Página 1 dos resultados de 78 itens digitais encontrados em 0.056 segundos

Anything goes? Uma discussão sobre a necessidade de uma orientação ética na arte contemporânea

Santos, David Rodrigues dos
Fonte: Instituto Politécnico de Leiria Publicador: Instituto Politécnico de Leiria
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2008 POR
Relevância na Pesquisa
65.86%
Dissertação apresentada à Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa para obtenção do grau de Mestre em Ciências da Comunicação na área de Cultura Contemporânea e Novas Tecnologias, realizada sob a orientação científica do Professor Doutor António Fernando Cascais.; As possíveis situações conflituosas no mundo da arte surgem, principalmente, quando os seus produtores trazem para este mundo conteúdos que, normalmente, não estariam presentes. Falamos, especificamente, de problemáticas relacionadas com a técnica, com aspectos de cariz sexual, ou de atentados contra o corpo. Falamos também de “objectos” que normalmente não encontramos nas galerias ou museus, ou seja, sangue, sémen, excrementos, etc… De um modo geral, e a partir das obras de Marina Abramovic, Orlan e Stelarc (entre outros), encontramos nestes escritos espelhados alguns dos paradigmas daquilo que entendemos chamar de arte extrema. Uma arte onde a dor, a violência e o grotesco se encontram impregnados de realidade tornando ainda mais ténue as fronteiras da arte e da moralidade. Desta forma, aquilo que se mostra nesta análise é a necessidade de iniciar uma discussão sobre a Arte, a Autonomia da Arte, a Moral e a Ética...

Copy/paste: algumas considerações sobre a colagem na produção artística contemporânea

IWASSO, Vitor Rezkallah
Fonte: Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo Publicador: Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
65.8%
Com o desenvolvimento das tecnologias digitais, "recortar", "copiar" e "colar", tornaram-se operações familiares, padrão determinante de um novo modo de se relacionar com a informação visual. Aprofundando a inter-relação entre colagem, inovação tecnológica e cultura de massa, este texto sugere algumas possibilidades de atualização da poética do fragmento na produção artística contemporânea.; Through the development of digital technologies, operations such as to "cut", "copy" and "paste" became colloquial; a pattern that establishes a new way to deal with visual information. Emphasizing the inter-relations between collage, technological innovation and mass culture, this article suggests some possibilities of bringing up to date the poetics of fragment in contemporary art production.

A produção de artes visuais e as novas tecnologias

Souza, Sandra Mara Fagundes de
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
65.94%
O presente trabalho busca refletir sobre a produção de artes visuais em relação às transformações ocorridas na sociedade contemporânea. O efeito da globalização e a organização social em redes de informação trouxeram novos questionamentos aos professores de artes visuais. Além destas outras mudanças na arte contemporânea, trazem a necessidade de reformulação dos conteúdos, métodos de trabalho e reflexões a respeito do fazer artístico, como as novas linguagens trazidas pela tecnologia digital. Busca refletir também sobre o papel do professor como fruidor de arte, da busca por estar conectado com a cultura local e global para poder ensinar numa sociedade complexa. Propõe-se a provocar o debate sobre o uso das novas ferramentas digitais na sala de aula através de projetos em grupo, de forma autoral e criativa, em diálogo com outras áreas do conhecimento, assim como com outros grupos participantes da cultura visual.

Cultura contemporânea, identidades e sociabilidades: olhares sobre corpo, mídia e novas tecnologias

Castro, Ana Lúcia de; Farias, Edson; Almeida, Marco Antônio de; Silva, Expedito Leandro; Santos, Leandro José dos; Prado, Juliana do; Jayme, Juliana Gonzaga; Pelúcio, Larissa
Fonte: Cultura Acadêmica Publicador: Cultura Acadêmica
Tipo: Livro
POR
Relevância na Pesquisa
75.99%
Este livro reúne a reflexão acerca das identidades na cultura contemporânea,realizada por pesquisadores que participaram do Seminário: Cultura contemporânea, corpo e novas tecnologias: diálogos em torno das identidades. O objetivo geral das reflexões aqui apresentadas é tomar as inovações tecnológicas e seus impactos na vida cotidiana - particularmente na renovação e reinvenção de formas de sociabilidade e de construção de identidades - como uma chave privilegiada para o adentramento em meandros da cultura contemporânea. O corpo, suporte da cultura e território de construção de identidades, ao incorporar os recursos tecnológicos disponibilizados pelo mercado estético, como próteses, implantes, intervenções e tratamentos à base de laser, tem seu estatuto modificado e as fronteiras entre natureza e cultura passam a ser revistas em novos parâmetros, impondo novos desafios à reflexão sócio-antropológica. Este livro busca contribuir para este debate, somar um pequena centelha ao enorme esforço que se faz necessário no sentido de repensarmos as clássicas dicotomias conceituais que vem marcando a reflexão das ciências humanas e se demonstrando cada vez mais abaladas em seu alcance explicativo, frente às aceleradas transformações vivenciadas na vida social nesta modernidade do início do século XXI.

Os direitos humanos e a guerra: questão dos prisioneiros de guerra

Teixeira, Inês
Fonte: Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Nova de Lisboa Publicador: Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Nova de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /03/2010 POR
Relevância na Pesquisa
75.65%
Dissertação de Mestrado em Ciências da Comunicação, área de especialização em Cultura Contemporânea e Novas Tecnologias; O Direito é brevemente definido como o conjunto de normas que regulam a vida em sociedade. Os Direitos Humanos (DH) são Direitos que pertencem ao ser humano, apenas por ser humano. A ideia de que a sua origem é precisamente a natureza do Homem coexiste com outra perspectiva, que justifica a sua validade com o percurso histórico da humanidade, que os conquistou e instituiu. Os DH estão repartidos por três gerações: a primeira engloba os Direitos civis e políticos, a segunda inclui os Direitos económicos, sociais e culturais e a terceira é constituída pelos Direitos de solidariedade, como o Direito à paz. As tentativas de internacionalização dos DH e de estreitamento da cooperação internacional resultaram, após a 2.ª Guerra Mundial, na criação da Organização das Nações Unidas (ONU) e na redacção da Declaração Universal dos Direitos Humanos. Foi reclamada pela ONU, aquando da sua criação, o papel de prevenir e, se necessário, mediar conflitos internacionais.

A inovação como problema transdisciplinar: declinações da produção do novo

Machado, João Miguel Martins
Fonte: Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Nova de Lisboa Publicador: Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Nova de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /03/2010 POR
Relevância na Pesquisa
65.9%
Dissertação de Mestrado em Ciências da Comunicação, variante de Cultura Contemporânea e Novas Tecnologias em Cultura Contemporânea e Novas Tecnologias; De que falamos quando falamos de inovação? A presente inquirição tenta examinar o significado corrente do conceito à medida que este circula por todos os domínios da vida económica. Se a Modernidade é um projecto histórico que continuamente força uma abertura sem precedentes para o novo, como é que a inovação responde a esse desejo? Ao tornar-se um mandato institucional sobre o sujeito trabalhador, permite-lhe explorar a sua criatividade sempre em expansão, ou empurra-o para riscos autodestrutivos e exaustão intelectual? Conforme a diferença entre trabalho e vida é elidida, e o conhecimento é colocado em fluxo constante, como podemos manter as nossas realizações mais íntimas para nós próprios? No lugar de fornecer uma resposta simples a estas questões, a tese aqui é que a inovação precisa, agora mais do que nunca, de ser confrontada com a economia política, e mais do que abraçar a cultura do novo, há que prestar mais atenção ao que ainda não pode ser melhorado ou inovado.

Arte interactiva figuras práticas e discursos

Alves, Sónia Maria de Jesus Domingos
Fonte: Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Nova de Lisboa Publicador: Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Nova de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /09/2010 POR
Relevância na Pesquisa
75.71%
Dissertação apresentada para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de Mestre em Cultura Contemporânea e Novas Tecnologias; Este trabalho de investigação reflecte sobre questões fundamentais e centrais da arte interactiva considerando as tecnologias da comunicação e dos media; sobre os discursos que se centram na construção e definição de uma tipologia desta forma artística; e sobre um exemplo prático, ou seja, uma figura principal da arte interactiva: Jeffrey Shaw. A pesquisa para esta dissertação centra-se nas alterações da experiência do sujeito no contexto do desenvolvimento das práticas de comunicação e de media, em fermentação desde o início da modernidade e com implicações fundamentais no aparelho perceptivo e na experiência. Estas alterações prolongaram-se pelo século XX, sendo constantemente actualizadas e modificadas e, por isso, também se incluem no programa deste trabalho. Investiga-se assim o lugar do espectador e as suas transformações acompanhadas por uma tendência estruturante da arte para a comunicação a par dos desenvolvimentos técnicos que a influenciaram centrando-a, cada vez mais, num sujeito espectador que se emancipa para se tornar utilizador...

A prática como centro da produção artística

Santos, Ana Elsa da Cunha
Fonte: Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Nova de Lisboa Publicador: Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Nova de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /08/2010 POR
Relevância na Pesquisa
65.8%
Trabalho de Projecto Mestrado em Ciências da Comunicação: Cultura Contemporânea e Novas Tecnologias; Na cultura ocidental a produção (poiesis) é, no seu encaminhamento para a questão específica da arte, também o resultado de um exercício teórico, cuja arquitectura conceptual pensa a produção, a partir de uma teorização. No contexto moderno da arte toda a construção teórica que se articula a partir de disciplinas como a História da Arte, a Estética ou a Crítica da Arte, acentuam, ainda mais, o carácter reflexivo da arte que se quer pensar a si mesma. Neste trabalho procuramos pensar o posicionamento da arte moderna face à techné, porque entendemos ser esse posicionamento, que afecta de modo decisivo toda a experimentação artística desenvolvida a partir do séc. XX e que resultou na explosão das categorias artísticas e de múltiplos discursos teóricos sobre arte. Podemos, assim, caracterizar o século XX como o século da Teoria da Arte contribuindo para isso, necessariamente, uma aproximação entre Filosofia e Arte. Neste sentido há, por um lado, uma exigência de uma dimensão teórica da arte contemporânea, que se expressa, em grande medida, na tendência alargada para a conceptualização...

O espinho deKleist e a possibilidade de dançar-pensar

Coelho, Sílvia Tengner Barros Pinto
Fonte: Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Nova de Lisboa Publicador: Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Nova de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /09/2010 POR
Relevância na Pesquisa
75.71%
Dissertação de Mestrado em Cultura Contemporânea e Novas Tecnologias; O presente trabalho corresponde ao levantamento de várias questões encontradas durante o estudo que coloca em paralelo o paradoxal texto Sobre o Teatro de Marionetas de Heinrich von Kleist e o não menos paradoxal título e matéria de trabalho do solo de dança contemporânea de Vera Mantero Talvez Ela Pudesse Dançar Primeiro e Pensar Depois.

Intramedia, meta-interactividade e biocomunicação: a emergência da rede sistémica

Alpalhão, António Custódio de Sousa
Fonte: Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade nova de Lisboa Publicador: Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade nova de Lisboa
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em //2012 POR
Relevância na Pesquisa
75.71%
Tese apresentada para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de Doutor em Ciências da Comunicação – Cultura Contemporânea e Novas Tecnologias; O que são os media na sociedade actual? Serão os dispositivos pessoais, portáteis e interactivos dos quais dispomos ou o conjunto destes sistemas como unidade interactiva global? E os dispositivos que interagem directamente entre si, serão media ou «meta-media»? Para além de interactivos, os media serão também meta-interactivos? E como se estabelecem e definem os códigos dessa meta-comunicação? A mutação dos media no período que medeia entre o auge dos meios de comunicação de massa e as mais recentes tendências no plano da comunicação mediática em sociedade, eminentemente tecnológica, permite identificar uma série de cinco modelos, correspondendo a cinco paradigmas mediáticos distintos: sociedade de consumo – mass media; sociedade da informação – media on-line; sociedade em rede – media interactivos; sociedade sistémica – media orgânicos; sociedade virtual – «metamedia ». Quais serão, afinal, as dimensões, as unidades e as centralidades mediáticas de uma comunicação em sociedade progressivamente sistémica e virtualizada? Desde a fragmentação dos chamados meios de comunicação social...

Fotografia e espaço de (encen)acção do real. Para uma leitura da obra Women of Allah, de Shirin Neshat

Machado, Ana Filipa Sérgio Romão
Fonte: Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Nova de Lisboa Publicador: Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Nova de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /09/2011 POR
Relevância na Pesquisa
75.72%
Dissertação de Mestrado em Ciências da Comunicação Variante de Cultura Contemporânea e Novas Tecnologias; O carácter imediato e mecânico da fotografia confere-lhe um estatuto que, desde o início, a sustenta como apodíctica prova de verosimilhança com o real. Da automaticidade e ausência de intervenção humana decorrem, precisamente, os pilares onde assentou a sua implementação no século XIX. Este primeiro entendimento da fotografia sustentado pela naturalidade mimética será, mais tarde, confrontado com um quadro de pensamento que defende o carácter fortemente codificado do medium. A fotografia estaria, assim, impregnada da sua circunstância e por ela condicionada. Uma terceira linha de pensamento recupera o intransponível laço com o referente estando consciente de que, a partir do momento que a imagem é feita, está imbuída de códigos que nunca mais a abandonarão. O fascínio do homem pela representação de si mesmo e do outro não é recente. A necessidade de representação e, particularmente, a autorepresentação, é sintoma de uma presença no mundo e corresponde à constatação do hiato sentido pelo próprio ser humano dada a sua condição de ser finito. O rosto e o corpo surgem como lugares de constante inquirição e campo de trabalho por excelência. Os retratos mantêm viva a presença do referente...

A presença do corpo na dança contemporânea

Pimentel, Mariana Barbosa
Fonte: Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Nova de Lisboa Publicador: Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Nova de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /09/2011 POR
Relevância na Pesquisa
75.75%
Dissertação apresentada para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de Mestre em Ciências da Comunicação – Opção Cultura Contemporânea e Novas Tecnologias; conceito de presença em cena na dança é demasiado flexível. A presença carrega consigo o conteúdo da mensagem do artista, sendo um aspecto vital na relação entre o público e o performer. O diálogo que esta relação propõe revela um aspecto tensional entre presença, interpretação e sentido, específico em todo processo de comunicação. Por meio da pesquisa documental e bibliográfica aliada a um trabalho prático em dança, este estudo pretende contextualizar as diversas abordagens que permeiam o conceito de presença do corpo, tendo como foco o seu desdobramento na dança contemporânea dentro de uma lógica interdisciplinar.

Documentário contemporâneo: a tentativa de testemunho da autenticidade por meio da subjetividade e da performatividade

Azevedo, Ana Luísa Ferreira de
Fonte: Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Nova de Lisboa Publicador: Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Nova de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /04/2013 POR
Relevância na Pesquisa
75.71%
Dissertação apresentada para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de Mestre em Ciências da Comunicação, vertente Cultura Contemporânea e Novas Tecnologias; Esta dissertação pretende traçar alguns dos novos caminhos para a representação da alteridade no documentário contemporâneo. O reconhecimento das falhas dos modos de representação modernos no documentário e a necessidade emergente de romper conotações do género com os discursos do real trazem à tona novas formas de construção de narrativas sobre o outro. Estes novos modos de representação nascem de pontos de tensão entre o vínculo do documentário à realidade e a perceção da fragilidade e da passibilidade de fragmentação do olhar mediador do realizador. Esta análise é complementada através do estudo da presença do simulacro e da auto narrativa como meios de contar histórias sobre o outro em dois filmes contemporâneos: "Arraianos" (2012) de Eloy Enciso e "É na Terra não é na Lua" (2011) de Gonçalo Tocha.

Copy/paste: algumas considerações sobre a colagem na produção artística contemporânea

Iwasso,Vitor Rezkallah
Fonte: Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo Publicador: Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2010 PT
Relevância na Pesquisa
65.8%
Com o desenvolvimento das tecnologias digitais, "recortar", "copiar" e "colar", tornaram-se operações familiares, padrão determinante de um novo modo de se relacionar com a informação visual. Aprofundando a inter-relação entre colagem, inovação tecnológica e cultura de massa, este texto sugere algumas possibilidades de atualização da poética do fragmento na produção artística contemporânea.

Cultura contemporânea, identidades e sociabilidades: olhares sobre corpo, mídia e novas tecnologias

Castro, Ana Lúcia de
Fonte: Editora UNESP Publicador: Editora UNESP
Tipo: Livro Formato: pdf; epub
Publicado em //2010 PT
Relevância na Pesquisa
65.98%
Este livro reúne a reflexão acerca das identidades na cultura contemporânea,realizada por pesquisadores que participaram do Seminário: Cultura contemporânea, corpo e novas tecnologias: diálogos em torno das identidades. O objetivo geral das reflexões aqui apresentadas é tomar as inovações tecnológicas e seus impactos na vida cotidiana - particularmente na renovação e reinvenção de formas de sociabilidade e de construção de identidades - como uma chave privilegiada para o adentramento em meandros da cultura contemporânea. O corpo, suporte da cultura e território de construção de identidades, ao incorporar os recursos tecnológicos disponibilizados pelo mercado estético, como próteses, implantes, intervenções e tratamentos à base de laser, tem seu estatuto modificado e as fronteiras entre natureza e cultura passam a ser revistas em novos parâmetros, impondo novos desafios à reflexão sócio-antropológica. Este livro busca contribuir para este debate, somar um pequena centelha ao enorme esforço que se faz necessário no sentido de repensarmos as clássicas dicotomias conceituais que vem marcando a reflexão das ciências humanas e se demonstrando cada vez mais abaladas em seu alcance explicativo, frente às aceleradas transformações vivenciadas na vida social nesta modernidade do início do século XXI.

Projecto Vénus - Redefinir a máquina antropológica na era da reprodutibilidade. Técnica do corpo

Figueiredo, Paulo Moisés Silvestre de
Fonte: Universidade Nova de Lisboa Publicador: Universidade Nova de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /06/2015 POR
Relevância na Pesquisa
65.71%
Desenhado por Jacque Fresco, o Projecto Vénus é uma proposta de reconfiguração social, tendo como ferramenta de trabalho a cidade. A cidade projectada por Jacque Fresco responde de alguma forma a necessidade de encontrar programas de hibridização que ultrapassem os receios do determinismo em relação ao papel da tecnologia, e conferindo um cariz mais aproximado dos conceitos antropológicos de Leroi-Gourhan quando este apelida a técnica de utensílio colocado fora do corpo e que permitiu ao homem sobreviver num mundo hostil. A diferença é que a técnica já assumiu uma condição que transcende o mero instrumento, para ser já ela própria configuradora da realidade, como Kittler dizia em acerca dos media. Fresco coloca a cidade como paradigma de uma revolução cibernética, uma tecnotopia, em que a tecnologia servirá para libertar o humano de condições políticas, económicas e sociais que o autor considera obsoletas. Uma nova configuração multidimensional que se apoia numa nova esfera pública, ambicionando um ethos global com uma estrutura digital para comunicações em rede. Fresco atribui uma dimensão de extrema importância aos factos de a tecnologia, no Projecto Vénus, ficar paredes meias com a natureza sem que tenha uma relação intrusiva...

Novas tecnologias, novas sensibilidades

Baccega, Maria Aparecida
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola de Comunicações e Artes Publicador: Universidade de São Paulo. Escola de Comunicações e Artes
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 30/09/2000 POR
Relevância na Pesquisa
65.9%
The article discusses the changes in contemporaneous culture that result from the globalization process and how these changes have brought on the discussion on identity crises, especially those based on the national State, presenting new manners to experience the pretencimento identity to a territory. This takes place at a time when the new technologies, the ease in information flow and communications create new sensibilities, new ways for people, especially young people, to relate with one another. This is a fact that has deepened the challenges that both school and teachers have to confront. The author emphasizes the importance, in this context, of understanding these new technologies and the means of mass communication from the reception point of view, since their meaning is built on the day-to-day basis.; O artigo discute as mudanças na cultura contemporânea, advindas do processo de globalização, e como essas mudanças têm suscitado a discussão sobre as crises de identidade, principalmente aquelas calcadas no Estado nacional, evidenciando novas formas de se vivenciar a identidade de pertencimento a um território. Isso se dá ao mesmo tempo em que as novas tecnologias, a facilidade do fluxo de informações e a comunicação criaram novas sensibilidades...

Copy/paste: algumas considerações sobre a colagem na produção artística contemporânea

Iwasso, Vitor Rezkallah
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola de Comunicações e Artes Publicador: Universidade de São Paulo. Escola de Comunicações e Artes
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/2010 POR
Relevância na Pesquisa
65.8%
Com o desenvolvimento das tecnologias digitais, "recortar", "copiar" e "colar", tornaram-se operações familiares, padrão determinante de um novo modo de se relacionar com a informação visual. Aprofundando a inter-relação entre colagem, inovação tecnológica e cultura de massa, este texto sugere algumas possibilidades de atualização da poética do fragmento na produção artística contemporânea.; Through the development of digital technologies, operations such as to "cut", "copy" and "paste" became colloquial; a pattern that establishes a new way to deal with visual information. Emphasizing the inter-relations between collage, technological innovation and mass culture, this article suggests some possibilities of bringing up to date the poetics of fragment in contemporary art production.

O tempo da ruptura do mundo: "Antropoceno" e capital

Carvalho, Luhuna Francisco Magalhães de
Fonte: Universidade Nova de Lisboa Publicador: Universidade Nova de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /06/2015 POR
Relevância na Pesquisa
75.65%
A emergência do conceito Antropoceno, uma nova proposta de periodização geológica que coloca o “humano” enquanto referente causal do aquecimento global, suscita múltiplos campos de problematização. No centro da hipótese estão entendimentos particulares do “humano” e da “natureza” que são dispostos enquanto pressupostos de uma estrutura de medidas e considerações económicas, sociais e políticas. O processo de validação científica do termo assenta numa argumentação que, de modo paralelo, estabelece uma ontologia dos elementos em jogo e separa dela as questões do impacto transformativo do capital, identificando os seus modos, processos e elementos com a própria “natureza humana”. A par da emergência do conceito Antropoceno surgiram também perspectivas críticas que referem explicitamente as limitações dos pressupostos históricos, económicos e políticos que lhe servem de base: o capitaloceno, o aceleracionismo e a comunização. Procuramos ver de que modo estes campos críticos e teóricos interrogam não apenas as problemáticas da periodização geológica e ambiental mas também as aporias do seu tempo. A pesquisa é concluída com a sugestão de que questões políticas, subjectivas e técnicas saem reformuladas pelas problemáticas abordadas.

Impact of Information Technology and Communication: digital culture and socio-cultural changes; Impacto de las Tecnologías de la Información y la Comunicación: la cultura digital y los cambios socio-culturales; Impacto das Tecnologias de Informação e Comunicação: cultura digital e mudanças sócio-culturais

Jorente, Maria José Vicentini
Fonte: UFPB Publicador: UFPB
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 25/05/2012 POR
Relevância na Pesquisa
65.95%
The contemporaneous culture presents new conditions of interaction with the information fluxus in the knowledge construction. Multidimensional codifications stimulate the brain and impress meaning to initially empty concepts. Culture is redefined as mosaic-culture, composed by a diversity of media and by immersion in the messages’ sphere. In emergent countries like Brazil that propose to capacitate citizens for action and for interaction, the aims should imply the respect to the cultural specificities and in the real improvement of the citizens welfare. Information Science in this context must seek theorizations and practices that contribute to social improvements, capacitating and a better understanding of the challenges of Social Web. If the PISA examination demonstrates the County’s frailness relating to the information, the 2011 Unicef report point to opportunities. The Universities have an essential role in the capacitating and in the creation of professional contingents, developing their own potentialities in the study, research and knowledge production for a better use of the Information and Communication Technologies. The man-machinery interfaces offer new problems to be dealt together with the literacy lags in Brazil: if information needs to be communicated to re-elaborate in knowledge...