Página 1 dos resultados de 273 itens digitais encontrados em 0.040 segundos

Progresso e moral na filosfia da história de Kant; Progress and morality in Kant's philosophy of history

Nadai, Bruno
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 07/12/2011 PT
Relevância na Pesquisa
45.99%
Esta tese busca reconstruir a filosofia da história de Kant a partir de duas perspectivas distintas. A primeira delas é de ordem sistemática e procura mostrar o lugar da filosofia da história no interior do sistema da filosofia crítica kantiana, indicando como Kant justifica (por razões teóricas e práticas) a sua concepção teleológica segundo a qual a história pode ser concebida como um progresso jurídico-político e moral da espécie humana. A segunda perspectiva busca reconstruir como Kant expõe o curso do progresso histórico, indicando que o desenvolvimento cultural, civilizatório e político deve ser entendido como condição preparatória ou facilitadora do progresso moral.; This work intends to reconstruct Kants philosophy of history according to two different perspectives. The first perspective is of systematic order and intends to show the place of Kants philosophy of history inside the system of critical philosophy, showing how Kant justifies (through theoretical and practical reasons) his teleological conception according to which the history can be conceived as a political and moral progress of human species. The second perspective intends to reconstruct how Kant exposes the course of historical progress...

Renda da terra e desenvolvimento econômico : uma crítica smithiana à teoria dos rendimentos decrescentes ricardiana

Celi, Guilherme Cezere
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
45.94%
Este trabalho tem por objetivo confrontar a teoria da renda da terra de David Ricardo com a análise de Adam Smith sobre este mesmo assunto. Isto significa que este trabalho irá encontrar na obra “A Riqueza das Nações” uma suposta teoria da renda da terra e mostrar que Adam Smith possui uma teoria tão rica quanto à análise de David Ricardo sobre a renda da terra. Será abordada a análise da renda da terra sob o enfoque do desenvolvimento econômico, ou seja, será verificada qual das teorias têm melhores condições de explicar a temática do desenvolvimento econômico sob a ótica da fertilidade da terra e seus rendimentos. Os objetivos específicos serão comprovar a importância do progresso técnico e dos rendimentos crescentes da terra como enfoque de confrontação da teoria da renda da terra de David Ricardo e também verificar a importância da produtividade da terra, inserida na análise de ambos os autores, para o progresso contínuo do desenvolvimento econômico. Para tanto, foram buscadas referências nas próprias obras de Adam Smith e David Ricardo, textos que abordassem o pensamento destes autores e trabalhos que relacionassem o tema progresso técnico e fertilidade da terra.; The aim of this dissertation is to confront the theory of land rent of David Ricardo with the theory of Adam Smith. It means that this dissertation will try to find in the “Wealth of Nation” a theory of land rent and show that Adam Smith have a theory as better as the analyze of land rent by David Ricardo. The dissertation will analyze the land rent by the conception of economic development. It means verify what theory has more condition to explain the economic development by optic of the land fertility. The specific aim will be prove that technical progress and increase fertility...

Lá e de volta ao esclarecimento ou o retorno à racionalidade crítica kantiana por Foucault e pela escola de Frankfurt: subsídios educativos

Lopes, Ulysses Faria
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 134 f.
POR
Relevância na Pesquisa
45.92%
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Pós-graduação em Educação - FFC; O presente trabalho tem por finalidade explicitar a relação conceitual que há entre a crítica foucaultiana à Modernidade, juntamente à crítica teórica da Escola de Frankfurt com Adorno e Horkheimer na base de uma noção de Esclarecimento (Aufklärung) postulada por Kant em seu famoso opúsculo Beantwortung der Frage: Was ist Aufklärung?. Assim, estabelecemos um plano de análise de conceitos fundamentais pertinentes às idéias desses autores em questão tendo por finalidade última subsidiar aos nossos leitores uma perspectiva reflexiva de abordagem educativa, já que, primeiramente, compactuamos com as idéias gerais dispostas neste trabalho e cremos que este pode servir de ferramenta conceitual para a motivação individual de educadores ou educandos no sentido de se firmar a coragem para mudanças íntimas de postura e de ação, posto que a raiz e essência tanto da Teoria Crítica, como daquilo que Foucault postula por uma “atitude crítica”, está na justificação do Esclarecimento como forma de exercício reflexivo para submeter o conhecimento a si próprio, ou seja, a submeter à razão ao espelho no sentido de enxergar suas distorções e singularidades menorizantes empreendidas historicamente pela humanidade em nome da emancipação e do progresso. Trata-se assim este trabalho de uma forma pessoal de resistência simbólica contra a menoridade que intensifica o mal estar sob o signo da racionalidade utilitária (subjetiva) e de um testemunho de que a divisa da Aufklärung postulada por Kant está mais viva e atual do que nunca...

Crítica da modernidade e marxismo weberiano: aspectos da trajetória indisciplinada de Michael Löwy

Querido, Fabio Mascaro
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
55.88%
Em sua vasta trajetória intelectual – que atravessa os múltiplos campos teóricos das ciências humanas – Michael Löwy destacou-se pela capacidade de estabelecer um diálogo profícuo entre tradições diversas do pensamento social. Partindo desta constatação, o objetivo deste artigo é a apresentação e sistematização de alguns aspectos decisivos da trajetória teórica e intelectual de Michael Löwy, com ênfase especial: 1) na importância da sua formação intelectual, ainda no Brasil (no final da década de 1950), para a constituição de uma leitura não-dogmática do marxismo; e 2) sua incorporação da dialética no diagnóstico weberiano da modernidade. O artigo argumenta que essa interpretação “aberta” do marxismo permitiu-lhe reinterpretar autores do passado — como Marx e Weber — a partir das condições de possibilidade do cenário histórico e intelectual contemporâneo. Esta disposição para enfrentar os desafios do presente sem abandonar as perspectivas do passado comprova a importância da obra de Löwy para as ciências sociais e, mais especificamente, para o marxismo contemporâneo.; In his intellectual life – which includes several areas of the Humanities – Michael Löwy distinguished himself for the capacity of establishing a rich dialogue between different traditions in the social thought. Starting from this assessment...

Como se faz uma recensão crítica

Mesquita, José Carlos Vilhena
Fonte: Universidade do Algarve Publicador: Universidade do Algarve
Tipo: Revisão
Publicado em 15/08/2009 POR
Relevância na Pesquisa
45.9%
Trata-se de um texto destinado a apoiar os jovens investigadores e alunos universitários que muitas vezes se confrontam com a falta de informação metodológica para a elaboração de uma recensão crítica.; Uma recensão crítica é uma avaliação e como tal deve ser operada com rigor e isenção, unicamente por especialistas na matéria cuja apreciação deve ser chancelada por uma instituição científica, para que a mesma possa ter credibilidade e ser objecto de referência. O recensor (passo o neologismo) é um ser crítico, que deve pugnar pelo progresso da ciência e do conhecimento, através do seu distanciamento da obra e do autor, fazendo da isenção e da objectividade a sua bandeira e o seu lema de trabalho. Basta estes dois atributos para que a sua recensão possa ser credível e respeitada.

Da modernidade em Walter Benjamin: crítica, esporte e escritura histórica das práticas corporais

Vaz,Alexandre Fernandez
Fonte: Setor de Educação da Universidade Federal do Paraná Publicador: Setor de Educação da Universidade Federal do Paraná
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2000 PT
Relevância na Pesquisa
45.88%
Neste texto ocupo-me de alguns aspectos da teoria da modernidade e da filosofia da história de Walter Benjamin, tendo como ponto de fuga a presença do esporte e algumas possíveis contribuições/implicações para uma escritura crítica de sua história. Para isso tomei como referência central duas das principais obras do Autor, A obra de arte na era de sua reprodutibilidade técnica e sobre o conceito de História. Do primeiro texto analiso a concepção de obra de arte, sua reprodutibilidade moderna e sua relação com o esporte, além de fazer alguns comentários sobre a posição do corpo na crítica de Benjamin ao futurismo. Do segundo texto analiso aspectos da filosofia da história de Benjamin. Por fim, problematizo algumas questões para a historiografia da Educação Física/Ciências do Esporte, que dizem respeito a um conceito de história que deve levar em conta a dialética entre progresso e regressão.

Trinta e dois anos do programa de melhoramento do feijoeiro comum em Minas Gerais

Matos,José Wilacildo de; Ramalho,Magno Antonio Patto; Abreu,Ângela de Fátima Barbosa
Fonte: Editora da Universidade Federal de Lavras Publicador: Editora da Universidade Federal de Lavras
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2007 PT
Relevância na Pesquisa
45.94%
Conduziu-se este trabalho, com o objetivo de proceder à análise crítica do Programa de melhoramento genético do feijoeiro comum em Minas Gerais nos últimos 32 anos com ênfase nas implicações da interação linhagens x ambientes, além de avaliar se houve progresso genético. Para isso, foram utilizados dados de 169 experimentos conduzidos no período de 1974 a 2004 e que envolveram 16 locais e três safras. A média da cultivar Carioca, comum em todos os experimentos, foi utilizada como estimador do efeito ambiental e a média das cinco melhores linhagens sob avaliação de cada biênio, como efeito fenotípico. A diferença entre essas duas médias forneceu o desvio genético. O coeficiente de regressão linear entre desvio genético Y (variável dependente) e o biênio X (variável independente) forneceu a estimativa do progresso genético. As interações linhagens x safras e linhagens x anos foram, na maioria dos casos, significativas, contudo, suas contribuições para a variação total foram inferiores a de linhagens x locais. Desse modo, fica clara a necessidade de que os experimentos sejam conduzidos em um maior número de locais. O programa de melhoramento genético do feijoeiro da UFLA tem sido eficiente e tem obtido linhagens com menor risco de adoção.

"Alarme de incêndio": Michael Löwy e a crítica ecossocialista da civilização capitalista moderna

Querido,Fabio Mascaro
Fonte: Fundação Oswaldo Cruz, Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio Publicador: Fundação Oswaldo Cruz, Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2013 PT
Relevância na Pesquisa
56%
A emergência da crise ecológica, como sintoma mais nítido de uma verdadeira crise civilizató-ria, impôs novos desafios ao pensamento crítico e, em especial, ao marxismo. Partindo desse pressuposto, o objetivo deste artigo é apresentar a defesa de Michael Löwy de uma radicalização ecossocialista da crítica marxista da modernidade, tarefa para a qual a grande recusa de Walter Benjamin das ideologias do pro- gresso é uma das fontes decisivas de inspiração. Para Michael Löwy, a ruptura com as ideologias do progresso e com o paradigma civilizatório capitalista moderno é uma condição indispensável para a atua-lização ecossocialista do marxismo.

Trinta e dois anos do programa de melhoramento genético do feijoeiro comum em Minas Gerais.

MATOS, J. W. de; RAMALHO, M. A. P.; ABREU, A. de F. B.
Fonte: Ciência e Agrotecnologia, Lavras, v. 31, n. 6, p. 1749-1754, nov./dez. 2007. Publicador: Ciência e Agrotecnologia, Lavras, v. 31, n. 6, p. 1749-1754, nov./dez. 2007.
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
45.94%
Conduziu-se este trabalho, com o objetivo de proceder à análise crítica do Programa de melhoramento genético do feijoeiro comum em Minas Gerais nos últimos 32 anos com ênfase nas implicações da interação linhagens x ambientes, além de avaliar se houve progresso genético. Para isso, foram utilizados dados de 169 experimentos conduzidos no período de 1974 a 2004 e que envolveram 16 locais e três safras. A média da cultivar Carioca, comum em todos os experimentos, foi utilizada como estimador do efeito ambiental e a média das cinco melhores linhagens sob avaliação de cada biênio, como efeito fenotípico. A diferença entre essas duas médias forneceu o desvio genético. O coeficiente de regressão linear entre desvio genético Y (variável dependente) e o biênio X (variável independente) forneceu a estimativa do progresso genético. As interações linhagens x safras e linhagens x anos foram, na maioria dos casos, significativas, contudo, suas contribuições para a variação total foram inferiores a de linhagens x locais. Desse modo, fica clara a necessidade de que os experimentos sejam conduzidos em um maior número de locais. O programa de melhoramento genético do feijoeiro da UFLA tem sido eficiente e tem obtido linhagens com menor risco de adoção.; 2007

Os Brasis de Monteiro Lobato

Xavier, Vanessa Balsanello
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Teses e Dissertações Formato: application/pdf
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
45.95%
Resumo: Esta dissertação tem por objetivo analisar como a questão do progresso foi assumindo diferentes formas a partir das três fases do personagem Jeca Tatu, de Monteiro Lobato, e ponderar sobre dois momentos da obra do escritor: a construção do Jeca Tatu e a crítica ao progresso, contida em seus últimos trabalhos. Para tal, discute-se a questão sanitária, racial, da identidade nacional até chegar ao descontentamento com relação ao progresso e à modernidade, baseados no contexto histórico da virada do século XIX para o XX, que gerou um amplo processo de mudanças, das quais o autor participou. Valendo-se da literatura do período como fonte histórica para compreender os processos de integração e interação vivenciados por Monteiro Lobato e o grupo social do qual fazia parte, utilizamos artigos da Revista do Brasil, no período que vai de 1916 a 1925, e várias obras do escritor.

Aufklãrung: dever moral e condição do aprimoramento estatal

Bresolin, Keberson
Fonte: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre Publicador: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre
Tipo: Dissertação de Mestrado
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
46.33%
Podemos dizer que toda filosofia de Kant tem em vista a Aufklärung, ou seja, o processo onde os indivíduos tornam-se esclarecidos. A palavra Aufklärung é mais bem traduzida por esclarecimento e não por Iluminismo ou ilustração, pois é uma tarefa sempre presente e válida para todas as épocas, não se limitando a um determinado período. Aufklärung é sair da menoridade, ou seja, sair da condição humilhante de ser comandado por outrem. Menoridade é sinônimo de heteronomia, isto é, tomar preceitos e fórmulas de outros como seus. Menoridade é, como a própria palavra indica, condição de criança, precisando de algo ou de alguém para dizer o que, como e para que fazer. Nesta condição de crianças os indivíduos transferem para fora de si a conduta de sua vida. Assim sendo, não é preciso usar seu próprio entendimento, pois tudo está pré-determinado. Por outro lado, a maioridade é a situação do indivíduo esclarecido, ou ainda, o Aufklärer. Maioridade é autonomia, onde nenhum preconceito exterior diz o que fazer. A razão é a única fonte de verdade. Todo resto é tido como heterônomo e, conseqüentemente, eliminado como princípio da ação. Ser Aufklärer é condição de possibilidade de ser seu próprio legislador. Portanto...

O Uso de operações linguístico-discursivas da crítica genética na reescritura de textos

Bezerra, Lidiane de Morais Diógenes
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Estudos da Linguagem; Linguística Aplicada; Literatura Comparada Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Estudos da Linguagem; Linguística Aplicada; Literatura Comparada
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
55.93%
As a professor in Curso de Licenciatura em Letras, from Campus Avançado Profa Maria Eliza Albuquerque Maia (CAMEAM),do Estado do Estado do Rio Grande do Norte (UERN), in the town of Pau do Ferros, in the state of Rio Grande do Norte, we had the chance to carry out several writing activities , as well as guiding re-writing activities for the texts produced. From this experience, we started looking at the need of reflecting upon the writing process in higher education. Thus, we aim at analyzing, in this research, the methodology used in the moment of carrying out the writing practices activities in higher education, investigating, in particular, the rewriting practices, concerning the operations used for carrying out such activities, as well as the sense effects produced from the alterations which were made in the texts. Our theoretical foundation is grounded on a conception of text as a verbal action , what reveals a socio-interactional view of the language (MARCUSCHI, 2008; SAUTCHUK, 2003). As the production of written texts, our research focus, we assume that, for this activity, we deal with distinct figures (active writer and internal reader), so that we can, apart from writing, reflecting upon our writing and, this way, deciding about operations which are carried out to make the alterations which are necessary to the rewriting of our texts (SAUTCHUK...

A educação como irradiação do progresso: genealogias e sua expressão na Primeira República em Uberabinha, MG

Martins, Cristiane Nascimento
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
45.98%
A presente dissertação trata sobre a educação escolar no período da Primeira República no município de Uberabinha, MG. Esta é fruto da pesquisa que teve início no ano de 2002, ainda sobre a designação de Iniciação Científica. De julho de 2002 a agosto de 2003 ocorreu a pesquisa de campo, em que foi possível estabelecer um contato direto com as fontes pesquisadas, ou seja, nesse primeiro momento pautou-se na transcrição e catalogação dos jornais “A Tribuna” (1907-1914) e “O Progresso” (1919-1925) e das atas da Câmara Municipal de Uberabinha, MG. Mais tarde, o tema estudado veio a tornar-se projeto de pesquisa para o ingresso no Programa de Mestrado em Educação da Universidade Federal de Uberlândia. Desse modo, partiu-se da problematização de evidenciar a idéia de progresso vinculada à concepção de ilustração na municipalidade em apreço no período da Primeira República considerando, para isso, a educação escolar. Assim, objetivou-se recuperar, analisar e interpretar o percurso da História da Educação em Uberabinha, do final do século XIX até 1930, utilizando-se do estudo da documentação oficial (atas da Câmara Municipal), das reportagens da imprensa local e da bibliografia especializada...

Trinta e dois anos do programa de melhoramento do feijoeiro comum em Minas Gerais

Fonte: Editora da Universidade Federal de Lavras Publicador: Editora da Universidade Federal de Lavras
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
PT
Relevância na Pesquisa
45.94%
Conduziu-se este trabalho, com o objetivo de proceder à análise crítica do Programa de melhoramento genético do feijoeiro comum em Minas Gerais nos últimos 32 anos com ênfase nas implicações da interação linhagens x ambientes, além de avaliar se houve progresso genético. Para isso, foram utilizados dados de 169 experimentos conduzidos no período de 1974 a 2004 e que envolveram 16 locais e três safras. A média da cultivar Carioca, comum em todos os experimentos, foi utilizada como estimador do efeito ambiental e a média das cinco melhores linhagens sob avaliação de cada biênio, como efeito fenotípico. A diferença entre essas duas médias forneceu o desvio genético. O coeficiente de regressão linear entre desvio genético Y (variável dependente) e o biênio X (variável independente) forneceu a estimativa do progresso genético. As interações linhagens x safras e linhagens x anos foram, na maioria dos casos, significativas, contudo, suas contribuições para a variação total foram inferiores a de linhagens x locais. Desse modo, fica clara a necessidade de que os experimentos sejam conduzidos em um maior número de locais. O programa de melhoramento genético do feijoeiro da UFLA tem sido eficiente e tem obtido linhagens com menor risco de adoção.

Progresso valorativo da ciência e a biotecnologia: sobre a participação dos valores sociais na avaliação do progresso científico; Evaluative progress of science: on the participation of scientific values in the evaluation of scientific progress

Aymoré, Débora de Sá Ribeiro
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 26/06/2015 PT
Relevância na Pesquisa
46.03%
A partir da análise do modelo de desenvolvimento da ciência proposto por Kuhn em The structure of scientific revolutions (1962) é possível considerar a ciência enquanto prática realizada no interior comunidades científicas. Ainda que tratando de dois tipos de progresso científico: aquele que ocorre por meio da atividade paradigmática e o que acontece por meio das revoluções científicas, Kuhn permanece como modelo de progresso científico centrado especialmente no aspecto cognitivo interno da atividade científica. Porém, ao listar os valores como um dos elementos do paradigma, Kuhn trouxe para a filosofia da ciência a possibilidade do tratamento também dos fatores externos, que estão relacionados ao contexto social no qual a ciência está inserida. Levando adiante essa proposta de interação entre a ciência e os valores, Lacey vincula o conceito de paradigma a sua concepção de estratégia de pesquisa. Orientando-nos pela guinada valorativa empreendida por Lacey, formulamos três características que compõem o progresso valorativo da ciência, que são a consideração da prática científica, a identificação da interação da ciência com os valores e o reconhecimento da estrutura entre meios e fins que subjaz à relação da escolha das estratégias de pesquisa (M1) com os demais momentos logicamente distintos da prática da ciência...

A experiência do 'tempo do agora', educação e reconhecimento social

Moura, Rosana Silva de
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
65.95%
A tese intitulada A experiência do "tempo do agora", educação e reconhecimento social é o resultado de uma investigação teórica acerca do problema do tempo na história e o reconhecimento do outro, no horizonte da relação entre filosofia e educação, dada a partir da experiência do 'tempo do agora' benjaminiano (Jetztzeit). Logo, esse trabalho constitui-se através da mediação teórica entre uma possível teoria crítica de Walter Benjamin e sua abertura à hermenêutica filosófica. Então, o problema de pesquisa aqui é o do perscrutar o acontecimento da experiência do 'tempo do agora', tomado como experiência ontológica. Nosso trabalho aqui é o de trazer à luz os elementos de uma hermenêutica filosófica pertencentes aos escritos de Benjamin, especialmente no que concerne à história, a partir dos quais o autor apresenta sua concepção de tempo e crítica do progresso como forma de provocar uma interpretação a contrapelo do tempo, através de experiências de intervalos no continuum na história. Nossa hipótese central é a de que são os elementos de uma consciência histórica ampliada que possibilitam esta experiência, que estaria, desde sempre, vinculando passado e presente como modo de acontecência do ser como linguagem e história. O referencial teórico que constitui a problematização de nossa hipótese nos é dado na apresentação de uma hermenêutica filosófica que se orienta no horizonte da historicidade marcada pela finitude do ser...

UN CASO DEL CAPITALISMO SIN FORMA EN EL CAMPO: DIALÉCTICADEL PROGRESO EN LA AGRICULTURA Y LA RELACIÓN ENTRE EL CAPITALISMO EN UNA CADENA DE KARL MARX; A CASE OF FORMLESS CAPITALISM IN THE FIELD: DIALECTIC OF PROGRESS IN AGRICULTURE AND RELATION BETWEEN CAPITALISMIN A STRING OF KARL MARX; A Hipotese do Capiltalismo Disforme no Campo: Dialética do Progresso na Relação entre Agricultura e Capitalismo em um Texto de Karl Marx

Rubbo, Deni Ireneu Alfaro
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 27/06/2010 POR
Relevância na Pesquisa
76.08%
O objetivo mais geral deste texto é ensaiar uma primeira aproximação sobre a evolução e a contextualização da produção do texto de Marx, a partir de sua obra de maior fôlego, O capital – exclusivamente no Livro III e especialmente na seção da renda fundiária –, que está irredutivelmente marcada por uma construção inconclusa. Pretende-se acumular e detalhar algumas considerações teórico-metodológicas, isto é, precauções para “evitar mal-entendidos”, tal como assinalou Marx, levadas a cabo mais sistematicamente no capítulo 37. A hipótese central é a de que o tema da renda da terra é construído a partir de uma representação não linear do desenvolvimento histórico, principalmente por uma abordagem que inclui uma crítica da noção abstrata do progresso e da relação de desenvolvimento desigual e combinado, o que pode servir como ponto de partida para os problemas contemporâneos entre agricultura e capitalismo, principalmente nos assim chamados sistemas capitalistas subnacionais periféricos. Tal construção desautorizaria de uma vez por todas a compreensão dessas passagens críticas como categorias eternas, típicas das visões lineares e otimistas do marxismo positivista.  ; The general objective of this paper is to test a first approximation on the evolution and context of text production of Marx...

Ecossocialismo, romantismo e (auto)crítica da modernidade em Michael Löwy

Querido, Fabio Mascaro
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; "Originais" Formato: application/pdf
Publicado em 01/12/2008 POR
Relevância na Pesquisa
45.93%
Partindo da concreticidade da crise ecológica e das transformações contemporâneas no âmbito dos processos de acumulação capitalista, o objetivo geral deste artigo é versar algumas notas preliminares a propósito da perspectiva teórica e política do assim chamado ecossocialismo, tal qual formulado em Michael Löwy. “Corrente de pensamento e de ação” cuja resposta à crise ecológica, a um só tempo romântica e socialista, constitui igualmente uma crítica às potencialidades destrutivas contidas no interior do paradigma societário e produtivo da modernidade. Neste trajeto, busca -se uma aproximação à apropriação löwiniana da obra de Walter Benjamin, especialmente de sua crítica do “progresso” moderno e das ideologias apologetas da “modernização”. Almeja -se assim antever a forma através da qual Michael Löwy e os ecossocialistas respondem às profundas transformações da (pós) modernidade capitalista contemporânea, com ênfase particular sobre um argumento central projetado na obra do intelectual franco -brasileiro, qual seja: a defesa da necessidade de que o marxismo radicalize “sua crítica da modernidade, do paradigma da civilização ocidental, industrial, moderna, burguesa” (LÖWY, 2000c...

Convergências teóricas entre as críticas ao capitalismo, ao mito do progresso e ao movimento nacional socialista alemão em Walter Benjamin

Leite, Augusto Bruno de Carvalho Dias
Fonte: Programa de Pós-Graduação em História Publicador: Programa de Pós-Graduação em História
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 22/10/2015 POR
Relevância na Pesquisa
66.09%
Há um comprometimento de Walter Benjamin com a crítica política que é indissociável de sua obra. Seu trabalho monumental e inconcluso, a obra das Passagens, sinaliza que a crítica antiburguesa de seus textos de juventude sobrevive enquanto crítica anticapitalista em alguns textos dos anos de 1920 e 1930, marcados, neste aspecto, pela obra de Karl Marx e seu engajamento político, mesmo restrito à escrita. A crítica anticapitalista, no entanto, não se restringe ao aspecto econômico, mas de forma original penetra a teoria da história. E é ao refletir sobre a história que Benjamin vaticina, em seu derradeiro texto, o destino da Europa moderna: a ruína construída pela ideologia do Progresso que, sob a tutela da razão técnica, pavimentou o caminho percorrido pelo Nacional Socialismo alemão. Esse pequeno artigo, portanto, desenvolve as relações entre as variadas críticas dirigidas, por Walter Benjamin, à sociedade de mercado.

A cidade como escritura e a paixão da memória

Forster, Ricardo; Secretário de Coordenação Estratégica para o Pensamento Nacional, no Ministerio da Cultura da Argentina.
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 02/12/2014 POR
Relevância na Pesquisa
55.85%
http://dx.doi.org/10.5007/2176-8552.2014n17p13Vinte e dois anos atrás, Ricardo Forster nos entregava este manuscrito para um volume que não conseguiria vir a público. Nele se concentrava numa leitura, absolutamente ensaística, do comum anacronismo de Benjamin e Borges, que converteria ambos os escritores em agudos críticos da lógica do progresso e da modernização.