Página 1 dos resultados de 86773 itens digitais encontrados em 0.044 segundos
Resultados filtrados por Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP

A construção do "ser médico" e a morte: significados e implicações para a humanização do cuidado; The building of the ?doctor being? and the death: meanings and consequences to care humanization

Silva, Georgia Sibele Nogueira da
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 14/02/2007 PT
Relevância na Pesquisa
36.31%
A partir da narrativa de médicos em processo de formação, buscou-se compreender o processo de construção do ser médico e sua relação com o fenômeno da morte, com a finalidade de investigar em que medida essa relação contribui para promover o distanciamento entre as tecnociências médicas e os processos dialógicos do cuidar no cotidiano da prática médica. Realizou-se uma pesquisa qualitativa com estudantes de medicina da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, escolhidos entre todos os períodos de formação (do primeiro ano à residência médica). A Fenomenologia Existencial, a Hermenêutica Gadameriana e a Teoria da Ação Comunicativa, de Habermas, constituem a base filosófica do trabalho de produção e interpretação das narrativas. Para a produção das narrativas foram combinadas duas estratégias tecno-metodológicas: entrevistas em profundidade com roteiro e oficinas com utilização de cenas projetivas, objetivando maior profundidade e segurança na análise interpretativa. Os resultados foram agrupados em sete categorias temáticas: 1) Concepções sobre ser médico; 2) Concepções sobre a Morte; 3) Concepções dos estudantes/residentes sobre o enfrentamento do processo de morte de um paciente; 4) Abordagem da morte; 5) Anatomia e a iniciação médica; 6) O encontro com a morte encenada; 7) Desejos de mudanças na educação médica. As análises e reflexões desenvolvidas apontam que o ser médico compreende o ideal de ser um bom médico...

Revisão documental da literatura científica sobre educação para a morte a docentes e discentes de enfermagem; Documentary review of scientific literature about death education for teachers and students of nursing.

Santos, Janaina Luiza dos
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 26/01/2010 PT
Relevância na Pesquisa
36.31%
A Morte, ao menos na grande maioria das culturas do Ocidente, seja por questões pessoais, sociais, e/ou religiosos não se apresenta como tema preferido dos cidadãos, tampouco costuma ser tratada com naturalidade. Mas, se é assim, como se apresentam aqueles que todos os dias, por força do seu ofício, precisam conviver e enfrentar a questão da Morte? Qual o significado que ela assume para esses profissionais? Seriam essas pessoas diferentes das demais? Elas não se importariam com a Morte, do mesmo modo que a maioria das pessoas? Não seriam seres humanos? Por tantas interrogações, objetivamos então, levantar dados da literatura científica identificando como a temática morte vem sendo abordada na formação acadêmica de Enfermagem. A metodologia utilizada foi à qualitativa, com um estudo exploratório documental, caracterizando-se na pesquisa bibliográfica. As bases de dados acessadas foram MEDLINE, LILACS, BIREME, SCIELO, BDENF e a Biblioteca Central de Ribeirão Preto-USP, durante um período de cinco anos (2005, 2006, 2007, 2008, 2009). Utilizamos como palavras chave: "Educação a Morte e o morrer e Docente e discente de Enfermagem, Morte e o morrer" As buscas se deram no período de julho a outubro de 2009. Foram encontrados 12 artigos em periódicos com qualis A1...

Falando de morte na escola: o que os educadores têm a dizer?; Talking about death at school: what do educators have to say?

Rodriguez, Claudia Fernanda
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 07/05/2010 PT
Relevância na Pesquisa
36.31%
No contexto atual a morte é, ao mesmo tempo, interdita e escancarada. A educação para a morte abre novos horizontes para a abordagem desta questão no contexto escolar. Esta discussão é relevante uma vez que adolescentes expressam a importância e a necessidade de falar sobre o tema da morte na escola. Apontam a possibilidade de troca de opiniões, dificuldades, medos e experiências entre eles, ampliando também o diálogo com educadores e familiares. Além disso, as sensações de acolhimento e segurança podem se refletir em melhor rendimento escolar. A partir disso, esta pesquisa investigou: a) quais temas relacionados à morte e à adolescência estão presentes no contexto escolar pelo olhar do educador; b) como estes temas são abordados nas escolas; c) os sentimentos e o preparo dos educadores; d) quais são as possíveis formas de intervenção, entre educadores e alunos adolescentes. O processo da adolescência e a sua relação com o tema da morte no contexto escolar foram abordados a partir de três esferas: mortes concretas, simbólicas e escancaradas. Foi utilizada a abordagem qualitativa na coleta e na compreensão dos dados. Participaram desta pesquisa sete profissionais da área da educação que atuam com adolescentes. Foram realizadas entrevistas individuais e categorias temáticas foram destacadas com o intuito de formar os eixos de análise. Os educadores falaram sobre o papel da educação e sua relação com o tema da morte...

Causas de óbito entre pessoas com aids no município de São Paulo. 1991-2006; Causes of death among people with AIDS in the municipality Sao Paulo. 1991-2006

Domingues, Carmen Silvia Bruniera
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 29/09/2011 PT
Relevância na Pesquisa
36.31%
Introdução: A partir da introdução dos antirretrovirais altamente potentes (HAART), assistiu-se, nos países desenvolvidos, a mudanças nos padrões de morbimortalidade associado à aids. No entanto, no Brasil, tem-se poucos estudos analisando esta questão. Objetivo: Analisar as causas básicas e associadas de óbito entre pessoas com aids, residentes no município de São Paulo (MSP), nos períodos pré e pós a introdução da HAART e investigar possíveis disparidades, segundo a área de residência entre 2000 e 2006. Métodos: Estudo descritivo. Os dados foram analisados segundo três períodos: pré-HAART (1991-1996), pós-HAART precoce (1997-1999) e pós-HAART tardio (2000-2006). Fontes de dados: Base Integrada Paulista de Aids (BIPAIDS), do Programa Estadual de DST/Aids-SP e Fundação SEADE e Fundação SEADE para estimativas populacionais. A classificação das causas de óbito foi feita de acordo com a CID-9 (1991-1995) e CID-10 (1996-2006). Foram estimadas as taxas de mortalidade ajustadas por idade para as principais causas básicas de morte, para o período de 1996 a 2006 e efetuada análise descritiva dos óbitos, segundo causas básicas e associadas de morte (1991 a 2006). As causas básicas foram classificadas em: definidoras e não definidoras de aids. Variáveis de interesse: características sociodemográficas...

Codificação automática das causas de morte e seleção da causa básica de morte: a adaptação para o Brasil do software Iris; Automatic coding cause of death and selection for underlying cause of death: an adaptation of Iris software to Brazil

Martins, Renata Cristófani
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 27/07/2012 PT
Relevância na Pesquisa
36.32%
Introdução - Uma das formas de se aumentar a qualidade das informações sobre causas de morte é automatizar o processo de sua elaboração. O software Iris é um dos mecanismos disponíveis para esse fim. Suas principais características é que ele segue as regras internacionais de mortalidade e ele é independente de idioma. Objetivo - Elaborar para o Iris um dicionário na língua portuguesa e avaliar a sua completitude para a codificação das causas de morte. Método - O dicionário criado com dados do arquivo eletrônico do volume 1 da CID-10 e com o Tesauro da Classificação Internacional de Atenção Primária. Foi utilizado o Iris V4.0.34 e, como codificação manual, o que o Programa de Aprimoramento das Informações de Mortalidade no Município de São Paulo (PRO-AIM) da Secretaria Municipal de Saúde de São Paulo escreveu nas declarações de óbito. Caso o Iris não codificasse as causas de morte, ajustes eram feitos no dicionário ou na tabela de padronização. Resultado - O Iris é capaz de codificar as causas de morte e selecionar a causa básica de morte, ambas automaticamente, é um software recente que está em constantes adequações, é independente de idioma e para usá-lo em cada país é necessário realizar somente um dicionário de causas de morte. No teste para avaliação da primeira versão do dicionário em português...

A visão da morte e do morrer dos profissionais da saúde de um hospital universitário terciário e quaternário de São Paulo; The vision of death and dying healthcare professionals of a university hospital tertiary and quaternary São Paulo

Cezario, Edenise Piccoli
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 09/08/2012 PT
Relevância na Pesquisa
36.33%
Objetivo: A morte, que pode ainda ser considerada um tema tabu, e como os profissionais da saúde lidam com ela é algo a ser explorado neste estudo que o trata através de uma investigação com entrevistas à profissionais da medicina e enfermagem das Unidades de Terapia Intensiva (UTI) de um hospital universitário terciário e quaternário de São Paulo com o objetivo de apurar a visão da morte e do morrer face às atitudes propostas pela Dra. Elisabeth Kubler-Ross. Métodos: A metodologia se baseou em uma análise qualitativa de conteúdo dos dados apurados. Foram entrevistados 51 sujeitos dentre os quais 12 que não desejaram participar do estudo alegando não querer falar sobre morte. A pesquisa transcorreu entre os meses de outubro à dezembro de 2011 nas dependências das UTIs e foi previamente aprovada pelo Comitê de Ética em Pesquisa com Humanos. Também foram apurados dados sociodemográficos como sexo, idade, tempo de trabalho em UTI, se o entrevistado segue alguma filosofia religiosa e se tem algum conhecimento em cuidados paliativos. Na entrevista buscou-se detalhar a visão da morte dos profissionais segundo o que pensam sobre morte, como lidam com a morte, se gostariam de fazer ou dizer algo para quem está morrendo...

Estudo das alterações microcirculatórias e da evolução do processo inflamatório em modelo de morte encefálica em ratos; Study of microcirculatory alterations and evolution of inflammatory process in a brain death rat model

Simas, Rafael
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 02/05/2013 PT
Relevância na Pesquisa
36.32%
INTRODUÇÃO: Estudos indicam que a morte encefálica está associada com alterações hemodinâmicas, hormonais e inflamatórias, comprometendo a viabilidade dos órgãos para o transplante. Porém, é necessário esclarecer quais destas alterações são decorrentes da morte encefálica e quais são devidas ao trauma associado. Este estudo tem por objetivo avaliar a microcirculação mesentérica, quantificar marcadores sistêmicos da resposta inflamatória, e analisar as alterações histopatológicas em ratos submetidos à morte encefálica comparados com ratos falso-operados. MÉTODOS: Ratos Wistar machos (300 50 g), anestesiados com isoflurano (5-2 %), foram intubados e mecanicamente ventilados (10 mL/kg, 70 ciclos/min). Através de uma trepanação, um cateter Fogarty® 4 F foi inserido no espaço intracraniano e rapidamente insuflado com 500 L de água para indução da morte encefálica. Após a indução da morte encefálica o anestésico foi retirado e os animais receberam solução salina 0,9 % endovenosa (2 mL/h). Animais falso-operados foram apenas trepanados. Pressão arterial média e frequência cardíaca foram monitoradas ao longo de todo tempo de experimento. Após 30, 180 ou 360 min, foram avaliados os seguintes parâmetros: 1) avaliação da perfusão e interação leucócito-endotélio na microcirculação mesentérica por técnica de microscopia intravital; 2) expressão de moléculas de adesão endoteliais (P-selectina e ICAM-1) por imunohistoquímica; 3) quantificação das citocinas (TNF-?...

Avaliação dos efeitos da anestesia peridural torácica sobre as alterações miocárdicas associadas à morte encefálica: estudo experimental; Assessment of the effects of thoracic epidural anesthesia on myocardial changes associated with brain death: an experimental study

Silva, Isaac Azevedo
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 03/05/2013 PT
Relevância na Pesquisa
36.31%
INTRODUÇÃO: Atualmente, a maior limitação ao transplante cardíaco, em todo o mundo, é a escassez de doadores cujo número está sempre aquém do número de pacientes portadores de doença cardíaca terminal, e esse hiato fica ainda maior pelo fato de cerca de 25 % dos corações doados não serem utilizados, por estarem acometidos por acentuada disfunção. A descarga catecolaminérgica associada à morte encefálica poderia ser um dos elementos implicados nesta disfunção. Assim, intervenções terapêuticas com intuito de minimizar o exacerbado estímulo simpático visam, em última instância, ampliar a oferta de órgãos para o transplante. OBJETIVOS: Investigar a hipótese de que a anestesia peridural torácica seja capaz de bloquear a tempestade autonômica inerente à morte encefálica por hipertensão intracraniana aguda, minimizando as alterações hemodinâmicas, reduzindo a resposta inflamatória e, por conseguinte, melhorando a condição do enxerto. MÉTODOS: Ratos Wistar machos (250-350 g) anestesiados (isoflurano 5 %) e monitorados continuamente para o registro da pressão arterial média foram submetidos à inserção de cateter no espaço peridural em nível torácico e, em seguida, submetidos à morte encefálica por hipertensão intracraniana aguda pela xxi insuflação de um cateter de Fogarty® introduzido por trepanação. Os animais (n = 28) foram alocados em 4 grupos: grupo salina - infusão de 20 uL de solução salina pelo cateter peridural antes da indução da morte encefálica; grupo bupi-pré - infusão de 20 uL de solução de bupivacaína a 0...

Causas múltiplas de morte: formas de apresentação e métodos de análise; Multiple causes of death: presentation forms and methods of analysis

Santo, Augusto Hasiak
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 17/03/1989 PT
Relevância na Pesquisa
36.33%
RESUMO As informações sobre a mortalidade são tradicionalmente uma importante fonte de dados para estudos epidemiológicos, demográficos e para o planejamento em saúde. As estatísticas de mortalidade por causa são usualmente apresentadas segundo a causa básica de morte; a cada óbito corresponde uma só causa. Este método tem sofrido criticas devido a algumas de suas limitações, principalmente em relação às doenças crônicas quando, geralmente, estão presentes várias causas no momento da morte e apenas a básica é selecionada. As estatísticas de mortalidade segundo as causas múltiplas de morte se apresentam como um método alternativo para o estudo das causas de morte. A introdução dos computadores permitiu o desenvolvimento nos Estados Unidos de um sistema automático para classificar além da causa básica todos os demais diagnósticos mencionados nos atestados de óbito. Esse sistema, denominado ACME (Automated Classification of Medical Entities) amplia muito as possibilidades do uso das estatísticas de mortalidade e desde 1983 vem sendo utilizado no processamento de dados sobre os óbitos ocorridos no Estado de São Paulo. O presente trabalho discute a potencialidade do uso das causas múltiplas de morte para o estudo da mortalidade e apresenta algumas formas para a tabulação e a análise destas estatísticas exemplificadas com o arquivo de dados sobre os óbitos ocorridos em 1983 no Estado de São Paulo. Por meio da análise do número de diagnósticos informados na declaração de óbito mostrou-se um número médio maior dos mesmos em relação aos achados em trabalhos acadêmicos realizados com óbitos de períodos anteriores. 0 estudo das menções de todos os diagnósticos permitiu evidenciar a importância relativa maior de certas causas selecionadas como causa básica menos frequentemente. A análise das associações das causas de morte mostrou a importância do inter-relacionamento das doenças na determinação de morte e sugeriu outros usos das causas múltiplas. A distribuição conjunta das causas externas de morte com os dados sobre a natureza da lesão e a análise desta última segundo o sexo e a idade apresentam-se como nova perspectiva para a compreensão das mortes violentas. O levantamento e a discussão de questões metodológicas sugerem novas áreas de investigação para o estudo das causas múltiplas de morte; SUMMARY Informations about mortality are traditionally an important source of data for epidemiologic and demographic studies as well as for health planning. Mortality statistics based on causes have been derived from the underlying cause of death...

A morte e os vivos: um estudo comparativo dos sistemas tanatológicos Linense e Bororo e suas interveniências nas interações sociais nestes dois grupos sociais; Death and the living: a comparative study on the thanatological systems Linense and Bororo and their interveniences in social interactions in both social groups

Caputo, Rodrigo Feliciano
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 11/04/2014 PT
Relevância na Pesquisa
36.31%
Boa parte (senão todos) os fundamentos culturais de uma sociedade convergem em seu modo particular e sistemático de lidar com a morte, formulando prescrições técnicas e simbólicas que estabelecem códigos de conduta, instituem papéis profissionais etc., de modo a integrar a morte à realidade social e garantir a restauração da vida comunitária após a morte de um ou alguns de seus membros. Mas tais prescrições operam muito além dos momentos de luto e, de fato, condicionam largamente todas as interações sociais que compõem a vida cotidiana das pessoas - por isto mesmo, os sistemas de lida com a morte apresentam grande interesse para a Psicologia Social, embora venham sendo estudados incipientemente neste campo. O presente estudo visa contribuir para o necessário aprofundamento conceitual e metodológico sobre o assunto, primeiramente através da delimitação de campo dos sistemas de lida com a morte, a descrição de suas estruturas e funcionalidades e o estabelecimento de uma terminologia clara, já que estes sistemas têm sido nomeados na literatura especializada, indistintamente, como mortuários, tanatológicos, funerários ou necro-sistemas; adicionalmente, através do estudo comparativo de dois grupos humanos contemporâneos que apresentam características histórico culturais específicas: os moradores da cidade de Lins-SP (linenses) e os remanescentes Bororo que vivem em onze aldeias no estado de Mato Grosso. Nesta perspectiva...