Página 1 dos resultados de 584 itens digitais encontrados em 0.004 segundos

Custos comparativos entre a revascularização miocárdica com e sem circulação extracorpórea; Comparative costs between myocardial revascularization with or without extracorporeal circulation

GIRARDI, Priscyla B. M. A.; HUEB, Whady; NOGUEIRA, Célia R. S. R.; TAKIUTI, Myrthes E.; NAKANO, Teryo; GARZILLO, Cibele Larrosa; PAULITSCH, Felipe da S.; GÓIS, Aécio F. T.; LOPES, Neuza H. M.; STOLF, Noedir A.
Fonte: Sociedade Brasileira de Cardiologia - SBC Publicador: Sociedade Brasileira de Cardiologia - SBC
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
56.56%
FUNDAMENTO: Técnicas cirúrgicas de revascularização miocárdica sem o uso de circulação extracorpórea (CEC) projetaram esperanças de resultados operatórios com menor dano sistêmico, menor ocorrência de complicações clínicas e menor tempo de internação hospitalar, gerando expectativas de menor custo hospitalar. OBJETIVO: Avaliar o custo hospitalar em pacientes submetidos à cirurgia de revascularização miocárdica com e sem o uso de CEC, e em portadores de doença multiarterial coronariana estável com função ventricular preservada. MÉTODOS: Os custos hospitalares foram baseados na remuneração governamental vigente. Acrescentaram-se aos custos uso de órteses e próteses, complicações e intercorrências clínicas. Consideraram-se o tempo e os custos de permanência na UTI e de internação hospitalar. RESULTADOS: Entre janeiro de 2002 e agosto de 2006, foram randomizados 131 pacientes para cirurgia com CEC (CCEC) e 128 pacientes sem CEC (SCEC). As características basais foram semelhantes para os dois grupos. Os custos das intercorrências cirúrgicas foram significativamente menores (p < 0,001) para pacientes do grupo SCEC comparados ao grupo CCEC (606,00 ± 525,00 vs. 945,90 ± 440,00), bem como os custos na UTI: 432...

Custos hospitalares da meningite causada por Streptococcus pneumoniae na cidade de São José dos Campos, São Paulo, Brasil; Hospital costs related to streptococcal meningitis among children in São José dos Campos, São Paulo State, Brazil

Lucarevschi, Bianca Rezende; Escobar, Ana Maria de Ulhôa; Grisi, Sandra
Fonte: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
56.74%
O conhecimento dos custos hospitalares é de grande importância para os processos de tomada de decisão em saúde pública. O objetivo deste estudo foi estimar os custos hospitalares diretos relacionados à meningite pneumocócica em crianças com até 13 anos (inclusive), na cidade de São José dos Campos, São Paulo, Brasil, de janeiro de 1999 a dezembro de 2008. Foram obtidos dados de prontuários médicos. O cálculo foi realizado pelo método misto de mensuração das quantidades dos itens de custos e atribuição de valor aos itens consumidos (micro-costing e gross-costing). Os valores monetários referem-se a novembro de 2009, sendo expressos em reais. A análise das frequências e médias foi realizada pelo programa Epi Info versão 3.5.1. Foram notificados 41 casos. Os custos hospitalares diretos variaram de R$ 1.277,90 a R$ 19.887,56 (média = R$ 5.666,43), ou seja, 10 a 20 vezes maiores que o custo médio de internações pago pelo SUS. Os custos dos honorários profissionais foram os mais relevantes, seguidos pelos custos dos medicamentos, procedimentos, materiais e exames laboratoriais.

Gerenciamento de custos de material de consumo em um hospital de ensino; Cost consuption material management in a teaching hospital.

Dallora, Maria Eulália Lessa do Valle
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 29/06/2007 PT
Relevância na Pesquisa
56.73%
O aumento dos gastos e custos na saúde é acompanhado com preocupação pelos gestores. O conhecimento dos custos é passo fundamental para a gestão dos hospitais. Na composição dos custos hospitalares, o item material de consumo representa parcela significativa. Nos hospitais de ensino, organizações complexas, a gestão dos custos de materiais de consumo vem assumindo grande importância. Este trabalho foi desenvolvido no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo. Os objetivos foram: caracterizar os gerentes dos centros de custos auxiliares e produtivos; verificar o gerenciamento de custos de material de consumo, nas dimensões direção, planejamento e controle; verificar a utilização das informações disponibilizadas pela instituição sobre custos de material de consumo; identificar o conhecimento dos gerentes sobre conceitos elementares de custos e acerca dos materiais de consumo com maior impacto financeiro na programação dos centros de custos. A população do estudo constituiu-se dos gerentes dos centros de custos auxiliares e produtivos. Participaram da pesquisa 40 responsáveis aos quais foi aplicado um questionário que incluía uma escala tipo Likert com 29 afirmativas. Dos gerentes participantes há predominância do sexo feminino (70%); 65% são profissionais da área da saúde; 80% têm mais de 15 anos de formado; 87...

Custos hospitalares da meningite causada por Streptococcus pneumoniae na cidade de São José dos Campos, SP; Hospital costs of Streptococcus pneumoniae meningitis in the city of São José dos Campos, SP

Lucarevschi, Bianca Rezende
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 21/09/2010 PT
Relevância na Pesquisa
56.83%
O conhecimento dos custos das doenças imunopreveníveis, em especial os custos hospitalares da meningite pneumocócica, objeto de estudo desta tese, são de grande importância para os processos de tomada de decisão no que se refere a intervenções ou estratégias de saúde pública. O objetivo desta tese foi estimar os custos hospitalares relacionados à meningite pelo Streptococcus pneumoniae em crianças com idade até 13 anos (inclusive), na cidade de São José dos Campos, nos últimos dez anos. Foi realizado um estudo retrospectivo de custo-de-doença, a partir dos casos notificados de meningite pneumocócica ocorridos de janeiro de 1999 a dezembro de 2008. O cálculo da estimativa de custos hospitalares foi realizado de acordo com o método misto para a mensuração das quantidades dos itens de custos identificados e também para atribuição de valor aos itens consumidos, fazendo uso do micro-costing quando este era possível, e do gross-costing, como alternativa de viabilidade. Todos os custos foram calculados com os valores monetários referentes a novembro de 2009, e expressos em reais. Para análise das freqüências e médias, foi usado o programa Epi-Info versão 3.5.1. Resultados: De 1999 a 2008, foram notificados ao núcleo municipal de vigilância epidemiológica 41 casos de meningite pneumocócica em menores com até 13 anos de idade (média = 4...

Análise de dados de pacientes internados por insuficiência cardíaca descompensada - impacto sobre desfechos clínicos e custos; Analysis of admissions of patients with acute decompensated heart failure. Influence on outcomes and costs

Abuhab, Abrão
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 03/05/2012 PT
Relevância na Pesquisa
56.56%
INTRODUÇÃO: As doenças cardiovasculares estão entre as principais causas de óbito no Brasil e no mundo. Dentre as doenças cardiovasculares, a insuficiência cardíaca (IC) participa de maneira importante para morbi-mortalidade por ser via final de todas as entidades que acometem o coração. A internação hospitalar constitui momento crucial no tratamento e sobrevida dos pacientes com IC. Neste momento, em que o estado da doença atinge seu período mais crítico, é de grande importância o conhecimento dos pacientes com maior risco, que necessitam de cuidados mais intensos. No entanto, a apuração dos custos hospitalares é tarefa difícil, principalmente nas situações de alta complexidade, onde a utilização de recursos nos diversos setores do hospital, materiais e medicamentos, é muito heterogênea. Assim, a busca de variáveis clínicas capazes de ajudar a identificar os pacientes com maior risco, morbidade hospitalar (e conseqüente maior tempo de internação), e o custo destas internações foram o escopo deste estudo. OBJETIVO: primariamente, identificar variáveis clínicas capazes de predizer prognóstico de sobrevida e custos de internação numa população de pacientes internados por IC. Secundariamente, determinar custo mediano destas internações...

Impacto nos resultados assistenciais e nos custos hospitalares do emprego do selante de fibrina na anastomose pancreatojejunal após ressecção duodenopancreática; Impact on health care outcomes and hospital costs of the use of fibrin sealant in pancreatojejunal anastomosis after duodenopancreatic resection

Gaspar, Alberto Facury
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 15/05/2015 PT
Relevância na Pesquisa
56.74%
Introdução: Os benefícios do emprego do selante de fibrina no reforço de anastomoses pancreatico-jejunais, após ressecção duodenopancreática, visando a redução da incidência de fístula pancreática pós operatória (FPPO), ainda são questionáveis. Objetivo: Avaliar a influência do emprego do selante de fibrina na anastomose pancreatico-jejunal, após duodenopancreatectomia, na incidência de fístula, bem como suas consequências clínicas e os custos hospitalares. Metodologia: Estudo retrospectivo de 62 pacientes consecutivos submetidos a duodenopancreatectomia, divididos em dois grupos: 31 pacientes utilizando o selante de fibrina (GCS) e 31 pacientes sem o emprego de selante (GSS). As variáveis estudadas foram agrupadas em epidemiológicas, clínicas, laboratoriais, com destaque para a incidência de fístula pancreática, classificada segundo a definição do International Study Group on Pancreatic Fistula, suas complicações pós operatórias catalogadas segundo a classificação de Clavien e suas repercussões na assistência e nos seus custos avaliados pelo método de absorção com rateio simples de todas as despesas, exceto a despesa com medicamentos, tratada de forma separada. Resultados: Os grupos foram homogêneos para os parâmetros epidemiológicos...

Comportamento de custos hospitalares: o caso do Instituto de Cardiologia de Santa Catarina

Coelho, Juliana
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: f.; 74 f.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
56.61%
TCC (Graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina. Centro Socioeconômico. Curso de Ciências Contábeis; O presente estudo tem como objetivo analisar o comportamento dos custos do Instituto de Cardiologia nos anos 2010 e 2011. As etapas necessárias para o desenvolvimento da pesquisa passam pela apresentação da Instituição, identificação dos custos e a realização de testes estatísticos. Quanto à natureza do objetivo, trata-se de uma pesquisa descritiva, com aplicação prática, realizada por meio de levantamento de dados secundários, disponibilizados pela Instituição. A abordagem do problema é quali-quantitativa e a técnica utilizada é o estudo de caso. A análise temporal se deu por meio de cortes transversais nos anos 2010 e 2011. O comportamento dos custos no Instituto de Cardiologia foi estudado de duas formas, por meio centro de custos e também por uma análise global da Instituição. Na análise por centro de custos, evidencia-se que dos 32 centros de custos 11 tiveram correlação positiva quando relacionadas as variáveis “produção” versus “custo total”, 13 apresentaram de fraca a ausência de correlação, e ainda, 7 apresentaram fraca correlação negativa. Nos centros de custos que apresentaram pouca correlação outras análises foram feitas e constatou-se que existem duas variáveis que influenciam demasiadamente para que isto ocorra: custos fixos com pessoal ou custos indiretos por não apresentam adequada distribuição de rateio. Na análise global da instituição...

Gestão de custos hospitalares no Hospital Universitário da Universidade Federal de Santa Catarina: urn enfoque na acreditação Hospitalar

Oliveira, Juliana Aita de
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: 77 f.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
56.52%
TCC (graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Sócio Econômico, Curso de Administração.; Em geral, os hospitais apresentam dificuldades no processo de gerenciamento das suas atividades, especialmente para atingir a excelência na prestação de serviços. Isso se deve, principalmente, à complexidade da estrutura organizacional, além das restrições financeiras, humanas e tecnológicas que enfrentam. A gestão de custos se apresenta como uma importante resposta aos desafios da gestão hospitalar. Propor indicadores de desempenho e padrões nos processos da assistência hospitalar é um caminho para garantir a qualidade dos serviços, sendo o cumprimento desses padrões um pré-requisito para o desenvolvimento dos programas de Acreditação Hospitalar. Neste sentido, o presente trabalho tem como principal objetivo analisar a adequação do modelo de gestão de custos do Hospital Universitário da UFSC baseado no modelo proposto pelo Manual Brasileiro de Acreditação Hospitalar. Trata-se de uma pesquisa aplicada e descritiva, apresentando uma abordagem predominantemente quantitativa. A realização desta pesquisa foi baseada em três métodos: análise de documentos, observação e entrevistas. Analisando-se os dados propostos...

Fraturas osteoporóticas proximais do fémur : estudo da mortalidade e custos hospitalares

Silva, Carina Adelaide Sousa da
Fonte: Universidade da Beira Interior Publicador: Universidade da Beira Interior
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /06/2013 POR
Relevância na Pesquisa
66.67%
INTRODUÇÃO: A frequência de fraturas da extremidade proximal do fémur (FPF) aumentou significativamente nas últimas décadas. Acredita-se que isto esteja relacionado com o envelhecimento da população. Estas fraturas representam a 2ª causa de hospitalização na população geriátrica. Acarretam degradação do estado geral e perda da função e autonomia. As FPF estão associadas a elevada mortalidade e morbilidade. Na União Europeia, estima-se que uma em cada três mulheres com idade superior a 80 anos venha a sofrer de uma fratura da anca ao longo da vida e que a incidência anual aumente de 125.000 para 1 milhão em 2020. Representam, por isso, um importante problema de saúde pública, que deverá ser uma preocupação comum a todos os profissionais e sectores da saúde. Os custos, diretos e indiretos, são elevados, assistindo-se na maioria dos países a um esforço na sua contenção e na optimização dos cuidados. Contrariamente ao que se passa no panorama internacional são escassos os estudos sobre a incidência deste tipo de fraturas em Portugal. OBJECTIVO: Analisar a incidência e aspetos epidemiológicos das FPF no CHCB. Estudar possíveis fatores com influência na mortalidade e morbilidade. Avaliar custos hospitalares. Comparar os resultados obtidos com os de outros estudos nacionais e internacionais. MATERIAIS E MÉTODOS: Estudo retrospetivo...

Anos potenciais de vida perdidos e custos hospitalares da leptospirose no Brasil

Souza,Verena Maria Mendes de; Arsky,Maria de Lourdes Nobre Simões; Castro,André Peres Barbosa de; Araujo,Wildo Navegantes de
Fonte: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2011 PT
Relevância na Pesquisa
56.6%
OBJETIVO: Estimar os custos associados à hospitalização e os anos potenciais de vida perdidos devido à leptospirose. MÉTODOS: Foram utilizados os bancos de dados de sistemas de informação em saúde do Ministério da Saúde para o relacionamento probabilístico dos casos e internações que evoluíram a óbito por leptospirose em 2007. No Sistema de Informação de Agravos de Notificação os casos confirmados foram subdivididos em internação e óbito, que foram relacionados às seguintes bases: Sistema de Informações Hospitalares (registros com diagnóstico principal) e Sistema de Informações sobre Mortalidade (causa básica do óbito, A27.0, A27.8 e A27.9). Foram estimados os custos parciais de internação, os óbitos pela doença, os anos potenciais de vida e de trabalho perdidos. RESULTADOS: As características da maioria das internações que evoluíram para óbito eram: sexo masculino, entre 18 e 49 anos, raça branca, zona urbana e ensino fundamental incompleto. Foram 6.490 anos potenciais de vida perdidos, sendo 75% da faixa etária de 20 a 49 anos. Quando ajustada pela população, a perda foi de 15 dias de vida/1.000 habitantes. A proporção de anos potenciais de vida perdidos pelo número de óbitos foi em média de 30 anos perdidos para cada óbito. O impacto financeiro estimado foi equivalente a R$ 22...

Custos hospitalares da cirurgia de revascularização do miocárdio em pacientes coronarianos eletivos

Haddad,Nagib; Bittar,Eliana; Marchi,Andréa Fabiana de; Kantorowitz,Coralice dos Santos Veiga; Ayoub,Andréa Cotait; Fonseca,Mayuli Lurbe; Piegas,Leopoldo Soares
Fonte: Sociedade Brasileira de Cardiologia - SBC Publicador: Sociedade Brasileira de Cardiologia - SBC
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2007 PT
Relevância na Pesquisa
66.6%
OBJETIVO: Avaliar os custos hospitalares da cirurgia de revascularização do miocárdio em pacientes coronarianos eletivos e relacioná-los com o número de enxertos realizados. MÉTODOS: Estudo descritivo prospectivo, realizado no Instituto Dante Pazzanese de Cardiologia, nos meses de abril, maio e junho de 2005, em pacientes coronarianos de ambos os sexos, de qualquer idade. Foram excluídos os pacientes atendidos na emergência, os que tinham outras alterações cardíacas associadas e os casos de reoperação. Foram elaborados formulários apropriados para a fase inicial de internação no pré-operatório, para o centro cirúrgico, para o pós-operatório imediato e para a fase de internação final na enfermaria. RESULTADOS: O procedimento foi realizado em 103 pacientes, com o custo médio total de R$ 6.990,30, com um mínimo de R$ 5.438,69, um máximo de R$ 11.778,96, desvio padrão de R$ 1.035,47 e intervalo de confiança de 95% de R$ 6.790,33-R$ 7.190,27, correspondendo, em dólares, a média de US$ 2.784,98, mínimo de US$ 2.166,81, máximo de US$ 4.692,81, desvio padrão de US$ 412,54 e intervalo de confiança de 95% de US$ 2.705,31-US$ 2.864,67. O custo médio total para a cirurgia de três a cinco pontes foi maior (R$ 7.148...

Custos comparativos entre a revascularização miocárdica com e sem circulação extracorpórea

Girardi,Priscyla B. M. A.; Hueb,Whady; Nogueira,Célia R. S. R.; Takiuti,Myrthes E.; Nakano,Teryo; Garzillo,Cibele Larrosa; Paulitsch,Felipe da S.; Góis,Aécio F. T.; Lopes,Neuza H. M.; Stolf,Noedir A.
Fonte: Sociedade Brasileira de Cardiologia - SBC Publicador: Sociedade Brasileira de Cardiologia - SBC
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2008 PT
Relevância na Pesquisa
56.56%
FUNDAMENTO: Técnicas cirúrgicas de revascularização miocárdica sem o uso de circulação extracorpórea (CEC) projetaram esperanças de resultados operatórios com menor dano sistêmico, menor ocorrência de complicações clínicas e menor tempo de internação hospitalar, gerando expectativas de menor custo hospitalar. OBJETIVO: Avaliar o custo hospitalar em pacientes submetidos à cirurgia de revascularização miocárdica com e sem o uso de CEC, e em portadores de doença multiarterial coronariana estável com função ventricular preservada. MÉTODOS: Os custos hospitalares foram baseados na remuneração governamental vigente. Acrescentaram-se aos custos uso de órteses e próteses, complicações e intercorrências clínicas. Consideraram-se o tempo e os custos de permanência na UTI e de internação hospitalar. RESULTADOS: Entre janeiro de 2002 e agosto de 2006, foram randomizados 131 pacientes para cirurgia com CEC (CCEC) e 128 pacientes sem CEC (SCEC). As características basais foram semelhantes para os dois grupos. Os custos das intercorrências cirúrgicas foram significativamente menores (p < 0,001) para pacientes do grupo SCEC comparados ao grupo CCEC (606,00 ± 525,00 vs. 945,90 ± 440,00), bem como os custos na UTI: 432...

Histerectomia Laparoscópica em um Hospital Geral Comunitário Experiência Inicial e Comparação de Custos Hospitalares

Oliveira,Randal Henrique de; Nogueira,Antônio Alberto; Trigo,Álvaro Augusto; Spanó Neto,Francisco; Davanço Neto,João; Martins Jr.,Elias Dias; Marques,Luciano Costa
Fonte: Federação Brasileira das Sociedades de Ginecologia e Obstetrícia Publicador: Federação Brasileira das Sociedades de Ginecologia e Obstetrícia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2000 PT
Relevância na Pesquisa
56.67%
Objetivo: comparar os custos hospitalares entre a histerectomia vaginal assistida por laparoscopia (HVAL) e a histerectomia total abdominal (HTA), relatando a experiência inicial com a nova abordagem em um hospital geral comunitário. Pacientes e Métodos: foram comparados 11 casos de HVAL e 23 de HTA, realizados de setembro de 1998 a julho de 1999. Prontuários e demonstrativos das despesas hospitalares de cada paciente foram revistos para coletar as variáveis analisadas. Resultados: não houve diferença estatística entre os grupos quanto à idade, paridade e cirurgia abdominal prévia. A principal indicação cirúrgica para ambos os grupos foi leiomiomatose uterina. O grupo das HVAL apresentou tempo de internação menor, com mediana de 1 dia e o das HTA, de 2 dias (p<0,01). As HVAL mostraram-se 40,2% mais caras que as HTA (p<0,01). Os gastos de centro cirúrgico contribuíram com a maior parte dos custos hospitalares para ambos os grupos, correspondendo a 79,8 e 57,9% do total para as HVAL e HTA, respectivamente. Os gastos de enfermaria para as HVAL foram menores que para as HTA, com diferença estatisticamente significativa (p = 0,002). Conclusão: com menor tempo de internação e com custos de enfermaria menores demonstramos que a HVAL propicia melhores condições de pós-operatório e recuperação mais rápida que a HTA. A HVAL...

Custos hospitalares da meningite causada por Streptococcus pneumoniae na cidade de São José dos Campos, São Paulo, Brasil

Lucarevschi,Bianca Rezende; Escobar,Ana Maria de Ulhôa; Grisi,Sandra
Fonte: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2012 PT
Relevância na Pesquisa
56.74%
O conhecimento dos custos hospitalares é de grande importância para os processos de tomada de decisão em saúde pública. O objetivo deste estudo foi estimar os custos hospitalares diretos relacionados à meningite pneumocócica em crianças com até 13 anos (inclusive), na cidade de São José dos Campos, São Paulo, Brasil, de janeiro de 1999 a dezembro de 2008. Foram obtidos dados de prontuários médicos. O cálculo foi realizado pelo método misto de mensuração das quantidades dos itens de custos e atribuição de valor aos itens consumidos (micro-costing e gross-costing). Os valores monetários referem-se a novembro de 2009, sendo expressos em reais. A análise das frequências e médias foi realizada pelo programa Epi Info versão 3.5.1. Foram notificados 41 casos. Os custos hospitalares diretos variaram de R$ 1.277,90 a R$ 19.887,56 (média = R$ 5.666,43), ou seja, 10 a 20 vezes maiores que o custo médio de internações pago pelo SUS. Os custos dos honorários profissionais foram os mais relevantes, seguidos pelos custos dos medicamentos, procedimentos, materiais e exames laboratoriais.

Análise dos custos hospitalares em um serviço de emergência

Mesquita,Gerardo Vasconcelos; Oliveira,Fernando Amaro Farias Veloso de; Santos,Ana Maria Ribeiro dos; Tapety,Fabrício Ibiapina; Martins,Maria do Carmo de Carvalho e; Carvalho,Carmem Milena Rodrigues Siqueira
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina, Programa de Pós Graduação em Enfermagem Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina, Programa de Pós Graduação em Enfermagem
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2009 PT
Relevância na Pesquisa
66.71%
Atualmente os acidentes e violências são classificados pelo Ministério da Saúde, conforme a Classificação Internacional de Doenças como Causas Externas. Este estudo objetivou analisar os custos hospitalares por causas externas em um Serviço de Emergência de Teresina-PI. Estudo descritivo, com abordagem quantitativa cujos dados foram coletados através do Sistema de Informações Hospitalares do Hospital Getúlio Vargas, referentes aos anos de 2005 a 2007. Os resultados mostram que no Piauí a situação tem sido semelhante ao restante do país, observando-se que em Teresina as causas externas vêm aumentando o número de ocorrências e elevando o custo das admissões hospitalares. Constatou-se crescente aumento das admissões (19,5%) e dos custos hospitalares (114,9%) decorrentes destas causas. Conclui-se que estes dados podem subsidiar a implementação de políticas públicas que previnam e combatam esse problema, como também sensibilizar os profissionais de saúde, haja vista a grande demanda de vítimas por essas causas, exigindo profissionais qualificados.

Um estudo da utilização dos instrumentos de gestão de custos em organizações hospitalares na mesorregião do Triângulo Mineiro / Alto Paranaíba

Moraes, Roberto Costa
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
56.74%
O objetivo principal deste estudo foi Investigar o grau de aderência existente entre os instrumentos de gestão de custos empregados em organizações hospitalares da mesorregião do Triângulo Mineiro / Alto Paranaíba e o estado da arte disponível na literatura contemporânea que trata a respeito do referido tema. De natureza qualitativa e quantitativa, a presente investigação foi realizada por meio de um estudo setorial, sendo definidos como elementos de observação da pesquisa organizações hospitalares dessa região, envolvendo os respectivos gestores de controladoria ou de uma área similar . A coleta de dados utilizou fontes primárias e secundárias. Os dados primários foram coletados pelo próprio pesquisador no período de três meses, através de aplicação de questionários estruturados. A coleta de dados secundários foi realizada com base em livros, artigos de revistas, artigos eletrônicos, teses e dissertações.Para a interpretação dos dados secundários foi adotada a análise quantitativa, com a utilização do software Microsoft Excel , que teve como finalidade a observação das características dos fenômenos, descrevendo as relações quantitativas entre as variáveis estudadas, procurando, também, reunir opiniões...

Fraturas osteoporóticas proximais do fémur : estudo da mortalidade e custos hospitalares

Silva, Carina Adelaide Sousa da
Fonte: Universidade da Beira Interior Publicador: Universidade da Beira Interior
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /06/2013 POR
Relevância na Pesquisa
66.67%
INTRODUÇÃO: A frequência de fraturas da extremidade proximal do fémur (FPF) aumentou significativamente nas últimas décadas. Acredita-se que isto esteja relacionado com o envelhecimento da população. Estas fraturas representam a 2ª causa de hospitalização na população geriátrica. Acarretam degradação do estado geral e perda da função e autonomia. As FPF estão associadas a elevada mortalidade e morbilidade. Na União Europeia, estima-se que uma em cada três mulheres com idade superior a 80 anos venha a sofrer de uma fratura da anca ao longo da vida e que a incidência anual aumente de 125.000 para 1 milhão em 2020. Representam, por isso, um importante problema de saúde pública, que deverá ser uma preocupação comum a todos os profissionais e sectores da saúde. Os custos, diretos e indiretos, são elevados, assistindo-se na maioria dos países a um esforço na sua contenção e na optimização dos cuidados. Contrariamente ao que se passa no panorama internacional são escassos os estudos sobre a incidência deste tipo de fraturas em Portugal. OBJECTIVO: Analisar a incidência e aspetos epidemiológicos das FPF no CHCB. Estudar possíveis fatores com influência na mortalidade e morbilidade. Avaliar custos hospitalares. Comparar os resultados obtidos com os de outros estudos nacionais e internacionais. MATERIAIS E MÉTODOS: Estudo retrospetivo...

Anos potenciais de vida perdidos e custos hospitalares da leptospirose no Brasil; Años potenciales de vida perdidos y costos hospitalarios de la leptospirosis en Brasil; Years of potential life lost and hospitalization costs associated with leptospirosis in Brazil

Souza, Verena Maria Mendes de; Arsky, Maria de Lourdes Nobre Simões; Castro, André Peres Barbosa de; Araujo, Wildo Navegantes de
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; Formato: application/pdf; application/pdf
Publicado em 01/12/2011 POR; ENG
Relevância na Pesquisa
56.6%
OBJETIVO: Estimar os custos associados à hospitalização e os anos potenciais de vida perdidos devido à leptospirose. MÉTODOS: Foram utilizados os bancos de dados de sistemas de informação em saúde do Ministério da Saúde para o relacionamento probabilístico dos casos e internações que evoluíram a óbito por leptospirose em 2007. No Sistema de Informação de Agravos de Notificação os casos confirmados foram subdivididos em internação e óbito, que foram relacionados às seguintes bases: Sistema de Informações Hospitalares (registros com diagnóstico principal) e Sistema de Informações sobre Mortalidade (causa básica do óbito, A27.0, A27.8 e A27.9). Foram estimados os custos parciais de internação, os óbitos pela doença, os anos potenciais de vida e de trabalho perdidos. RESULTADOS: As características da maioria das internações que evoluíram para óbito eram: sexo masculino, entre 18 e 49 anos, raça branca, zona urbana e ensino fundamental incompleto. Foram 6.490 anos potenciais de vida perdidos, sendo 75% da faixa etária de 20 a 49 anos. Quando ajustada pela população, a perda foi de 15 dias de vida/1.000 habitantes. A proporção de anos potenciais de vida perdidos pelo número de óbitos foi em média de 30 anos perdidos para cada óbito. O impacto financeiro estimado foi equivalente a R$ 22...

Anos potenciais de vida perdidos e custos hospitalares da leptospirose no Brasil

Souza,Verena Maria Mendes de; Arsky,Maria de Lourdes Nobre Simões; Castro,André Peres Barbosa de; Araujo,Wildo Navegantes de
Fonte: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2011 PT
Relevância na Pesquisa
56.6%
OBJETIVO: Estimar os custos associados à hospitalização e os anos potenciais de vida perdidos devido à leptospirose. MÉTODOS: Foram utilizados os bancos de dados de sistemas de informação em saúde do Ministério da Saúde para o relacionamento probabilístico dos casos e internações que evoluíram a óbito por leptospirose em 2007. No Sistema de Informação de Agravos de Notificação os casos confirmados foram subdivididos em internação e óbito, que foram relacionados às seguintes bases: Sistema de Informações Hospitalares (registros com diagnóstico principal) e Sistema de Informações sobre Mortalidade (causa básica do óbito, A27.0, A27.8 e A27.9). Foram estimados os custos parciais de internação, os óbitos pela doença, os anos potenciais de vida e de trabalho perdidos. RESULTADOS: As características da maioria das internações que evoluíram para óbito eram: sexo masculino, entre 18 e 49 anos, raça branca, zona urbana e ensino fundamental incompleto. Foram 6.490 anos potenciais de vida perdidos, sendo 75% da faixa etária de 20 a 49 anos. Quando ajustada pela população, a perda foi de 15 dias de vida/1.000 habitantes. A proporção de anos potenciais de vida perdidos pelo número de óbitos foi em média de 30 anos perdidos para cada óbito. O impacto financeiro estimado foi equivalente a R$ 22...

Custos hospitalares da meningite causada por Streptococcus pneumoniae na cidade de São José dos Campos, São Paulo, Brasil

Lucarevschi,Bianca Rezende; Escobar,Ana Maria de Ulhôa; Grisi,Sandra
Fonte: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2012 PT
Relevância na Pesquisa
56.74%
O conhecimento dos custos hospitalares é de grande importância para os processos de tomada de decisão em saúde pública. O objetivo deste estudo foi estimar os custos hospitalares diretos relacionados à meningite pneumocócica em crianças com até 13 anos (inclusive), na cidade de São José dos Campos, São Paulo, Brasil, de janeiro de 1999 a dezembro de 2008. Foram obtidos dados de prontuários médicos. O cálculo foi realizado pelo método misto de mensuração das quantidades dos itens de custos e atribuição de valor aos itens consumidos (micro-costing e gross-costing). Os valores monetários referem-se a novembro de 2009, sendo expressos em reais. A análise das frequências e médias foi realizada pelo programa Epi Info versão 3.5.1. Foram notificados 41 casos. Os custos hospitalares diretos variaram de R$ 1.277,90 a R$ 19.887,56 (média = R$ 5.666,43), ou seja, 10 a 20 vezes maiores que o custo médio de internações pago pelo SUS. Os custos dos honorários profissionais foram os mais relevantes, seguidos pelos custos dos medicamentos, procedimentos, materiais e exames laboratoriais.