Página 1 dos resultados de 8290 itens digitais encontrados em 0.017 segundos

Análise dos direcionadores de valor em empresas brasileiras; Value drivers analysis in Brazilian firms; Analisis de los conductores del valor em firmas brasileñas

AGUIAR, Andson Braga de; PIMENTEL, Renê Coppe; REZENDE, Amaury José; CORRAR, Luiz João
Fonte: Universidade Presbiteriana Mackenzie Publicador: Universidade Presbiteriana Mackenzie
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
36.95%
Estratégias competitivas são formuladas e implementadas com a finalidade de gerar valor para o acionista. Este estudo pretende identificar e analisar os direcionadores de valor mais representativos para o conjunto de empresas incluídas na amostra e por setor - indústria, serviços e comércio. Utiliza-se a abordagem da geração de valor para o acionista (SVA) para a identificação dos potenciais direcionadores de valor de uma empresa. Na revisão da literatura, são descritas diferentes medidas de retorno que pretendem capturar a criação de valor e suas limitações; além disso, faz-se um detalhamento da abordagem SVA. Testa-se a hipótese de que não existem diferenças estatisticamente significantes entre os principais direcionadores de valor de empresas que atuam em diferentes setores. Foram coleta-dos dados referentes ao valor da empresa e aos direcionadores de valor no período de 2001-2005. Emprega-se a técnica estatística de dados em painel. Os resultados demonstram que os direcionadores de valor mais relevantes para o conjunto das empresas foram "lucro operacional" e "investimento em capital de giro". Além disso, existem diferenças entre empresas que atuam em diferentes setores - indústria e serviços - quanto aos principais direcionadores de valor. Portanto...

Sono, qualidade de vida e acidentes em caminhoneiros brasileiros e portugueses; Sleep, quality of life and accidents in the lives of Brazilian and Portuguese truck drivers; Sueño, la calidad de vida y accidentes en brasileños y portugueses conductores de camiones

SOUZA, José Carlos; PAIVA, Teresa; REIMÃO, Rubens
Fonte: Departamento de Psicologia - Universidade Estadual de Maringá Publicador: Departamento de Psicologia - Universidade Estadual de Maringá
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
36.95%
Avaliaram-se os distúrbios do sono, trabalho em turnos, sonolência excessiva diurna (SDE) e qualidade de vida (QV) de 206 caminhoneiros brasileiros e 200 portugueses. Aplicaram-se a Escala de Sonolência de Epworth, o SF-36 e o PSQI. Os portugueses dormem mais nos dias de trabalho (p<0,0001) e folga (p=0,0720); os brasileiros acordam mais cedo nos dias de trabalho (p<0,0001) e folga (p<0,0001). Em Portugal há mais trabalho em turnos (37,50%). Houve distúrbios do sono em 35,40% dos brasileiros e 21,50% dos portugueses (p=0,0019); entre os brasileiros (32,00%) e os portugueses (21,00%) tinham SDE (p=0,0015). Entre os brasileiros 43,20% dirigem mais que 16h/dia; 73,50% dos portugueses consomem álcool (p<0,0001); fazem uso de anfetamina 11,10% dos brasileiros (p<0,0001). Em Portugal a QV foi melhor na saúde mental (p<0,0001) e dores (p<0,0001). No Brasil no desempenho físico (p<0,0001), vitalidade (p=0,0002) e função social (p<0,0001). É alta a prevalência de distúrbios do sono nos dois países.; Sleep disorders, shift work, excessive daytime sleepiness (EDS) and quality of life (QL) were evaluated by Epworth sleepiness scale, SF-36 and PSQI in 206 Brazilian and 200 Portuguese truck drivers. Portuguese drivers sleep more on working days (p<0.0001) and on non-working days (p=0.0720) and do more shift work (37.50%)...

Amphetamine, cocaine and cannabinoids use among truck drivers on the roads in the State of Sao Paulo, Brazil

Leyton, V.; Sinagawa, D. M.; Oliveira, K. C. B. G.; Schmitz, W.; Andreuccetti, G.; De Martinis, B. S.; Yonamine, M.; Munoz, D. R.
Fonte: ELSEVIER IRELAND LTD; CLARE Publicador: ELSEVIER IRELAND LTD; CLARE
Tipo: Artigo de Revista Científica
ENG
Relevância na Pesquisa
36.96%
Drugs are important risk factors for traffic accidents. In Brazil, truck drivers report using amphetamines to maintain their extensive work schedule and stay awake. These drugs can be obtained without prescription easily on Brazilian roads. The use of these stimulants can result in health problems and can be associated with traffic accidents. There are Brazilian studies that show that drivers use drugs. However, these studies are questionnaire-based and do not always reflect real-life situations. The purpose of this study was to demonstrate the prevalence of drug use by truck drivers on the roads of Sao Paulo State, Brazil, during 2009. Drivers of large trucks were randomly stopped by police officers on the interstate roads during morning hours. After being informed of the goals of the study, the drivers gave written informed consent before providing a urine sample. In addition, a questionnaire concerning sociodemographic characteristics and health information was administered. Urine samples were screened for amphetamines, cocaine, and cannabinoids by immunoassay and the confirmation was performed using gas chromatography-mass spectrometry (GC-MS). Of the 488 drivers stopped, 456 (93.4%) provided urine samples, and 9.3% of them (n = 42) tested positive for drugs. Amphetamines were the most commonly found (n = 26) drug...

"Riscos ocupacionais, acidentes do trabalho e morbidade entre motoristas de uma central de ambulância do Estado de São Paulo" ; "Occupation risks, accidents of occupation and morbidity among professionally qualified first aid drivers of an ambulance center of the State of São Paulo"

Takeda, Elisabete
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 07/11/2002 PT
Relevância na Pesquisa
36.88%
O presente estudo teve como objetivo geral investigar os riscos ocupacionais, os acidentes de trabalho e doenças que acometem motoristas de uma central de ambulância de Marília (São Paulo). Para o alcance do objetivo, utilizou-se como metodologia o estudo de caso, sendo a coleta de dados realizada por entrevista estruturada, com o auxílio de um formulário. Constituíram-se sujeitos do estudo 22 motoristas socorristas. Obteve-se a categorização dos dados direcionados pela literatura sobre riscos, acidentes de trabalho e doenças relatadas pelos motoristas socorristas. Todos os entrevistados eram do sexo masculino; 81,82% eram casados; 40,90% dos trabalhadores não concluíram o primeiro grau; 54,54% exerciam outra ocupação remunerada e 81,81% referiram ter o hábito de ingerir bebidas alcoólicas toda a semana em quantidades variadas. Os riscos encontrados foram os ergonômicos e suas subcategorias fisiológicas, psicológicas e organizacionais, riscos de acidentes, riscos biológicos e riscos físicos. Constatou-se que 13 (59,09%) dos motoristas relataram ter sofrido 19 acidentes de trabalho (AT). Dentre estes destacaram-se aqueles ocorridos em decorrência do excesso de exercícios e movimentos vigorosos e repetitivos, agressão...

"Desenvolvimento de pesquisa-ação com caminhoneiros de estrada: trabalhando na problematização as questões voltadas à sexualidade, DST/AIDS e drogas" ; Development of Research-Action with truck drivers: working about the problematization and the questions related to the sexuality, STD/AIDS and drugs. 2003.

Nascimento, Evania
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 19/12/2003 PT
Relevância na Pesquisa
36.84%
Os caminhoneiros de estrada constituem um grupo de grande mobilidade geográfica em função do trabalho – o transporte de cargas, que exige vários dias até meses fora de suas casas e longe da família. A solidão a que se vêem condicionados torna alguns destes profissionais vulneráveis a manterem relacionamentos sexuais no transcurso das viagens. Assim, este estudo tem por objetivo investigar os fatores de vulnerabilidade entre os caminhoneiros de estrada para o risco de contaminação com o HIV/aids. A metodologia utilizada foi o método quali-quantitativo que teve como eixo norteador a pesquisa – ação e o método da problematização de Paulo Freire. A coleta de dados foi realizada no período de janeiro a fevereiro de 2003, através de uma entrevista semi-estruturada. Foram entrevistados neste período 50 caminhoneiros de estrada presentes nas cooperativas que serviram de campo para este estudo. A análise dos dados quantitativos foi feita com base na estatística descritiva e os dados qualitativos através do método de Bardin (1979). Os resultados encontrados apontam que os caminhoneiros têm conhecimentos sobre vários aspectos da transmissão da aids, mas muitos se envolvem em relacionamentos sexuais na estrada sem o uso do preservativo. Por outro lado...

Perfil dos riscos cardiovasculares em motoristas profissionais de transporte de cargas da Rodovia BR-116 no trecho Paulista-Régis Bittencourt; Cardiovascular risk profile observed in professional truck drivers who work on Highway BR116 within the area of the state of São Paulo-Régis Bittencourt

Cavagioni, Luciane Cesira
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 14/12/2006 PT
Relevância na Pesquisa
36.84%
Introdução: As doenças cardiovasculares constituem a principal causa demorbimortalidade nacional. Nesse sentido realizou-se estudo com o objetivo de caracterizar o perfil para riscos cardiovasculares em motoristas profissionais de transporte de cargas que trafegam pela Br-116. Casuística e Método: Estudo transversal, descritivo e exploratório com 258 motoristas profissionais de transporte de cargas com obtenção de informações socioeconômicas; avaliações antropométricas: índice de massa corporal (IMC), circunferência abdominal e medida da pressão arterial; realização de exames laboratoriais: triglicérides, colesterol total e frações, proteína C reativa e creatinina. Analisou-se o risco para doenças cardiovasculares pelo Escore de Risco de Framingham, consumo de bebidas alcoólicas pelo Alcohol Use Disorders Identification-AUDIT, distúrbios psiquiátricos comuns pelo Self Report Questionnaire-SRQ-20, Síndrome Metabólica e angina pectoris pelo Teste de Rose. Os dados foram processados no sistema SPSS v.7.5. O nível de significância adotado foi p<0,05, utilizou-se análise univariada e multivariada. Resultados: A caracterização os motoristas estudados mostrou idade 37,5±10,1 anos, 91% de etnia branca, renda mensal 1.431...

Um estudo da relação entre macrodirecionadores de valor e o preço da ação no mercado de capitais brasileiro; A study of the relation between value drivers and stock prices on Brazilians capital markets.

Cavallari, Ana Luisa Gambi
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 31/03/2006 PT
Relevância na Pesquisa
36.88%
A partir da década de 90, a abertura e liberalização de fluxos de capitais, somados à intensificação dos processos de fusões, aquisições e privatizações evidenciaram a necessidade de se saber qual é o valor de uma empresa e quais variáveis o afetam. Ao encontro a esta necessidade, este trabalho foi desenvolvido para investigar as variáveis consideradas como direcionadores de valor e, em específico macrodirecionadores de valor, e sua relação com o preço da ação. As implicações de se saber se um macrodirecionador de valor pode predizer e provocar alterações no preço da ação, são de ampla utilidade e importância tanto para investidores quanto para os gestores da empresa. Este trabalho objetivou saber se o desempenho dos macrodirecionadores de valor pode ser, e de que forma, preditor do desempenho do preço das ações das empresas de capital aberto mais líquidas da Bolsa de Valores de São Paulo, durante o período de 1994 a 2005. Além disso, buscou entender também, se uma variação em um macrodirecionador pode provocar e explicar uma variação no preço da ação. Para a realização da pesquisa utilizou como modelo estatístico a Causalidade de Granger e a Auto-Regressão Vetorial. Os resultados foram poucos significativos ou revelaram relações pouco consistentes para a maioria das empresas da amostra. Contudo...

O uso de álcool e as condições de saúde entre motoristas nas estradas; Use of Alcohol and health conditions from drivers in the roods

Domingos, Josélia Benedita Carneiro
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 31/03/2008 PT
Relevância na Pesquisa
36.84%
O uso de álcool entre motoristas é tema preocupante devido às graves conseqüências e aos altos índices de acidentes de trânsito que tem gerado. O presente estudo teve como objetivo identificar o uso do álcool entre motoristas nas estradas, bem como avaliar as condições de saúde entre os participantes da Campanha Saúde na Estrada em Ribeirão Preto, SP. A amostra foi composta por 1014 participantes, a maioria homens, com idade de 30 a 45 anos, casados, com baixo nível de escolaridade, procedente da Região Sudeste, religião católica. Entre os participantes, 81,5% são caminhoneiros. Quanto ao uso do álcool, 738 (72,7%) bebem de 2 a 4 vezes por mês, de 3 a 4 doses numa única ocasião e se embriagam semanalmente, índices considerados altos quando se trata de motoristas. Esses apresentam uso de bebidas alcoólicas em níveis de risco e de baixo risco. Entre os 229 (31%) motoristas que sofreram acidentes de trânsito, 19 (2,5%) acidentes ocorreram após o beber. Em relação às condições de saúde, 33% que apresentam hipertensão fazem uso de risco, quase 30% apresentam diabetes e também fazem uso de risco, no entanto, aqueles que expressaram ter pancreatite foram 74,5% e apresentaram colesterol acima de 200mg/dL 39...

O trabalho dos motoristas de caminhão: a relação entre atividade, vínculo empregatício e acidentes de trabalho; The work of truck drivers: the relationship between activity, employment and occupational injuries

Silva, Luna Gonçalves da
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 18/02/2011 PT
Relevância na Pesquisa
36.88%
Apesar dos diversos estudos realizados com motoristas de caminhão, poucas pesquisas estudaram o trabalho desses profissionais baseando-se na descrição da atividade feita pelo próprio trabalhador. O conhecimento dos próprios motoristas sobre sua atividade, assim como dos acidentes pode contribuir para a elaboração de medidas para a redução de acidentes, bem como ações que visem à promoção de saúde destes trabalhadores. O objetivo do presente estudo foi conhecer e analisar a atividade, aspectos da organização do trabalho e acidentes de motoristas de caminhão com diferentes vínculos empregatícios, partindo do relato dos próprios trabalhadores. O estudo realizou-se em uma empresa transportadora localizada no estado de São Paulo, no ano de 2010. Realizou-se um estudo qualitativo tendo como método utilizado, a Análise Coletiva do Trabalho. Foram realizados quatro encontros, nos quais grupos de motoristas de caminhão, voluntários, descreveram às pesquisadoras sua atividade; não existiu um número pré-determinado de participantes para esse estudo. A partir dos dados obtidos, construíram-se as seguintes categorias: trabalho, saúde, repercussões do trabalho na vida familiar e social; vínculos empregatícios e acidentes de trabalho. Os resultados obtidos foram validados em reunião com os próprios trabalhadores. Quatro tipos de vínculos empregatícios foram encontrados na população de estudo: contratados...

Estressores ocupacionais, concentração do cortisol e saúde de motoristas de caminhão; Occupational stressors, cortisol and health of truck drivers

Ulhôa, Melissa Araújo
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 06/06/2011 PT
Relevância na Pesquisa
36.95%
Introdução: Estudos mostram que motoristas de caminhão estão sujeitos a estressores no trabalho, tais como, por exemplo, a longa jornada de trabalho vinculada ao prazo curto de entrega de mercadorias, a vibração e o ruído do caminhão. O objetivo geral desse estudo foi avaliar os estressores ocupacionais e a concentração do cortisol em motoristas de caminhão, bem como a saúde física e mental desses trabalhadores, segundo os turnos de trabalho. Métodos: Participaram 57 motoristas de caminhão de uma transportadora de cargas que responderam a um inquérito sobre dados sociodemográficos, saúde, sono, condições de vida e trabalho, incluindo as dimensões da demanda, controle e satisfação no trabalho. Os motoristas usaram actímetros e tiveram suas medidas antropométricas e pressão arterial aferidas, além de exames bioquímicos de sangue. Posteriormente, 21 motoristas do turno diurno e 21 motoristas do turno irregular fizeram três coletas da saliva para análise da concentração do cortisol: ao acordar, após 30 minutos e ao dormir, durante um dia de trabalho e um dia de folga. Para análise dos dados, foi utilizado o teste de associação do qui-quadrado para as variáveis categóricas e testes de diferenças de médias...

Alterações cardiometabólicas e de sono em motoristas de caminhão; Cardiometabolic and sleep changes in truck drivers

Marqueze, Elaine Cristina
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 13/12/2012 PT
Relevância na Pesquisa
36.99%
Objetivo: Este estudo teve como objetivo principal analisar o efeito presumido do horário irregular de trabalho, do índice de massa corporal (IMC) e da atividade física nos aspectos cardiometabólicos e de sono em motoristas de caminhão. Métodos: Foi realizado um estudo transversal em uma população de 101 motoristas de caminhão que trabalhavam em uma transportadora de cargas de São Paulo (SP). Após os critérios de exclusão, permaneceram no estudo 57 motoristas (26 do turno diurno e 31 do turno irregular). Os motoristas responderam a um questionário sobre dados sociodemográficos e do trabalho, além do Questionário Internacional de Atividade Física, IPAQ e um questionário para avaliar demanda, controle e apoio social no trabalho. Foram medidas a massa corporal, a estatura, circunferências abdominal e do quadril e o perímetro cervical. Foi realizada uma coleta de sangue em jejum de 12 horas para determinação das concentrações plasmáticas de glicemia, colesterol total e frações triglicérides, leptina, grelina e insulina. Os motoristas também utilizaram por sete dias consecutivos actímetros para estimar os padrões de sono. Para comparação das características sociodemográficas, de trabalho, de saúde e estilo de vida...

Intervenção fisioterapêutica para redução de dores musculoesqueléticas e melhoria da qualidade do sono em motoristas de caminhão que trabalham em turnos irregulares; Physiotherapeutic intervention for reducing musculoskeletal pain and improving sleep quality in truck drivers working irregular shifts

Lemos, Lucia Castro
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 07/11/2014 PT
Relevância na Pesquisa
37.01%
Objetivo: Este estudo teve como objetivo verificar a associação entre queixas de dores musculoesqueléticas e turno irregular de trabalho, assim como avaliar a resposta de uma intervenção fisioterapêutica nas queixas musculoesqueléticas e em parâmetros do sono. Este estudo foi realizado em duas etapas. A primeira etapa constituiu um estudo transversal com 71 motoristas de caminhão que trabalhavam em uma empresa transportadora de cargas localizada na cidade de São Paulo (SP). Após os critérios de exclusão, teve início a segunda etapa do estudo. Participaram desta etapa 49 motoristas, sendo 24 do horário irregular, que inclui o horário noturno e 25 do horário diurno. Dentre estes 49 motoristas, 13 concordaram em participar de um programa de intervenção fisioterapêutica por 16 sessões (quatro meses). Os motoristas responderam a um questionário sobre dados sociodemográficos e de condições de trabalho, além de um específico sobre queixa de dores musculoesqueléticas e utilizaram por dez dias consecutivos actímetros em conjunto com protocolos de atividades diárias para estimar os padrões de sono. A intervenção consistiu de sessões de exercícios de alongamento e fortalecimento muscular. A análise do quadro doloroso foi realizada pela Escala Visual Analógica e pelo Questionário Nórdico de Sintomas Osteomusculares. Resultados: 80...

Efficient LED drivers for general illumination applications; Controladores LED eficientes para aplicações de iluminação geral

Bartos, Krzysztof Mirosław
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Dissertação de Mestrado
ENG
Relevância na Pesquisa
36.91%
The ever growing energy consumption trends and its impact on the environment has triggered worldwide attention. This has motivated several measures, such as the Kyoto protocol, or the 20 20 20 European strategy, aiming at the reduction of energy consumption. Globally, these measures defend a better and efficient usage of the available energy. This in turn is strongly linked to public awareness and the introduction of efficient electronic equipment. Public street lighting is a good example of these trends, where both aspects are of the utmost importance. The introduction of power LEDs as future lighting devices has motivated several advances coping with these strategies. On one side, LEDs are able to deliver higher efficiency when compared to conventional lighting devices. This has triggered the replacement of old style luminaires by LED based ones. However, their high cost has prevented full adoption and at the present stage, is acting as a slowing down force against this replacement trend. Better solutions are under research on the framework of several European projects. Power LEDs are solid-state devices able to support fast switching, a feature which was not fully supported by conventional lighting devices. Combining this feature with environmental sensing and intelligent control may lead to better power savings. A simple approach would be to consider the that the actual lighting demands depend on the street usage and surrounding lighting levels. For this purpose...

The prevalence of alcohol, cannabinoids, benzodiazepines and stimulants amongst injured drivers and their role in driver culpability. Part II: The relationship between drug prevalence and drug concentration, and driver culpability

Longo, M.; Hunter, C.; Lokan, R.; White, J.; White, M.
Fonte: Pergamon-Elsevier Science Ltd Publicador: Pergamon-Elsevier Science Ltd
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2000 EN
Relevância na Pesquisa
37%
Blood samples from 2,500 injured drivers were analysed for alcohol, cannabinoids (measured by the presence of THC), benzodiazepines and stimulants. The relationship between the prevalence and concentration of drugs and the culpability of the driver was examined using an objective method for assessing culpability. There were no significant differences between males and females with respect to culpability. However, there was a relationship between age and culpability: drivers under 26 years and over 60 years were more likely to be culpable. Drivers who tested positive for alcohol only, benzodiazepines only and the combinations of alcohol and THC and alcohol and benzodiazepines were significantly more likely to be culpable for the crash compared with the drug-free group. Conversely, a lower percentage of drivers who only tested positive for THC were culpable for the crash compared with drug-free drivers. This difference was not statistically significant. For car drivers in single-vehicle crashes, the majority of drivers were judged culpable irrespective of drug use. In multiple-vehicle crashes, car drivers testing positive for alcohol only or benzodiazepines only were more likely to be culpable for the crash compared with drug-free drivers. For motorcycle riders in both single- and multiple-vehicle crashes...

Self-regulation of the driving behaviour of older drivers

Baldock, Matthew Robert Justin
Fonte: Universidade de Adelaide Publicador: Universidade de Adelaide
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 422380 bytes; 768311 bytes; 794155 bytes; 183936 bytes; application/pdf; application/pdf; application/pdf; application/pdf
Publicado em //2004 EN
Relevância na Pesquisa
36.91%
The aim of this thesis was to examine the extent, and correlates, of self-regulation of driving behaviour among a sample of South Australian older drivers (aged 60 or more). The first of four studies was an analysis of official crash statistics in South Australia over a period of five years. The patterns of crash involvement for South Australian older drivers were found to resemble those reported in the literature for other jurisdictions. Lower levels of crash involvement for older drivers in difficult driving situations (peak hour, rain, darkness) were interpreted as indirect evidence for self-regulation of driving behaviour. The second study involved pilot testing a measure developed specifically for assessing the visual attention of older adults (the Computerised Visual Attention Test - CVAT). The CVAT assesses visual attention by measuring target detection and reaction time for central and peripheral stimuli, and in conditions requiring selective and divided attention. The third study involved assessing the test-retest reliability, construct validity and predictive validity of the CVAT. It was concluded that the CVAT is a reliable measure of abilities including, but not restricted to, attention, and that it is correlated with on-road driving ability. The fourth study involved an examination of the driving behaviour and attitudes of 104 drivers aged over 60...

Characteristics identifying young drivers at a higher risk of crashing.

Wundersitz, Lisa.
Fonte: Universidade de Adelaide Publicador: Universidade de Adelaide
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 236270 bytes; 6788820 bytes; 3716120 bytes; 2500470 bytes; 232234 bytes; application/pdf; application/pdf; application/pdf; application/pdf; application/pdf
Publicado em //2007 EN
Relevância na Pesquisa
37.03%
In Australia and other developed countries, young drivers are more likely to be involved in crashes than older, more experienced drivers. However, not all young drivers are crash involved. There is increasing evidence within road safety literature suggesting the existence of a subgroup of young drivers with an elevated risk of crashing. The aim of this thesis was to examine characteristics of young drivers (aged 16 to 24 years) that identify those with an elevated risk of crash involvement and to validate high-risk driver subtypes among different young driver populations. Young driver interventions might be more effective if tailored to the needs and motivations of these specific subgroups of young drivers identified as being at a higher risk of crash involvement. The first of four studies examined the ability of previous driving behaviour, reflected in driver records, to identify high-risk drivers, that is, drivers deemed culpable for a fatal crash. The official driver records, both crashes and traffic offences, of drivers involved in a multiple vehicle fatal crash were tracked for five years prior to the fatal crash (N=388). This analysis was repeated for a subset of young drivers aged 16 to 24 years (n=82). Although driver records (i.e....

Older drivers in rural and urban areas: Comparisons of crash, serious injury, and fatality rates

Thompson, J.; Baldock, M.; Mathias, J.; Wundersitz, L.
Fonte: Australian Transport Council; www.rsconference.com Publicador: Australian Transport Council; www.rsconference.com
Tipo: Conference paper
Publicado em //2010 EN
Relevância na Pesquisa
36.88%
Previous analyses of crash statistics have indicated that older drivers (aged 65 years and older) have fewer crashes than other age groups. However, they have an elevated crash risk on a per kilometre driven basis and are at an increased risk of death and serious injury from crashes. Rural older drivers may be particularly at risk due to a greater dependence on driving, which may create a reluctance to cease driving. It is often dem onstrated that motor vehicle crash fatality rates are higher in rural areas than urban areas. However, more research that compares the crash, serious injury, and fatality rates of rural and urban older drivers is required. A database of police-reported road crashes in South Australia, the Traffic Accident Reporting System, was used to obtain crash, serious injury, and fatality data for 2004 to 2008. The crash involvement of drivers of various age groups from both rural and urban areas was adjusted for population and licensure exposure measures. Crashes involving rural drivers aged 75 and over were more likely to have resulted in a serious or fat al injury than crashes involving their urban counterparts. The results indicate that rural older drivers present a unique road safety problem.; http://www.roadsafetyconference2010.com.au/program_new.html; Thompson...

An examination of the environmental, driver and vehicle factors associated with the serious and fatal crashes of older rural drivers

Thompson, J.; Baldock, M.; Mathias, J.; Wundersitz, L.
Fonte: Pergamon-Elsevier Science Ltd Publicador: Pergamon-Elsevier Science Ltd
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2013 EN
Relevância na Pesquisa
36.93%
Motor vehicle crashes involving rural drivers aged 75 years and over are more than twice as likely to result in a serious or fatal injury as those involving their urban counterparts. The current study examined some of the reasons for this using a database of police-reported crashes (2004-2008) to identify the environmental (lighting, road and weather conditions, road layout, road surface, speed limit), driver (driver error, crash type), and vehicle (vehicle age) factors that are associated with the crashes of older rural drivers. It also determined whether these same factors are associated with an increased likelihood of serious or fatal injury in younger drivers for whom frailty does not contribute to the resulting injury severity. A number of environmental (i.e., undivided, unsealed, curved and inclined roads, and areas with a speed limit of 100km/h or greater) and driver (i.e., collision with a fixed object and rolling over) factors were more frequent in the crashes of older rural drivers and additionally associated with increased injury severity in younger drivers. Moreover, when these environmental factors were entered into a logistic regression model to predict whether older drivers who were involved in crashes did or did not sustain a serious or fatal injury...

Cognitive predictors of unsafe driving in older drivers: a meta-analysis

Mathias, J.; Lucas, L.
Fonte: Cambridge University Press Publicador: Cambridge University Press
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2009 EN
Relevância na Pesquisa
36.91%
Background: Older drivers are at a higher risk of being involved in a motor vehicle accident. However, on-road assessments of all older drivers are impractical, highlighting the need to screen for potentially unsafe drivers. This study undertook a meta-analysis of research examining the cognitive predictors of driving ability in older drivers in order to provide an evidence-based method for screening drivers. Methods: Comprehensive searches were undertaken of the PubMed, PsycINFO, CINAHL, and Health-Source Nursing electronic databases between 1980 and 2007 in order to identify studies that examined cognitive differences between drivers aged over 55 years who either passed or failed a driving assessment. Twenty-one studies were eligible for inclusion. Weighted Cohen's d effect sizes, percentage overlap statistics, Fail-safe Ns and 95% CIs were calculated for all cognitive tests. Results: The best predictors of on-road driving were the Ergovision and Useful Field of View (UFOV) tests, a complex RT task, Paper Folding task, Dot Counting, WMS Visual Reproduction, and Computerized Visual Attention Task. Simulator driving performance was best predicted by the Benton Line Orientation Task, Clock Drawing, a Driver Scanning task, the UFOV, WAIS Picture Arrangement and MMSE. Finally...

Road safety and mobility of older drivers in rural versus urban areas.

Thompson, James Peter
Fonte: Universidade de Adelaide Publicador: Universidade de Adelaide
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em //2014
Relevância na Pesquisa
37.06%
Research indicates that older drivers have an increased risk of being seriously or fatally injured if they crash. However, it is important that older drivers do not cease driving prematurely because driving enables them to remain mobile, which is important for their independence, health and well-being. Older drivers who live in rural or remote areas are of particular interest because the nature of their driving environments may further increase their risk on the road and restrict their mobility. In terms of risk, certain factors that are more common in rural driving environments, such as roads with high speed limits, may contribute to an increased likelihood that older rural drivers will be seriously or fatally injured if they crash, compared to older urban drivers. With respect to mobility, the longer distances that older rural drivers have to travel to reach their destinations, compared to older urban drivers, may restrict their ability to undertake everyday lifestyle activities, particularly those activities that are discretionary in nature (e.g. social activities). The aim of this thesis was to examine the safety and mobility of older drivers who live in rural areas of South Australia, compared to their urban counterparts. This was achieved through five independent studies. Studies 1 and 2 involved the analysis of crash...