Página 1 dos resultados de 248 itens digitais encontrados em 0.001 segundos

Validação de uma metodologia por EAA/AE para avaliação dos níveis de crómio total e crómio hexavalente em cogumelos

Figueiredo, Ana E.; Soares, Maria Elisa; Baptista, Paula; Castro, Marisa; Bastos, Maria de Lourdes
Fonte: Escola Superior Agrária de Beja Publicador: Escola Superior Agrária de Beja
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
POR
Relevância na Pesquisa
37.63%
Os cogumelos têm sido utilizados como bioindicadores da contaminação ambiental provocada por alguns metais pesados, tais como, o cádmio, cobre, chumbo, crómio, mercúrio e zinco. Vários autores referem que foram observadas grandes concentrações de metais pesados nestes macromicetes colhidos em zonas muito poluídas, como sejam, a proximidade de estradas com muito trânsito, zonas industriais onde haja emissão de gases e resíduos, bem como, zonas próximas de fundições e minas.

Estudo e Caracterização de Filmes Finos à base de Nitreto de Crómio

Costa, João Daniel Rodrigues da
Fonte: Universidade de Coimbra Publicador: Universidade de Coimbra
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
37.33%
Nas últimas décadas os revestimentos duros à base de Nitreto de Crómio (Cr-N) têm ganho a atenção científica devido à excelente combinação de propriedades que apresentam, como a elevada dureza, boa adesão e boa resistência ao desgaste. Exibem ainda superior resistência à oxidação e corrosão quando comparadas com outros nitretos. Estas características fazem do Cr-N um excelente candidato na protecção de ferramentas de corte e de superfícies moldantes bem como aplicações em que a resistência ao desgaste e à oxidação/corrosão seja determinante. Este estudo tem como objectivo a produção de revestimentos finos Cr-N por pulverização catódica reactiva recorrendo a um sistema magnetrão DC não balanceado em campo fechado. As condições de deposição utilizadas na produção dos filmes finos Cr-N com e sem rotação do substrato variaram consoante o fluxo de N2 (12,18 e 22 sccm) e a polarização do substrato (-30, -50 e -100 V). Os filmes finos produzidos, com espessuras a variar entre 0,9 e 2,2 µm, apresentaram valores de dureza satisfatórios. A adesão dos filmes revelou-se excelente, sobretudo com a diminuição da polarização do substrato. Os valores de coeficiente de atrito mostraram variações substanciais...

"Estudo espectrofotométrico do sistema crômio(III)/azoteto e seu aproveitamento analítico". ; "Spectrophotometric study of chromium(III)/azide system and your analytical application".

Lourenço, Leandro Maranghetti
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 06/02/2004 PT
Relevância na Pesquisa
37.91%
Na área de Química, uma das linhas mais tradicionais de pesquisa envolve o estudo de formação de complexos. Estes trabalhos são realizados de modo sistemático em nossos laboratórios, geralmente envolvendo cátions de metais de transição com vários ligantes (haletos, pseudo-haletos e carboxilatos). A intensa coloração desenvolvida pela maioria dessas reações de complexação, entre um metal e um pseudo-haleto, tem motivado o desenvolvimento de novos métodos espectrofotométricos para a determinação de íons em amostras reais. Espera-se que o crômio(III), da mesma forma que outros metais de transição, como o ferro, níquel e cobalto, forme complexos com o pseudo-haleto denominado azida ou azoteto (N3-). Desta forma, dando continuidade a esta linha de pesquisa, este trabalho teve como objetivo otimizar as condições experimentais para o sistema crômio(III)/azoteto. Diversos parâmetros como acidez, concentração de ligante, natureza e concentração de solvente, bem como o efeito da temperatura, foram investigados. Reunidas as melhores condições (otimização), montou-se o método analítico que possibilita a determinação do metal. As condições ideais empregadas foram: concentração analítica de ligante e ácido perclórico de 493 e 12...

"Avaliação do método das médias móveis no tratamento de sinais de absorção atômica de cádmio, chumbo e crômio obtidos por atomização eletrotérmica em filamento de tungstênio"; "Evaluation of the moving averages in the treatment of cadmium, lead and chromium atomic absorption signals from electrothermal atomization"

Leme, Flavio de Oliveira
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 20/12/2006 PT
Relevância na Pesquisa
37.78%
Este trabalho teve como objetivo avaliar o uso do método das médias móveis na atomização de cádmio, crômio e chumbo utilizando filamento de tungstênio de 150 W (OSRAM) como atomizador eletrotérmico. Realizou-se um estudo sistemático da influência da altura de observação, da temperatura e taxa de aquecimento na atomização dos analitos e a viabilidade do uso do método das médias móveis no tratamento dos sinais transientes gerados na atomização. O estudo da influência da altura de observação foi realizado posicionado-se o filamento no centro (0 mm), 1 e 2 mm abaixo do feixe de radiação. A influência da temperatura e da taxa de aquecimento foi estudada utilizando temperaturas na etapa de atomização entre 1890 e 2780 °C. O método das médias móveis foi aplicado aos sinais transientes gerados na atomização, com o filamento posicionado no centro (0 mm), 1 e 2 mm e com temperatura de atomização entre 2060 e 2780 °C, utilizando fatores 0, 3, 5, 7 e 9. No estudo da temperatura e da taxa de aquecimento foram aplicadas ddps no software de controle na etapa de atomização entre 4 e 12 V. As soluções usadas no desenvolvimento deste trabalho foram preparadas em meio 0,1 % v/v HNO3. Utilizou-se como gás de proteção a mistura de 90% Ar+10 % H2. Para o cádmio...

Determinação da presença de Bário, Chumbo e Crômio em amostras de água subterrânea coletadas no Aqüífero Bauru; Determination of the presence of Barium, Lead and Crhomium in the groundwater samples colleted in the Aquifer Bauru

Savazzi, Eduardo Angelino
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 27/03/2009 PT
Relevância na Pesquisa
37.63%
A ocorrência de elementos químicos em águas subterrâneas tem grande importância em todo mundo devido à diversidade de seus efeitos tóxicos e ampla distribuição no meio ambiente. Entre esses elementos, podem ser citados o bário, chumbo e o crômio, que podem levar a efeitos diversos como neurotoxicidade e carcinogenicidade. O aqüífero Bauru, por ser um aqüífero freático, apresenta vulnerabilidade natural alta, podendo ocorrer contaminação devido à disposição no solo de resíduos contento estas e outras substâncias químicas. Dentro deste contexto, os objetivos deste trabalho foram: validação do método de análise e quantificação de bário, chumbo e o crômio por espectrometria de emissão atômica por plasma indutivamente acoplado ICP OES; e a determinação destes elementos em amostras de água subterrânea coletadas no aqüífero Bauru. Foram avaliados 56 pontos de coletas em 55 municípios na região ocidental do Estado de São Paulo, em duas campanhas distintas, os quais, a maioria apresentou concentrações desses elementos químicos abaixo do preconizado para consumo humano pela Resolução CONAMA n°. 396. Apresentaram valores acima do estabelecido um ponto em relação ao Bário e dez pontos em relação ao Crômio...

Diminuição do teor de óxido de crômio (III) usado como marcador externo

Bremer Neto, Hermann; Graner, Celso Augusto Fessel; Pezzato, Luiz Edivaldo; Padovani, Carlos Roberto; Cantelmo, Osmar Angelo
Fonte: Sociedade Brasileira de Zootecnia Publicador: Sociedade Brasileira de Zootecnia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 249-255
POR
Relevância na Pesquisa
37.72%
A sensibilidade do método espectrofotométrico da s-difenilcarbazida de determinação do crômio permite que esse metal possa ser determinado em teores e em massas de amostras tão pequenas que as concentrações atualmente usadas de óxido de crômio (III) como marcador externo em ensaios biológicos poderiam ser drasticamente diminuídas. Utilizando-se do piauçu (Leporinus macrocephalus) para um estudo sobre o coeficiente de digestibilidade aparente (CDA) da fração protéica, seis níveis de óxido de crômio (III) - 0,01% - 0,02% - 0,03% - 0,05% - 0,1% e 0,2% - foram incorporados em dietas isoprotéica e isoenergética, objetivando-se verificar se o cálculo do CDA seria afetado pela variação do teor do marcador. Os seis tratamentos foram dispostos em um delineamento em blocos inteiramente casualisados, sendo as fezes coletadas durante 16 dias. Verificou-se que os resultados do coeficiente de digestibilidade aparente da fração protéica não apresentaram diferenças estatísticas significativas devidas aos teores incorporados do marcador à ração e aos dias de coleta. Conseqüentemente, e em experimentos dessa natureza, nada impede que seja reduzido o teor de óxido de crômio (III) ao menos até 0,01%: além da economia relativa ao consumo do mesmo e da facilidade na manipulação de menor quantidade de amostras de fezes...

Redução de crômio hexavalente por substâncias húmicas aquáticas imobilizadas em aminopropil sílica

Romão, Luciane Pimenta Cruz; Araújo, Adriana Barbosa; Rosa, André Henrique; Rocha, Julio Cesar
Fonte: Editora Unesp Publicador: Editora Unesp
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 383-391
POR
Relevância na Pesquisa
37.33%
Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP); Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq); Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Estudou-se a redução de Cr(VI) à Cr(III) utilizando-se um novo suporte preparado pela ativação de aminopropil sílica com substâncias húmicas aquáticas (ATPS-SiO2-SHA). Coletaram-se amostras de água no Corrégo Itapitangui localizado no município de Cananéia-SP e extraíram-se as SHA utilizando-se procedimento recomendado pela Sociedade Internacional de Substâncias Húmicas. Após purificação por diálise, fez-se a imobilização das SHA na aminopropil sílica (APTS-SiO2) em pH 7,0, sob agitação mecânica por 48 horas à temperatura ambiente. Adicionaram-se 150 mg de APTS-SiO2-SHA à 150 mL de soluções 9,5 mimol L-1 de Cr(VI), fixou-se o pH em 2,5, 4,5 e 6,0 e mantiveram-se as misturas sob agitação mecânica à temperatura ambiente. Coletaram-se alíquotas em função do tempo (0-72 horas) e as concentrações de Cr(VI) foram determinadas por espectrofotometria baseada na reação com 1,5-difenilcarbazida. A porcentagem de redução de Cr(VI) por APTS-SiO2-SHA foi de 50, 4 e 0 % em pH 2,5, 4,5 e 6,0, respectivamente. Dobrando a massa do suporte APTS-SiO2-SHA verificou-se em pH 2...

Determinação de rotina do crômio em fezes, como marcador biológico, pelo método espectrofotométrico ajustado da 1,5-difenilcarbazida

Bremer Neto, Hermann; Graner, Celso Augusto Fessel; Pezzato, Luiz Edivaldo; Padovani, Carlos Roberto
Fonte: Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) Publicador: Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 691-697
POR
Relevância na Pesquisa
37.84%
O objetivo deste estudo foi ajustar o método espectrofotométrico da 1,5-difenilcarbazida à determinação do crômio em fezes, como marcador biológico, adequando-o à rotina laboratorial. Fatores que poderiam exercer interferência na transformação do crômio (III) à crômio (VI) foram testados, como a recuperação do metal, quantidade de amostra, quantidade e ordem de emprego dos ácidos oxidantes da digestão úmida, temperatura e tempo de digestão e perda por volatilização do crômio como cloreto de cromila, porém não se determinou estatisticamente interferência destes fatores. No método ajustado, a amostra é digerida pela clássica mistura ácida nítrica/perclórica, levando a oxidação do crômio (III) a crômio (VI), e alíquota do extrato diluído é usado para reação com 1,5-difenilcarbazida; as absorbâncias são medidas a 550nm, utilizando-se de cubetas de um centímetro de caminho óptico, contra prova em branco conduzida simultaneamente. Dicromato de potássio foi empregado como substância de referência para obtenção da curva padrão na faixa de 0,25 - 2,5mg.mL-1 de Cr2O3 (1mg Cr2O3 º 1,9355mg K2Cr2O7).; This work aims at adjusting the spectrophotometric method of 1,5-diphenylcarbazide for the determination of chromium in feces...

Propriedades espectroscópicas de sílica contendo crômio

Martines, Marco Antonio Utrera
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 184 f. : il.
POR
Relevância na Pesquisa
37.88%
Pós-graduação em Química - IQ; Sílica contendo crômio faz parte de uma classe importante de materiais devido às aplicações como catalisador de polimerização e de oxidação, fibras ópticas, laseres e preparação de pigmentos. Este trabalho está dividido em duas partes. A primeira refere-se ao gel úmido e seco de sílica contendo crômio. Os géis foram preparados fazendo-se a mistura das soluções de silicato de sódio solúvel (vidrolíquido) e de soluções aquosas de nitrato de crômio em pH 4 ou 9 previamente ajustado, ou em 4 após a mistura das soluções. O gel foi caracterizado por espectroscopia eletrônica de absorção no ultravioleta -visível e por microscopia eletrônica de transmissão. A morfologia dos géis de sílica e de sílica contendo crômio é dependente do valor de pH e da ordem de mistura dos reagentes. Este efeito é atribuído às espécies poliméricas do crômio diferenciadas presentes na solução que controlam a forma da partícula. Partículas esféricas podem ser obtidas pelo colapso de microgel com alto grau de ligação cruzada. A outra parte do trabalho consiste na preparação de sílica contendo crômio por dois métodos: aquecimento convencional e banho de ultra-som nas temperaturas de 50 e 80oC. O gel obtido foi tratado por extrações com soluções ácidas...

Crómio e diabetes

Domingues, Andreia Coelho Lopes
Fonte: Porto : edição de autor Publicador: Porto : edição de autor
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 2 vols. (tese+relatório); 30 cm
POR
Relevância na Pesquisa
37.91%
Resumo da tese: O crómio é metal,que existe em vários estados de oxidação, sendo o estado trivalente (Cr3+), um dos mais frequentes e o que se encontra presente nos alimentos (1). É, portanto, apenas o crómio trivalente que será abordado. Pode encontrar-se na forma de compostos inorgânicos, como o cloreto de crómio e na forma de compostos orgânicos, como o picolinato de crómio. Ambos os tipos se encontram nos alimentos, contudo, são os compostos orgânicos os que apresentam a maior biodisponibilidade. O crómio encontra-se, em elevadas quantidades, em alimentos como a levedurade cerveja, as ostras, o fígado e as batatas (2,3). Não existe nenhuma RDA (Recommended Dietary Allowance) para o crómio, contudo foi estabelecida um estimativa da dose diária segura e adequada (ESADDI). Estima-se que a ingestão habitual de crómio, nos Estados Unidos, é de 28+/-1 mg/dia, em mulheres e homens saudáveis, respectivamente. Pensa-se que esta ingestão é idêntica no resto do mundo, sendo, também, inferior ao limite inferior das ESADDI, ou seja, provavelmente, inadequada (3,4,5,6,7). Pouco se sabe ainda, relativamente, ao metabolismo do crómio no organismo. Sabe-se que vários factores influenciam a sua absorção. Os oxalatos...

Remoção de crómio de efluentes industriais utilizando geis de alginato

Teixeira, J. A.; Araújo, M. Manuela
Fonte: Universidade do Minho Publicador: Universidade do Minho
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em 10/04/1996 POR
Relevância na Pesquisa
37.78%
A utilização de biopolímeros como materiais biossorventes na remoção de metais pesados de efluentes industriais é uma alternativa atraente em relação aos dispendiosos métodos fisico-químicos tradicionais, e com vantagens em relação ao uso de microorganismos vivos no que respeita à susceptibilidade às agressões do meio e à necessidade de nutrientes. Neste trabalho, é caracterizada a remoção de crómio trivalente de soluções aquosas utilizando um biopolímero disponível comercialmente, o alginato, sob a forma de esferas de alginato de cálcio. São traçadas as isotérmicas de equilíbrio e determinado o efeito da concentração inicial de crómio, da carga de bolas de alginato e do pH inicial na eficiência de remoção de crómio. Analisa-se também a possibilidade de remoção do crómio trivalente de soluções aquosas fazendo bolas de alginato de crómio por gotejamento directo de uma solução de alginato de sódio.

O destino final dos (resíduos de) metais pesados: o caso dos compostos de crómio

Sarabando, Cândida Manuela Fidalgo
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
37.72%
A utilização em larga escala, a nível industrial, dos chamados metais pesados, acarreta grandes preocupações a nível da saúde das populações humanas. O caso do crómio (e seus compostos) é um exemplo paradigmático disso. O crómio é um elemento tóxico e carcinogénico, na forma de Cr(VI), mas como Cr(III), se em quantidades vestigiais, é tido como essencial, por exemplo, para o metabolismo da glicose e dos lípidos. O Cr(VI) é um agente oxidante forte, “facilmente” reduzido a Cr(III). Os compostos de Cr(III) são considerados cineticamente inertes, podendo, neste estado de oxidação, ser abandonados sem qualquer preocupação acerca do seu real “destino” final. Sabe-se que, sob certas condições, o Cr(III) pode ser (re)-oxidado a Cr(VI), podendo conduzir a problemas ambientais sérios. No entanto, a interacção de ligandos orgânicos, por exemplo libertados por exudados de raízes, pode aumentar a formação de espécies de Cr(III) organicamente móveis e disponíveis. Face à relevância do tema, afigura-se importante que o Ensino Secundário proporcione aos alunos, que por ele transitam, uma formação adequada e perspectivada no desenvolvimento de competências, que lhes permitam compreender melhor os fenómenos que ocorrem no mundo que os rodeia...

Tratamento de efluentes contaminados com crómio por biossorção na alga Sargassum muticum

Lourenço, Bárbara Sousa
Fonte: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro Publicador: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
37.63%
Dissertação de Mestrado em Engenharia do Ambiente; Neste trabalho pretendeu avaliar-se a viabilidade da utilização da macroalga castanha, Sargassum muticum, no tratamento de efluentes contendo crómio hexavalente e trivalente pelo processo de biossorção. A escolha do biossorvente usado baseou-se nos seguintes parâmetros: uso de um material natural, custo e abundância na costa portuguesa. Numa primeira fase submeteu-se o biossorvente a um pré-tratamento (protonação), de modo a melhorar o seu desempenho no processo de biossorção. Procedeu-se também à caraterização do biossorvente, tendo sido identificados, por espectroscopia de infravermelho, os principais grupos funcionais presentes na superfície da alga – grupos hidroxilo, carboxilo, amina e sulfónicos. Realizaram-se ainda análises SEM/EDS à alga protonada verificando-se uma alteração na composição química da parede da alga. Numa segunda fase estudou-se a cinética de redução do Cr (VI) a Cr (III). Realizaram-se diversos ensaios onde, para diferentes condições experimentais, se avaliou a influência de parâmetros como o pH, a temperatura, a massa de alga utilizada e a concentração inicial de metal. Tendo em conta, igualmente, ensaios realizados numa fase preliminar deduziu-se que as condições operacionais ótimas para aplicação da alga protonada como biossorvente seriam: pH = 2...

Crescimento e acúmulo de crômio em alface cultivada em dois latossolos tratados com CrCl3 e resíduos de curtume

Aquino Neto,V.; Camargo,O. A.
Fonte: Sociedade Brasileira de Ciência do Solo Publicador: Sociedade Brasileira de Ciência do Solo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2000 PT
Relevância na Pesquisa
37.72%
Resíduos sólidos de curtume e CrCl3 foram aplicados em dois solos, Latossolo Roxo eutrófico (LRe) unidade Ribeirão Preto e Latossolo Vermelho-Amarelo (LVA) unidade Laranja Azeda, que se diferenciaram, dentre outros atributos, pelo teor de manganês facilmente redutível. Os resíduos utilizados foram lodo do efluente de caleiro com concentração 0,06 g kg-1 de crômio (LCL) e um lodo do decantador primário (LCR), contendo 17,4 g kg-1 de crômio, ambos na matéria seca, aplicados em doses correspondentes a 10, 20 e 30 Mg ha-1 e 19, 38 e 57 Mg ha-1 (base seca), respectivamente, de acordo com o teor de nitrogênio total de cada um. O CrCl3 foi aplicado nas doses de 330, 660 e 990 kg ha-1 de Cr, equivalentes às doses do metal aplicadas na forma de lodo (LCR). Realizou-se o experimento em vasos alocados em casa de vegetação (blocos ao acaso), que foram monitorados quanto à formação de Cr6+, aos 1, 6, 14, 28, 54 e 86 dias da instalação. Após o 56° dia de incubação, foi transplantada uma muda de alface (Lactuca sativa L.) para cada vaso, cultivada por um período de trinta dias. A oxidação do Cr3+ a Cr6+ foi verificada apenas para o LRe nos tratamentos que receberam doses crescentes de CrCl3. A formação de Cr6+ teve máximo entre 0...

Determinação de rotina do crômio em fezes, como marcador biológico, pelo método espectrofotométrico ajustado da 1,5-difenilcarbazida

Bremer Neto,Hermann; Graner,Celso Augusto Fessel; Pezzato,Luiz Edivaldo; Padovani,Carlos Roberto
Fonte: Universidade Federal de Santa Maria Publicador: Universidade Federal de Santa Maria
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2005 PT
Relevância na Pesquisa
37.84%
O objetivo deste estudo foi ajustar o método espectrofotométrico da 1,5-difenilcarbazida à determinação do crômio em fezes, como marcador biológico, adequando-o à rotina laboratorial. Fatores que poderiam exercer interferência na transformação do crômio (III) à crômio (VI) foram testados, como a recuperação do metal, quantidade de amostra, quantidade e ordem de emprego dos ácidos oxidantes da digestão úmida, temperatura e tempo de digestão e perda por volatilização do crômio como cloreto de cromila, porém não se determinou estatisticamente interferência destes fatores. No método ajustado, a amostra é digerida pela clássica mistura ácida nítrica/perclórica, levando a oxidação do crômio (III) a crômio (VI), e alíquota do extrato diluído é usado para reação com 1,5-difenilcarbazida; as absorbâncias são medidas a 550nm, utilizando-se de cubetas de um centímetro de caminho óptico, contra prova em branco conduzida simultaneamente. Dicromato de potássio foi empregado como substância de referência para obtenção da curva padrão na faixa de 0,25 - 2,5mg.mL-1 de Cr2O3 (1mg Cr2O3 º 1,9355mg K2Cr2O7).

Isotermas de adsorção de Freundlich para o crômio (III) em Latossolos

Alcântara,Marco Aurélio Kondracki de; Camargo,Otávio Antonio de
Fonte: São Paulo - Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz" Publicador: São Paulo - Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz"
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2001 PT
Relevância na Pesquisa
37.94%
Os impactos causados no ambiente pela aplicação de resíduos de curtume contendo crômio em solos agrícolas devem ser estudados detalhadamente para que se evite a contaminação da biota e das águas subterrâneas. A adsorção do crômio ao solo reveste-se de especial importância em estudos de movimentação de solutos, uma vez que, se a capacidade adsortiva de um solo for ultrapassada, o metal fica potencialmente disponível para ser lixiviado. Os objetivos deste trabalho foram verificar a adequação da Isoterma de Freundlich em descrever a adsorção do crômio em Latossolos; analisar o comportamento da adsorção do crômio considerando-se os diferentes solos e horizontes, bem como de alguns de seus atributos químicos e físicos, como teores de óxidos e textura, e analisar a influência do nível de pH dos horizontes A. Utilizaram-se amostras dos horizontes A e B de dois solos coletados no Estado de São Paulo, Brasil: a) LATOSSOLO VERMELHO ESCURO Eutroférrico (LVe) e b) LATOSSOLO VERMELHO AMARELO Distrófico (LVd). O pH das amostras do horizonte superficial foi alterado com adição de carbonato de cálcio para elevar a saturação por bases a 70%. Duas repetições de cada amostra foram agitadas com soluções contendo diferentes concentrações iniciais Co de crômio na forma de CrCl3: 0; 0...

Diminuição do teor de óxido de crômio (III) usado como marcador externo

Bremer Neto,Hermann; Graner,Celso Augusto Fessel; Pezzato,Luiz Edivaldo; Padovani,Carlos Roberto; Cantelmo,Osmar Angelo
Fonte: Sociedade Brasileira de Zootecnia Publicador: Sociedade Brasileira de Zootecnia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2003 PT
Relevância na Pesquisa
37.72%
A sensibilidade do método espectrofotométrico da s-difenilcarbazida de determinação do crômio permite que esse metal possa ser determinado em teores e em massas de amostras tão pequenas que as concentrações atualmente usadas de óxido de crômio (III) como marcador externo em ensaios biológicos poderiam ser drasticamente diminuídas. Utilizando-se do piauçu (Leporinus macrocephalus) para um estudo sobre o coeficiente de digestibilidade aparente (CDA) da fração protéica, seis níveis de óxido de crômio (III) - 0,01% - 0,02% - 0,03% - 0,05% - 0,1% e 0,2% - foram incorporados em dietas isoprotéica e isoenergética, objetivando-se verificar se o cálculo do CDA seria afetado pela variação do teor do marcador. Os seis tratamentos foram dispostos em um delineamento em blocos inteiramente casualisados, sendo as fezes coletadas durante 16 dias. Verificou-se que os resultados do coeficiente de digestibilidade aparente da fração protéica não apresentaram diferenças estatísticas significativas devidas aos teores incorporados do marcador à ração e aos dias de coleta. Conseqüentemente, e em experimentos dessa natureza, nada impede que seja reduzido o teor de óxido de crômio (III) ao menos até 0,01%: além da economia relativa ao consumo do mesmo e da facilidade na manipulação de menor quantidade de amostras de fezes...

Biosorção no tratamento final de efluentes ricos em crómio

Tavares, M. T.; Torres, Cláudia
Fonte: Comissão de Coordenação da Região Centro Publicador: Comissão de Coordenação da Região Centro
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em //1996 POR
Relevância na Pesquisa
37.63%
O objectivo deste trabalho é a definição e o desenvolvimento de um sistema de biosorção, alternativo e economicamente competitivo com os processos fiico-quí­micos clássicos de remoção de metais pesados em soluções aquosas pouco concentradas. Com base na capacidade de alguns microorganismos, mortos ou vivos, concentrarem metais pesados, procedeu-se ao estudo da aplicação de sistemas de biosorção na remediação de soluções aquosas de crómio hexavalente. Realizaram-se estudos comparativos de limite de toxicidade de diferentes iões metálicos em relação a diferentes bactérias. Fez-se a adaptação de algumas dessas bactérias a meios sucessivamente mais ricos em Cr (VI) e caracterizou-se a respectiva capacidade de redução da forma hexavalente à forma trivalente. Procedeu-se ao isolamento de um consórcio de microorganismos presentes em lamas de ETAR's receptoras de efluentes ricos em crómio e repetiram-se os ensaios anteriores para efeitos comparativos. As bactérias mais resistentes ao meio xenobiótico e mais eficazes na remoção do ião metálico foram suportadas em carvão activado granular, GAC. A capacidade de adsorção do suporte também foi caracterizada pois, se bem que o GAC não seja vulgarmente utilizado na remoção de metais pesados...

Estudo da contaminação por crómio na envolvente a uma unidade industrial de cortumes

Frazão, António Alberto S. L.
Fonte: Universidade de Évora Publicador: Universidade de Évora
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
37.63%
Introdução - O couro é uma das mais antigas mercadorias transacionadas no mundo e a arte de obter o couro a partir de peles e couros crus antecede, por vários séculos, qualquer conhecimento de química. Foram encontrados pedaços de antigo couro egípcio, a que se atribui, pelo menos, a idade de 6 000 anos mantendo-se a côr e resistência destes couros consideravelmente preservadas. Os métodos primitivos para a preservação das peles consistiam, provavelmente, na simples secagem ao ar e ao sol. Posteriormente notaram-se os efeitos conservativos de diferentes óleos. Mais tarde foram ainda observados os efeitos conservantes dos taninos presentes nas folhas, ramos e cascas de certas árvores, libertados após maceração em água. O curtidor de couros gasta 50% dos custos globais na compra de peles e 40% na compra de materiais de curtimento e na mão-de-obra. Por isso, a indústria do couro está constantemente pesquisando novas substâncias químicas para obter couros curtidos de melhor qualidade e a preço mais baixo. O maior avanço implementado na indústria de couros foi, provavelmente, a aplicação prática do processo de curtimento com crómio, introduzido em 1893. Com este processo, a operação de curtimenta foi muito acelerada...

Isotermas de adsorção de Freundlich para o crômio (III) em Latossolos; Freundlich adsorption isotherms for chromium (III) in Oxisols

Alcântara, Marco Aurélio Kondracki de; Camargo, Otávio Antonio de
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz Publicador: Universidade de São Paulo. Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/09/2001 POR
Relevância na Pesquisa
37.94%
Environmental impacts caused by tannery waste application to agricultural soils must be studied to avoid biota and groundwater contamination. Soil chromium adsorption is very important, when the soil adsorptive capacity is exceeded and, potentially, the metals become available for leaching. The objectives of this study were to verify if the isotherm of Freundlich describes adequately the chromium adsorption by Oxisols, to study chromium adsorption considering different soils and horizons, as well as some chemical and physical attributes, and to evaluate the influence of the pH level on chromium adsorption. Samples of the A and B horizons of two soils were collected in the São Paulo State - Brazil: a) Typic Eutrorthox (LVe) and b) Typic Haplorthox (LVd). The pH alteration of the surface horizons was performed with the addition of calcium carbonate to reach 70% base saturation. Samples were shaken with CrCl3 solutions (prepared in Ca(NO3)2 5 mmol L-1 as the support electrolyte) of different initial chromium concentrations Co: 0; 0.5; 1.0; 2.5; 5.0; 10.0 and 50.0 mg L-1, using two replicates for each treatment. Freundlich isotherms were adjusted to describe the chromium adsorption by the soil. This isoterm fitted well to the experimental data. Chromium adsorption was higher in the Typic Eutrorthox than in the Typic Haplorthox. The adsorption was also favored by liming in both soils. There was no difference between chromium adsorption by the two horizons of the soils.; Os impactos causados no ambiente pela aplicação de resíduos de curtume contendo crômio em solos agrícolas devem ser estudados detalhadamente para que se evite a contaminação da biota e das águas subterrâneas. A adsorção do crômio ao solo reveste-se de especial importância em estudos de movimentação de solutos...