Página 1 dos resultados de 312 itens digitais encontrados em 0.002 segundos

Delinquência juvenil

Pais, Marta Filipa Xavier
Fonte: [s.n.] Publicador: [s.n.]
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
Publicado em //2012 POR
Relevância na Pesquisa
67.22%
Trabalho apresentado à Universidade Fernando Pessoa, como parte dos requisitos para a obtenção da avaliação do grau de Licenciada em Criminologia; O presente projecto intitula-se de “Delinquência juvenil: Ausência de Vínculos e Adopção de Comportamentos Desviantes”. Divide-se em duas etapas, inicialmente possui uma pesquisa bibliográfica em que se pretende dar-se a conhecer algumas das teorias explicativas da delinquência juvenil e simultaneamente compreender-se de que forma a ausência de vínculos poderá ser um factor de risco fulcral na adopção de comportamentos desviantes. Numa segunda fase deste projecto, encontra-se planificado um programa de intervenção e de prevenção, através do qual se pretende combater a Delinquência juvenil. Trata-se de um programa direccionado para jovens institucionalizados, partindo-se do pressuposto de que estes manifestam vínculos afectivos mais frágeis que os jovens vivendo em família nuclear de origem e estes factores são, de facto, factores propulsores da adopção de comportamentos desviantes. Pretende-se assim agir no sentido de incentivar à criação de vínculos e ao estabelecimento de relações afectivas, havendo um reforço dos factores de protecção da Delinquência juvenil e combatendo-se assim este fenómeno em constante desenvolvimento. This project is entitled the "Juvenile Delinquency: Missing Attachments and Adoption of Deviant Behavior." It is divided into two stages...

Comportamentos antissociais e fatores de risco da delinquência juvenil

Marques, Anaísa Saraiva
Fonte: [s.n.] Publicador: [s.n.]
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
Publicado em //2012 POR
Relevância na Pesquisa
67.14%
Trabalho apresentado à Universidade Fernando Pessoa como parte dos requisitos para a obtenção do grau de Licenciada em Criminologia; O presente trabalho tem como principal objetivo apresentar um projeto de investigação que pretende aprofundar o conhecimento dos fatores de risco associados à delinquência juvenil presentes na Escola Básica de Miragaia. Ambiciona-se igualmente compreender as variações dos comportamentos antissociais de acordo com variáveis como o género, a idade e a classe social dos adolescentes. Deste modo apresenta-se uma revisão da literatura sobre as diversas perspetivas teóricas que explicam o fenómeno da delinquência juvenil, bem como os fatores de risco que a literatura tem identificado. Posteriormente, e verificando-se a necessidade de se desenvolverem novos estudos no contexto nacional, apresenta-se o design de um projeto de investigação quantitativa. A população alvo do presente estudo serão jovens com idades compreendidas entre os 11 e os 16 anos que frequentam a EB de Miragaia. Para a recolha de dados será utilizado o questionário de Martins (2005). Os resultados obtidos permitirão identificar os fatores de risco associados à delinquência juvenil naquele contexto escolar, possibilitando a elaboração de programas de intervenção direcionados aos jovens transgressores. This study’s main objective is to present a research project that aims to deepen the understanding of the risk factors associated with juvenile delinquency present in “Escola Básica de Miragaia”. It also aims to comprehend the anti-social behavior’s variations...

Diminuindo a Delinquência Juvenil

Gomes, Rita Isabel de Almeida Araújo
Fonte: [s.n.] Publicador: [s.n.]
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
Publicado em //2013 POR
Relevância na Pesquisa
67.04%
Projeto de Graduação apresentado à Universidade Fernando Pessoa como parte dos requisitos para obtenção do grau de Licenciada em Criminologia; O tema deste projeto está relacionado com a diminuição da Delinquência Juvenil, fenómeno que tem tido uma representação significativa no número de participações efetuadas às forças policiais portuguesas. Este projeto visa a aplicação de um Programa de Prevenção Comunitária dirigido aos alunos, encarregados de educação respetivos e profissionais da Escola E.B. 2/3 Dr. Augusto César Pires de Lima, de modo a ver diminuídos os fatores de risco que poderão conduzir à Delinquência Juvenil, através das atividades propostas. Este programa terá a duração de um ano letivo e a sua avaliação será efetuada por atividade, em que no final de cada período haverá uma avaliação e mais tarde irá proceder-se a uma análise comparativa dos dados obtidos.; This project’s theme is related with Juvenile Delinquency, a phenomenon which has had a significant representation on the holdings number made to the Portuguese police. This project aims to apply a Community Prevention Program directed to the students, their parents and the professionals of the school E.B. 2/3 Dr. Augusto César Pires de Lima...

Delinquência juvenil na Cidade da Praia (Cabo Verde)

Cardoso, Ednalva Fernandes
Fonte: Repositório Científico Lusófona Publicador: Repositório Científico Lusófona
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
67.31%
O presente trabalho centra-se no estudo da Delinquência Juvenil na realidade Cabo- Verdiana, mais concretamente na Cidade da Praia. Este fenómeno está a atingir a juventude de modo particularmente preocupante, devido às inúmeras alterações de carácter cultural, social e/ou económica. Em todo o plano social Cabo-verdiano a delinquência juvenil constitui objeto de preocupação, ainda que nem todos os locais registem o mesmo número de incidências desviantes e a gravidade dos atos possa também ser destinta. Mesmo assim, é considerada uma prioridade de intervenção no que concerne aos objetivos estratégicos para o desenvolvimento social. Quando falamos de delinquência Juvenil, importa não só analisar as variáveis individuais mas também familiares, sociais, e culturais, consideradas como fatores de risco, que podem estar na base do aumento da criminalidade desta cidade, principalmente quando os atores são jovens e na sua maioria menores de idade. Na presente dissertação, na primeira parte, foi realizado um enquadramento teórico sobre o tema, onde para além de uma revisão das teorias explicativas sobre a delinquência ao longo dos tempos, foram igualmente abordados os vários fatores causais que podem estar associados à prática da delinquência. Adicionalmente...

Da vitimização infantil ao desvio e delinquência juvenil : estudo exploratório com a aplicação do instrumento ISRD-2

Costa, Tiago André Martins
Fonte: Universidade do Minho Publicador: Universidade do Minho
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
Publicado em //2013 POR
Relevância na Pesquisa
67.04%
Dissertação de mestrado integrado em Psicologia (área de especialização em Psicologia da Justiça); Neste estudo pretendeu-se caraterizar a delinquência juvenil em três grupos distintos de jovens: um grupo considerado normativo (jovens sem processo na CPCJ e sem experiências de institucionalização; n=20), um grupo de risco (jovens sinalizados pela CPCJ; n=10) e um grupo em acolhimento institucional (n=27). Objetivava-se, também, averiguar a influência que a vitimização infantil tem na delinquência juvenil. Para tal recorreu-se à aplicação do questionário International Self Report Delinquency-2, tendo sido os dados posteriormente analisados no programa IBM SPSS Statistics 20. Os resultados demonstraram que o grupo em acolhimento institucional evidencia maior número de comportamentos desviantes, por jovem, (M=3.27) comparativamente com o grupo de risco e o grupo normativo (M=3.00 e M=2.05, respetivamente). Verificou-se, também, que os consumos de álcool e o download ilegal de músicas e filmes são os comportamentos desviantes mais usuais nos jovens, tendendo a iniciar-se muito precocemente. Relativamente à vitimização infantil, jovens que revelaram experiências de maus-tratos evidenciaram maior propensão para a manifestação de determinados comportamentos (consumos de álcool...

O papel da GNR na Delinquência Juvenil

Vieira, Andreia
Fonte: Academia Militar. Direção de Ensino Publicador: Academia Militar. Direção de Ensino
Tipo: Outros
Publicado em 01/08/2013 POR
Relevância na Pesquisa
67.18%
A Delinquência Juvenil é uma problemática que preocupa a sociedade e consequentemente as Forças de Segurança. Por um lado, deve existir uma intervenção adequada de caráter preventivo na infância, a fim de atenuar o aumento da delinquência. Por outro lado, torna-se também importante a proteção de crianças e jovens alvos de maus tratos por parte dos progenitores ou de outros familiares. Com o presente estudo pretende-se compreender a forma de atuação da GNR no Sistema de Proteção de Crianças e Jovens e identificar a importância da sua participação nas Comissões de Proteção de Crianças e Jovens, com vista à proteção dos menores. A metodologia de investigação adotada assenta na passagem das fases de rutura, construção e verificação. Através de uma abordagem dedutiva, baseada na condução de um raciocínio lógico que parte uma ideia geral para o particular, chegando-se a várias conclusões. O trabalho estrutura-se em duas partes fundamentais, a parte teórica e a parte prática. A primeira parte baseia-se na análise dos conceitos relacionados com a temática, complementado com um enquadramento legal da Delinquência Juvenil e do Sistema de Proteção de Crianças e Jovens. Posteriormente...

O papel da GNR no combate à delinquência juvenil

Santos, Sérgio
Fonte: Academia Militar. Direção de Ensino Publicador: Academia Militar. Direção de Ensino
Tipo: Outros
Publicado em 01/08/2011 POR
Relevância na Pesquisa
67.22%
A delinquência juvenil é um dos fenómenos que mais preocupação causa às sociedades europeias e, desde o século passado, um dos problemas criminais observados internacionalmente a título permanente. Esta problemática, cada vez mais, multissectorial, desagua em questões de segurança, mas tem a montante problemas muito mais vastos e complexos. Traduz, na sua génese, o falhanço de instituições tradicionais, como a família e a escola. O presente estudo pretende avaliar se o modo de actuação da Guarda Nacional Republicana e a cooperação com instituições civis promove a prevenção da delinquência juvenil. Foram aplicadas entrevistas a responsáveis da Guarda do Comando Territorial de Santarém, Repartição de Programas Especiais e Grupo Coordenador da Segurança Escolar. O tipo de amostragem aplicado foi a amostragem por conveniência. Verificou-se que o patrulhamento, bem como as acções de sensibilização e formação à comunidade escolar promovem a prevenção da delinquência juvenil. A formação específica dos guardas foi considerada como fulcral na melhor actuação preventiva da Guarda. A existência de pontos de contacto na Guarda agiliza a coordenação com as instituições civis. A cooperação intra-instituicional através de equipas multidisciplinares favorece as acções de prevenção. Pode assim concluir-se a necessidade de novas estratégias e cooperação intra-institucional para implementação de um novo paradigma no âmbito de novas abordagens preventivas da delinquência juvenil.; Abstract Juvenile delinquency is one of the phenomenons of growing concern in european societies...

Delinquência Juvenil no Concelho de Sintra

Costa, Filipe
Fonte: Academia Militar. Direção de Ensino Publicador: Academia Militar. Direção de Ensino
Tipo: Outros
Publicado em 01/08/2011 POR
Relevância na Pesquisa
67.18%
A delinquência juvenil é um fenómeno que cada vez mais aparece com maior visibilidade, a exposição mediática destes casos não os vai resolver, vai antes criar um sentimento de insegurança que acaba por não ser benéfico para a sociedade em geral e mais especificamente para quem trabalha com estes casos. O presente Trabalho de Investigação Aplicada, no seu enquadramento teórico apresenta algumas noções e alguns conceitos fundamentais para entender e enquadrar a problemática em geral, dá-nos a ideia do que são actividades anti-sociais, aborda a família e a forma como esta pode contribuir para os comportamentos desviantes do jovem, apresenta ainda o conceito de delinquência e relaciona-o com a idade. De seguida é apresentada uma caracterização do concelho de Sintra, para que se consiga obter uma ideia mais rigorosa desta região, assim focam-se aspectos que mais directamente têm a ver com esta problemática, como por exemplo, a idade, a educação, e a criminalidade entre outros. Como a delinquência juvenil se prende directamente com actividades criminais procede-se também a uma descrição geral da criminalidade em Portugal e focando especificamente o concelho de Sintra...

Delinquência Juvenil: o Processo de Socialização, a Vitimização e a Atuação da Guarda Nacional Republicana

Ferreira, Marcos
Fonte: Academia Militar. Direção de Ensino Publicador: Academia Militar. Direção de Ensino
Tipo: Outros
Publicado em 01/08/2012 POR
Relevância na Pesquisa
67.27%
O presente trabalho de investigação aplicada, subordinado ao tema “Delinquência Juvenil: o Processo de Socialização, a Vitimização e a ação da Guarda Nacional Republicana”, aborda a problemática da delinquência juvenil, relacionando-a com o processo de socialização e com a possibilidade de determinados agentes privilegiados neste processo, como a Escola, a Família, a CPCJ ou a Câmara Municipal, intervirem ativamente na prevenção deste fenómeno. Visto o objeto de estudo ser bastante abrangente delimitou-se o meio de investigação ao Concelho de Alcochete. Assim, os objetivos propostos para esta investigação consistem: em identificar formas de, os agentes de socialização referidos, participarem ativamente na prevenção da delinquência juvenil; perceber qual a importância do bom relacionamento entre a GNR e estes agentes na prevenção deste fenómeno; identificar as limitações da GNR neste âmbito; identificar medidas que, na perceção da GNR, poderiam ou deveriam ser tomadas na prevenção da delinquência juvenil e ainda analisar a interação da Guarda com estes agentes. Por forma a cumprir os objetivos propostos...

Delinquência juvenil : estudo de algumas variáveis psicológicas e relacionais com ênfase nos traços psicopáticos

Pechorro, Pedro Fernandes dos Santos, 1975-
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em //2011 POR
Relevância na Pesquisa
67.08%
Tese de doutoramento, Ciências e Tecnologias da Saúde (Medicina Legal e Ciências Forenses), Universidade de Lisboa, Faculdade de Medicina, 2012; Na presente investigação pretendeu-se analisar a influência de algumas variáveis psicológicas e relacionais na delinquência juvenil, com especial ênfase nos traços psicopáticos, mas focando também outras variáveis como problemas de comportamento, delinquência auto-relatada, auto-estima e desejabilidade social. Foi também analisada a influência de variáveis sócio-demográficas e de tipo criminal. Para avaliação dos constructos em estudo efectuou-se a validação de diversos instrumentos psicométricos, nomeadamente do Dispositivo de Despiste de Processo Anti-social versão de auto-resposta (APSD-SR; Muñoz & Frick, 2007), do Questionário de Capacidades e de Dificuldades versão de auto-resposta (SDQ-SR; Goodman et al., 1998), da Escala de Delinquência Auto-relatada Adaptada (ASDS; Carroll et al., 1996), da Escala de Auto-estima de Rosenberg (RSES; Rosenberg, 1989) e da Escala de Desejabilidade Social de Marlowe-Crowne (Ballard, 1992) versão curta, além de se ter construído um questionário sócio-demográfico e um questionário de tipo criminal. Recorreu-se a uma amostra total de 760 participantes...

Representações sociais sobre a delinquência juvenil: estudo comparativo entre duas amostras de estudantes pós-graduados

Vieira, Sandra Maria Nogueira
Fonte: Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas Publicador: Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 14/02/2014 POR
Relevância na Pesquisa
67.1%
Tese de Mestrado em Antropologia; O presente estudo pretende compreender as representações sociais da delinquência juvenil sob a perspetiva de duas amostras distintas de estudantes pós-graduados: os alunos da Pós- Graduação em Antropologia Biológica e Forense (ABF) e os alunos da Pós-Graduação em Criminologia e Reinserção Social (CRS), da Universidade de Lisboa - Instituto Superior de Ciências Sociais e Politicas (UL-ISCSP), no ano letivo 2011/2012. O nosso universo foi constituído pelos estudantes das duas Pós-Graduações já mencionadas (N(ABF)= 09 e N(CRS)=06). Enquanto no primeiro caso (ABF) foi possível trabalhar com o universo (N=09/09), no segundo (CRS) apenas uma amostra respondeu ao questionário em questão (N=05/06). Com a aplicação do questionário pretendemos compreender qual a imagem que os estudantes constroem sobre a delinquência juvenil, isto é, sobre a prática de factos antissociais na fase da adolescência. Na generalidade a amostra dos estudantes da PG-CRS revelou ser menos tolerante comparativamente à amostra de estudantes da PG-ABF, no que respeita aos comportamentos dos adolescentes que transgridem as normas sociais. Ambas demonstram estar conscientes da gravidade que a delinquência representa na adolescência...

Delinquência juvenil feminina a várias vozes: contributos para a construção de uma tipologia de percursos transgressivos

Duarte, Vera
Fonte: Editora Mundos Sociais Publicador: Editora Mundos Sociais
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em 01/05/2015 POR
Relevância na Pesquisa
67.2%
Em resposta ao predomínio masculino nos estudos sobre delinquência juvenil, este artigo explora uma das suas faces invisíveis, aquela que é praticada por raparigas. Discutindo a “história única” que se tem construído sobre a delinquência juvenil feminina, apresentam-se resultados de uma pesquisa qualitativa, realizada no âmbito de uma tese de doutoramento, sobre experiências e significados da transgressão nos percursos de vida de raparigas em cumprimento de medidas tutelares educativas em Portugal. A elaboração de retratos sociológicos, a partir da análise dos processos individuais e das entrevistas realizadas, permitiu traçar perfis de percursos transgressivos que mostram a heterogeneidade da delinquência feminina e (re)colocam as jovens como sujeitos sociais.; In response to the predominance of the male in studies on juvenile delinquency, this article explores one of the latter’s invisible faces — delinquency by girls. A discussion of the “single story” that has been constructed about female juvenile delinquency is accompanied by the presentation of results from qualitative research conducted as part of a doctoral thesis on experiences and meanings of transgression in the life paths of girls subject to youth custody...

Oportunidade e risco: Suporte social e factores psicossociais associados ao fenómeno da delinquência juvenil

Pral, Catarina
Fonte: Instituto Superior de Psicologia Aplicada Publicador: Instituto Superior de Psicologia Aplicada
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2007 POR
Relevância na Pesquisa
67.09%
Dissertação de Mestrado em Psicologia Legal; O presente trabalho procura Identificar as variáveis familiares e ambientais associadas ao fenómeno da delinquência juvenil. Nesta investigação participaram 132 sujeitos, 60 do sexo feminino e 72 do sexo masculino, com idades compreendidas entre os 13 e os 19 anos de idade. Desta amostra, 42 sujeitos eram adolescentes delinquentes, a cumprirem Medidas Tutelares de Acompanhamento Educativo ou de Internamento em Centro Educativo e 90 eram não delinquentes. No presente estudo foram utilizados três instrumentos de medida psicológica; Escala Instrumental e Expressiva de Suporte Social (Lin, 1986; Versão Portuguesa de R.Paixão & R. Oliveira, 1996); Escala de Risco Suicidário de J. Stork (Stork, 1977); Questionário Psicossocial (Matos, 1991). Os instrumentos forma aplicados a ambas as sub-amostras de sujeitos, tendo-se procedido à comparação de resultados: Verificou-se a existência de diferenças significativas entre as duas sub-amostras em estudo (t(130)=3,781: p< 0,05), na pontuação total obtida na escala de Risco Suicidário de Stork, obtendo o grupo de adolescentes delinquentes uma média de 68,95, o que corresponde ao estádio intermédio ou duvidoso estabelecido pelo escalão de risco desta escala e o grupo de adolescentes não delinquentes uma média de 52...

Delinquência juvenil: abordagem sócio-jurídica sobre a redução da idade da responsabilidade penal

Soares Marques Pereira, Mariângela; Roberto Cintra Bezerra Brandão, Cláudio (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
PT_BR
Relevância na Pesquisa
67.09%
A presente pesquisa versa sobre a delinqüência juvenil, com enfoque na discussão sobre a redução da idade da responsabilidade penal, numa abordagem sóciojurídica, cuja delimitação parte de argumentações pautadas no Direito Humano Internacional e no Direito Constitucional brasileiro, em face do princípio da dignidade da pessoa humana, aliado aos direitos fundamentais de caráter aberto, estes considerados cláusulas pétreas, passando pela identificação do que vem a ser imputabilidade penal, a fim de que possamos ter uma compreensão do que seja inimputabilidade, por conseguinte a inimputabilidade penal absoluta do menor de dezoito anos de idade, porém submetidos à legislação especial, com aplicação de medidas punitivas de caráter eminentemente pedagógico, próprias aos que ainda estão em processo de desenvolvimento físico e psíquico, as quais apenas necessitam de plena efetividade da política de atendimento prevista no Estatuto da Criança e do Adolescente, para a diminuição da delinqüência juvenil, não apenas no que se refere à reinclusão social do adolescente em conflito com a lei, mas também sua inserção social, a fim de evitar a prática do ato infracional. Concluirse- á, porém...

Funcionamento familiar e delinquência juvenil : A mediação do autocontrolo

Gomes, Hugo Miguel dos Santos; Pereira, Maria Gouveia
Fonte: Instituto Superior de Psicologia Aplicada Publicador: Instituto Superior de Psicologia Aplicada
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2014 POR
Relevância na Pesquisa
67.08%
De acordo com a Teoria Geral do Crime as práticas parentais ineficazes são a principal causa do baixo autocontrolo e, por sua vez, o autocontrolo será o principal responsável pelo desenvolvimento de comportamentos delinquentes. No presente estudo temos como objetivo analisar empiricamente estas afirmações, ou seja, verificar a influência do funcionamento familiar no autocontrolo e seguidamente analisar se o autocontrolo é mediador na relação entre o funcionamento familiar e a delinquência juvenil. Neste estudo participaram 181 adolescentes, com idades compreendidas entre os 12 e os 19 anos de idade e a frequentar escolas da área da Grande Lisboa. Os instrumentos utilizados foram os seguintes: escala de coesão e flexibilidade familiar (FACES IV), escala de autocontrolo e escala de variedade de delinquência. Os resultados demonstraram uma relação positiva entre o funcionamento familiar e o autocontrolo e uma relação negativa entre o autocontrolo e os comportamentos de delinquência. Por sua vez, o autocontrolo mediou totalmente a relação entre o funcionamento familiar e a delinquência dos jovens. As implicações deste estudo são discutidas.; ABSTRACT: According to the General Theory of Crime ineffective parenting practices are the major cause of low self-control...

Funcionamento familiar e delinquência juvenil: A mediação do autocontrolo

Gomes, Hugo Miguel dos Santos; ISPA - Instituto Universitário; Gouveia-Pereira, Maria; ISPA - Instituto Universitário
Fonte: ISPA - Instituto Universitário Publicador: ISPA - Instituto Universitário
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Publicado em 06/02/2015 POR
Relevância na Pesquisa
67.08%
De acordo com a Teoria Geral do Crime as práticas parentais ineficazes são a principal causa do baixo autocontrolo que, por sua vez, o autocontrolo será o principal responsável pelo desenvolvimento de comportamentos delinquentes. No presente estudo temos como objetivo analisar empiricamente estas afirmações, ou seja, verificar a influência do funcionamento familiar no autocontrolo e seguidamente analisar se o autocontrolo é mediador na relação entre o funcionamento familiar e a delinquência juvenil. Neste estudo participaram 181 adolescentes, com idades compreendidas entre os 12 e os 19 anos de idade e a frequentar escolas da área da Grande Lisboa. Os instrumentos utilizados foram os seguintes: escala de coesão e flexibilidade familiar (FACES IV), escala de autocontrolo e escala de variedade de delinquência. Os resultados demonstraram uma relação positiva entre o funcionamento familiar e o autocontrolo e uma relação negativa entre o autocontrolo e os comportamentos de delinquência. Por sua vez, o autocontrolo mediou totalmente a relação entre o funcionamento familiar e a delinquência dos jovens. As implicações deste estudo são discutidas.

Crime organizado e delinquência juvenil: perspectivas de conexão

Santos, Isabôhr Mizza Veloso Dos
Fonte: Universidade Católica de Brasília Publicador: Universidade Católica de Brasília
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: Texto
PT_BR
Relevância na Pesquisa
67.1%
O presente trabalho pretende contribuir para a análise do fenômeno do crime organizado. Descreve os aspectos históricos, características, alicerces jurídicos e as principais atividades no Brasil e em âmbito internacional, bem como a dificuldade de conceituação. O estudo abrange uma análise da delinquência juvenil e do conceito de adolescente infrator na atualidade, com foco sobre a juventude associada com a criminalidade no Brasil principalmente do Rio De Janeiro e de São Paulo, ressalta-se o tratamento do Estado no enfrentamento da questão, aborda-se acerca do Estatuto da Criança e do Adolescente e de medidas sócio-educativas inerentes, trata-se da redução da maioridade penal e das discussões atuais. Por fim, são analisados os temas do crime organizado e da delinquência, com ênfase nas perspectivas de conexão entre a temática com o tráfico de drogas no Brasil, especifica-se tal associação, através da verificação do consumo de tais substâncias pelos adolescentes e do envolvimento destes na atividade do tráfico. O crime organizado é objeto de estudo relacionado à delinquência juvenil pela associação e cooptação de adolescentes para a atividade do tráfico de drogas.; This paper aims to contribute to the analysis of the phenomenon of organized crime. Describes the historical aspects...

O fenómeno da delinquência juvenil na formação de gangues em Portugal; um estudo exploratório do projeto ISRD-3

Ramalho, Lúcia Ferreira
Fonte: [s.n.] Publicador: [s.n.]
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
Publicado em //2015 POR
Relevância na Pesquisa
67.14%
Projeto de Graduação apresentado à Universidade Fernando Pessoa como parte dos requisitos para obtenção do grau de Licenciada em Criminologia; O estudo intitulado “ O Fenómeno da Delinquência Juvenil na Formação de Gangues em Portugal: um estudo exploratório do projeto ISRD-3” baseia-se num estudo internacional chamado Interntional Self- Reported Delinquency Study , na sua 3ª versão em Portugal (ISRD-3), e tem por objetivo explorar o impacto da delinquência juvenil junto da formação de gangues. No presente projeto, que numa primeira parte, se propõe uma breve revisão da literatura dos contextos relativos aos conceitos Delinquência e Gangues, dos objectivos e bases teóricas do estudo ISRD-3; seguindo-se de uma segunda parte com a apresentação e a exploração dos resultados preliminares do passe piloto realizado na cidade do Porto, propondo-se identificar a existência de normas subculturas e adesão a gangues, segundo os parâmetros da Eurogang; e qual a sua influência, se existir, no comportamento criminal ou violento dos integrantes de gangues em Portugal. Portanto, será correto afirmar que a delinquência um fator chave na formação de gangues em Portugal? The theme " Youth Delinquency Phenomenon in the Formation of Gangs in Portugal: an explotarory study of the project ISRD-3" it’s a part of a larger study of ISRD Project (Self-Reported Delinquency in its 3rd version)...

Funcionamento familiar e delinquência juvenil: A mediação do autocontrolo

Gomes,Hugo Miguel dos Santos; Pereira,Maria Gouveia
Fonte: Instituto Superior de Psicologia Aplicada Publicador: Instituto Superior de Psicologia Aplicada
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2014 PT
Relevância na Pesquisa
67.08%
De acordo com a Teoria Geral do Crime as práticas parentais ineficazes são a principal causa do baixo autocontrolo e, por sua vez, o autocontrolo será o principal responsável pelo desenvolvimento de comportamentos delinquentes. No presente estudo temos como objetivo analisar empiricamente estas afirmações, ou seja, verificar a influência do funcionamento familiar no autocontrolo e seguidamente analisar se o autocontrolo é mediador na relação entre o funcionamento familiar e a delinquência juvenil. Neste estudo participaram 181 adolescentes, com idades compreendidas entre os 12 e os 19 anos de idade e a frequentar escolas da área da Grande Lisboa. Os instrumentos utilizados foram os seguintes: escala de coesão e flexibilidade familiar (FACES IV), escala de autocontrolo e escala de variedade de delinquência. Os resultados demonstraram uma relação positiva entre o funcionamento familiar e o autocontrolo e uma relação negativa entre o autocontrolo e os comportamentos de delinquência. Por sua vez, o autocontrolo mediou totalmente a relação entre o funcionamento familiar e a delinquência dos jovens. As implicações deste estudo são discutidas.

Delinquência juvenil feminina a várias vozes: contributos para a construção de uma tipologia de percursos transgressivos

Duarte,Vera
Fonte: Editora Mundos Sociais Publicador: Editora Mundos Sociais
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/05/2015 PT
Relevância na Pesquisa
67.1%
Em resposta ao predomínio masculino nos estudos sobre delinquência juvenil, este artigo explora uma das suas faces invisíveis, aquela que é praticada por raparigas. Discutindo a “história única” que se tem construído sobre a delinquência juvenil feminina, apresentam-se resultados de uma pesquisa qualitativa, realizada no âmbito de uma tese de doutoramento, sobre experiências e significados da transgressão nos percursos de vida de raparigas em cumprimento de medidas tutelares educativas em Portugal. A elaboração de retratos sociológicos, a partir da análise dos processos individuais e das entrevistas realizadas, permitiu traçar perfis de percursos transgressivos que mostram a heterogeneidade da delinquência feminina e (re)colocam as jovens como sujeitos sociais.