Página 1 dos resultados de 7216 itens digitais encontrados em 0.014 segundos

Riscos, crises e confiança: uma análise do gerenciamento de riscos sobre segurança da informação em uma empresa brasileira de grande porte

Alves, Gilberto
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Dissertação
PT_BR
Relevância na Pesquisa
36.99%
Por muito tempo, os programas de qualidade e gestão vêm dominando o cenário de soluções para a melhoria das organizações. Nesse contexto, têm sido constantes os modismos e, ao mesmo tempo, o consumo de muitas soluções. E o mercado parece se nutrir desses pacotes. De pacote em pacote, a gestão nas companhias vem se desenvolvendo e se especializando e, junto como isso, os métodos e técnicas da boa gestão. A gestão de riscos, especificamente, vem nesse contexto. Apresenta-se como uma solução em gestão, mas parece se estabelecer como ponto de convergência e de influência na otimização e garantia de processos produtivos, de gestão e de suporte, abrangendo uma gama de possibilidades em diversas disciplinas do mundo empresarial, desde finanças até os aspectos de fraudes e distúrbios cotidianos. Na sequência da gestão de riscos, vem a gestão de crises. Esta, o hemisfério dos riscos transformados em impactos verdadeiros e com danos visíveis para a organização. A gestão de crises pressupõe a gestão dos riscos consumados e que, claramente, afetam a organização e seu contexto, tanto interno quanto externo. No ponto final dessa lógica, aparece a confiança como aquilo que sela o pacto da organização e seus stakeholders...

As crises financeiras mundiais de 1929 e 2008 : uma análise comparativa a partir da abordagem pós-keynesiana

Silva, Gustavo Teixeira Ferreira da
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
36.97%
A presente dissertação tem como objetivo central realizar uma análise comparativa das crises financeiras mundiais de 1929 e de 2008 com base no referencial teórico pós-keynesiano. Para tanto, utilizar-se-á uma análise interpretativa da literatura econômica e análises estatístico-descritivas. De maneira a delimitar a pesquisa, as referidas análises estão baseadas nos aspectos institucionais e em variáveis macroeconômicas selecionadas. Levando-se em consideração as possíveis limitações de uma comparação entre as duas crises financeiras mundiais, sobretudo no que diz respeito ao fator histórico e às dificuldades relativas à disponibilidade de dados do período da Grande Depressão, algumas reflexões podem ser apontadas. Entre as principais conclusões do trabalho pode-se destacar que as duas crises financeiras ocorreram em um ambiente financeiro internacional e nacional (país de origem da crise) desregulado e sob uma conjuntura de grandes desequilíbrios entre os balanços de pagamentos. Tal fato se tornou ainda mais problemático devido à falta de um emprestador de última instância em nível mundial em ambos os casos. Quanto às diferenças, excluindo-se aquelas relativas ao contexto histórico específico...

Crises Econômicas

Corrêia, Daniela Fernandes
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.02%
O presente trabalho estuda o histórico das principais crises econômicas, tais como a Crise de 1929, a Crise Subprime e a Crise Europeia. Esse histórico apresenta as situações econômicas que originaram essas crises, bem como as conseqüências das mesmas nas principais potências econômicas do mundo, como os Estados Unidos e a Alemanha, e nos principais países emergentes, como o Brasil. Para que haja um melhor entendimento dessas crises, por parte do leitor, três temas são apresentados de forma conceitual, sendo os ciclos econômicos, política monetária e política fiscal. Com isso, os principais instrumentos utilizados pelos governos para conter uma crise econômica são explanados, incluindo o incentivo e a restrição ao crédito, a compra e venda de títulos públicos, depósitos compulsórios, taxas de redesconto e taxas de juros. Ao fim, fica evidente que as crises econômicas não podem ser comparadas, pois elas acontecem em momentos distintos, em que o sistema monetário internacional passa por evoluções, favorecendo, desta forma, diferentes cenários econômicos e diferentes medidas de combate às crises.; This paper studies the history of the major economic crises, such as the 1929 Crisis, the Subprime Crisis and the European Crisis. This timeline shows the economic events that caused such crises and the consequences of these crises in the main developed economies of the world...

Estudos sobre a solidez do sistema bancário da OCDE: crises bancárias, endividamento e incumprimento no período 1991 a 2009

Pedro, Cristina Maria Pereira
Fonte: Universidade de Évora Publicador: Universidade de Évora
Tipo: Tese de Doutorado
POR
Relevância na Pesquisa
36.97%
Resumo: O objectivo desta tese consiste no estudo da probabilidade de ocorrência de crises bancárias na OCDE, do endividamento dos bancos e do incumprimento verificado no crédito que concedem. Os resultados indicam que estas crises são mais frequentes em sistemas financeiros orientados para o mercado, quando o endividamento é superior, em momentos de recessão e elevada inflação. Existe contágio entre crises e a regulamentação e supervisão não evitam o seu registo. O endividamento dos bancos é determinado pela dimensão, rentabilidade e solvabilidade, bem como pelas taxas de juro, crescimento económico e nível de desenvolvimento dos países. O incumprimento de clientes resulta de baixa qualidade da gestão dos bancos e de momentos de recessão económica, sendo mais elevado em bancos menos rentáveis e que operam em países com menor rendimento per capita. Conjuntamente, os resultados facultam uma perspectiva complementar da solidez dos bancos da OCDE, inferindo sobre diferentes dimensões da sua actividade; OECD banking system soundness: studies about banking crises, leverage and impaired loans, from 1991 to 2009 ### Abstract: This thesis intends to study the probability of banking crises and the determinants of leverage and impaired loans. Results show that banking crises tend to occur mostly in marked-based financial systems...

A gestão de crises no quadro da NATO

Vilela, Carolina Antunes Barata Pires
Fonte: Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas Publicador: Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 12/12/2013 POR
Relevância na Pesquisa
36.97%
Tese de Mestrado em Estratégia; O trabalho de investigação que aqui se apresenta, procura analisar a evolução do conceito de Gestão de Crises no seio da NATO. Para fazer face às alterações securitárias, a NATO teve que se transformar, substituindo percepções securitárias por conceitos mais abrangentes de segurança. A Aliança Atlântica redefiniu-se, recolocando prioridades mas reafirmando as suas tarefas e valores. Fruto da redefinição do quadro securitário no pós-Guerra Fria e consequência de crises iniciadas junto à fronteira dos Aliados, a gestão de crises foi ganhando crescente importância no seio da Aliança. A adaptação desta aos novos desafios levou a uma série de transformações que foram sendo cristalizadas nos Conceitos Estratégicos adoptados. Neste contexto, procura-se analisar a evolução do domínio da gestão de crises no quadro NATO e a sua crescente centralidade, bem como procurar compreender a sua influência nas esferas interna e externa no quadro quer do policy-making quer do policy-taking. Para atingir tal desiderato, é analisada a contextualização de cada um dos documentos (nomeadamente os que contêm os Conceitos Estratégicos da NATO), com vista à compreensão das motivações e consequências das alterações no ambiente securitário. Neste sentido...

The impact of the 2008 and 2010 financial crises on international stock markets: contagion and long memory

Horta, Paulo Jorge de Brito
Fonte: Instituto Universitário de Lisboa Publicador: Instituto Universitário de Lisboa
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em //2015 ENG
Relevância na Pesquisa
36.99%
A Thesis presented in partial fulfillment of the Requirements for the Degree of Doctor in Economics / Classificação JEL: F30, G14, G15; Nesta tese estudamos os efeitos de contágio financeiro e de memória longa causados pelas crises financeiras de 2008 e 2010 em alguns mercados acionistas internacionais. A tese é composta por três ensaios interligados. No Ensaio 1, recorremos à teoria das cópulas para testar a existência de contágio e revelar os canais “investor induced” de transmissão da crise de 2008 aos mercados da Bélgica, França, Holanda e Portugal (grupo NYSE Euronext). Concluímos que existe contágio nestes mercados, que o canal “portfolio rebalancing” é o mecanismo mais importante de transmissão da crise, e que o fenómeno “flight to quality” está presente nos mercados. No Ensaio 2, usando novamente modelos de cópulas, avaliamos os efeitos de contágio provocados pelo mercado acionista grego nos mercados do grupo NYSE Euronext, no contexto da crise de 2010. Os resultados obtidos sugerem que durante a crise de 2010 apenas o mercado português foi objeto de contágio; além disso, conclui-se que os efeitos de contágio provocados pela crise de 2008 são claramente superiores aos efeitos provocados pela crise de 2010. No Ensaio 3...

Estudo da prevalência de crises epiléticas em indivíduos com idade superior a 65 anos na área abrangida pelo Centro de Saúde de Manteigas

Ribeiro, Bernardo Fialho Simão Marques
Fonte: Universidade da Beira Interior Publicador: Universidade da Beira Interior
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /05/2013 POR
Relevância na Pesquisa
36.94%
Introdução: Uma crise epilética é a manifestação clínica ou psíquica de um processo anormal de hiperatividade e/ou hipersincronia elétrica neuronal cerebral, que pode acometer o cérebro de forma parcial (focal) ou generalizada. Pode também variar, do mais breve lapso de atenção, ou espasmo muscular, até severas e prolongadas convulsões. As crises epiléticas afetam cerca de 2 a 3% da população mundial e, em estudos realizados no Equador e no Rio de Janeiro, a sua prevalência foi de 1,43% e 1,63%, respetivamente. Não foram encontrados mais estudos relativos à prevalência de crises epiléticas no mundo e não existe nenhum estudo na população portuguesa. Objetivo: O objetivo deste estudo é avaliar a prevalência de crises epiléticas em indivíduos com idade superior a 65 anos na área abrangida pelo Centro de Saúde de Manteigas e compará-la com a prevalência desta patologia noutros países. Materiais e métodos: A recolha dos dados foi realizada através de uma entrevista clínica a voluntários previamente convocados por carta para comparecerem no Centro de Saúde de Manteigas e utilizando o questionário de Placencia M., orientado para a deteção de crises epiléticas em estudos de larga escala, validada em português. Nesta entrevista foram também recolhidas outras variáveis para estudo e comparação como o sexo...

Crises visuais induzidas e hiperglicemia não-cetótica: relato de caso

Tedrus,Glória M .A.; Fonseca,Lineu Corrêa
Fonte: Academia Brasileira de Neurologia - ABNEURO Publicador: Academia Brasileira de Neurologia - ABNEURO
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/1995 PT
Relevância na Pesquisa
36.94%
Existem poucos relatos na literatura de pacientes com hiperglicemia não-cetótica e crises visuais induzidas pela movimentação ocular. Apresentamos o caso de paciente do sexo masculino de 47 anos de idade que iniciou quadro de diabetes mellitus com crises visuais e oculomotoras espontâneas ou desencadeadas pela movimentação ocular. As crises foram de difícil controle, não cedendo com fenitoína endovenosa. O paciente evoluiu com déficit motor no hemicorpo esquerdo, que regrediu em uma semana, juntamente com as crises, após o controle da glicemia. O EEG crítico mostrou descargas no hemisfério direito de predomínio posterior, com extensão para o hemisfério esquerdo. A tomografia computadorizada de crânio foi normal. Este caso mostra a importância de investigar a indução de crises e a existência de diabetes em pacientes com crises visuais de início recente.

Qualidade de vida em epilepsia e percepção de controle de crises

Salgado,Priscila Camile Barioni; Souza,Elisabete Abib Pedroso de
Fonte: Academia Brasileira de Neurologia - ABNEURO Publicador: Academia Brasileira de Neurologia - ABNEURO
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2001 PT
Relevância na Pesquisa
36.94%
As avaliações afetivo-cognitivas do sujeito são importantes fatores que controlam a maneira como o indivíduo sente o impacto da doença no cotidiano de sua vida. Neste sentido, a percepção de controle de crises é mais importante na avaliação da Qualidade de Vida (QV) do que as variáveis que caracterizam a doença, como sua severidade, tipo, duração e frequência de crises. Este estudo considerou a relação das variáveis subjetivas (percepção de controle de crises) e das características da doença, para avaliar a QV. Foram avaliados 60 sujeitos com diagnóstico de epilepsia, aleatoriamente selecionados no ambulatório de epilepsia do HC/UNICAMP, com idade entre 18 e 70 anos (M=37,05; DP=11,25), através do Questionário de Qualidade de Vida 65. As variáveis da doença não apresentaram relação significativa com a QV, com exceção da frequência de crises que apareceu associada à piora na QV, entre crises controladas e crises com frequência acima de 10 por mês (p=0,021). A percepção do controle de crises apareceu significantemente associada à QV (p= 0,005).

Vigabatrina aumenta atividade da superóxido dismutase no corpo estriado de ratos após crises convulsivas induzidas pela pilocarpina

Freitas,Rivelilson Mendes de
Fonte: Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2010 PT
Relevância na Pesquisa
36.94%
CONTEXTO: Tem sido sugerido que durante as crises convulsivas induzidas pela pilocarpina pode ser observado aumento no estresse oxidativo cerebral. Estudos sugerem que compostos com atividade antioxidante podem fornecer certo grau de proteção contra a neurotoxicidade induzida pelas crises convulsivas. OBJETIVOS: O presente estudo investigou as ações farmacológicas da vigabatrina nas alterações comportamentais e na atividade enzimática da superóxido dismutase (SOD) no corpo estriado de ratos adultos. MÉTODOS: Ratos Wistar adultos (2 meses de idade) foram usados nos experimentos e divididos em quatro grupos. O primeiro foi tratado com solução salina 0,9% (grupo controle). O segundo grupo foi tratado com pilocarpina (400 mg/kg, i.p., grupo P400). O terceiro grupo foi tratado com vigabatrina (500 mg/kg, i.p., grupo VGB) e o quarto grupo foi tratado com vigabatrina (500 mg/kg, i.p.) e 30 minutos depois com pilocarpina (400 mg/kg, i.p., grupo VGB + P400). Os animais que apresentaram crises convulsivas, estado de mal epiléptico e não morreram durante o período de 24 horas de observação foram sacrificados para dissecação do corpo estriado para realização da determinação da atividade da SOD. RESULTADOS: Os estudos comportamentais revelaram que...

Controle ambiental e crises de asma em domicílios- estudo descritivo em residências de 5 unidades do Programa de Saúde da Família no Território 1 - Camaragibe PE

Maria Ribeiro Costa, Roseane; Stela Santos Magalhães, Nereide (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
PT_BR
Relevância na Pesquisa
36.97%
Realizou-se um estudo transversal, descritivo, exploratório, para avaliar o grau de controle ambiental e crises de asma encontrados em domicílios de crianças e adolescentes, assim como, o conhecimento de mães e agentes comunitários de saúde sobre asma, no município de Camaragibe, localizado na região metropolitana do Recife. Objetivos específicos: 1) Identificar os acessórios presentes no quarto/sala do domicílio que pode3m desencadear crises de asma. 2) Verificar a freqüência de crises de asma entre as crianças e adolescentes estudados, se 1 a 3 ou 4 a mais crises. 3) Verificar presença de sono prejudicado, chiado forte, chiado após exercício físico e tosse seca á noite segundo o ISAAC. 4) Verificar o conhecimento das mães sobre asma 5) Verificar o conhecimento dos agentes comunitários de saúde sobre asma; 6) Comparar o conhecimento das mães e dos agentes comunitários de saúde sobre asma. 7) Comparar o grau de controle ambiental com freqüências de crises de asma. Foram estudados 210 crianças e adolescentes com asma, destes 163(77,6%) pacientes apresentaram de uma a três crises e 47(22,4%) apresentaram de quatro a mais crises de asma. Verificou-se ainda que 51,4% dos pacientes perdem uma ou mais noite de sono durante a crise. Em quase metade das residências estudadas havia umidade e acessórios inadequados no quarto de dormir bem como em 36...

Hemiparesia congênita e adquirida na criança: interrelação entre presença de crises epilépticas, os achados eletrencefalográficos e de neuroimagem por ressonância nuclear magnética

Silva, Ana Maria da Câmara
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde; Ciências da Saúde Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde; Ciências da Saúde
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
36.97%
The purpose of this paper was to study patients with congenital and acquired hemiparesis, their clinical aspects, the presence or not of epileptic seizures, and electroencephalographic (EEG) and Magnetic Resonance Imaging (MRI) findings. We analyzed the interrelation between etiology, the presence and seriousness of epileptic seizures (ES) and the possible causes of refractoriness. This is a prospective study using the clinical diagnosis of a child neurologist, who attested to the presence of unilateral motor lesions. We compared the electroencephalographic findings in patients with or without epileptic seizures, and investigated if among the former, these seizures were controlled or not, their likely etiology and risks of refractoriness. EEG background activity on the lesion and contralateral side was analyzed, in addition to the presence of concomitant epileptiform activity. Encephalon MRIs of all the patients were studied to correlate etiology and the control or not of epileptic seizures. The disorganization of bilateral EEG activity correlated with the difficult-to-control epileptic seizures. Suitably organized background activity contralateral to the lesion is a good prognosis in relation to epileptic seizures. Focal epileptogenic activity does not necessarily predispose to epileptic manifestation. The MRI is more important in determining etiology than in prognosing epileptic seizures. This study used a multidisciplinary approach involving child neurologists...

Ensaios sobre as crises financeiras internacionais: economias avançadas, emergentes e em desenvolvimento

Alves, Thaís Guimarães
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Tese de Doutorado
POR
Relevância na Pesquisa
37.08%
Os três ensaios que compõem esse trabalho têm como objetivo geral analisar teórica e empiricamente as crises financeiras internacionais para economias avançadas, emergentes e em desenvolvimento. Fundamentalmente, cada ensaio tem a sua particularidade. Nestes termos, o Ensaio 1 realiza uma análise dos impactos da crise financeira de 2008 sobre o crescimento econômico para um conjunto de países avançados, economias emergentes e em desenvolvimento a partir da estimação de modelos do tipo cross section com o Método dos Mínimos Quadrados Ordinários (MQO). No segundo ensaio, a preocupação está nos determinantes da probabilidade de ocorrência dos tipos de crises financeiras internacionais no período 1970-2009 para países emergentes selecionados da América Latina (Argentina, Brasil e México) e da região asiática (Filipinas, Indonésia, Malásia e Tailândia) a partir da abordagem metodológica dos modelos com variáveis dependentes binárias do tipo MPL, PROBIT e LOGIT, onde a variável dependente está associada aos tipos de crises financeiras (default externo, endividamento interno, crises bancárias, crises inflacionárias, crises cambiais e crises financeiras internacionais gerais). Por fim, o último ensaio apresenta uma investigação empírica com dados em painel de 1970 a 2009 com modelos do tipo PROBIT e LOGIT no intuito de analisar os principais determinantes da probabilidade de ocorrência das crises financeiras para uma amostra de 118 países avançados...

Integração financeira, fluxos de capitais, taxa de câmbio e crises financeiras nos países em desenvolvimento: teorias e evidências

Baptista, Livia Nalesso
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
36.99%
O objetivo desta dissertação é realizar uma investigação teórica e empírica acerca da relação entre integração financeira, fluxos de capitais e taxa de câmbio, e entre integração financeira, fluxos de capitais e crises financeiras para países em desenvolvimento. A análise da literatura teórica, realizada no Capítulo 1, explicita que não existe consenso quanto à hipótese de que a integração financeira e os fluxos de capitais estimulam o crescimento econômico e a suavização do consumo, mostrando que existem canais por meio dos quais a integração financeira e os fluxos de capitais podem levar a crises financeiras e à apreciação cambial. No Capítulo 2, é feita uma investigação econométrica acerca das relações entre integração financeira, fluxos de capitais e taxa de câmbio, para uma amostra de 63 países em desenvolvimento. Os resultados econométricos não sugerem que há uma relação estatisticamente significativa entre integração financeira e taxa de câmbio e, portanto, não corroboram a hipótese de que a integração financeira cause apreciação cambial. Além disso, os resultados sugerem que os fluxos de capitais causam apreciação cambial, e há evidências de que o efeito dos fluxos de capitais sobre a taxa de câmbio real efetiva dependem do nível de desenvolvimento financeiro...

Gross Capital Flows : Dynamics and Crises

Broner, Fernando; Didier, Tatiana; Erce, Aitor; Schmukler, Sergio L.
Fonte: Banco Mundial Publicador: Banco Mundial
Relevância na Pesquisa
36.94%
This paper analyzes the joint behavior of international capital flows by foreign and domestic agents -- gross capital flows -- over the business cycle and during financial crises. The authors show that gross capital flows are very large and volatile, especially relative to net capital flows. When foreigners invest in a country, domestic agents tend to invest abroad, and vice versa. Gross capital flows are also pro-cyclical, with foreigners investing more in the country and domestic agents investing more abroad during expansions. During crises, especially during severe ones, there is retrenchment, that is, a reduction in both capital inflows by foreigners and capital outflows by domestic agents. This evidence sheds light on the nature of shocks driving capital flows and helps discriminate among existing theories. The findings seem consistent with shocks that affect foreign and domestic agents asymmetrically, such as sovereign risk and asymmetric information.

Default, Currency Crises, and Sovereign Credit Ratings

Reinhart, Carmen M.
Fonte: Washington, DC: World Bank Publicador: Washington, DC: World Bank
Tipo: Journal Article; Publications & Research :: Journal Article; Publications & Research
ENGLISH; EN_US
Relevância na Pesquisa
37.03%
Sovereign credit ratings play an important part in determining countries' access to international capital markets and the terms of that access. In principle, there is no reason to expect that sovereign credit ratings should systematically predict currency crises. In practice, in emerging market economies there is a strong link between currency crises and default. Hence if credit ratings are forward-looking and currency crises in emerging market economies are linked to defaults, it follows that downgrades in credit ratings should systematically precede currency crises. This article presents results suggesting that sovereign credit ratings systematically fail to predict currency crises but do considerably better in predicting defaults. Downgrades in credit ratings usually follow currency crises, possibly suggesting that currency instability increases the risk of default.

The Impact of Financial Crises on Labor Markets, Household Incomes, and Poverty : A Review of Evidence

Fallon, Peter R.; Lucas, Robert E. B.
Fonte: World Bank, Washington, DC Publicador: World Bank, Washington, DC
Tipo: Journal Article; Publications & Research :: Journal Article; Publications & Research :: Journal Article
ENGLISH; EN_US
Relevância na Pesquisa
36.97%
The 1990s have witnessed several financial crises, of which the East Asia and Mexico tequila crises are perhaps the most well-known. What impact have these crises had on labor markets, household incomes, and poverty? Total employment fell by much less than production declines and even increased in some cases. However, these aggregates mask considerable churning in employment across sectors, employment status, and location. Economies that experienced the sharpest currency depreciations suffered the deepest cuts in real wages, though deeper cuts in real wages relative to Gross Domestic Product (GDP) were associated with smaller rises in unemployment. To some extent, families smoothed their incomes through increased labor force participation and private transfers, though the limited evidence available suggests that wealthier families were better able to smooth consumption. The initial impact of the crises was on the urban corporate sector, but rural households were affected as well and in some instances suffered deeper losses than did urban families. School enrollment declined...

Gestão de crises operacionais em setores regulamentados; Operational crisis management in regulated sectors

Imai, Thiago Hiromu
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 30/09/2015 PT
Relevância na Pesquisa
37.04%
O objetivo desta dissertação é compreender a ocorrência de alteração de orientação da operação pós crise operacional (de reativa a proativa). A literatura trata as crises apenas como financeiras ou de relações públicas e não recorre ao termo \"crise operacional\". Por outro lado, junta inapropriadamente as crises operacionais e os desastres envolvendo perda de vidas humanas. Tampouco mostra o lado operacional da solução das crises. Crise operacional foi aqui definida como uma condição abrupta de baixa probabilidade que emerge inesperadamente da deterioração do desempenho operacional (qualidade, rapidez, confiabilidade, flexibilidade ou custo) e conduz a grande impacto negativo ou até a paralisação das principais operações da organização, sem a perda de vidas humanas. A crise operacional pode ser causada por pessoas, sistemas tecnológicos, políticas ou condições econômicas em condição de grande ambiguidade. Ela nasce ao final de dois processos paralelos e acumulativos de imperfeições organizacionais e descontrole gerencial, e requer decisões rápidas. Para analisar as crises operacionais, elaborou-se um novo modelo teórico integrado em fases: \"processo de uma crise\", \"resolução da crise\" e \"aprendizado pós-crise\"...

Resenha crítica - a literatura convencional sobre crises financeiras nos países "emergentes": os modelos desenvolvidos nos anos 90

Prates, Daniela Magalhães
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/06/2005 POR
Relevância na Pesquisa
36.97%
In the 90s, the succession of financial crises in the so called "emergent countries", with characteristics that haven't been considered by the first-generation models of exchange crises developed in the 80s, was followed by the emergency of new models of exchange crisis. The purpose of this article is to present these models, which have introduced in their analytical framework new elements, how the self-fulfilling expectations and the volatility of the capital flows. Firstly, we analyze the models developed after the Mexican crise, which have followed the tradition of the second-generation models that emerged after the European monetary system crise. Secondly, we examine the models developed after the Asian crise, labeled "third generation models", in which the exchange crise is intrinsically linked with a banking crise. We end up with some final considerations.; As sucessivas crises financeiras dos países "emergentes", na segunda metade dos anos 90, despertaram o interesse dos economistas do mainstream, uma vez que os modelos de crises cambiais de primeira geração, desenvolvidos nos anos 80, revelaram-se insuficientes para a compreensão destes eventos. Nesse contexto, foram desenvolvidos novos modelos que incorporaram, como condicionantes destas crises...

Crises gêmeas nos mercados emergentes: América Latina x Leste Asiático; Crises gêmeas nos mercados emergentes: América Latina x Leste Asiático

Moreira, Tito Belchior Silva; Pinto, Maurício Barata de Paula; Souza, Geraldo da Silva e
Fonte: Nova Economia; Nova Economia Publicador: Nova Economia; Nova Economia
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 02/06/2009 POR
Relevância na Pesquisa
37.07%
Este artigo utiliza um índice de crise com base em uma média das variações de indicadores de crises cambiais e financeiras, denominadas crises gêmeas, ajustando-os para que tenham a mesma volatilidade. Pretende-se mensurar o grau de vulnerabilidade às crises gêmeas de um conjunto de 19 países no contexto da crise do Leste Asiático. Com base no índice de crise referente a dados de 1996, pode-se ordenar e identificar as economias mais vulneráveis às crises gêmeas no ano anterior a sua deflagração. Os países do Leste Asiático foram identificados como os mais propensos às crises gêmeas, ao contrario dos países latino-americanos.; This article uses a crisis index based on an average of the variations in currency and financial crises indicators, referred to as “twin crises ”, adjusting them to the same volatility. Thus, the objective is to measure the degree of vulnerability to twin crises within a group of 19 countries in the context of the East Asian crisis. Based on the crisis index regarding data from 1996, the most vulnerable countries of the twin crises can be ordered and identified a year before the onset of the crises. East Asian countries, in contrast with Latin American countries, were identified as the most vulnerable to twin crises.