da PG-ABF, no que respeita aos comportamentos dos adolescentes que transgridem as normas sociais. Ambas demonstram estar conscientes da gravidade que a delinquência representa na adolescência...

Delinquência juvenil feminina a várias vozes: contributos para a construção de uma tipologia de percursos transgressivos

Duarte, Vera
Fonte: Editora Mundos Sociais Publicador: Editora Mundos Sociais
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em 01/05/2015 POR
Relevância na Pesquisa
37.43%
Em resposta ao predomínio masculino nos estudos sobre delinquência juvenil, este artigo explora uma das suas faces invisíveis, aquela que é praticada por raparigas. Discutindo a “história única” que se tem construído sobre a delinquência juvenil feminina, apresentam-se resultados de uma pesquisa qualitativa, realizada no âmbito de uma tese de doutoramento, sobre experiências e significados da transgressão nos percursos de vida de raparigas em cumprimento de medidas tutelares educativas em Portugal. A elaboração de retratos sociológicos, a partir da análise dos processos individuais e das entrevistas realizadas, permitiu traçar perfis de percursos transgressivos que mostram a heterogeneidade da delinquência feminina e (re)colocam as jovens como sujeitos sociais.; In response to the predominance of the male in studies on juvenile delinquency, this article explores one of the latter’s invisible faces — delinquency by girls. A discussion of the “single story” that has been constructed about female juvenile delinquency is accompanied by the presentation of results from qualitative research conducted as part of a doctoral thesis on experiences and meanings of transgression in the life paths of girls subject to youth custody...

Do outro lado da cidade. Crianças socialização e delinquência em bairros de realojamento

Carvalho, Maria João Fino Leote de
Fonte: Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Nova de Lisboa Publicador: Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Nova de Lisboa
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em /12/2010 POR
Relevância na Pesquisa
37.66%
Dissertação apresentada para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de Doutor em Sociologia, especialidade em Sociologia do Desenvolvimento e da Mudança Social; A delinquência é um problema social que vem a ganhar visibilidade nas sociedades ocidentais. Os contornos da discussão pública espelham a complexidade deste fenómeno e o seu estudo constitui elemento importante na análise das mudanças e dinâmicas sociais num determinado contexto e época. Na sequência dos resultados obtidos em pesquisa realizada sobre a população internada no sistema de justiça juvenil português (2003), e tendo por pano de fundo uma linha orientadora que cruza três vectores – infância, delinquência e território –, procurou-se, com esta dissertação, estudar as relações emergentes entre a delinquência de crianças em idade escolar (1º Ciclo do Ensino Básico: 6-12 anos) e os modelos de urbanização em que se integra a construção de seis bairros de realojamento no concelho de Oeiras, Área Metropolitana de Lisboa, com base na hipótese de que esses modelos se articulam com o desenvolvimento de processos de socialização facilitadores do acesso a janelas de oportunidades para a prática de actos delinquentes. Fundando-se nos campos do interaccionismo simbólico e da ecologia social...

Experiências de aprendizagem, delinquência e mudança de reclusos

Santos, Joana Isabel Martins dos
Fonte: Universidade de Évora Publicador: Universidade de Évora
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
37.52%
A delinquência é um comportamento que remete para uma realidade multidimensional, multideterminada e com diversas manifestações encontrando-se de alguma forma ligada a aprendizagens realizadas. O estudo apresentado foca-se na descrição de reclusos sobre as várias facetas do aprender, da delinquência e da sua possível relação. Pretendemos identificar a importância que os reclusos (primários e reincidentes) atribuem às suas aprendizagens pessoais, sociais e académicas e às experiências a elas associadas, compreendendo em que medida os seus comportamentos delinquentes são por si conceptualizados como algo relacionado com as aprendizagens realizadas ao longo da sua vida. Os dados foram obtidos através de entrevistas semi-estruturadas e tratados, a posteriori, qualitativa e quantitativamente. Os resultados sugerem que os reclusos primários concebem a aprendizagem maioritariamente como um processo instrumental, e positivo, enquanto que os reclusos reincidentes a concebem, para além de um processo instrumental, como algo que implica uma mudança pessoal. A delinquência é vista maioritariamente por ambos os grupos como um acto que infringe as leis. A relação entre delinquência e aprendizagem é referida por ambos os grupos de participantes como existente. Os dados obtidos apresentam implicações para a prevenção de comportamentos delinquentes; ABSTRACT: Delinquency is a behavior that involves a multidimensional and multidetermined reality...

Funcionamento familiar e delinquência juvenil : A mediação do autocontrolo

Gomes, Hugo Miguel dos Santos; Pereira, Maria Gouveia
Fonte: Instituto Superior de Psicologia Aplicada Publicador: Instituto Superior de Psicologia Aplicada
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2014 POR
Relevância na Pesquisa
37.52%
De acordo com a Teoria Geral do Crime as práticas parentais ineficazes são a principal causa do baixo autocontrolo e, por sua vez, o autocontrolo será o principal responsável pelo desenvolvimento de comportamentos delinquentes. No presente estudo temos como objetivo analisar empiricamente estas afirmações, ou seja, verificar a influência do funcionamento familiar no autocontrolo e seguidamente analisar se o autocontrolo é mediador na relação entre o funcionamento familiar e a delinquência juvenil. Neste estudo participaram 181 adolescentes, com idades compreendidas entre os 12 e os 19 anos de idade e a frequentar escolas da área da Grande Lisboa. Os instrumentos utilizados foram os seguintes: escala de coesão e flexibilidade familiar (FACES IV), escala de autocontrolo e escala de variedade de delinquência. Os resultados demonstraram uma relação positiva entre o funcionamento familiar e o autocontrolo e uma relação negativa entre o autocontrolo e os comportamentos de delinquência. Por sua vez, o autocontrolo mediou totalmente a relação entre o funcionamento familiar e a delinquência dos jovens. As implicações deste estudo são discutidas.; ABSTRACT: According to the General Theory of Crime ineffective parenting practices are the major cause of low self-control...

Funcionamento familiar e delinquência juvenil: A mediação do autocontrolo

Gomes, Hugo Miguel dos Santos; ISPA - Instituto Universitário; Gouveia-Pereira, Maria; ISPA - Instituto Universitário
Fonte: ISPA - Instituto Universitário Publicador: ISPA - Instituto Universitário
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Publicado em 06/02/2015 POR
Relevância na Pesquisa
37.52%
De acordo com a Teoria Geral do Crime as práticas parentais ineficazes são a principal causa do baixo autocontrolo que, por sua vez, o autocontrolo será o principal responsável pelo desenvolvimento de comportamentos delinquentes. No presente estudo temos como objetivo analisar empiricamente estas afirmações, ou seja, verificar a influência do funcionamento familiar no autocontrolo e seguidamente analisar se o autocontrolo é mediador na relação entre o funcionamento familiar e a delinquência juvenil. Neste estudo participaram 181 adolescentes, com idades compreendidas entre os 12 e os 19 anos de idade e a frequentar escolas da área da Grande Lisboa. Os instrumentos utilizados foram os seguintes: escala de coesão e flexibilidade familiar (FACES IV), escala de autocontrolo e escala de variedade de delinquência. Os resultados demonstraram uma relação positiva entre o funcionamento familiar e o autocontrolo e uma relação negativa entre o autocontrolo e os comportamentos de delinquência. Por sua vez, o autocontrolo mediou totalmente a relação entre o funcionamento familiar e a delinquência dos jovens. As implicações deste estudo são discutidas.

Delinquência juvenil: uma perspetiva teórica

Duarte, Diana Gomes
Fonte: Instituto Universitário de Lisboa Publicador: Instituto Universitário de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2014 POR
Relevância na Pesquisa
37.52%
Mestrado em Antropologia, no ramo de especialização de Globalizações, Migrações e Multiculturalismo; Para esta dissertação de mestrado, é proposto ilustrar o fenómeno da delinquência juvenil, tendo em conta as temáticas da delinquência juvenil, desvio e marginalidade. Para tal, o que se encontra aqui é uma delimitação da história da delinquência juvenil ju, onde se exploram diferentes causas, e contextos socioeconómicos, com o intuito de dar a conhecer a história da delinquência. Por último é feito um enquadramento contextual com o exemplo do estudo de caso feito num Centro Educativo, onde é revelado o seu objetivo, funcionamento, e no qual me deparei com a questão: valerá a pena os jovens estarem enclausurados na instituição?; For this master's degree dissertation, it is proposed to illustrate the phenomenon of juvenile delinquency, taking into account the thematic of juvenile delinquency, deviation and marginality. To that end, what can be found here is a delimitation of the history of juvenile delinquency, where different causes and social-economical contexts are explored, with the objective of making the history of juvenile delinquency known. Lastly, a study example of a case in an Education Center puts the dissertation into context...

O fenómeno da delinquência juvenil na formação de gangues em Portugal; um estudo exploratório do projeto ISRD-3

Ramalho, Lúcia Ferreira
Fonte: [s.n.] Publicador: [s.n.]
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
Publicado em //2015 POR
Relevância na Pesquisa
37.52%
Projeto de Graduação apresentado à Universidade Fernando Pessoa como parte dos requisitos para obtenção do grau de Licenciada em Criminologia; O estudo intitulado “ O Fenómeno da Delinquência Juvenil na Formação de Gangues em Portugal: um estudo exploratório do projeto ISRD-3” baseia-se num estudo internacional chamado Interntional Self- Reported Delinquency Study , na sua 3ª versão em Portugal (ISRD-3), e tem por objetivo explorar o impacto da delinquência juvenil junto da formação de gangues. No presente projeto, que numa primeira parte, se propõe uma breve revisão da literatura dos contextos relativos aos conceitos Delinquência e Gangues, dos objectivos e bases teóricas do estudo ISRD-3; seguindo-se de uma segunda parte com a apresentação e a exploração dos resultados preliminares do passe piloto realizado na cidade do Porto, propondo-se identificar a existência de normas subculturas e adesão a gangues, segundo os parâmetros da Eurogang; e qual a sua influência, se existir, no comportamento criminal ou violento dos integrantes de gangues em Portugal. Portanto, será correto afirmar que a delinquência um fator chave na formação de gangues em Portugal? The theme " Youth Delinquency Phenomenon in the Formation of Gangs in Portugal: an explotarory study of the project ISRD-3" it’s a part of a larger study of ISRD Project (Self-Reported Delinquency in its 3rd version)...

Funcionamento familiar e delinquência juvenil: A mediação do autocontrolo

Gomes,Hugo Miguel dos Santos; Pereira,Maria Gouveia
Fonte: Instituto Superior de Psicologia Aplicada Publicador: Instituto Superior de Psicologia Aplicada
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2014 PT
Relevância na Pesquisa
37.52%
De acordo com a Teoria Geral do Crime as práticas parentais ineficazes são a principal causa do baixo autocontrolo e, por sua vez, o autocontrolo será o principal responsável pelo desenvolvimento de comportamentos delinquentes. No presente estudo temos como objetivo analisar empiricamente estas afirmações, ou seja, verificar a influência do funcionamento familiar no autocontrolo e seguidamente analisar se o autocontrolo é mediador na relação entre o funcionamento familiar e a delinquência juvenil. Neste estudo participaram 181 adolescentes, com idades compreendidas entre os 12 e os 19 anos de idade e a frequentar escolas da área da Grande Lisboa. Os instrumentos utilizados foram os seguintes: escala de coesão e flexibilidade familiar (FACES IV), escala de autocontrolo e escala de variedade de delinquência. Os resultados demonstraram uma relação positiva entre o funcionamento familiar e o autocontrolo e uma relação negativa entre o autocontrolo e os comportamentos de delinquência. Por sua vez, o autocontrolo mediou totalmente a relação entre o funcionamento familiar e a delinquência dos jovens. As implicações deste estudo são discutidas.

(Entre) olhares sobre delinquência no feminino

Duarte,Vera Mónica; Carvalho,Maria João Leote de
Fonte: Associação Portuguesa de Estudos sobre as Mulheres - APEM Publicador: Associação Portuguesa de Estudos sobre as Mulheres - APEM
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2013 PT
Relevância na Pesquisa
37.52%
Este artigo pretende ser um diálogo dinâmico entre duas investigações qualitativas desenvolvidas com crianças e jovens envolvidas em delinquência. Procura-se refletir sobre a construção da (in)visibilidade social da figura feminina na relação teoricamente consistente entre delinquência e género, abarcando diversas idades e expressões deste fenómeno. Diferentes feminilidades são vividas e assumidas na prática da delinquência, assumindo- se o risco e a experimentação como eixos estruturantes de muitas das ações delinquentes. Não menos importante é a linha de feminização na aprendizagem social da delinquência, fundamentalmente concretizada em círculo de familiares ou de pares.