Página 1 dos resultados de 925 itens digitais encontrados em 0.057 segundos

Condições de vida de crianças e jovens que vivem em unidades de abrigo

Sartorelli, Jeisa Benevenuti
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 1 v.| grafs., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
55.87%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em Psicologia.; A sociedade precisa conhecer como são realizados os cuidados de crianças e adolescentes que vivem em unidades de abrigo. Quando inseridas nessas instituições, crianças e jovens passam a ter por elas norteadas suas relações. Sendo assim, é fundamental que todos os recursos utilizados pela instituição sejam concebidos, realizados e administrados, em função das necessidades da população, produzindo os benefícios para os quais a instituição foi criada. Do ponto de vista da organização, nesse caso unidades de abrigo, os investimentos realizados na estrutura e processos organizacionais que permeiam os procedimentos de atendimento de crianças e jovens, refletem diretamente nas condições de trabalho dos colaboradores e nas condições de vida dessa população. É preciso identificar quais ações precisam ser realizadas para garantir um equilíbrio entre as necessidades básicas das crianças e adolescentes e o ambiente que lhes é oferecido. O encaminhamento para unidades de abrigo, em muitas dessas situações é a única medida de proteção existente e talvez possam...

Filosofia com crianças e jovens : ma proposta de educação do pensar como um lugar-comum

Assunção, Susana
Fonte: Porto : [Edição do Autor] Publicador: Porto : [Edição do Autor]
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
65.96%
A Educação actual tem sido alvo de várias controvérsias. Esta demonstra-se, muitas vezes, insuficiente quando se trata de formar cidadãos mais críticos, mais criativos e tolerantes. E ao seguir um modelo de Educação que se revela autoritário e de alguma forma alienado, em nada contribuirá para uma mudança, tão urgente, como a de levar os alunos a pensar livre e autonomamente, tomando-se cidadãos mais conscientes. O pensar faz parte da natureza do Homem, porém, este necessita de ser cultivado, caso contrario deixará, tal como se de um músculo se tratasse, de funcionar. Através do exercício do pensar e da lógica torna-se igualmente possível reflectir acerca da vida e do Mundo. Os valores merecem equitativamente um lugar de destaque, na medida em que tendem a desvanecer-se dentro da sociedade actual. São estes os principais aspectos que nos permitem propor um modelo de Educação com o principal objectivo de levar os alunos e a própria sociedade a perceberem qual o caminho que os levará a serem pessoas mais justas, mais responsáveis e mais conscientes do que é viver em democracia. O objectivo deste relatório de investigação-acção é o de propor uma nova forma de Educação, baseada na metodologia desenvolvida pelo filósofo Matthew Lipman...

Filosofia com crianças e jovens: a comunidade de investigação: 1º ciclo do EB

Fonseca, Maria Emília Gonçalves Daniel Morais da
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
56.03%
Todo o ser humano revela espanto e perplexidade perante alguns fenómenos da Natureza. O espanto e a interrogação não são atributos de um sábio ou filósofo. O levantar questões está presente em todos nós e em todas as idades. Vamos, então, provocar a capacidade de questionamento, de indagação revelada pelas crianças com toda a sua espontaneidade. É, com este propósito, que surgiu o projecto educativo de Filosofia com Crianças e Jovens de Matthew Lipman. Este professor de Lógica chamou a atenção para o facto de as crianças revelarem capacidade e merecerem ter acesso à Filosofia. O nosso trabalho visa proporcionar um conhecimento geral sobre os traços fundamentais da Filosofia com Crianças e Jovens, a sua metodologia, o modo como este programa pedagógico permite repensar alguns pontos fundamentais da educação e da prática filosófica e a sua aplicação em contexto do Primeiro Ciclo do Ensino Básico. Procuramos contribuir com este estudo para a qualidade do processo educativo no âmbito da educação formal e não formal, através da formação inicial, contínua e ao longo da vida, mediante a difusão e a implementação do programa Filosofia com Crianças e Jovens com rigor e integridade pedagógica e científica.; Every human being shows astonishment and perplexity at some phenomena of nature. The astonishment and interrogation are not attributes of a sage or philosopher. The raise questions is present in everyone and all ages. We will then cause the capacity of questioning by inquiry revealed children with all its spontaneity. It is in this context that emerged in the educational project of Philosophy for Children Matthew Lipman (P4C). This professor of logic pointed to the fact that children have the capacity and deserve access to philosophy. Our work aims to provide a general understanding of the fundamental traits of Philosophy for Children...

Didáctica da Filosofia: Educação para a Autonomia da formação do Pensamento

Barroso, Paulo
Fonte: Sociedade Portuguesa de Filosofia Publicador: Sociedade Portuguesa de Filosofia
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em /09/2010 POR
Relevância na Pesquisa
56%
Uma criança de seis anos pode ou não usar e compreender os conceitos abstractos de “liberdade”, “verdade” ou “justiça”? A resposta a esta questão pode, por um lado, ser orientada se tomarmos como exemplos as histórias infantis que as crianças conhecem, por outro, ser explorada se tomarmos a Filosofia como prática de aprendizagem básica para a formação e desenvolvimento de um pensamento correcto, crítico e criativo. Por exemplo, na história da Branca de Neve, de Jacob Grimm, uma criança pode ou não questionar se a Branca de Neve tem liberdade face às regras impostas pela sua madrasta. Uma criança de seis anos tem ou não capacidade para compreender a falta de liberdade da Branca de Neve dadas as circunstâncias oferecidas pela história? Já deve ter essa capacidade interrogativa da liberdade como bem supremo dos seres humanos, mas nas devidas proporções? O ensino da Filosofia nas crianças constitui, essencialmente, um projecto educativo que visa disponibilizar os instrumentos, métodos e modos de desenvolvimento do raciocínio e do pensamento. Através da prática do diálogo, do desenvolvimento cognitivo, afectivo e social das crianças e dos jovens, o programa explora as dimensões crítica, criativa...

Ensinar Filosofia a Crianças

Castro, Maria Gabriela
Fonte: Centro de Filosofia da Universidade de Lisboa Publicador: Centro de Filosofia da Universidade de Lisboa
Tipo: Parte de Livro
Publicado em //2012 POR
Relevância na Pesquisa
55.95%
Tendo por princípio que o progresso de uma sociedade resulta do desenvolvimento da capacidade de reflexão dos seus membros, importa assegurar o futuro educando para o Pensar. Porém, este Pensar não é abstracto, não se perde nas teias contemplativas do pensamento puro, implicando pensar bem para bem-fazer, bem dizer e bem agir. Ora, pensar exige esforço e uma metodologia adequada. Pensar exige uma dimensão racional, imagética, volitiva e emocional. Pensar exige ainda uma capacidade analítica, crítica, questionante e criativa que se educa desde a mais tenra idade. Assim, a Filosofia para Crianças (FpC) nasce da constatação de que, na maioria dos casos, o nosso sistema educativo descura o Pensar em benefício da "era da imagem", que se instalou oferecendo, sem qualquer preocupação reflexiva, aquilo que no ser humano deve ser conquistado: o conhecimento e o prazer de o alcançar.

O comportamento de leitura de crianças e adolescentes, segundo a visão das mães

Santos,Patricia Leila dos; Alves,Zélia Maria Mendes Biasoli
Fonte: Universidade de São Paulo, Faculdade de Filosofia Ciências e Letras de Ribeirão Preto Publicador: Universidade de São Paulo, Faculdade de Filosofia Ciências e Letras de Ribeirão Preto
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/02/1994 PT
Relevância na Pesquisa
75.81%
Esta pesquisa foi estruturada visando descrever qual a visão que adultos socializadores têm do comportamento de leitura das crianças e adolescentes, incluindo: o que eles lêem, os motivos que levam a essa atividade, a participação do ambiente. Para tanto, entrevistaram-se 45 mães de crianças e adolescentes que frequentavam da pré-escola à 8ª série, segundo o Roteiro para Investigação do Comportamento de Leitura. As entrevistas foram realizadas nas residências dos sujeitos, gravadas e, posteriormente, transcritas na íntegra e os dados qualitativamente analisados. A análise dos relatos mostra que: 1) De forma geral, crianças e adolescentes lêem, na maioria das vezes cumprindo exigências escolares; sua leitura produz outras atividades, que incluem o contar histórias, fazer comentários e pedir ajuda para tirar dúvidas; os livros infanto-juvenis e gibis são os materiais que mais se destacam. 2) A família costuma incentivar a leitura de diferentes maneiras, como ler junto ou fornecer e indicar livros, revistas, etc. Discute-se a participação da família e da escola no processo de leitura das crianças e adolescentes e a influência da atividade no processo de socialização.

Psico-educação: um projeto visando aumentar a eficiência das intervenções sociais junto às crianças e adolescentes em situação de risco psico-social em Ribeirão Preto-S.P.

Bazon,Marina Rezende
Fonte: Universidade de São Paulo, Faculdade de Filosofia Ciências e Letras de Ribeirão Preto Publicador: Universidade de São Paulo, Faculdade de Filosofia Ciências e Letras de Ribeirão Preto
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/1997 PT
Relevância na Pesquisa
65.68%
Este texto relata a experiência riberãopretana de convênio entre o governo municipal e entidades não-governamentais na busca de meios visando qualificar a prática desenvolvida nos serviços destinados às crianças e adolescentes em situação de risco psicossocial do município. Neste sentido, destaca-se a assessoria recebida do Centro de Psicoeducação do Quebec, Canadá, cujo aporte teórico-metodológico possibilitou discutir, com base em parâmetros científicos, as possibilidades e os limites da rede de apoio social em Ribeirão Preto.

Crianças e adolescentes com HIV/Aids: revisão de estudos sobre revelação do diagnóstico, adesão e estigma

Guerra,Camila Peixoto Pessôa; Seidl,Eliane Maria Fleury
Fonte: Universidade de São Paulo, Faculdade de Filosofia Ciências e Letras de Ribeirão Preto Publicador: Universidade de São Paulo, Faculdade de Filosofia Ciências e Letras de Ribeirão Preto
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2009 PT
Relevância na Pesquisa
65.77%
O artigo discute os temas revelação do diagnóstico, adesão e estigma relativos a crianças e adolescentes infectados pelo Vírus da Imunodeficiência Humana (HIV). A revisão da literatura incluiu artigos nacionais e internacionais, publicados a partir do ano 2000, e foi realizada por meio de buscas eletrônicas em bases de dados. Foram selecionados vinte e um artigos, duas dissertações de mestrado e cinco publicações institucionais. Concluiu-se que a revelação do diagnóstico tende a ser postergada pelos cuidadores. O medo do estigma pode dificultar a comunicação clara sobre a enfermidade e o tratamento, com repercussões negativas sobre os níveis de adesão de crianças e adolescentes soropositivos. Diante dos desafios identificados, pesquisas e recomendações são sugeridas no sentido de nortear a prática profissional de equipes de saúde que prestam assistência a essa clientela.

Despertar para o pensar: o conto como suporte textual em filosofia para crianças

Murta, Maria Jacinta Vida-Alegre e
Fonte: Universidade de Évora Publicador: Universidade de Évora
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
55.94%
Despertar para o pensar, O conto como suporte textual em Filosofia para Crianças propõe um estudo em que se estabelece que o desenvolvimento do pensar da criança se pode dar a partir do seu contacto com textos específicos. O estudo que fizemos desenvolveu-se partir de uma análise de textos tendo como referências uma selecção feita sobre a colectânea de “estórias” dos irmãos Grimm e as novelas filosóficas de Matthew Lipman. Partindo do pressuposto que os contos de fadas podem ser mais de que um entretém lúdico, é na obra de Bruno Bettelheim que se revelam as possibilidades destes que até então teriam sido ignoradas. A partir da sua análise, e encontrando a novela filosófica desenvolvida por Matthew Lipman, propusemo-nos analisar o conto de fadas tanto como possibilidade filosófica para a criança, como patamar para um pensar melhor e por si mesma. Fazendo uma análise das partes constituintes do conto de fadas e respectiva importância para a criança encontramos neste elementos que motivam o desenvolvimento do seu pensar. Partes que denominámos O princípio, o meio e o fim, O mundo do faz-de-conta, E todos viveram felizes para sempre e O recurso nos contos de fadas à metáfora, ao simbólico e ao non-sense revelaram-se possibilidades que subtraem a criança a um pensamento que poderia ser restrito para lhe possibilitar uma abstracção que se revela construtiva. Uma outra parte do trabalho incidirá especialmente sobre a obra de Matthew Lipman...

Filosofia para crianças como modelo para ensinar conceitos básicos de biologia celular e genética para alunos dos anos finais do ensino fundamental

Alencar, Lucas Almeida
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
55.96%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Biológicas, Instituto de Física, Instituto de Química, Faculdade UnB Planaltina, Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências, Mestrado Profissionalizante em Ensino de Ciências, 2014.; Este trabalho visou à produção de uma unidade didática para o ensino de Biologia da Célula e Genética nas séries finais do Ensino Fundamental. É composto por um diálogo intitulado Clara e as Ciências da Natureza, com três capítulos e um manual do professor modelado no Programa de Filosofia para Crianças de Matthew Lipman. Os capítulos tratam da aprendizagem de alguns conceitos da Biologia da Célula e Genética utilizando habilidades de pensamento. De maneira análoga aos trabalhos de Lipman, o objetivo foi o de despertar a curiosidade e desenvolver o raciocínio crítico dos leitores. No diálogo, os personagens são desenvolvidos de forma a mostrar aos leitores como o pensamento reflexivo pode fazer diferença significativa no pensamento e na ação das crianças. O produto educativo apresenta inovações com relação ao Programa de Filosofia para Crianças pois os personagens iniciam suas investigações com as concepções alternativas encontradas na literatura de ensino e aprendizagem de Biologia da Célula e Genética para só depois fazerem a passagem para o conhecimento consensual científico. _________________________________________________________________________________ ABSTRACT; This study was aimed at the production of a cell biology and genetics teaching unit to 8th to 9th middle school students. The unit is composed of a story in dialogue form...

Children and adolescents with HIV/Aids: a review on disclosure of diagnosis, adherence and stigma; Crianças e adolescentes com HIV/Aids: revisão de estudos sobre revelação do diagnóstico, adesão e estigma; Niños y adolescentes con VIH/SIDA: un repaso sobre revelación del diagnóstico, adhesión y estigma

Guerra, Camila Peixoto Pessôa; Seidl, Eliane Maria Fleury
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/04/2009 POR
Relevância na Pesquisa
65.77%
O artigo discute os temas revelação do diagnóstico, adesão e estigma relativos a crianças e adolescentes infectados pelo Vírus da Imunodeficiência Humana (HIV). A revisão da literatura incluiu artigos nacionais e internacionais, publicados a partir do ano 2000, e foi realizada por meio de buscas eletrônicas em bases de dados. Foram selecionados vinte e um artigos, duas dissertações de mestrado e cinco publicações institucionais. Concluiu-se que a revelação do diagnóstico tende a ser postergada pelos cuidadores. O medo do estigma pode dificultar a comunicação clara sobre a enfermidade e o tratamento, com repercussões negativas sobre os níveis de adesão de crianças e adolescentes soropositivos. Diante dos desafios identificados, pesquisas e recomendações são sugeridas no sentido de nortear a prática profissional de equipes de saúde que prestam assistência a essa clientela.; El artículo presenta y discute los temas revelación del diagnóstico, adhesión y estigma relacionados a niños y adolescentes infectados por el Virus de la Inmunodeficiencia Humana (VIH). El repaso bibliográfico de artículos nacionales e internacionales, publicados desde el año 2000, se realizó mediante búsquedas electrónicas en bases de datos. Fueron seleccionados veintiuno artículos...

O comportamento de leitura de crianças e adolescentes, segundo a visão das mães; The children's and adolescents' reading behavior, according to the mothers' conception

Santos, Patricia Leila dos; Alves, Zélia Maria Mendes Biasoli
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/02/1994 POR
Relevância na Pesquisa
75.81%
Esta pesquisa foi estruturada visando descrever qual a visão que adultos socializadores têm do comportamento de leitura das crianças e adolescentes, incluindo: o que eles lêem, os motivos que levam a essa atividade, a participação do ambiente. Para tanto, entrevistaram-se 45 mães de crianças e adolescentes que frequentavam da pré-escola à 8ª série, segundo o Roteiro para Investigação do Comportamento de Leitura. As entrevistas foram realizadas nas residências dos sujeitos, gravadas e, posteriormente, transcritas na íntegra e os dados qualitativamente analisados. A análise dos relatos mostra que: 1) De forma geral, crianças e adolescentes lêem, na maioria das vezes cumprindo exigências escolares; sua leitura produz outras atividades, que incluem o contar histórias, fazer comentários e pedir ajuda para tirar dúvidas; os livros infanto-juvenis e gibis são os materiais que mais se destacam. 2) A família costuma incentivar a leitura de diferentes maneiras, como ler junto ou fornecer e indicar livros, revistas, etc. Discute-se a participação da família e da escola no processo de leitura das crianças e adolescentes e a influência da atividade no processo de socialização.; This research was structured in order to describe the view that adults have of children's and adolescents' reading behavior...

Psico-educação: um projeto visando aumentar a eficiência das intervenções sociais junto às crianças e adolescentes em situação de risco psico-social em Ribeirão Preto-S.P.

Bazon, Marina Rezende
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/08/1997 POR
Relevância na Pesquisa
65.68%
Este texto relata a experiência riberãopretana de convênio entre o governo municipal e entidades não-governamentais na busca de meios visando qualificar a prática desenvolvida nos serviços destinados às crianças e adolescentes em situação de risco psicossocial do município. Neste sentido, destaca-se a assessoria recebida do Centro de Psicoeducação do Quebec, Canadá, cujo aporte teórico-metodológico possibilitou discutir, com base em parâmetros científicos, as possibilidades e os limites da rede de apoio social em Ribeirão Preto.; This paper presents some aspects of a project developed by the municipal government and social entities, at Ribeirão Preto, SP, Brazil, with the aim to discuss the qualities and possibilities of social network support for the youth living in a risk situation. The project sought scientifics parameters to discussion, helping by the Centre de Psycho-Éducation du Québec (a Canadian center of formation in University of Montreal), who has developed the psychoeducation approach.

The children's and adolescents' reading behavior, according to the mothers' conception; O comportamento de leitura de crianças e adolescentes, segundo a visão das mães

Santos, Patricia Leila dos; Alves, Zélia Maria Mendes Biasoli
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/02/1994 POR
Relevância na Pesquisa
75.81%
This research was structured in order to describe the view that adults have of children's and adolescents' reading behavior, including: what they read, the reasons that motivate their reading, the participation of the social environment. For this, 45 mothers were interviewed whose children went to private elementary schools, according to the "Roteiro para Investigação do Comportamento de Leitura" (Guide to Reading Behavior Investigation). The interviews were carried out in the mothers' houses, recorded and later fully transcribed, and the data were submitted to qualitative analysis. The analysis of the reports shows that: 1) As a whole, children and adolescents read with frequency, in most cases to fulfill the school's reading assignments; their reading generates other activities which include story-telling, making comments and asking for help in comprehension problems; books and magazines for children and adolescents are the reading materials that are the most mentioned. 2) The family usually foster the activity in different ways, such as shared reading and the indication and supply of books, magazines, etc. The discussion includes a reflection on the family and scholl participation in the children's and adolescents' reading behavior and also on the influence of the activity in the socialization process.; Esta pesquisa foi estruturada visando descrever qual a visão que adultos socializadores têm do comportamento de leitura das crianças e adolescentes...

O Grotesco e o nonsense de Alice: diálogos desafiadores nas produções culturais para crianças e jovens

Thomaz, Nathalia Xavier
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 13/10/2013 POR
Relevância na Pesquisa
65.69%
Este artigo pretende discutir o entrelaçamento entre o nonsense e o grotesco nas produções culturais para crianças e jovens, passeando pela obra Alice’s adventures underground de Lewis Carroll. Tais estéticas são extremamente lúdicas e apresentam desafiadores jogos de palavras, de sentidos e imagens aos leitores. Bastos (2001) destaca que o foco do nonsense não é apenas o não sentido, mas uma busca por tornar o sentido mais intuitivo e imaginário ao desconstruir paradigmas. Ao desobedecer ao gramatical e ao pragmático, o nonsense propõe uma nova lógica a ser construída. Por sua vez, o grotesco tem sua origem em imagens encontradas a partir de escavações feitas em Roma durante o Renascimento. As formas se fundiam e se misturavam, pareciam transformar-se. A estética passou por muitas modificações ao longo dos anos, mas sempre se caracterizou pelo jogo insólito e questionador. Procuraremos refletir aqui sobre como o diálogo entre essas duas estéticas – uma mais ligada à linguagem visual e outra ligada ao verbal – leva o leitor a construir novas concepções e novas narrativas, contribuindo para o movimento infinito de criação e recriação da obra de arte.

Urdiduras do diverso em horizontes éticos e estéticos na literatura para a juventude; Fabrics of the diverse in ethical and aesthetic horizons at the literature for youngsters

Cunha, Maria Zilda da
Fonte: Universidade de São Paulo, Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas Publicador: Universidade de São Paulo, Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 31/12/2014 POR
Relevância na Pesquisa
65.68%
In this article will be discussed how mythical stories addressed to adult audience can activate the literature for children and youths, contributing to the formation of a cultural identity, as postulated by Stuart Hall. To do so, the short story As Mãos dos Pretos- by Luís Bernardo Honwana- will be examined like a narrative that deconstructs the biblical myth of the creation of man and brings the issue of black identity. ; Neste artigo, coloca-se em discussão como histórias míticas, endereçadas ao público adulto, podem dinamizar a literatura para crianças e jovens, contribuindo para a formação da identidade cultural, como postulado por Stuart Hall. Para tanto, toma-se o conto As Mãos dos Pretos de Luís Bernardo Honwana, narrativa que desconstrói o mito bíblico da criação do homem e que interpõe a questão identitária do negro. 

Mensagens oficiais dos governadores do estado do Paraná (1928-1945): institucionalização para a proteção e assistência às crianças e adolescentes; Mensagens oficiais dos governadores do estado do Paraná (1928-1945) inst itucionalização para a proteção e assistência às crianças e adolescentes

Figueiredo, Ireni Marilene Zago; Freire, Mariza Scheffer
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 18/11/2015 POR
Relevância na Pesquisa
65.81%
Em 1927 foi promulgado o Código Mello de Mattos que trouxe, em sua redação, a terminologia “menor” para se referir aos adolescentes abandonados e/ou delinquentes. A terminologia “menor” foi mantida em documentos oficiais e nos discursos dos políticos e autoridades do estado do Paraná. Neste artigo, a partir da análise documental e de conteúdo, objetiva-se demonstrar, nas Mensagens Oficiais dos Governadores do estado do Paraná, no período de 1928 a 1945, o processo de institucionalização para a proteção e assistência às crianças e adolescentes que viviam na pobreza, considerando a relação entre educação, trabalho e segurança pública. Foram analisadas as Mensagens Oficiais dos Governadores Caetano Munhoz da Rocha e Affonso Alves de Camargo e dos Interventores Federais Mário Alves Monteiro Tourinho e Manoel Ribas. Constatou-se, no período analisado, que a preocupação com o processo de institucionalização para a proteção e assistência das crianças e adolescentes que viviam na pobreza, considerada uma predeterminante para a criminalidade, tinha como uma das metas a formação para o trabalho. O processo de institucionalização para a proteção e assistência para as crianças e adolescentes, foi permeado pela utilização das terminologias “Menores Abandonados”; “Menores Delinquentes”; “Infância Abandonada” ou simplesmente “Menor”.; In 1927 was promulgated the Mello de Mattos code that brought...

Os clássicos da “literatura” sociológica infantil: as crianças e a infância de acordo com Marx, Weber, Durkheim e Mauss

Cunha, Lucas de Lima e
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; "Originais" Formato: application/pdf
Publicado em 05/06/2013 POR
Relevância na Pesquisa
75.81%
O objetivo deste texto é mostrar que, apesar de ser um tema secundário e recente, é possível desenvolver uma Sociologia da Infância de acordo com aquilo que foi discutido pelos principais fundadores dessa ciência sobre as crianças. Para isso serão analisadas as considerações de Karl Marx, Max Weber, Émile Durkheim e Marcel Mauss sobre as crianças e as relações delas com as sociedades e com o pensamento sociológico tradicional. Pretende-se com isso afirmar que as crianças também são, assim como os adultos, sujeitos relevantes para as análises sociológicas. Ademais, acrescenta-se que é de fundamental importância compreender a constituição das sociedades por meio da infância e de suas personagens, as crianças.

Filosofia para crianças como modelo para ensinar conceitos básicos de biologia celular e genética para alunos dos anos finais do ensino fundamental

Alencar, Lucas Almeida
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
55.96%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Biológicas, Instituto de Física, Instituto de Química, Faculdade UnB Planaltina, Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências, Mestrado Profissionalizante em Ensino de Ciências, 2014.; Este trabalho visou à produção de uma unidade didática para o ensino de Biologia da Célula e Genética nas séries finais do Ensino Fundamental. É composto por um diálogo intitulado Clara e as Ciências da Natureza, com três capítulos e um manual do professor modelado no Programa de Filosofia para Crianças de Matthew Lipman. Os capítulos tratam da aprendizagem de alguns conceitos da Biologia da Célula e Genética utilizando habilidades de pensamento. De maneira análoga aos trabalhos de Lipman, o objetivo foi o de despertar a curiosidade e desenvolver o raciocínio crítico dos leitores. No diálogo, os personagens são desenvolvidos de forma a mostrar aos leitores como o pensamento reflexivo pode fazer diferença significativa no pensamento e na ação das crianças. O produto educativo apresenta inovações com relação ao Programa de Filosofia para Crianças pois os personagens iniciam suas investigações com as concepções alternativas encontradas na literatura de ensino e aprendizagem de Biologia da Célula e Genética para só depois fazerem a passagem para o conhecimento consensual científico. _________________________________________________________________________________ ABSTRACT; This study was aimed at the production of a cell biology and genetics teaching unit to 8th to 9th middle school students. The unit is composed of a story in dialogue form...

Filosofia com crianças: limites e possibilidades

Silva, Márcia Pereira da; Universidade de Brasília; Sousa, Petterson William de; Escola Normal da Ceilândia
Fonte: Revista Sul-Americana de Filosofia e Educação Publicador: Revista Sul-Americana de Filosofia e Educação
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 14/10/2011 POR
Relevância na Pesquisa
55.9%
Este texto procura enfrentar o problema de que se proponha a filosofia na escola como experiência do pensar – que deve ser livre e não coagida – quando ela vai até a escola sem o necessário consentimento de todos os envolvidos no processo (os alunos, por exemplo). Este problema traz à discussão o ponto onde a institucionalização da prática filosófica traz problemas para a compreensão de como uma experiência do pensar, tal como a definida no Projeto Filosofia na Escola, pode estar presente em uma instituição que muitas vezes tem objetivos destoantes aos do Projeto, como é a escola.