Página 1 dos resultados de 1126 itens digitais encontrados em 0.011 segundos

Impacto das doenças e desordens bucais na qualidade de vida relacionada à saúde bucal de crianças pré-escolares e de seus pais; Impact of oral diseases and disorders on oral health-related quality of life of preschool children and their parents

Alvarez, Jenny Haydee Abanto
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 19/11/2009 PT
Relevância na Pesquisa
96.3%
A presença de doenças e desordens bucais pode produzir um impacto na qualidade de vida de crianças pré-escolares e de seus pais, influenciando na saúde oral e bem-estar geral destas pessoas. Além disso, os fatores socioeconômicos podem confundir esta associação e, no entanto, isso ainda não tem sido testado nesta idade. O objetivo deste estudo foi avaliar o impacto da Cárie Precoce na Infância (CPI), Traumatismos Dentários (TD) e Tipos de Maloclusão Anterior (TMA) na Qualidade de Vida Relacionada à Saúde Bucal (QVRSB) de crianças entre 2 e 5 anos de idade e de seus pais, ajustados por fatores socioeconômicos, bem como, avaliar a presença destas condições clínicas bucais em associação a estes mesmos fatores. Pais de 260 crianças responderam ao Early Childhood Oral Health Impact Scale (ECOHIS) (06 domínios) sobre suas percepções em relação à QVRSB de seus filhos e suas condições socioeconômicas. Dois examinadores calibrados (Kappa=0,8 para CPI; 0,9 para TD e 1,0 para TMA) avaliaram a gravidade da CPI através do índice ceo-d (WHO, 1997) e as crianças foram categorizadas em: 0=livres de cárie; 1-5 =baixa gravidade; 6=alta gravidade. Os TD foram avaliados de acordo com a Classificação de Andreasen e Andreasen (1994) e as maloclusões de acordo com a presença de dois TMA...

Avaliação da atividade de lesões de cárie em levantamentos epidemiológicos com crianças pré-escolares; Dental caries activity assessment in oral health epidemiological survey with preschool children

Piovesan, Chaiana
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 05/02/2013 PT
Relevância na Pesquisa
86.22%
O objetivo do presente estudo foi avaliar a magnitude da redução nos parâmetros de cárie após a inclusão da avaliação da atividade e investigar a associação dos fatores socioeconômicos e biológicos com o status de atividade das lesões de cárie em pré-escolares brasileiros. A pesquisa foi realizada em Santa Maria, Brasil, durante a Campanha Nacional de Multivacinação Infantil, e 639 crianças com idade entre 12 meses e 59 meses foram incluídas. Quinze examinadores avaliaram as crianças utilizando o International Caries Detection and Assessment System (ICDAS) e um critério adicional para avaliação da atividade das lesões. Um questionário estruturado foi aplicado aos responsáveis da criança para coletar informações relacionadas às características demográficas, socioeconômicas e biológicas. A média de dentes e superfícies cariadas e a prevalência de cárie foram calculadas inicialmente nos diferentes pontos de corte do ICDAS. A avaliação da atividade foi realizada, e as lesões inativas foram consideradas como hígidas na segunda análise. Posteriormente, os mesmos parâmetros de cárie, nos mesmos pontos de corte do ICDAS, foram recalculados. A redução nos parâmetros de cárie após a inclusão da atividade e o número de crianças que precisavam ser avaliadas com a finalidade de mudar sua classificação de cariada para hígida foram também calculados. Além disso...

Screening visual em crianças pré-escolares utilizando o PhotoScreenerTM

Lavezzo, Marcelo Mendes; Sousa, Roberta Lilian Fernandes de; Kanamura, Mayumi Shirota; Schellini, Silvana Artioli; Padovani, Carlos Roberto
Fonte: Conselho Brasileiro de Oftalmologia Publicador: Conselho Brasileiro de Oftalmologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 52-56
POR
Relevância na Pesquisa
86.3%
OBJETIVO: O objetivo geral foi detectar fatores ambliopigênicos em uma população de pré-escolares, utilizando exames refratométricos e o PhotoScreenerTM (PS) e o objetivo específico foi verificar se a avaliação feita com o PS é útil como método de triagem em campanhas de prevenção de ambliopia em crianças. MÉTODOS: Foi realizado um estudo observacional, prospectivo, de janeiro a dezembro de 2007, avaliando-se 227 crianças pré-escolares, com o intuito de detectar, através da aplicação de um questionário, exames refratométricos e fotografias utilizando o PS, a presença de fatores causadores de ambliopia na população de estudo. Todas as crianças foram avaliadas pelo PS. em seguida, todas as crianças foram submetidas à cicloplegia , sendo avaliadas usando refrator automático Shin Nippon®. As crianças detectadas como portadoras de problemas oculares receberam prescrição óptica, segundo os critérios: hipermetropia maior que +1,50 D, miopia maior que -1,00 D e astigmatismo maior que 1,00 D. Analisaram-se os dados através do teste de concordância de Goodman, estatística descritiva e estudo da especificidade e sensibilidade ao emprego do PS, comparando os resultados com ele obtidos, com os resultados dos outros métodos de avaliação oftalmológica. RESULTADOS: A distribuição entre os sexos foi semelhante...

Avaliação do estado nutricional e do crescimento de pre-escolares da rede publica de ensino de Campinas; Evaluation of the nutritional status of the preschool of the public schools of Campinas, SP, Brazil

Leonidia Leite Rosa
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 07/08/2007 PT
Relevância na Pesquisa
76.36%
O processo de transição nutricional, embora atingindo o conjunto da população, diferencia-se em momentos e em intensidade conforme o segmento socioeconômico considerado. Nas últimas décadas houve aumento significativo da prevalência da obesidade nos paises desenvolvidos e vem crescendo também naqueles em desenvolvimento, tornando-se um dos principais problemas de saúde pública. Assim, o objetivo deste estudo foi avaliar o perfil do estado nutricional e de crescimento de crianças de dois a seis anos de idade (pré-escolares), matriculadas na rede pública do ensino fundamental na cidade de Campinas. Foi realizado um estudo transversal envolvendo 2003 crianças com idades entre dois e seis anos, matriculadas em 17 escolas da rede pública de Campinas-SP. Dos avaliados, 50,3% (n=1007) eram do sexo masculino. Peso, estatura, perímetro braquial (PB), prega cutânea tricipital (PCT) e prega cutânea subescapular (PCSE) foram avaliados. O estado nutricional foi classificado conforme proposta do CDC (2000). Percentual de gordura corporal (%GC) foi determinado pelas equações propostas por SLAUGHTER et al. (1988). Área Muscular do Braço (AMB), Circunferência Muscular do Braço (CMB) e Área Adiposa do Braço (AAB) foram classificadas conforme dados publicados por FRISANCHO (1981)...

Um estudo sobre crianças pré-escolares socialmente competentes e crianças pré-escolares com comportamento exteriorizados no contexto familiar

Szelbracikowski, Adriane Corrêa
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Tese
POR
Relevância na Pesquisa
76.36%
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Instituto de Psicologia, Departamento de Psicologia Escolar e do Desenvolvimento, 2009.; A necessidade de focalizar aspectos do desenvolvimento cognitivo, do estresse parental e do funcionamento familiar, em pesquisas a respeito do ajustamento social da criança préescolar, é enfatizada na literatura sobre competência social e comportamentos exteriorizados. Portanto, este estudo teve como objetivos descrever e comparar: (a) características cognitivas, emocionais, sociais e de comportamento do grupo de crianças socialmente competentes (Grupo A) e do grupo de crianças com comportamentos exteriorizados (Grupo B); as expectativas dos genitores quanto ao rendimento acadêmico de seus filhos e aspectos do desenvolvimento motor, de linguagem e social, relatados pela mãe e pelo pai; (b) o microssistema familiar dessas crianças, com base na percepção dos genitores, destacando os modos de vida, os principais eventos, o funcionamento familiar e o estresse parental. Participaram deste estudo 32 crianças pré-escolares e suas famílias, sendo: 20 famílias do Tipo 1 (ambos os genitores coabitavam com a criança) e 12 do Tipo 2 (apenas um genitor coabitava com a criança). As crianças foram classificadas por suas professoras como socialmente competentes (n=18) e com comportamentos exteriorizados (n=14). A coleta de dados foi efetuada em duas etapas...

Potenciar a consciência fonológica de crianças pré-escolares em contexto naturalístico

Matias, Ana Cristina Lage
Fonte: Instituto Politécnico de Lisboa Publicador: Instituto Politécnico de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /12/2013 POR
Relevância na Pesquisa
96.26%
Dissertação apresentada à Escola Superior de Educação de Lisboa para obtenção de grau de mestre em Ciências da Educação Especialidade Intervenção Precoce; Este estudo de intervenção tem como objetivo avaliar o efeito de um programa de estimulação da Consciência Fonológica no desenvolvimento metalinguístico de crianças pré-escolares. Este programa, desenhado pela investigadora, foi desenvolvido em contexto naturalístico, nas salas de atividades, pelas educadoras de infância. Os programas de intervenção em Consciência Fonológica devem ser implementados precocemente, tal como é sugerido por Capovilla e Capovilla (2000), Fernandes (2004) e Nunes (2009), dado que nesta faixa etária as crianças apresentam uma grande sensibilidade à estrutura sonora das palavras. É igualmente salientada a influência significativa na futura aprendizagem da leitura e da escrita (Silva, 2003; Lopes, 2006). Os participantes foram 60 crianças de quatro e cinco anos de idade, a frequentar um estabelecimento de ensino pré-escolar da rede pública, divididos em duas condições experimentais: a) Grupo Experimental (sujeito a um programa de estimulação em atividades de consciência fonológica; b) Grupo de Controlo (sem nenhuma intervenção). A consciência fonológica foi medida...

Hábitos de sucção não nutritiva em crianças pré-escolares

Santos,Shirley A. dos; Holanda,Ana Larissa F. de; Sena,Marina F. de; Gondim,Líbia A. M.; Ferreira,Maria Ângela F.
Fonte: Sociedade Brasileira de Pediatria Publicador: Sociedade Brasileira de Pediatria
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2009 PT
Relevância na Pesquisa
96.29%
OBJETIVO: Verificar a prevalência e os fatores associados aos hábitos de sucção não nutritiva em crianças pré-escolares matriculadas em creches e pré-escolas de Natal (RN). MÉTODOS: Foi conduzido um estudo transversal com 1.190 crianças de ambos os sexos na faixa etária de 3 a 5 anos, matriculadas em creches e pré-escolas de Natal. Não foram incluídas no estudo crianças com fendas labiopalatinas, desordens temporomandibulares, ou aquelas submetidas a tratamento ortodôntico e/ou ortopédico; também não fizeram parte da amostra instituições de ensino especializadas em crianças portadoras de deficiência. Utilizou-se um questionário estruturado, respondido pelos pais ou responsável, com dados sobre a instituição, sexo e idade das crianças, escolaridade dos pais e questões relacionadas aos hábitos. A análise dos dados foi realizada através do teste do qui-quadrado e a regressão logística. RESULTADOS: Obteve-se prevalência de 40,2% de hábitos de sucção não nutritiva, dos quais 27,7% eram de sucção de chupeta e 12,5% de dedo. Os hábitos de sucção apresentaram maior percentual para o sexo feminino, destacando-se a sucção de dedo (p = 0,02); em crianças com menos idade destacou-se a sucção de chupeta (p = 0...

Significando a morte, através de redes sociais, em um contexto de vulnerabilidade social: um estudo com crianças pré-escolares, seus pais e professores

Jucá,Vládia Jamile dos Santos; Silva,Ana Carla Nunes da; Passos,Cecília Mello; Castro,Gabriela Alves de; Melo,Geisa Bastos; Tortorella,Isabele; Sena,Isael de Jesus; Souza,Juliana da Arcela de; Oliveira,Laís; Lima,Poliane; Sampaio,Renata Oliveira; Reis
Fonte: Associação Brasileira de Psicologia Social Publicador: Associação Brasileira de Psicologia Social
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2007 PT
Relevância na Pesquisa
96.23%
O presente artigo resulta de uma pesquisa realizada durante 2004, em um bairro popular de Salvador, com o objetivo de compreender os processos de significação da morte, apresentados por um grupo de crianças pré-escolares, que se encontravam em uma situação de vulnerabilidade social. O intuito primordial não foi descrever tais significados, mas compreender como o contexto vivenciado, intermediado pelas relações com pais e outros educadores, promoviam o surgimento de determinadas falas e comportamentos por parte das crianças. No contexto investigado, as crianças se encontravam expostas a mortes decorrentes de conflitos relacionados ao tráfico de drogas. Para atingir tal objetivo, foi desenvolvido um estudo exploratório, em uma creche, na qual entrevistamos doze crianças, nove dos seus responsáveis e quatro educadores. Os instrumentos foram adequados de acordo com cada um dos grupos. Como resultado do estudo, observamos que, apesar das crianças conviverem com situações de violência e morte, os pais encontram grandes dificuldades em abordarem o tema com as mesmas que não obstante trazem, principalmente para a escola, através da fala e das brincadeiras, as experiências vividas em sua comunidade.

A sensibilidade ao contraste em crianças pré-escolares para padrões distintos

França,Valtenice de Cássia Rodrigues de Matos; Santos,Natanael Antonio dos
Fonte: Universidade de São Paulo, Faculdade de Filosofia Ciências e Letras de Ribeirão Preto Publicador: Universidade de São Paulo, Faculdade de Filosofia Ciências e Letras de Ribeirão Preto
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2006 PT
Relevância na Pesquisa
96.27%
Em termos gerais, a FSC tem sido usada para caracterizar o desenvolvimento da percepção visual da forma de crianças. O objetivo do presente estudo foi mensurar e comparar curvas de sensibilidade ao contraste para estímulos radiais (FSCr) e grades senoidais (FSC) em crianças pré-escolares com o método psicofísico da escolha forçada- senoidais de 0,25; 0,5; 1 e 2 cpg em crianças pré-escolares (4 e 5 anos) e adultos jovens com o método psicofísico da escolha forçada. Participaram 15 voluntários com a acuidade visual normal ou corrigida distribuídos igualmente nas três faixas etárias. Os resultados mostraram que a sensibilidade melhora com o desenvolvimento e que a sensibilidade de todos os participantes foi maior para as grades senoidais do que para as freqüências radiais. Estes resultados sugerem que os estímulos radiais e as grades senoidais são processados por áreas visuais diferentes.

Crianças pré-escolares e suas concepções de família

Dessen,Maria Auxiliadora; Ramos,Patrícia Cristina Campos
Fonte: Universidade de São Paulo, Faculdade de Filosofia Ciências e Letras de Ribeirão Preto Publicador: Universidade de São Paulo, Faculdade de Filosofia Ciências e Letras de Ribeirão Preto
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2010 PT
Relevância na Pesquisa
86.22%
Para compreender o desenvolvimento e a diversidade da família contemporânea, faz-se necessário conhecer as concepções de família na perspectiva de crianças pré-escolares. Participaram deste estudo 33 crianças com idades de três, quatro e cinco anos: 15 do Grupo A (ambos os genitores com ocupação remunerada) e 18 do Grupo B (apenas o pai com ocupação remunerada). Os participantes foram entrevistados sobre suas concepções de família e referiram-se à composição familiar, à coabitação e ao cumprimento das funções de provedora, cuidadora e socializadora. As crianças consideraram como parte da composição da família: o núcleo familiar, membros da família extensa, padrinhos, amigos e animais de estimação. Porém, houve maior ênfase à função socializadora no Grupo B do que no Grupo A e as definições foram mais abstratas e complexas entre crianças de cinco anos. Os dados indicam que as concepções das crianças sobre os atuais modos de vida das famílias precisam ser investigadas em uma perspectiva longitudinal e transcultural.

Transtornos de linguagem oral em crianças pré-escolares com epilepsia: screening fonoaudiológico

Melo,Patrícia Danielle Falcão; Melo,Áurea Nogueira de; Maia,Eulália Maria Chaves
Fonte: Pró-Fono Produtos Especializados para Fonoaudiologia Ltda. Publicador: Pró-Fono Produtos Especializados para Fonoaudiologia Ltda.
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2010 PT
Relevância na Pesquisa
86.32%
TEMA: transtornos de linguagem oral e epilepsia em pré-escolares. OBJETIVO: verificar a ocorrência de alterações de linguagem oral em pré-escolares com epilepsia atendidos no Setor de Neurologia Infantil de um hospital universitário. MÉTODO: estudo prospectivo realizado com 30 crianças com epilepsia, submetidas à avaliação fonoaudiológica de linguagem oral. Critérios de inclusão: diagnóstico inequívoco de epilepsia segundo a definição da ILAE (2005)12; idade de 3 aos 6 anos; padrão neurológico e desenvolvimento neuropsicomotor normais. Exclusão: diagnóstico de epilepsia duvidoso; padrão neurológico e desenvolvimento neuropsicomotor alterados; crianças com patologias pediátricas associadas. Variáveis analisadas: sexo, idade da primeira crise epiléptica, tipo de crise epiléptica e regime de tratamento. Determinou-se OR (razão de chances), adotando-se < 0,05. RESULTADOS: 18 (60%) crianças com epilepsia apresentaram alterações de linguagem oral e, 12 (40%), linguagem oral dentro dos padrões de normalidade. Em relação às alterações, 12 (67%) apresentaram transtorno de linguagem e 6 (33%) apresentaram desvio fonológico. Crianças do sexo masculino (OR = 2,03) e as com crise epiléptica do tipo parcial (OR = 2...

Afetividade, conflito familiar e problemas de comportamento em pré-escolares de famílias de baixa renda: visão de mães e professoras

Rohenkohl,Lia Mara Inês Albertoni; Castro,Elisa Kern de
Fonte: Conselho Federal de Psicologia Publicador: Conselho Federal de Psicologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2012 PT
Relevância na Pesquisa
86.23%
A família é considerada um sistema social essencial na transmissão de crenças, ideias, conceitos e significados sociais, e influencia o comportamento das crianças. As relações afetivas estabelecidas na família constituem um dos fatores determinantes para o desenvolvimento emocional da criança. O objetivo deste estudo foi examinar o nível de afetividade e conflito em famílias de baixa renda e sua relação com os problemas de comportamento de crianças pré-escolares, a partir da visão das mães e das professoras. Participaram do estudo 59 mães de crianças em idade pré-escolar e suas respectivas professoras (10), que responderam a instrumentos sobre afetividade e conflito familiar e de problemas de comportamento infantil. Os dados revelaram a relação entre afetividade e conflito dos cônjuges e comportamento infantil. Quanto maior o grau de conflito entre os pais, maiores foram os problemas de comportamento das crianças, independentemente da configuração familiar.

Prevalência de hipermobilidade articular em crianças pré-escolares

Neves,Jessica Caroliny de Jesus; Cibinello,Fabíola Unbehaun; Vitor,Leonardo George Vitorio; Beckner,Débora; Siqueira,Claudia Patrícia Cardoso Martins; Fujisawa,Dirce Shizuko
Fonte: Universidade de São Paulo Publicador: Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2013 PT
Relevância na Pesquisa
96.32%
A hipermobilidade articular é a capacidade de realizar movimentos em amplitudes maiores que a normal. O presente estudo teve como objetivo estabelecer a prevalência de hipermobilidade articular em crianças pré-escolares da Rede Municipal de Educação de Londrina/PR. O estudo foi do tipo transversal com amostra constituída de 366 crianças, de 5 e 6 anos de idade. Verificou-se que, das crianças pré-escolares avaliadas, 198 (54,1%) apresentaram hipermobilidade articular, sendo 96 (59,6%) do sexo feminino e 102 (49,8%) do masculino. A hipermobilidade articular foi encontrada com maior frequência nas articulações de cotovelo e joelho, onde ocorreu a hiperextensão. Não houve diferença estatisticamente significante entre os grupos masculino e feminino em relação à hipermobilidade articular (χ²=3,539, p=0,072). Pode-se concluir que a hipermobilidade articular nas crianças pré-escolares foi achado comum, compatível com a faixa etária da população avaliada no estudo.

Má oclusão e qualidade de vida em crianças pré-escolares; Malocclusion and quality of life in preschool children

Faria Júnior, Márcio Alexandre Homem de
Fonte: UFVJM Publicador: UFVJM
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
96.33%
ABSTRACT Objective: To develop and assess the validity of a specific instrument to measure the impact of malocclusions on OHRQoL, the Malocclusion Impact Scale for Early Childhood (MIS-EC), trough the report of parents or caregivers of preschool children. Methods: The elaboration of MIS-EC was split in two stages: development and testing. In the development stage fifteen researchers, thirty parents/caregivers of children with malocclusion and thirty parents/caregivers of children without malocclusion evaluated the relevance of each question from a from a pool of 22 pre-selected items. To identify the most important questions for the composition of the final instrument, the standardized scores were obtained for each item. The MIS-EC was then administered to a sample of 230 parents to evaluate the discriminant validity (Poisson regression), convergent validity (Spearman’s correlation) and internal consistency (using Cronbach’s alpha). The analysis of test-retest reliability was performed on a sample of 20 parents using the weighted kappa for ordinal variables, and intraclass correlation coefficient (ICC) for scores of sections (child and family) and for the total score of the MIS-EC. Results: MIS-EC scores (total score, child’s section score and family’s section score) were statistically significant in assessing the child’s overall oral health and general well-being. Children with malocclusion had 5.68 times higher prevalence of MIS-EC ≥ 1 than children without malocclusion...

Saúde bucal e qualidade de vida de crianças pré-escolares residentes de áreas urbanas e rurais: estudo comparativo; Oral health and quality of life of preschool children living in rural and urban areas: a comparative study

Martins Júnior, Paulo Antônio
Fonte: UFVJM Publicador: UFVJM
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
96.4%
ABSTRACT Poor oral health can affect aspects of children's daily lives, such as the ability to chew, sleep, school performance, social interaction, self-esteem as well as weight and growth. However, there is little evidence about the influence of oral health problems on biopsychosocial well-being of preschool children and their families, especially comparing those living in urban and rural areas. The aim of this study was to assess the determinants of oral health-related quality of life (OHRQoL) of preschool children and their families living in urban and rural areas of extreme poverty. A cross-sectional study was conducted with 391 children between two and five years of age, from urban and rural areas in Diamantina/MG randomly selected during the National Immunization Campaign. The children's parents answered the Brazilian version of the Early Childhood Oral Health Impact Scale (B-ECOHIS) and provided socioeconomic data. Clinical examination of the children was conducted to assess dental caries, developmental defects of enamel, dental fluorosis, injury or damage to the oral mucosa and malocclusion. Statistical analysis involved descriptive analysis, Mann-Whitney test, chi-square test and multiple linear regression. Significance level was set at 5%. The mean ECOHIS total scores for each oral condition were: dental caries 4.52 (SD = 6.84)...

Hábitos de sucção não nutritiva em crianças pré-escolares; Nonnutritive sucking habits among preschool-aged children

SANTOS, Shirley A. dos; HOLANDA, Ana Larissa F. de; SENA, Marina F. de; GONDIM, Líbia A. M.; FERREIRA, Maria Ângela F.
Fonte: Sociedade Brasileira de Pediatria Publicador: Sociedade Brasileira de Pediatria
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
96.29%
OBJETIVO: Verificar a prevalência e os fatores associados aos hábitos de sucção não nutritiva em crianças pré-escolares matriculadas em creches e pré-escolas de Natal (RN). MÉTODOS: Foi conduzido um estudo transversal com 1.190 crianças de ambos os sexos na faixa etária de 3 a 5 anos, matriculadas em creches e pré-escolas de Natal. Não foram incluídas no estudo crianças com fendas labiopalatinas, desordens temporomandibulares, ou aquelas submetidas a tratamento ortodôntico e/ou ortopédico; também não fizeram parte da amostra instituições de ensino especializadas em crianças portadoras de deficiência. Utilizou-se um questionário estruturado, respondido pelos pais ou responsável, com dados sobre a instituição, sexo e idade das crianças, escolaridade dos pais e questões relacionadas aos hábitos. A análise dos dados foi realizada através do teste do qui-quadrado e a regressão logística. RESULTADOS: Obteve-se prevalência de 40,2% de hábitos de sucção não nutritiva, dos quais 27,7% eram de sucção de chupeta e 12,5% de dedo. Os hábitos de sucção apresentaram maior percentual para o sexo feminino, destacando-se a sucção de dedo (p = 0,02); em crianças com menos idade destacou-se a sucção de chupeta (p = 0...

Preschool children and their family conceptions; Crianças pré-escolares e suas concepções de família; Niños de edad preescolar y sus concepciones de la familia

Dessen, Maria Auxiliadora; Ramos, Patrícia Cristina Campos
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/12/2010 POR
Relevância na Pesquisa
86.22%
Para compreender o desenvolvimento e a diversidade da família contemporânea, faz-se necessário conhecer as concepções de família na perspectiva de crianças pré-escolares. Participaram deste estudo 33 crianças com idades de três, quatro e cinco anos: 15 do Grupo A (ambos os genitores com ocupação remunerada) e 18 do Grupo B (apenas o pai com ocupação remunerada). Os participantes foram entrevistados sobre suas concepções de família e referiram-se à composição familiar, à coabitação e ao cumprimento das funções de provedora, cuidadora e socializadora. As crianças consideraram como parte da composição da família: o núcleo familiar, membros da família extensa, padrinhos, amigos e animais de estimação. Porém, houve maior ênfase à função socializadora no Grupo B do que no Grupo A e as definições foram mais abstratas e complexas entre crianças de cinco anos. Os dados indicam que as concepções das crianças sobre os atuais modos de vida das famílias precisam ser investigadas em uma perspectiva longitudinal e transcultural.; Para comprender el desarrollo y la diversidad de la familia contemporánea, es necesario conocer las concepciones de los niños. En esta investigación participaron 33 niños de edad preescolar (3...

A sensibilidade ao contraste em crianças pré-escolares para padrões distintos; The contrast sensitivity to distincts patterns in pre-school children

França, Valtenice de Cássia Rodrigues de Matos; Santos, Natanael Antonio dos
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/08/2006 POR
Relevância na Pesquisa
96.29%
In general the FSC is used to characterise the development of the visual perception of material by children. The aim of the present work was to mensure and compare contrast the sensitivity curves to differ then of the radical stimuly (FSCr) and sine-wave gratings (FSC) in pré-school children, usind the psychophysical method of choice-forced for radial and sine-wave gratings stimuli of 0.25; 0.5; 1 and 2 cpd in 4-5 yearold preschool children and young adults using the psychophysical forced-choice staircase method. Fifteen volunteers with corrected-to-normal visual acuity, five in each age range, participated in the experiments. The results showed that the sensitivity improves with the development and that in for all participants the sensitivity was higher for sine-wave gratings than the radial frequencies. These results suggest that the radial and the sine-wave gratings stimuli are processed by different visual areas.; Em termos gerais, a FSC tem sido usada para caracterizar o desenvolvimento da percepção visual da forma de crianças. O objetivo do presente estudo foi mensurar e comparar curvas de sensibilidade ao contraste para estímulos radiais (FSCr) e grades senoidais (FSC) em crianças pré-escolares com o método psicofísico da escolha forçada- senoidais de 0...

Influence of number of days and valid hours using accelerometry on the estimates of physical activity level in preschool children from Recife, Pernambuco, Brazil; Influência do número de dias e de horas válidas de uso do acelerômetro na estimativa do nível de atividade física em pré-escolares de Recife, Pernambuco, Brasil

Lima, Rodrigo Antunes; University of Pernambuco. Recife, PE, Brazil.; Barros, Simone Storino Honda; University of Pernambuco. Recife, PE, Brazil.; Cardoso Júnior, Crivaldo Gomes; University of Pernambuco. Recife, PE, Brazil.; Silva, Gustavo; University o
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina. Florianópolis, SC. Brasil Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina. Florianópolis, SC. Brasil
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; "Avaliado por Pares",; Original paper; Avaliado por Pares; Artigos Originais Formato: application/pdf
Publicado em 28/01/2014 ENG
Relevância na Pesquisa
86.22%
DOI: http://dx.doi.org/10.5007/1980-0037.2014v16n2p171 A few studies have proposed the number of hours/day and the number of days of monitoring that should be completed to obtain good quality accelerometry data for preschool children. The aim of this study was to analyze how the estimates of physical activity levels and sample profiles (demographic and anthropometric data) vary according the use of different criteria to define valid monitoring periods. Children (n=180) aged three to five years were randomly selected among participants from a longitudinal study performed in Recife, Brazil. Children wore a GT1M Actigraph accelerometer on the right waist during a period of seven days, including the weekend days, using 15 s epochs. A total of 176 children were included in the study (52.8% boys; mean age of 4.3 years [s=0.8]). Using the criterion of 10+ hours/day of wearing time to define a valid monitoring day, 67.0% (n=118) and 36.9% (n=65) of the children showed 3+ and 5+ valid days, respectively. When the criterion of 5+ hours/day was used, the time spent in moderate activity was approximately 10 minutes shorter than when the criterion of 10+ hours/day was used. The criterion of 10+ hours/day for defining a valid monitoring day leads to a sample size reduction and the criterion of 5+ hours/day underestimates the moderate activity level.; DOI: http://dx.doi.org/10.5007/1980-0037.2014v16n2p171 Poucos estudos têm pesquisado acerca do número de horas/dia e o número de dias de monitoramento que devem ser completados para se obter boa qualidade de dados por meio do uso de acelerômetros para crianças pré-escolares. O objetivo deste estudo foi analisar a influencia em se usar diferentes critérios para definir períodos de monitoramento válido na estimativa nos níveis de atividade física e no perfil da amostra. Crianças (n=180) com idade de três a cinco anos foram randomicamente selecionadas entre as participantes de um estudo longitudinal realizado em Recife...

FATORES SOCIOCULTURAIS, CRESCIMENTO E ATIVIDADE MOTORA EM CRIANÇAS PRÉ-ESCOLARES DE ILHABELA

Prado, Juliana Martuscelli da Silva
Fonte: Conexões Publicador: Conexões
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf
Publicado em 23/09/2008 POR
Relevância na Pesquisa
96.25%
Este estudo considera a associação dos fatores socioeconômicos com indicadores de crescimento e performance motora em crianças pré-escolares de Ilhabela. Análise de variância do procedimento GLM/SAS foi utilizada para comparação dos grupos. A escolaridade dos pais, renda familiar e tamanho da família foram significativamente relacionadas com a ingesta de nutrientes e com algumas variáveis de performance e antropometria. Os resultados de crescimento e performance motora nos dois anos foram semelhantes sugerindo uma pequena variação na população. Palavras-Chave: Crescimento; Atividade motora; Crianças Pré-escolares; Fatores socioculturais.