Página 1 dos resultados de 854 itens digitais encontrados em 0.062 segundos

Governança corporativa e custo de capital próprio no Brasil; Corporate governance and cost of equity capital in Brazil

Salmasi, Silvia Vidal
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 25/10/2007 PT
Relevância na Pesquisa
106.17%
Os mecanismos de proteção aos acionistas e credores surgiram prometendo às empresas que realizam investimentos em governança corporativa obter valorização da organização. Isto se daria porque os financiadores estariam menos expostos à expropriação do seu capital por meio de mecanismos de governança corporativa que assegurassem os seus direitos, o que facilitaria a comercialização de suas ações e títulos, o acesso ao mercado de capitais e uma redução do custo de capital, levando, assim, à valorização da empresa. Dentro deste contexto, este trabalho busca analisar a relação entre governança corporativa e o custo de capital próprio em empresas brasileiras de capital aberto. O presente estudo investiga se as empresas que adotam práticas de governança corporativa, medida pelos níveis diferenciados de governança corporativa da Bovespa, possuem um menor custo de capital próprio associado quando comparadas às empresas que não adotam tais práticas. Para o cálculo do custo de capital próprio foram utilizados o CAPM e o Modelo de Três Fatores com o intuito de verificar se a relação com as práticas de governança independe do método adotado. Utilizou-se a regressão linear múltipla para as análises estatísticas tendo como variável dependente o custo de capital próprio e as variáveis independentes de governança corporativa...

Efeitos do market timing sobre a estrutura de capital de companhias abertas brasileiras; Market timing effects on capital structure of Brazilian public companies

Albanez, Tatiana
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 16/10/2012 PT
Relevância na Pesquisa
106.17%
De acordo com a teoria de market timing, as empresas aproveitam janelas de oportunidade para a captação de recursos, com a intenção de explorar flutuações temporárias no custo de fontes alternativas de financiamento. Assim, a estrutura de capital seria determinada por tentativas passadas de emitir títulos em momentos considerados favoráveis para a emissão. O presente trabalho teve por objetivo examinar o comportamento de market timing em companhias abertas brasileiras, buscando verificar a existência e persistência de um comportamento oportunista quando da escolha dentre diferentes fontes de financiamento. Para tanto, foram desenvolvidos dois estudos complementares. Primeiramente, investiga-se o comportamento de market timing por meio da análise da influência de valores de mercado históricos sobre a estrutura de capital de companhias brasileiras que realizaram IPO no período 2001-2011. Como principal resultado, verifica-se uma relação negativa entre valores de mercado históricos e alavancagem, evidenciando que, em momentos de altos valores de mercado, as empresas reduzem o endividamento, por ser mais vantajosa a emissão de ações, e vice-versa, o que pode indicar um comportamento oportunista na captação de recursos. No entanto...

Estudo da assimetria da informação e seus impactos no custo de capital das empresas brasileiras negociadas em bolsa; Study of asymmetry information and its impacts on capital cost of Brazilian companies traded in stock exchange

Calhau, Fabio Ricardo dos Santos
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 20/12/2012 PT
Relevância na Pesquisa
116.11%
O objetivo principal deste trabalho é analisar o efeito da assimetria da informação no custo de capital próprio das empresas negociadas em bolsa de valores no Brasil. O tema está em constante debate sobre a existência dessa relação e até mesmo sobre sua relação com o custo de capital ser favorável ou não. A assimetria da informação foi estimada através da Probability of informed trading (PIN), mensurando de forma direta a existência de negociações com informação privilegiada para a confrontação com custo de capital das empresas brasileiras. O resultado encontrado não apresentou relação estatisticamente significante a 5% entre a PIN e o custo de capital, de forma que não foi possível verificar a relação entre assimetria da informação e o custo de capital. Adicionalmente, o coeficiente encontrado para a PIN no modelo adotado indica uma possível correlação negativa da variável estudada e o custo de capital, deste modo o estudo corrobora com a conclusão de Lambert et al. (2012), segundo a qual, em mercados líquidos, a assimetria da informação não exerce papel relevante e sim a quantidade e a qualidade da informação disponível, não importando a forma de entrada da informação no mercado.; The main objective of this thesis is to analyze the effect of information asymmetry on the cost of equity of companies traded in stock exchanges in Brazil. It is constantly debated whether this relationship exists and also whether information asymmetry's effect on the cost of equity is favorable or not. Information asymmetry has been estimated using the PIN (Probability of Informed Trading)...

Disclosure socioambiental e custo de capital próprio de companhias abertas no Brasil; Social and environmental disclosure and cost of equity capital of public companies in Brazil

Rover, Suliani
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 18/02/2013 PT
Relevância na Pesquisa
106.18%
O objetivo do trabalho é investigar a relação entre o disclosure voluntário socioambiental e o custo de capital próprio de companhias abertas no Brasil. Com base na Teoria da Divulgação Voluntária, espera-se uma relação negativa entre o disclosure socioambiental e o custo de capital próprio. Para tanto, selecionou-se as 91 empresas que compõem o Índice Brasil (IBrX), consideradas como as mais negociadas na Bolsa de Valores de São Paulo (BOVESPA). A pesquisa é composta por dois períodos de análise. O primeiro compreende os anos de 2001 a 2010 e foi utilizado na análise para verificar a relação entre a publicação do Relatório de Sustentabilidade e o custo de capital próprio, enquanto o segundo período, de 2008 a 2010, se constitui na base de análise para examinar a relação entre o disclosure socioambiental e o custo de capital próprio. A métrica de disclosure voluntário socioambiental foi elaborada a partir de 20 pesquisas, na qual resultou em 80 subcategorias, sendo 40 referentes à divulgação social e 40 relacionadas ao meio ambiente. Por meio da análise de conteúdo de 272 Demonstrações Financeiras e de 178 Relatórios de Sustentabilidade, mensurou-se o nível de disclosure socioambiental das empresas. O custo de capital próprio foi estimado por uma abordagem ex ante mediante a utilização dos modelos de Claus e Thomas (2001)...

Adoção completa das IFRS no Brasil: qualidade das demonstrações contábeis e o custo de capital próprio; Adoption of full ifrs in Brazil: quality of financial statements and the cost of equit capital

Silva, Ricardo Luiz Menezes da
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 05/04/2013 PT
Relevância na Pesquisa
106.14%
O objetivo desta tese resume-se em investigar o impacto da adoção completa das IFRS na qualidade das demonstrações contábeis e no custo de capital próprio das empresas brasileiras de capital aberto no período 2000-2011. Para isso, dada a multidimensionalidade da qualidade da informação contábil, adotou-se o método denominado portfolio approach, que restringe-se a análise de: i) gerenciamento de resultado; ii) conservadorismo condicional; iii) relevância; e iv) tempestividade. Ademais, pressupondo um aumento no conteúdo informacional após adoção completa, que, por sua vez, contribui para reduzir a informação assimétrica no mercado de capitais, conjecturou-se uma redução no custo de capital próprio, em vista da alocação mais eficiente de recursos. Entre as justificativas da pesquisa, pode-se citar o modelo híbrido de convergência adotado pelo Brasil, que é composto de duas etapas: a primeira em 2008 e 2009 com a adoção parcial das IFRS, e a segunda a partir de 2010 com a adoção completa das normas, despertando interesse em verificar as consequências econômicas oriundas da mudança de GAAP. A originalidade desse trabalho reside na análise do período de adoção completa (2010 e 2011), que compreende transações econômicas antes não incorporadas...

A adoção completa do IFRS e seus impactos no custo de capital próprio, calculados a partir de modelos de custo implícito de capital ; The Full Adoption of IFRS and the Impacts on Implied Cost of Capital

Gasparini, Victor Martins Ricardo
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 14/04/2015 PT
Relevância na Pesquisa
106.16%
Um dos reflexos esperados pela utilização da contabilidade está em uma menor assimetria informacional entre as partes, sendo capaz de afetar a performance econômica das empresas, reduzindo o custo de capital próprio das mesmas (BUSHMAN; SMITH, 2001). À vista disso, ganhos na qualidade da informação emanada pela contabilidade teriam o poder de influenciar o custo do capital próprio, diminuindo-o e elevando a performance das firmas. Com intuito de auferir tais ganhos, foi criado o International Accounting Standards Board - IASB que passou a emitir normas denominadas International Financial Reporting Standards - IFRS que, por sua vez, delimitaram uma série de medidas a serem seguidas, buscando harmonizar as práticas contábeis sob um único pilar. Entretanto, a adoção das IFRS não está desprendida das forças do mercado de capitais e da qualidade do enforcement do país adotante, não havendo uma correlação clara entre a convergência contábil e o acréscimo de qualidade. Consequentemente, o impacto da sua adoção perante a performance econômica e o custo de capital próprio também é divergente. O presente trabalho tem o intuito de avaliar os impactos sobre o custo de capital próprio das empresas brasileiras de capital aberto em função da convergência...

Estrutura de capital em micro e pequenas empresas: aplicação de metodologia de custo de capital na empresa "Super Coffee"

Gama, Gustavo Lopes
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: 107 f.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
106.11%
TCC (graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Sócio Econômico, Curso de Administração.; Muitas são as dificuldades encontradas pelas micro e pequenas empresas em sua trajetória no mundo empresarial. As decisões de financiamento acerca da estrutura de capital que irá compor seu passivo e o que isto representa para a empresa, ainda são muito pouco referenciadas nos estudos disponíveis aos seus proprietários. Neste contexto, encontra-se a empresa mencionada pelo nome fictício de "Super Coffee". Esta empresa é utilizada como referência para a realização de um estudo de caso onde se busca apresentar a estrutura de capital pela qual esta é composta e analisar qual a influência desta em seu custo de capital. Ainda, aplica-se um modelo para definição do custo de capital próprio presente na empresa no período, identificam-se possíveis fontes de financiamentos de terceiros e suas características, e elaboram-se cenários alternativos á atual composição de capital. Para tanto, é realizado um estudo qualitativo descritivo que é viabilizado por pesquisa documental, entrevistas semi-estruturadas e pela observação. Os resultados encontrados demonstram que a empresa utiliza, atualmente, apenas capital próprio em sua estrutura de capital...

Estudo sobre os determinantes macroeconômicos do custo de capital e endividamento de empresas brasileiras de capital aberto sob a ótica de diferentes formas de financiamento

Albieri, Rinaldo
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: 79 f.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
106.13%
TCC (graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina. Centro Sócio-Econômico. Economia.; O trabalho apresenta um estudo sobre o custo de capital e endividamento de um conjunto de empresas brasileiras de capital aberto listadas na Bolsa de Valores brasileira (BM&FBovespa) entre os anos de 1995 a 2013, período caracterizado pela estabilidade e expansão econômica brasileira. O estudo utilizou tanto dados setorizados quanto globais e foi dividido em três principais análises. A primeira análise sugere alguns determinantes macroeconômicos do custo do capital e do comportamento deste ao longo do período. A principal conclusão foi de que a rentabilidade do capital de terceiros foi superior, na média global durante todo o período, à rentabilidade sobre o ativo das empresas. A resposta do custo do capital de terceiros à variação da taxa básica de juros foi lenta e somente a partir de 2005 o custo do capital próprio, por abrigar maiores riscos, passam a ser superiores ao custo do capital de terceiros. A segunda análise foca no endividamento como determinante do custo do capital onde conclui que a partir de 2003 há uma nova postura em relação à forma de financiamento das empresas, principalmente através de lucros retidos e empréstimos de longo prazo. Conclui também que o capital de terceiros é complementar ao capital próprio...

Os efeitos da reputação corporativa no custo de capital próprio em empresas brasileiras listadas

Calegari, Izabela Paranaíba
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
116.13%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Universidade Federal da Paraíba, Universidade Federal do Rio Norte, Programa Multiinstitucional e Inter-Regional de Pós-Graduação em Ciências Contábeis, 2014.; As empresas buscam legitimar suas atividades frente aos stakeholders através da divulgação de informações sociais. A reputação corporativa surge como representação da avaliação dos usuários a respeito das ações da empresa. Assim tais ações podem aumentar o capital reputacional e reduzir os riscos inerentes à atividade. A partir desse conceito, este estudo tem por objetivo verificar se a reputação corporativa contribui para um menor custo de capital próprio das empresas brasileiras de capital aberto. A reputação corporativa é um conjunto de percepções de diferentes stakeholders, para tanto utilizou-se o Índice de Sustentabilidade Empresarial para captar percepções de investidores, agentes do meio ambiente, auditores independentes e organizações de finalidade pública; o ranking da revista As Melhores da Dinheiro para captar percepções de analistas de mercado, e o Índice de Social Disclosure, elaborado por Gonçalves, De Medeiros e Gonçalves (2012), para captar percepções dos investidores e usuários externos. Quanto ao custo de capital próprio...

Custo de capital do setor portuário brasileiro

Cavalcanti, Samuel Ramos de Carvalho
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
116.07%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Departamento de Economia, Centro de Estudos e Regulação de Mercados, 2013.; Este trabalho testa três modelos de precificação de ativos visando identificar qual o modelo que melhor explica o retorno das ações do mercado brasileiro com o objetivo de se calcular o custo de capital do setor portuário nacional. São testados o CAPM (Capital Asset Pricing Model) e os modelos multifatoriais de três fatores de Fama e French. O CAPM utiliza uma única variável, o fator mercado, para explicar o retorno dos ativos. Julgando insuficiente o fator mercado, dois fatores relacionados ao mercado de ações são adicionados, o fator tamanho e o fator valor, formando o modelo de três fatores. Os resultados mostram que os modelos multifatoriais apresentam uma capacidade explicativa dos retornos significativamente superior ao CAPM. Ainda, foi adotada a média entre o CAPM e Fama e French para o cálculo do capital próprio. Para calcular o custo do capital de terceiros foi utilizado o modelo sugerido pela metodologia CAPM; e o custo médio ponderado – WACC (Weighted Average Cost of Capital) foi calculado utilizando as três metodologias de precificação acima descritas. ______________________________________________________________________________ ABSTRACT; This piece of work examines three asset pricing models to identify which model best explains the stock returns of the Brazilian market to calculate the cost of capital of the Brazilian Ports market. The CAPM (Capital Asset Pricing Model) and the multifactor models with three factors of Fama and French are tested. The CAPM uses a single variable...

O custo de capital internacional

Oliveira, Paulo Guilherme Soares de
Fonte: Instituto Universitário de Lisboa Publicador: Instituto Universitário de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 28/03/2012 POR
Relevância na Pesquisa
116.06%
Mestrado em Finanças; A crescente internacionalização das empresas e bem assim das economias é hoje um processo perfeitamente assumido e em intensificação acelerada. Os investidores e empresas decidem sobre a alocação dos seus recursos ponderando entre o potencial de retorno do investimento e o risco incorrido ou subjacente ao mesmo. No caso de investimentos internacionais, o processo é idêntico, sendo que, neste caso, factores de risco adicionais são tipicamente considerados pelo investidor. O elemento fundamental em Finanças, e bem assim cada vez mais presente no mundo empresarial diário, é o de “assegurar” que, quando um investidor está exposto a risco, esse investidor é adequadamente remunerado por tal exposição, por forma a assegurar a sua sustentabilidade a prazo. Nesse sentido, a determinação do custo de capital internacional e os efeitos da diversificação internacional são temas que têm vindo a ser estudados e discutidos ao longo dos tempos. Nesta tese procurámos (i) identificar vários métodos de determinação do custo de capital internacional – na óptica do país (mercado accionista local considerando-o em si mesmo como um mercado diversificado), e também na óptica da empresa -, (ii) abordar a sua fundamentação teórica e...

A relação entre o nível voluntário de transparência e o custo de capital próprio das empresas brasileiras não-financeiras

Castro Junior,Francisco Henrique Figueiredo de; Conceição,Paula Meneghesso da; Santos,Débora Antunes
Fonte: Escola de Administração da UFRGS Publicador: Escola de Administração da UFRGS
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2011 PT
Relevância na Pesquisa
116.04%
O objetivo principal desta pesquisa é verificar empiricamente a existência de relação significativa entre o nível de disclosure voluntário de informações e custo de capital próprio de empresas brasileiras não financeiras. É esperado que um maior nível de disclosure esteja relacionado a um menor custo de capital próprio pela redução do risco percebido pelos investidores. A fim de medir o nível de disclosure voluntário das empresas foi utilizado um questionário desenvolvido para este fim. O custo de capital próprio foi obtido com base em informações publicamente disponíveis das empresas. Foi encontrada uma relação negativa e significante entre as variáveis de interesse, indicando que as empresas que mais divulgam informações voluntariamente conseguem captar capital próprio a uma taxa mais barata.

Proposta de um modelo para determinação do custo de capital baseado em análise hierárquica

Matos,Diana Macêdo; Moura,Heber José de
Fonte: Associação Nacional dos Programas de Pós-graduação em Administração Publicador: Associação Nacional dos Programas de Pós-graduação em Administração
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2003 PT
Relevância na Pesquisa
116.03%
O presente trabalho consiste numa aplicação da abordagem multicritério no cálculo da taxa de desconto, tendo em vista as limitações das técnicas existentes quando o objeto de estudo é uma empresa de capital fechado. Pretende-se aqui expor uma metodologia, de caráter interdisciplinar, baseada na Teoria da Decisão, especificamente por meio da aplicação do Método de Análise Hierárquica (AHP) na estimativa do custo de capital próprio. A partir do método AHP foi possível identificar e incorporar relevantes fatores de risco para o empreendimento, incluindo simultaneamente variáveis qualitativas e quantitativas no processo. O modelo permitiu ainda apontar, hierarquicamente, como os diversos fatores estão contribuindo na formação do prêmio de risco da empresa, fato este não verificado em outras técnicas de análise. Finalmente, procurou-se ilustrar a aplicação do modelo proposto, calculando-se, para tanto, o custo de capital próprio de uma indústria de médio porte e de capital fechado do Estado do Ceará.

Valor das empresas, custo de capital e a competitividade das nações: a localização é importante?

Silva,Martim Francisco de Oliveira e; Motta,Luiz Felipe Jacques da
Fonte: Universidade de São Paulo, Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Departamento de Contabilidade e Atuária Publicador: Universidade de São Paulo, Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Departamento de Contabilidade e Atuária
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2006 PT
Relevância na Pesquisa
116.04%
Identificar as variáveis que se associam ao valor das empresas e ao seu custo de capital é um assunto tão antigo como pouco esclarecido na administração. Este artigo busca verificar o relacionamento entre o ambiente dos países e o valor e o custo de capital das empresas neles localizados. A pesquisa foi efetuada com o apoio dos dados anuais de competitividade dos países, que são produzidos pelo IMD (International Institute for Management Development) e os dados dos valores das empresas fornecidos pelo Morgan Stanley Capital International (MSCI). Os resultados indicaram a relevância do ambiente competitivo nacional para explicar as diferenças de valor entre as empresas e do custo de capital entre os países, sendo indicadas as importâncias relativas dos fatores de competitividade, de acordo com o estágio de desenvolvimento dos países considerados na amostra.

Social disclosure e custo de capital próprio em companhias abertas no Brasil

Gonçalves,Rodrigo de Souza; Medeiros,Otávio Ribeiro de; Niyama,Jorge Katsumi; Weffort,Elionor Farah Jreige
Fonte: Universidade de São Paulo, Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Departamento de Contabilidade e Atuária Publicador: Universidade de São Paulo, Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Departamento de Contabilidade e Atuária
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2013 PT
Relevância na Pesquisa
116.07%
Esta pesquisa tem por objetivo analisar a relação entre o nível de social disclosure e o custo de capital próprio em companhias abertas no Brasil. Assume-se a hipótese de que os programas sociais externos promovidos ou apoiados pelas empresas contribuem para a construção da imagem reputacional das organizações, compensando as externalidades, trazendo benefícios sob o ponto de vista econômico, pela relação negativa com o custo do capital. Para testar essa hipótese, foram coletados e analisados os relatórios de responsabilidade social de 83 empresas listadas na Bolsa de Valores, Mercadorias e Futuros de São Paulo (BM), no período de 2005 a 2009. Para avaliação do nível de social disclosure das empresas analisadas, foi utilizado um índice composto de 13 indicadores. O custo de capital próprio foi ajustado ao risco mediante o Capital Asset Pricing Model (CAPM) e testado por meio de regressão com dados em painel com efeitos fixos seccionais. Os resultados evidenciam que há relação negativa entre custo de capital próprio e nível de social disclosure, indicando, para o mercado acionário brasileiro, uma forma semiforte de eficiência de mercado.

Análise de custo de capital: caso CELPE, período 2003 a 2014

Patarra, Rosane Nunes de Carvalho; Hidalgo, Álvaro Barrantes (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
PT_BR
Relevância na Pesquisa
116.07%
A remuneração do capital nas distribuidoras de energia deve ser determinada através de uma taxa de retorno adequada e ajustada ao risco do setor, de forma a garantir a atratividade adequada aos investidores e tornar possível a qualidade e expansão do serviço. Essa dissertação busca comparar a atual estrutura de capital da CELPE, o custo de capital próprio e o custo de capital de terceiros com o estimado pela ANEEL para identificar como está a atratividade para o investidor dessa companhia. Também foi realizado um estudo para comparar o custo médio ponderado de capital (WACC) regulatório, com a SELIC, taxa básica de juros da economia, e assim verificar o prêmio que é utilizado para atratividade do investidor no setor. Concluiu-se que a remuneração do capital nas distribuidoras de energia determinada no 3º ciclo de revisão tarifária não possui uma taxa de retorno atrativa e ajustada ao risco do setor

Governança corporativa e custo de capital

Garbrecht, Guilherme Teodoro
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
106.15%
Resumo: A literatura mostra que mecanismos de governança corporativa são utilizados para proteção dos fornecedores de recursos, garantindo que os mesmos obtenham o retorno sobre os valores investidos. As empresas que adotam boas práticas de governança tendem a diminuir os riscos envolvidos nos negócios, com reflexos na redução do seu custo de capital. A presente dissertação investiga a influência da governança corporativa no custo de capital próprio em empresas brasileiras, buscando analisar se a governança tem o efeito de reduzir o custo de capital. A análise compreende o período de 2007 a 2010, em uma amostra de 99 empresas de capital aberto da BM&FBovespa. Para o cálculo do custo de capital próprio, foi utilizado uma versão do modelo de lucro residual, que busca estimar o custo de capital implícito no preço das ações. O modelo utiliza-se de previsões de lucros de analistas para calcular o fluxo de caixa da empresa. A taxa de desconto que iguala o fluxo de caixa ao preço das ações corresponde ao custo de capital implícito. Como proxy para a governança, foi construído um índice amplo composto de 33 questões objetivas, coletadas dos dados públicos disponibilizados pelas companhias. Para o estudo empírico...

Governança corporativa, custo de capital e retorno do investimento no Brasil; Corporate governance, capital cost and return on investment in Brazil

Rogers, Pablo; Securato, José Roberto; Ribeiro, Kárem Cristina de Sousa
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/03/2008 POR
Relevância na Pesquisa
116.1%
Uma das hipóteses levantadas sobre os benefícios das boas práticas de governança corporativa é que, ao adotá-las, as empresas têm seu custo de capital reduzido e, conseqüentemente, o retorno sobre o investimento incrementado. Este trabalho tem por objetivo verificar se empresas que adotam melhores práticas de governança corporativa possuem menor custo de capital e maior retorno do investimento. Empregou-se a metodologia de Fama e French (1999) em dois mercados distintos, considerando-se as práticas de governança corporativa adotadas, identificadas pela participação das empresas no Novo Mercado e nos Níveis I e II de governança da Bovespa. Analisando-se dados trimestrais no período de dezembro de 2002 a dezembro de 2005, pode-se concluir que o custo de capital e o retorno do investimento são menores para empresas com práticas de governança corporativa superiores. Proporcionalmente, o custo de capital das empresas com práticas de governança corporativa superiores é 34,22% menor, e o retorno do investimento das empresas com práticas de governança corporativa inferiores é apenas 23% maior que o retorno do investimento das empresas com práticas de governança corporativa superiores.; One of the hypotheses regarding benefits of good corporate governance states that it reduces the cost of capital thereby enhancing the return on investment. A comparison was made of companies to examine the correlation of better corporate governance with a lower cost of capital and improved return on investment. The methodology of Fama and French (1999) was used for companies negotiated in the New Market and as well as in governance Levels I and II of Bovespa to assign a ranking according to their practices. Examining three month periods between December 2002 and December of 2005...

Valor das empresas, custo de capital e a competitividade das nações: a localização é importante?; Company value, cost of capital and competitiveness of nations: does location matter?

Silva, Martim Francisco de Oliveira e; Motta, Luiz Felipe Jacques da
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola de Economia, Administração e Contabilidade Publicador: Universidade de São Paulo. Escola de Economia, Administração e Contabilidade
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/12/2006 POR
Relevância na Pesquisa
116.08%
Identificar as variáveis que se associam ao valor das empresas e ao seu custo de capital é um assunto tão antigo como pouco esclarecido na administração. Este artigo busca verificar o relacionamento entre o ambiente dos países e o valor e o custo de capital das empresas neles localizados. A pesquisa foi efetuada com o apoio dos dados anuais de competitividade dos países, que são produzidos pelo IMD (International Institute for Management Development) e os dados dos valores das empresas fornecidos pelo Morgan Stanley Capital International (MSCI). Os resultados indicaram a relevância do ambiente competitivo nacional para explicar as diferenças de valor entre as empresas e do custo de capital entre os países, sendo indicadas as importâncias relativas dos fatores de competitividade, de acordo com o estágio de desenvolvimento dos países considerados na amostra.; The identification of variables associated with companies' value and cost of capital is an old and still unclear issue in management. This article studies the relation between countries' environments and their companies' value and cost of capital. The research was carried out using annual data on the competitiveness of nations produced by the International Institute for Management Development (IMD)...

Métodos Utilizados para o Cálculo do Custo de Capital nas Cooperativas Agropecuárias do Paraná

Gimenes, Régio Márcio Toesca; Uribe-Opazo, Miguel Angel; Uliana, Clóvis
Fonte: Universidade Federal de Minas Gerais - Departamento de Ciências Contábeis Publicador: Universidade Federal de Minas Gerais - Departamento de Ciências Contábeis
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares; Formato: application/pdf
Publicado em 04/05/2009 POR
Relevância na Pesquisa
106.14%
   O presente artigo procura definir o perfil dos administradores financeiros das sociedades cooperativas agropecuárias localizadas no Estado do Paraná, bem como os métodos utilizados pelos seus dirigentes financeiros na mensuração do custo de capital de suas fontes de financiamento. Num primeiro momento, procura-se classificar as organizações em função do seu porte, através de seus níveis de faturamento e número de funcionários. Na seqüência, caracteriza-se o perfil do seu corpo dirigente através do nível de escolaridade, identificando-se o número de cargos de direção existente em cada estrutura administrativa. Discrimina-se as cooperativas que realizam ou não, o cálculo do custo de capital anual, procurando-se estabelecer possíveis correlações com seu tamanho e formação de seus dirigentes financeiros. Como critérios apresentados para o cálculo do custo de capital anual sugere-se os seguintes:a) o custo de capital é identificado com a fonte disponível no momento;b) o custo de capital é calculado através do método do custo médio ponderado a valores contábeis;c) o custo de capital é calculado através do método do custo médio ponderado a valores de mercado.  Também, investiga-se a mensuração do custo do capital próprio e...