Página 1 dos resultados de 29 itens digitais encontrados em 0.008 segundos

"O Eupalinos Moderno" : teoria e prática da arquitectura religiosa em Portugal : 1550-1640

Lima, Carlos Manuel Ruão da Costa
Fonte: Universidade de Coimbra Publicador: Universidade de Coimbra
Tipo: Tese de Doutorado
POR
Relevância na Pesquisa
26.21%
A dissertação de douroramento acima apresentada – «O Eupalinos Arquitecto». Teoria e Prática da Arquitectura Religiosa em Portugal. 1550- 1640 – desenvolvida em dois volumes e anexo documental e gráfico, pretende ser uma reflexão teórico-prática acerca da cultura arquitectónica nacional entre os últimos anos do reinado de D. João III e a Restauração. O Volume I é dedicado, no essencial, às grandes linhas estruturais e teóricas que marcaram este período cronológico. Parte de uma breve nota acerca da fortuna historiográfico-artística, periodização e problemática estilística, inserindo a arte portuguesa no seu contexto artístico coevo e dedica um sub-capítulo à análise histórica da evolução do conceito de «arquitecto» e seu estatuto sócio-artístico entre a Antiguidade Clássica e o período do Renascimento e Maneirismo. A análise da realidade nacional inicia-se por um estudo da evolução do oficial «pedreiro» e «mestre de pedraria» até ao aparecimento do conceito de «arquitecto». Esta circunstância leva a que se tome em linha de conta questões como a do «vitruvianismo» e do «serlianismo», a divulgação e impacto dos tratados de arquitectura em Portugal – comparando-se a evolução entre os escritos de Diego de Sagredo e de Sebastiano Serlio – e a importante questão do ensino arquitectónico em Portugal...

A periferia perfeita : pós-Modernidade na arquitectura portugusa, anos 60 - anos 80

Ferreira, Jorge Manuel Fernandes Figueira
Fonte: Universidade de Coimbra Publicador: Universidade de Coimbra
Tipo: Tese de Doutorado
POR
Relevância na Pesquisa
36.26%
A presente Dissertação visa analisar a arquitectura portuguesa, no período compreendido entre os anos 60 e os anos 80 do século XX, na perspectiva do conceito de “pós-modernidade”. Embora abrangendo áreas científicas e artísticas muito diversas, este conceito está intimamente ligado à arquitectura, como verificaremos. É por isso uma chave de leitura natural e conveniente para analisar a produção arquitectónica. E surge como particularmente operativa para caracterizar a evolução da arquitectura portuguesa, a partir dos anos 60. De facto, na nossa leitura, é o que permite ler, avaliar e compreender a sua actual vitalidade. Embora a investigação incida sobre um período passado – anos 60/anos 80 – trata-se de um intervalo que nos coloca na contemporaneidade. É aí que acontecem alterações do processo de concepção e fruição da arquitectura que são a matriz da experiência “contemporânea”. Partimos do pressuposto que, para a cultura arquitectónica, os anos 60 são um momento culminar da modernidade e um início novo. Significam uma desagregação, criativa e ruidosa, mas não necessariamente uma ruptura. Marcam, no entanto, o fim de uma racionalidade em sentido único e inauguram um lugar onde se sobrepõem racionalidades...

Coimbra

Bernardino, Raquel Marina
Fonte: Universidade de Coimbra Publicador: Universidade de Coimbra
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
36.61%
Embora não o soubéssemos na altura, o leitmotif que veio a dar origem a esta dissertação surgiu num dos primeiros trabalhos do curso. A (então) recentemente renomeada disciplina de Introdução à Cultura Arquitectónica pedia que de entre os vários temas marcantes da história da arquitectura escritos no quadro, se formasse um grupo e se escrevessem algumas páginas a propósito de um deles. Escolhemos, quase ao acaso, A Arquitectura das Ditaduras. Este trabalho serviu, ainda que sucintamente, como uma introdução ao interesse no tema da relação Arquitectura/Poder, que esperamos seja mais aprofundado nesta dissertação. A relação entre a arquitectura e os vários poderes e ideologias políticas e a forma como estes se materializam em edifícios ficou como interesse particular dentro da disciplina arquitectónica. Queremos reflectir sobre o que está a montante e jusante da Arquitectura, perceber melhor o que, mesmo sendo externo, lhe confere contexto e consequência. Pretendemos pensar a Arquitectura desta perspectiva, como parte política, na génese da sua encomenda, e como parte programática, na sua realização, interdisciplinar e comunitária no uso. Tendo sempre este tema como objectivo para a dissertação, faltava fazê-lo palpável...

Da Recepção à Transmissão: Reflexos do Team 10 na Cultura Arquitectónica Portuguesa 1951-1981

Costa, Pedro Miguel Correia Baía da
Fonte: Universidade de Coimbra Publicador: Universidade de Coimbra
Tipo: Tese de Doutorado
POR
Relevância na Pesquisa
96.6%
A presente dissertação pretende analisar e avaliar a influência das ideias desenvolvidas no seio do Team 10 no contexto da cultura arquitectónica portuguesa, no período compreendido entre 1951, ano do primeiro Congresso Internacional de Arquitectura Moderna com a participação de observadores portugueses, e 1981, ano que marca o fim dos encontros do Team 10 com o falecimento de Jaap Bakema, um dos elementos mais activos do grupo. Ao longo da dissertação, o Team 10 é apreendido num sentido amplo, enquanto ideia construída ao longo do tempo por um conjunto heterogéneo de interpretações — um legado plural, em aberto, que continua a permitir uma série de apropriações intelectuais. O objectivo consiste em desenvolver uma reflexão sobre o modo como o Team 10 e as suas ideias foram sendo criticamente interpretados, difundidos e apropriados. Numa análise ao fenómeno da recepção, propomos desenvolver uma interpretação do Team 10 no sentido de descodificar as ideias recebidas e posteriormente transmitidas no contexto da cultura arquitectónica portuguesa. Os temas do Team 10, traduzidos em projectos, obras, imagens, citações, textos e expressões, são entendidos como um conjunto de reflexos que chegam a Portugal...

O aluno com deficiência motora e a acessibilidade arquitectónica no Ensino Básico : um estudo de caso : o concelho de Guimarães

Sousa, Gracinda da Cruz Machado de
Fonte: Repositório Científico Lusófona Publicador: Repositório Científico Lusófona
Tipo: Tese de Doutorado
POR
Relevância na Pesquisa
25.97%
RESUMO:Para que o sucesso educativo se verifique, a escola tem de ajustar a sua prática educativa a todos os alunos, incluindo os que apresentam necessidades educativas especiais (NEE). Portugal dispõe de legislação que assegura o direito à educação e à igualdade de oportunidades, consignados na Constituição da República Portuguesa (artigos 71º, 73º e 74º), em consonância com a Declaração Universal dos Direitos do Homem e na Lei de Bases do Sistema Educativo (artigos 2º, 7º, 17º e 18º). O nosso país subscreveu também a Declaração de Salamanca, a qual reuniu, em 1994, o consenso de noventa e dois governos e de vinte e cinco organizações internacionais, reafirmando o direito à educação para todos. A construção da escola inclusiva passa pela responsabilização da escola por todos os alunos, na perspectiva de educação para todos, exigindo a sua concretização novas estratégias e resposta a novos desafios. Há que alterar práticas para atender à diversidade. Assim, as escolas precisam de estar arquitectonicamente adaptadas às necessidades dos alunos que utilizam a cadeira de rodas como forma de mobilidade, respeitando o direito à diferença e possibilitando, em igualdade de oportunidades, o sucesso escolar e educativo. Levar à prática as medidas previstas na lei portuguesa e implementar...

A Casa Unifamiliar Burguesa na Arquitectura Portuguesa: mudança e continuidade no espaço doméstico na primeira metade do século XX

Rui Jorge Garcia Ramos
Fonte: Universidade do Porto Publicador: Universidade do Porto
Tipo: Tese de Doutorado
POR
Relevância na Pesquisa
35.88%
This study is devoted to the architecture of the middle-class single-family house and its domestic interior and is aimed at understanding and interpreting the circumstances of the transformation they underwent in the first half of the 20th century in Portugal. The house and its domestic space are observed as part of a broader phenomenon of the transformation of architectonic culture, in which the house is a current and significant production, both in terms of the architects work and of the globality of the buildings from this period.; Este trabalho é dedicado à arquitectura da casa unifamiliar burguesa e ao seu interior doméstico, tendo como objectivo, compreender e interpretar as circunstâncias da sua transformação na primeira metade século XX português. A casa e o espaço doméstico são observados como parte de um fenómeno mais extenso da transformação da cultura arquitectónica, onde a casa constitui uma produção corrente e significativa, quer no trabalho dos arquitectos, quer na globalidade das edificações deste período.

O castelo português de Alcácer Ceguer: transformações morfológicas nos sécs. XV e XVI; The portuguese castle of Alcácer Ceguer: morphological transformations in the 15th and 16th centuries

Cruz, João Sérgio Sequeira Rodrigues Braga da
Fonte: Universidade do Minho Publicador: Universidade do Minho
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
Publicado em //2015 POR
Relevância na Pesquisa
25.97%
Dissertação de mestrado integrado em Arquitectura (área de especialização em Cultura Arquitectónica); A vila de Alcácer Ceguer, ou Qsar es-Seghir, foi um local estratégico para a Expansão Portuguesa nos séculos XV e XVI. No contexto específico de uma praça norte-africana de carácter predominantemente militar, o estudo do seu castelo permite distinguir modos de atuação particulares, seja em termos bélicos, edificativos ou urbanísticos. Estendendo-se por quatro reinados e quase um século, a ocupação portuguesa (1458-1550) corresponde a um período de aperfeiçoamento da tecnologia bélica e da arquitetura militar, onde o crescente domínio da pólvora e a evolução do poder de fogo tiveram um papel determinante. As transformações morfológicas ocorridas no castelo de Alcácer Ceguer exigiram uma investigação à luz dessa conjuntura de transição, tentando identificar de que modo a sua arquitetura foi assimilando, quer as sucessivas políticas régias, quer as inovações na arte da guerra e de fortificar. De todas as suas fases evolutivas, destacaram-se as intensas reformas no reinado de D. Manuel I, quando assomaram à praça os mestres Diogo Barbudo, Martim Lourenço, Francisco Danzilho e Diogo Boitaca. O recurso à documentação coeva e a elaboração de modelos planimétricos e tridimensionais foram essenciais para a reconstituição do que poderão ter sido as diferentes fases construtivas do castelo. Através da análise e especulação...

A casa-pátio de Goa: um estudo para a sua recuperação

Silveira, Ângelo Luís Costa
Fonte: Universidade de Évora Publicador: Universidade de Évora
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
25.88%
Introdução - A cultura de Goa caracteriza-se pela sua singular capacidade aglutinadora, onde a par de percursos mais estritos, coexistem outros mais permeáveis, onde por meio de expressões populares, eruditas, religiosas ou pagãs se encontram e se manifestam condições e formas de vida. A arquitectura como as artes plásticas e decorativas, a música, a culinária, foram e são ainda hoje testemunho vivo dessas realidades pelo que importa animar em permanência todos os seus dinamismos. Animar significa aqui, identificar as suas características e actualizá-las para que sirvam e representem a consciência individual e colectiva da sua comunidade. A arquitectura é em qualquer lugar, a expressão concentrada dos três vectores essenciais de uma sociedade: o religioso, o socio-político e o económico. Do palácio à cabana, a localização, o programa, os materiais, as tecnologias, a ocupação são sinais indeléveis e inequívocos de quem os usufrua. Incidimos o nosso estudo sobre a arquitectura doméstica. Onde radicam os valores das pessoas, onde "... se concentra e afirma multa da expressão "íntima" e do entendimento profundo do espaço pela comunidade, ou seja, de como esse colectivo "sente" que deve usar o -espaço."...

RELATÓRIO:MARROCOS_JAN2014

Rocha, João
Fonte: Universidade de Évora Publicador: Universidade de Évora
Tipo: Relatório
POR
Relevância na Pesquisa
25.88%
No contexto do Projecto de Investigação de acordo Bilateral Portugal –Marrocos, convénio entre a FCT e o CNRST (Marrocos) com o tema: Atravessando o Estreito do Mediterrâneo:1300 anos de Cultura Islâmica no Maghreb e Gharb al-Andalus. Uma nova perspectiva Arquitectónica e Histórica, realizou-se uma viagem a Marrocos também enquadrada no projecto da Catedra UNESCO, “Intangible Heritage and Traditional Know-How: Linking Heritage" e do Projecto, Valorização do Património Português (FCGulbenkian).

O conceito de marketing cultural aplicado à museologia contemporânea em Portugal

Marecos, Carla Teresa Silvestre Lopes
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2009 POR
Relevância na Pesquisa
25.88%
Tese de mestrado, Arte, Património e Teoria do Restauro, Universidade de Lisboa, Faculdade de Letras, 2009; A presente tese, numa ampla abordagem aos variados conceitos e aplicação do uso de marketing na dimensão da museologia contemporânea portuguesa, tem como objectivo a reflexão e a análise, numa delimitação espaço-temporal que abrangerá o século XX e o século XXI, do marketing prático e o papel que este desempenha no seio dos museus e do público afecto, os conceitos e diálogos das lojas de museus em Portugal, sua disposição arquitectónica, estrutura organizativa, assim como a forma como influem determinadas particularidades estéticas, estruturais e organizativas, na atracção e cativação do público. O percurso de investigação prende-se com a actual necessidade de reflexão incisiva sobre a recente explosão museológica, que veio alterar na maioria dos casos a postura adoptada por grande parte dos museus em relação ao tema em análise.; This thesis embodies the broad approach to the various concepts and means with regards to the use of marketing in contemporary Portuguese museums, reflecting on objective, analysis and the special boundaries which are reflected in the 20th and 21st centuries, it also looks at the marketing practice and its role within the museums and capturing the publics imagination...

Cor e conservação: as intervenções cromáticas no Terreiro do Paço

Chagas, Daniela Álvaro
Fonte: Faculdade de Arquitectura de Lisboa Publicador: Faculdade de Arquitectura de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /09/2010 POR
Relevância na Pesquisa
26.04%
Mestrado em Arquitectura; O Terreiro do Paço constitui uma obra importantíssima para a cidade de Lisboa e para Portugal,tanto por este lugar ter sido um palco privilegiado da História Portuguesa como pelo valor arquitectónicoque o conjunto edificado possui. Sendo um dos elementos mais significativos do Património Português asua salvaguarda é essencial. A cor, por estar presente em tudo e ser fundamental para a percepção darealidade, destaca-se como um elemento muito importante para a Arquitectura na medida em quecontribui para a definição da sua imagem. A presente Dissertação tem como principal objectivo analisar as intervenções cromáticas que oconjunto edificado do Terreiro do Paço possuiu ao longo do tempo, avaliando-se o impacto de cada umadelas face à arquitectura do conjunto e à envolvente. Em função das análises e estudos desenvolvidos,pretende-se então definir uma adequada e fundamentada proposta cromática. O trabalho desenvolvido estrutura-se segundo três capítulos: Cor, Cultura e Arquitectura, Cor e Conservação e Caso de Estudo. No primeiro capítulo aborda-se a Cor como disciplina, estudando-se asrelações existentes entre cor e homem, cultura e lugar, arquitectura e cidade. No segundo, analisa-se a Cor na arquitectura e na cidade enquanto patrimónios...

A Construção do Brasil - Relações com a Cultura Arquitectónica Portuguesa

Milheiro, Ana vaz
Fonte: Porto: FAUP Publicações, 2005 Publicador: Porto: FAUP Publicações, 2005
Tipo: Livro
Publicado em /03/2005 POR
Relevância na Pesquisa
56.02%
Relações entre as culturas arquitectónicas brasileira e portuguesa entre a independência do Brasil e o período moderno.

Um projecto inglês: a influência da arquitectura anglo-saxónica nas Torres de Alfragide

Fiúza, Filipa Raquel Alves
Fonte: Instituto Universitário de Lisboa Publicador: Instituto Universitário de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2010 POR
Relevância na Pesquisa
26.23%
Mestrado Integrado em Arquitectura; Este trabalho final foi fruto de uma curiosidade despontada no decorrer do Laboratório de Cultura Arquitectónica Contemporânea, quer pela pesquisa de diversas obras do Atelier Conceição Silva – pela sua inserção contextual no panorama (prático e teórico) arquitectónico, europeu e nacional, nos anos 60 e 70 do último século –, quer pela entrevista realizada ao arquitecto Tomás Taveira, colaborador neste atelier entre 1965 e 1972. O objectivo deste ensaio foi procurar detectar e compreender as principais influências da arquitectura inglesa no trabalho do Atelier Conceição Silva. Pioneiro português na “descoberta” da arquitectura brutalista, este atelier levou a cabo inúmeras obras, muitas delas ombreando com projectos internacionais. A metodologia de trabalho passou por uma investigação focalizada na obra analisada em grupo no referido laboratório: as Torres de Alfragide. Procurou-se, através da análise de projectos britânicos, detectar na obra portuguesa influências directas ou indirectas dessas obras e da cultura arquitectónica anglo-saxónica em geral. Para esse fim foi realizada uma viagem ao Reino Unido, já em posse de todos os elementos necessários para um levantamento fotográfico e para a realização de um circuito de viagem...

A arquitectura da companhia de Jesus no Japão. A criação de um espaço religioso cristão no Japão dos séculos XVI e XVII.

Diniz, Sofia Isabel Plácido dos Santos
Fonte: Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Nova de Lisboa Publicador: Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Nova de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2007 POR
Relevância na Pesquisa
26.13%
Mestrado em História dos Descobrimentos e da Expansão Portuguesa (Séculos XV-XVIII); O presente trabalho tem como objectivo compreender de que forma a Companhia de Jesus se expressou na sua vertente arquitectónica na missão que desenvolveu no arquipélago nipónico, entre meados do século XVI e o primeiro quartel do século XVII. Enquanto grupo de missionários provenientes da Europa, os jesuítas, para conseguirem concretizar os objectivos apostólicos que tinham presidido à sua formação, tinham que ultrapassar as inúmeras barreiras civilizacionais que se lhes colocavam. As profundas diferenças culturais que separavam os padres da Companhia e os japoneses obrigaram ao estabelecimento de formas de entendimento, pontes que lhes permitissem atingir o povo japonês, e convertê-lo. Foi esta postura de abertura e tolerância perante o Outro que distanciou a Companhia de Jesus relativamente às suas congéneres, proporcionando-nos um trabalho de investigação centrado na interpretação de uma acomodação cultural em termos arquitectónicos. A escolha da Companhia de Jesus como agente primordial deste estudo prendese naturalmente com o facto de ter sido a força religiosa que teve a presença mais duradoura e consistente no arquipélago japonês. A chegada de São Francisco Xavier em 1549 e a publicação do édito de expulsão em 1614...

Uma concepção totalitária : “Ars Arquitectos”: cultura, ideologia e tecnologia construtiva na década de 1930 em Portugal

Delgado, João Paulo Fialho de Almeida Pereira
Fonte: Instituto Universitário de Lisboa Publicador: Instituto Universitário de Lisboa
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em //2015 POR
Relevância na Pesquisa
35.95%
Tese especialmente elaborada para obtenção do grau de Doutor em Arquitectura; Tendo por base o estudo do trabalho do colectivo designado “Ars Arquitectos”, a presente tese propõese apresentar uma perspectiva totalizante da modernidade arquitectónica dos anos 30 em Portugal, de forma a integrar dimensões normalmente dissociadas: a cultural, a ideológica e a tecnológica. O colectivo de arquitectos era contituído por António Fortunato Cabral (1903-1978), Mário Morais Soares (1908-1975) e Fernando da Cunha Leão (1909-1990), e realizou vários projectos significativos na região norte do país. O que autonomiza estes arquitectos como relevantes no panorama da arquitectura em Portugal é a confluência de três factores, difíceis de encontrar em simultâneo: a proximidade com alguns dos artistas plásticos e dos críticos de arte mais proeminentes da sua geração; a afinidade com correntes direitistas de oposição ao regime vigente; por fim, a estreita colaboração com alguns dos melhores engenheiros civis do Porto. Através do estudo dos edifícios seleccionados, a tese procura compreender qual o verdadeiro impacto cultural e ideológico da introdução das novas tecnologias na arquitectura moderna portuguesa...

História contemporânea da segurança e saúde na fase de concepção arquitectónica.

Vieira, José António Jacinto
Fonte: Universidade Portucalense Publicador: Universidade Portucalense
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em //2007 POR
Relevância na Pesquisa
25.88%
A disciplina da Segurança e Saúde no Trabalho nos Estaleiros de Obras de Construção Civil, presentes nos nossos dias quer na comunicação social, quer nas conversas de café, quer, ainda, nos auditórios das Universidades, não é uma actividade descoberta no século XX. - Ela era uma actividade natural, decorrendo in-job usando técnicas hoje denominadas por "formação em cascata" nos tempos em que as obras eram dirigidas por Mestres e executadas por Artífices e Aprendizes. - O aparecimento da Mão-de-obra escrava permitiu realizar obras maiores em prazos mais curtos e acima de tudo muito mais baratas. - As ordens religiosas executando obras dirigidas por mestres, o secretismo dos ofícios e o dealbar da era moderna os primórdios das organizações maçónicas, que davam aos aspectos de formação comportamental tanta importância quanto aos aspectos da formação técnica. - Havia nascido uma nova profissão a do "trabalhador indiferenciado" muito mais barato que os outros na vida e na morte. O surgimento de uma consciência colectiva relativamente aos direitos humanos veio obrigar à assistência social e as indemnizações cada vez mais caras e a morte e as lesões, no que diz respeito ao binómio custo benefício, passaram a preocupar o gestores ao ponto de criarem uma nova ciência...

O encontro da história com a forma arquitectónica : memória e cultura portuguesa na arquitectura de Alexandre Alves Costa e Sergio Fernandez

Dias, Olga Filipa Pereia
Fonte: Universidade de Coimbra Publicador: Universidade de Coimbra
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
26.13%
Esta dissertação é o resultado de um estudo proposto na disciplina de Seminário de Investigação em Arquitectura. Partindo do tema “Genealogias na Arquitectura” abordamos a relação do professor Fernando Távora com dois dos seus discípulos: Alexandre Alves Costa e Sergio Fernandez, que juntos compõem o Atelier 15. Procuramos clarificar os conceitos de história e memória no contexto actual, bem como em episódios de relevância para o tema, como por exemplo a dualidade de discursos entre John Ruskin e Viollet-le-Duc, a perspectiva de Maurice Halbwachs, de Françoise Choay, entre outros. Apontamos as valências da disciplina de História da Arquitectura enquanto instrumento de Projecto, bem como a memória tradicional. Para esse efeito, destacamos cinco projectos do atelier. Numa área mais abrangente da denominada “Escola do Porto”, damos ainda destaque a determinados episódios como o Inquérito à Arquitectura Popular em Portugal, principal impulso do interesse da comunidade pelas ques8 9 O encontro da História com a forma arquitectónica tões tradicionais, por demonstrar o carácter racional e simultaneamente poético da arquitectura vernacular. Para além da redescoberta da identidade tradicional proporcionada pelo Inquérito...

Memórias arquitectónicas na literatura portuguesa : Camilo Castelo Branco e Eça de Queirós em análise literária e arquitectónica

Silva, Diana Maria Lage da
Fonte: Universidade do Minho Publicador: Universidade do Minho
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
Publicado em //2014 POR
Relevância na Pesquisa
36.17%
Dissertação de mestrado integrado em Arquitectura (área de especialização em Cultura Arquitectónica); Esta dissertação tem como principal objectivo analisar a reciprocidade entre as descrições literárias arquitectónicas e o espaço construído ou “destruído”, ao mesmo tempo que analisa os estilos literários, os autores, e as experiências e memórias dos mesmos que contribuem para a criação da “história”, materializando o cenário onde se desenrola a acção. O estudo começa por uma abordagem que se concentra nas memórias e experiências de escritores, que influenciam as suas histórias, ao mesmo tempo que a sua sensibilidade transporta o leitor para universos arquitectónicos ficcionados. Utilizando vários exemplos, nomeadamente escritores que se inspiram na arquitectura, arquitectos que produzem literatura e escritores que fazem arquitectura, que correspondem à primeira parte do trabalho que intitulamos “Memórias Arquitectónicas”. Numa segunda parte focamo-nos dois escritores que darão mote à terceira parte do trabalho. Camilo Castelo Branco e Eça de Queirós, foram os autores portugueses do século XIX escolhidos para abordagem literária e arquitectónica, fazendo corresponder a cada um “uma casa”. Partindo do estudo das épocas e dos escritores em causa...

Estudos cromáticos nas intervenções de conservação em centros históricos (Bases para a sua aplicação à realidade portuguesa)

Costa, José Manuel Aguiar Portela da
Fonte: Universidade de Évora Publicador: Universidade de Évora
Tipo: Tese de Doutorado
POR
Relevância na Pesquisa
26.11%
"Sem resumo feito pelo autor"; Os sinais do tempo parecem dizer-nos que vivemos o colapso de uma civilização (a industrial) e a fundação de uma outra era. Em plena transição entre sistemas de pensamento, na criação de novos paradigmas, os tempos não são optimistas, como foram no início deste século. Hoje vemos o futuro com apreensão, entre a anestesia do consumo e algum pessimismo ecológico. A História, registando a constância das grandes questões dos homens, afirmou-se como um porto de partida para as limitadas aventuras que se pedem, em arquitectura, à nossa geração. Passados que foram os tempos das grandes causas, das grandes revoluções, exige-se o compromisso, a negociação com os lugares, os contextos e as gentes, maximizando os recursos disponíveis, pelo que falamos (cada vez mais) em "arquitecturas e cidades sustentáveis" e, portanto, também em conservação. A falência da cidade moderna e a (re)descoberta do desenho da cidade histórica, introduziram aproximações disciplinares onde o colectivo, o permanente e o tipológico substituíram a voragem individualista, objectual e criativa que, durante a primeira metade do século, orientaram a arquitectura. No novo mundo do excesso da informação, do aparente e fácil contacto de todos com todos e das novas solidões...

Experiências em concreto armado na áfrica portuguesa: influências do Brasil; Experiencias en hormigón armado en el áfrica portuguesa: influencias de Brasil; Experiences with reinforced concrete in portuguese africa: the Brazilian influence

Milheiro, Ana Vaz
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Arquitetura e Urbanismo Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Arquitetura e Urbanismo
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/06/2009 POR
Relevância na Pesquisa
46.36%
Existe uma proximidade entre a cultura moderna brasileira e Portugal, que pode ser identificada pelas influências sentidas na produção arquitectónica portuguesa. Genericamente, estas relações iniciaram-se com Brazil builds - Architecture new and old 1652-1942, que os portugueses conhecem desde meados da década de 1940, progredindo até à inauguração de Brasília que marca o declínio do interesse português na arquitectura do Brasil. As qualidades plásticas da arquitectura brasileira - consequência do uso e exploração das potencialidades do concreto armado - podem ser detectadas em alguns exemplos construídos em Portugal durante os anos cinquenta. A influência determinante de Oscar Niemeyer é a mais documentada. Um fenómeno semelhante estendeu-se aos antigos territórios coloniais africanos, onde Portugal manteve soberania até 1975. Aqui, todavia, o interesse na produção brasileira persistiu mais tempo se comparado com a metrópole. Tanto em Angola como em Moçambique assistiu-se a uma forte actividade construtiva durante as décadas de 1950-1960, prolongando-se até ao inicio dos anos setenta onde o recurso ao concreto armado se intensificou como prática dominante. Em alguns casos o seu uso traduziu-se em explorações plásticas originais. O exercício da arquitectura nos antigos territórios da África portuguesa beneficiava de alguma liberdade conceptual e...