Página 1 dos resultados de 1105 itens digitais encontrados em 0.003 segundos

Corantes como importante classe de contaminantes ambientes - um estudo de caso; Dyes as an important class of environmental contaminants - a case of study

Oliveira, Danielle Palma de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 01/03/2005 PT
Relevância na Pesquisa
37.54%
As amostras ambientais coletadas na área do Ribeirão dos Cristais, região metropolitana de São Paulo, apresentaram atividade mutagênica sistemática durante os últimos anos. De acordo com estudos já publicados em literatura, essa contaminação estava relacionada ao lançamento de efluentes líquidos de uma indústria de tingimento neste corpo d água. Essa indústria tinge principalmente nylon e poliéster, utilizando em seus processos azo corantes dispersos, entre outros. Os corantes de um produto comercial preto (BDCP), muito empregado por essa indústria, foram detectados recentemente em amostras ambientais coletadas nesse local e se mostraram pelo menos parcialmente, responsáveis pela mutagenicidade mencionada. Esses corantes foram identificados como c.I. Disperse Blue 373, C.I. Disperse Violet 93 e C.I. Disperse Orange 37. A água tratada proveniente do Ribeirão dos Cristais também mostrou atividade mutagênica e esta foi relacionada tanto à presença de nitrocompostos aromáticos, incluindo policíclicos, quanto de produtos mutagênicos secundários formados durante a desinfecção. Este trabalho teve como objetivos a caracterizaçãoquímica de amostras de efluente bruto e tratado, provenientes da indústria de tingimento...

Comparação da mutagenicidade dos azo corantes Disperse Red 1, Disperse Orange 1 e Disperse Red 13 utilizando o teste de mutagenicidade com 'Salmonella'; Comparison of the mutagenicity of the azo dyes Disperse Red 1, Disperse Orange 1 and Disperse Red 13 using Salmonella/microssome mutagenicity assay

Ferraz, Elisa Raquel Anastácio
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 10/07/2008 PT
Relevância na Pesquisa
37.52%
Os azo corantes representam o maior grupo de corantes utilizados na indústria, principalmente no ramo têxtil. Sabe-se que grande parte desses produtos resiste aos sistemas de tratamento de efluente e assim, cerca de 10-15% dos corantes perdidos durante o processo de tingimento são lançados no efluente e atingem o meio ambiente. Alguns corantes desse grupo têm mostrado ser cancerígenos e mutagênicos para animais e humanos. Essa toxicidade se deve, em parte, à clivagem da ligação azo formando aminas aromáticas potencialmente cancerígenas. Ainda, a ação de sistema de metabolização nos grupamentos substituintes pode alterar a toxicidade destes compostos. Neste trabalho foram testados os azo corantes Disperse Orange 1 (4-(4--nitrofenilazo)difenilamina); pureza 96%; CAS no 2581-69-3), Disperse Red 1(N-etil-N(2-hidroxietil)-4-(4-nitrofenilazo)anilina; pureza 95%; CAS no. 2872-52-8) e Disperse Red 13 (2-[4-(2-cloro-4-nitrofenilazo)-N-etilfenilamino] etanol; pureza de 95%; CAS no 3180-81-2) usando o ensaio de mutagenicidade com Samonella. Foram utilizadas as linhagens tradicionais, TA98 e TA100 e suas respectivas derivadas com superprodução de nitroredutase e O-acetiltransferase, YG1041 e YG1042. Todos os corantes testados mostraram respostas mais altas com a linhagem TA98 em relação a TA100...

Relação entre eficiência fotodinâmica, citotoxicidade e propriedades moleculares de corantes para aplicação em terapia fotodinâmica; Relation between photodynamic efficiency, cytotoxic and molecular properties of dyes for application in photodynamic therapy

Buck, Suélen Tadéia Gasparetto
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 13/03/2009 PT
Relevância na Pesquisa
37.52%
A terapia fotodinâmica consiste em uma nova e promissora técnica de tratamento de câncer. O tratamento se baseia na administração tópica ou sistêmica de um fotossensibilizador, que se acumula seletivamente em tecido tumoral. Na presença de luz e oxigênio o fotossensibilizador produz espécies tóxicas levando as células à morte. Neste trabalho foi determinada a eficiência fotodinâmica dos corantes fenotiazínicos (Azul de Metileno e Azul de Toluidina O) e xantenos (Rose Bengal, Eritrosina B, Eosina Y e Fluoresceína) através da comparação dos valores de concentração inibitória media (IC50) em células tumorais HEp-2; atividade fotodinâmica utilizando o ácido úrico como dosímetro químico; interação com proteína através da constante de ligação (KA) com BSA e coeficiente de partição em octanol-água (logP). Os resultados foram relacionados com as propriedades moleculares destes corantes afim de se obter uma melhor compreensão de suas estruturas e fornecer subsídios para o planejamento de novos e melhores compostos para serem utilizados como fotossensibilizadores em PDT. Os experimentos mostraram que os fenotiazínicos são mais citotóxicos nesta linhagem celular do que os xantenos, sendo que o Azul de Toluidina O possui o menor valor de IC50. Dentre os xantenos...

Avaliação da toxicidade e genotoxicidade dos corantes azo reativos Remazol Preto B e Remazol Alaranjado 3R e da eficácia da radiação com feixe de elétrons na redução da cor e efeitos tóxicos; Assessment of toxicity and genotoxicity of the reactive azo dyes Remazol Black B and Remazol Orange 3R and effectiveness of electron beam irradiation in the reduction of color and toxic effects

Pinheiro, Alessandro de Sá
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 04/11/2011 PT
Relevância na Pesquisa
37.52%
As indústrias têxteis desempenham um importante papel na economia nacional e mundial. Entretanto, do ponto de vista ambiental, suas atividades são consideradas como potencialmente poluidoras e utilizadoras de recursos naturais. Os corantes azo reativos são os principais corantes utilizados no setor para o tingimento do algodão no Brasil e no mundo. Devido à sua baixa fixação à fibra e a variações no processo de produção, cerca de 30 % da concentração inicial utilizada nos banhos de tingimento são perdidos e vão compor o efluente final. Esses compostos apresentam uma baixa biodegradabilidade e elevada solubilidade em água e, por isso, não são completamente removidos pelos processos biológicos convencionais. Os corantes quando descartados sem tratamento adequado no corpo dágua receptor podem causar modificações estéticas, alterar a fotossíntese e a solubilidade dos gases, além de serem tóxicos e genotóxicos para a biota. Os principais objetivos do trabalho foram avaliar a toxicidade e genotoxicidade de dois diferentes corantes azo reativos (Remazol Preto B RPB e Remazol Alaranjado 3R R3AR) e a eficiência de redução da cor e toxicidade após o uso da radiação com feixe de elétrons. Também foi analisada a toxicidade dos corantes em diferentes formas químicas...

Avaliação da eficiência do tratamento com fotoeletrocatálise e cloração convencional na remoção dos azo corantes Disperse Orange 1, Disperse Red 1 e Disperse Red 13 de amostras aquosas; Evaluation of the efficiency of the treatment with photoelectrocatalysis and conventional chlorination in the removal of the azo dyes Disperse Orange 1, Disperse Red 1 and Disperse Red 13 from aqueous samples

Ferraz, Elisa Raquel Anastácio
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 08/12/2011 PT
Relevância na Pesquisa
37.57%
Os azo corantes atualmente são considerados um assunto preocupante no que se refere à saúde pública e ambiental, pois quando lançados nos efluentes industriais contaminam o meio ambiente. Infelizmente, o método convencional de tratamento de efluentes têxteis, bem como de águas brutas que os recebem não são capazes de remover de maneira eficaz os corantes bem como sua toxicidade. Dentro deste contexto, este trabalho teve como objetivo avaliar a eficiência do tratamento de amostras aquosas por fotoeletrocatálise em comparação com a cloração convencional como método alternativo de degradação de azo corantes, usando os corantes Disperse Orange 1, Disperse Red 1 e Disperse Red 13 como modelo. Adicionalmente, foi avaliada a citotoxicidade dos corantes originais em condrócitos bovinos e células HepG2 em cultura em monocamadas e 3D. Para tanto, soluções desses corantes originais, clorados e fotoeletrocatalisados foram avaliadas utilizando ensaios de genotoxicidade/mutagenicidade, citotoxicidade e ecotoxicidade. Todos os corantes originais e clorados foram genotóxicos para as células HepG2 no ensaio cometa. Para o ensaio com Salmonella, a cloração reduziu a mutagenicidade dos corantes para a linhagem YG1041 e aumentou o efeito para a linhagem TA98...

Produção de biosurfactantes por cepas bacterianas cultivadas em corantes sinteticos; Production of bacterial biosurfactantes for cepas cultivated in sinteticos corantes

Suelma Aparecida Feijo Migliorelli
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 19/09/2003 PT
Relevância na Pesquisa
37.49%
No atual cenário mundial, o uso de corantes sintéticos tem se tomado um recurso cada vez mais utilizado pelas indústrias, com o intuito de tomar seus produtos comercialmente mais aceitáveis para o público. Por outro lado, uma grande parte desses corantes acaba sendo depositada no meio ambiente, principalmente através de efluentes despejados em rios ou cursos de águas, causando problemas de poluição cada vez maiores. Não se pode afirmar que exista um método ideal usado para tratar efluentes contendo corantes sintéticos, mas alguns métodos biológicos têm sido propostos com freqüência, devido aos benefícios que apresentam em relação aos métodos tradicionais, como baixo custo. Biosurfactantes são substâncias com caráter anfótero, que são produzidas por microrganismos cultivados em diversas fontes de carbono. Pouco ainda se conhece sobre os motivos que levam microrganismos a produzirem tais substâncias, mas um deles refere-se à necessidade de solubilização de substratos insolúveis. o presente trabalho mostra a atividade de emulsificação apresentada por cepas bacterianas, os tipos de atividade de biosurfactantes produzidos pelas mesmas e avalia a capacidade de descoloração de corantes, artificiais e hidrossolúveis...

Desenvolvimento e comparação de tecnicas analiticas, cromatografia a liquido de alta eficiencia e eletroforese capilar, na determinação de corantes artificiais; Development and comparison of analytical techniques, liquid chromatography to high-efficiency and capillary electrophoresis, in the determination of artificial coloring

Marcelo Alexandre Prado
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 09/06/2003 PT
Relevância na Pesquisa
37.54%
O uso de corantes artificiais pelas indústrias de alimentos em todo o mundo é bastante difundido, isto porque os corantes permitem suplementar ou repor a coloração perdida durante o processamento e ou estocagem, e assim garantir a aceitabilidade do produto frente ao consumidor, sendo utilizados ainda como um importante instrumento para garantir a uniformidade dos produtos em linhas de produção de larga escala. Do ponto de vista da saúde pública, existem diferentes opiniões quanto à inocuidade dos diversos corantes artificiais utilizados em alimentos. Muitos estudos mostram que esses aditivos podem causar uma série de males à saúde da população quando consumidos de forma incorreta, seja por abusos da indústria ou exagero no consumo. O fato é que, técnicas analíticas para a determinação desses corantes devem ser desenvolvidas, e principalmente validadas, para garantir a segurança alimentar dos produtos que ingerimos. No presente trabalho foram desenvolvidos e validados dois métodos para a determinação de corantes artificiais em bebidas alcoólicas, utilizando duas diferentes técnicas, a cromatografia a líquido de alta eficiência (CLAE) e a eletroforese capilar (EC). Os métodos foram desenvolvidos para a separação simultânea dos onze corantes artificiais permitidos para uso em alimentos no Brasil. No método por CLAE...

Utilização de basidiomicetos ligninoliticos na degradação de corantes industriais e no tratamento do efluente de uma industria de alimentos

Juliana Gisele Belote
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 14/03/2000 PT
Relevância na Pesquisa
37.52%
Este trabalho descreve a ação de dois fungos basidiomicetos, Pleurotus sajor caju (020) e Phanerochaete chrysosporium ATCC 24725 na degradação dos corantes naturais urucum hidrossolúvel e carmim (ácido carmínico); como também a combinação destes com o corante urucum oleossolúvel; os corantes sintéticos new coccine, orange G, chrome azurol S; a combinação destes e o efluente da indústria de corantes naturais CHR HANSEN. Além disso, estudou-se o sistema ligninolítico envolvido nesses processos, a redução da demanda química de oxigênio (DQO) do efluente e dos meios de cultivo contendo os corantes, as análises de variações do pH, e do peso seco em relação ao tempo de crescimento. Os fungos foram crescidos em dois diferentes meios agitados: extrato de malte 0,5%, contendo 100 mgIL de corante e no efluente bruto. As análises dos caldos de cultivo foram realizadas no 2°,4°,6°, 8°, 10°e 12°dias de crescimento. A descoloração dos meios de cultivos e do efluente foi verificada através de espectrofotometria de varredura, variando-se o comprimento de onda de 200 a 800 nrn, e a degradação dos corantes por cromatografia líquida de alta eficiência (CLAE). Todos os corantes foram descoloridos em alguma extensão pelos fungos estudados. A eficiência de remoção da cor variou de 50% a 100%. Ambos os fungos mostraram capacidade de descoloração...

Caracterização e aplicação de adsorvente para a remoção de corantes de efluentes têxteis em batelada e colunas de leito fixo

Vasques, Andressa Regina
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: xvi, 177 f.| il., grafs., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
37.56%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico. Programa de Pós-Graduação em Engenharia Química; A remoção de corantes presentes em efluentes industriais tem recebido enorme atenção nos últimos anos. Isto se deve ao aumento da conscientização e ao maior rigor das leis ambientais. A adsorção é uma das técnicas que tem sido empregada com sucesso para uma remoção efetiva da cor. Devido ao alto custo de alguns adsorventes convencionais, pesquisas vêm sendo direcionadas para o uso de adsorventes alternativos como cinzas de fundo, lodo, lamas vermelhas, "fly ashes", lodo de fornalha de explosão, etc. Neste trabalho, utilizou-se o lodo ativado residual de uma indústria de tratamento de efluentes têxteis como adsorvente alternativo na remoção de corantes reativos mono e bifuncionais. Este lodo passou por um processo de ativação térmica e química tornando-se um adsorvente com grande capacidade de adsorção podendo ser comparado a carvões ativados comerciais. Os corantes utilizados no presente trabalho foram o corante reativo Vermelho C. I. RR2 e corante Reativo Vermelho C. I RR141. Visando obter as melhores condições de remoção destes corantes foi investigada a influência dos parâmetros como temperatura e adição de eletrólitos (Cloreto de Sódio ou Sulfato de Sódio) à solução. As melhores condições obtidas para a adsorção destes corantes...

Adsorção de corantes reativos utilizando sal quartenário de quitosana como adsorvente

Rosa, Sirlei da
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 114 f.| il., grafs., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
37.52%
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico. Programa de Pós-Graduação em Engenharia Química.; Adsorção dos corantes reativos laranja 16 (RO16), vermelho 120 (RR120) e azul 4 (RB4) pelo sal quartenário de quitosana (SQQ) ou cloreto de trimetil amônio N-2 hidroxipropril quitosana foi usada como modelo para demonstrar a remoção dos corantes reativos de efluentes têxteis. O polímero foi caracterizado por análises de IV, ATG, EDX e quantidade de grupos de amônios quaternários. Os experimentos de adsorção foram conduzidos em diferentes valores de pH e a adsorção mostrou ser ligeiramente dependente do pH da solução. Dois modelos de cinética de adsorção foram testados: pseudo primeira-ordem e pseudo segunda-ordem. Os dados experimentais de cinética se ajustaram melhor ao modelo de pseudo segunda-ordem. Os efluentes têxteis raramente envolvem apenas um componente, consequentemente, os modelos de adsorção devem ser capazes de tratar dados de equilíbrio de multicomponentes. Então, experimentos de equilíbrio dos corantes reativos RO16, RR120 e RB4 foram testados individualmente e em soluções ternárias. As isotermas de adsorção dos corantes individuais foram conduzidas nas temperaturas de 25ºC e 50ºC e a capacidade de adsorção do adsorvente aumentou com o aumento da temperatura. O modelo de isoterma de Langmuir forneceu o melhor ajuste dos dados de equilíbrio na faixa de concentração investigada...

Síntese de corantes esquarílicos para cromatografia de afinidade de biomoléculas

Graça, Vânia Cristina Santos Sena da
Fonte: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro Publicador: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
37.49%
Dissertação de Mestrado em Bioquímica; A Cromatografia de Afinidade (CA) é uma das mais importantes técnicas de separação e purificação de biomoléculas, sendo a mais específica das atualmente disponíveis. Baseia-se no reconhecimento bioespecífico entre a molécula alvo e um ligando imobilizado numa matriz. Nos últimos anos, a CA tem-se tornado usual para a purificação de proteínas, uma vez que se baseia numa interação específica reversível única entre a proteína e um ligando. Nesta interação de afinidade, a escolha do ligando é extremamente importante no sucesso do protocolo de purificação. O crescente interesse pela CA tem motivado intenso esforço de investigação no sentido do desenvolvimento de materiais capazes de superar as desvantagens dos ligandos naturais convencionais, nomeadamente o elevado custo e a labilidade química e biológica. Neste contexto, os corantes sintéticos surgiram, nas últimas décadas, como uma promissora alternativa aos ligandos biológicos. Embora a CA com corantes tenha vindo a ser intensamente investigada, a utilização de cianinas como ligandos é praticamente desconhecida. O principal objetivo do presente trabalho foi o desenvolvimento de novos suportes cromatográficos com corantes esquarílicos cianínicos como ligandos capazes de promover interações seletivas com biomoléculas de interesse. Para tal...

Adsor????o de corantes aliment??cios pelo biopol??mero quitosana

Dotto, Guilherme Luiz
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande Publicador: Universidade Federal do Rio Grande
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
37.56%
Disserta????o(mestrado) - Universidade Federal do Rio Grande, Programa de P??s-Gradua????o em Engenharia e Ci??ncia de Alimentos, Escola de Qu??mica e Alimentos, 2010.; O despejo de efluentes industriais contendo corantes ?? um grave problema ambiental, tanto para a vida aqu??tica quanto para a sa??de p??blica. Com o intuito de remover estes corantes dos efluentes, a adsor????o ?? uma t??cnica de f??cil execu????o e extremamente vi??vel, principalmente quando envolve o uso de bioadsorventes. Um potencial bioadsorvente para a remo????o de corantes ?? a quitosana, pois, pode ser obtida de mat??rias-primas renov??veis e de baixo custo. O objetivo deste trabalho foi utiliza????o do biopol??mero quitosana para a adsor????o de tr??s corantes aliment??cios: azul brilhante, amarelo tartrazina e amarelo crep??sculo. O estudo foi realizado mediante a compara????o da quitosana com adsorventes comerciais, constru????o das isotermas de equil??brio, determina????o dos par??metros termodin??micos, defini????o de condi????es ??timas do processo, cin??tica, mecanismos e natureza da adsor????o. A quitosana foi mais eficiente que o carv??o ativado, terra ativada e terra diatom??cea na remo????o dos tr??s corantes estudados, preferencialmente em pH ??cido alcan??ando percentuais de remo????o de at?? 90%. O modelo de Langmuir foi mais adequado para representar as isotermas de equil??brio...

Derivatizações aniônica e catiônica de resíduos do processamento dos fios de algodão para remoção de corantes têxteis

Baldo, Gizele Rejane
Fonte: Curitiba Publicador: Curitiba
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
37.49%
The Brazilian textile industry occupies an important role in the economy and ranks among the 10 largest world producers The effluents generated in the process of fabrics dyeing contain 15 to 50% of dyes and others contaminants. With a view to environmental remediation of these effluents, the processing of cotton yarn waste (cotton dust waste - CDW) that is collected in the plant itself, proved to be an attractive material for the removal of the residual dyes effluents after the chemical derivatization with monochloroacetic acid (MCAA) or diethylaminoethyl chloride.hydrochloride (DEAE+reagent), thus originating matrices carboxymethyl- CDW (CM--CDW) and diethylaminoethyl-CDW (DEAE+-CDW), respectively. These matrices were obtained using experimental designs, when for CM--CDW three factors were evaluated: a) concentration of NaOH; b) volume of isopropanol and c) amount of MCAA, while for DEAE+-CDW, the factors were: a) concentration of NaOH and b) amount of DEAE+reagent. These matrices were tested for their effectiveness in the retention of dyes: the cationic, C. I. Basic Blue 41 (BB 41) and the anionic, C. I. Reactive Red 239 (RR 239), both in column and batch experiments. Also, the biodegradability of these materials was tested. For the best matrices obtained...

Uso de corantes de origem natural para o tingimento de artigos têxteis de moda; Use of natural dyes in the dyeing of fashion textiles

Rodrigues, Janice Accioli Ramos
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 18/04/2013 PT
Relevância na Pesquisa
37.49%
Diante do caos, principalmente ambiental e social, que o planeta terra tem vivenciado, muito tem se falado em sustentabilidade e suas correspondentes estratégias para tentar deter essa situação. Indo ao encontro desta iniciativa foi desenvolvido o presente trabalho, intitulado de Uso dos corantes de origem natural no tingimento de artigos têxteis de Moda cujo objetivo principal foi o de trazer pigmentações naturais sem formulações tão agressivas para a aplicação em artigos do vestuário de moda e, assim, tentar conter, ao menos, em parte, o estrago que a indústria têxtil, uma das maiores poluidoras do meio ambiente, tem causado no mundo. Para isto, foi estabelecida uma metodologia que consistiu em quatro etapas, ou seja, pesquisa de dados bibliográficos para servir de referência sobre a temática em questão e a obtenção de pigmentos naturais oriundos de plantas amazônicas, escolha dos substratos têxteis, selecionados de acordo com a afinidade com os extratos corantes, análise da potencialidade de aplicação dos corantes nos substratos estudados (verificação do índice de solidez dos corantes à lavagem e à luz) e produção de uma cartela de cores, uma coleção e artigos de vestuário com os tecidos tingidos com alguns dos corantes estudados. Como principais resultados deste trabalho obtiveram-se corantes que...

Validação e controlo da qualidade da quantificação de corantes em alimentos por HPLC-UV/Vis

Rocha, Ana Cecília Cruz da
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2015 POR
Relevância na Pesquisa
37.52%
Tese de mestrado em Química, apresentada à Universidade de Lisboa, através da Faculdade de Ciências, 2015; Desde sempre se observou a tendência do ser humano em modificar os alimentos para torná-los mais apelativos. Os primeiros corantes alimentares utilizados foram sais inorgânicos, sendo posteriormente registada a utilização de extratos de animais e plantas para corantes de origem natural e compostos orgânicos sintéticos. Os corantes sintéticos estão bastante disseminados devido ao seu menor custo e maior estabilidade quando comparados com os corantes de origem natural. Os corantes alimentares são classificados no Regulamento nº 1333/2008 da União Europeia como aditivos alimentares e “Substâncias que conferem ou restituem cor a um género alimentício …“. Este documento regula também os limites legais da sua utilização devido à toxicidade apresentada por alguns e à indução em erro do consumidor acerca da qualidade do produto. É importante o controlo do cumprimento destas regras, sendo que em Portugal compete à ASAE, entidade responsável pela monitorização da qualidade e segurança dos alimentos, visando essencialmente a defesa do consumidor e a justa concorrência. A fiscalização da utilização de corantes alimentares incide sobre a quantificação do teor destes nos alimentos comparando com os limites legais. A decisão sobre a conformidade dos alimentos é função da qualidade das medições quantificada pela incerteza dos resultados. Neste trabalho foi desenvolvido...

Metodologia para determinação de corantes artificiais em alimentos por cromatografia liquida de alta eficiencia

Marcelo Alexandre Prado
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 03/08/1998 PT
Relevância na Pesquisa
37.57%
O controle dos níveis de corantes artificiais utilizados em alimentos não é um procedimento rotineiro, especialmente, peia falta de metodologia adequada capaz de responder à demanda do número de análises e a determinações quantitativas nos mais variados tipos de alimentos, além de se tornar viável para implantação nos laboratórios de controle de nosso pais. Visando superar esse problema, foi desenvolvida e avaliada unia metodologia para a determinação qualitativa e quantitativa dos oito corantes artificiais, permitidos para a utilização em alimentos pela legislação brasileira, utilizando a técnica de cromatografia a líquido de alta eficiência (CLAE). O método desenvolvido foi aplicado na detenninação dos corantes tartrazina, amarelo crepúsculo, amaranto, ponceau 4R, vermelho 40, eritrosina. azul indigotina e azui brilhante, em 10 (dez) diferentes tipos de produtos alimentícios, como pós para gelatina, refrescos em pó, refrigerantes, bebidas isotônicas, sucos concentrados artificiais, sucos natural de frutas, cereais matinais coloridos, baias, gomas de mascar e confeitos. Principalmente, em relação aos métodos oficiais e outros empregados, as vantagens da nova metodologia podem ser resumidas, além da determinação simultânea dos 8 (oito) corantes...

Seleção e avaliação de Pseudomonas para a descoloração de corantes têxteis por cultivo submenrso; Pseudomonas' selection and evaluation of textile dyes decoulorization by submerse culture

Edgar Silveira Campos
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 31/05/2010 PT
Relevância na Pesquisa
37.49%
Aproximadamente, 10.000 corantes e pigmentos diferentes são utilizados industrialmente, representando um consumo anual por volta de 7 x 105 toneladas mundialmente, com 26.500 só no Brasil. Em sua maioria, corantes são substâncias recalcitrantes e tóxicas, os quais são resistentes a degradação biológica. Na região metropolitana de São Paulo, três quatros dos efluentes industriais têxteis possuem resposta mutagênica positiva, o que torna a contaminação por corantes não só um problema ambiental, mas também um problema de saúde pública. Este trabalho tem como objetivo a seleção e avaliação de Pseudomonas para a descoloração de efluentes têxteis. Quatros espécies de Pseudomonas foram testadas, P. oleovorans, P. cepacia, P. putida e P. aeruginosa, com 14 corantes industriais, onde a P. oleovorans mostrou-se mais promissora, pois foi capaz de metabolizar 12 dos corantes testados. Posteriormente, a descoloração de corantes por P. oleovorans foi otimizada através de dois planejamentos experimentais consecutivos, onde foi possível reduzir o tempo de descoloração foi reduzido pela metade. As melhores condições para a P. oleovorans foram atingidas em condições de anoxia (zero RPM); pH inicial de 8,5; 32°C; uso de 25% do volume total do reator; tamanho da cultura inicial de 0...

Respostas celulares à corantes reativos por métodos in vitro

Oliveira Junior, Divino Martins de
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Dissertação Formato: 72 f. : il. algumas color.; application/pdf
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
37.54%
Orientadora : Profª. Drª. Dorly de Freitas Buchi; Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Biológicas, Programa de Pós-Graduação em Biologia Celular e Molecular. Defesa: Curitiba, 20/03/2015; Inclui referências : fls. 66-72; Resumo: A pele, o maior órgão do corpo humano, principal interface entre o organismo e o meio ambiente, está constantemente exposta a fatores físicos, químicos e biológicos. Essas interações podem ocorrer de forma exacerbada e prejudicial, resultando em reações adversas, como processos inflamatórios cutâneos. Dentre o grupo de substâncias que podem apresentar riscos à saúde humana via exposição dérmica, têm-se os corantes têxteis. Inúmeros corantes têm sido empregados no tingimento de tecidos, entretanto, estudos têm mostrado que diversos grupos de corantes comumente utilizados são capazes de induzir efeitos deletérios aos organismos expostos, por exemplo, danos no DNA e reações alérgicas. O fato dos vestuários poderem conter substâncias químicas nocivas e o conhecimento de que, mesmo após sucessivas lavagens, os corantes são capazes de migrarem e penetrarem na pele em casos de transpiração intensa, a necessidade de uma melhor avaliação da segurança destes produtos tem se mostrado relevante e de caráter imediato. Métodos alternativos à experimentação animal (métodos in vitro) são atualmente utilizados para avaliar o potencial nocivo de diferentes produtos...

Remoção de corantes de efluente textil por zeólita de cinzas de carvão modificada por surfactante e avaliação dos efeitos tóxicos; Dyes removal of textile wastewater onto surfactant modified zeolite from coal ash and evaluation of the toxic effects

Ferreira, Patricia Cunico
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 15/09/2015 PT
Relevância na Pesquisa
37.54%
Zeólitas sintetizadas a partir de cinzas leves e pesadas de carvão e modificadas com hexadeciltrimetilamônio (HDTMA) foram usadas como adsorvente para remoção dos corantes Solophenyl Navy (SN) e Solophenyl Turquesa (ST) e suas formas hidrolisadas, Solophenyl Navy hidrolisada (SNH) e Solophenyl Turquesa hidrolisada (STH), de efluente simulado de indústria têxtil. As zeólitas leve modificada (ZLM) e pesada modificada (ZPM) foram caracterizadas por diferentes técnicas, tais como, espectrometria de fluorescência de raios-X, difração de raios-X e microscopia eletrônica de varredura. As ZLM e ZPM apresentaram carga estrutural negativa devido à formação de uma bicamada parcial de HDTMA na superfície externa da zeólita. A concentração inicial dos corantes, o tempo de contato e o equilíbrio de adsorção foram avaliados. A cinética de adsorção de SN, ST, SNH e STH sobre as zeólitas seguiu o modelo de pseudo segunda- ordem. O tempo de equilíbrio foi de 20 min para SN e ST e 30 min para SNH e STH sobre ZLM, enquanto sobre ZPM foi de 60 min para SN e ST e 20 e 30 min para SNH e STH, respectivamente. Os modelos de Langmuir, Freundlich e Temkin foram aplicados para descrever as isotermas de adsorção. A adsorção dos corantes foi melhor descrita pelo modelo de Langmuir...

Presença de corantes em alimentos consumidos com frequência pelo público infantil

Moraes, Aline Cristina de A.
Fonte: Universidade Municipal de São Caetano do Sul Publicador: Universidade Municipal de São Caetano do Sul
Tipo: Outros
PT_BR
Relevância na Pesquisa
37.54%
A avaliação dos corantes de uso em alimentos no âmbito mundial é direcionada pelo controle da Ingestão Diária Aceitável (IDA), normatização desenvolvida pela Organização Mundial da Saúde (OMS) com parceria da Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO). No Brasil não há legislação específica sobre o uso dos corantes em produtos voltados ao público infantil, existe apenas a delimitação de IDA para as substâncias permitidas, fazendo com que as fases pré-escolares e escolares não tenham respaldo legislativo. Diante dessa situação, o presente estudo tem objetivo de verificar a presença de corantes na composição de alimentos industrializados consumidos com frequência pelo público infantil. Para a realização desse estudo, foram selecionados onze produtos industrializados bastante consumidos pelas crianças brasileiras. Foram avaliados 78 produtos em um total de 26 marcas, onde a prevalência dos corantes artificiais e naturais foi semelhante e dentre os corantes artificiais os que mais prevaleceram foram vermelho 40, azul brilhante e amarelo crepúsculo. Na análise dos produtos citados pela Pesquisa Nacional de Saúde (PNS) 2013 feita pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE)...